07 - mar
  

Coceira nos idosos – Causas

Categoria(s): Dermatologia geriátrica




Dermatoses no idoso – parte 2

Hoje vamos dar algumas informações sobre uma queixa muito comum, nos consultórios dos dermatologistas, observados em pacientes idosos. A queixa do prurido (coceira), sem existir uma dermatose de base que justifique o mesmo. Denominamos este estado nosológico de  “prurido sine materie“  ou como dizem alguns autores “prurido autotóxico”  ou de causa interna a esclarecer. 
A imagem ao ladoilustra um desses casos, em que aparecem erupção, tipo inespecífica, em regiões diversas ou até do tipo generalizado.

Principais causas deste tipo de prurido:

  1. Prurido causado por uso de medicações várias (ingestão de fármacos). Recebo pacientes que usam diariamente 8 , 10 e até 15 remédios diferentes !!!  Todo fármaco pode apresentar como efeito colateral, reação na pele, como prurido (coceira). Na prática, observo mais com os analgésicos, anti-inflamatórios, anti-colesterol como as estatinas (sinvastatina, etc), alguns antibióticos, outros medicamentos e até o uso de “stent” dito medicamentoso.
  2. Neoplasias internas, e em muitos casos ainda não diagnosticadas !!!
  3. Ser portador de “diabetes melittus”.
  4. Problemas renais, como má função renal ou algum grau de insuficiência renal, com taxas altas de uréia, creatinina, ou o exame mais aperfeiçoado, conhecido como “clearence de uréia ou creatinina em urina de 24 horas”.
  5. Doenças hepáticas, como hepatites ou cirroses e taxas altas no exames de sangue, de TGO, TGP, fosfatase alcalina e principalmente das bilirrubinas. Lembrar que a hepatite C, pode cursar de modo insidioso, escondido.
  6. Distúrbios metabólicos, principalmente o “hipotireodismo”.
  7. Por fim, temos os pruridos de origem psicogênica e o “prurido senil”.  Geralmente, temos de rotular como prurido senil, todos os casos, em que se rastreia todos as causas e não encontramos nenhum fator !!!
  8. Só finalizando, há um estado da pele do idoso, em que a mesma apresenta-se com bastante sequidão ou xerose e isto causa alguma forma de coceira . É o famoso “prurido xerótico ou asteatósico”.

 Referências:

- Sampaio & Rivitti – Dermatologia , 3ª Edição. Artes Médicas.
– Dermatologia de Fitzpatrick – 6ª Edição . Artmed.
- Anais Brasileiros de Dermatologia, vol. 70, nº 6

Colaborador : Dr Edilson Pinheiro do Egito *


* Médico Dermatologista

Tags: , , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


Deixe seu comentário aqui !