09 - dez
  

Dor de cabeça – Cefaléia: Neuralgia do trigêmeo

Categoria(s): Caso clínico, Emergências, Fisioterapia, Neurologia geriátrica




Interpretação clínica

  • Homem de 63 anos, fumante, apresenta-se no consultório com história de dor na face, lado direito, de forte intensidade há 5 dias. Nega alcoolísmo, diabetes, hipertensão. Tem tomado calmantes nos últimos 2 anos, após estresse com a morte súbita da esposa, por infarto do miocárdio. A dor iniciou-se com o tempo frio, no final de semana, durante um passeio nas montanhas. A dor ora aparece de forma intensa, ora desaparece expontaneamente, após alguns minutos. O ato de tocar a região próxima da orelha, e escovar o dente usando água fria, desencadeia a dor na forma  de um choque elétrico, deixando todo lado direito da cabeça dolorido e em seguida “anestesiado”.

Qual o diagnóstico e como tratar?

As queixas de cefaléia e dores faciais são bastante constantes, principalmente em pacientes de idade avançada. Os sintomas e sinais estão relacionados aos acometimentos do distúrbio que as produzem, como afecções oculares (irites, glaucoma, astigmatismo), afecções otorrinolaringológicas (otites, sinusites, mastoidites), cefalalgia de origem osteocraniocervicais (doença de Paget, artroses cervicais), neuralgias (trigeminal, glossofaríngeas) e artrites (artrites temporal de células gigantes).

A International Headache Society (IHS) as dividiu consoante critérios diagnósticos, baseados inteiramente em atributos clínicos em cefaléia ou dor facial associada a distúrbio de crânio, pescoço, olhos, ouvidos, nariz, seios paranasais, dentes, boca ou outras estruturas da face ou crânio e neuralgias cranianas, dor de tronco nervoso e dor da deaferentação.

A descrição fornecida pelo paciente faz direcionar na dor facial para uma neuralgia do trigêmio.

A neuralgia do trigêmeo é uma neuralgia facial unilateral dolorosa que incide mais nas pessoas na sexta e sétima década da vida. É caracterizada por dor tipo intensa, breve (segundos), em facada ou agulhada. Os pacientes descrevem a dor como se fosse um choque elétrico. A dor pode ser provocada por estímulos táteis (pressão digital), geralmente na chamada zona-gatilho, que localiza-se em torno das narinas e da boca. Ato de escovar os dentes, mastigar, falar ou mesmo um golpe de vento frio na face, podem desencadear um crise dolorosa.

A dor da neuralgia do trigêmeo é recorrente e assintomática entre as crises que duram alguns segundos, geralmente se localiza nas divisões do nervo trigêmeo, preferencialmente na segunda e na terceira, e tendo a divisão mandibular como a principal região acometida.

Dada a grande malha de nervos na região facial (figura) a dor acaba por irradiar-se ou espalhar-se por outras áreas do rosto, colocando em dúvida o diagnóstico.

nervo trigêmeo

Diagnóstico – O diagnóstico da neuralgia do trigêmio é fundamentalmente clínico e deve ser diferenciado de outras causas de dor facial, como: carcinoma nasofaríngeo, arterite de células gigantes, linfoma intracraniano, sinusite etmoidal ou esfenoidal, esclerose múltipla, trauma, neuralgia pós-herpética, cáries dos ossos da mandibula ou maxilar.

Neuvralgina dentária, do glossofaríngeo (nono par craniano), do geniculado (sétimo para craniano) podem dar clínicas semelhantes.

Tratamento – O tratamento da neuralgia do trigêmeo é bem sucedido na maioria dos casos. Os medicamentos mais utilizados são: carbamazepina, baclofeno, fenitoína, ácido valpróico, gabapentina e clonazepam. O tratamento clínico pode falhar em 30% dos pacientes, por falta de eficácia ou por efeitos colaterais dos medicamentos. Havendo falha neste tipo de procedimento, deve-se recorrer a tratamentos cirúrgicos como: injeções gasserianas (no gânglio de Gasser – veja figura) ou retrogasserianas de álcool ou glicerol, gangliose por radiofreqüência e descompressão microvascular por craniotomias, principalmente, occipital.

Referência:

Headache Classification Committee of the International Headache Society. Proposed classification and diagnostic criteria for headache disorders, cranial neuralgias and facial pain. Cephalalgia 1988; 8:10-73.

Rabello GD. Cefaléia no idoso. RBM – Rev Bras Med 1998; 55:660-680.

Gloth FM. Pain management in older adults: prevention and treatment. J Am Geriatrics Society 2001; 49 (2): 188-199.

Montagnini M; Dor no doente idoso. In: Teixeira MJ, Figueiró JAB (editores). Dor: Epidemiologia, Fisiopatologia, Avaliação, Síndromes dolorosas e tratamento. Grupo Editorial Moreira Jr., São Paulo, 2001; 32: 397-399.

Kondziolka D, Perez B, Flickinger JC, Habeck M, Lunsford LD – Gamma knife radiosurgery for trigeminal neuralgia: results and expectations. Arch Neurol, 1998; 55:1524-1529.

Tags: , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


652 Comentários »

  1. isabel banlian comenta:

    16 dezembro, 2007 @ 11:05 AM

    gostaria de estar informada sobre novos tratamentos que surgirem sobre a nevralgia do trigemio
    grata

  2. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    31 dezembro, 2007 @ 12:10 PM

    Nevralgia sintomática do trigêmeo (secundária) – A nevralgia do trigêmeo é assintomática entre as crises e não apresenta nenhum déficit neurológico, já nevralgia sintomática, apesar de apresentar o mesmo padrão doloroso, tem sinais de perda da sensibilidade na região afetada da face, mesmo nos períodos fora da crise dolorosa. No idoso a nevralgia trigeminal é geralmente o resultado de alças arteriais comprimindo o nervo e gerando desmielinização com atividade aberrante em nível do núcleo, o que poderia provocar hiperssensibilidade em nível do núcleo caudalis, ou é resultado de uma isquemia de tronco cerebral.
    Nos jovens as causas podem ser: problemas dentários, aneurismas, compressão do nervo em sua emergência foraminal e tumores intracranianos. Mas, a causa mais comum são a idiopática e esclerose múltipla.

  3. Flávia comenta:

    15 janeiro, 2008 @ 3:12 PM

    Olá

    Tenho 25 anos e há uns 6 meses procurei oftamologistas com queixa de dor no olho direito, na parte supratroclear e também no fundo do olho próximo a glandula lacrimal, fiz rm de orbita, varios exames de sangue, na TC de face apareceu um dente do siso incluso no mesmo lado da dor , também fazia tratamento de um dente também da arcada superior com perfuração de canal por 5 anos e quando começei a sentir essas dores optei por extração, mas a dor não passou, procurei inúmeros oftamologistas e o ultimo disse ser neuralgia do trigemio mas a dor não se dá da maneira descrita como convencional que é muito intensa mas de curta duração. Uma neurologista disse ser dor facial atipica, o que seria isso? estou tomando antidepressivos citalopram 20mg e pamelor 10mg. Por favor me ajude. Sinto dor praticamente todos os dia da semana.

  4. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    16 janeiro, 2008 @ 4:17 AM

    Flávia,
    Veja na figura que o nervo trigêmeo recebe este nome por ter três nervos: Mandibular, maxilar e oftálmico. A nevralgia pode acometer qual um destes ramos e até mesmo os três. Os ditos medicamentos antidepressivos também são utilizados com moduladores dos estímulos nervosos no nível cerebral. Por tanto, esta medicação é usada mesmo se a sua dor fosse no dedão do pé. As causas das neurites não múltiplas, e muitas vezes difícil de se determinar. Veja se voce consegue algum sucesso com terapia com acupuntura. Assim, voce se livra de possíveis efeitos colaterais dos medicamentos.

  5. Flávia comenta:

    16 janeiro, 2008 @ 7:41 AM

    Prezado Dr Armando,
    Muito obrigada pelas informações!
    Tenho uma duvida, no meu caso a dor é moderada e o dia todo e não em grande intensidade e duração de segundos como dizem ser neuralgia do trigemio.
    O diagnostico de neuralgia geralmente se faz pelo tipo de dor, o meu pode ser considerado esse tipo de neuralgia mesmo com relatos de dores de modo diferente? Não apresento zonas de gatilho, por exemplo.

    Desde já muito obrigada pela ajuda

  6. Vitor Rodrigues junior comenta:

    21 janeiro, 2008 @ 10:23 AM

    Olá Doutor,
    Sou um “felizardo” portador de nevralgia do trigêmeo. Tenho 28 anos, e convivo com estas dores há 12 anos. Já fiz tratamento com carbamazepina por uns 4 anos e não surtiu efeito. Não tomo mais nenhuma medicação há uns 3 anos.
    Minhas crises aparecem de tempos em tempos, geralmente a cada seis meses, porém, esta ultima apareceu após 2 anos (voltou no domingo 20-01-08), e duram até 30 dias, com média de 3 sessões de dor por dia. Desde que retirei os 4 dentes do ciso, não tive mais dor, somente agora.
    Lendo vários artigos sobre essa nevralgia, descobri que ela dificilmente aparece quando se está dormindo, o que não é o meu caso. Tenho essas sessões de dor qualquer hora do dia, inclusive às 3 da manhã. Descobri também, que pode ser um sintoma de esclerose múltipla, pela minha idade.
    Segundo dentistas, tambem devo utilizar a “plaquinha” de descanso para dormir, já que tenho bruxismo (ranger dos dentes enquanto durmo).
    Gostaria que o senhor me esclarecesse sobre essas dúvidas sobre a esclerose, uso de plaquinhas (se podem fazer efeito, ou se o bruxismo pode ser o causador da nevralgia).
    Ops, esqueci de relatar: já fiz tomografia (após insistir muito com o neurologista) e, segundo ele, nenhuma anormalidade foi constatada.
    Novamente agradeço!
    Conselhos sobre hospitais que fazem cirurgia (se for o caso) gratuitas, também são bem vindos!
    Espero as respostas com ansiedade e dor, muita dor !!!
    Abraços!

  7. suzana comenta:

    27 janeiro, 2008 @ 6:38 PM

    tenho neuralgia, tenho minhas dúvidas, não sei o que tenho, o uso da pasta dental desencadeia a dor com dormência.. o ar condicionado também , água gela, sorvete, frio etc. não sei o que tenho não foi investigado só tomo carbamazepina….quero ajuda não aguento mais…..quando estava passando pelo ar condicionado começou um amortecimento no lado com dor e de repente pegou na língua e subiu .. tive uma convulsão devido a neuralgia….e o médico que fui diz que não é nada… estou tomando 900 mg de carbamazepina… e mesmo assim as vezes ataca… SOS… socorro… alguém pode me ajudar…..preciso de um médico que me ajude e diga o que tenho

  8. madalena comenta:

    28 janeiro, 2008 @ 12:35 PM

    Suzana, procure o hospital 9 de julho em São Paulo, são especializados nisso.
    tbm tive esse problema, fiz duas cirurgias e hoje estou completamente curada.
    não tomo medicação e levo vida normal.
    boa sorte, saúde!

  9. gisele comenta:

    29 janeiro, 2008 @ 1:05 PM

    TENHO SINTOMAS DA NEVRALGIA DO TRIGEMIO A PRIMEIRA CRISE DE CHOQUE FOI EM 2005 E AGORA EM 2008 GOSTARIA DE SABER QUANTO TEMPO DEMORA PRA VOLTAR ELA DUROU 3 DIAS EU ACORDVA A NOITE C/O CHOQUE TENHO E ANSIEDADE DELA VOLTAR LOGO EM ADOLESCENTE TAMBEM É FREQUENTE SO TENHO 22 ANOS E VIVO PERTUBADA O FAÇO PARA VIVER EM PAZ COM ISSO?

  10. Flávia comenta:

    29 janeiro, 2008 @ 8:34 PM

    Caro Doutor,

    Como disse no palpite acima, minhas dores não são como dizem ser a de nevralgia do trigêmeo (forte intensidade e curta), a minha parece ser crônica aparece quase todos os dias e é de intensidade moderada, durante esses seis meses de sofrimento eu tive apenas duas crises que a dor era bem intensa mas duraram uns 10 dias. Como já disse essa dor no olho direito se dá na parte supratroclear e e também no fundo do olho próximo a glândula lacrimal. Fiz vários exames e nada foi detectado. Gostaria de saber se pode existir nevralgias com dores parecidas com a minha?

  11. Vitor comenta:

    30 janeiro, 2008 @ 4:20 AM

    Suzana, também passei por essa dúvida. O meu médico dizia que o problema era nevralgia, mas nenhum exame era solicitado. Eu ficava imaginando mil coisas, pensava que tinha tumor, essas coisas… mas no fundo, é “apenas” nevralgia do trigêmeo! Tomei carbamazepina por um longo tempo e não surtiu efeito algum, por isso parei com a medicação por conta própria.
    Gisele, no meu caso as crises duram até um mês, com dor todos os dias e várias vez ao dia. Como disse anteriormente, elas demoravam em média 6 meses para aparecer, porém dessa última vez, fiquei sem dor por ótimos 2 anos rsrs.
    Tento conviver com elas do jeito que posso, me afastei do trabalho por duas semanas, e sempre que a dor vem, deito na cama e espero até ela passar. Após isso fico totalmente debilitado. Não é raro quando tenho vômitos devido às náuseas causadas pela dor. Já emagreci uns 3 quilos em 10 dias por isso.
    Sei que é difícil, mas tente levar sua vida normalmente, principalmente por você ter citado que a crise durou apenas três dias e agora deve estar sem dor. Procure um hobby, faça algo que te dê prazer, e esqueça dela. É tão bom estar sem dor, esses momentos são cada vez mais valorizados por mim hoje em dia.
    Mas é isso! Espero que todos nós tenhamos significativas melhoras, pois só nós sabemos o que é sentir essa dor quase insuportável.
    Se alguém quiser se comunicar comigo, meu e-mail é rodriguesdesbo@yahoo.com.br, fiquem à vontade!
    E quanto ao hospital, gostaria que a Madalena desse mais informações, se é gratuito, como faço para conseguir uma consulta, etc… e obrigado!

  12. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    30 janeiro, 2008 @ 6:05 AM

    Flávia,
    Essa sua dor crônica pode ser um tipo de enxaqueca. Faça uma consulta com neurologista e exames à respeito.

  13. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    6 fevereiro, 2008 @ 4:52 PM

    Raquel,
    Não temos indicações de profissionais no Rio de Janeiro. Acredito que o site da Sociedade Brasileira de Neurologia tem esta informação.

  14. Mônica comenta:

    8 fevereiro, 2008 @ 6:10 AM

    Dr.Armando, tenho 44 anos e há um ano tive alguns problemas como perca do equilíbrio, dormência do lado direito, tonturas, arretmia carídaca e ansiedade, após muitos exames tive dois diagnósticos de neurologistasdiferentes, um disseser eclerose múltipla outro eplepsia de ausência, estou até hoje com o primeiro diagnóstico citado aqui, tomo um cloridato de fluoxetina por dia. Durante esse tratamento também detectaram fribomialgia e surgiu uma dor no ouvido direito a qual me confundiu com dores da DTM(uso placa de mordida para dormir há muitos anos) mas há mais de uma ano deixei de usa-la.
    Após verificar com radiografias se não havia canal para tratar, troquei todas asrestaurações dos molares, fui ao oftalmologista que não constatou sinusite, fiz ressonância magnética e tudo está normal.
    Sou enxaquecosa mas as dores que estou tendo desde o início de janeiro não é enxaqueca. Dói meus dentes dos fundos, hora lado direito, hora lado esquerdo., dor nos nervos do pescoço refletindo com muita dor na cabeça. Fiquei com essa dor 22 dias, mesmo medicada, a dor só amenizava não passava. Agora estou tendo alguma trégua algunsdias, porém em outros ela voltacom pouca ou alta intensidade. Sinto fisgadas no ouvido, a dor no pescoço ainda incomoda muito refletindo nas costas e a dor de cabeça é em cima da cabeça com sensibilidade ao apertar o coro cabeludo atrás da orelha.

    Por favor doutor, me ajude, estou cansada de tomar remédios e ir a vários médicos, osquais associam essas dores com o trigêmio.
    Acha que pode ser? o que devo fazer?
    MUITO OBRIGADA

  15. Mônica comenta:

    8 fevereiro, 2008 @ 6:11 AM

    Quero corrigir meu email o qual digitei erradamente
    monilp2002@yahoo.com.br

    obrigada

  16. Nelci comenta:

    10 fevereiro, 2008 @ 6:39 PM

    Dr. Armando,meu pai é portador da nevralgia do trigêmeo hà mais de 8 anos, até descobrir o que era, passou por vários médicos e tratamentos (q não surtiram efeito),há 1 ano mais ou menos fêz uma cirurgia de bloqueio e ficou sem dor por quase 1 ano. Agora ela voltou e muito pior, ele vai passar por outra cirurgia no HC de Ribeirão Preto, dessa vez vão tentar descomprimir o nervo.Como é essa cirurgia? é muito arriscada? quais lesões ele pode ficar? Por favor me ajude,de me uma resposta, pois estou muito preocupada.
    Obrigada!

  17. elaine comenta:

    15 fevereiro, 2008 @ 1:55 PM

    Há seis meses atras tive Hepes Zoster, dores horriveis no nervo trigemeo,fiz tratamento com carmazepina dois meses e não senti + dores,episodios das dores estão voltando, o que posso fazer?

  18. Nelci comenta:

    16 fevereiro, 2008 @ 6:17 AM

    Meu pai passou por uma cirurgia no HC de Ribeirão Preto.Descobriram que tinha um coágulo comprimindo o nervo,ele ficou quase 4 horas em cirurgia,mas ele esta otimo,a dor passou e ele é uma nova pessoa.Quero deixar aqui uma palavra de conforto para todos que sofrem desse problema(neuralgia do trigemio)procurem ajuda o mais rápido possível, pois tem como se livrar desse mal.Meu pai não tinha mais alegria de viver,e agora menos de uma semana depois da cirurgia,ele esta muito feliz.Quero deixar também o nome do médico responsável pela cura do meu pai,Drº Albeto Assirate Junior do departamento de neurocirurgia do HC Ribeirão Preto, e sua equipe.Um abraço a todos. Fiquem com Deus.

  19. Jorge Martins comenta:

    17 fevereiro, 2008 @ 3:04 PM

    Sofro de Nevralgia do Trigémio há 20 anos
    Fui operado em Dez 2000, sem sucesso, em Abril de 2001 submeti-me a uma Termocoagulação por radiofrequência, não resultou, fiquei coma a face, gengiva e lígua do lado direito, adrmecidos. Cada vez mais crises e piores, tomo Carbamazepina (600mg/dia) + Gabapentina (2100mg/dia) e continuo com estas horrorosas dores, que fazer? ? ?

  20. Nelci comenta:

    17 fevereiro, 2008 @ 7:36 PM

    Jorge Martins,entre em contato comigo por email(nelaragao@ibest.com.br)que te informarei o nome do médico que fez a cirurgia no meu pai.Uma semana depois da cirurgia meu pai é outro homem e o melhor de tudo não ficou com sequelas.
    Ele é do Hospital das Clinicas de Ribeirão Preto.Aguardo seu contato pois sei o que esse problema traz muito sofrimento.Boa sorte!!!

  21. Nelci comenta:

    17 fevereiro, 2008 @ 7:46 PM

    Quero corrigir o nome do médico que operou meu pai, pois eu tinha colocado errado o nome certo é : Drº João Alberto Assirati Junior.E para quem quiser maiores informações :

    Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRP-USP
    Clínica Civil – Corpo Clínico
    Telefone na Instituição: (016) 3602-2498 FAX:
    E-mail: assiratijamj@uol.com.br

  22. simone gorni comenta:

    19 fevereiro, 2008 @ 2:02 PM

    Boa tarde para todos,
    eu sou mas uma paciente que sofro com esta doença terrivel,já passei por duas cirurgias do balão e sem sucesso,a ultima foi agora em 6/12/07 e quando foi no dia 2/2/08 no carnaval tive dores horriveis.Meu esposo não aguenta mas me ver sentindo dores,meu filho já sabe o nome dos remedios,irei voltar ao consultorio do meu medico agora em março,sinceramente eu não vejo mas solução e sim viver com esta doença. eu gostaria Dr. de lhe ouvir e saber do senhor se esta cirurgia de cabeça aberta é a solução definitiva,pois tenho medo de ter algum problema apos a cirurgia e visto eu ser um pouco gordinha.

  23. Edno Queiroz comenta:

    28 março, 2008 @ 9:23 PM

    OLÁ…
    FICO MUITO FELIZ POR EXISTIR UM ESPAÇO COMO ESTE…ESTOU FAZENDO PARTE DA COMUNIDADE DOS NEVRÁLGICOS…DESDE O DIA 10/03/08, SOU UM NOVO COMPANHEIRO DE TODOS VOCÊS E ESTOU PRECISANDO MUITO DE AJUDA E INFORMAÇÕES…INCLUSIVE DISPOSTO ATÉ A CRIAR UM ESPAÇO UNICAMENTE SÓ PARA QUEM SOFRE DA NEVRALGIA DO TRIGÊMIO E APROVEITO PARA DEIXAR MEU e-mail: edno.porto@hotmail.com, PARA QUEM TIVER INTERESSE EM TROCAR INFORMAÇÕES SOBRE ESTA TÃO DESCONFORTANTE SITUAÇÃO QUE VIVEMOS, PORÉM TENDO QUE TIRAR DELA ALGUM ENSINAMENTO…

  24. EDNO QUEIROZ comenta:

    28 março, 2008 @ 9:26 PM

    OI…
    GOSTARIA DE SABER SE NA BAHIA, PRECISAMENTE EM SALVADOR, EXISTE ALGUM ÓRGÃO ESPECÍFICO NO TRATAMENTO DA NEVRALGIA DO TRIGÊMEO?!?!??!

