27 - dez

Parâmetros de qualidade de vida

Categoria(s): Demografia, DNT, Gerontologia, Sociologia

Conceitos

O objetivo principal da intervenção médica em pacientes com doenças crônicas é maximizar sua função em suas atividades diárias obtendo o melhor nível de bem-estar físico, psicológico ou social. Se este objetivo for alcançado, haverá redução nos custos. Para estas razões, o estado funcional e o bem-estar saudável são de grande valor para o paciente, sendo essencial avaliar a qualidade da freqüência médica com os parâmetros clínicos e laboratoriais específico para cada doença. A mensuração da qualidade de vida é um parâmetro para o prognostico do paciente, além de ajuda-lo no planejamento de suas despesas em geral.

Os instrumentos genéricos que mensuram a qualidade de vida têm várias vantagens, porque eles contemplam o que é mais importante para o paciente que “o paciente pensa” e não um paciente que o doutor acha que ele pensa. Nós podemos obter informações adicionais e mais amplas sobre a saúde do paciente: O qual o impacto da doença na vida diária? Como o paciente se sente físico e emocionalmente? O que pode fazer ele? E quais são suas vulnerabilidades e forças?

Um dos instrumentos mais aceitos e utilizados para a avaliação da qualidade de vida é o questionário SF-36.

A criação deste instrumento foi baseada em uma revisão de vários instrumentos existente na literatura, nos últimos 20 anos que avaliou alterações e limitações em várias dimensões como capacidade funcional, aspectos sociais, saúde mental e percepção geral da saúde. O questionário SF-36, foi derivado de um questionário de avaliação de saúde formado por 149 artigos, desenvolvido e testado em mais de 22 000 pacientes, como parte de um estudo de avaliação de saúde.

Com o intuito de formular um questionário não tão extenso, foi elaborado um questionário de 18 artigos que avaliaram capacidade funcional inicialmente limitação devido à doença, saúde mental e percepção da saúde. Mais tarde, foram somados dois artigos a este questionário para avaliação dos aspectos sociais e dor, então, foi criado o SF-20 (Forma 20 Pequena). O SF-20 foi respondido por aproximadamente 11000 participantes dos estudos de avaliação de saúde. Estes resultados permitiram a análise de seu psicométricas medido e também o desenvolvimento de normas preliminares para descobrir diferenças no estado funcional e de bem-estar entre os pacientes com doenças crônicas e alterações psiquiátricas.

Pelos autores, a dificuldade maior no desenvolvimento do SF-36 foi para a seleção de oito conceitos de saúde, entre mais de 40 conceitos analisados pelos estudos de avaliação de saúde. Alguns conceitos foram considerados importantes, porém não foram escolhidos, como por exemplo, função sexual.

O SF-36 foi constituído para satisfazer o padrão psicométrico, para comparação entre grupos que envolvem conceitos genéricos de saúde não sendo específico para uma determinada idade, doença ou tratamento. Ele representa definições múltiplas da saúde, inclusive função e deficiência orgânica, desconforto e bem-estar, relatórios objetivos e reclamações subjetivas, de solenidade-avaliação favorável e desfavorável da condição de saúde.

Referência:

CICONELLI, R.M.; FERRAZ, M.B.; SANTOS, W.; MEINÃO, I.; QUARESMA, M.R. Tradução para a língua portuguesa e validação do questionário genérico de avaliação de qualidade de vida SF-36 (Brasil SF-36). Rev Bras Reumatol, 39(3):143-150, 1999.

WARE Jr, J.E. Sf-36 health survey update. Spine, 25 (24):3130-3139, 2000.

Tags: , ,

Veja Também:

Comments (13)    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "