19 - fev
  

Congestão pélvica

Categoria(s): Caso clínico, Ginecologia geriátrica




Interpretação clínica

Senhora de 56 anos casada, queixa-se de desconforto na região abaixo do umbigo há 6 anos. Os sintomas apareceram de forma mais acentuada após a menopausa há 3 anos. Tem feito acompanhamento ginecológico de rotina e não faz terapia de reposição hormonal. Já consultou urologista que não detectou nenhuma anormalidade. Mãe de 2 filhos de parto normal. Ao exame físico, dores a palpação da região do hipogastro, obesidade leve, varizes em ambas as pernas, demais parâmetros clínicos normais.

Qual a hipótese diagnóstica e a conduta para o caso?

Aproximadamente 15% das mulheres podem apresentar uma sensação desconfortável, de peso na região inferior do abdomen, sem que encontre nenhuma evidência de inflamação pélvica ou outra doença da região urogenital. Estes sintomas podem ser decorrentes da presença de varizes na região pélvica.

Reichet descreveu em 1857 as varizes pélvicas pela primeira vez e as nomeou de varicocele tubo-ovariana. Lefévre sugeriu que as varizes pélvicas observadas em mulheres multíparas eram conseqüência de veias dilatadas durante a gravidez e que não se recuperaram a morfologia depois do parto. Giacheto et al. demonstraram através de flebografia, o fluxo sangüíneo retrógrado através das veias ováricas e ilíacas internas em mulheres com síndrome de congestão pélvica crônica (SCPC).

Fisiopatogenia – incompetência das valvas venosas

Durante gravidez, a capacidade das veias ováricas pode aumentar 60 vezes e esta mudança pode persistir por até seis meses após o parto. Isto poderia explicar porque SCPC é mais comum em mulheres multíparas. Embora uma associação de varizes pélvicas e SCPC seja conhecida há muitos anos, porém, a incerteza da sua etiologia resultou em condutas terapêuticas diferentes com resultados variáveis. Veja na figura abaixo os plexos venosos do aparelho reprodutor feminino, o que pode explicar a facilidade do aparecimento das varizes pélvicas.

Veias pélvicas

As mulheres mais idosas e jovens multíparas têm mais chance de ter SCPC, e estudos mostram que o refluxo através das veias ováricas dilatadas e com incompetência valvar * é o problema primário de SCPC. As valvas das veias ovárianas estão ausentes aproximadamente 15% de mulheres à esquerda e 6% à direita e bilateralmente em 35-43% dos casos. Além de incompetência valvar, alterações primárias da parede venosa, malformações arteriovenosas também são causas adicionais de varizes pélvicas.

Diagnóstico

O exame ginecológico geralmente é inconclusivo,mas varizes vulvares podem ser vistas na inspeção e dor pode ser referida durante a palpação dos anexos. O uso de métodos não-invasivos como o ultra-som Doppler colorido (mapeamento dúplex) transvaginal, utilizando janelas anatômicas específicas ou aproximação aumentadas auxilia no diagnóstico de SCPC. Este exame de ultra-som é um método bom para demonstrar varizes pélvicas, mas deve ser executado em posição ereta e com uma manobra de Valsalva para demonstrar o enchimento das veias pélvicas.

A flebografia (por cateterismo da veia femoral) das veias ováricas e ilíacas internas é considerada como o método padrão para o diagnóstico de varizes pélvicas, mas é invasivo e pode apresentar riscos.

A laparoscopia embora seja um exame invasivo demonstra com segurança as veias ectasiadas,varizes e congestão pélvica, ajuda a fazer o diagnóstico diferencial com outras doenças, e também pode ser utilizada para o tratamento dessa síndrome.

Tratamento

O tratamento clássico da SCPC é através de ligaduras das veia ováricas insuficientes e colaterais, e na maioria das vezes das ilíacas internas também, por via retroperitoneal.A embolização por via percutânea das veias ováricas varicosas e algumas vezes das veias ilíacas internas insuficientes é uma técnica segura e oferece alívio sintomático de dor pélvica na maioriade casos.

Mas recentemente também foi realizada ligaduradas varizes pélvicas por via laparoscópica,mostrando ser um método seguro e aliviando a síndroma de congestão pélvica crônica.

* veja mais sobre o papel da valvas venosas – Varizes: aspectos gerais

Referências:

Hobbs JT. The pelvic congestion syndrome. Br J Hospital Med 1990;43:200-6.

Capasso P, Simons C, Trotteur G, Dondelinger RF,Henroteaux D, Gaspard U. Treatment of symptomatic pelvic varices by ovarian vein embolization. Cardiovasc Intervent Radiol 1997;20(2):107-11.

Lefréve H. Broad ligament varicocele. Acta ObstetScand 1964;43:122-3.

Giacchetto C, Cotroneo GB, Marincolo F, Camisulu F, Caruso G, Catizone F. Ovarian Varicocele: ultrasound and plebographic evaluation. J Clin Ultrasound,1990;18:551-5.

Lechter A. Pelvic Varices: treatment. J Cardiovasc Surg 1985;26:111.

Goren G, Yellin AE. Primary varicose veins; and hemodynamic correlations. Cardiovasc Surg 1990;31 :672-7.

Tags: , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


48 Comentários »

  1. ROBERTA MING comenta:

    28 fevereiro, 2008 @ 8:03 PM

    BOA NOITE!!! VENDO ATRAVÉS DESTA SOLICITAR MAIS INFORMAÇÕES SOBRE VARIZES PÉLVICA. VOU SER CURTA EM RELAÇÃO A MINHA HISTÓRIA HJ EU TENHO 26 ANOS E TENHO UMA LONGA HISTORIA EM RELAÇÃO A VARIZES NAS PERNAS TANTO É QUE JÁ OPEREI 5 X A PRIMEIRA FOI COM 19 ANOS E A ULTIMA FOI EM NOVEMBRO DE 2007 ISSO PORQUE EU ESTAJA FAZENDO EXAMES PARA ENGRAVIDAR E QUANDO FUI FAZER O EXAME DE ULTRASSOM VASCULAR ACABEI TENDO QUE SUBMETER A CIRURGIA. MINHA ANGIOLOGISTA PEDIU PARA ESPERAR 06 MESES PARA PODER ENGRAVIDAR DEVIDO A GRAVIDADE DA CIRURGIA, MESMO COM TANTAS COISAS CONTINUEI FAZENDO ALGUNS EXAMES ATÉ PASSAR PELO ULTRASOM ENDOVAGINAL E LÁ PARA MINHA SURPRESA SURGIRAM VARIZES PÉLVICA, MEU MÉDICO FICOU ESPANTADO COM A QUANTIDADE, TANTO É QUE ME INFORMOU QUE FARA UMA LAQUIADORA ASSIM QUE TIVER O PRIMEIRO FILHO E DEPENDENDO DA SITUAÇAO QUE FICAR VOU ATÉ QUE TIRAR O UTERO, E TEM MAIS, ELE ME DISSE QUE DOS 29 ANOS DE CARREIRA ELE NUNCA VIU UM CASO ASSIM, PRINCIPALMENTE POR NÃO EU TER TIDO FILHOS (SÓ PARA INFORMAR EU TIVE UM ABORTO INSPONTANEO) E POR EU TER APENAS 26 ANOS. EU SINCERAMENTE ESTOU CONFIANDO EM TODAS AS PALAVRAS DO MEU MÉDICO POIS SEMPRE TIVE PROBLEMAS COM GINECOLOGISTA E ESSE FOI DEUS QUE COLOCOU NO MEU CAMINHO. ENFIM COMO ESSE TIPO DE VARIZES NÃO TEM TRATAMENTO ESPÉCIFICO SÓ QUERO SABER MAIS ASSUNTO E PRINCIPALMENTE CASOS, POIS COMO DISSE NO INICIO QUERO ENGRAVIDAR LOGO E QUERO SABER O QUE PODE ACONTECER DURANTE E DEPOIS DA GESTAÇÃO. OBRIGADA E FIQUEM COM DEUS.

  2. Andre comenta:

    7 maio, 2008 @ 1:07 PM

    Rescentemente foram realizados teste no tratamento endovascular percutâneo na síndrome da congestão pélvica através da técnica de embolização.
    No presente estudo, realizou-se a avaliação clínica e técnica do tratamento endovascular percutâneo na scpc através da técnica de embolização. Foram tratadas 113 mulheres, das quais 100 foram acompanhadas pelo período de um ano e a análise dos resultados foi baseada nessa amostra.
    Obteve-se sucesso técnico em todos os casos, caracterizado pela possibilidade de realização do cateterismo seletivo das veias ovarianas e ilíacas internas com embolização das mesmas. A remissão total dos sintomas foi observada em 37 pacientes (32.7%) e parcial em 63 pacientes (55.4%).
    Foi observado significativo alívio dos sintomas.

  3. Alessandra Valéria comenta:

    2 julho, 2008 @ 10:46 AM

    Fiz no inicio do anos todos exames genecologicos, percebi que no momento do exame que tinha pequenas veias no meu utero, gostaria de ter mais informações sobre varizes no utero e como surgi.

  4. Maria Luiza Cintra comenta:

    13 novembro, 2008 @ 8:04 AM

    após alguns anos sentindo fortes dores, principalmente quando fico excitada e/ou no momento do orgasmo, fazendo todos os exames e nada constatando, um ginecologista, infelizmente não atua mais, deu como diagnóstico, congestão pélvica, mas outros ginecologistas dizem que é psicológico, não concordo pois sinto estas dores até andando na rua. Gostaria de uma orientação.

  5. ANA MÍSIA ALMEIDA comenta:

    22 dezembro, 2008 @ 9:36 AM

    OLÁ!
    ESTOU GRÁVIDA DE QUASE 8 MESES. SEMPRE PRATIQUEI ESPORTES E NUNCA TIVE NENHUM PROBLEMA DE VARIZES. COMECEI A SENTIR MUITAS DORES DESDE O 3o. MES E MINHA MÉDICA DIZIA QUE ERA NORMAL. NÃO ME EXPLICOU O QUE ERA E À MEDIDA QUE A GESTAÇÃO AVANÇAVA DOIA CADA VEZ MAIS. SEM AGUENTAR, NO 6o. MÊS PERGUNTEI A ELA O QUE ERA E ELA ME FALOU QUE ERA VARIZE PÉLVICA. NÃO EXPLICOU NADA E NEM ME PASSOU NADA PARA ALIVIAR A MINHA DOR QUE A CADA DIA TORNA-SE INSUPORTÁVEL! JÁ LI TUDO NA INTERNET SOBRE A DOENÇA MAS NÃO ENCONTREI NENHUM ESPECIALISTA QUE FALASSE SE HÁ OU NÃO TRATAMENTO NO PERÍODO GESTCIONAL. HÁ ALGUMA FORMA DE FAZER CESSAR AS DORES? HÁ UMA ALIMENTAÇÃO ESPECÍFICA? PODERÁ MEU BB SER PREJUDICADO OU NASCER FORA DO TEMPO? GOSTARIA QUE ALGUM ESPECIALISTA SE INTERESSASSE POR ISSO E ME AJUDASSE, POIS, ÁS VEZES NÃOCONSIGO NEM FICAR DE PÉ E, PARA MIM, QUE SEMPRE FUI ATIVA E DISPOSTA ME ASSUASTA POR DEMAIS.
    AGUARDO RESPOSTA.
    GRATA,
    ANA MÍSIA

  6. Susana Bueno comenta:

    7 fevereiro, 2009 @ 9:26 PM

    Olá, tenho 39 anos e sou usuaria do endoceptivo MIrena desde março de 2006,pois tenho dois filhos e não pretendo engravidar mais. Em janeiro desse ano ao fazer o ultrassom de controle , foi observado um quadro de congestão venosa pélvica. Ja retirei as safenas (em 2003) e o único sintoma que venho observando há aproximadamente uns 4 meses é um leve peso na região inferior abdominal, mas há 3 dias estou com leve sangramento, isso pode ter ocorrido por realização de esforço fisico(carreguei muito peso durante uma arrumação em minha casa) intenso? Quais as possiveis complicações? Tenho consulta em abril com minha ginecologista, é interessante tentar antecipar a consulta, ou melhor buscar um vascular para mais exames?
    Grata
    Susana

  7. Lívia Pacheco comenta:

    5 março, 2009 @ 11:00 AM

    Tenho 25 anos e desde os 20 quando casei que faço tratamento para engravidar com medicos de Renomes engravidei e com +-5meses ao realizar ultrasson descobri que o feto estava morto, fiz cariotipo, duas necropcias fetais em diferentes lugares, varios exames cordão umbilical em mim e em meu esposo e nenhuma causa morte foi encontrada. Já se passa 3 anos e tem 3 meses que resolvi abandonar o tratamento pois com doses altas de remedios, injeções eu não ovulava, os remedios já não faziam efeito, hoje realizei uma transvaginal e o resultado é que estou com varizes no utero e cistos de naboth, ainda não sei o que são? Tenho uma boa alimentação, nunca fiz cauterização, faço caminhada e não sei o motivo desse problema Será que tem algo haver com a perda do feto, acho que não pois vivia fazendo transvaginal seriada e nunca deu nada, porfavor se algum medico puder me exclarecer, eu agradeço!

