13 - jan
  

Zumbido – Fisiopatologia

Categoria(s): Fonoaudiologia, Otorrinolaringologia geriátrica




Entendendo

Um terço da população adulta sofre ou já sofreu de zumbido, que é uma das três grandes manifestações otoneurológicas, ao lado da perda da audição (diacusia neurossensorial) e da tontura, sendo muitas vezes a principal queixa do paciente.

zumbidoZumbido (tinnitus) é a sensação de ruído leve, moderado ou severo no ouvido, perto do ouvido ou à distância, em alguma outra parte da cabeça. Os ruídos podem ser de vários tipos (chiado, assobio, barulho de chuva, estalos etc.). A maioria das pessoas não se incomoda com o zumbido, só o percebendo em situações especiais como no silêncio ou após a ingestão de alcool. Em 5% dos casos, o zumbido chega a ser insuportável, dificultando as atividades normais, prejudicando a concentração, o raciocínio e a memória.

O zumbido não é uma doença em si, mas sintoma de alguma lesão ou desordem no sistema auditivo. Há mais de 200 doenças relatadas que podem causar o zumbido e é fundamental saber identificar as causas de cada caso.

O zumbido pode ser classificado em dois tipos: o períotico (ZPO) e neurossensorial (ZNS)

O zumbido períotico (ZPO) é o ruído gerado nas estruturas próximas à orelha interna e transmitido à cóclea. Como não é originário do labirinto, praticamente não tem relação com outras manifestações otoneurológicas como tontura, diminuição da audição (disauisia neurossensorial) e intolerância a sons intensos. As causas do ZPO podem ser miogênica, vascular e tubal.

O ZPO miogênico podo ser causado tanto pelos músculos da orelha média (tensor do tímpano e estapédio) como pelos músculos elevador do palato e tensor do palato, que alteram a fisiologia da tuba auditiva.

O ZPO de origem vascular é percebido como um ruído pulsátil síncrono com os batimentos cardíacos e é causado pelo fluxo sangüíneo, transmitido à orelha interna diretamente ou através da orelha média. Pode ser causado por tumor glômico (jugular ou tímpano), aneurisma da artéria carótida interna, fístula arteriovenosa e hipertensão arterial.

O zumbido neurossensorial (ZNS) manifesta-se em situações, como alterações metabólicas, infecções,traumas, tumores, isquemia e principalmente, uso de medicamentos ototóxicos, em que ocorre disfução na cóclea, especialmente nas estruturas neuroepiteliais do órgão de Corti e em todo sistema auditivo (desde a sinapse entre a célula ciliada e os dentritos do gânglio espiral, passando pelo nervo coclear, vias auditivas no troncoencefálico, no diencéfalo, nas estruturas subcorticais até a área auditiva no córtex cerebral, situado no giro temporal transverso anterior).

O ZNS é referido como um ruído semelhante a apito, chiado, cachoeira, chuva, cigarra, etc. É esse zumbido que mais incomoda a pessoa e é o mais difícil de ser tratado, por sua complexa fisiopatologia, envolvendo inúmeras estruturas, como vimos acima.

Como o órgão de Corti faz parte do labirinto membranoso e este é constituído, também, pela mácula utrículo-sacular e pela crista ampolar, as alterações existentes na cóclea podem manifestar-se nas estruturas do labirinto posterior, causando, além das manifestações auditiva, vertigem, tonturas e desequilíbrio.

Como o zumbido afeta física, mental e psicologicamente a pessoa, cabe ao geriatra ouvir atentamente as queixas procurando estabelecer a etiologia, compreendendo a fisiopatologia e estabelecendo uma parceria com paciente, aliviando sua ansiedade e tornando o zumbido menos problemático.

Tire suas dúvidas acessando 10 as páginas – Vertigem – 200 dúvidas a respeito

Referências:

Fukuda, Y – Zumbido: Diagnóstico e tratamento. Rev.Bras Med Otorrinolaringol, 1997,4(2):39-43.

Fukuda Y – Zumbido e suas correlações otoneurológicas. In Ganança MM – Vertigem tem cura? O que aprendemos nestes últimos 30 anos. Editora Lemos, São Paulo, 1998. p.171

Tags: , ,




Comentário integrado ao Facebook:


108 Comentários »

  1. Estela Marques comenta:

    2 março, 2008 @ 3:46 PM

    Quero parabenizara equipe,pelas informações.
    Apesar de ter 54 anos sofro com o zumbido pulsátil,ouvindo as batidas do coração,coisa que mito incomoda.
    Gostaria de saber mais sobre isso,já fiz vários exames,mais ninguem se interessou em pesquizar.
    Se pudesse gostaria de saber que exames detectaria o motivo,já fiz tomografia,e não apareceu nada.Tenho as vezes crizes sérias de labirintite,não sei se está associada ao zumbido.
    De qualquer maneira caso não seja possível maiores informações,gostei de visitar.
    Atensiosamente Estela

  2. Lucênia comenta:

    15 março, 2008 @ 1:36 AM

    Sofro com o zumbido pulsátil, há 29 meses, ouço as batidas do coração, motivo pelo qual necessitei implantar um carretel para aliviar a intensidade do som.
    Com o carretel não pude fazer ressonância, para detectar aneurismas ou outros problemas vasculares.
    gostaria de ser orientada, pois até agora nehum especialista mostrou-se interessado em me ajudar

  3. david poubel do carmo comenta:

    24 março, 2008 @ 1:45 AM

    Passei a conviver com o zumbido pulsatil a aproximadamente 7 meses. Fiz diversos exames, como por esemblo: audiometria, tomografia, angioresoancia, ressonacinca magnetica, rx etc… A primeira medica disse que ea para eu aprender a conviver com o problema pois nao tinha soluçao. Como nao gostei do diagnostico, fui a outro medico que avan;ou no diagnostico. Mas nao tive melhoras. No terceiro medico, os exames foram mais completos, mas nenhum resultado que me libertasse do zumbido pulsatil.

    Estou fazendo alguns exames solicitados por um endocrinologista, pois quem sabe nao se trata de problemas metabolicos. Alem dessa possibilidade, sofro de ansiedade e quem sabe ela nao eh a culpada.Ah, as vezes tenho uma pequena pressao na cabeca. Quem sabe ela nao esteja provocando o zumbido,

    Estou tentando ter qualidade de vida com essa zoeira em minha cabeca.

    Vcs podem me ajudar?

  4. Eunice comenta:

    3 abril, 2008 @ 10:29 PM

    Sou portadora de zumbido há tres anos. Já fiz diversos exámens que não mostran a origen do zumbido. Entre tantos, fiz uma arteriografia que mostrou um aneurisma na carótida interna,lado direito. O zumbido é no ouvido esquerdo.
    Este zumbido as vezes para durante um dia, mas sistemáticamente durante o sono. devo comprimir alguma estrutura, é ao acordar no dia sgte que ele volta.
    Gostaria de saber se existe algúm exámen que possa mostrar essa compresão pois após meses e meses de observação,cheguei a essa conclusão.
    No meu caso, poderia o aneurisma estar interferindo? Ele é extra craniano.

    Atte
    Eunice

  5. Aline comenta:

    1 maio, 2008 @ 7:17 PM

    Estou com esse zumbido neurossensorial. Isso está me deixando extremamente irritada. Penso que a causa desse zumbido veio após a ingetão de antidepressivos os quais fiz uso ou por um passeio que fiz próximo à uma cachoeira. Tenho 30 anos, pretendo retornar à minha faculdade, mas não consigo ouvir nada direito do que as pessoas, a tv transmite. Fui ao otorrino e ele me disse a famosa frase….vai ter que aprender a conviver com isso! Fiz muitos exames, os mais variados e nenhuma solução, nenhum diagnóstico preciso. Preciso melhorar ou pelo menos reduzir a intensidade do ruído. Gostaria de saber de vocês: 1) Tem cura? 2) Pode ter sido provocado pelo antidepressivo? 3) Como proceder daqui pra frente? 4) Devo procurar uma prótese auditiva?
    Agradeço a atenção e aproveito para relatar que li os comentários, bem como a matéria acima descrita. Parabéns! Belo trabalho!

    Att.

    Aline

  6. fernando comenta:

    8 maio, 2008 @ 9:32 AM

    Sofro com zumbido ha 8 anos .tenho 32 anos . Fui em vários medicos os quais falam a mesma coisa, ACOSTUME_SE. E é verdade,,parece que no meu caso não tem cura, Sofri muito pois da um dezespero tremendo,,,Aprendi a conviver com ele , deixando ele de lado na minha vida, evitando ficar em lugar de muito silÊncio, e procuro fazer muito esporte para quando me deitar eu logo dormir , pois com este barulho fica impossível dormir.Mas garanto uma coisa a vcs: a gente acostuma com este barulho.E peço muito a DEUS que interceda pelo meu problema e todas as pessoas que sofrem deste mal….EStou a disposição de quem precisar …ABÇO

  7. Elisângela comenta:

    31 maio, 2008 @ 10:03 AM

    sofro com esse zumbido há 8 anos ,tenho 29.fui em vários médicos e fiz vários exames,não sei o que fazer isso me deixa arrasada,as vezes penso que pode ser algo grave que ninguem descobre…fiz tumografias ,eletrocefalogramas,audiometria,e nada de descobrirem á causa…Eu também como muitas pessoas estou me acostumando com ele,sendo que não é o que quero!queria poder deitar sem ess barulho infernal…Somos bobrigado á nos acostumar,vamos fazer o que!se os próprios médicos dizem isso!
    Sem contar que ainda tenho sindrome do pânico,tudo começou junto,tenho que conviver com essas doenças que me fazem sofrer,acho que se não fosse Deus eu não resistiria…
    O zumbido é no ouvido direito,sendo que as vazes sintomeu ouvido um pouco úmido,e percebo que dá mas cera nele doque no esquerdo,não tenho dificuldade de ouvir ,ouço até d +,tenho uma sensibilidade tremenda…Dez de já agradeço!…

  8. Marlene Ferretti comenta:

    15 junho, 2008 @ 12:00 PM

    Eu tbém sofro desse mal zumbido pulsatil no ouvido!!!! nossa eu pensei que eu era a única a ter esse problema.Eu sofro desse mal a mais de 10 anos, já fiz todos os exames e já passei por vários médicos e realmente ninguem sabe explicar nada…..cheguei ir até no hospital das clínicas passar por um professor especializado e nada.Minha audição é perfeita mas os barulhos dos batimentos cardíacos e terrível, é claro que agente em que acostumar, mas eu não nasci com isso.
    Se existir cura por favor me conte, pois gostaria muito de ficar curada
    obrigada Marlene

  9. jose quesada jimenez comenta:

    25 junho, 2008 @ 6:45 PM

    tenho zumbido pulsatil há mais ou menos 5 anos. ao ritmo das batidas do coração.
    fiz consultas , tomografia , ressonancia , enfim um monte de coisas.
    nunca resultou em nada
    alem disso tenho pequenas tonturas há anos e minha audição no ouvido esquerdo
    teve declinio.

    voces tem algum medico que conheça o assunto para indicar-me ?