  25. Vera comenta:

    29 março, 2008 @ 4:32 PM

    Usei vitamina B12 . Resolveu pra mim e para a pessoa me ajudou.

  26. Bárbara Blumenau-S.C. comenta:

    31 março, 2008 @ 11:25 PM

    Olá!!!!!! Tenho 24 anos, e tive a minha primeira crise no ano passado mais ou menos nessa época mas foi do lado direito. Fui tratada como stress com Carbamazepina e Lorax. A dor passou e tudo ficou normal!!
    Mas esse fim de semana começou tudo de novo do lado esquerdo, é uma dor insuportavel, fui no P.S. ontem e fizerram uma Tomografia, mas lá nada apareceu. Me indicaram ir a um especialista de ATM. Fui ao dentista hoje e ela disse que meu problema de mordida cruzada nao iria influenciar a ter essa dor insuportavel e sim uma nevralgia de trigemeos!! E ainda mais, que não é comum em pessoas jovens!!!!
    Graças a Deus tomei os medicamentos(Carbamazepina e um para a dor Tylex) e está dando certo!!! Ufa!!! Graças a esses medicamentos vou dormir de novo!!!!
    Adorei encontrar esse site, onde pesquisei e achei muitas pessoas com esse problema onde podemos trocar informações!!!!
    Beijos a todos!!!!

  27. Anônimo comenta:

    3 abril, 2008 @ 9:34 PM

    dr.eu tive fisgada na cabeça há 1 ano atrás,depois das fisgadas eu comecei a ter uma dor enorme no meu rosto era uma dor que eu nao conseguia sair de casa minha familia nao sabia mas o q fazer,fui em varios medicos so que minha dor nao parecia com a do nervo trigemeosela era latejante no ceu da boca no naris todos os dente doiam.eu nao dormia eu nao trabalhava.Alem de tudo ainda estava tendo surtos de medo ansiedades,eu ficava fora de mim por alguns segundos.Foi muito dificil para mim,os medicos nao entendian eles rian ate da minha cara,achando talvez que eu era louca.Ai teve um dia que o meu rosto doeu tanto que deu derrame no meu olho.no outro dia eu fui em um neurulagista de uma amiga minha,ele fez varios exames clinicos e disse nao sei o porque mas voce a com neuvralgia dos trigemeos,e voce sentiu tanta dor tanta pressao na cabeça que te deu essa preçao.
    Tem dois meses que eu fui diagnosticada,estou tomando 800mg de tegretol e um antidepressivo cymbalta ,e ja me aliviou 80por cento das dores. mais quando eu estou muito agitada sinto ainda muitas dores.Dr na sua opniao isso pode mesmo ser nervo trigemeos,pois os sintomas e um pouco diferentes do que eu ja ouvir e li.

  28. RAQUEL DE OLIVEIRA comenta:

    5 abril, 2008 @ 1:39 AM

    olá, sou raquel tenho 20 anos tive a primeira crise a 2anos atrás,é uma dor insurpotavel que sinto que começa na região dos olhos e vem descendo para o ouvido e vai até os dentes e essa dor é localizada do lado esquerdo da face; ja passei por vários médicos oftamologista, otorrino,fiz exames e não constatou nada, fui ao neurologista, fiz o eletrocefalograma e não constou nada, fui ao dentista fiz radiografia e constou que tenho DTM, iniciei o tratamento com o uso de uma placa p/ não sentir dor por seis meses juntamente com fisioterapia parei de usar a placa por recomendação da dentista e estuo usando aparelho fixo mas não estou tendo resutado, gostaria de que o dr. tirasse minhas duvidas. o que faço? será que tehno nevralgia do trigenio? por favor mim de uma soluçao porque não suporto mais tamta dor.adorei encontra esse site, beijos.

  29. Jorge Martins comenta:

    5 abril, 2008 @ 5:04 PM

    “sou mas uma paciente que sofro com esta doença terrivel,já passei por duas cirurgias do balão e sem sucesso”
    Cara amiga Simone Gorni:

    Ainda bem que soube deste insucesso da técnica do balão, porque de novo ando com crises horrorosas, tomo 2 000mg de gabapentina + 900mg de carbamazepina, e as dores não me largam, já fui submetido a 2 tipos de operação, a 2ª foi termocoagulação por radiofrequência, sem sucesso, ainda pensei na técnica do balão que é semelhante a esta, mas já vi que não é eficaz, já fiz terapia sacro craneana, também sem sucesso.

    Pergunto se já algum dos colegas que sofrem desta maldita nevralgia do trigémeo, se submeteu a acumpuntura, (técnica com agulhas) é o tratamento a que nunca me submeti e não sei se valerá a pena.

  30. Flavia comenta:

    6 abril, 2008 @ 11:03 PM

    Olá Jorge

    Tb fui diagnosticada com nevralgia do trigemio e já fiz algumas sessões de acupuntura, disseram que p ver algum resultado é preciso no minimo dez sessões. Estou nessa luta, vale a pena tentar.

  31. Lys Adeodato comenta:

    7 abril, 2008 @ 9:46 PM

    Fui diagnosticada com nevralgia do trigêmio há 1 mês. Até este momento senti dores de cabeça e por três vezes foram insuportáveis.Parecia que umas duzentas agulhas estavam penetrando e naquele momento meter uma bala na cabeça seria a melhor solução.Até este momento, sentia dor em dois dentes que o dentista dizia que era uma dor fantasma pois não tinha razão para isso. A sensação era de estar com uma sinusite crônica. A face esquerda era toda comprometida.Fiz todos os exames que se possa imaginar e não existia nada. Até ser diagnosticada levei três anos.E é pq tenho 2 irmãos e uma filha médicos. A conclusão que cheguei foi que os médicos relutam em dar esse diagnóstico por conta da medicação poder oferecer muitos efeitos colaterais. As dores passaram mas a medicação me deixa em camâra lenta. Quero voltar à minha vida normal e não estou conseguindo.
    Pergunto a minha filha e ela diz que não tem experiência por isso não sabe o que dizer.
    Gostaria de obter mais informações e depoimentos.Onde? Como? Obrigada.

  32. Edno Queiroz comenta:

    8 abril, 2008 @ 7:25 PM

    Olá Dr.

    Queria uma informação, por gentileza… Afinal, nevralgia do trigêmios têm ou não cura?!?!?!?!?E além disto, por que acomete em tantas pessoas jóvens…eu mesmo tenho 41 anos?!?!??!
    Espero uma resposta…

    Muito obrigado…

  33. Apoliana comenta:

    9 abril, 2008 @ 11:01 AM

    gostaria de esclarecimentos sobre as causas do trigemeo…
    corro o risco de sofrer um AVC por causa dessas dores na face, que são muito fortes???
    por favor quem puder se corresponder comigo para me ajudar, agradeço.
    e-mail é: poli_mva@hotmail.com
    Dr. e colegas conto com vcs.

  34. Jocemar Gabbi comenta:

    9 abril, 2008 @ 6:26 PM

    Tenho 34 anos e dor há 6. Minha dor é exatamente como descreve a Flavia, moderada e crônica,O diagnostico é Dor Facial Atípica .Já fiz todos os exames possíveis os quais nada acusaram. Meu dentista indicou a termocoagulaçao como um bom tratamento e estou afim de tentar pois não fiz nenhum procedimento cirurgico no nervo ainda. Tomo antidepressivo todos os dias, mas com pouca melhora. .Seria muito bom criarmos um espaço para discutirmos nosso sofrimento,melhoras e tratamentos, já que(no meu caso) nem os medicos sabem mais o que fazer.
    Flavia, vc não eta sozinha nessa…
    Melhoras à todos!

  35. Jorge Martins comenta:

    11 abril, 2008 @ 4:44 PM

    Oi Jocemar Gabbi:
    Já sofro desta maldita nevralgia do trigémio há 20 anos, já fui submetido à termocoagulação por radiofrequência, fiquei com a cara lígua e gengivas adormecidas, já lá vão 7 anos e as dores continuam, não sei se já leste a entrevista de Dráuzio Varella ao Drº Cláudio Fernandes Correia sobre este assunto http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/neuralgia.asp, vale a pena ler.

    Olá Flávia, quer dizer que andas em sessões de Acupuntura, vai dando notícias, porque se resultar, eu também vou tentar, qualquer coisa que resulte eu alinho.

  36. Silvia Mauricio comenta:

    12 abril, 2008 @ 6:57 AM

    Meu pai já é a segunda vez que faz uma intervensão cirurgica ao trigêmeo e continua sempre com aquelas dores orriveis. O intervento foi dentro do craneo para fazer descompressão correu tudo bem só as dores teimao em não passar. Gostava muito de o ajudar mas já não sabemos mais que fazer. Mas será que ele vai ter de viver assim para o resto da vida?

  37. Edno Queiroz comenta:

    12 abril, 2008 @ 7:23 PM

    Dr. Armando Miguel Jr.

    Obrigado pela atenção e registro que estou satisfeito com sua resposta, seu esclarecimento…porém tenho uma dúvida ainda não esclarecida…em Salvador/Ba existe algum centro de referência para tratamento da Nevralgia do Trigêmeo?..se existe…qual?
    Um abraço!!!

  38. daniella comenta:

    13 abril, 2008 @ 11:03 PM

    olá,
    gostaria de informações a respeito do tratamento de nevralgia. ha uns 4 anos minha mae começou a apresentar os sintomas dessa doença. atualmente ela faz tratamento com carbamazepina e gabaneurim, mas continua a sentir dor. o medico quer operá-la e agora?

  39. Flávia comenta:

    15 abril, 2008 @ 10:05 AM

    Jocemar e Jorge,

    E essa dor que nos persegue!!! Ainda não obrtive os resultados com a acupuntura mas como disse leva um certo tempo e eu estou tentando!!! Jocemar sua dor tb é no olho? Puxa, quero um dia que tudo isso acabe!!! Desculpe o meu desabafo, mas é que é difícil conviver com isto! Peço que os médicos sejam iluminados e possam nos auxiliar!!!
    Abç

  40. Cristina Hassuo Padovani comenta:

    15 abril, 2008 @ 4:19 PM

    Olá doutor
    Qual o tratamento para nevralgia dos trigemeos? Pois estou com “parestesia”.
    Estava normal, quando no sábado, na hora em que fui almoçar senti minha língua como se estivesse queimada (com pouca sensibilidade) e comentei com meus familiares que não havia queimado a língua com nenhum alimento… e neste mesmo dia, de noite eu sai com meu marido e amigos num bar onde pedi uma taça de sorvete de sobremesa…e ao colocar a colher na boca, foi como estivesse anestesiada (meus lábios no lado direito), logo após fui para casa e me deitei. Ao acordar no dia seguinte (domingo), senti meu olho esquerdo diferente, então fui em frente ao espelho e comecei a piscar, quando percebi que meu olho esquerdo estava lento ao piscar, e passei o dia assim sem agravar a parestesia. Ontem (segunda-feira), ao escovar os dentes não conseguia fazer bochecho, pois meus lábios (do lado direito) não fechavam.
    Saí para trabalhar, e, ao atender uns telefonemas senti dificuldade em falar a letra P e B.
    Quando fui almoçar meus familiares que estavam juntos ficaram assustados em me ver falando com a boca torta e com o olho (esquerdo) piscando como se fosse tique nervoso. Logo me encaminharam num hospital onde meu diagnóstico foi “nevralgia do trigemeo”.
    Hoje, terça-feira, sinto uma leve pressão na cabeça, acima da orelha direita em direção àa nuca.
    Gostaria de saber se é melhor consultar um neurologista para detectar a causa dessa inflamação do trigemeo.
    Isso pode causar sequelas?
    Um abraço.

  41. Jocemar comenta:

    16 abril, 2008 @ 10:04 AM

    Flavia, a dor que sinto parece ser logo abaixo do olho direito, um pouco atrás dele…mas a persistencia e intensidades são identicas ao seu relato.. amanha tenho consulta…. estou ansioso por alguma novidade…

    sorte a todos!!

  42. Jessica Lucas comenta:

    17 abril, 2008 @ 8:41 AM

    Foi me diagnosticado ha 5anos nevralgia do trigémeo e a neurolgista mandou-me fazer um TAC e uma RM.Nestes exames tudo estava normal.Tive de tomar muitos medicamentos e demorou muito a melhorar…Ao fim de 5anos apareceu-me novamente a dor no lado direito da face…quando falo no telemóvel ou em telefones fixos sem fios sinto que me aumenta a dor.Gostava de saber se falar no telemóvel ou em telefones sem fios está na causa de eu ter essas dores….

    Saúde para todos….

  43. sonia maria comenta:

    18 abril, 2008 @ 4:09 PM

    Em janeiro de 2007 sai de férias e foi para uma praia. Passado uns 4 dias que havia chegado, começei a sentir dores horríveis na mandibula do lado direito. Liguei para minha dentista e ela me passou alguns remédios e havia dito se não passasse a dor era pra eu procurar um dentista na cidade que talvez poderia ser algum abscesso. Começei a tomar o remédio só que quando passava o efeito a dor voltava. Resolvi não procurar nenhum dentista. Fiquei tomando direto os remédios até voltar pra casa. Chegando em casa procurei além do meu dentista várias especialistas na área de odontologia e nada encontraram. Então marquei uma consulta com um homeopata ai ele pediu para que eu procurasse um neurologista. Marquei a consulta com o neuro e ai ele me disse que pelos sintomas que eu estava sentindo tudo indicava que era uma dor facial atípica ou seja nevralgia do trigêmio. Pediu para que eu fizesse uma resonância magnética do crânio. Fiz e não tinha nada. Ai ele me receitou trileptal 300mg e pediu para que tomasse 2 comprimidos 2 x ao dia durante 2 meses e depois voltasse a falar com ele. Depois de 2 meses voltei e graças a Deus a dor havia desaparecido. Já faz 1 ano que não sinto mais nada.

  44. Ana Carolina comenta:

    21 abril, 2008 @ 8:54 PM

    Tenho 24 anos, e estou bastante assustada, pois desde de ontem comecei a sentir umas fisgadasna cabeça, do lado direito, principalmente no centro. Gostaria de saber se essas fisgadas podem ser sintomas de outra coisa como estresse. ah. no início do ano tb senti uma dor de cabeça insuportável principalmente na região dos olhos. Por favor, me ajudem! alguém me dê uma luz.

  45. Renato comenta:

    5 maio, 2008 @ 3:29 PM

    Fui diagnosticado por um medico homeopata. Iniciei o tratamento com comprimidos ontem, com duração de 45 dias, qdo então, voltarei ao médico. Minhas dores são sempre em locais diferentes do cranio. Ora nas laterais, ora frontal e somente quando espirro ou tusso, às vezes tbem qdo me agaixo (dói menos). Tive uma crise de tosse (engasguei) no Supermercado q quase desmaiei de tanta dor. Agora toda vez q sinto vontade de espirrar ou tossir, ja levo as mãos na cabeça tentando segurar a dor que lá vem (como se isso adiantasse alguma coisa).
    Sorte a todos. Estou acomapanhando os cometários

  46. Sônia Beatriz comenta:

    11 maio, 2008 @ 9:35 PM

    Dr.Armando, tenho 47 anos ontem ‘a noite comecei a sentior uma dor na barriga ‘a baixo do umbigo, cmo se eu tivesse feito uma cirurgia…..que vem das costas e pela barriga….pensando q eu fosse dormir melhoraria, mas pelo contrério está doendo muito, já tive neuvralgia algumas vezes e essa dor q estou sentindo é identica…passando a mão e a própria roupa incomoda, é um ardor…dói muito….
    Dr.tem algum remédio que eu possa tomar algum gel..ou algo ‘a fazer nesses casos?

    Agradeço

    Abraço
    Sônia Beatriz

  47. Roseli comenta:

    15 maio, 2008 @ 1:17 PM

    Tenho 31 anos e tenho neuralgia há 4 anos tomo carbamazepina, queria saber se quando tomada grande quantidade do remédio pode influenciar hormonalmente, pois em duas crises que tive foi aumentada as doses até chegar em 1200 mg dia , eu engravidei , mesmo tomando anticoncepcional. Gostaria de saber mais a respeito , porque hoje em dia quando eu tenho crises e tenho que aumentar o uso da carbamazepina tomo outros cuidados além do anticoncepcional poi tenho medo de engravidar.