  8. Gisele cristina comenta:

    9 março, 2009 @ 9:29 PM

    Oi começo esta dizendo que estou muito assustada, pois recentemente fizuma laqueadura tubária e agora ao quarto mes de cirurgia minha menstruação não veio mais …sentindo fortes colicas e co medo de estar grávida fiu ao medico fazer uma ultrassonografia e foi constatado que eu estava com VARIZES PÉLVICAS isso me assustou muito pois ja tenho um problema antigo de vasculite ,,, não conheço nada sobre essa doença , nem tratamento e sinceramente não sei o que fazer….. estou insegura e muito assustada peço por favor se alguém esta passando por isso e puder me ajudar eu fico muito grata……..

  9. magda ferreira dourado comenta:

    19 março, 2009 @ 7:51 AM

    Gostaria de saber qual o tratamento para varizes no utero?

  10. Thaís Barbosa comenta:

    23 março, 2009 @ 3:49 PM

    Olá, Tenho 22 anos não tenho filhos e tenho varizes pélvicas.
    Como minha ginecologista está de férias gostaria de informações sobre essas varizes, pois tudo o que li até o presente momento são que elas aparecem em mulheres com mais de 30 anos, com gestações multiplas ou seguidas. Li também que problemas hormonais, excesso de peso e sedentarismo também seriam causas que também não são o meu caso.
    Sempre tive muitas cólicas e sofro muito durante a menstruação, mas nenhuma sensação de inchaço ou dores no ato sexual. Ah… uma coisa que li e achei interessante, mas não sei se é verdade é o excesso de apetite sexual estar ligado à existencia das varizes pélvicas.
    Obrigada!!
    Aguardo uma resposta!!!

  11. Michele comenta:

    5 maio, 2009 @ 2:13 PM

    Olá, tenho varizes pélvicas diagnosticada a mais de 2 anos, como minha ginecologista não deu muita atenção pro meu problema e as fortes dores incomodava muito, resolvi passar por um angiologista que passou um remédio pra eu tomar “Daflon” só que o tratamento é de uso contínuo e o remédio meio carinho eu resolvi parar de tomar e agora 2 anos depois as dores voltaram e novamente fui a outro ginecologista, após uma endovaginal com doopler lá estão elas… varizes pélvicas…. vou ter que tomar o medicamento o resto da vida!

  12. Ivete comenta:

    13 maio, 2009 @ 10:05 AM

    Olá, tenho 31 anos e tenho varizes pelvicas desde meus 26 anos, quando descobri parei de tomar anticoncepcionais por serem um fator de risco e virar trombos, nunca tive filho e tenho varizes com calibres enormes, antes elas não me encomodavam mais agora tenho muitos desconfortos uma sensação de queimação na parte inferior da barriga e nas pernas principalmente na parte interna das coxas. Gostaria se saber como peoceder com segurança e se caso eu engravidar se corro algum risco.

    Obrigada!!
    Aguardo uma resposta!!!

  13. Carla Braz comenta:

    24 setembro, 2009 @ 7:28 PM

    Há mais ou menos um ano venho sentindo fortes dores na região pélvica que se intensificam no período pré e menstrual.Sinto grande dor principalmente do lado direito.Durante esse tempo fiz váias usg. para avaliar o meu útero que está crescendo, e meus ovários que estão cheios de cistos. Recentemente, após uma crise, minha ginec. decidiu fazer uma vídeolaparotomia dianóstica (endometriose??). Na manhã seguinte ao meu exame (ainda internada),enquanto esperava o cirurgião para receber alta, assistí a uma entrevista( na tv) onde um cir. vascular estava “falando comigo”, pois ele começou a descrever tudo o q eu sentia, e melhor do q eu!! Fiquei pasma quando ele falou q o q causava toda aquela dor eram VARIZES NO ÚTERO.Assim que acabou a entrevista o cirurg. entrou no meu quarto e me disse que não havia nada de errado comigo, apenas varizes no meu útero (choqueicom a coencidencia!!). Minha ginec. disse que minhas dores eram da minha cabeça e q iría me encaminhar para uma psicóloga. Achei aquilo o fim, e uma total falta de conhecimento, pois eu sei que as dores q sinto não são fruto da minha imaginação!!! Agora eu sei por onde devo seguir e quem devo procurar (espcialidades).
    Sem mais,
    Carla.

  14. rosangela guimarães comenta:

    29 setembro, 2009 @ 2:31 PM

    boa tarde, tenho 50 anos e tem uns três anos que não menstruo, não fui ao médico para procurar saber, e também tem algum tempinho que durante o orgasmo sinto dores pélvicas do lado direito que latejam e depois passam as vezes doi uma vez ou outra mais doi mais quando sinto orgasmo , fiz duas cesarianas, e sou ligada a 19 anos.Tenho que procurar um ginecologista especialista em que?
    obrigada, rosangela

  15. thalyta mota comenta:

    1 outubro, 2009 @ 2:49 PM

    ola tenho 24 anos tenho um bebe d 04 meses, desde que sai do resguardo nao consigo ter relacoes sexuais direito, sinto muita dor, e ja me sinto deprimida por isso esta acontecendo, fiz exame a transvaginal e constatou varizes no utero. o que faço to desesperada quero me livrar dessas dores na hora da relação. vou a ginec.ou angiolo. . bjsss.

  16. Aridna Taciane comenta:

    2 outubro, 2009 @ 8:22 AM

    Olá, tenho 28 anos, sofro muitas dores na região do abdomem, descobri em 2008 através de laparoscopia que tenho varizes pélvicas, o médico disse que é normal, e que não poderia fazer cirurgia, pois precisaria das veias para irrigar meu abdomem, mas sinto muita dor, não tomo nenhum remedio, gostoaria de orientação para procurar um tratamento, pois sempre falo com os medicos o que tenho quando passo muito mau e tenho que correr para a emergencia do hospital, pois a dor é intensa. Por favor preciso de ajuda, pois não tenho plano de saúde.
    Obrigada.

  17. eliany comenta:

    28 outubro, 2009 @ 9:12 PM

    boa noite!tenho 28 anos 2 filhos,1 cesareana e 1 normal, a algum tempo tenho sofrido de forte dores na barriga,é só eu me deitar pro lado direito que sinto uma dor terrivel do lado esquerdo,é uma dor tão forte que não consigo me mexer,minha barriga incha na hora que parece que estou gravida de 5 meses de tão grande que fica ,ja falei pro medico, mas como dependo do sus, ir me consultar com um açougueiro é melhor, talvez ele ja tinha achado meu problema.por favor me ajudem a dor é terrivel e tenho muito medo de ir pro pronto socorro,moro no interior e os medicos da minha cidade são terriveis.

  18. Rosangela comenta:

    16 novembro, 2009 @ 10:42 AM

    Tenho 40 anos e após sofrer por quase um ano com fortes dores abdominais do lado esquerdo, descobri que tenho muitas varizes no útero. Gostaria de saber qual o melhor tratamento, se isso pode causar um problema maior e se posso continuar fazendo meus exercícios normalmente (spinning e musculação).
    Pois como nossas amigas aqui já disseram os médicos do SUS não oferecem muitas respostas.

  19. Ana claudia comenta:

    23 novembro, 2009 @ 7:40 PM

    tive duas filhas a primeira parto normal e a segunda cesariana ja tem 15 anos que tive a segunda tomei aquela anestesia pele dural e no parto fiz ligadura cortei as duas trompas,ate hoje sinto dores na regiao pelvica, e tive varias dores na minha perna esquerda e sinto pequenas agulhadas nos pes e no ponto principal onde se localiza a regiao pelvica oque acontesse comigo

  20. michela gama comenta:

    10 dezembro, 2009 @ 5:17 PM

    olà eu tambem descobri que tenho varize pelvica tenho muitas dores por baixo segundo a minha ginecologista eu tenho que opera
    retira o utero eu tenho dois filhos e sou ligada nunca imaginei que isso existise eu estou um pouco asustada com essa historia
    tenho 32 anos pretendo tira o mais rapido possivel.

  21. sandra comenta:

    10 dezembro, 2009 @ 9:04 PM

    olá, tenho 22 anos, não tenho filhos , com 21 anos começei a sentir dores na barrriga, e ao fazer uma ultrassom descobri q tenho varizes no utero, fiz um tratamento de 3 meses e o médico disse q tenho q continuar por mais 6 meses. Quero saber se tem q fazer tratamento por muito tempo, se corro algum risco durante uma gravidez, e se pode acontecer aborto espontâneo!

  22. Silvia comenta:

    1 fevereiro, 2010 @ 8:28 PM

    Ola, tenho 40 anos, não tenho filhos, ja fiz 4 cirurgia para retirar miomas, tenho muitas dores na barriga, e ao fazer uma utassom descobri que tenho varizes, gostaria de saber quais os riscos que isso pode me causar.

    deste ja agradeço a atenção

    silvia

  23. KATIA REGINA BUENO VENÂNCIO comenta:

    11 abril, 2010 @ 2:15 PM

    OLÁ ,FIZ UMA LAQUEADURA A UM ANO E QUATRO MESES NO MEU ULTIMO PARTO AGORA MINHA MENTRUAÇÃO ESTA ATRASADA POSSO ESTAR GRAVIDA?

