13 - fev
  

Diverticulose – Inflamação: diverticulite

Categoria(s): Emergências, Gastroenterologia




Resenha

DiverticuloseA diverticulose está presente em aproximadamente 50% dos indivíduos com mais de 50 anos. O divertículo se forma por adelgaçamento da parede intestinal, pela ausência da camada muscular (figura). A diverticulite é resultante da inflamação da parede intestinal desse divertículo.

A clínica

Os pacientes com diverticulite (inflamação do divertículo), normalmente, queixam-se de sofrer alterações do hábito intestinal e cólicas intermitentes na parte inferior do abdome.

O início do quadro de diverticulite é com sintomas geral como: mal-estar, febre ou calafrio, associados aos sintomas progressivos de irritação abdominal (peritoneal) localizada, mais comum na fossa ilíaca esquerda (região junto da virilha esquerda), devido ao comprometimento do cólon sigmóide. O segmento intestinal inflamado e edemaciado leva à obstrução subaguda com tumefação abdominal e fezes amolecidas. Os sintomas associados de anorexia e náusea são comuns. No exame físico encontramos taquicardia, febre (pirexia) e sinal de defesa localizada com rebote.

A diverticulite pode levar a complicações sérias como abscesso (coleção de pus), perfuração, obstrução intestinal por aderências, ou fístula que é uma comunicação anormal entre dois órgãos (como um túnel). Uma complicação rara, mas ameaçadora à vida, chamada peritonite pode acontecer quando o divertículo se rompe, espalhando a infecção na cavidade abdominal. A peritonite requer tratamento cirúrgico e também antibióticos intravenosos. Até 35 por cento dos pacientes com peritonite não resistem.

Se o segmento intestinal com diverticulite for complicado com abcesso, o exame do abdome revela uma massa palpável, inchaço e pele da parede abdominal avermelhada sobre o local do abcesso ou flutuação dolorosa de abcesso pélvico ao exame retal.

O Diagnóstico

O diagnóstico de diverticulite pode ser confirmado pelo aumento dos leucócitos no exame do hemograma, pelo exame radiológico abdominal, que demonstra escassez de gases no cólon sigmóide, sendo esses abundantes no cólon proximal. A tomografia computadorizada com contraste é o exame de importância crescente na avaliação da diverticulite.

O Tratamento clínico

Os pacientes com diverticulite necessitam de receber o tratamento internados em hospital, receber hidratação com líquidos intravenosos, meticulosa monitoração dos sinais vitais e abdominais, e uso de antibióticos intravenosos. A grande parte dos pacientes é capaz de tolerar líquidos por via oral durante um período inicial do tratamento conservador. No primeiro episódio de diverticulite, a maioria dos pacientes apresenta remissão da doença e a cirurgia é evitada.

Nos pacientes que são hospitalizadas por diverticulite, a melhora acontece dentro de dois a quatro dias depois que o tratamento começa. Até 85 por cento dos pacientes se recuperam com repouso na cama, dieta líquida e antibióticos, e às vezes não chegam a ter um segundo episódio de diverticulite.

Quando a tomografia computadorizada demonstra abcesso, recomenda-se a drenagem percutânea para que a sepse aguda se resolva e seja possível realizar a ressecção eletiva com anastomose primária (sutura ligando as duas partes do intestino) poupando o paciente da colostomia. A laparotomia precoce é indicada quando o abcesso não drena ou a sepse não responde ao tratamento.

O Tratamento cirúrgico

Os pacientes que tiveram complicação significativa de diverticulose devem ser considerados para ressecção cirúrgica eletiva, em especial quando a avaliação por colonoscopia ou enema de bário demonstra um segmento relativamente limitado de diverticulos. O procedimento mais comum, conhecido como ressecção do cólon (colectomia), envolve a remoção da parte do cólon que contém os divertículos e a reconexão das extremidades.

Quando executada em situação de emergência, a ressecção do cólon é feita num processo em dois tempos (duas fases) por causa da presença das fezes e o risco potencial de infecção. Na primeira fase, a secção do cólon é retirada, mas por causa de infecção, não é seguro unir as extremidades. Ao invés disso, o cirurgião cria um buraco temporário, ou estoma, na parede do abdome e conecta o cólon a ela, um procedimento chamado colostomia. Uma bolsa é presa à parede do abdome para servir de depósito das fezes. Mais tarde, num segundo tempo (em geral de 2 a 3 meses após a operação) é realizada a reconexão das extremidades do cólon e assim a colostomia é fechada. Às vezes, se a situação não for de emergência, a cirurgia pode ser feita de uma só vez (sendo precedida da limpeza do intestino).

Prevenção

A maioria das pessoas com diverticulose nunca têm sintomas. Os exames diagnóstico dos divertículos (colonoscopia, enema opaco) são desconfortáveis e não indicados com preventivos. Pessoas que ingerem grandes quantidades de fibra na dieta são menos propensos à desenvolver a doença diverticular. Recomenda-se 20 a 35 gramas de fibra ao dia, preferivelmente através de frutas, legumes e cereais. Também pode usar o farelo de trigo não processado ou um produto à base de fibra. É importante aumentar o consumo de fibras gradualmente e beber mais água para aumentar o “bolo fecal” e com isso reduzir a pressão dentro do intestino. A fibra não irá curar a diverticulose existente, mas pode impedir que outros divertículos venham a se formar.

Veja mais na página Diverticulose – sangramento intestinal

Referências:

Brengman ML, Otchy DP – Timing of computed tomography in acute diverticulitis. Dis Colon Rectum 1998,41:1023-1028.

Harris A – Manual de emergências gastrointestinais. Ed. Science Press Ltd 2002-2003 São Paulo.

Tags: , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


95 Comments »

  1. Joseane comenta:

    16 fevereiro, 2011 @ 11:37 AM

    olá, gostaria de saber qual a diferença entre diverticulite e verticulite, é a mesma doernça?

  2. Maria Augusta Vilar comenta:

    1 março, 2011 @ 3:24 PM

    Boa tarde, fui diagnosticada com diverticulite, estou tomando antibioticos e analgésico e fazend uma dieta por dois dias só de líquidos, Gostaria de saber o que posso comer, por favor, estou muito assutada pois apesar de não ter tido febre senti muitas dores. Esta ja é a segunda crise. Gostaria de saber, por favor, o que posso comer.

  3. lamartine j silva comenta:

    6 março, 2011 @ 6:41 AM

    Olá minha tia foi diagnósticada com diverticulite, gostaria de saber qual dieta, tratamento, ábitos devemos ter aparti de agora?

  4. maria mercedes comenta:

    8 abril, 2011 @ 5:29 PM

    Fui a um protologista, pois sentia e sinto dores fracas no intestino. Ele mandou-me fazer uma videocolonoscopia e o laudo veio: doença diverticular do colon. Meu intestino é regular , não tenho prisão de ventre, somente gases, coisa que nunca tive. Gostaria de saber em qual médico deverei ir e alguns esclarecimentos sobre essa doença, tais como alimentação, caminhadas ou qualquer coisa que possa me ajudar. Eu sempre comi muito alho cru e sementes de linhaça no café da manhã, mas agora parei porque ouvi dizer que faz mal. Agradeço qualquer orientação que me possam oferecer. Aguardo resposta por e-mail Obrigada. Maria Mercedes

  5. luciano comenta:

    13 abril, 2011 @ 7:08 PM

    Quem tem diverticulite pode beber cerveja ? E qual a melhor dieta e quantidades para quem tem a doença já em tratamento ?

  6. simone comenta:

    18 abril, 2011 @ 10:32 AM

    Minha sogra sentiu fortes dores abdominais e foi constatado a diagnosticada a diverticulite, seu médico lhe passou uma dieta para comer apenas batatas cozidas, fiquei preocupada, pois a batata não tem todos os nutrientes necessários para uma pessoa idosa.
    Quais alimentos, plantas dentro da medicina natural poderá ajudá-la neste tratamento

  7. Rudimar dos Santos comenta:

    17 junho, 2011 @ 11:32 PM

    Boa noite Dr.Armando. Gostaria de tirar uma duvida. Eu a 7 anos atras tive infecção generalizada, onde tive que usar por cinco meses uma bolsa colostomia, por 5 meses, devido a uma cirurgia de apendice mal feita, resultando a infecção. agora atualmente, estou sentindo fortes dores e onde foi feita a ligação do intestino novamente, após a colostomia, esta doendo bastante, e mesmo tocando com a mao na barriga onde foi feita a cirurgia dói, e a comida esta tendo dificuldade para passar ali onde foi feita a cirurgia, hoje eu não consigo mais comer um pedaço de frango pequeno, que não faz digestão e me estufa e da vomito e fortes dores, e tenho que ir ao hospital tomar soro para acalmar e remedio no soro para ajudar a descer, atualmente, minha alimentação é sopa de farinha de milho com um caldo de feijao e massa, alem do café da manha com uma ou duas fatia de pão, mas como não estou mais tendo paz e nem tranquilidade, pois estou muito preocupado com isso, ja procurei um médico e ele me resseitou fazer a colonoscopia, onde ainda vai ser feita, mas gostaria de saber se isto pode ser muito grave, qual o procedimento tomar, se tem algum outro tipo de exame q pode ser verificado por fora, se possa haver alguma aderencia, ja q eu fico pensando q possa ser aderencia q esteja prejudicando a passagem do alimento no intestino e se a colonoscopia vai me tirar todas as duvidas, ou vai realmente resolver todos os problemas. Por favor, fico no aguardo… Desde ja agradeço a atenção e aguardo a resposta.

  8. carla comenta:

    2 julho, 2011 @ 10:01 PM

    colite, diverticulite e diverticulose essas doenças são consequencias da bebida alcóolica em excesso? GOSTARIA MUITO DESTA RESPOSTA O MAIS BREVE. OBRIGADA.

  9. gemilton comenta:

    30 setembro, 2011 @ 4:35 PM

    Boa tarde.
    tenho diverticulite constatado atravez de uma tomografia computadorizada, descobri depois de uma crise renal, mas agora estou com coceira no anu apos ir ao banheiro,a coeceira e tão intença que chega a sangrar, meu medico me mandou parar de usar papel higienico, (lavar ou usar lenço umidecido) fiz exames de prostata como de costume e o medico disse que estar tudo bem preciso de ajuda o posso fazer alem da minha dieta que estou comprindo a risca. me ajuda fico na aguardo agradeço a atenção.

  10. Fernando comenta:

    17 outubro, 2011 @ 1:26 PM

    Boa tarde !

    Tive diverticulite constatado atravez de uma tomografia computadorizada, fiquei 3 dias internado para tratamento. Gostaria de saber se confio na TC quantos porcento que seja diverticulite? e tambem gostaria de saber se a sensação de evacuação incompleta tambem é por causa da diverticulite.

  11. ruan comenta:

    5 novembro, 2011 @ 2:28 PM

    boa tarde! tive diverticulite a uma semana atras , de agora em diante o que tenho afazer para levar uma vida normal

  12. nilza da silva comenta:

    2 dezembro, 2011 @ 8:02 PM

    Oi eu li a respeito das dores nas pernas, eu tambem sofro de diverticulite e ja fiz tratamento de ileite.
    Nossa e terrivel eu sinto dores insuportaveis nas pernas o medico mandou eu fazer caminhada, mas nao consigo andar minhas pernas travam literalmente, tenho que sentar, esperar e ir de noite nao consigo dormir,viro a noite inteira nao acho posicao , tem dias que fico tao ruim que nao consigo lavar um copo.
    Nao tem remedio que resolve, nao posso tomar voltarem, eu nem sei mais o que fazer, se alguem puder me ajudar por favor eu agradeco. Obrigado

  13. Solange Duarte Albuquerque comenta:

    22 dezembro, 2011 @ 4:52 PM

    Boa tarde!
    minha mãe tem 77 anos e também sofre deste mal diverticulite. hoje liguei pra ela e como sempre me diz que tem dores mal estar o tempo todo.Estou muito triste e preocupada .Neste site percebo como tem tantas pessoas com este problema . Eu gostaria de saber
    se existe um remédio que alguém ja tomou e sentiu alívio, por favor me ajudem. Desde já agradeço, pois gostaria muito que ela pelo menos neste final de ano se sinta melhor.
    Solange

  14. martinha comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 7:01 PM

    boa noire !!! no inicio de novembro comecei a sentir dores na barriga exatamente na regiao pelvica nao tive febre nem prisao de ventre nem diarreia mas sim muita dor fui a varios medicos e por fim fui ao proctologista e ele me passou uma colonoscopia diz o exame e constatou uma diverticulite leve tenho 53 anos ! o que posso comer e o que evtar para que isto nao tenha dimensoes maiores ?? isto aumento do leve para outro grau?? oberigado

  15. silvio comenta:

    13 janeiro, 2012 @ 10:16 PM

    Recebi alta hoje, com diagnostico de diverticulite só estou tomando suco e água
    Nao sei o que poço comer, por favor alguem pode me passar alguma dieta???

    Grato,
    Silvio.

  16. geralda faria comenta:

    3 fevereiro, 2012 @ 5:12 PM

    ola obrigada,eu lí e achei interessante,pois eu tenho dores do lado esquerdo do abdomem a mais de 2 anos,fiz tumografia ,em novembro de 2011e foi diagnosticada diverticule estou fazendo tratamento com cefalexina,passaneuro fitoterápico e cetoprofeno p/ dores,más ainda sinto muitas dores prinsipalmente quando vou evacuar,meu médico disse pra fazer esse tratamento durante 10 dias,se não passar vamos recorrer a um cirúrgia,gostaria de uma 2º opnião.por favor.obrigada novamente.

  17. lilian ferreira comenta:

    9 fevereiro, 2012 @ 1:12 PM

    Boa tarde! Há tres dias comecei com febre, e dor e muita sensibilidade ao toque no meu abdomem do lado esquerdo.Fui ao Ps, e após uma tomografia foi constatado que estou com diverticulite,. Estou fazendo o tratamento em casa com antibiótico e analgésico, não tive mais febre, mas o meu lado esquerdo continua muito dolorido, ecomo se fosse uma pressão. gostaria de saber, quantos dias demora para melhorar os sintomas, e também que tipode alimentação posso fazer nesse período da crise. Desde já meus agradecimentos.

  18. Edna Maia comenta:

    27 fevereiro, 2012 @ 11:31 PM

    Boa Noite, Tenho 40 anos e descobri que tenho diverticulite deste os 38 anos, gostaria de ter contato com algumas pessoas desta mesma faixa etária, pois o médico me falou que é raro em pessoas com menos de 50 anos. A primeira crise foi tranquila, mas a segunda que começou em novembro/11 está até hoje, tenhos muita dor do lado esquerdo, tem dias que a minha barriga está muito inchada e em outros não. Estou tomando ciprofloxaxino de 500 mg e metronidazol a mais ou menos 2 meses, não consigo melhorar, não posso fazer a cirurgia agora, se alguém poder me ajudar. Se algum médico poder me ajudar, agradeço.

  19. Edilson comenta:

    7 abril, 2012 @ 2:40 PM

    Boa tarde, tenho dores abdominais a 4 anos.
    Já fiz 2 endoscopia,2ultrassonografia,1 colonoscopia,1 tomografia, 1 ressonancia, exames de sangue e de fezes e outros exames. e nao diagnosticaram nada.
    Tenho queimas no abdome em cima e em baixo do umbigo, e a barriga só fica pipocando como se fosse gases!!
    Nao sei mais o que fazer, ate a meu medico ja nao sabe mais.
    Obrigado e aguardo sua resposta.

  20. selma comenta:

    19 abril, 2012 @ 12:37 PM

    Depois de muitos anos de idas e vindas em especialistas, hoje infelismente decobriram que minha diverticulite é cronica e tenho que fazer a cirurgia, será uma laparotomia total, pq meu intestino está demais comprometido e não poderá ser por via laparoscópica, estou muito deprimida pq sou uma mulher jovem e não queria jamais ter minha barriga com uma cicatriz enorme, eu sei que não tem outro jeito, mas mesmo assim gostaria de saber de alguem que já fez essa cirurgia para poder ter um alento, se der tempo né pois estou bem mal. abraços

  21. Abelário comenta:

    30 abril, 2012 @ 11:10 AM

    Dr. Armando, aparentemente só tenho diverticulos, não tenho febre , nem nauseas.Esse diverticulos foram detectados via colonoscopia.
    Tenho seguido praticamente todas as recomendações especifica para o problema. Ha pelo menos 10 dias estou sentido muita dores abdominais (Lado esquerdo), com mais intensidade à deitar. Dores que só passam com anti-espasmodico. Pergunto: O antibiotico estaria indicado neste caso?

  22. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    1 maio, 2012 @ 6:00 PM

    Não. Os antibióticos destroem as bactérias boas do nosso organismo e provoca graves distúrbios intestinais. Veja as páginas sobre o microbiota humana e metagenoma.

  23. carla comenta:

    2 maio, 2012 @ 9:20 AM

    Minha mãe etá com crise de divirticulite não consegue evacuar esente dores fortes no abdomem e consequencia ocorre infecção urinária,gostaria de saber qual a alimentação correta e gostaria de saber o tratamento mais adequado para situação.
    por favor me ajudem não sei mais o que faço pois as vezes até os remédios que tomada parece não fazer afeito.

  24. jaqueline lucio comenta:

    26 maio, 2012 @ 11:01 PM

    dia 05 de maio fui diagnosticada depois de 2 TC com contraste com diverticulite aguda, não tive febre, vomitos nem sangramento, intestino funcionava todos os dias mas das duas formas alternando-se em diarreia leve e fezes duras.tive dores muito intensas no quadrante inferior abdominal esquerdo.
    fiquei internada só no soro e antibióticos IV e fui submetida a uma punção guiada por TC ficando com dreno durante 10 dias a infecção entrou em remição. retirei o dreno tive alta mas ainda sinto desconforto abdominal, e algumas fisgadas tenho medo pois escapei da cirurgia de emergencia, com colostomia, fico apavorada, pois não estou tomando agora medicamento nenhum, fiz outro exame de sangue para ver se ainda ha infecção, me alimento a base de fibras sem lactose, sem grão e sementes. em guanto tempo esse desconforto abdominal passa??
    obrigada

  25. Ana Rhara comenta:

    15 junho, 2012 @ 3:26 PM

    beber cerveja tendo cancer no estomago faz mal?

  26. michelle aparecida bonani comenta:

    18 junho, 2012 @ 11:12 AM

    meu sogro fez uma cirurgia para retirar um tumor no intestino a +ou-15 dias,só que aconteceu de abrir 2 pontinhos na barriga,(externo),mas ontem ao dar um espirro forte começou a sangrar de dentro pra fora,gostaria por favor de saber o porque isso aconteceu .por favor me mande uma resposta…obrigada

  27. jaqueline lucio comenta:

    21 junho, 2012 @ 7:40 PM

    mesmo tomando antibióticos e comendo alimentos leves de pastosos a liquidos ha dias que não sinto quase nenhum desconforto mas ha dias que as dores são intensas que fico apavorada, tenho que fazer cirurgia eletiva, meus exames de sangue voltaram ao normal e não tenho febre, mas ainda tenho 2 coleções consideradas pequenas uma de 4cm e outra de 3,5cm a que foi drenada no inicio maio era de 12cm mas sumiu
    gostaria de saber pq dóiii tantoooooo

    obrigada

  28. janice comenta:

    27 junho, 2012 @ 1:16 AM

    Como posso ler as respostas às perguntas que já foram feitas? Muitas dessas dúvidas também são minhas.
    Agradeço desde já, Janice

  29. xela comenta:

    28 julho, 2012 @ 5:18 PM

    Fiquei internado por duas vezes com diverticulite, dor no lado esquerdo do abdome na parte inferior, tive como sintomas sangramentos algumas vezes nas fezes, imaginava ser problemas com as hemorroidas, porém, as vezes não sentia dor e o sangramento parecia ser interno. Quando senti fortes dores abdominais no lado esquerdo fui ao hospital e após exame TC ficou diagnosticado divertículo com 1,3 cm e infecção com 18000 numero de leucócitos quando normal é até 10000. Estou em tratamento. Minha alimentação é normal, voltada apenas a muita fibra e líquidos. Recomendo a qualquer pessoal com dores parecida a procurar urgente um médico para exames de sague, afim de detectar infecções e requisitar uma Tomografia Computadorizada, no momento os médicos não me recomendaram cirurgia, só tenho 36 anos, e se querem saber acho que meu trabalho que tenho tanto expresse ajudou a criar meu problema. Além disso, é certo que as bebidas alcoólicas prejudicam ainda mais, pois quando bebia sentia muito mal intestinal e os sacramentos nas fezes aumentavam. Peço as pessoas que já tiveram casos parecidos e conseguiram reverter a situação sem cirurgia com condições de vida normal possam dar sua experiência para que possamos ter um pouco de esperança.
    Espero ter ajudado de alguma forma. Boa sorte e saúde a todos!

  30. Joao Lopes comenta:

    27 agosto, 2012 @ 7:42 AM

    Caro Dr..Gostaria de uma dieta para esse prob.de diverticulite. Tenho crises com dores abdominais e inchaço na barriga..As vezes no lado esquerdo mas gazes e muitas vz na barriga total..Ja fiz a colonoscopia e houve o diagnostico da div… Sera que poderia me responder se havera necessidade de cirurgia,, ou como uma dieta podera resolver meu prob.??Tenho 59 anos e nao gostaria de passar por uma cirurgia agoara..Aguardo e agradeço..

  31. Érica comenta:

    30 agosto, 2012 @ 10:43 PM

    Dr. Armando, tenho alguns divertículos e o médico me proibiu de comer pipoca e uva, isto é verdade, nunca mais vou poder comer?

  32. Daniella comenta:

    11 novembro, 2012 @ 9:41 PM

    Boa Noite Dr. minha mãe descobriu a 15 dias que esta com diverticulite, e o médico falou pra ela tomar um antibiótico por 14 dias.. ontem fez 13 dias de antibiotico e ela apresentou febre de 39 graus. Hoje no 14° apresentou de novo. Isso é normal? Ela tem sentido uma dor fraca nas costas do lado esquerdo, mesmo tomando esse antibiotico. Me ajude, Dr. por favor.. Será que ela tem que operar logo? Ela ta fazendo dieta pastosa, tomando agua de coco e sopa sem condimentos e batida no liquidificador.. esta certo? O senhor tem algum médico para indicar? Moro em Niterói – Rio de Janeiro

  33. gabriela comenta:

    1 fevereiro, 2013 @ 5:00 PM

    Gostaria de saber qual medico procurar pois tenho diverticulite,e qual tipo de alimentaçao devo fazer…obrigada,aguardo resposta.

  34. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    2 fevereiro, 2013 @ 8:37 AM

    O médico que cuida das diverticulites é o gastroenterologista clínico. A orientação dietética é feita por nutricionista.

  35. carla araujo comenta:

    11 fevereiro, 2013 @ 10:34 PM

    boa noit! tenho 26 anos,e fiz uma tc e deu diverticular m consultei,vou fazer colonoscopia sinto muitas dores no lado esquerdo na barriga e bem em cima do bumbum, já tive sangramento retal com fezes e sem, sangrei por canal da urina tambem junto com retal fui ao hospital tambem com dor disseram que eu estava com emoragia,sinto muitas dores por favor m digam o que eu tenho…

  36. xela comenta:

    22 maio, 2013 @ 11:29 PM

    Fiz um comentário no dia 28/07/2012, e depois dessa data voltei a sentir dores e precisei novamente de internamento. Não teve outra forma para curar a não ser pela cirurgia. Fiz no dia 25/10/2012 como foi programada foi por vídeo e consegui me recuperar em apenas 30 dias, e após 45 dias voltei a trabalhar. Hoje 25/05/2013 estou totalmente recuperado, faço academia regulamente e sinto-me muito bem. A única coisa que mudou foi q aumentou o calibre das fezes, após a desobstrução cirúrgica e isso causa um certo desconforto. Evito comer feijão para não ter gases e fora tudo certo. Recomendo a todos a procurar um médico assim q sente um problema para evitar que se agrave. Se a opção melhor for a cirurgia coragem e muita coragem…enfrentar de frente logo no inicio pode ser melhor que esperar a piora e ter que fazer com emergência. Muita força a todos e contem suas experiências para que outros saibam o resultado desses problemas e possam se confortar! abraços

  37. Barbara Bruna comenta:

    3 agosto, 2013 @ 3:33 PM

    Boa tarde,
    Minha mãe fez a cirurgia de diverticulite a um mês e ficou com a bolsa de colostomia! Esta seguindo a dieta que a medica passou a base de fibras!, na ultima semana ela esta sentindo muitas dores de barriga e esta com diarréia o tempo todo, sente muito enjôo também e acaba não conseguindo se alimentar direito!
    Gostaria de saber se esses sintomas são normais no pôs cirúrgico ?
    Abraços !

  38. Andréa comenta:

    17 agosto, 2013 @ 1:41 AM

    Tenho 35 anos, desde os 31 tenho diverticulose, descobri através de TC e depois colonoscopia. Já fiquei hospitalizada e tive várias crises. Meu médico me indicou uma cirurgia, pois me fala que é melhor passar por ela agora que por uma de emergência, pois como já tive várias crises meu intestino esta espesso. O que me dá mais medo é que ele quer que eu faça uma laparotomia ( incisão) , não laparoscopia ( vídeo) como o da Xela, tenho muito medo. Alguém já fez essa cirurgia, ela dura em média 4 h.

  39. Alex comenta:

    10 outubro, 2013 @ 10:36 PM

    Prezada Andréa,

    Seria interessante procurar também conselhos de outros médicos, que estudem seu caso e lhe confirme essa necessidade. Fiz essa cirurgia por vídeo em 25/10/2012, e estou muito bem… faço academia e trabalho normalmente. Muita coragem nessa hora.

  40. Luiz Alfredo comenta:

    17 março, 2014 @ 5:57 PM

    Boa Tarde! Estou precisando de ajuda, minha mãe tem 85 anos e foi internada com infecção intestinal, após vários exames foi constatado Diverticulite, ela já esta internada há 7 dias ainda não recebeu alta, minha duvida e qual tempo ela terá que ficar internada, já que o médico ainda não me disse.

  41. salmonita varela de olivrira comenta:

    18 agosto, 2014 @ 9:44 AM

    a minha irmã estar emternada na uti porque sentia um dor muito forte da perna para a barriga quando o medico abrio tinha muito pus e a febre não passa. qual é o quadro dela

  42. adriana pinheiro comenta:

    28 agosto, 2014 @ 10:09 AM

    ola dr fiz a cirurgia de diverticulite foi por video mas aberto em baixo na cesaria, voltei a trabalhar e começei a ter dores fortes no pe da barriga fiz uma eco de abdomen estava com edema, mas desde entao tenho sentido dores horrivel para evacuar a sensaçao que estou no vivo por dentro isso é normal

  43. MARIA ENY FERNANDES TOCAFUNDO comenta:

    2 setembro, 2014 @ 12:52 PM

    Tenho diverticulite há 20 anos.já fui ao médico três vezes,mas os médicos não resolveram nada Portanto estou indo direto a um proctologista cirurgião ,semana que vem. Tenho diarreia e prisão de ventre constante cada dia de um jeito.É crônica ,já fiz colonoscopia uma vez e comprovou a diverticulite.Mas como eu disse o médico receitou ante-biótico e voltasse se precisasse.Portanto continuo com prisão de ventre ou diarreias,fico muito incomodada, deixo até de sair.O problema é que já estou com 76 anos e6 meses.É perigoso caso precise de cirurgia ?

  44. RICARDO comenta:

    7 novembro, 2014 @ 1:45 PM

    Dr bom dia,

    Vou explicar meu caso.

    A mais ou menos 3 meses tive uma dor do lado esquerdo , logo abaixo do umbigo. Fui ao médico que me disse que provavelmente estaria com Diverticulite.
    Eu não apresentava febre , nem constipação nem diarreia. Meu intestino sempre foi regulado e assim ele continua.
    Fiz 2 exames de ultrassom que nada diagnosticou. Fiz colonoscopia e diagnosticou alguns divertículos esparços e um enantema. Diagnostico: DIVERTICULITE EM REGRESSÃO.
    Bem depois disto já passei em 3 medicos.

    Tratamentos: 1 medico – 45 dias de Mesalazina – 1600mg
    2 medico – Floxacino 400mg – 7 dias 1 vez ao dia
    Flagyl – 400mg 2 vezes ao dia – 8 dias
    3 medico – Duspatalin 2x ao dia por tempo indeterminado.

    Tenho 36 Anos, a dor mesmo que de baixa intensidade continua (Raramente uso buscopan , pois a dor incomoda mas não é de grande intensidade).
    2 médicos são contra a cirurgia.
    1 é a Favor.

    Obs: Fico meio preocupado, sou muito ancioso. Sera que estou com Doença Diverticular(Sintomatica)?
    Será que posso ter algo a mais que a Colono não viu??? Ou um erro na Colono???
    Vou conviver com esta dor , se não fizer a cirurgia?

  45. MABEL ALMEIDA comenta:

    12 maio, 2015 @ 11:59 AM

    Eu não entendo o por quê de não haver respostas de algum médico sobre as perguntas feitas no site. MUITAS PERGUNTAS E POUQUÍSSIMAS RESPOSTAS. Muitas vezes são perguntas que eu mesmo poderia fazer e querer saber a resposta, mas fico nadando na areia, pois não visualizo resposta à respeito. Vamos melhorar esse sistema de resposta ou então não publicar mais nenhuma pergunta. Obrigada. —————

Deixe seu comentário aqui !