  10. José Augusto Duarte comenta:

    7 agosto, 2008 @ 4:34 PM

    Recentemente tenho sofrido com este ruído pulsátil. Já fiz ressonância magnética, audiometria e alguns outros exames.
    Mas, pelo depoimento dos colegas, acho bom ir acostumando.
    Também gostaria de receber informações sobre tratamentos e especialistas.
    Felicidade a todos.

  11. Edevaldo Lirio Rodrigues comenta:

    3 setembro, 2008 @ 12:32 PM

    Estou a dois anos penando com esse zumbido, já fui a vários médicos e fiz vários exames, até agora nada. Todos os médicos mandam toma o equitam(gingo Biloba),tem hora que o zumbido é tão forte que penso que vou ficar doido, aí tenho que tomar algum calmante, será que DEUS vai colocar algum médico em nosso caminho para amenisar o nosso problema. Boa sorte a todos e qualquer novidades me informe.

  12. micheliny comenta:

    9 setembro, 2008 @ 9:55 PM

    engraçado meu ouvido começou a zumbir quando eu tinha um sonho ruim eu acordava do sonho com meu ouvido apitando agora percebo que quando deito do lado esquerdo ele começa a fzer como se fosse uma pressao como se estiva-se um saco com agua e agente apertace e saise so aquele pouquinho de ar. estou com medo

  13. Ana Maria C comenta:

    28 novembro, 2008 @ 9:35 AM

    Micheliny…estou como vc…eu tenho esses zunidos apenas durante o sono e sempre acordo com eles…e se tenho um sonho ruim tb provoca os zunidos , e o dia todo eu sinto uma forte pressão na cabeça…não teno plano de saude e nem dinheiro pra exames …já fazem 4 meses que estou com isso e estou entrando em desespero, acho que estou com algo grave na minha cabeça…

  14. Ana Cláudia comenta:

    16 dezembro, 2008 @ 10:32 PM

    Ao David Poubel do Carmo

    Estou com o mesmo sintoma e gostaria de saber como foi a angioressonância, pois estou apavorada e com medo pois nunca fiz algo tão complicado, poderia me ajudar??

    Obrigada

  15. Thais comenta:

    23 dezembro, 2008 @ 11:44 AM

    Oi, existe algum tratamento específico para o ZPO miogênico?

  16. Robertson Ferraz comenta:

    4 janeiro, 2009 @ 5:23 PM

    Sou mais um na lista do zumbido pulsatil, fazem 3 anos que sinto, sou musico, o que agrava o problema, tive uma perda auditiva leve, sinto dor de cabeça leve e constante , insônia, e fadiga. Já fiz todos os exames citados e tomei varios medicamentos, alguns p labirintite. Obtive bons resultados com ginko biloba, propanolol e alguns antidepressivos e ansioliticos (clonazepam e amitriptilina), não gostaria de tomar medicaçao o resto da vida pois tenho 38 anos, o zumbido diminui mas não cessa. Pelo visto meu problema é mais comum do que eu pensava. abç a todos

  17. Suely Viana comenta:

    5 janeiro, 2009 @ 6:40 AM

    Sofro há sete anos de um zumbido contínuo na cabeca.
    Já consultei otorrinos e neurologistas, e nada foi acusado. Eles acreditam que seja estresse.
    Eu tenho lido muito a respeito e fiquei sabendo que as cusas deste zumbido sao inúmeras e vao desde problemas na cervical, passando por má oclusao da mandíbula e problemas no sist. auditivo.
    Recentemente fiquei sabendo que as pessoas estressadas tem uma voltagem maior que as pessoas sem este problema, e isto provoca uma aglomeracao dos glóbulos vemelhos, impedindo ou retardando assim passagem da ninfa pelos vasos sanguíneos, provocando este zumbido.
    Eu já estou tomando minhas providências: esta semana vou a um ortopedista, e depois pretendo checar a densidade/viscosidade do meu sangue e ainda controlar a oclusao da minha mandíbula.
    Vocês deverim fazer o mesmo.
    Boa sorte para todos!

  18. Eliana comenta:

    6 janeiro, 2009 @ 10:47 PM

    Olá, tenho 23 anos e há 2 sofro com o zumbido. Ouço
    meus batimentos cardíacos 24 horas por dia e por causa
    disso tenho sérios problemas para me concentrar nas
    atividades mais comuns do dia a dia. Sempre gostei
    muito de ler, mas depois que o zumbido apareceu, é
    quase impossível eu conseguir ler por mais de alguns
    minutos.
    Já procurei ajuda em vários médicos (otorrinolaringologistas,
    cardiovasculares, neurologistas, etc) e fiz os mais diversos
    exames, mas até agora pareço estar bem longe da cura.

  19. Eliana comenta:

    6 janeiro, 2009 @ 10:56 PM

    A única explicação que obtenho dos médicos é que a causa do problema na maioria dos pacientes não é conhecida, e que a única solução temporária é o tratamento com alguns calmantes, mas eu me nego a passar a vida inteira ‘dopada’ para ouvir o barulho do zumbido um pouco mais baixo do que o habitual.

    Se acaso interesse a alguém, meu email é edenicol@terra.com.br

  20. Silvia comenta:

    16 janeiro, 2009 @ 7:14 PM

    Quase chorei ao ler os depoimentos deste site, pois há poucos meses sofro com o zumbido pulsátil e vejo que o meu sofrimento está no começo.
    Comecei procurando na internet sobre o problema e vejo que é mais comum do que eu pensava, mas o desespero é que parece que não tem cura.
    O otorrino que consultei falou que tenho que me acostumar pois não tem cura e já começou pedir os exames.
    Se tiver solução peço para ser avisada, pois é muito difícil conviver com esse incômodo.
    Tenho 46 anos.

  21. Marlene Ferretti comenta:

    17 janeiro, 2009 @ 3:19 PM

    Olá, descobri um médico que trata o zumbido pulsátil através de acupuntura, eu ainda não passei com ele, mas tenho endereço e tel, quem quizer entre em contato, é a nossa chance de ficar boa dese mal.
    abraços

  22. Cristina comenta:

    19 janeiro, 2009 @ 7:45 AM

    Gostaria de saber se com vcs tb acontece de escutar esses zunidos só quando estão dormindo e acordar com eles???? Pois comigo é só quando estou dormindo; e já reparei que quando estou na TPM eles são bem mais fortes e constantes , e no resto do mes mais fracos embora sempre presentes…E se vcs tem outros sintomas tb…eu vivo com uma forte pressão em torno da cabeça…vcs sentem isso tb???

  23. Robertson Ferraz comenta:

    22 janeiro, 2009 @ 12:12 PM

    GENTE, ESTOU OBTENDO EXCELENTES RESULTADOS COM GINKO BILOBA E AMITRIPTILINA, 12,5 mg ao dia, É TRATAMENTO P ENXAQUECA TENSIONAL CRONICA, SINTIA PESO AO REDOR DA CABEÇA, ZUMBIDO PULSATIL E INSÔNIA., O ZUMBIDO NÃO SUMIU TOTALMENTE, MAS ATENUA. ACHO QUE NO MEU CASO, ELE TEM RELAÇAO COM STRESS. ABÇ

  24. Cristiani comenta:

    24 janeiro, 2009 @ 6:36 AM

    Estou grávida de sete meses e a partir dos quatro meses venho sentindo esse barulho pulsátil no ouvido direito. Os médicos que fui, me falaram que é de origem vascular, fiz exame de audiometria e um ultrassom das carótidas. Nesse ultrassom deu que a carótida do lado direito(o lado do barulho) está “discretamente maior”, quando pressiono na região do pescoço o barulho pára. Tenho medo de ser algo mais grave e que possa prejudicar na hora do parto.Gostaria de mais informações, mas pelo jeito, os médicos que fui ,também não sabem o que me dizer.Não posso fazer outros tipos de exames, nem tomar remédios. O que fazer?
    abraços

  25. david poubel do carmo comenta:

    5 fevereiro, 2009 @ 6:46 AM

    Oi Ana Cláudia, fiz angioressonância e nao apresentou problemas. Se ainda nao fez esse exame, seria interessante faze-lo pois vai dirimir suas duvidas de maneira que voce possa ficar tranquila e se limitar a aceitar o barulho do zumbido e tocar a vida.

    Antes eu ficava preocupado se havia uma veia obstruida que poderia gerar uma consequencia maior. Mas me conformei com o problema e tento assimilar que se nao aceitar o problema e nao aprender a conviver com ele, vou morrer de zumbido, mas se aceitar, vou morrer com o zumbido.

    Um abraco

  26. david poubel do carmo comenta:

    11 fevereiro, 2009 @ 1:33 PM

    Para Ana Claudia.

    Complementando o seuquestionamento acerca de angioressonancia, eh um exame que voce faz no mesmo equipamento que se faz ressonancia magnetica. Se vc sente claustrofigia por ficar alguns minutos na maquina, peca ao seu medico para fazer o exame com sedacao. Eh muito tranquilo e mapeia tudo. Vc vai ficar tranquila apos esse exame e vai ateh esquecer o zumbido. Vc vai rir dele.

  27. Liana comenta:

    27 fevereiro, 2009 @ 4:08 PM

    Passei há três meses atrás por uma perfuração do tímpano direito por conta de um cotonete. Imagine a dor e o desespero! Creio que estou curada dessa perfuração, pois não tenho sentido nenhum sintoma… porém com isso, agravou um problema de zumbido (creio eu que seja esse tipo pulsátil!!!) no ouvido esquerdo. Incomoda mesmo, é muito irritante, mas fazer o que, né… Espero que um belo dia acorde sem isso.

  28. Ana Cláudia comenta:

    2 março, 2009 @ 8:52 PM

    Para o David Poubel

    Olá, obrigada pelos esclarecimentos, fiz o exame em uma máquina nova, tipo uma ressonância, porém sem cateter na veia femural (o que mais me assustou) e não foi diagnosticado nada, porém estou com suspeita de ATM, talvez seja interessante você procurar um dentista especializado em orofacial, poderá ter correlação ao zumbido. Estou aprendendo por enquanto a conviver com o barulho e com isso tenho ouvido mais músicas clássicas, rsrs. Com fé, conseguimos caminhar.. QUalquer novidade compartilhe.

    Obrigada

  29. fernando comenta:

    3 março, 2009 @ 6:26 PM

    pessoal eu tenho 13 anos e tenho zumbido no ouvido esquerdo por causa de uma bomba que soltei e ela estourou em minha mão no são joão de 2008 . eu sounovo e a doutora disse que tem possibilidade de meu organismo reagir bem se isso acontecer eu posso ficar curado ,mas se eu ficar curado não vai ser meu organismo que vai reagir bem vai ser Jesus cristo que irá colocar a mão em mim .eu tenho apenas 13 anos e eu acredito muito em Jesus creio nele demais e pessoal não desanimem vão para a igreja e se Deus ver que vcs cresceram na fé ele irar tirar esta enfermidade de vcs .eu tenho zumbido a quase 1 ano e eu continuo acreditando que Deus irá me curar

  30. david poubel do carmo comenta:

    10 março, 2009 @ 6:30 PM

    Para Ana Claudia,

    Muito obrigado pela dica. Vou procurar especialista em ATM.Quando eu trabalhava no Banco, ATM significava aqueles equipamentos de Auto Atendimento. Agora estou a voltas com outro ATM.

    Volta e meia dou uma olhadinha nesse espaco e renovo minhas energias para buscar uma saida para esse zumbidinho danado. Mas a resignacao eh o caminho mais pratico.

    Mas nao podemos desanimar, devemos perseguir uma melhor qualidade de vida sem o zumbido. Veja bem, o zumbido nos prejudica muito, pois eh no silencio de um lugar qualquer o mais indicado para uma reflexao, uma leitura, ouvir o barulho de mar. O portador de zumbido nao pode sonhar com isto. Eu nao tenho lido mais.

    Se olharmos para tras veremos pessoas que se pudessem escolheriam o zumbido ao inves de males piores que posuem.

    Uma coisa eu digo, quando chegamos aos 50 anos aqueles probleminhas indesejados comecam a aparecer…

    Um abraco e qualquernovidades fale comigo

  31. Ana Cláudia comenta:

    10 março, 2009 @ 10:50 PM

    Para Cristiane ( que está grávida )

    Olá Cristiane, não se preocupe, tudo dará certo, eu tenho o zumbido pulsátil desde setembro de 2008, não é fácil de se acostumar, mas fiz inumeros exames e nada de grave foi diagnosticado, porém descobriram que uma veia do lado esquerdo está um pouco maior, mas não está prejudicando o fluxo sanguineo ao cérebro a médica falou que simplesmente adquiri, como se adquiri um problema qualquer, e mais, pretendo engravidar, então, não pense mais nisso, curta sua gravidez com muito amor e carinho, e se for o caso escute música, relaxe, o seu bebê vai agradecer. Abçs.

  32. david poubel do carmo comenta:

    11 março, 2009 @ 3:23 PM

    Para Ana Claudia,

    O meu exame de angioressonancia apresentou um problema semelhante a seu e os medicos me disseram a mesma coisa dita a vc. Gentileza me informar se vc tem algum problema de pressaozinha na cabeca de vez em quando. Estou tentando identificar o motivo dessa pressao intacraneana e ainda nao consegui.

  33. roseli quintanilha comenta:

    25 março, 2009 @ 12:42 PM

    oiiiiiiiiiiiiiiii…… tenho um zumbido a 3anos e tudo começou quando estava dormindo e entrou um bezourinho em meu ouvido, e não me preocupei em tirar………. depois de uma semana começou uma infecção, foi quando fui ao médico procurar ajuda , foi muito dificíl acabar com esta infecção,,, foi então a partir dai que comecei a ouvir este zumbido insuportavél, logo fiz uma timpanoplastia onde refiz todo timpano,quando acordei no hospital entrei em desespero pois achava que iria ficar livre do barulho, pois até hoje busco recursos para que me cura, infelizmente tento mais não tenho paz na minha cabeça pois nem a chuva ,o cantar dos passaros foram o mesmo……… por favor me ajudem………… abraço

  34. Patricia comenta:

    15 abril, 2009 @ 8:58 PM

    Olá amigos,
    Nenhum médico nunca vai nos curar, porém Deus pode.
    Proponho fazermos uma corrente de oração com dia da semana e hora marcada para nos unirmos numa corrente de oração em prol da nossa cura.
    O que acham???
    Há oito anos sofro com esse zumbido e quero dar um basta.
    No aguardo
    Beijos

  35. Lucy comenta:

    15 abril, 2009 @ 10:22 PM

    Olá, há três anos e quatro meses, sofro com ruído pulsátil no meu ouvido direito, que teve início no quinto mês de gravidez. Neste período já consultei vários médicos e fiz muitos exames, mas até agora não consegui a cura. Para diminuir a intensidade do som, que era muito intenso, um otorrino colocou no meu tímpano um tubo de ventilação, o qual faz diminuir a altitude do som. Até quando poderei ficar com esse tubo? Não sabemos ainda.
    Amigos, ainda tenho esperanças de encontrar a nossa tão sonhada cura.
    Abraços.

  36. Paulo comenta:

    30 abril, 2009 @ 1:30 PM

    Olá
    Tenho 37 anos, sempre escutei muito som alto e trabalho em obras pois
    sou eng civil com equipamentos e maquinas barulhentas. Fiz exame de audiometria
    e foi constatado um perda moderada de audição. Ha uns 2 meses começou o meu zumbido
    (que parece não ser tão alto como o das pessoas que li os relatos acima)
    procurei o otorrino ele me receitou o Tebonin 80 mg (ginkgo biloba). Até agora não obtive
    melhoras, se alguem conhecer um especialista no assunto ou tiver mais informações
    por favor entre em contato.Para pessoas que querem mais informações segue um link com um video bem esclarecedor sobre o assunto:

    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM804257-7823-OS+TRATAMENTOS+PARA+O+ZUMBIDO+NO+OUVIDO,00.html

  37. Carlos Henrique comenta:

    3 maio, 2009 @ 12:00 PM

    Olá a todos, pelo visto sou priviegiado, pois além do zumbido neurossensorial, tipo cigarra,h a dez anos, agora me surgiu também o pulsátil, esse sim incomoda!!!! Os exames, incluso a angio ressonancia da cabeça nada reveleram…. o que fazer

  38. Carlos Henrique comenta:

    3 maio, 2009 @ 12:01 PM

    Olá a todos, pelo visto sou privilegiado, pois além do zumbido neurossensorial, tipo cigarra,h a dez anos, agora me surgiu também o pulsátil, esse sim incomoda!!!! Os exames, incluso a angio ressonancia da cabeça nada reveleram…. o que fazer

  39. ELISANGELA comenta:

    4 maio, 2009 @ 9:06 AM

    Durante mais ou menos 2 anos eu convivi com um zumbido no ouvido esquerdo que me incomodava bastante . fui ao médico e ele me disse que eu iria ter que apreder a conviver com aquele barulho insuportavel. Pedi muito a Deus, Nossa senhora e fiz novenas e hoje não tenho nada, tenho certeza que foi DEUS E Nossa senhora que me curou.
    Acredite, tenha fé e peça Deus vai -lhe atender.
    Amém que Deus te abençõe também.

  40. David Poubel do Carmo comenta:

    6 maio, 2009 @ 12:12 AM

    Oi Paulo, muito obrigado por ter indicado essa materia sobre zumbido. Jah havia sugerido que esse tema fosse abordado pelo Jornal Hoje. Foi uma excelente entrevista com a Dra Tanitz, estudiosa do assunto.

  41. Jadson Lima comenta:

    3 junho, 2009 @ 6:00 PM

    Tenho zumbido intermitente nos dois ouvidos, os quais percebi na minha adolescência e achava que era normal. Hoje com 47 anos, o mesmo me acompanha até então e nunca cessou. Consigo levar uma vida normal, não focando a atenção neste problema (provavelmente por pensar até pouco tempo ser uma coisa normal). Na tentativa de diagnóstico, busquei um Otorrino que realizou alguns exames e nada encontrou de anormal, inclusive tenho uma audição completamente perfeita. O vídeo indicado por Paulo (logo acima) responde a muitas perguntas e dúvidas relatados neste site e aponta os progressos até então alcançados, aconselhando formas de como amenizar esse ¨sintoma¨. Enquanto aguardamos avanços nas pesquisas, para uma melhor qualidade de vida, vamos tentar desfocar a nossa atenção desta maquina barulhenta que trabalha 24 hs na nossa cabeça.

    Um abraço e força a todos!

  42. Ana Cláudia comenta:

    4 junho, 2009 @ 9:04 AM

    Para David Poubel do Carmo

    Olá David, fico feliz em ter ajudado um pouco com “nossos” problemas de zumbido, estranhamente o meu barulho tem ficado intermitente, vai e volta, mas noto qe quando estou muito cansada e exijo demais de mim fisicamente, o barulho fica intenso, e quando não tem som, eu sinto os batimentos, impressionante, assusta um pouco, já que tenho arritmia, nem preciso de um aparelho para contar os batimentos, rsrs. Bom, agora estou grávida e vamos ver no que dá, espero que melhore, mas eu percebo que deve ter alguma coisa a ver com a disfunção de ATM sim, pois meu dentista disse que a idéia é calcificar, mesmo que errado, e asim encaixar melhor o osso, daí acreditamos ser esse o foco, mas não poderei mecher agora nisso, bom, ao que você me perguntou sobre a pressão na cabeça, não sinto, as vezes sinto uma dorzinha na parte de trás da cabeça, mas quiando estou muito cansada, mas é muscular segundo a neurologista. Enfim, amigo, reze todos os dias, faça uma novena, coloque fitinha no braço e agradeça a cada dia a Deus por ainda estarmos vivos e felizes de uma certa forma.

    Abraços e desculpe o texto longo, rsrs

  43. DARCY ROCHA comenta:

    4 setembro, 2009 @ 2:19 PM

    Também convivo com o Zumbido Pulsátil há pelo menos
    há 5 anos. O meu médico não conseguiu identificar a causa
    e estou procurando outros médicos mais especializados,
    como a Dra. Tanit (em SP). Alguém já se consultou com ela? Saberia
    me orientar. Estou pronto para agendar, pois pelas pesquisas
    na internet percebi que ela é estudiosa no assunto, inclusive
    com um livro escrito à respeito.
    Alguem já se consultou com ela?

  44. David Poubel do Carmo comenta:

    4 setembro, 2009 @ 8:42 PM

    Prezado Darcy,

    Realmente a Dra Tanit eh quem mais domina o assunto. Nao me consultei com ela nao, mas pretendo um dia poder faze-lo. Existe um Grupo de Apoio que reune pessoas que queiram compartilhar experiencias sobre zumbido. Acho que o nome eh GAPZ. Escreva na internet GAPZ que vc tera noticias sobre a agenda de reunioes desse Grupo em varias cidades do Brasil. Infelizmente em meu Estado, Espirito Santo, nao estah previsto reunioes. No Rio e Sao Paulo eu sei que tem, pois jah consultei a agenda no site desse Grupo.

    Existem, tambem, uma materia veiculada na Globo News. Uma entrevista que a Dra Tanit deu com mais ou menos 25 minutos onde ela falou muito sobre esse tema. Se ainda nao viu, veja pois eh bastante esclarecedora.

    No comentario do Paulo, neste site, de 30 de abril, tem o endereco para vc ver a materia. Confira.

    Um abraco

  45. Ana Cláudia comenta:

    9 setembro, 2009 @ 5:54 PM

    Para David Poubel e Darcy

    Prezados, o Davi sabe que tenho passado por estes problemas de zumbido, mas lembra que lá em cima, eu meniconei que fiu a um ortodontistta e um buco maxilo, ambos disseram que eu tinha ATM, mas como engravidei nao pude fazer o tratamento, porém o m´´edico acredita que calcificou errado mesmo e simplesmente o barulho sumiu, o ATM é um desvio na arcada dentária e como não tratei ele calcificou errado e não ouço mais o barulho irritante, vejam estes especialistas, pode ser que funcione.

    Abraços e boa sorte

  46. leandro josé comenta:

    15 setembro, 2009 @ 9:54 AM

    Também tenho zumbido moderado, pois fiquei com esse zumbido depois de uma crise de hipertenção arterial. Já fiz deiversos exames e nada foi constatado. Tenho tonturas, e hoje estou me tratando com um Otorrino e uma neurologista. O meu zumbido já faz mais de um ano.

  47. roberto malaquias de freitas comenta:

    2 novembro, 2009 @ 2:56 PM

    ola sou mais um sortudo com esta doença, pensei que era o unico.tenho zumbido ha 4 anos ja tomei ginco biloba,labirim e por ultimo betarsec ja tentei de tudo o que podia se derepente surgir algo de novidade gostaria de ser informado,pois pra mim isso mostra que em termos de medicina estamos muito atrasados,pois algo tao simples e nao ter cura.enquanto isso nos estamos ai sofrendo faço um alerta a quem gosta de ouvir som alto qeu leia estas mensagens nao so as minhas mas as de todos antes de ouvir novamente

  48. caroline comenta:

    14 novembro, 2009 @ 11:15 PM

    Boa noite amigos..fiquei impressionada ao saber q muitas pessoas alem de mim escutam o coraçao pulsar no ouvido!!ja fiz varios exames e nada foi encontrado…mas agora vou seguir o conselho de uma tia minha q é protética…como usei aparelho dentario durante anos..mas nao aguentei e tirei antes da ora…acho q isso foi a causa…ela falou pra eu procurar um especialista em oclusao, q eles vao moldar e fazer tipo um aparelho movel e o zumbido passará!Depois q eu fizer passo por aki pra falar…nao aguento mais essa agonia!!Quem quiser trocar informaçoes sobre esse assunto…meu e-mail é :teca.loira@bol.com.br.

  49. fernando Rached comenta:

    16 novembro, 2009 @ 11:21 AM

    Ola pessol….consultei com a Dra Tanit, realmente é a maior autoridade em zumbido, sofro deste mal ha 12 anos em função da perda auditiva…..Na minha situação nao tem cura e a sugestao foi colocar um aparelho auditivo para tentar mascarar este barulho….E parece que esta chegando ao Brasil um aparelho que promete revolucionar o zumbido…denominado wrich….fefsrached@hotmail.com

  50. Cristina comenta:

    27 novembro, 2009 @ 6:46 AM

    Estou no grupo das “cigarras” … Como já disseram aqui, é desesperador, às vezes. Acho que vou ter que aprender a conviver com a minha cigarra, mas eu já tive o zumbido pulsátil, aquele em que o coração bate dentro da cabeça. Acordava de noite com o barulho. Era pior que a cigarra e por isso quis dar meu depoimento, pois descobrimos que eu estava com HIPERTIREOIDISMO e que isso afetava os batimentos do coração. Receitaram Atenolol, mas só funcionou quando a dosagem foi aumentada e até hoje tomo 50mg 2x por dia. Nunca mais meu coração pulsou na cabeça. Aconselho que peçam aos seus médicos para investigar esse caminho. Saúde a todos !

  51. Márcia comenta:

    5 dezembro, 2009 @ 9:04 PM

    Encontrei a matéria abaixo, se quiserem ver é bem interessante, sobre um caso de “Zumbido Pulsátil”:

    http://www.rborl.org.br/conteudo/acervo/print_acervo.asp?id=2255

    Artigo da Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

    Este trabalho relata o caso de um paciente, que apresentava zumbido pulsátil e um síndrome de tuba aberta, com fístula entre a artéria ocipital, ramo da carótida externa, e o seio lateral, que foi tratado com embolização.

    FISTULA ENTRE A ARTÉRIA OCIPITAL E 0 SEIO LATERAL COM SINDROME DE TUBA ABERTA
    Resumo: As fístulas artério-venosas formadas entre os sistemas da carótida externa e os seios da dura-máter são raras. Os zumbidos e outros sintomas que podem decorrer destas malformações devem sempre estar presentes aos especialistas para detectar tais casos. Descrevemos um caso raro, envolvendo uma fístula artério venosa entre a artéria ocipital e o seio lateral, acompanhada de um síndrome de tuba aberta. Foi curada com embolização da artéria com gelfoam através de cateterização superseletiva por via transfemoral.

  52. Airton comenta:

    29 janeiro, 2010 @ 7:45 PM

    Sou portador de zumbido há vários anos. Já fiz diversos exámens que não mostran a origen do zumbido. O zumbido é no ouvido esquerdo. Este zumbido as vezes para durante um dia, mas sistemáticamente durante o sono. devo comprimir alguma estrutura, é ao acordar no dia sgte que ele volta.
    Gostaria de saber se existe algúm exámen que possa mostrar essa compresão pois após meses e meses de observação,cheguei a essa conclusão. É um caso muito parecido com de Eunice!

    Atte
    Airton

  53. Castelo Duarte Bandeira comenta:

    17 fevereiro, 2010 @ 9:05 PM

    Olá, tenho zumbido neurossensorial (Barulho de Cigarra) a mais de 12 anos, por uns tempos não o percebia, mas ultimamente aumentou, consultei com uma médica otorrino, fiz uma audiometria e foi constatada uma perda auditiva leve no ouvido esquerdo. A Drª me receitou Tebonim de 120 mg, tomei 10 comprimidos, desisti, pois todas as vezes que tomava o remédio passava muito mal, pressão baixa, pés frios, sudorese etc. Digo a todos que essa doença tem estreita relação com sindrome do pânico, pois costumo sentir isso em alguns momentos. É horrivel, consultei com um psiquiatra e ele me receitou um remédio pra levar comigo onde for, caso sinta sindrome do panico tomar. É mole…?

  54. Luiz Carlos de Oliveira comenta:

    21 fevereiro, 2010 @ 8:11 AM

    Tenho 55 anos e fraturei com esforço Físico brusco na empresa que trabalho o Tendão longo do Bicéps com rompimento na altura do Cotovelo,10 dias depois fiz uma cirurgia de reinserção com anestesia total,dali pra cá começou o zumbido na cabeça,aumentando a
    minha pressão de 18/10 a 13/9 e ao dormir meu zumbido aumenta e ouço as pulsações do coração,tenho uma sensação de pânico,durmo muito pouco e não sei o que fazer com este mal estar,por favor,ajudem-me

  55. Maria Marta Arruda comenta:

    21 junho, 2010 @ 7:14 PM

    Tenho tambem esse zumbido pulsatil no meu ouvido esquerdo,somente quando durmo.Não tenho nada na carótida.Já consultei 14 médicos e nennhum deles sabe o que é.Sofro muito,pois só consigo dormir com Rivotril.Se alguem souber de algum remédio,peço que me avise por favor.

  56. Ceissy de Oliveira Soares comenta:

    16 julho, 2010 @ 12:19 PM

    Olá gostaria de saber o que uma pessoa que sofre de labirintite não pode comer?

  57. neide comenta:

    18 setembro, 2010 @ 6:13 PM

    Olá…tenho esse zumbido pulsátil a mais de 8 anos, acordo e durmo com ele, é de enlouquecer certas horas, não cessa nunca, a menos qdo pressiono a região do pescoço, tenho que conviver com isso? solto o ar pelo nariz, com ele tampado, pra dar uma trégua, meu ouvido fica meio tampado, fazendo diminuir o barulho da pulsação, e assim eu vou11111se alguem tiver um parecer de algum medico que traga a solução pra nós, me avisem , muito obrigada

  58. CARLOS comenta:

    2 novembro, 2010 @ 12:25 PM

    Prezados, só o Senhor Jesus para nos dar a cura, para o zumbido neurossensorial tem um medicamento que parece controla-lo e até mesmo cura-lo, e o CAMPRAL ( o laboratorio o tirou do mercado brasileiro), É USADO PARA TRATAR DEPENDENCIA DE ALCOOL.

