12 - jul
  

Unha encravada (Onicocriptose) – Como tratar

Categoria(s): Dermatologia geriátrica, Inflamação




Unha encravada - Como tratar

A unha encravada ou Onicocriptose é uma das condições patológicas das unhas mais comuns nos consultórios de Dermatologia. Causa ao portador grandes transtornos, como dor forte e incapacidades de usar calçados. Esta dor é devida simplesmente ao fator mecânico da lâmina ungueal (funcionando quase como uma peça de aço) a pressionar as partes moles das dobras ungueais. Suas principais causas são: a) calçado inadequado. b) cortes errôneos da unha (o corte da unha deve ser sempre no sentido retilíneo, evitando os cortes curvilíneos e entradas nas bordas laterais) e deve-se evitar retiradas de cutículas muito comuns pelas manicures. c) traumatismos. d) avulsões da unha (cada vez que se faz a exerese da unha, ela tende a ficar menor e mais enterrada em seu leito).

Pode-se considerar 3 graus de gravidade em Onicocriptose:

Grau 1 – só há dor.

Tratamento conservador -Técnica do colarinho. Nos casos muito leves de encravamento, utilizado-se simplesmente, a prescrição de antiinflamatórios, proibição de calçados fechados e uso de uma Técnica de Repuxamento da Borda com esparadrapo (Técnica idealizada pelo Dermatologista Paulista Dr. Manoel Jaime Filho que a denominou Técnica do Colarinho). Este procedimento deve ser diário e é ensinado ao cliente no consultório.

Grau 2 – além da dor, já se percebe alguma hipertrofia (inchação) da borda afetada.

Grau 3 – Além da hipertrofia que se acentua, já nota-se sinais de infecção secundária (secreções purulentas). Como se vê, ocorre mais nas unhas dos Háluxes (Pés) (figs. 1 e 2)

Tratamento – O tratamento é  cirúrgico por Matricectomia Parcial por Radiofreqüência.

Técnica cirúrgica – a) Faz-se o corte da lâmina ungueal encravada, até a sua matriz (raiz da unha) no sentido vertical e geralmente na espessura de 2 ou 3 mm. b) Extração deste fragmento com Pinça de Kelly. c) Destruição da Matriz (sem sua exposição) com o Aparelho de Radiofreqüência (modalidade de Bisturi Elétrico mais aperfeiçoado, figura) por alguns segundos, sempre de acordo com a experiência do Médico. d) Curativo compressivo com Faixa de Crepe e) Prescrição sòmente de analgésicos de média potência, tipo Codeína 30 mg.  O procedimento, sempre depende da experiência do profissional que executa o  ato. As recidivas são raras;  ocorrendo quando fica algum resto da matriz no local da ressecção da lâmina ungueal.

Colaborador : Dr Edilson Pinheiro do Egito *


* Médico Dermatologista

Tags: ,




Comentário integrado ao Facebook:


Deixe seu comentário aqui !