Arquivo de 3/jun/2009





03 - jun

Vertigem

Categoria(s): 1 Opinião Clínica, História da medicina, Médicos Ilustres, Otorrinolaringologia geriátrica

Opinião sobre o caso clínico

Esta categoria de artigos se presta para o forum de casos clínicos propostos pelos internautas com dúvidas sobre condutas diagnósticas e terapêuticas. Os colegas internautas poderão deixar opinião a respeito do assunto na sessão comentários. A imagem ao lado é do médico francês Prosper Ménière (1799-1862), cujo nome está ligado aos estudos do aparelho auditivo e vestibular. Em 1861, ele publicou uma descrição de uma síndrome vertiginosa de evolução por paroxistíca associada com progressiva perda auditiva e zumbido (zumbido nos ouvidos). Ele atribui esses problemas com uma doença da orelha interna (embora o popular pressuposto era que  uma forma de epilepsia) e distingue tontura de origem central, ou seja por lesão cerebral.

Prosper Ménière

MJ, “__ Comecei com enjôo leve e tonturas por volta dos 25 anos. Era pouco relevante e depois passou completamente, nem dei mais importância ao assunto. Por volta dos 33 anos comecei umas crises que se foram agravando a ponto de cair para o lado, felizmente estava na cama e o tombo não foi grave. Tinha enjôos, vômitos frequente e zumbido no ouvido direito. Ficava deitada e tudo girava ao meu redor. Foram momentos angustiantes. Fiz acunpunctura mas penso que não resolveu muita coisa. Tinha enjôos e tonturas quase todos os dias. Fiz vários exames que diagnosticaram a doença de Ménière. Passei a tomar betaserc o que melhorou bastante, as crises passaram a ser esporádicas. Hoje tenho 40 anos e vivo com um zumbido constante no ouvido direito e as vezes umas tonturas leve e passageira. A minha audição está comprometida desse lado. Atualmente, depois de deixar de tomar o betaserc comecei ter a sensação de ter o outro ouvido atingido pelo zumbido. Já marquei uma consulta com o otorrino, mas fico aflita com a possibilidade de perder a audição completa” .

Gostaria de saber uma dieta e sobre exercícios físicos que ajudam na melhora do quadro clínico da doença.

Tags: , ,

Veja Também:

Comments (32)    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "