Arquivo de 17/ago/2011





17 - ago

Síndrome de Ramsay Hunt

Categoria(s): Infectologia, Otorrinolaringologia geriátrica

Dicionário

A Síndrome de Ramsay Hunt caracteriza-se por paralisia facial periférica, otalgia (dores no ouvido) e erupções vesiculosas na orelha externa, decorrentes da reação inflamatória aguda do nervo facial e vestíbulo-coclear, causada pelo vírus varicela-zoster presente em estado latente no gânglio sensorial do nervo facial.

Em 1906, J. Ramsay Hunt publicou a clássica descrição da síndrome que agora leva seu nome, mas sem saber sua etiologia viral. Em aproximadamente 20% dos pacientes ocorre grau variável de envolvimento do nervo facial (oitavo par craniano) que se manifesta por sintomas auditivos e vestibulares (perda auditiva e vertigem). Tinnitus, hipolacrimejamento, alteração do reflexo do estapédio e diminuição da sensibilidade gustativa na porção anterior da língua podem estar presentes.

Tratamento – O tratamento deve incluir a eliminação dos fatores desencadeantes, quando identificados, uso de medicamentos sintomáticos para vertigem e tinnitus, lubrificantes oculares, além de corticoterapia breve para diminuição do processo inflamatório, e aciclovir, que demonstrou involução mais rápida do quadro. O acompanhamento desses pacientes deve ter abordagem multiprofissional da paralisia facial periférica, com a participação do médico otorrinolaringologista, fisioterapeutas e fonoaudiólogos.

Referência:

Esteves MCBN, Brandão LAF, Kobari K, Nardi JC, Alfredo Rafael Dell ́Aringa ARD – Síndrome de Ramsay Hunt: relato de caso e revisão de literatura. ACTA ORL/Técnicas em Otorrinolaringologia – v.28, n1, p.37-9, 2010. [on line]

TESTA, J. R. G. et al. Herpes zoster oticus e paralisia facial (Síndrome de Ramsay Hunt). Acta Awho, São Paulo, v.11, n.1, p.16-18, jan/abr. 1992.

ALCANTARA, L. J. L. et al. Síndrome de Ramsay-Hunt: descrição de caso. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, Rio de Janeiro, v.66, n.2, p.536-538, set/out. 2000.

Tags: , , , , , , ,

Veja Também:

Comentários    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "