14 - nov
  

Viroses do verão – Gripe ou Resfriado

Categoria(s): Infectologia, Pneumologia geriátrica, Programa de saúde pública




Viroses do verão – Gripe ou Resfriado

Vírus Influenza

Segundo o Ministério da Saúde pelo menos 2 mil pessoas morrem ao ano de 2011 em conseqüência da gripe sazonal (gripe comum).

O surto de infecção pelo vírus influenza representa uma ameaça devido a combinação de mutações, dificuldade dos sistemas de saúde pública em seguir os pacientes em tratamento, muitasds vezes domiciliar, sem consulta médica e a capacidade do vírus de cruzar fronteiras e se espalhar com a mesma velocidade com que as pessoas se deslocam de um país a outro, ou seja, em algumas horas.

Geralmente se aplica o termo “gripe” a toda infecção do trato respiratório. No entanto, a gripe é uma infecção específica, que se distingue do resfriado. A gripe é uma infecção respiratória contagiosa causada pelo vírus influenza A, B e C. Já os resfriados geralmente são causados pelos rinovírus.

Os vírus são transmitidos por um hospedeiro contaminado para outro através das secreções respiratórias, dissipadas pelas vias aéreas. Os vírus penetram na parte superior do aparelho respiratório por meio do nariz ou boca, podendo invadir até os pulmões. Embora a incidência de doenças respiratórias seja mais baixa no verão, os rinovírus são os vírus mais freqüentemente isolados nesta época do ano. Outros agentes virais, incluindo vírus influenza predominam no inverno. Assim, para a maior parte do ano, os rinovírus são a causa da maioria das infecções respiratórias virais agudas.

Sintomatologia – Os sintomas mais comuns na gripe são: febre, dor de cabeça, dores musculares por todo o corpo, mal-estar, prostração nos resfriados freqüentemente se observam coriza e obstrução nasal, tosse e dores de garganta. A febre dura, em média, três a cinco dias, deixando o indivíduo com uma sensação de fraqueza. A intensidade dos sintomas varia de acordo com as características do vírus circulante. Os sintomas da gripe começam a aparecer após o período de incubação, tempo entre a infecção e o início dos sintomas, que pode ser de um a quatro dias.

Tratamento – As infecções virais são controladas pelo nosso sistema imunológico e o tratamento é simplesmente sintomatológico com anti-térmicos, analgésicos, hidratação e repouso.

Veja – Sistema imunológico: Imunidade contra vírus

Evolução – A gripe não costuma ser grave quando atinge adultos saudáveis, com um sistema imunológico sadio. No entanto para a população idosa, doentes crônicos, crianças e grávidas a gripe pode ser mais grave, porque favorece o aparecimento de infecções bacterianas secundárias.

Referências:

Monto, S.A. The seasonality of rhinovirus infections and its implications for clinical recognition. Clin. Ther. 2002 Dec 24(12):1987-97.

Banning, M. Influenza: incidence, symptoms and treatment. British Journal of Nursing. 11, Jan 2006 14(22):1192-7.

Tags: , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


Deixe seu comentário aqui !