  24. janaina comenta:

    18 junho, 2010 @ 8:30 PM

    Olá, será que alguém pode me orientar? Minha irmã teve uma filha há uma semana e há três dias vem reclamando de fortes dores do lado direito da barriga. O médico avaliou e disse que seu rin direito está inchado e por isso ela sente as dores. Minha pergunta é, as várias tentativas de anestesia para o parto ou a laqueadura podem tem relação com as dores? Pode existir a hipótese de outro diagnóstico e qual seria o tratamento para aliviar as dores?

  25. Luana Ferreira Fachetti comenta:

    19 outubro, 2010 @ 12:58 PM

    BOA TARDE
    MEU NOME É LUANA TENHO 25 ANOS DE IDADE,TENHO 3 FILHOS TODOS PARTO NORMAL.
    HÁ 25 DIAS ATRÁZ DESCOBRI QUE ESTAVA GRÁVIDA DE 1 MES E TIVE UM ABORTO ESPONTANIO E FIZ UMA TRANS VARGINAL E A COMCLUSÃO É QUE EU TEMHO VARIZES PÉLVICAS ISSO PODE TER OCORRIDO O ABORTO QUE EU TIVE .
    OBRIGADO BJS E FIQUE COM DEUS.

  26. Daniela comenta:

    20 outubro, 2010 @ 8:08 PM

    ola tenho 24 anos descobri a 2 meses que tenho varizes pelvica pequeno e medio calibre em abundancia, estou assustada nao tenho filho e nunca consegui engravidar, li depoimento de pessoas que engravidaram, ja a minha ginecologista me disse que o motivo que eu nao engravido eh as varizes isso eh verdade nao vou poder ter filho vou ter que passar por sirurgia me ajude esclarecer minhas duvidas Deus abençoe a todos

  27. Cinthia comenta:

    8 novembro, 2010 @ 1:07 PM

    Tenho 20 anos e não tenho filhos, e descobrir que tenho varizes pelvicas! Gostaria de saber o que devo fazer, quem devo procurar? Se tem tratamento, qual? E se eu engravidar corro riscos?
    URGENTE
    POR FAVOR ME AJUDEM!!!!!
    ESTOU PREOCUPADA;
    OBRIGADA PELA ATENÇÃO

  28. Ana Paula Carneiro Viana comenta:

    14 dezembro, 2010 @ 12:21 AM

    Fiz uma cirurgia de laquiadura nos pontos não doi mais no lado direito pra cima um pouco da vagina dói por dentro é como se estivesse queimando por dentro gostária de saber porque essa dor se é normal .

  29. Deise comenta:

    19 dezembro, 2010 @ 12:09 PM

    Olá tenho 22 anos ñ tenho filho, e essa semana descobri q estou com varizes no utero….
    o q vou ter q fazer? vou ter q tomar remedio sempre por causas das dores q sinto,
    e quando eu tiver algum filho vou ter algum risco d sangramntos ou dores…
    Se puder me ajudar agradeço desde d já!!!

    obrigada

  30. Debora rodrigues comenta:

    28 dezembro, 2010 @ 8:39 PM

    meu nome é Debora tenho 26 anos ;tenho 1filha de parto normal; descobrii que tenho varizes pelvica estou desesperada;tomo remédio;mas mesmo assim tenho medo ninguém conhece isso direito;por favor me explique;isso pode ser resolvido com uma cirúrgia; aguardo resposta.

  31. fabiana comenta:

    23 fevereiro, 2011 @ 10:07 PM

    Olá, descobri que tenho varizes pelvicas em setembro 2010 qd fiz uma videolaparoscopia para diagnóstico de endometriose. Minha ultima ecografia apresentou varizes peri-ovarianas e peri-uterinas (muitas) e um nodulo hiperecogênico no fundo da cvidade uterina medindo 1,0×0,6cm sugestiva de polipo.O meu GO sugeriu que fizessemos a retirada do útero pois como tenho exame de ca125 alterados (03) e na video não foi achado focos de endometriose, ele acha que pode ser o melhor tratamento para as varizes e para a possivel adenomiose que ele acha existir.
    Será que é o melhor tratamento?
    Espero resposta.
    Obrigada
    Fabiana

  32. jucilene marta de jesus comenta:

    17 março, 2011 @ 12:55 PM

    gostaria que algum especialista em varizes,mim ajuda-se atirar minhas duvidas,fui avarios gini. e todos dizem que o meu utero e ovarios são cheio de varizes,tenho mas de 5ultra som,e todas tem o mesmo diagnostico.não aguentando mas as dores e o peso nas pernas resolvir procurar,um angiologista. só que antes disso fui para internet pesquisar o que era varizes pelvicas e todos os sitomas descrito batia com o que eu sintia.só que a ir para o especialista ele mim disse,que varizes pelvicas não existe muito menos varizes internas.sair do consultorio indignada por tenho ultra som que comprova que elas existe.o que eu faço.mim ajudem.

  33. irede moreira comenta:

    2 maio, 2011 @ 4:27 PM

    Por favor mim ajude!!!!!!!! Estou na gestação do meu segundo filho e tenho serios problemas de varizes, já fiz cirurgia uma vez de varizes e com a agravidez aumentou muito mais. Tenho 35 anos e quero fazer a laqueadura. a minha obstetra diz que não posso fazer , porque se fizer as varizes vão aumentando cada vez mais. Procurei o meu vascular e ele mim dissei que não tem problema algum eu fazer a laqueadura. A quem devo seguir? PRECISO DESSA SOLUÇÃO URGENTE POIS JÁ ESTOU NO SÉTIMO MES E NÃO SEI O QUE FAZER!!!!!!!!!

  34. danubia comenta:

    4 junho, 2011 @ 12:37 AM

    tenho 28 anos e descobri que tenho varizes no utero.Gostaria de saber quais os riscos e qual tratamento para esse problema.

  35. marinalva comenta:

    7 junho, 2011 @ 9:43 PM

    oi.tenho varizes pelvicas.no utero.minha ginecologista falou que era normal.e me receitou yasmim.será que poço tomar.
    essas varizes podem virar trombose.seria melhor mudar de ginecologista…

  36. Rosane comenta:

    24 julho, 2011 @ 9:40 PM

    Boa noite!!!
    Sinto fortes dores do lado esquerdo principalmente no periodo menstrual quase nao guento de tanta dor nao consigo nem me virar na cama espirrar e tossir entao é muita dor estou desesperada ja sinto a bastante tempo 3 anos mais eta cada vez mais forte.Os medicos daqui dizem que é normal e agora me pediram uma ultra som.Sera que tenho varizei internas tambem se puperem me dar uma opniao eu agradeço! obrigago

  37. Elisangela comenta:

    5 agosto, 2011 @ 5:36 PM

    olá tenho 27 anos,fiz um exame de ultrasontransvarginal e para minha surpresa descobri que tenho varizes pélvicas, nao sei muito sobre o que realmente é,como foi que aconteceu e muito menos quanto tempo vai durar,se tem cura,se posso ter filhos normal sem preocupaçao,porém sei de uma coisa,aconteça oque acontecer Deus é comigo e oque ele resouver pra minha vida eu aceito,pois seu que ele è fiel e muito poderoso para me curar de qualauer doença,ainda que li que para a medicina é uma doença incuravél sei que meu senhor até ressucita mortos,entao para ele nada é impossivel e vcs que estao com o mesmo problema saibam o senhor Jesus tambem os ama e minha vida pertence ao senhor ele da e ele tira.e pode com certeza me curar e curar voce tambem confia!!!e entrega sua vida ao senhor!!!!

  38. fabiana comenta:

    1 setembro, 2011 @ 2:00 PM

    estou gravida de 7 meses, estou com veia dilatada na vagina ( entre os labios), estou sentido dor, e está muito inchado.O que devo fazer?

  39. valdelice comenta:

    19 setembro, 2011 @ 3:21 PM

    Olá , em dezembro do ano passado o ginecologista pediu uma ultra vaginal e descobrimos que estou com varizes pelvicas , mas ele não passou nem um tipo de remedio , só me disse que assim que parasse de tomar o anticocepcional iria melhorar , estou esperando a laquiadura , alias me disserão que é perigoso fazer laquiadura , eu não sei o que faço , estou cada vez sentindo mais dores e não tomo remedio nenhum para essas dores , e tenho medo de parar anticocepcional e engravidar , já tenho duas filhas uma de 2 anos e outra de 16 anos , eu tenho 34 anos , o que faço ? desde já agradeço

  40. vanderléia ap. dos santos comenta:

    1 outubro, 2011 @ 8:43 AM

    Tenho varizes pélvicas,e ontem descobri que estou gravida,mas estou sentindo uma dor forte embaixo da barriga e nas coxas, estou com medo de ter um aborto devido a essas varizes, será que elas podem ocasionar um aborto, minha ultima gravides tive um aborto , mas não sei o motivo de ter abortado, não tinha dores. gostaria que vc me esclarecesse quais são os cuidados que devo ter nesta gravides devido as varizes pelvicas?, se ela prejudica a gravidez?, se vou sentir dores durante a gravidez interia? por favor me ajude me respondendo estas perguntas.obrigada

  41. jayce comenta:

    4 janeiro, 2012 @ 9:17 PM

    ola,meu nome e jayce e gostaria de saber se quem tem varizes pelvicas pode engravidar,e se tem algum risco.tenho 24 anos tenho um filho,e pretendo engravidar de novo,mas tenho medo de ser uma gestaçao arriscada

  42. Marilda Ferreira comenta:

    23 janeiro, 2012 @ 5:03 PM

    Olá, eu andava sentindo muitas dores no pé da barriga e minha ginecologista pediu o exame intravaginal e nele foi detectado muitas varizes, gostaria de saber o que causa, a prevenção e o que posso fazer para aliviar minha dor. Obrigado

  43. Débora Marques comenta:

    10 março, 2012 @ 1:44 PM

    Olá, gostaria de saber se ocorre riscos graves quem tem varizes no utero e quais os cuidados que devemos tomar e o tratamento, porque eu fui no meu ginecologista e ele me pediu uma ultração intravaginal e constatou que eu tinha em pequena quantidade varizes no utero.
    Gostaria de saber se corre risco de aumentar e tbm de estourar e quais os cuidados que devo tomar em relação a isso , pois eu tbm tenho nas pernas os mesmo problemas de varizes…
    O remédio que eu tomo é venalot pra varizes da perna eu posso tomar o mesmo remédio para o utero…

  44. Jaqueline Ferreira comenta:

    18 maio, 2012 @ 1:40 PM

    Olá! Tenho 38 anos, não tenho filhos e tenho relação sexual apenas com mulheres. De uns 2 meses para cá, sempre quando chego ao orgasmo sinto fortes dores abaixo do úmbigo…uma dor como de um corte. Fui ao ginecologista em dezembro e não acusou nada nos exames, o que pode ser? Será que estou com algum tipo de inflamação? Nunca tive nenhum problema, nada, estou meio que assustada.

  45. REGINA LÓTUS comenta:

    22 maio, 2012 @ 2:50 PM

    Olá! Tenho 26 ano, não tenho filhos, nenhum aborto e a mais ou menos 7 anos tomo contraceptivo oral (desogestrel+etinilestradiol). Sempre senti cólicas fortes no período mesntrual, meu ciclo sempre foi irregular variando de 20 a 32 dias. Atualmente estou sentindo dores muito fortes e inchaço na região pélvica, tomo água e logo tenho a sensação de dor na bexiga e dor no ato sexual. Esses útimos sintomas surgiram a mais ou menos 1 ano. Fiz meus exames de rotina e foi diagnosticada “veias varicosas intramurais”, a gineco disse ser “varizes no útero”, só que não me deu maiores explicações. Estou super aflita e com muito medo de ter problemas para engravidar. Estou tomando um anticoagulante (diosmin). Por favor me exclareçam mais sobre o assuto. Vou ser impedida de engravidar??? Terei algum problema??? Desde já agradeço e aguardo a resposta. Att. Regina.

  46. josiane pimentel comenta:

    8 julho, 2012 @ 8:48 PM

    olá tenho 26 anos nunca tive filhos e nem aborto e fazendo um preventivo foi constatado varizes no útero, não entendo o porque disso e estou muito preocupada!!!!por favor quem ja teve me explica como é isso.

  47. Ajat comenta:

    21 dezembro, 2012 @ 5:14 PM

    Maria irene diz:adorei ouvir o momento saude, sobre varizes, pois ja fiz duas cirurgias e agora estão aparecendo varios vasos, pois fico muito de pe e as vezes muito sentada e elas estão me incomodando muito, pois arde, doi e não uso mais saltos, e essas explicações foi muito importantes, pois tudo isso ja passei e esta recomeçando de novo. Obrigado pelo alerta, sobre varizes

  48. Debora comenta:

    9 janeiro, 2013 @ 8:25 PM

    Olá tenho 31 anos e um 1 filho de 4 anos. Sinto muitas dores na barriga ao fazer esforço ou caminhar muito a 1 mês, a umas três semanas me apareceram várias ínguas na virilha, o clínico receitou Daflon 500 as ínguas sumiram mas as dores não, umas duas semanas começou a inchar minha barriga como se estivesse grávida de dois meses, fiz transvaginal para ver ovários e útero e está tudo normal. Tenho várias varicoses até na coxa, será que meu problema pode ser varizes pélvicas?

Deixe seu comentário aqui !