27 - jun
  

Colostomia 100 perguntas a respeito – Parte 2. Cuidados gerais

Categoria(s): Conceitos, Gastroenterologia




Esclarecimentos

Para os colostomizados a reclusão em casa, longe do convívio com pessoas conhecidas e familiares é a principal razão para a depressão e o rápido declínio cognitivo. Para uma boa adaptação física, mental, emocional, psicológica, social e profissional é imprescindível que o paciente esteja bem informado e conte com o apoio dos seus familiares e amigos. Sobretudo receba a ajuda de profissionais de saúde especializados, chamados de estomaterapeutas. Os estomaterapeutas são profissionais da área de enfermagem com especialização reconhecida em escola superior.

Veja informações sobre os cursos de estomaterapeutas no site da Associação Brasileira de Estomoterapia – http://www.sobest.org.br/ [on line]

21. Como cuidar da bolsa de colostomia?

  • A bolsa de colostomia deve ser preparada para o uso medindo-se o orifício da colostomia e recortando a “boca” da bolsa no tamanho ideal. Deve-se sempre utilizar o dispositivo indicado, nunca proceder adaptações. O dispositivo deve ser bem fixado impedindo o contato das fezes com a pele ao redor do estoma, evitando-se assim dermatite.

22. Como conseguir uma vedação segura?

  • A vedação segura é conseguida deixando-se, no mínimo, dois centímetros de resina sintética entre o estoma e a flange.

23. Quantas vezes devemos trocar a bolsa?

Nas colostomias, o sistema deve ser trocado a cada quatro ou cinco dias. Nas ileostomias e urostomias o sistema deve ser trocado a cada dois ou três dias. O sistema deve ser trocado antes deste período quando apresentar vazamentos.

24. Quando devemos trocar o dispositivo?

  • A troca do dispositivo deverá ser efetuada quando ocorrer infiltração do conteúdo. Deve-se evitar as trocas desnecessárias; geralmente o sistema de duas peças tem duração de até sete dias, e o sistema de uma peça três dias.

25. Quando esvaziar a bolsa?

  • A bolsa deve ser esvaziada sempre que o contéudo atingir um terço de sua capacidade. Isto evita o peso excessivo da bolsa e reduz o risco de descolamento da placa.

26. Como trocar a bolsa de colostomia?

  • O material para troca do sistema duas peças tem: placa adesiva; bolsa coletora; pinça para fechar a bolsa; medidor do estoma; tesoura com ponta arredondada; água e sabão; gazes ou pano macio. O material para troca de bolsa de urostomia é semelhante, à exceção da bolsa que possui uma válvula para drenagem. Os passos para troca da bolsa são os mesmos.
  • Troca passo-a-passo
  • Retire delicadamente a placa no banho ou com a ajuda de um pano umedecido.
    • Limpe a pele ao redor do estoma. Seque bem a pele.
    • Utilize o medidor de estomas para saber o tamanho exato do seu estoma.
    • Desenhe o molde do estoma no verso da placa: não deixe a abertura da placa muito maior que o estoma, o ideal é manter de dois a três milímetros de pele descoberta ao redor do estoma.
    • Recorte a placa.
    • Retire o papel do verso da placa.
    • Coloque a placa sobre a pele realizando movimentos circulares para facilitar a fixação da placa.
    • Coloque a parte inferior do aro da bolsa em contato com a parte inferior da placa.
    • Dobre abertura da bolsa ao redor da pinça de fechamento. Feche a pinça

27. O que observar na colostomia quando trocar a bolsa de colostomia

  • Durante a troca da bolsa deve-se observar uma das seguintes alterações:
    • Sangramento excessivo.
    • Cianose (cor roxa) do estoma – indica redução da circulação sangüínea do estoma.
    • Irritação da pele ao redor do estoma.
    • Redução excessiva no tamanho do estoma.
    • Presença de pus.
  • Caso ocorra alguma dessas anormalidades procure o médico ou a enfermeira estomaterapeuta.

28. Quais materiais auxiliam na troca da bolsa de colostomia?

  • Há materiais que são chamados acessórios que não são essenciais para a troca do equipamento, mas podem facilitar a utilização da bolsa e melhorar a qualidade de vida. São eles: Protetor cutâneo; cápsulas de polímeros de acrílio, sistema oclusor de colostomia e sistema de irrigação para colostomia.

29. Como proteger a pele ao redor da colostomia?

  • A pele ao redor da colostomia pode ser protegida com uma película transparente  que pode ser aplicada com um chamado Lenço Barreira Protetora, que ao ser passado na pele, forma um filme transparente formando uma barreira.
  • Outras barreiras de protetoras da pele snao: na forma de pó, pasta ou placa.
  • As barreiras protetoras podem ser utilizadas para preencher irregularidades da pele ao redor do estoma, tornando mais fácil a adaptação da placa e prevenindo a infiltração. A barreira em pó absorve a umidade da pele, facilitando a adesão da placa.

30. Como evitar que o adesivo da bolsa de colostomia machuque a pele?

  • O adesivo da bolsa deve ficar bem aderido a pele, evitando que a bolsa se desprenda. Na hora de retira a bolsa pode-se utilizar um lenço removedor de adesivo, que facilita a remoção da placa adesiva, deixando a pele ao redor do estoma limpa.

31. Existe um cinto que protege a bolsa de colostomia?

  • Sim existe um cinto elástico com encaixes que se adaptam nas hastes existentes na bolsa coletora. São utilizados para manter a bolsa fixa, proporcionando maior segurança ao paciente. Devem ser utilizados com placas convexas.

32. Como evitar ter gases?

  • Faça refeições repartidas
  • Mastigue devagar e com a boca fechada
  • Evite beber grandes quantidades de líquidos durante as refeições
  • Evite feijão, milho, ervilhas, grão, lentilhas, favas, couve-flor, pepino, couve-de-bruxelas, brócolos, cebola, nabo, pimentão, soja, chocolate, açúcar, doce, queijos curados, cerveja, refrigerantes, especialmente se forem gaseificados.

33. Como evitar odores desagradáveis?

  • Deve comer: maçã, salsa, alface, espinafres, pêssego, pêra madura, leite, iogurte, manteiga e queijo fresco.
  • Deve evitar: ovos, cebola, bróculos, couve-flor, nabo, beterraba, rabanete, pepino, café, carnes de conserva, fumados e bebidas alcoólicas.

34. Existe algum material que se coloca na bolsa para evitar o excesso de gases?

  • Sim, o uso de filtro de carvão. Esses filtros servem para retirada dos gases retidos nas bolsas coletoras, o que reduz o seu volume e a possibilidade de ocorrências desagradáveis. O seu uso deve ser mais bem avaliado pelos ileostomizados, por aqueles que apresentam as fezes líquidas e, também, pelos demais ostomizados que lavam internamente suas bolsas coletoras.

35. O que fazer para ter um efeito laxante?

  • Deve comer leguminosas, oleaginosas, cereais integrais, doces, leite, ameixa, morangos, kiwi, melancia e laranja.
  • Não deve comer : arroz branco, batata, cenoura, abóbora, gelatinas, banana, maçã, fruta cozida sem casca

36. Como evitar que a bolsa fique com muito líquido em seu interior?

  • Pode se evitar o excesso de líquido na bolsa de colostomia com a colocação de cápsulas de polímeros de acrílico dentro da bolsa e atuam transformando o líquido (urina ou fezes líquidas) em gel semi-sólido, facilitando o esvaziamento e reduzindo o risco de infiltração e conseqüentemente o descolamento da placa.

37. O que é um sistema oclusor de colostomia?

  • O sistema oclusor de colostomia é composto por uma haste de espuma e uma película. Em contato com a umidade do intestino a espuma se expande ocluindo o estoma. É utilizado após a irrigação da colostomia, com trocas realizadas a cada 12 horas. Pode ser utilizado por períodos de até 2 horas por pacientes ileostomizados quando desejarem maior independência.

37. Como o ostomizado deve agir para voltar a vida normal?

  • Os pacientes ostomizados devem seguir algumas recomendações que paulatinamente se tornarão um hábito:
  • Evitar carregar peso excessivo.
  • Evitar praticar esportes que exijam muito esforço.
  • Evitar o uso de cintos, fivelas ou de outros artigos que possam apertar ou comprimir o estoma.
  • Evitar alimentos que produzam gases ou odores fortes.
  • Consumir legumes, frutas e beber muito líquido.
  • Mastigar bem os alimentos.
  • Lavar a pele ao redor do estoma delicadamente, com um sabonete neutro.
  • Observar o estoma com regularidade: a pele à sua volta deve estar úmida, lisa, e sem feridas ou coceiras.

38. O que é um Sistema de irrigação para colostomia?

  • O sistema de irrigação para colostomia é utilizado somente em indivíduos com estoma terminal do lado esquerdo, o sistema de irrigação realiza uma limpeza do intestino grosso, assim, o indivíduo pode ficar até 72 horas sem utilizar bolsa coletora. O sistema é formado por uma bolsa para colocar o líquido usado na irrigação, um cone de silicone para ser adaptado ao estoma e uma manga coletora para permitir a drenagem do líquido.

39. O sistema de irrigação para colostomia pode ser utilizdo por qualquer ostomizado?

  • Não a irrigação só pode ser feita em indivíduos com colostomia terminal. Só deve ser utilizada sob orientação médica e treinamento realizado pela enfermeira estomaterapeuta.
  • Veja mais sobre irrigação da colostomia na página seguinte – Colostomia – Parte 3. Higiene

40. Como pose-se conseguir estes equipamentos e a orientação de seu uso?

  • Pode comprar os equipamentos em casas de material cirúrgico. Também é possível obtê-los gratuitamente através do sistema único de saúde. Para isso, você necessita de um relatório médico ou da enfermeira estomaterapeuta descrevendo a sua cirurgia, o tipo de estoma, se o estoma é temporário ou definitivo e qual o tamanho do estoma.
  • Com esse relatório você pode agendar uma perícia em um posto de distribuição e após a perícia, você receberá uma quantidade ideal para 30 dias de uso. Consulte a secretaria municipal de saúde de sua cidade, pois a distribuição é regionalizada.

Tags:




Comentário integrado ao Facebook:


90 Comentários »

  1. Glécia Lemos dos Santos comenta:

    2 outubro, 2009 @ 7:09 PM

    Quem fez colostomia pode usa sandalia de salto?? Obrigado!

  2. RONALDO LUCINDO DA SILVA comenta:

    30 novembro, 2009 @ 6:19 AM

    Gostaria de saber,

    1- Como deve ser a aparência das fezes de um bebê após acolostomia.
    2- Quais são os cuidados pós colostomia em Bebê.
    3 – Quanto tempo deve ficar com a bolsinha.
    4- Bebê fez a Cirurgia tinha 20 dias de vida qual será seu desenvolvimento.
    5- Esta cirurgia machuca o Bebê.
    6- Após esta cirurgia o Bebê terá cólica.

  3. fabiana comenta:

    4 dezembro, 2009 @ 5:26 PM

    gostaria de saber qual é mesmo o produto q usa para limpeza antes do esvaziamento da colostomia digo antiseptico/ e qual o produto usado para desinfectação das pinces gido material de aço

  4. Raquel katyelly comenta:

    13 janeiro, 2010 @ 4:33 PM

    gostaria de saber qual seria a pomada oa outro medicamento. que ajudaria contra assadura ao redor da colostomia que estar queimado ferido. bom porque ,estou usando no momento bolsa de colostomia plastica
    qual o medicamento?

  5. JOSÉ CARLOS BATISTA comenta:

    21 janeiro, 2010 @ 7:20 AM

    MINHA ESPOSA FES UMA CIRURGIA RECENTE OS MÉDICO FALARAM QUE ELA VAI USAR BOSA DEFINITIVA , ELA PODI TER UMA QUALIDA DE VIDA NORMAL PODI TOMAR BANHO DE MAR . TRABALHLR .PASSEAR. O PODI MUDAR DAQUI PARA FRENTE, UM FORTE ABRAÇO CONTO COM VOCEIS ATÉ A PROCIMA.

  6. cleunice m.santos comenta:

    4 fevereiro, 2010 @ 11:58 AM

    tenho um filho de um ano e dos meses ele fez a cirurgia com um mes ,mas nunca usei a bolsa a algum problema nisso

  7. cleunice m.santos comenta:

    4 fevereiro, 2010 @ 11:59 AM

    ele tem um problema sério de refluxo

  8. assione vergani comenta:

    5 abril, 2010 @ 3:55 PM

    gostaria de saber se uma pessoa ostomizada pode frequentar uma piscina, se pode, quais os cuidados.

  9. simone comenta:

    2 julho, 2010 @ 4:02 PM

    gostaria de saber qual seria a pomada ou outro medicamento. que ajudaria contra assadura ao redor da colostomia porque está em carne viva e arde muito o médico indicou o uso de ipoglós mas não está resolvendo

  10. sandra beatriz comenta:

    6 agosto, 2010 @ 6:31 PM

    Meu filho tem 4 meses e precisou fazer uma colostomia e uma ileostomia,devido ele ter nascido com o ânus imperfurado,no começo foi muito difícil pra mim,agora sei lidar com tranquilidade com isso,mais gostaria de saber se é normal o bebê ter que fazer força pra evacuar?
    Gostaria de uma orientação,obrigado.

  11. sandra beatriz comenta:

    6 agosto, 2010 @ 6:36 PM

    simone meu filho teve o mesmo problema que o seu,isso pode ser uma dermatite(assadura),no caso do meu filho a indicação do responsável pelo meu filho(cirurgião)indicou nistatina e foi uma beleza! consulte um pediatra por que isso pode virar monília

  12. sandra beatriz comenta:

    6 agosto, 2010 @ 6:39 PM

    Gostaria de saber,

    1- Como deve ser a aparência das fezes de um bebê após acolostomia.
    2- Quais são os cuidados pós colostomia em Bebê.
    3 – Quanto tempo deve ficar com a bolsinha.
    4- Bebê fez a Cirurgia tinha 4 dias de vida qual será seu desenvolvimento.
    5- Esta cirurgia machuca o Bebê.
    6- Após esta cirurgia o Bebê terá cólica.

  13. sandra beatriz comenta:

    6 agosto, 2010 @ 6:42 PM

    GENTE A POMADA PARA ASSADURA EM VOLTA DA COLOSTOMIA É A NISTATINA,ELA MELHORA MUITO A REGIÃO DA PELE FERIDA

  14. LAUANE comenta:

    17 setembro, 2010 @ 11:10 PM

    GERALMENTE BEBÊS QUE TEM ASSADURA EM VOLTA DA COLOSTOMIA,
    A BOLSA NÃO CONSEGUE SE ADERIR A PELE DIREITO.
    ENTÃO PROCURE UMA PLACA ADESIVA DA COLOPLASTE OU DA CURATEC,E RECORTE
    O LOCAL DO ESTOMA E COLA A PLACA A PLACA CONTEM MEDICAÇÃO QUE VAI FECHAR A FERIDA.
    DEPOIS E SO SEMPRE DEIXAR O BEBÊ COM A BOLSA QUE ELA VAI EMPEDIR DE ASSALO.

  15. Patrícia comenta:

    7 novembro, 2010 @ 10:52 AM

    Muito bom esse texto,tirei muitas dúvidas,muito obrigada.

  16. wilson comenta:

    17 dezembro, 2010 @ 9:38 PM

    gostaria de saber se tem algo maior que a bolsa de colostomia, porque a da minha sogra já nao cabe mais e ela ta muito triste com iso
    por favor se tiver alguem que possa me dar uma ideia pra eu passar a ela ficarei muito feliz.
    ela esta completando com micropoli e mesmo assim ta dificil, por tanto se vcs ai tiver uma soluçao, me de essa força, fico no aguarde e agradeço.

  17. Cleide comenta:

    4 fevereiro, 2011 @ 8:44 AM

    Sou ostomizada por doença de Chron, fazia a troca da bolsa a cada 6 dias, porém com este calor surgiu uma dermatita no local onde a placa é colada, tenho usado um pouco de cavilon, a ´película protetora, comecei a tomar um antialérgico porém não melhorou juito, estou tendo de trocar a bolsa diariamente pois a pele solta um líquido que impede a colegem da placa. Gostaria de saber se tem algum tipo de pomada que eu possa usar.

  18. silvia comenta:

    12 fevereiro, 2011 @ 11:41 PM

    gostaria de saber se sendo usuaria da bolsa, poderei tomar banho de mar e de piscina. existe algum modelo ou marca de bolsa que me permite tal pratica. obrigada , aguardo retorno

  19. MARINEIDE comenta:

    8 março, 2011 @ 8:34 PM

    Sou tia de uma criança com 2 anos e ele tem a colostomia desde os 10 meses de idade.
    Minha dúvida é ele pode tomar banho de Mar mesmo estando com a bolsa?

  20. anderson. comenta:

    6 abril, 2011 @ 12:19 AM

    minha filha tem colostomia ela nasceu com imperfuraçao anal foi barra mais hoje esta mais facil de lidar,a unica preocupaçao e saber se atraves da colostomia pode entra alguma bacteria.via urinaria

  21. andrea comenta:

    12 abril, 2011 @ 2:20 PM

    boa tarde, gostaria de saber se quem fez uma operação de colostomia, pode praticar atividades físicas, principalmente spinning, musculação etc.. quais as retrições,
    aguardo resposta.

  22. Juliana Mafra comenta:

    16 abril, 2011 @ 10:29 PM

    oi, minha mãe esta usando uma bolsinha, mais nao temos pratica nenhuma com isso,é muito dificil??
    ela toma banho com bolsa?
    essa bolsa pode vim a ter dor?
    sai sangue do local?
    obrigado!aguardo a res…

  23. sandra comenta:

    17 abril, 2011 @ 4:24 PM

    OI JULIANA,PARECE SER DIFICIL MAIS NÃO É NÃO COM O TEMPO VC PEGA UMA PRÁTICA,PODE TOMAR BANHO SIM SÓ TEM QUE EVITAR DE COLOCAR ÁGUA DENTRO,SE NÃO DESCOLA A BOLSA,SANGRAR DEPENDE DO FLUXO DO SANGRAMENTO SE COMEÇAR A SANGRAR BASTANTE É MELHOR PROCURAR O MÉDICO RESPONSÁVEL,MAIS DO MEU FILHO SANGRA UM POUQUINHO ÁS VEZES,O MÉDICO DELE DISSE QUE É NORMAL

  24. Juliana Mafra comenta:

    24 abril, 2011 @ 9:00 PM

    oi, minha mãe esta com um bolsa de colostomia ela pode usar calça jeans?
    muito obrigado pela ajuda de vcs todos.

  25. Juliana Mafra comenta:

    24 abril, 2011 @ 9:16 PM

    oi, minha mãe colocou um bolsinha faz poucos dias, esta muito triste porque nao imaginava que seria assim tao dificil, a bolsa esta sempre com ar e cheia de fezes sempre, ela esta ficando deseperada nao sei mais que faço.
    muito obrigado!

  26. Adriana comenta:

    3 maio, 2011 @ 4:31 PM

    Olá, meu marido fez a cirurgia por causa de um ca de intestino e ficará com a colostomia definitiva. Os esclarecimentos são muito importantes, pois estou começando agora uma vida que vai ser diferente! Quero saber sobre algumas restrições esportivas (andar de bicicleta e jogar bola, pode?). Agradeço a colaboração.

  27. zilda comenta:

    13 maio, 2011 @ 10:41 PM

    oi o meu cunhado fez uma cirugia do estomago e o medico colocou colostomia mas agora irritou a pele em volta e ele nao aguenta mais deixar colocar colostomia e ja nao sabemos mais o q fazer por favor me ajude .

  28. vani comenta:

    16 maio, 2011 @ 12:08 PM

    Há uma semana fiz a cirurgia de reconstruçao do intestino,pois faz 8 meses que estava com a bolsa.E graças a Deus está tudo caminhando bem. Espero voltar a ter uma vida normal.

  29. Rodrigo marçom comenta:

    12 junho, 2011 @ 3:42 PM

    Oi gostaria de saber como é a reconstrução do intestino minha mãe deve ficar com a bolsa mais ou menos 6 mesese e ainda não sei se vai ter que reconectar o intestino grosso ou só mesmo costurar e colocar pra dentro apos o tratamento.até.

  30. Irineia comenta:

    19 junho, 2011 @ 1:56 AM

    meu medico falou que minha colostomia e para sempre porque tirou um pedaço e foi tirado bem no fundo do anos gostaria de sabe se tem como recostruir ? espero a resposta desde ja agadeço.

  31. sueli ap russo comenta:

    19 junho, 2011 @ 11:19 PM

    eu tbm uso bolsa tem outro jeito de não usar bola de colotomia

  32. jose donizetegoulart comenta:

    8 julho, 2011 @ 12:15 AM

    Tive cancer de reto e sofri a anputação a ultima vez que estive no medico em abril fazendo revisão perguntei para o medico se ainda não surgiu nenhuma cirurgia para nos reconstruir-mos o anus ele disse que não por enquanto nada é possivel mais para frente pensar em celulas tronco . alguem ja ouviu alguma coisa sobre este tipo de pesquisa.

  33. nanci comenta:

    18 setembro, 2011 @ 8:28 PM

    Oi, tenho uma filha ostomizada desde que nasceu, por ter nascido com imperfuração anal, hoje ela tem um ano e dez dias já fez a reconstrução anal e daqui a uma semana vai ser feita a reverção. Eu o pai e toda a familia estamos muito ansiosos e confiantes, como temos experiencia, nos colocamos a diposição para ajudar a quem precisar, pois foi com bastante ajuda que estamos vencendo mais esta batalllha. Ha… nossa filha chama-se Lara é linda e perfeita graças a Deus………..

  34. Lia de Souza comenta:

    25 setembro, 2011 @ 2:12 PM

    Tenho uma tia que usa as bolsa por conta de fístulas e não estoma feito em cirurgia. Tem 3 fístulas, sendo a segunda muito perto da primeira o que dificulta a colocação das bolsas. Não sobra muito espaço para o adesivo, tendo de recortar e ainda sobrepor uma parte. a terceira fístula é pequena, um orifício de +- 5mm por onde sai pouco conteúdo e é tamponado com curativos. Os enfermeiros nem sabe mais como ajeitar as duas bolsas. Na impossibilidade de continuar usando por causa dos vazamentos, quais as alternativas, sobretudo de mandarem pra casa para morrer?

    Obrigada/urgente

  35. Daniela Cantori comenta:

    29 setembro, 2011 @ 3:42 PM

    Gostaria de entender porque acontece da placa descolar da pele, mesmo realizando os métodos de proteção como o pó, a pata. Coloquei a placa de manhã quando foi a tarde havia soltado um dos lados. O que fazer?

  36. Sandra Guiducci comenta:

    29 setembro, 2011 @ 3:56 PM

    Oi Dani Cantori,será que você não esta colocando pó demais!!E qual a marca de bolsa que vc está usando?Pode ser a má qualidade da resina da bolsa também

  37. Sandra Guiducci comenta:

    29 setembro, 2011 @ 4:03 PM

    Daniela você também não pode jogar água dentro da bolsa,porque além dela não aguentar e se soltar você pode pegar outras doenças por causa da umidade,criando fungos.

  38. nice comenta:

    6 outubro, 2011 @ 11:09 AM

    oi estou muito triste to usando a bolsa tenho 52 anos e os medicos ainda nao sabem me dizer mais por quanto tempo vou usar estou parada na vida ainda nao cnsigo acostumar com esta situaçao sei que muitas pessoas estao na mesma situaçao que eu mas e u nao acostumei ainda a viver cm isso.

  39. Lia de Souza comenta:

    7 outubro, 2011 @ 11:02 AM

    Bem, nada como anet pra conseguir informações! Santa invenção!
    Tanto busquei que achei bolsas especiais para ostomizados portadores de fístulas. em contato com fabricantes obtive retorno de um, Coloplast, que mandou o pdf com o modelo muito próximo do que eu descrvia como necessário, é o SISTEMA FÍSTULA, ref. 14050. Acontece que cada bolsa custa em torno de 300 reais pq é importada, não é fabricada no Brasil e não tem similar!

    Podem ver na net , no site da Cloplast Brasil não tem. Acontece que nem a equipe de enfermagem conhecia o sistema, nem mesmo os médicos, inclusive uma treinada como estomoterapeuta!. A enfermeira da Coloplast esteve até no hospital vendo o caso, indicou a bols, entrei com pedio no programa de Ostomizados que fornece bolsas, mas eles só fornecem as normais que não cobrem a f´situla que é maior do que o limite de corte da placa adesiva. Me causa espanto e estranheza que as associações de estomizados não informem sobre o sistema que se faz urgente ser colocado nas licitações( processo de compras pelos estados e coisa muito demorava e burocrática). Moral da novela: mesmo no hospital estão usando curativos de fgaze com esparadrapos, o que causa sofrimento nas trocas constantes, já que ficam encharcados e exalando os odores.

    O recurso seria entrar na Justiça, pedindo a compra da bolsa ou o ressarcimento dos valores pagos pela compra, se fose possível pagar quase 300 reias por cada uma! Ainda assim uma burocracia de fóruns, conseguir advogados gratuitos( pessoa carente que recebe 1 salário, mais tempo de demora de tramitação, etc.

    Se não houver pressão organizada das associações para que o sitema fístula entre na lista de bolsas, muita gente vai continuar sofrendo discriminação pq nem nos hospitais paliativos querem pacientes que fedem a fezes, tudo muito humulhante e contrangedor, os demais doentes, todos terminais, e sobretudo seus acompanhantes, pedem pra retirar e isolar paciente com fístula que não consegue usar bolsas comuns.

    Era o que eu tinha a atualizar por ora.

    Melhor sorte pra vcs!

  40. Jéssica comenta:

    16 outubro, 2011 @ 11:30 PM

    Olá boa noite.
    Meu nome é Jéssica e minha filha usa bolsa de colostomia pois ela nasceu sem a perfuração do anus e tem uma fistola, no começo foi muito dificil mais agora ta mais facil. Mais agora o que esta me encomodando é que a bolsinha esta descolando direto num dura nem dois dias as vezes, tento varias maneiras e sempre descola.
    Gostaria de saber se alguem pode me ajuda em relação a isso, se alguém tem alguma tecnica.
    Desde ja obrigado.

  41. Lia de Souza comenta:

    17 outubro, 2011 @ 11:00 AM

    Jéssica comenta:
    16 outubro, 2011 @ 11:30 PM

    Jéssica, minha experiêmcia tem sido mais com fístula em pacientes idosos. Mas o problema de descolamento da bolsa independe se é usado em idoso ou crianças. Tb uso bolsa infantis numa das fístulas do meu idoso, elas tem uma cola mais leve, fraca, justamente por se destinar à pele delicada dos bebês, para evitar o cola e descola dolorido. De tudo que tentei e posso passar, tente:
    a) mudar a marca da bolsa, isso faz muita diferença, incluindo preço. Se ganha bolsas do SUS ele só podem usar a que foi licitada. Compre uma de outra marca e tente.
    b) Após a limpeza da região onde se cola a placa da bolsa e antes de colocar a nova verifique se está bem seca, sem cremes e óleos e talco; em seguida use um protetor, filme de barreira, além de proteger a pele ele ajuda a colar a bolsa. Uso o Cavilon spray ( sem álcool) e ajuda muito.
    c) A bolsa se descola muito em razão do movimento da pessoa, se faz força na região abdominal, por exemplo. Numa criança em crescimento fica impossível evitar que se movimente, ao contrário, faz parte de seu bom desenvolvimento…Então, na medida do possível, reforce a colagem da bolsa pelas beiradas da placa e junto à pele, com fita do tipo micropore que não são doloridas para retirar. Vá contornando a placa com a fita, com pequenos pedaços, até fechar o contorno. Disse que ela tem uma fístula, não disse se em outra parte ou junto do estoma onde a bolsa é colocada. Na fístula, se for pequena, seu médico vai orientar se é melhor usar outra bolsa, caso tenha saída de muito conteúdo, ou curativos já seriam suficientes. No caso de usar curativos de gaze, procure usar fita cirurgia transparente no lugar de esparadrapos, mesmo o micropore, assim ficará bem fácil ver se está na hora de trocar se estiver muito saturado. Tb recomendo uso de gaze não aderente, pode comprar em farmácias e não são tão mais caras do que as comuns de algodão.

    Era o que eu tinha a dar como contribuição. Espero ter ajudado.

  42. Jéssica comenta:

    18 outubro, 2011 @ 10:27 PM

    Olá boa noite.
    Obrigado Lia, a fistula que ela tem é perto da vagina. Mais nem tenho problema com isso e sim com a bolsa pois ela começo a comer agora, pois ela tem so 6 meses e ta descolando muito facil. Ela tem dois estoma um embaixo do outro que acabou se juntando. Bom vou tentar fazer o que vc me indicou assim que conseguir te falo o resultado.
    Desde ja muito obrigado.

  43. anderson comenta:

    19 outubro, 2011 @ 8:17 PM

    Boa noite! nossa filha fez a ultima cirurgia de reverçao de colostomia,so que deu primeiro uma fistula, depois de 25 dias na uti neo natal para recuperação,agora a colostomia voltou ela esta fazendo 50% pelo anus e 50% pela colostomia,estamos no aguardo que a colostomia feche para poder sair so pelo anus, gostaria de saber se isto e normal sair pelo dois lados,depois da operação e se houve alguma coisa de errado por esta saindo por dois lugares.

  44. anderson comenta:

    19 outubro, 2011 @ 9:05 PM

    Oi Jessica, boa noite!
    Nos tambem tivemos esta mesma dificuldade com a bolsa de colostomia,usamos varios metodos,so conseguimos resolver o problema depois que compramos pano de fralda no metro e cortamos em pedaços pequenos e fizemos pedaços quadrado e colocamos em cima da colostomia com bastante pomada(BEPANTOL)para evitar assaduras foi a melhor opção que tivemos ate agora e com quatro meses nao colocamos mais a bolsa de colostomia que alem de incomodar nao dava para limpar so com uma pessoa,com o paninho ela fazia suas nescessidade jogavamos o pano fora e colocava outro novo.

  45. anderson comenta:

    19 outubro, 2011 @ 10:18 PM

    Boa noite Jessica!
    Nos tambem tivemos este mesmo problema com a cola da bolsa de colostomia durante os tres primeiros meses de vida de nossa filha,que tambem nasceu com imperfuração anal,so que nos op´tamos por usar pano de fralda a metro que e vendido em casa de tecido,nos cortamos em tamanho de tiras e transformamos em um quadrado.usamos bastante pomada(BEPANTOL)para evitar assaduras e colocamos o pano sobre a colostomia modo que quando ela faz suas nessecidade retiramos o pano e colocamos um novo assim evitamos assaduras e o incomodo de ter que lavar a bolsa toda hora, usamos tambem uma fralda da monica que tem a cintura alta para poder ajudar a segurar o pano, foi a melhor coisa que fizemos tanto para nosso bebe e para nos mesmo

  46. andreia comenta:

    9 novembro, 2011 @ 2:37 PM

    oi jessica olha minha filha teve o mesmo problema da sua filha mas,agora tem 2 semanas que fes o fechamento da colostomia,e quando isso acontecia eu lavava bem e antes de colocar a bolsa eu levava ela para tamar um sol pela manha de ums cinco minutos e depois colocava novamente eu so usava a pasta espero q de certo

  47. andreia comenta:

    9 novembro, 2011 @ 2:51 PM

    oi andreson so que tem um problema quando ela começar a andar ir no chao vc vai ter problemas acho q vc devia tentar usar a bolsa sim lave ela na pia do banheiro fiz isso por 1ano 6 meses e nunca tive problemas e so vcs saber cortar as bocas da bolsas certa e colocar a pasta certinha sem ar com a boca de limpeza aberta depois de posta vc fecha e continue usando a fralda da monica de preferencia a solft touchc sempre eu usei essa e uso ate hoje ela ja fes todas correçoes qualquer pergunta pode preguntar so estou falando isso pq eu ja vi crianças usando esse metado e mais pra frente tiverao problema serios como infequiçoes e fica mais dificil para finalizar o fechamento da colostomia

  48. Lia de Souza comenta:

    11 novembro, 2011 @ 9:02 AM

    Para os administradores do site:

    34. Existe algum material que se coloca na bolsa para evitar o excesso de gases?

    •Sim, o uso de filtro de carvão. Esses filtros servem para retirada dos gases retidos nas bolsas coletoras, o que reduz o seu volume e a possibilidade de ocorrências desagradáveis. O seu uso deve ser mais bem avaliado pelos ileostomizados, por aqueles que apresentam as fezes líquidas e, também, pelos demais ostomizados que lavam internamente suas bolsas coletoras.

    As orientações colocadas são ótimas, mas falta dizer se os filtros (pastilhas) são colocados dentro, na parte interna superior da bolsa, ou do lado de fora. Ressalto isso pq noto que no hospital colocam, colam, os filtros pelo lado de fora, o que não tem eficácia nenhuma contra gases ou odores! Dinheiro jogado fora, ainda mais qdo se usam duas ou três bolsa ao mesmo tempo! As embalagens dos filtros informam pouca coisa sobre uso correto e qdo não devem ser usados.Pelo que pesquisei na net, devem ser interno, já que recomendam NÃO usar quando as fezes são líquidas pois podem provocar irritação da fístula ou estoma. Oa, se não devem usr qdo fezes são líquidas ou quase isso que diferença faz se são do lado de fora? Então é pq devem ser usados dentro das bolsas. No entanto, o despreparo dos profissionais de enfermagem é uma coisa gritante. Pior ainda quando se trata de uma ‘estomaterapeuta’ frequentadora de tudo qto é Congresso…Como acompanhante a gente vê coisas erradas e não pode falar pq eles não aceitam que leigo “não da área’ saibam mais do que eles e mudam a forma de tratamento do seu paciente, discrinando-o, fazendo tudo mais depressa do que nos outros, inclusive o banho de leito, deixam por último, não atendem qdo solicitados e deixam esperando horas, mesmo que estejam só de conversa no posto de enfermagem, vendo tv, ou teclando em note book,certamente não estudando…

    As informações não chegam aos cursos de enfermagem, não chegam aos hospitais, não conhecem produtos, não sabem usar qdo a gente compra e leva. É o fim da picada!

  49. Fabiana Sanches comenta:

    12 novembro, 2011 @ 12:03 PM

    Olá, minha mãe fez a colostomia faz uma semana, ela teve que amputar o reto devido a ca de reto, ela sente dores de gazes q não esta querendo sair, não saiu fezes ainda sera q é normal , qto tempo demora até sair as primeiras fezes?

  50. maria jose comenta:

    27 novembro, 2011 @ 3:53 PM

    minha irma fez retirada do intestino grosso e esta usando bolsa de colostomia mas nao esta aceitando queixa de muitas dores e fica gemendo e a bolsa esta exalando um odor tao fetido que nem ela esta suportrando ela vive vumitando o que eu devo fazer alguma dica por favor

  51. Lia de Souza comenta:

    28 novembro, 2011 @ 8:12 AM

    maria jose comenta:
    27 novembro, 2011 @ 3:53 PM

    O cheiro é o menor dos problemas, mas a dor não deve ser normal. Procure o médico com urgência. Pode ser de tudo, dores pela cirurgia recém-feita, lembre-se que mexe em tudo dentro da barriga! até algum ponto, ou alguma infecção. Talvez o odor tão fétido, diferente das fezes comuns, seja por conta de alguma infecção. Médico urgente é o que manda o bom-senso!

  52. tatiane comenta:

    6 dezembro, 2011 @ 2:43 PM

    bom meu filho nasceu com megacolum congenito e completa 3 meses dia 7 de dezembro
    ja fez cirurguia pelo anus e deu sianose….
    e tve que fazer a colostomia….tem uma semana e ñ sei como cuidar nem onde comprar as coisas….to com medo pois os pontos estão vermelhos e se botar a pomada a bolsa ñ cola

  53. Lia de Souza comenta:

    9 dezembro, 2011 @ 11:02 AM

    tatiane comenta:
    6 dezembro, 2011 @ 2:43 PM

    São orientações que deveriam ter sido prestadas pelo hospital. Não disse qual cidade/estado onde mora, mas no serviço de Saúde municipal deve haver fornecimento de bolsas, incluindo as infantis, e demais recursos como pomadas, etc. Normalmente é feito um cadastro de Ostomizados que é preenchido com informações do hospital e entregue ao posto de saúde para fornecimento. A compra é em lojas de produtos médicos e hospitalares, nem toda cidade tem, ou pela internet. É importante ter bem certinho o modelo e tamanho. Não vendem por unidade, apenas caixas com 10 unidades, e custam por volta de 12 a 15 ou 20 reais cada bolsa, +- 200 reais a caixa! dependendo da marca, tipo, etc. Procure uma assistente social do hospital onde fez a cirurgia, ou da Prefeitura [ Secretaria da Saúde]de sua cidade, caso não consiga nada tente o Fórum que tem serviço social e pode dar os encaminhamentos judiciais pra que o poder público municipal ou estadual forneça as bolsas.

  54. Lia de Souza comenta:

    9 dezembro, 2011 @ 12:00 PM

    wilson comenta:
    17 dezembro, 2010 @ 9:38 PM

    gostaria de saber se tem algo maior que a bolsa de colostomia, porque a da minha sogra já nao cabe mais e ela ta muito triste com iso
    por favor se tiver alguem que possa me dar uma ideia pra eu passar a ela ficarei muito feliz.
    ela esta completando com micropoli e mesmo assim ta dificil, por tanto se vcs ai tiver uma soluçao, me de essa força, fico no aguarde e agradeço.

    Bem, não sei se já resolveu seu problema. Mas qto ao tamanho precisa esclarecer se da bolsa ou da placa em si, a parte recortável. algumas vão até 64mm, há um tipo de duas peças da marca Holister que vai até 100mm[ +- 10 cm]. Se o estoma for do tipo ‘redondinho’ feito cirurgicamente há bolsas que já vem pré-cortadas com o furinho. Caso seja um estoma tipo parecendo um corte, então não será fístula? tive esse problema como pode ver nos meus comentários anteriores. Tentei uma bolsa especial da Coloplast, chamado de sistema Fístula, para pegar estemas maiores de 6cm e agrupados. Custa uma fortuna, quase 300 reias cada um, se for para hospital, ou 500 se for pra comprar individual. Era pra durar ao menos 7 dias sem troca, não durou nem 24h, apresentou vazamento, mesmo tendo sido colocado por enfermeira estomaterapeuta credenciada. Não vale a pena. O resultado foi usar bolsa comum em uma fístula com maior fluxo de fezes e curativos de chumação de gaze e algodão nas demais, com esparadrapo micropore. Às vezes, no lugar usava absorenete feminino, fixado com micropore, melhor do que chumaço de gaze, mas isso em casa, já no hospital preferiam gaze mesmo, um horror porque não continha o cheiro e estava sempre úmido. Para estomas e fístulas acima de 6cm, ou várias agrupadas sem espaços para cada bolsa, não inventaram nada que funcione e seja discreto ou confortável, menos ainda barato. A da Coloplast foi nota zero! Cara, volumosa, placa dura/espessa que não se entende bem com dobras da pele qdo paciente se vira, etc. Tem de melhorar muitoooooo.
    ideal seria dessas comuns mas com medidas maiores, somente a parte da placa seria diferente, o tamanho da bolsa coletora não precisa ser muito grande porque o ideal é sempre ser esvaziada qdo chega a 1/3 do volume, incluindo o ar(gases), por isso são drenáveis, para serem alividas ,não pesarem, descolarem e dar conforto discreto. Se o conteúdo for muito líquido o gel[granugel} colocado dentro pode ajudar, mas custa a sair qdo gruda no estoma/fístula, pede mais lavagem com soro e se usar gaze pra tirar acaba machucando o estoma e sangrando, além de demorar mais no trabalho de trocas. O mesmo acontece com as pastilhas de ‘filtro’ para cheiro e gases. Não devem ser usadas com fezes líquidas porque dissolvem e entram no estoma ou fístula.

  55. lourdes comenta:

    9 dezembro, 2011 @ 3:42 PM

    eu sou colostomizada duas em uma . ..urina e fezes.unificada é definitiva

    gostaria de saber se eu posso tomar as capisula de oleo de coco… e quantas vezes ao dia .
    agradeço e muito obrigado.

  56. Todyba comenta:

    3 janeiro, 2012 @ 4:38 PM

    Minha Filhota tem ileostomia e optamos não usar bolsa . A melhor solução adotada foi colocar uma fralda ao redor da barriguinha dela e pregar as duas pontas da fralda com um esparadrapo. Após isto conseguimos ter uma vida mais normal, inclusive passamos a tomar banho de mar e piscina .
    Agora estamos aguardando ela chegar o peso ideal para poder realizar a reversão.

  57. daniela comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 1:38 PM

    oi,boa tarde….gostaria que se pudesse me informar minha filha hoje com 3 anos fez uma cirurgia de ureterostomia para vazão de urina ate hoje eu usava fraldas descartaveis mais acontece que ela esta crescendo e ja não esta dando tão certo…….sera que possso usar a bolsa de colostomia,sera que tem a mesma eficacia com a urina……por favor me ajudem ja estou ficando desesperada……

  58. Lia de Souza comenta:

    19 janeiro, 2012 @ 9:54 AM

    daniela comenta:
    18 janeiro, 2012 @ 1:38 PM

    Existem bolsas próprias para casos urológicos, são muito parecidas comas de íleo/colostomia, mas com o dreninho diferente, tipo torneirinha/caninho onde se pode conectar, inclusive, coletores. Procure na net por bolsas de urostomia e verá modelos e preços. Procure o serviço de Saúde de seu município e faça um cadastro para que sua filhinha possa receber o material gratuitamente. Onde sua criança fez a cirurgia podem e DEVeriam fornecer todas as orientações, via serviço de uma assistente social. As bolsas de colostomia são pra fezes, mesmo que líquidas ( e nisso elas falham muito, vazam muito pelo adesivo das placas, não importando o fabricante, todas falham. Já usei de urostomia em lugar de uma de colostomia, aplicada por uma enfermeira especializada em colostomizados, a bolsa de dois compotentes, mas o resultado não foi grande coisa, não muito diferente da bolsa de colostomia normal, que no dia não estava disponível. Foi uma gambiarra de emergência pra testar.

  59. Lia de Souza comenta:

    19 janeiro, 2012 @ 10:33 AM

    Aproveito pra dizer que minha paciente que faleceu recentemente chegou a usar a bolsa especial para fístulas agrupadas, marca famosa no mercado, são importadas e CARÍSSIMAS, da Coloplast, quase 300 reais cada uma. Comprei uma pra testar, em ambiente hospitalar, paciente internado e cuidado por enfermeiros, mas a bolsa foi um fiasco retumbante. Não durou nem um dia( veio com defeito na tal parte inflável que não…inflava), vazou em pontos de cola da suposta janela feita pra ser aberta e fechada várias vezes para limpeza, é grande e desconfortável, paciente tem de ficar de barriga pra cima o tempo todo, o que é impensável num que ainda de move sozinho, se senta pra comer e mesmo que seja mudado de posição (decúbito) a cada 2 horas, pelos enfermeiros. A vantagem da placa ser grande e permitir recortar abrigando as várias fístulas, ou uma grande de + de 10 cm, não compensa o desconforto, pois é muito grossa para manter a colagem e o peso de todo o conjunto qdo o conteúdo começa a acumular. Infiltra sempre um pouco de líquido ( no caso fezes) sob a placa onde são feitos os recortes dos estomas ou fístulas, portanto não cumpre a ‘promessa’ de vida útil de 5 a 7 dias, pois os resíduos que ficam sob a placa, no recorte junto à pele, provocam irritação e cheiro levando à necessidade de trocar do mesmo jeito que as bolsas de colostomia comum, que demandam trocas frequentes sempre que infiltra conteúdo sob as placas.
    O resultado foi usar de duas a três bolsas, incluindo uma infantil, ou uma bolsa na fístula maior e tampões de gaze com algodão( os chumaços) presos com fita micropore. Um sofrimento a cada troca qdo ficavam molhados, encharcados, exalando odores. Usei no lugar dos tampões de gaze, algumas vezes, fraldas descartáveis fixadas com micropore com resultados mais satisfatórios pois contêm gel que absorvem os líquidos; tb usei absorventes femininos com igual resultado das fraldas, no entanto, no hospital não gostavam muito e preferiam o tampão de gaze que não só não continha gel secante, como demandava muito mais esparadrapo para cobrir, coisa que fraldas e absorventes não pediam pois já são plastificados de um lado.

    A minha luta terminou, aprendi muiiitoooo com minha querida parenta, fui atrás de conhecimento, de produtos de ponta, e chego à conclusão que o caminho para uma alternativa mais eficiente nos casos de fístulas grandes e/ou agrupadas ainda está longe de uma solução racional, barata, de fácil manuseio pelo próprio paciente ou familiar cuidador. Tenho a impressão de que as atuais bolsas, que já são um grande avanço se pensarmos nos recursos pífios que estavam disponíveis há alguns anos, sobretudo fora dos grandes centros urbanos, podem melhorar no caso que descrevi. Não mudaria o tamanho delas, para que a drenagem do conteúdo seja feita, sim, sempre que atingir 1/3 do volume, evitando pesar e descolar a placa. Faria a mesma bolsa com uma placa maior, além de 10cm de limite recortável, talvez uma placa que pudesse ser adaptada à já existente, aumentando o alcance de recorte. Em sistemas de dois componentes, bastaria fazer placas de tamanhos diferentes com a mesma ‘embocadura’ de engate dos sacos/bolsas coletoras. O sistema fístula disponível no mercado, o que testei pelo menos, foi um fiasco. Se há outras marcas de sistema fístula fora do país, não sei por que só uma está disponível para compra no Brasil. Importada por importada, ou libera todas para que escolhamos a melhor ou nada. Acho que temos fabricantes aqui com tecnologia para produzir coisa bem melhor e nacional. Nem precisaria investir tanto em maquinas e equipamentos, a mesma máquina que faz uma placa de 10cm pode fazer uma de 15cm e até mais.

    Era isso. Boa sorte a todos.

  60. solange de araujo comenta:

    21 janeiro, 2012 @ 10:28 PM

    Minha filha tem nove anos e há uma semana fez colostomia..tenho medo das assadura..o que fazer ao lavar ..deixar ir agua até o buraquinho para retirada completa das fezes ou só lavar a bolsa ..mas lá em cima fica cheio de cocô. amolece o circulo que eu cortei e começa a assar….por favor me ajude pois tenho medo das assaduras…passar pomadas apenas a cada tres dias vai resolver o problema..a bolsa é da coloplast de duas rodinhas que sao coladas uma sobre a outra…ela esta com as duas pontas do intestino para fora e a bolsa só vem um buraco que sempr fica no meio das duas bolinhas…me oriente por favor..urgente

  61. viviane santos comenta:

    4 fevereiro, 2012 @ 12:06 PM

    Ola!!!faz um mes que fiz uma cirurgia de colostomia,gostaria de saber se é normal,quando sinto vontade de ir aos pes parece que vou evacuar pelo anus isso e normal,e é possivel acontecer com quem usa bolsinha ….eu me operei de uma diverticulite….essa e minha duvida, porque tenho a sensaçao que quando me da dor de barriga ,parece que vai sair por baixo,eu acho isso horrivel…obrigada bjs.

  62. Antonio comenta:

    6 fevereiro, 2012 @ 7:24 PM

    Fiz uma cirurgia para retirada de um tumor do intestino e coloquei uma bolsa no lado direito. Estou com ela a 7 meses e aguardo terminar a quimioterapia ( abril ) para fazer a reversão. Minha pergunta é que nos últimos meses a pela ao redor do estoma tem doido muito ( ardencia ). O que posso fazer para minimizar este problema ? qual a alimentação ideal ?

    Grato

  63. Lia de Souza comenta:

    8 fevereiro, 2012 @ 10:57 AM

    Antonio comenta:
    6 fevereiro, 2012 @ 7:24 PM

    Se está fazendo químio o médico deve prescrever a sua dieta, ou uma nutricionista do hospital onde está fazendo o acompanhamento. No site/blog dos ostomizados podem dar dicas do que provoca mais gases, mais fezes líquidas, etc. Mas convém pedir confirmação ao seu médico, pois cada caso é um caso, suas necessidades de aporte de calorias, proteínas e vitaminas devem ser ajustados aos seus exames de metabolismo [sangue/urina]. A químio judia mesmo, tira o apetite, às vezes, por causa dos enjoos, etc. São remédios fortíssimos e provocam uma baixa da imunidade muito grande. Deve tomar cuidado com alimentos crus pelo risco de contaminação, pegar uma infeção, etc. A higiene com desinfecção bem feita dos alimentos é primordial, tudo bem lavado até água clorada. Quanto ao desconforto do estoma, ardência, pode ser aliviado com produtos adequados, quem fornece as bolsas sabe e fornece tb os produtos para evitar assaduras. Não use nada não especificado pra estomas, como cremes comuns, e ele é mesmo sensível e delicado, às vezes sangra, tem de ser tocado o menos possível e qdo preciso com muita delicadeza, sem esfregar, tudo bem de leve. Há barreiras protetoras para estomas, como já disse, uma muito boa é o spary CAvilon, que pode comprar em farmácias e lojas de produtos hospitalares., até mesmo pela internet, caso não ache em sua cidade. Deveria ser oferecido junto com as bolsas, ou algum produto similar.

    Boa sorte e aguente firme até sua reversão ser feita!

  64. solange de araujo comenta:

    8 fevereiro, 2012 @ 8:16 PM

    digo a todos que tem problemas de ardencia/assadura que façam uma mistura de hipoglós, dersani e nistatina passando a acada oito horas ao redor dos estomas e ficar sem a bolsinha por algumas horas´…l
    é um santo reme´dio….depois da terceira passada fica tudo bem branquinho………….estou muito feliz pois minha filha nao está mais sentindo doress…….solange

  65. adilson gomes dos santos comenta:

    18 fevereiro, 2012 @ 8:17 PM

    eu tive q, fazer uma cirujia o mais rapido pusivel. anputei o reto, prosta, e parte do imtestino grosso tive 21 mifomas no intestino mais ñ era agresivo ai o medico tirou tudo. hoje eu ñ sinto mais nada mais tenho muito medo de voltar um dia. fis radio e quimio agora vou fazer alguns exames em abril de 2012. tenho bolça de colostomia ai eu gostaria de saber se ñ tem como fazer para ter uma vida ñ normal mais sim o mais norml pocivel? eu to indo na impresa q, trabalhei so p/ passar o tempo eu sou culinarista! vou trabalhar um dia com era antes? ou vou ter q, me aponsentar, ñ queria pq, so tenho 47anos… gostaria de tert uma resposta sobre isto tudu? tenho muita vontade de fazer o q, fzia!!! mais com alguns limiti e claro… etc…

  66. Lia de Souza comenta:

    20 fevereiro, 2012 @ 12:19 PM

    adilson gomes dos santos comenta:
    18 fevereiro, 2012 @ 8:17 PM

    Caro Adilson, que bom saber que tem ainda tanto entusiasmo pela vida e sobretudo pela sua profissão. Os cuidados coma higiene, para quem trabalha com alimentos, são ou deriam ser extremos, mas não muito diferente das pessoas que fazem suas necessidades fisiológicas normalmente. Lavar as mãos, usar luvas e conter saliva e suor sobre os ingredientes e pratos prontos.
    Seu medo é que a bolsa exale cheiro, odor e isso atrapalhe ficar entre outras pessoas? ainda mais em ambiente confinado e restrito como uma cozinha? Não seja por isso, há como usar bolsa e se não contar ninguém perceberá, a não ser que aconteça algum acidente, um vazamento por movimentação sem cuidado, uma falha no produto ou falta de esvaziamento adequada.
    Se seu médico que faz a avaliação pra o trabalho, o que dá o ok para quem trabalha em padarias, restaurantes, etc., enfim lida com alimentos, disser que não atrapalha, que está apto a trabalhar com manipulação, então vá fundo e faça o que gosta. O médico vai avaliar se poderá seguir nesse tipo de trabalho ou se terá alguns cuidados extras, ou limites na execução de tarefas, mas se poderá ficar, por exemplo, na coordenação, fiscalização de aprendizes, etc. .
    O conceito de ‘normalidade’ é relativo. O que precisa é saber que terá de usar a bolsa e pelo jeito será definitivamente. Não é diferente de perder os dentes e ter se usar dentadura, ou parte dela, nem de precisar de óculos ou aparelho de surdez. Qto ao medo de a doença voltar, após tanta rádio e químio, somente o médico pode dar alguma resposta, dar um prognóstico, se considera a doença totalmente controlada a ponto de afirmar “curado’, ou se ela está controlada mas precisando de acompanhamento mais frequente justamente pra que não volte. A medicina não é uma ciência EXATA. Converse com seu médico e se você for do tipo de pessoa realista, que quer saber tudo sem medo, gosta de estar no controle, então diga a ele que quer tudo jogo aberto e assim ele agirá. Mas nem sempre queremos mesmo saber ‘tudo’ pois e fácil dizer isso qdo estamos bem, sem doenças graves, mas qdo a coisa fica séria nem sempre estamos mesmo preparados para muita ‘sinceridade médica’. Aproveite bem a nova vida que está tendo a chance de viver, boa sorte e bom trabalho! Mesmo que tenha de trabalhar em algo diferente para viver, nada impede que exerça seu talento de culinarista de forma amadora, por prazer.

  67. gomes comenta:

    11 março, 2012 @ 3:09 AM

    por favor gostaria de saber qual melhor forma de aceitar abolsa de colostomia sou novo nessa nova vida estou perdido me oriente se poderem muito obrigado.

    goves

  68. Lia de Souza comenta:

    12 março, 2012 @ 12:41 PM

    gomes comenta:
    11 março, 2012 @ 3:09 AM

    por favor gostaria de saber qual melhor forma de aceitar abolsa de colostomia sou novo nessa nova vida estou perdido me oriente se poderem muito obrigado.

    goves

    Caro Gomes,

    Não ficou claro se a aceitação é em nícel psicológico ou de uso. Se for desconforto ou algum problema físico como alergias ou rejeições ao tipo ou tamanho tente trocar por outro até achar uma que lhe pareça confortável. Problema é que se recebe as bolsas por algum programa de fornecimento, não tem muitas opções. Nem mesmo comprando, pois são muito parecidas e muda um pouco preço e qualidade. Ou é de dois componetes com placa e bolsa separadas ou placa e bolsa grudadas, drenáveis ou não.

    Se a aceitação é em nível psicológico e está incomodando muito talvez precise de um apoio profissional, de um psicólogo, caso consiga algum que tenha experiência no trato com colostomizados ou qualquer tipo de órtese/prótese.

    Veja que muitas crianças usam desde o nascimento, por anos e anos, se elaas podem se adaptar por que um adulto não? Depende muito tb de quem divide a vida com vc, se pais, irmãos e filhos todos devem aprender a conviver com a novidade, da mesma foram que seria se fosse muletas, cadeira de rodas, etc. Se o caso é mais com esposa ou namorada, onde naturalmente há mais ‘intimidade’ e exposição física da bolsa, é preciso reaprender a lidar com a novidade, se o outro não aceita e se sente incomodado, sente algum tipo de nojo ou repulsa, o problema não está me vc ou na bolsa, mas no outro que tem limitações afetivas e certa dose de ignorância, ainda mais se vc consegue se virar sozinho com a troca e higiene pessoal, no que isso pode atrapalhar a rotina dos que vivem juntos, dividem o mesmo espaço físico e afetivo?
    A bolsa não é diferente de usar qquer outro tipo de prótese, como aparelhos nos dentes, pernas ou braços mecânicos,. Pense em qta sorte tem por já ter tais recursos, como seria muito pior se não houvesse bolsas, como há alguns anos atrás! Como as pessoas se viravam? Tente ver se a sua dificuldade de aceitação, se ele vem mesmo de vc ou se é com relação aos outros.. Continue lendo sobre o assunto na internet, outros sites e blogs, vai achar fóruns e comunidades com que trocar experiências e informações e informação é o mais importante em todas novidade na vida.

  69. Ronaldo comenta:

    21 março, 2012 @ 3:38 PM

    não transo a 2 meses isso tem algum problema da bolsa estourar?

  70. Lia de Souza comenta:

    23 março, 2012 @ 2:31 PM

    Ronaldo comenta:
    21 março, 2012 @ 3:38 PM

    não transo a 2 meses isso tem algum problema da bolsa estourar?

    http://www.cliquecontraocancer.com.br/subpaginas.cfm?id=38&p=colostomia,-ileostomia-e-a-bolsa-de-colostomia-

  71. fernanda cristina comenta:

    25 março, 2012 @ 8:20 PM

    meu pai esta usando bolsa de colostomia,nao tenho problemas em troca-la,mas apesar de razer tudo de acordo com as orientaçoes,a placa esta ficando enrrugada,tenho medo que solte.
    o que estou fazendo de errado?por favor me ajudem

  72. daniella slva comenta:

    7 abril, 2012 @ 10:26 AM

    oi tenho 34 anos e to com uma bolsa de colostomia a 5 meses, a minha e temporaria.Gostaria de sabe por quanto tempo no maxima posso fica com uma bolsa? E quando poso fazer a cirugia de retirada da colostiomia?

  73. LAILA LAIANE. comenta:

    7 abril, 2012 @ 10:44 AM

    MINHA MÃE USA BOLSA DE COLOSTIOMIA E ELA RECLAMA DE MUITAS DORES E ARDENÇIAS. E QUANDO ELA TROCA A PLACA ELA GRITA SENTINDO MUITAS DORES. O QUE POSSO FAZER PARA AJUDA-LA NÃO SENTIR TANTA DOR? POSSA DAR ALGUM MEDICAMENTO? QUAL

  74. Lia de Souza comenta:

    7 abril, 2012 @ 2:33 PM

    daniella slva comenta:
    7 abril, 2012 @ 10:26 AM

    Cada caso é um caso. Há pessoas que vivem muito tempo com as bolsas, algumas pelo resto davida. Conheci crianças que usaram desde os primeiros dias de vida e só retiraram perto dos 20 anos qdo só então havia segurança na cirurgia de reversão. Depende da causa da colostomização, se doença benigna com possibilidade de reversão após tratamento, se o tratamento for justamente o uso da bolsa, etc.
    Em caso de doença maligna, CA, se em estado avançado, provavelmente usará até o fim. Se seu caso é temporário, somente seu médico e equipe de acompanhamento poderão dar uma resposta técnica e confiável. Converse com eles e não tenha medo de expor suas dúvidas ao médico, mesmo que pareçam tolas, eles sabem que os leigos se sentem um pouco envergonhados em pedir explicações e não entenderem respostas com termos técnicos demais, pergunte tudo o que não entender, inclusive o idioma ‘mediquês’.

  75. Lia de Souza comenta:

    7 abril, 2012 @ 2:48 PM

    LAILA LAIANE. comenta:
    7 abril, 2012 @ 10:44 AM

    Não deve dar remédios para a dor sem orientação médica, somente o médico poderá prescrever a dose recomendada ao nível da dor que ela sente[ escala de 0 a 10], ou corre o risco de dar dose forte demais que mais tarde vai demandar mais forte ainda. Mesmo que seja para aliviar a dor local, qquer coisa de uso tópico, local, deve ter a orientação do médico/equipe responsável, incluindo para a ardência, tudo tem de ver qual a origem da dor ou da ardência e só então aplicar ou tomar algo. Lembre-se: internet não é consultório virtual, ela ajuda a esclarecer na teoria, onde podemos achar ajuda, dividir experiências com quem tem os mesmo problemas e não se sentirem sós, os únicos a sofrer, mas não troque a consulta, o contato direto com seu médico, por soluções virtuais. Ela não fez a cirurgia pela net, não foi examinada e operada online, nada mais seguro do que tirar as dúvidas com quem acompanhou todo o processo: exames,diagnóstico, tratamento clínico e cirúrgico, pós-cirúrgico, etc.

  76. Elcio C. Azevedo comenta:

    10 abril, 2012 @ 9:57 PM

    Toda doença em si ja é ruim. Agora vc agora imagina a colostomia quando não é aceita pelos familiares, o paciente fica +doente ainda “parecendo, que o côco esta espalhada na pessoa e não no saquiho” ,neste caso sabemos que o doente é cidadão,que promove esta situição covarde em cima de uma pessoa extremamente debilitada. Eu tenho uma neta com 9 meses e com cinco na uti , pois operou o intestino 4 vezes, colocando a tal bolcinha de colostomia, no inicio, foi difícil pois notei que não existe pessoas preparadas para tal situação no inicio não tinha bolça infatil e pessoas que não sabiam trocar e nem onde ccomprar e não sei se por causa do preço o hospital se amarrava em liberar fazendo a gente economizar ao maximo, muitas vezes eu colocava uma fralda até odia seguinte, até que por intermé dio de uma mãe na UTI, descubriuma ong ou posto municipal que doa (Graças a Deus a bendita bolça, amem). neste interim procurei aprender a limpar pegar no colo, [tirar os
    gases, agora só falta colocar oque não e nem um bioho de sete cabeças, pessoal , paciência carinho,fé em Deus boas idéias e boas palavras p/ nossas pessoas colostomizadas.

  77. Débora Regina Dos Santos comenta:

    23 maio, 2012 @ 10:52 PM

    Estou a 27 dias usando colostomia gostaria de saber se poderei voltar a praticar academia e fazer musculação e como saber o peso que posso pegar na musculação. E trabalho como auxiliar de enfermagem vou poder pegar peso no serviço. obrigada. Débora.

  78. Walace Motta comenta:

    14 julho, 2012 @ 2:25 PM

    Srs.,
    todos os pais que tem filhos ostomizados, precisam saber que existem diversas formas de cuidados e isso deepende muito na minha opinião da idade da crianca. Meu filho nasceu com imperfuração anal e também como na maioria dos depoimentos acima fez cirurgia no primeiro dia de vida. Hoje ele esta com 8 meses muito bem. Na minha opinião a bolsa de colostomia não é interenssante para bebes, pois a pele do bebe é sensivel e fica muito irritada devido a cola da bolsa que é mt forte. Pesquisei muito na internet e descobri uma mae que cuidava de seu bebe com fraldas. Com o meu filho fizemos um pouco diferente, tratamos até hoje com gazes. Minha esposa coloca pomada em volta e coloca mts gazes por cima, depois por cima das gazes ela coloca uma fralda de pano cortada, fica como se fosse um curativo. Em seguida ela pega a fralda descartavel uma medida maior da que o meu filho usa e a fecha por cima do curativo. Dessa forma, as fezes do meu filho enchem as gazes e fica mais pratico para trocamos, pois jogamos as gazes fora, lavamos a fralda de pano e fazemos tudo outr vez. Deixo meu email para contato, caso queiram esclarescer duvidas. E fiquem tranquilos, pois no inicio a noticia pode ter um impacto forte, mas colostomia não é um bixo de 7 cabeças.

  79. Walace Motta comenta:

    14 julho, 2012 @ 2:25 PM

    email: walace_motta@hotmail.com

  80. Ireni Barbosa comenta:

    19 janeiro, 2013 @ 8:03 PM

    O meu filho tem 26 anos e usa colostomia a 4 meses e hoje ele ficou com dor de barriga e sentiu vontade de evacuar normal, ele foi ao banheiro e saiu alguma coisa branca mais parecido com catarro, quero saber se é normal ou tenho que procurar um médico urgente?

  81. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    20 janeiro, 2013 @ 9:45 AM

    Ireni, pode ser somente um muco que se forma na parede intestinal do cólon. Observe caso o quadro persista ou aparece algum outro sintoma comunique o médico que está acompanhando o seu filho.

  82. cristina comenta:

    15 fevereiro, 2013 @ 8:18 AM

    quero saber se uma pessoa que usa bolsa pode der relação normal como antes se n~tem perigo dela solta.com algum esforço da pessoa.se a pessoa toma banho normalmente se não tem perigo de entra agua. quero saber pq eu tenho amizade com uma pessoa q usa mais n~tenho coragem de perguntar pra essa pessoa pelo jeito ja sofre com isso e n~quero magoa
    .

  83. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    17 fevereiro, 2013 @ 8:07 AM

    Cristina,
    A bolsa não impede a pessoa ter um vida normal. Necessita de alguns cuidados para não ferir a colostomia sem perceber, isso porque a mucosa intestinal da bolsa não tem terminações nervosas e a pessoa não sente dor mesmo machucando-a. Asimm, se a pessoa for ter relação sexual, nadar, fazer exercícios deve proteger a bolsa com uma faixa elástica, sem comprimir muito a bolsa.
    Quando a pessoa utiliza esta faixa protetora a bolsa não fica aparente e não causa constrangimento durante a relação sexual.
    Quando voce tem liberdade com a pessoa deve sempre ser aberta a todas as questões. Assim , não causa constrangimento e ajuda a melhorar a autoestima. A bolsa de colostomia passa a ser vista como algo normal, que ajuda a pessoa viver bem, como um óculos ou aparelho auditivo.

  84. Adriana comenta:

    21 fevereiro, 2013 @ 4:38 PM

    tive câncer no intestino grosso,uso bolsa de colostomia à 1ano e10 meses e ainda estou em tratamento e a bolsa é do lado direito.Gostaria de saber se vou mesmo fazer a reversão,porque o médico meu disse q sim é temporária!

  85. Mayara comenta:

    9 abril, 2013 @ 9:33 PM

    Devido ao seu trabalhao, meu Pai ficava exposto ao sol e fazendo longas caminhadas, além disso em lugares que sempre há bastante pessoas. Gostaria de saber se agora, após estar ostomizado e ficando diariamente com o bolsa coletora, pode ficar exposto ao sol por tanto tempo e pratiando essas longas caminahdas? obriagda!

  86. vivian farias comenta:

    16 julho, 2013 @ 3:07 AM

    PESSOAL BOM DIA
    MEU FILHO TAMBEM NASCEU COM O ANUS IMPERFURADO. OBVEL QUE NO COMEÇO FOI UM SUSTO PARA TODOS MAIS HOJE ELE JA ESTA COM 6 MESES E MUITO BEM DE SAUDE.
    O MEDICO OPEROU ELE NO PRIMEIRO DIA DE VIDA E IRA SER FEITA A REVERSAO QUANDO ELE ATINGIR NO MINIMO 8 KILOS, E HOJE ELE JA ESTA COM 7,5K MAIS OU MENOS….
    BOM ESTOU PASSANDO PARA AVISAR ESSAS MAMAES E PAPAIS DE PRIMEIRA VIAGEM COMO EU , QUE NAO SABEM , QUE EXISTE UM HOSPITAL QUE FORNECE BOLSAS E PRODUTOS GRATUITAMENTE, MEU FILHO QUANDO TEVE ALTA EU NAO TIVE NENHUMA INFORMACAO SOBRE ISSO , EU QUE TIVE Q CORRER ATRAS PARA DESCOBRIR E GRACAS A DEUS ACHEI…..ALEM DAS ENFERMEIRAS SEREM UM AMOR DE PESSOAS, ESSES PRODUTOS TODOS SAO MUITO CARO E TENHO CERTEZA QUE É FORA DO PADRAO DE VIDA DA MAIORIA PARA ESTA COMPRANDO…
    O HOSPITAL CHAMA-SE HOSPITAL INFANTIL DARCY VARGAS FICA NO MORUMBI.
    ESPERO TER AJUDADO DE ALGUMA MANEIRA

  87. vivian farias comenta:

    16 julho, 2013 @ 3:08 AM

    MEU E-MAIL PARA CASO ALGUEM TENHA ALGUMA DUVIDA É O
    s2__vivi@hotmail.com

  88. vivian farias comenta:

    16 julho, 2013 @ 3:15 AM

    AH….JA IA ME ESQUECENDO…..EU LI COMENTARIOS DE PAPAIS QUE FAZEM O JEITO DA FRALDA OU GAZE OU FRALDA DE PANO AO INVEZ DE BOLSA, EU FIZ ISSO DURANTE MUITO TEMPO TAMBEM , AS VEZES FAÇO ATE HOJE , MAIS COM O MEU FLHO NAO ESTAVA DANDO MUITO CERTO PORQUE ESTAVA ASSANDO DEMAIS, NAO SEI SE É PORQUE ELE COMEÇOU A COMER E MAMAR MAIS OU SE É PELO FATO QUE ELE ESTA NA FASE DE VIRAR DE BRUÇOS ENTAO AS VEZES ESTA COM FEZES E NOS NAO VIAMOS RAPIDAMENTE E ACABAVA ASSANDO , NAO SEI , MAS ENFIM…. ESTE METODO TAMBEM É BEM LEGAL MAS GASTA UM POUCO MAIS DE DINHEIRO,
    VOCE PASSA POMADA (HIPOGLOS, BEPANTOL…) EM VOLTA DO ESTOMA E CASO TENHA NA SUA CASA COLOCA POR CIMA AQUELE PÓ DA COLOPLAST OU DA HOLLISTER CHAMADO STOMA POWDER , CORTE A LATERAL DA FRALDA QUE IRA COLOCAR POR CIMA DA COLOSTOMIA E POR FIM COLOQUE A FRALDA NORMAL PARA O XIXI DO BEBE.
    E AS ASSADURAS DAS VIRILHAS EU SEMPRE PREFIRO USAR SOMENTE O TALCO , PORQUE A POMADA VAI JUNTANDO COM O XIXI, COM O SUOR E VIRA AQUELA COISA NÉ….
    É ISSO

  89. celia alzira comenta:

    30 setembro, 2013 @ 7:23 PM

    boa noite! li varios comentarios de muitos papas… experiencia vivida por mi mae de primeira viagem. meu filho sofreu a cirurgia nas primeiras 24h de vida. usei as bolsas por um tempo e era me dificil gerir porque sempre estoravam por isso optei em usas os panos! nao foi facil no inicio hoje ja lidamos com o problema na tranquilidade. estamos ainda a espera da segunda operacao que ainda nao foi feita ate hoje porque ele teve anemia (efeitos da operacao)… ele ‘e um menino alegre e esta com 5 meses e 3 semanas, ele ‘e o sol da minha vida

  90. Ana Paula comenta:

    22 novembro, 2013 @ 2:12 PM

    Olá… meu filho nasceu com megacólon e teve que fazer uma colostomia… deixo aqui uma página do facebook onde eu conto o que aconteceu e as experiencias pelas quais estou passando com ele… ja q de começo foi dificil usar a bola, passei para o metodo da fralda, mas tbm estava ficando mto dificil.

    https://www.facebook.com/pages/Colostomia/320481578095062?ref=hl

Deixe seu comentário aqui !