Arquivo de 5/ago/2012





05 - ago

Obesidade – Tecido adiposo: Funções secretórias – Adipocinas

Categoria(s): Biologia, Cardiogeriatria, Conceitos, Endocrinologia geriátrica, Farmacologia e Farmácia, Inflamação, Nutrição

Tecido adiposo – Adipócitos

Adipocinas

O tecido adiposo é um órgão com várias funções: isolamento térmico, barreira física ao trauma, armazenamento energético e secreção de proteínas e péptidos bioativos com ação local e à distância.

As adipocinas, ou produtos segregados pelo tecido adiposo, desempenham um papel importante na homeostasia energética, sensibilidade à insulina, resposta imunológica e doença vascular. Porém, são também produzidas por outros tecidos, sendo difícil determinar a contribuição do tecido adiposo para os níveis de adipocinas circulantes. Os mecanismos moleculares de síntese e exocitose não estão ainda totalmente esclarecidos.

De acordo com JOANA V. COSTA, JOÃO S. DUARTE, 2006 podemos agrupar as adipocinas por sua principal função, em adipocinas com função imunológica, cardiovascular, metabólica e endócrina.

As adipocinas com:

1. Função imunológica – interleucina 6, o fator de necrose tumoral α e os fatores do complemento B, C3 e D (adipsina)-
2. Função cardiovascular – moléculas do eixo renina-angiotensina e o inibidor de ativação do plasminogênio -PAI-1,
3. Função metabólica – ácidos graxos  livres (AGL), a adiponectina, a resistina, o AGRP (agouti related peptide) e a visfatina
4. Função endócrina – leptina.

A adipsina foi uma das primeiras proteínas produzida pelos adipocitos a ser identificada. Estas moléculas têm funções bem definidas nos processos inflamatórios.

Referências:

Costa JV, Duarte  JS – Tecido adiposo e adipocinas. Acta Med Port 2006; 19: 251-256 [on line]

Tags: , , , , , , ,

Veja Também:

Comentários    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "