Arquivo de 28/jul/2012





28 - jul

Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites

Categoria(s): Gastroenterologia, Infectologia, Notícia, Programa de saúde pública

Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites

O 28 de julho é o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites. Este fato é de extrema importância, pois visa levar informação, fazer a divulgação desta doença que atinge milhões de pessoas no mundo e que, em alguns casos, o portador não sabe que está infectado com o vírus.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 1 milhão de mortes por ano são atribuídas às hepatites virais. Por ser uma doença silenciosa, torna-se um desafio realizar o diagnóstico precoce da doença. Ao mesmo tempo, quanto mais cedo for o diagnóstico daqueles que são portadores e que necessitam de tratamento, melhor, porque alguns casos de hepatite evoluem para cirrose ou para o câncer de fígado.

Os vírus que mais frequentemente causam hepatite são: vírus da hepatite A (picornavírus-RNA), vírus da hepatite B (hepadnavírus-DNA), vírus da hepatite C (flavivírus-RNA), vírus da hepatite D (vírus RNA associado ao vírus B)  e vírus da hepatite E (provavelmente um calicivírus-RNA), vírus do grupo herpes (vírus de Epstein-Barr e citomegalovírus)

A hepatite B e C  podem ser prevenida por meio de vacinação, disponível no SUS, conforme padronização do Programa Nacional de Imunizações. Ela está disponível para jovens até 24 anos e para pessoas com maior risco de exposição a doença como manicures, pedicures, podólogos, tatuadores, caminhoneiros, entre outros. Veja mais sobre o Programa acessando o logotipo Portal da Saúde.

Tags: , ,

Veja Também:

Comentários    







28 - jul

Lesões eritematosas da pele – Intertrigo

Categoria(s): Dermatologia geriátrica, Enfermagem, Gerontologia, Infectologia, Inflamação

Eritema cutâneo

Intertrigo é  uma inflamação de coloração rosa para marrom (lesão eritematosa) em áreas adjacentes em dobras da pele em que as pessoas esfregaram ou pressionar uma área da pele contra outra. O intertrigo ocorre na presença de calor e umidade da região, geralmente abaixo das mamas, axilas, virilhas, parte inferior da barriga, atrás das orelhas, e os espaços entre os dedos e mão,  acometendo especialmente os idosos, pessoas acamadas, uso de fraldas geriátricas, as pessoas obesas e as diabéticas. O efeito causado por maceração, o calor e a humidade, juntamente com a falta de higiene, facilita a presença de bactérias, leveduras ou fungos nas dobras.

Sintomatologia – O intertrigo geralmente aparece com uma lesão eritematosa da pele (coloração rosa para marrom) e também pode coçar, escorrer, e ser doloroso. Se a pele é particularmente húmida, pode começar a quebrar. Desenvolver rachaduras, eritema cutâneo e molhados nas dobras da desnudação da superfície corporal. e, em casos graves, podem ter um mau odor.

Diagnóstico – O diagnóstico é clínico, pelo aspecto da lesão e por uma história de má higiene pessoal. O exame de urina e do sangue pode revelar, diabetes. A baciloscopia direta pode mostrar-nos a abundância de cocos ou candidíase cutânea. O exame da região través da lâmpada de Wood (lâmpada com luz ultravioleta) pode ser usada para descartar eritrasma, sendo  importante, também,  excluir outras condições, tais como: psoríase inversa  e candidíase.

Tratamento
– O tratamento deve ser feito com limpeza local e  uma medicação tópica e / ou oral. O tratamento mais comum para um bebê com assaduras é creme de óxido de zinco. Há também muitas outras pomadas para assaduras genéricos. Para uma infecção persistente deve-se utilizar um creme antifúngico como clotrimazol 1%, usado em conjunto com uma pomada para assadura.

Para prevenir futuras ocorrências pode-se usar sabão antibacteriano, em torno da pele com algodão absorvente ou uma bandagem de tecido de algodão, e tratar a pele com pós absorventes e desodorantes. As recaídas de intertrigos são comuns, e exige cuidados regulares de um dermatologista.

Tags: , ,

Veja Também:

Comentários    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "