26 - mai

Câncer de língua

Categoria(s): Câncer - Oncogeriatria, Fonoaudiologia, Gastroenterologia, Gerontologia

Painel

Câncer de língua

A língua é formada por duas partes, a língua oral e a base da língua. O câncer pode desenvolver em qualquer parte. A língua oral é a parte livre da língua , sua porção mais móvel que facilmente se coloca para fora da boca em até dois terços do seu tamanho. O câncer que se desenvolvem nesta parte da língua constitue chamado câncer  bucal. A base da língua é a parte traseira da língua, o terço final. Esta parte é muito perto de sua garganta (faringe). Os cânceres que se desenvolvem nesta parte são chamados de câncer de orofaringe . O tipo histológico mais comum de câncer de língua é o carcinoma espinocelular (figura). Nome dado a um câncer que se inicia nas células escamosas que revestem da boca, nariz, laringe, tireóide e garganta. .

Sintomatologia -

Clinicamente o carcinoma epidermóide de língua apresenta nas fases iniciais um aspecto variado, assemelhando-se a leucoplasia (mancha branca), eritroplasia (mancha vermelha) ou eritroleucoplasia (mancha vermelha e branca) sobre a língua (figura); dor de garganta que não desaparece;  ferida na língua que não sara; dor ao engolir; dormência na boca por muito  tempo; hemorragia inexplicada da língua (que não é causada por morder sua língua ou outras lesões). Com a evolução da lesão, o carcinoma epidermóide pode se tornar uma lesão endofítica (cresimento para o interior da língua) ou exofítica (crescimento para o exterior), ambas lesões possui um caráter infiltrativo e que em alguns casos mimetizam outras doenças como a paracoccidioidomicose, tuberculose, sífilis.

O traumatismo crônico, inclusive as lesões auto-induzidas (exemplo prótese dentária mal adaptada) também podem imitar o carcinoma epidermóide, sendo a anamnese especialmente importante e a biópsia na confirmação do diagnóstico. A localização mais comum do câncer oral de língua é a borda lateral posterior.

Tratamento – Tal como acontece com muitos tipos de câncer, o diagnóstico precoce do câncer de seu significa que será mais fácil de controlar e, eventualmente, curá-lo. O tratamento para câncer de língua depende do tamanho do câncer e se é ou não se espalhou para os linfonodos do pescoço. A tratamento pode ser por:  cirurgia. radioterapia ou quimioterapia.

O melhor tratamento para os pequenos cânceres de língua é a cirurgia. Para tumores maiores, que se propagaram para os gânglios linfáticos no pescoço a combinação de cirurgia e radioterapia. Isto significa ter uma operação para remover o câncer de sua língua e dos gânglios linfáticos no pescoço.

Nos cânceres avançados pode precisar de ter todos os gânglios em um ou ambos os lados do pescoço removidos. A operação é chamada de esvaziamento cervical. Ela diminui o risco de o câncer voltar no futuro. A aplicação da radioterapia para ajudar a se livrar de todas as células cancerosas eventualmente deixadas para trás.

Se o câncer está bastante grande, pode-se precisar de uma operação para remover parte ou a totalidade de sua língua (glossectomia). Inicialmente pode tentar primeiro radioterapia e quimioterapia para reduzir o câncer. Se isto funcionar, a cirurgia e menos agressiva.

Uma remoção parcial ou completa de sua língua, ele vai mudar permanentemente sua capacidade de falar e engolir.

IMPORTANTE – O carcinoma epidermóide de língua tem sido considerado uma doença que geralmente acompanhada por um longo tempo de exposição ao fumo e ao álcool.

Referência:

Abdo EN, Santos PJB, Mendonça LL, Garrocho AA, Aguiar MCF. Álcool e fumo como determinantes da localização do carcinoma epidermóide de boca. Arquivos em Odontologia (UFMG), 2005;41(3):193-272.

Llewellyn CD, Linklater K, Bell J, Johnson NW, Warnakulasuriya KAAS. Risk factors for squamous cell carcinoma of the oral cavity in young people a comprehensive literature review. Oral Oncology, 2001;37:401-418.

Tags: , , , , , , , , , ,

Veja Também:

Comments (1)    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "