01 - mar.
  

Miopatias – Doenças musculares

Categoria(s): Fisioterapia, Neurologia geriátrica, Reumatologia geriátrica




Miopatias – doencas musculares

Resenha

Colaboradora : Joana Luísa Fernandes Souza

* Nutricionista, Pós-graduanda do Curso Saúde e Medicina Geriátrica – METROCAMP

O processo normal de envelhecimento traz consigo muitos ganhos, como experiência, maturidade, paciência, mas também traz consigo perdas; de amigos e ente queridos assim como algumas perdas fisiológicas, isto é, redução da reserva funcional dos vários órgãos e sistemas do organismo, como é a perda de massa muscular ou sarcopenia. e maior incidência de algumas afecções patológicas.

Inúmeras pesquisas concordam que sarcopenia não pode ser exemplificada por um simples fator, mas sim, um duplo complexo relacionamento entre o músculo (miopatia) e o nervo (neuropatia), suas alterações e declínios para estes dois sistemas fisiológicos decorrentes principalmente da diminuição das atividades físicas.

Com o aumento da idade, ocorrem mudanças nas fibras dos músculos e no número de fibras, sendo estas, prováveis razões para a diminuição da massa muscular. Alguns estudos relatam que, as fibras do Tipo I (contração lenta, aeróbica) são resistentes a atrofia pelo menos até a idade 60 e 70 anos, enquanto as fibras do Tipo II ( contrações rápidas, anaeróbicas), declinam com a idade. Pesquisas indicam que, a perda das fibras musculares ocorre tanto em homens como em mulheres e corresponde uma idade crítica ao redor dos 50 anos, quando a atrofia dos músculos torna-se mais evidente. (American College of Sport Medicine – Current Comment February – 2001).

Conceito

As miopatias são doenças da musculatura esquelética que podem ser
hereditárias ou adquiridas. A anamnese e o exame físico são importantes para o direcionamento das investigações complementares. A história familiar é de grande importância, pois muitas doenças musculares são hereditárias. A ocorrência de casamentos consangüíneos e o padrão de herança poderão contribuir para o diagnóstico.

Principais Doenças Musculares

1. Distrofias musculares – As distrofias musculares são doenças hereditárias caracterizadas por uma desordem progressiva dos músculos.Os músculos tornam-se fracos e atrofiam com o tempo, é progressiva, ligada ao cromossoma x (mãe) e atinge 50% do sexo masculino e 50% do sexo feminino, sendo nesse último sem sinais clínicos.

1.1. Distrofia muscular de Duchenne
• ligada ao X, recessivo
• Início dos sintomas por volta dos 4 anos de idade
• envolvimento predominante da musculatura da cintura pélvica e escapular
• perda da deambulação por volta dos 10 anos de idade
• retardo mental associado em alguns casos
• enzimas musculares muito elevadas
• óbito na segunda ou na terceira década por falência respiratórias ou raramente falência cardíaca
• ausência da proteína distrofina na membrana da fibra muscular

1.2. Distrofia muscular de Becker

• curso mais benigno do que a de Duchenne
• grande variação quanto à idade de início dos sintomas e a progressão do quadro
• elevação das enzimas musculares
• padrão anormal de distribuição da proteína distrofina

1.3. Distrofia muscular fáscio-escápulo-umeral

• transmissão autossômica dominante
• início da infância à idade adulta
• envolvimento inicial da musculatura facial e da cintura escapular, posteriormente os membros inferiores
• progressão lenta

1.4. Distrofia muscular de cinturas

• grupo de doenças musculares que cursam com um quadro de fraqueza e atrofia musculares acomentendo as cinturas e porções proximais dos membros
• progressão variável
• estudos genéticos para classificação mais precisa

1.5. Distrofia muscular congênita

• o termo agrupa algumas doenças com características clínicas e patológicas comuns que surgem nos primeiros meses de vida
• fraqueza muscular mais acentuada na região proximal
• hipotonia pode ou não estar presente
• contraturas múltiplas em alguns casos
• dosagem de enzimas séricas normal ou elevada
• biópsia

2. Miopatias congênitas – mais frequente na criança – hipotonia e fraqueza generalizadas.
• caracterizam-se por hipotonia e fraqueza generalizadas presentes desde os primeiros meses de vida, com hipotrofia muscular global
• alterações dismórficas leves como fácies alongada, deformidade torácica, escoliose
• dosagem de enzimas musculares geralmente normal
• em geral não há progressão do quadro
• biópsia – alt. morfológicas (nemalínica, central cores, centronuclear, etc)

Existem casos de miopatia congênita com manifestações clínicas iniciadas
somente na idade adulta com fraqueza muscular proximal.

3. Miopatias inflamatórias – degeneração muscular aguda proximal
• a polimiosite é uma miopatia adquirida onde há degeneração muscular e inflamação
• início agudo
• grupos musculares proximais
• dermatomiosite: rash cutâneo associado ao quadro de fraqueza muscular

4. Doenças miotônicas – mais freqüente no adulto – distal e congênita
• a distrofia miotônica é a mais freqüente – AD
• agravamento de geração a geração
• fraqueza em face, porção anterior do pescoço e região distal dos membros
• retardo mental, calvície precoce, diabetes, atrofia testicular, catarata
• distrofia miotônica congênita
• miotonia congênita – forma AD ou doença de Thomsen e AR

5. Miopatias endócrinas e metabólicas – alterações do metabolismo
• hipo ou hipertireoidismo
• hipo ou hiperparatireoidismo
• doenças acometendo as glândulas supra-renais e hipófise
• doenças metabólicas: alterações do metabolismo do glicogênio, dos lipídeos, da cadeia respiratória e outras.

Outras Miopatias CID G 72

G72.0 Miopatia induzida por drogas
G72.1 Miopatia alcoólica
G72.2 Miopatia devida a outros agentes tóxicos
G72.3 Paralisia periódica
Paralisia periódica (familiar):
• hipercalêmica
• hipocalêmica
• miotônica
• normocalêmica
G72.4 Miopatia inflamatória não classificada em outra parte
G72.8 Outras miopatias especificadas
G72.9 Miopatia não especificada

Anamnese

Uma anamnese bem feita deve conter:
• Época do aparecimento de sinais e sintomas
• Modo de progressão
• Efeito da dieta
• Do exercício
• Da temperatura ambiente
• De medicações
• Desenvolvimento neurológico
• Desenvolvimento motor

Exames e achados

1. dosagem sérica das enzimas musculares
2. (CPK, aldolase, LDH, TGO)
3. eletroneuromiografia
4. biópsia muscular: estudo histológico, histoquímico
e imunohistoquímico
5. análise bioquímica: defeito enzimático
6. genética molecular

Principais sintomas

1. Dor muscular em repouso.
2. Dor muscular durante o exercício.
3. Contratura muscular. Principalmente nas glicogenoses.
4. Miotonia.
5. Fraqueza muscular.
6. Fatigabilidade.
7. Atrofia muscular.
8. Retração tendínea.

Tratamentos

• Anti inflamatórios
• Corticóides
• Imunosupressores

Vários autores afirmam que os progressos do entendimento da biologia molecular dessas doenças raras, permitirá obter medicamentos mais eficientes no seu combate.

Outro tipo de Doença Muscular

Fibromialgia

síndrome dolorosa crônica, não inflamatória, de etiologia desconhecida, que se manifesta no sistema músculo-esquelético, podendo apresentar sintomas em outros aparelhos e sistemas. Sua definição constitui motivo de controvérsia, basicamente pela ausência de substrato anatômico na sua fisiopatologia e por sintomas que se confundem com a depressão maior e a síndrome da fadiga crônica. Por estes motivos, alguns ainda consideram-na uma síndrome de somatização. No entanto, desde 1980, um corpo crescente de conhecimento contribuiu para a fibromialgia ser caracterizada como uma síndrome de dor crônica, real, causada por um mecanismo de sensibilização do sistema nervoso central à dor. Na tentativa de homogeneizar as populações para estudos científicos, o Colégio Americano de Reumatologia, em 1990, publicou critérios de classificação da fibromialgia.
Estes critérios foram também validados para a população brasileira. Dentre os critérios, destacam-se uma sensibilidade dolorosa em sítios anatômicos preestabelecidos, denominados tender points.

Veja mais sobre fibromialgia

Conclusão

A maioria das miopatias primárias são hereditárias, e portanto não têm cura, no sentido pleno desta palavra. Mas cura também pode significar a possibilidade de tratamento, mesmo que ele não signifique o fim da doença,mas pode significar o fornecimento de alívio ao paciente.

Referências:

1. http://www.fag.edu.br/professores/martac/Miopatias.doc

2. Projeto Diretrizes – Sociedade Brasileira de Reumatologia – 2004,
Provenza JR, Pollak DF, Martinez JE, Paiva ES, Helfenstein M, Heymann R,
Matos JMC, Souza EJR.

3. http://www.sarah.br/paginas/doencas/po/p_11_distrof_musc_progres.htm

Tags: , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


87 Comments »

  1. Dalvania Moura comenta:

    16 março, 2011 @ 9:54 PM

    Tenho um filho com miopatia congenita a vida não é muito facil pra ele, depende muito da gente .Tem fraqueza muscular mas é um guerreiro e é uma licçao de vida para todos nós.Hj com 10 anos descobrir a doença ele tinha 2 anos.leva uma vida normal com sua limitaçoes.Faço tratamento no Sarah emSlvador ,ele tem muita fé em deus e uma inteligencia fora do comum .
    Para os que estõ lendo esse depoimento tenha muita fé em Deus que todos nós venceremos.

  2. patricia comenta:

    18 março, 2011 @ 4:50 PM

    dinalva minhamãe sofre com miopatia muscula ela foi aew na bahia pra um especialita muito bom ele que descubriu o casou de somos de alagoas,ele encaminhou ela para saõ paulo com tudo pago pelo governo para fazer a biópsia e foi costatado amiopatia metabolica nela não sei suletra agora pq seu nome do medico e dificil mais pode entra em contato com ela e ela vai te passa o nome e te explica tudo direitinho. 03182-91534592 esse e do meu pai pode liga 03182-21221960 edson

  3. IRANI PIMENTEL ROCHA comenta:

    10 abril, 2011 @ 5:06 PM

    Meu filho tem Distrofia Miotonica de Stainer diagnosticado no genoma humano na USP, moro em Vitoria/ES e rocuro algum médico neurologista que conhece a doença e possa encaminhá-lo no tratamento, pois há 5 anos venho rocurando e não encontrei nenhum.Aguardo resosta, obrigada.

  4. taciana comenta:

    15 abril, 2011 @ 11:05 AM

    oi minha filha tem miopatia muscular gostaria d saber si tem cura

  5. Maria Fernanda comenta:

    22 abril, 2011 @ 4:57 AM

    Preciso de ajuda urgente, pois estou desesperada. Há 5 meses começou dor parte da frente virilha até ao joelho a andar mas insuportavel na cama. Fiz eletromiografia e deu um estreitamento do canal (L5), fui encaminhada p neurocirurgia fiz ressonancia mas espero meses para a consulta.Estou a piorar são dores nas 2 pernas, também nos braços, os musculos pulam por todo o corpo, sinto q estou deitada uma queimação nas pernas e braços, não consigo andar mais que 100 metros fico com dores nas ancas e nas pernas, não consigo dormir mais que 4 horas, não posso fazer a minha vida normal, sinto-me uma invalida.Há 2 semanas comecei a fazer edema pernas e pes.Enfim não sei o que tenho só sei que sofro muito isto não é viver….O médico familia diz que e da coluna, mas eu tenho que correr para ver se melhoro mas não sei para que médico.Ajude-me por favor

  6. nilda p neves comenta:

    11 maio, 2011 @ 9:32 AM

    gostaria de saber mais sobre miopatias conjenitas

  7. Ana Lucia comenta:

    11 maio, 2011 @ 3:03 PM

    Tenho um filho com miopatia congenita estrutural multiminecore e gostria de saber mais sobre esse assunto.

  8. Ricardo Gonçalvez comenta:

    16 agosto, 2011 @ 2:39 PM

    nossa, só tragedia.

  9. paulo henrique comenta:

    20 agosto, 2011 @ 2:55 PM

    tenho uma doença chamado miopatia quais são a alimentação que devo comer ou beber ou que medicamento devo tomar pois tomo um remedio chamado l carnitina tipo charope mas não sinto nenhuma melhora pode me orientar melhor á esse asunto ; obrigodo

  10. paulo henrique comenta:

    20 agosto, 2011 @ 2:57 PM

    tenho uma doença chamado miopatia quais são a alimentação que devo comer ou beber ou que medicamento devo tomar pois tomo um remedio chamado l carnitina tipo charope mas não sinto nenhuma melhora pode me orientar melhor á esse asunto ; obrigado

  11. veridiana mota comenta:

    26 agosto, 2011 @ 12:24 PM

    tenho 23 anos e tenho miopatia nos ossos e com o passar da idade percebir que pioro. Nao mim abaixo e se eu cair nao posso levantar. Nao tenho muita força. Nao posso correr nem subir degrau.para isso nao existe tratamento?

  12. cleber comenta:

    26 agosto, 2011 @ 3:19 PM

    desde de 2001, estou com problemas musculares, cpk em torno de 3500, fraqueza ao esforço, ja fiz eletroneuro, biopsia muscular, mas nada consegue diagnostico. sinto mtas dores,trato nas clinicas em bh , com neuromuscular, mas ate hoje sem diagnostico.
    se alguem tiver alguma informaçao podia me ajudar, nao tomo nenhum remedio.

    na
    o consigo jogar bola , nem andar de bicicleta, nao posso fazer esforço, para nao atrofiar
    biopsia consta auteraçao do calibre em varias fibras musculares

  13. Josefa Lopes de Araujo comenta:

    1 outubro, 2011 @ 10:52 PM

    OLÁ, GOSTARIA DE SOLICITAR UM ESCLARECIMENTO: FIZ UM EXAME DE ELENEUROMIOGRAFIA E O RESULTADO FOI MIOPATIA. DESEJO SABER COMO PROCEDER PARA REALIZAR O EXAME DE BIÓPSIA DO MÚCULO PARA SABER QUAL É O TIPO DE MIOPATIA, SE EM MEU ESTADO (MACEIÓ/AL) AINDA NÃO É FEITO ESSE PROCEDIMENTO?

  14. celso bello comenta:

    12 dezembro, 2011 @ 8:08 PM

    tenho atrofia no lado esquerdo do torax a muitos anos e sinto dores ate hoje tendo fazer algo para recuperar esse musculo e nao tenho sucesso , preciso de ajuda , se precisar mando fotos , agradeço a atençao

  15. Paula comenta:

    13 dezembro, 2011 @ 10:46 PM

    Tenho uma filha de 4anos com miopatia nemalica descobri com uma biopsia.ela anda com dificuldade mais a cada dia tenho uma vitoria apesar disso é muito inteligente e ativa.

  16. Jackie Virgens comenta:

    25 dezembro, 2011 @ 10:31 PM

    Olá, estou há 40 dias apresentando dormência e sensação (o aspecto é normal) de inchaço em ambas as pernas.
    Já fiz vários exames, (tenho 39 anos, não bebo, não fumo, não diabética,) ressonâncias de coluna e crânio, punção lombar e eletroneuromiografia. Mas todos os dão negativo. Apesar disso os sintomas permanecem. Estou de licença do trabalho, pois levanto me sentindo um pouco melhor, mas logo vai piorando a sensação das pernas e tenho que voltar ao repouso.
    Já não sei o que pensar. Os dias passam sem solução, nem de diagnóstico, nem de melhora. Vi depoimentos acima com histórico de anos… qdo começou pensei em coisa de 15 dias… e agora já conto mês.

  17. Fernanda Ferreira comenta:

    26 dezembro, 2011 @ 1:11 PM

    Meu filho, agora já tem 14 anos, no ultimo depoimento que fiz , tinha 12 anos (4 janeiro de 2010).

    Continua com fraqueza muscular só do lado esquerdo do corpo e diagnostico de miopatia. Os medicos não sabem qual é a miopatia.

    Gostava de comunicar com alguem com diagnostico de miopatia e fraqueza muscular só de um lado do corpo

    fernanda.fernandes.f@hotmail.com

  18. MARIA MIRTES LIMA BARROS comenta:

    13 janeiro, 2012 @ 5:42 PM

    Tenho uma filha de 26 ano , que a 3 anos foi dagnosticada , com MIASTENIA GRAVYS, só que nenhum exame, faz este dagnostico, e agora o médico diz que é MIOPÁTIA TIPO II CDI:G72, não sei mas o que pensar nem fazer, gostaria que podesse mim ajudar, ela tem tantos sintomas que, nem podemos descrever, já ficou sem andar, sem falar…por favor socorro…uma mãe desesperada..maria mikrtes lima barros

  19. gabriel alves da silva comenta:

    2 fevereiro, 2012 @ 12:36 AM

    Bom dia, eu gabriel tenho 32 anos não consigo subir escada e nem levantar os braços e tenho dificuldade de andar, subir ladeira,e nem consigo corre se eu corre eu caio, eu me tratei no hospital universitario e diagnosticaram amiotrofia espinhal tipo 4, mas eu estou me tratando na rede SARAH e lá eles não aceitarm o resultado do laudo,antigamente eu tinha até medo de descer escada ou atravessar uma rua agora que eu estou fazendo fisioterapia eu perdi o medo eu fica me tremendo, só pra ter uma ideia nem no onibus eu consigo subir, tem uma paciente que faz fisioterapia comigo ela tinha o mesmo problema ela diz que tomou imoglobolina e melhorou agora ela so não consegue abaixar muito sera que esse é meu problema o que pode ser, eu estou me alimentando bem de vez em quanto eu sinto um dor nas costa e nos braços, mas mesmo assim eu não consigo subir escada, o senho pode me ajudar!
    obrigado aguardando a resposta.

  20. Nathalia Rezende comenta:

    5 junho, 2012 @ 2:45 PM

    ola eu sou Nathalia e tenho dores neuropaticas cronica se alguem quiser falar comigo sobre a dor neuropatica meu e-mail e NathaliaRezende23@hotmail.com brigada.

  21. emma comenta:

    24 junho, 2012 @ 9:13 PM

    tenho dores musculares e de articulação há tres anos…
    tomei fluoxetina por 10 anos,tegretol,por quatro anos…e comecei a sentir essas dores…pode ser por causa dessa medicação? também percebi que qdo tomo omeprazol essas dores se acentuam…ja fiz tres exames de fan e deu negativo…alguém pode me ajudar? ema_fox@hotmail.com

  22. Lúcia comenta:

    13 julho, 2012 @ 7:52 PM

    meu esposo teve intoxicação aguda por carbamato e organofosforado, meses agora sente uma fraqueza imença nos muscolos que não conssegue andar ja fês varios exames e nada quando ataca da muito sudorese e tremor depois parada respiratória que acaba na UTI tem medicamento para isso?

  23. Maria Acidalia e Silva comenta:

    16 agosto, 2012 @ 9:59 PM

    oi gente tenho dores tenho que tomar sinvastantina pois tive
    um infarto faz 3 anos desde então tenho dores no ombro no
    braço nas costas queimor nas pernas, caimbras
    não durmo direito preciso mim comunicar com alguem
    que tenha o sintoma da miopatia. Meu facebook para quem quiser me ajudar http://www.facebook.com/maria.acidalia.5?ref=tn_tnmn.

  24. alexandre vieira comenta:

    16 outubro, 2012 @ 9:17 PM

    tenho polimiosite há 12 anos,estou na cadeira de rodas a 4 anos e faço uso de corticóide 20mg mas continuo com muita dor muscular, acho que a alimentação tem influencia muito grande.se algém tiver alguma informação que possa me ajudar quanto a alimentação agradeço desde já.Obrigado.

  25. CARLA comenta:

    25 outubro, 2012 @ 3:46 AM

    OLA PESSOAL DESCOBRI QUE MINHA FILHA DE 8 ANOS TEM UM TIPO DE MIOPATIA QUE AINDA NAO SEI..GOSTARIA DE MANTER CONTATO COM PESSOAS QUE TENHAM E ENTENDAM SOBRE MIOPATIA,POR FAVOR ME AJUDEM…..

  26. CARLA comenta:

    25 outubro, 2012 @ 3:49 AM

    ME AJUDEM POR FAVOR,MEU EMAIL: wcarla@bol.com.br

  27. maikon Rogerio Lima Gomes comenta:

    28 outubro, 2012 @ 2:27 PM

    a um ano, apos anos de fraqueza muscular e dores, descobri atraves de uma biopsia muscular que tenho hipotrofia muscular esqueletica, passaram para mim fazer fisioterapia e não sinto melhoras, tenho dois irmãos com os mesmos sintomas; tem algum medicamento que posso usar ou so um milagre de Deus? maikon gomes

  28. Joacy comenta:

    11 fevereiro, 2013 @ 12:27 AM

    SERÁ QUE ESTOU COM MIOPATIA?
    Em janeiro de 2012 pisei em falso ao descer em uma escada pressionei o dedo do pé, o que ameaçou doer muito. Terminei perdendo o equilibrio impactando o joelho no batente e a testa na parede. Gelo na testa e curativo no joelho superaram qualquer incomodo. Dias depois senti um desequilibrio no eixo da bacia e uma sensação de dor na junção da capsula que envolve a cabeça do fermur. Uma radiografia nada revelou. Feito uma ressonância não foi relatado nada no diagnóstico. Como pressenti ser uma dor em algum nervo fui a um neurologista. Examinado a ressonancia o neuro não considerou haver nada grave. Seis meses depois fui a um especialista de bacia, que mesmo antes de examinar a ressonância diagnosticou ter impactado o nervo ciático, com tratamento demorado. Medicou Lyrica (pregabalina 75 mg) e fisioterapia. Esta em algum momento pareceu piorar as dores, com um ajuste terminou melhorando. E a Lyrica não tomei, pois levaria a sonolência, o que me atrapalharia o trabalho naquele momento. Terminadas as 10 sessões não tive como contactar o médico. Nesse período me apareceram dores musculares na pantorilha e caimbra forte ao amanhecer. Atribui ao grande tempo sentado usando o computador. Mas, nos últimos meses, passei a ter também uma especie de travamento da parte esquelética dos dedos dos pés, parecido com caimbra. Mas se dissipa pós alguns movimentos tipo relachamento.
    Hoje lendo a bula de Sinvalip (Sinvastatina, tomo 40mg/dia) consta advertência de descontinuar em caso de suspeita ou diagnóstico de miopatia. Como coadjuvante de Sinvalip me foi receitado Bissulfato de Clopidogrel visando prevenir contra eventos aterotrombóticos. Examinando o significado de Miopatia neste site me veio a pergunta: Será que estou com Miopatia? Doença que me pareceu muito grave.

  29. karina comenta:

    20 fevereiro, 2013 @ 10:41 PM

    Ola pessoal.meu filho tem 4 anos e 3 meses foi diagnosticado, MIOPATIA CONGENITA,ele nao anda,nao fala e tem dificuldade pra compreender o q agente fala(algumas coisas ele entende),tem disturbio de comportamento nao sei qual tipo pois o medico acha desnecessario fazer a biopsia,queria saber se ele pode andar um dia,se ele sente dor e como essa doença vai se desenvolver nele com o passar do tempo.Onde posso trata-lo?Moro em joao Pessoa PB.

  30. maia queiroz comenta:

    4 junho, 2013 @ 10:47 PM

    ola pessoal,há 1 ano tento descobrir o que tenho , sinto muito queimaçao nas nadegas e lateral da coxa, trabalho sentada e cada dia que passa tornasse u,ma tortura, aas vezes a noite durmo de joelhos e, tenho percebido que minhas pernas tem afinado , ja realizei varios exames com o reumato,sem diagnostico, alguns medicos dizeram q nao tenho nada,alguem ja ouviu falar de alguma doença deste tipo? me ajudem

  31. Elisangela comenta:

    6 dezembro, 2013 @ 1:17 AM

    Olá pessoal. tenho33 anos. faz três anos que estou sofrendo dores terríveis e dificuldade para andar. sinto também muita fraqueza. já fiz 6 eletroneuromiografias e todas dão resultados diferentes (miopatia, neuropatia axonal, neuropatia desmielisante, outras dão normais. também dizem que tenho fibromialgia. estou aponto de enlouquecer com tanta confusão. estou aguardando biopsia do musculo. disseram que vai demorar uns 2 anos.
    Por favor alguém pode me dar uma orientação.
    agradeço desde já.

  32. Gleidiane comenta:

    10 abril, 2014 @ 2:22 PM

    Ola,tenho um sobrinho que é muito magro,com membros maiores que o normal. Ele sente muita fraqueza,cai muito e tem dificuldade de levantar,por favor me ajudem a entender isso,minha irma da duro pra sempre levar ele no medico,nos ajudem!!!

  33. rosangela comenta:

    25 julho, 2014 @ 10:40 AM

    Quando era crianca tomei uma injeção na nadega que atingiu o musculo e causou uma distrofia muscular queria saber se vcs tem alguma solução p meu problema se tem algum medicamento ou tratamento q possa me ajudar

  34. rosangela comenta:

    25 julho, 2014 @ 10:43 AM

    eu rosangela sou a menina da distrofia muscular na nadega deixo aquimeu contato (21)9942-44928 obrigado

  35. rosane comenta:

    3 janeiro, 2015 @ 12:09 AM

    oi tenho uma filha diagnosticada com miopatia de ullchi,por biopsia,ele sempre teve dificuldade com movimento,mas com passar dos anos foi piorando,com cinco anos minha filha parrou de andar,foi a cadeira de rodas,isso nao foi o pior, o pior foi sqber das compricações possiveis dessa doença como,coração,respiração,bom vivemos cada dia com muita esperança no amanhã,ela ja se limitou muito ,ja nao toca cadeira eu tenho que adquirir uma cadeira motorizada nao sei como,ela tem movimento limitadissimo essa doença e muito complicada,e o pior e escutar dos médicos que não tem cura.quem quiser trocar esperiencias meu imail e zanne_kel@hotmail.cmo

  36. dantas comenta:

    28 janeiro, 2015 @ 8:49 AM

    Olá,
    Minha sobrinha tem o mesmo problema e ele só se agrava. Podemos forma uma grupo para mantermos contato e trocar diversas informações a respeito do caso??

    87419839 Aguardo contato.

  37. ELISÂNGELA comenta:

    5 maio, 2015 @ 9:04 PM

    A miopatia por estatina tem cura?
    tem algum medicamento para a desintoxicação ?
    Quanto tempo. Leva para sair do organismo a estatina?
    O paciente volta ao normal que era antes?

    Já pesquisei vários sites, blogs, nenhum responde minhas perguntas, nem o neuro.

    Por favor, se possível , gostaria de respostas.

Deixe seu comentário aqui !