  59. Thelma comenta:

    16 novembro, 2010 @ 2:08 AM

    Tenho esse zumbido pulsátil no ouvido esquerdo, na lateral externa, como se um coração batesse incessante dentro da minha cabeça. Reparei que isso se dá nos momentos em que me estresso, ou que tenho cansaço extremo ou insônia. Que quando está tudo bem , tranquilo esse sintoma desaparece. Ainda não fiz consultas , só vim na internet mesmo.
    Às vêzes coloco compressa fria e melhoro muito da sensação,mas a impressão que fica mesmo é que tem um coração batento insessantemente , como uma veia se dilatando , nao sei o motivo, mas se fosse tão grave, alguma coisa a mais ja me teria acontecido, porque já fazem 10 anos esse sintoma ….gostaria de saber um bom tratamento e seguro, para acabar com isso de vez.

  60. felipe amorim comenta:

    16 novembro, 2010 @ 4:17 PM

    david poubel, vamos torcer para que aconeça reuniões do gapz aqui também em vitória no espírito santo.

  61. neia comenta:

    24 janeiro, 2011 @ 10:05 AM

    Estou sofrendo tambem desse mal que parece que vamos enlouquecer, a 2 anos ouço esse barulho pulsante no ouvido esquerdo e quando levo um susto piora mais ainda parece que o coraçao bate mais forte no ouvido,tive medo de ser aneurisma fiz varios exames e graças a Deus nao deu nada,mas e muito desconfortavel ouvir esse ruido 24 h por dia.preciso de um medico que descubra e trate este problema que tenho certeza nao e meu e do diabo,por isso confio em Deus que ele vai mim libertar pois a palavra do Senhor diz que le levou sobre si nossas dores e enfermidades,esta na mao de Deus,vamos cofiar e esperar o tempo de Deus que com certeza ele provera em nossas vidas,que Deus nos abençoe.

  62. Thelma comenta:

    26 janeiro, 2011 @ 11:16 PM

    HELOOO!!!! eu , mais que ninguém sofro desse tal barulho pulsátil. Ainda não fui ao otorrino , porque quando eu ia , resolvi colocar um pouco de óleo de copaiba morno no orifício do ouvido , com um pequeno algodão , e deu um excelente resultado…não que tenha acabado de tudo, ainda sinto um pouco de pulsação vez por outra, mas melhorou em 80%, porque era uma sensação de bomba relógio no crânio direto… Além disso percebi que quando estou com o queixo ou (mandíbula) projetada para cima , essa disarticulação da mandíbula, faz com que os barulhos voltem , mas com os cuidados que estou tendo com o óleo de copaíba , penso que havia algum teor inflamatório instaurado no próprio tubo do ouvido .(.não sei , não sou médico), e em decorrência do óleo ser um antiinflamatório excepcional , juntou os dois resultados e me dei bem …

  63. Andréa comenta:

    5 fevereiro, 2011 @ 11:41 PM

    Desde o dia 31/01/2011 estou com um zumbido no ouvido, é como se estivesse entupido, já fui ao clinico geral e o mesmo me disse p tomar rivotril pois parecia ser emocional, porém não melhorou, já marquei uma consulta com um otorrino. Durante o mês de janeiro estive de férias e mergulhei várias vezes e sempre ficava com um pouco de mal estar no ouvido, será que isso desencadeou esse problema? Ao ler esses depoimentos fiquei muito preocupada, é muito ruim conviver com esse barulho. Peço q alguém q tenha conseguido alguma melhora entre em contato comigo, ou pelo menos me oriente qual especialista procurar, moro em uma cidade do interior do ES (Linhares) e isso torna as coisas um pouco mais difíceis.

    meu e-mail: arscavassani@hotmail.com

    Boa Sorte a todos.

    Andréa.

  64. robertson comenta:

    9 fevereiro, 2011 @ 6:44 AM

    ultimas experiencia com o zumbido
    bom dia, tudo bem ?
    acho dificil ser de origem emocional. existem muitas causas pro zumbido: dentes inclusos (3 molar), neurologicas (mais comuns), ligadoas a irrigaçao sangunea de ouvido (esclerose, labirintite), exposição a ruidos, hormonais, alterações vasculares, cera ou secreçoes no ouvido, agua.
    espero que o seu seja apenas agua. 30 % das pessoas tem problema em alguma epoca da vida. o meu convivo desde 2005.
    procure primeiramente um OTORRINO, faça uma ressonancia pra observar as estruturas envolvidas. Não se preocupe, é comum e muitas vezes não é grave, mas incomoda um bocado.
    Sou da area de saude, dentista, vou te passar minha experiencia, meu caso.
    meu tipo de zumbido é pulsatil, sinto o barulhinho do mar e a pulsação do coração no ouvido esquerdo (acho que por causa da carotida), tenho insonia e enxaqueca tb, acredito que por causa do zumbido, mas no momento consigo controla-lo, conviver com ele.sou musico e fiquei exposto a barulho mais de 20 anos, tb tem o ruido da broca que uso diariamente.

    minha relação com as drogas para tratamento:

    ginko biloba, na literatura fala-se que não faz efeito, no meu caso tenho certeza que faz, mas alguns dias, acho que auxilia bem no tratamento e é natural.

    cimetidina e flunarizina: melhoram a enxaqueca e enjoo, mas não mantem o dia todo sendo ineficaz.

    clonazepam(rivotril), melhor medicação pra mim, pena que cause dependencia e seja um remedio controlado, não se aconselha toma-lo em altas dose ou muito tempo.

    Amitriptilina, é meu remedio de escolha, melhora o sono, reeduz enxaqueca, labirintite, o zumbido continua lá, sempre, mas tenho boa qualidade de vida

    propanolol: é o que mais reduz meu zumbido, acho que por ser pulsatil e essa droga melhora a irrrigação da cabeça e a oxigenação, nao mative porque minha pressao que já é normal cai.

    Dipirona e AAs: reduzem a enxaqueca e o enjoo, mas não da pra tomar diariamente durante anos

    Alccool: reduz meu zumbido mas ativa bastante a enxaqueca, não melhora o sono em nada.

    Cafeina, tabaco, chocolate, dizem q sao ruins p zumbido, no meu caso não me afetam.

    o ideal é tratamento com MONOTERAPIA ( uma droga só)

    Meu nome é robertson, tenho 40 anos, espero que vc nao precise usar tudo isso e fique boa logo, um abç e boa sorte.

  65. Santino comenta:

    8 junho, 2011 @ 10:03 AM

    gostei de muito de ler a materia acima e os comentarios.
    ouço zunbidos tipo cigarra e tambem estalos no ouvido, principalmente se ligar uma torneira ou dar a descarga no vaso, o barulho da agua aumenta os estalos no ouvido que quase não ouço mais o barulho da agua caindo, só que quanto a audição ouço muito bem fora os estalos ta tudo bem.
    só queria compartilhar esse meu problema
    abraço

  66. Ivi Pereira comenta:

    29 junho, 2011 @ 5:07 PM

    Oi pessoal, eu estou grávida de 4 meses e comecei essa semana a sentir essa pulsação do coração no meu ouvido esquerdo, não fica o dia todo, só aparece quando levanto rápido e depois do café da manhã, geralmente. Hoje fui medir minha pressão para ver se era esse o problema, mas estava normal. Eu tenho labirintite há mais de 3 anos, mas ela só afetou o ouvido direito, tenho zumbido tipo chiado. Será que o fluxo sanguíneo aumentado normal na gravidez é que faz eu escutar a pulsação no ouvido?

  67. Jorge A comenta:

    23 julho, 2011 @ 6:10 PM

    Tenho 34 anos. Completei um mês com zumbido constante. Surgiu do nada. Incomoda preferencialmente no ouvido esquerdo. Audiometria normal. Parece que piora com café. Hoje o som se tornou pulsátil, mas em um ritmo mais lento do que o do coração. É muito mais difícil ignorar o som pulsátil do que o som contínuo. Está sendo duro o convívio com o zumbido e não há muita esperança. Tentei o VertizineD, mas não resolveu. O próximo será o Ginko Biloba…

  68. Terezinha Moreira comenta:

    2 setembro, 2011 @ 12:10 AM

    Tenho zumbido pulsatil no ouvido esquerdo .É terrível ter que conviver com ele . .Cafeína, álcool, coca-cola, pepsi-cola, chocolates chá mate e preto , guaraná ,drogas antiinflamatórias e antidepressivas aumentam o pulsatil . Tenho tbm zumbidos contínuos no ouvido direito e esquerdo sons de i e u .Nunca encontrei remédios que melhorassem .Os exames pedidos pelos médicos nada consta que justifique os zumbidos .Ter que conviver com isto ‘
    E muito difícil .Terezinha , email ttpuc@ig.com.br

  69. franciele Almeida comenta:

    13 dezembro, 2011 @ 7:09 PM

    ha mais ou menos três semanas estou sentindo o zumbido pulsátil no meu ouvido esquerdo, é uma sensação horrível parece ter um coraçãoznho dentro do meu ouvido..estou com medo de ser algum problema sério já procurei um médico que me encaminhou para um neurologista, esta semana senti fortes dores de cabeça apenas do lado esquerdo, qualquer esforço que faço parece que meu coração vai sair pelo ouvido, alguém pode me ajudar .

  70. Luiz Carlos de Oliveira comenta:

    15 dezembro, 2011 @ 7:21 PM

    Cha de GinKgo biloba é bom para amenizar zumbido……

  71. João Geraldo comenta:

    30 março, 2012 @ 12:25 PM

    Bom dia ,meu nome é João Geraldo tenho 52 anos e estou com um zumbido insuportável dentro da minha cabeça do lado direito e já não sei mais o que fazer . EM São Paulo já não existe mais o GAPZ. Passei dia 18/01 2012 com o otorrino(médico residente) no HC e só vou voltar em novembro.Quase 1 ano de espera para uma nova consulta ,parece que a maioria dos médicos otorrino do HC não dão importância para quem sofre de zumbidos. Só que existem zumbidos e zumbidos ,pelo menos o ultimo médico que eu passei falou que zumbidos não tem cura e que eu teria que me acostumar com os zumbidos,Hoje se eu estou tomando rivotril é graças a médica clinica geral da UBS perto de casa pois se depender de algum médico otorrino residente provavelmente meu sofrimento seria muito maior,pois o ultimo médico que eu passei no HC falou que ele não receitava este tipo de medicamento
    Em 1996 comprei um aparelho de som e fiquei varias horas ouvindo musica com o fone de ouvido no volume máximo,no dia seguinte acordei com a sensação do ouvido direito tampado e com alguns barulhos (zumbidos). Fui ao otorrino(na época eu tinha convênio) o qual constatou que o tímpano do ouvido direito tinha perfurado e havia perdido bastante audição ,o ouvido esquerdo eu já sabia que estava perfurado,mas ele não me incomodava.fiz a timpanoplastia do ouvido direito, a audição voltou mas os zumbidos não desapareceram e o médico falou que não poderia fazer nada pois zumbidos não tem cura,mas tudo bem pois de uma maneira eu lidava com os zumbidos (suportava) mas os zumbidos veio aumentando de intensidade lentamente o que me trouxe problemas parar dormir,em 2005 comecei a tomar remédio para dormir(receitada pela médica otorrino que fazia meu tratamento(convênio) e usar mp3 tocando musica baixinho para mascarar os zumbidos para poder pegar no sono
    Em 2010 fiz uma timpanomastoide no ouvido esquerdo no HC de SP pois já não estava mais aguentando as frequentes infecções,mas a minha maior reclamação sempre foi os zumbidos do ouvido direito,mas cada vez que vou ao HC passo com um médico residente diferente ,teve apenas dois médico residente que mostrou interesse mas quando voltei para nova consulta já náo passei com eles.
    No final de outubro de 2011 me apareceu um zumbido diferente no ouvido direito, parece que é um enxame de abelha ou um motor dentro da minha cabeça, este nem de dia ele some só se eu estiver num lugar com pouco mais de barulho,tive que aumentar o volume do mp3 para mascarar esse zumbido para poder pegar no sono e dormir um pouco mesmo tomando o rivotril de 2 mg. Isto foi relatado ao médico o qual não deu importância nenhuma.Por favor me ajude,pois já estou pensando que não vale a pena viver deste jeito ,perdi completamente minha qualidade de vida,estou desesperado,já não consigo ficar em nenhum lugar dentro de casa sem estar usando o mp3
    POR FAVOR ME AJUDEM
    Agradecendo desde já pela atenção

  72. Carla comenta:

    12 abril, 2012 @ 12:01 AM

    Já sofri de zumbido pulsátil por anos. Consultei vários otorrinos, cardios, neuros, e todos sem exceção diziam que eu tinha que conviver com isso, pois não existia relatos na literatura, nem pesquisas a respeito de um tratamento. Foi aí que começei a nadar como esporte 3 x por semana. O professor fazia uma ficha pra mim, com exercícios diversos: nado costa, nado peito, nado livre, e o treino de apnéia, uma técnica de respiração onde o aluno nada pelo fundo da piscina, e tenta alcançar o outro lado da piscina nadando 25 metros prendendo o fôlego o máximo que puder até alcançar o outro lado. Depois mais ou menos de 1 mês o zumbido SUMIU, acreditem me livrei do barulho que eu mais odiava na vida. Hoje, estou aqui relatando pra vcs a minha experiência e o tratamento que me fez livrar de uma vez por todas dessa “maldição”. Outra dica, se forem praticar natação, comprem um protetor de ouvido feito de silicone também chamado de “ear plug”. Ele protege seu ouvido da entrada de água, e uma possível infecção. No início vai doer um pouco, pois seu ouvido precisa se adaptar com o “ear plug”. Qdo vc colocá-lo pra nadar, só o tire qdo acabar o treino, pq tirar e colocar várias vezes pode causar irritação, pois a finalidade do “ear plug” é se ajustar ao seu ouvido de tal forma que não entre nenhuma gota d´água. Espero ter ajudado. Beijos a todos!!!

  73. Carla comenta:

    12 abril, 2012 @ 12:53 AM

    Esqueci de relatar como adquiri o zumbido pulsátil: foi durante minha gravidez. Visitei vários médicos, e todos foram unânimes em dizer que o zumbido ou diminuiria ou acabaria logo depois do nascimento do meu bebê. Só que foi exatamente o contrário, o zumbido passou a ser mais constante e alto. Não conseguia me concentrar em nada, adorava ler livros e artigos científicos, porém parei com essas atividades, porque o silêncio que existia em minha cabeça antes da gravidez, foi substituído por essas batidas do coração infernal. Eu me perguntava sempre: O que eu fiz pra merecer isso??? Mas, felizmente a natação ACABOU com isso. Hj, vivo tranquila e feliz. Voltei às minhas atividades anteriores, e sou muito grata a esse esporte. Espero que meu depoimento ajudem vocês, pq sei exatamente o que vcs estão passando hj. Beijos boa sorte pra todos!!!

  74. Beatriz comenta:

    18 abril, 2012 @ 3:14 PM

    Olá a todos eu na verdade comecei com o zumbido no dia 20 de março,pois entro um bicho no meu ouvido e aí depois no outro dia fui no médico para tirar até aí tudo bem só que no mesmo dia de madrugada começou o zumbido que no meu caso só do lado direito e tem o barulho d eum inseto batendo asas ele ficou uns dias e aí fui no otorrino que me passou um medicamento a base de ginkobiloba e ainda vou tomá-lo tem dias que ele aparece e outros não mas a médica disse que eu não tenho problema de ouvido e não estou perdendo a audição e que é só psicológico alguém pode me dizer algo sobre isso ??

  75. Beatriz comenta:

    18 abril, 2012 @ 3:16 PM

    Meu email é beatriz.nbarbosa@gmail.com! Eu ainda vou tomar ginkobiloba e estou tomando valeriana para ver se durmo porque com o zumbido veio a insônia!!

  76. Filip comenta:

    20 maio, 2012 @ 11:58 PM

    Tenho 14 anos isso começou semana passada, Mtas pessoas tem isso, e isso é realmente irritante, mas se vc ouvir outros barulhos, voce pode distrair esse zumbido e ai ele vai abaixando :) nao comam produtos com sodio pq piora

  77. Sandra Barros comenta:

    8 julho, 2012 @ 12:26 AM

    Olá Pessoal, tudo bem? Tenho 42 anos e comecei a ouvir um zumbido estranho do lado esquerdo exatamente há 3 dias. Inicialmente fiquei preocupadíssima e tentei marcar consultas para saber o que estava acontecendo comigo. Confesso que fiquei um pouco mais tranquila em saber das várias experiências aqui relatadas, mas não sei se darei conta de me acostumar com esse tormento.Preciso e gosto muito de ler e minha concentração tem ficado bastante comprometida. Acho horrível a perspectiva de conviver com esse barulho. Espero que alguma alma abençoada encontre a cura para esse tormento, principalmente por vocês que sofrem a mais tempo que eu. Caso queiram trocar informações, meu e-mail é smb.bh@hotmail.com
    Abraços e boa sorte para todos nós!

  78. alba comenta:

    8 julho, 2012 @ 4:55 AM

    que tormento.no ouvio esquerdo , tem uma cigarra, o dia inteiro, e no direito, zumbido pulsatil.e quando ergo a cabeça de vez em quando tontura. nao sei o que fazer.

  79. HELENA comenta:

    4 agosto, 2012 @ 10:15 AM

    Tenho um zumbido no ouvido esquerdo desde os 22 anos. Vou fazer 50 esse ano. Depois de descartada a possibilidade de algo mais sério como um tumor, eu suporto bem o barulho. Mas estou com perda auditiva nesse mesmo ouvido e, mais recentemente, estou ouvindo o pulsar do coração de vez em quando. Isso voltou a me deixar assustada, mas vi aqui outros comentários a respeito. Também já fui a vários médicos e, quanto ao zumbido, nenhuma solução foi encontrada até agora. Compartilho essas informações mais porque achei interessante saber que tantas outras pessoas também passam por isso.

  80. Newton Santiago comenta:

    20 agosto, 2012 @ 3:43 PM

    Gostaria imensamente que o fernando Rachel me fornecesseo o telefone e endereço da Dra. Tanit, pois necessito marcar uma consulta com ela. É a minha última esperança de encontrar uma solução para acabar de vez com essa tortura que é o zumbido pulsátil, que me atormenta há 4 meses.
    Anecipadamente agradeço muitíssimo.
    Newton Santiago – Rio/RJ

  81. Ione Queiroz comenta:

    23 outubro, 2012 @ 10:12 PM

    Passo a vcs. a soluçao encontrada para o problema de zumbido do meu filho.Fiquei horas incontáveis pesquisando,lendo artigos , livros, etc, sobre o zumbido, já que infelizmente nossos médicos estão muito atrasados, nào sabem ajudar o paciente com esse problema. Então, meu filho, 21 anos, zumbido orelha direita, ja desesperado depois de passar em 04 otorrinos, todos exames possíveis(tomografia, ressonancia, metabolicos, audiometria, impedancio, otoneuro, ortodonto, etc, etc) e sem detectar a causa, resolvemos por testar o que está nos estudos internacionais de zumbido e ainda tratamentos alternativos. Primeiro, TOMOU Vitergan zinco plus, Complexo de vitamina B contendo B12, cortou completamente bebidas com cola (é veneno para zumbido) e tomou ginko biloba. Depois de 02 meses, fez 10 sessoes de acupuntura e iniciou um tratamento espiritual, onde foi feito cirurgia espiritual no timpano direito e outros tratamentos no Centro Espirita Missao e Luz em Uberlandia. Após 04 meses, posso dizer que esta curado.Graças a Deus. Espero que todos vcs alcancem a cura porque eu sei o que meu filho sofreu. Tenham fé. Nao desistam. Não tem que acostumar , tem que ir a luta e procurar os tratamentos. Fiquem com Deus.

  82. Marcelo Thomy comenta:

    9 novembro, 2012 @ 1:10 PM

    Estou a 02 meses com esse zumbido Pulsátil que não para ( dia e noite) . Tenho deficiencia auditiva e uso aparelho. Fiz audiometria, tomografia e não deu nada, apenas a perda auditiva. Ontem fiz a ressonância magnetica e vou e esperar o resultado do exame. Li todos os comentários e o que acontece comigo não vi em nenhum relato. Além do zumbido das batidas do coração que soam direto no meu ouvido esquerdo, quando bebo agua, refrigerante, suco..ou seja, qualquer coisa o zumbido para e começa um ritmo de batidas acelerado bem mais alto e acelerado, que aos poucos vão se cessando e param. ..e ai volta o zumbido pulsátil. Se eu comer algo ou apenas mastigar, também acontece isso. Por favor amigos, se souberem de algo por favor me avisem…médico, tratamento, etc…já estou me desesprando com isso!
    Meu médico quer descartar a possibilidade de ser um tumor glômico.. é o que mais me preocupa! Fiquem com Deus!

  83. Raíssa Pereira comenta:

    10 novembro, 2012 @ 8:09 AM

    Marcelo, o que vc descreveu acontece comigo igualzinho. também não sei mais o que fazer. Já fui a 5 ottorrinos e também já fiz vários exames. O pior é para dormir, quando deito de lado e encosto o ouvido esquerdo no travesseiro, parece que abafa o som e ele aumenta. É horrível. Já fui ao cardio, já fiz eco doppler, e deu normal. As tomografias também deram normais. Audiometria e impedanciometria normais também.
    Essa semana vou em um cardiovascular, morro de medo,tenho síndrome do pânico e estou com muito medo de uma doença grave nas artérias ou veias, devido ao caratér vascula do zumbido. Meus pais e minha psicóloga tentam me tranquilizar dizendo que se fosse algo grave, os exames que já fiz até agora mostrariam, por mínima que fosse, alguma alteração. Mantenha-me informada. Fica com Deus.

  84. Raíssa Pereira comenta:

    10 novembro, 2012 @ 8:13 AM

    Esqueci de dizer, tenho 21 anos e, aos 19, senti isso pela primeira vez. Na época, tomei um remédio chamado Ginkgo biloba, mas tomei só uns 2 ou 3 comprimidos. Meus exames na época também foram todos normais. O zumbido simplesmente SUMIU. Fiquei esses 2 anos sem sentir nada, e eis que agora, ele voltou.

  85. Joanice Otávio comenta:

    22 novembro, 2012 @ 5:22 PM

    Olá, infelizmente sou mais uma dessa lista que sofre desse mal. Estou muito preocupada, pois aguardo ainda o dia de fazer a ressonancia magnética, tenho medo de ser algo grave. Mas, de todos os relatos que eu li, as pessoas não falam de dor na nuca. Eu além do zumbido insuportável, sinto dores na nuca e só melhoro quando vou ao hospital tomar remédios fortíssimos para dor. Há 2 meses que sofro com isso. Quando pressiono a artéria que pulsa, o barulho desaparece. se tiro o dedo ele volta. É muito ruím!! Espero um dia que todos nós encontremos a cura. Fiquem com Deus! Abraços!

  86. Francisco comenta:

    25 novembro, 2012 @ 6:24 PM

    Com acabar com Zumbido Pulsátil(cura do Zumbido).
    Eu tive zumbido pulsátil e sei o que é sofre desse mal, fui ao médico ele examinou o meu ouvido e falou que aparentemente estava bem, então fiz exames de sangue, audiometria e mesmo assim o meu problema não foi solucionado. Então sem enrolação vou falar logo que resolveu meu problema em menos de cincos dias.
    Um exercício muito simples; passei a contrair o diafragma e percebi que isso aumentava a circulação dentro do meu ouvido fazendo que o zumbido pulsasse mais rápido e quando eu parava de contrair o diafragma o zumbido tinha sumido, mas depois de alguns segundos aos poucos ele ia voltando.
    Para simplificar o exercício é só você fazer a força com barriga como se você quisesse cagar , contar até 4 e parar de fazer força, detalhe tente sempre direcionar a força para o ouvido que você escuta o zumbido pulsátil, mas cuidado para não forçar demais, é forçar de leve de maneira que escute a circulação aumentando sem causar dor no seu ouvido. Se depois de feito isso você perceber que seu zumbido sumiu e depois de tempinho ele voltar você está fazendo o exercício certo do jeito que eu fiz e meu zumbido foi diminuindo o volume até sumir quando completou cinco dias.
    Esse zumbido estava me deixando doido e principalmente na hora de estudar e dormir de noite, pois nessa horas silêncio era maior e com isso eu escutava só o zumbido era de enlouquecer qualquer um.
    Fiz algumas pesquisas e descobrir que existem alguns tipos de zumbidos pulsátil, no meu caso o meu era do tipo em que eu tombava o meu ouvido contra o ombro fazendo uma leve pressão no pescoço e parecia que comprimia a veia que causa o zumbido interrompendo o fluxo e o zumbido parava mas era só eu voltar com a cabeça para posição normal que ele voltava. Se o seu for desse tipo, talvez você pode ficar livre dele com esse exercício.
    Fiz esse texto com intenção de ajudar porque sei o que é sofre com esse terrível zumbido, esse exercício funcionou para mim, mas com cada caso é um caso, não posso garantir que isso seja a cura para seu problema, mas não custa tentar né.
    . Isso funcionou para mim se eu não compartilha-se seria muito egoísta da minha parte, por que eu sei que é escutar a circulação o dia inteiro no ouvido.Tchau boa sorte espero que tenha ajudado

  87. Francisco comenta:

    25 novembro, 2012 @ 6:29 PM

    Minha idade 23 anos e sofri esse zumbido pulsátil aproximadamente 1 ano.Agora estou livre faça o que eu fiz e contei ai encima, não custa nada tentar.

  88. francisco comenta:

    25 novembro, 2012 @ 8:54 PM

    Com acabar com Zumbido Pulsátil
    Eu tive zumbido pulsátil e sei o que é sofre desse mal, fui ao médico ele examinou o meu ouvido e falou que aparentemente estava bem, então fiz exames de sangue, audiometria e mesmo assim o meu problema não foi solucionado. Então sem enrolação vou falar logo que resolveu meu problema em menos de cincos dias.
    Um exercício muito simples; passei a contrair o diafragma e percebi que isso aumentava a circulação dentro do meu ouvido fazendo que o zumbido pulsasse mais rápido e quando eu parava de contrair o diafragma o zumbido tinha sumido, mas depois de alguns segundos aos poucos ele ia voltando.
    Para simplificar o exercício é só você fazer a força com barriga como se você quisesse cagar , contar até 4 e parar de fazer força, detalhe tente sempre direcionar a força para o ouvido que você escuta o zumbido pulsátil, mas cuidado para não forçar demais, é forçar de leve de maneira que escute a circulação aumentando sem causar dor no seu ouvido. Se depois de feito isso você perceber que seu zumbido sumiu e depois de tempinho ele voltar você está fazendo o exercício certo do jeito que eu fiz e meu zumbido foi diminuindo o volume até sumir quando completou cinco dias.
    Esse zumbido estava me deixando doido e principalmente na hora de estudar e dormir de noite, pois nessa horas silêncio era maior e com isso eu escutava só o zumbido era de enlouquecer qualquer um.
    Fiz algumas pesquisas e descobrir que existem alguns tipos de zumbidos pulsátil, no meu caso o meu era do tipo em que eu tombava o meu ouvido contra o ombro fazendo uma leve pressão no pescoço e parecia que comprimia a veia que causa o zumbido interrompendo o fluxo e o zumbido parava mas era só eu voltar com a cabeça para posição normal que ele voltava. Se o seu for desse tipo, talvez você pode ficar livre dele com esse exercício.
    Fiz esse texto com intenção de ajudar porque sei o que é sofre com esse terrível zumbido, esse exercício funcionou para mim, mas com cada caso é um caso, não posso garantir que isso seja a cura para seu problema, mas não custa tentar né.
    Tchau boa sorte espero que tenha ajudado.

  89. heitor comenta:

    4 dezembro, 2012 @ 7:38 PM

    alguem jah se curou disso ?

  90. Antonio Moacir Carvalho comenta:

    16 dezembro, 2012 @ 2:17 PM

    Pessoal, quem ainda não o fez, deve consultar um especialista em tratamento da disfunção temporo-mandibular (DTM).

  91. marina comenta:

    23 janeiro, 2013 @ 11:05 AM

    Sofro com zumbido pulsatil nos 2 ouvidos, há 5 anos. Se iniciou de repente, ao acordar e nunca mais desapareceu. è muito incomodo, nao consigo concentrar, ler, enfim, ser normal, alem do mais o barulho é alto, me estressa. sinto as vezes pressao na cabeça e barulho intenso que nao me permitem ficar em pe ou sentenda, tenho que deitar para aguentar o mal estar. ja fui em varios medicos, ja fiz tomografia da cabela e nao deu nada, ja fiz audiometria tb. por favor, o que pode ser isto. qual outro exame q tenho q fazer p descobrir?obrigada , marina

  92. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    24 janeiro, 2013 @ 4:24 PM

    Existe uma centena de causas que provocam o zumbido. Quando os exames anatômicos e funcionais estão bem as causas prováveis são metbólicas, como queda do açucar (hipoglicemia) excesso de alcool, excesso de café (cafeina) etc. A melhor conduta e rever a sua alimentação e fazer modificações evitando o açucar, o café, o chá, alcool, refrigerantes etc.

  93. Pedro comenta:

    30 janeiro, 2013 @ 7:29 AM

    Sofro á um ano de um problema terrivel no meu ouvido direito. o ouvido não aguenta barulhos altos e certos movimentos no exterior da orelha fazendo sempre uma espécia de vibração e ressonância aos barulhos ouvidos. É um incómodo tremendo, estou a ficar desesperado pois o TAC que fiz aos ouvidos diz ter tudo perfeito. Vou fazer uma ressonância magnética mas estou com receio de não me conseguir tratar. Alguém têm conhecimento de algo semelhante? Não tenho zumbidos continuos, tonturas ou falta de equilibrio. O zumbido que aparece ocasionalmente desaparece logo de seguida, apita e vai embora.
    Obrigado

  94. emely monteiro comenta:

    30 janeiro, 2013 @ 10:51 AM

    Olá, tenho 12 anos e depois que fiz uma cirurgia chamada timpanoplastia, depois de uns 4 dias comecei a escutar as batidas do meu coração no ouvido e essas batidas emitem um som muito incomodativo principalmente na hora de dormir, o som é assim vum vum vum vum.
    Quando vou tomar banho o barulho da agua do chuveiro entra no meu ouvido com som de cachoeira e quando passa um carro o som dele entra com um chiado no meu ouvido.
    Sobre as batidas do coração, quando respiro profundamente varias vezes essas batidas somem, mais quando volto a respirar normalmente essas batidas voltam, me ajudem isso é normal?
    Eu tenho uma perda de audição no ouvido em que ouço tudo isso, o ouvido DIREITO.

  95. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    30 janeiro, 2013 @ 4:38 PM

    Pedro,
    O zumbido pode ser causado por inúmeros problemas. Funciona como uma disfunção do nervo auditivo, o seja como uma hiper estimulação deste nervo que transmite o som até o cérebro. O uso de alguns medicamentos, especialmente antibióticos podem lesar este nervo causando zumbido. O mesmo acontece no antiinflamatórios e substâncias estimulantes como chá e café. Estados emocionais e distúrbios do açucar também causam zumbido. Assim, se anatômicamente não tem nenhuma alteração tem que ir eliminando causa por causa, até chegar o diagnóstico.

  96. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    30 janeiro, 2013 @ 5:03 PM

    Emely,
    O ruído que voce ouve pode ser causado por comprometimento vascular, como pinçamento da veia jugular, ou aumento da velocidade do sangue (anemia, ou disfunção da tireóide). O médico que a está acompanhando pode ajuda-la na solução deste infortúnio.

  97. Pedro comenta:

    31 janeiro, 2013 @ 7:49 AM

    Bom dia Dr. Armando,
    Obrigado pela sua rápida resposta.
    Não escrevi mas nos ultimos tempos também sinto o coração a bater no ouvido com o problema, isto têm vindo a ser cada vez mais constante.
    Sempre que faço algum exercicio fisico como por exemplo uma corrida na rua de cerca de 25/30 minutos, o problema parece ficar mais aliviado, é como se depois disso o ouvido não ficasse tão sensivel.
    Vou fazer ressonância magnética na esperança de poder descobrir algo que ajude a tratar
    Obrigado mais uma vez.

  98. emely monteiro comenta:

    2 fevereiro, 2013 @ 3:06 PM

    E também gostaria de saber pq quando passa um carro o som dele entra no meu ouvido com um chiado e quando vou tomar banho quando a agua bate no chão entra no meu ouvido com som de cachoeira.

  99. emely monteiro comenta:

    4 fevereiro, 2013 @ 8:14 AM

    Oi pessoal, a uns 3 ou 2 dias escrevi aqui nos comentários sobre as batidas do coração e zumbido que eu ouvia, então..
    Eles foram embora.
    Como?
    Durante esse tempo não consultei nenhum medico, pois pelos comentários que observei eles não resolvem, então busquei a cura…Encontrei na internet exercicios para relaxar e fazer o zumbido para um pouco, e eu fui melhorando esses exercicios até que encontrei um que, realmente me curou.Ele é assim:
    Durante 2 dias, entre 5/20 minutos, pratique o seguinte exercicio:

    Respire fundo e encolha barriga mais continue respirando com a barriga encolhida, não force muito, faça isso por 4 segundo depois solte o ar devagar,e repita o mesmo por 5/20 minutos.

    Outro exercicio é:

    Respire profundamente e solte,respire profundamente e solte entre 5/20 minutos também, durante 2 dias.

    Se estes não funcionarem tente:

    Sair com os amigos…Faça tudo que vc goste para tentar esquecer isso, quanto mais vc se concentra nele mais ele aumenta.

    Se nenhum destes funcionar tente:

    Respirar rápido, mais de forma profunda durante 5/20 minutos, vc podera sentir uma formigação no corpo mais é normal.

    Não tenha pressa, o máximo que esses exercicios demoram para fazer efeito é 4 dias, se nenhum destes funcionar, procure um médico ou busque na internet.

    Os médicos não dão muita bola para isso, eles acham q não nos encomoda, mais encomoda.

    Não tentem acostumar, busquem uma cura!

  100. Waldir comenta:

    17 fevereiro, 2013 @ 6:25 PM

    Boa Tarde a todos, Tenho 53 anos e sofro com esse miserável a pelo menos 12 anos, é como uma corrente elétrica passasse por minha cabeça 24 horas e parece formar um fio metálico bem fininho.
    Todos os exames que vocês fizeram eu fiz e nada. Passei pelo menos por 8 Otorrinos, que eu me lembre até parar de contar, recebi de todos, sem exceção as mesmas respostas, tem que acostumar … pois bem, não vou me acostumar p……nenhuma, tô sempre pesquisando alguma coisa que me faça ficar livre dessa M……. . Recentemente descobri pela internet um grupo de pesquisadores europeus que definiram esse zzzzzzzzzzzzz como os neurônios super ativos, então pensei comigo, o que fazer para parar esse neurônios que ficam correndo em nosso cérebro que nem loucos, alguns iriam falar em calmantes porem não gosto muito de remédios que não sejam naturais. Atualmente tomo Ginkgo biloba que foi o único remédio natural que me aliviou no que diz respeito a altura do som, hoje escuto ele em um tom baixo porem continua incomodando, então voltando a pesquisa pensei, se é para desacelerar esses pestinhas porque não fumar um baseadinho para ficar zen. Não estou aqui para fazer apologia as drogas, longe de mim mas remédio não é droga???. Os índios não fumavam o seu cachimbinho da paz para relaxar, então !!!!! Não disse que irei fazer mas que tô pensando tô como meio de me livrar dessa praga já que nem os mais estudados conseguem a cura para essa M 5 17 4 A . Para saber o que escrevi agora, para os mais antigos já sabem mas para os mais novos é só contarem o alfabeto e trocar pelo numero. EX.: 5 = A B C D (E) e assim vai para os outros números até formar a palavra, abraços a todos, fiquem com DEUS e perdoem o meu desabafo de 12 anos sofrendo, nessa comunidade de gente de bem, assim como eu que não vê a hora de se livrar desse inconveniente.

  101. zete comenta:

    30 março, 2013 @ 9:39 PM

    pois e gente lendo esses depoimentos vejo qtas pessoas sofrem deste mal, o trem não e fácil, mas com jesus no barco vamos seguindo, a quase três anos sofro deste mal mas tento não lembrar ate esqueço ele.o medico me receitou tebonin que e o ginko biloba mas fiquei com medo de tomar porque li a bula e fala que pode causar hemorragias. o zumbido não sumiu mas levo a vida tranquila tem hora que encomoda muito mas tento conviver com ele ate ele sumir de uma vez

  102. Walter Moreira Santos comenta:

    18 abril, 2013 @ 4:53 PM

    No mês de janeiro último fiz uma cirurgia para a retirada de um Sarcoma de Baixo Grau Encapsulado na axila esquerda.
    Antes da cirurgia, eu já estava com um zumbido pulsátil, com o ritmo do batimento do coração. Os médicos dizem que é um problema emocional, stresse, pois fiquei muito apavorado com o diagnóstico do Sarcoma, que ocorreu no mês de outubro de 2012, onde fiz Radioterapia com 25 sessões até a cirurgia.
    Um dos médicos ( o que me operou) disse para eu tomar o medicamento Labirin. Já estou tomando há 2 dias e espero que este zumbido desapareça, pois mesmo sem incomondar muito, inclusive quando vou dormir fico tranquilo sem a manifestação do zumbido, espero me livrar deste zumbido, que já está me deixando preocupado.

  103. Lucia Helena Braga Demenciano comenta:

    8 maio, 2013 @ 9:02 AM

    Comecei a escutar meu coração batendo dentro do ouvido. Gostaria de saber o que pode ser isso. Por favor me respondam!!! Obrigada desde já. Lucia Helena.

  104. Prof. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    8 maio, 2013 @ 7:29 PM

    Consulte um cínico geral. Importante verificar a pressão arterial que pode estar elevada.

  105. irene soares chaves comenta:

    26 setembro, 2013 @ 7:58 PM

    eu to com um dos meus ouvidos chiando direto com estalos e nao to escudando direito e parece abaixo ao redor parece que esta anesteziado me ajude pois estou muito nervosa com isso ……

  106. luzia vieira comenta:

    21 novembro, 2013 @ 11:56 PM

    puxa vida,ja é meia noite e quarenta e seis,tem mais de uma hora que estou lendo comentários sobre o problema e não encontrei solução,que tristeza.tou com barulho pulsátil no ouvido esquerdo é muiiiiiiiiiiiiito incomodante,nem vou fazer exames caros depois destes depoimentos todos,vou procurar outra fonte,falar com JESUS que é o médico dos médicos que pelo jeito médico nenhum ai achou cura.o SENHOR JESUS vai me curar eu creio e a vc também que crê.boa sorte a todosssssssssssssssssss fiquem com DEUS

  107. Neyde comenta:

    29 novembro, 2013 @ 9:11 AM

    Olá! Gostaria de saber se o que acontece comigo é zumbido, sinto “pressão”, parece que meus tímpanos vão estourar, como se fosse um tambor, o som é ensurdecedor, então, sinto como se o coração estivesse pulsando nos tímpanos, leio sobre zumbido, mas parece-me que os sintomas são sons e para mim é uma “pressão”, já fui ao médico (otorrino), mas ele praticamente “impôs”: zumbido! Por favor, acontece com alguém esses sintonas? Obrigada

  108. Lucio comenta:

    3 dezembro, 2013 @ 3:02 PM

    Tenho 45 anos, desde os 40 comecei com zumbido pulsátil e perda de audição gradativa do ouvido esquerdo. Estou atualmente com cerca de 20% de audição deste ouvido, apenas mas o direito está normal. Tenho zumbido pulsátil e chiado muito forte e não sei mais o que fazer. Já fiz RM e tomografia e não acusou nada.
    Por incrível que pareça, só notei uma melhora no zumbido pulsátil fazendo uma dieta que evita gluten e trigo. Já em relação à perda de audição, fui a 3 médicos que me aconselharam a conviver com isso.

Deixe seu comentário aqui !