  48. Ricardo Pégo comenta:

    21 maio, 2008 @ 10:27 AM

    oi Flávia,
    tb tenho estado no msm pesadelo, até é o msm olho (o direito), tb ja corri vários oftalmologistas (7), 2 otorrinos , 1 neurologista , 1 alergologista.
    fiz tratamento para a sinusite, mudei de lentes 5 vezes( quando a 1 ano nem usava oculos).
    trabalho no computador o dia todo e as dores sao constantes de á 4 meses para cá, tb ja tomei carbamazepina pk tb colocaram a hiptese de ser nevralgia do trigémeo, agora vou tratar dum dente do siso que assim como a ti tb me anda a dar problemas ( apesar de ser do lado oposto, logo n deve estar relacionado).
    fico a aguardar novidades pk realmente esta dor é insuportavel e leva ao desespero, perde-se qualidade de vida e acima de tudo a ansiedade apodera-se de nós, pk existe a constante incognita “afinal o que é que eu tenho?” e ninguem parece saber responder tornando-se tb muito frustrante pelo facto de nos sentirmos completamente impotentes, mas tlz nós nos consigamos ajudar uns aos outros.
    cumprimentos para todos!

  49. Pedro comenta:

    22 maio, 2008 @ 11:00 AM

    Tenho o problema de nevralgia do trigémio , lado esquerdo da face acima da gengiva , começou a 2 anos , na época cheguei a fazer um canal pois meu dentista achava que erra problema dentário , como nao deu resultado procurei varios medicos ate achar um que me indicou o neurologista , ai foi que descobri o problema , só que o medico me disse que é uma doença só em pessoas acima de 60 anos , pelo que vejo aqui nos comentário nao é bem assim , a media aqui acho que é 30 , minha idade é 40 , faço tratamento com carbamazepina 200 ( generico Graças a Deus existe ) como todos descreveram a doença vai e vem , já estou a 3 meses sem tomar remedio e nao sinto dor , minhas crises são de janeiro a Abril … vai entender!!! se alguem quiser pode me escrever para falarmos sobre o assunto.

  50. Flávia comenta:

    22 maio, 2008 @ 4:39 PM

    Oi Ricardo,

    Realmente é uma situação muito difícil, a toda hora tb me pergunto ” o que é q eu tenho?” Será algo grave? Por que ninguem descobre? E quando lançam um diagnóstico, pq o remédio não faz a dor parar? Atualmente tomo antidepressivo e anti epiletico. Queria te perguntar, como e onde são as dores do seu olho? O meu doi na parte supra e infra orbitária, sinto tb o olho muito seco com falta de lagrimas. A dor vem do nada, as vezes já acordo com ele doendo e só vai passar no outro dia, e logo volta a dor novamente. E nesses periodos de dor, o olho fica com vasinhos vermelhos. Tb fui a varios oftamologistas e ninguem sabe. Falam que esse discreto vermelho não é inflamação, não caracteriza nada…mas só sei que dói e incomoda.
    Desejo saúde a todos!!!

  51. Flávia comenta:

    22 maio, 2008 @ 4:40 PM

    Oi Ricardo,

    Realmente é uma situação muito difícil, a toda hora tb me pergunto ” o que é q eu tenho?” Será algo grave? Por que ninguem descobre? E quando lançam um diagnóstico, pq o remédio não faz a dor parar? Atualmente tomo antidepressivo e anti epiletico. Queria te perguntar, como e onde são as dores do seu olho? O meu doi na parte supra e infra orbitária, sinto tb o olho muito seco com falta de lagrimas. A dor vem do nada, as vezes já acordo com ele doendo e só vai passar no outro dia, e logo volta a dor novamente. E nesses periodos de dor, o olho fica com vasinhos vermelhos. Tb fui a varios oftamologistas e ninguem sabe. Falam que esse discreto vermelho não é inflamação, não caracteriza nada…mas só sei que dói e incomoda!
    Desejo saúde a todos!!!

  52. Ricardo Pégo comenta:

    26 maio, 2008 @ 9:56 AM

    Oi Flávia,
    o meu desconforto é constante desde finais de janeiro, ao longo deste tempo tenho sentido sempre dores que agravam e melhoram ao longo do dia.
    estas situam-se no olho e na zona superior ao olho, o que levou a supor que seria sinusite por se localizar na zona dos seios peranasais, hipotese esta que foi afastada porque apesar de se encontrar liquido no seio peranasal direito este não era suficiente para provocar tais sintomas (observação feita por 2 otorrinos).
    quanto aos vazinhos vermelhos agora são constantes e quando confronto os medicos com esse facto obtenho sempre a mesma resposta que te deram a ti, e é verdade incomoda muito mesmo!!
    cumprimentos a todos!!

  53. Ricardo Pégo comenta:

    27 maio, 2008 @ 5:32 AM

    oi flávia,
    já que estamos a viver o mesmo pesadelo se quiseres falar sobre o assunto o meu
    mail no messenger é ricpego@hotmail.com.
    isto aplica-se a todos que tenham os mesmos sintomas e queiram falar sobre este
    problema, nunca se sabe pode ser que consigamos descobrir de onde vem este sofrimento.
    abraços a todos.

  54. Rafael comenta:

    31 maio, 2008 @ 11:27 PM

    Oi gente, acho que encontrei minha turma aqui. Tenho 18 anos, também fui diagnosticado com a neuralgia (ou nevralgia) pela neurologista, em 2007 (na época, eu tinha 17 anos). Comecei a sentir os prováveis sintomas durante uma palestra na faculdade. Antes, tive alguns problemas emocionais (relacionados com decepção amorosa, por que não falar aqui??), e achei que isso fosse a causa dessa dor misteriosa, ou o início de uma depressão ainda disfarçada. Ou seja, tudo estava misturado: decepção, desânimo e uma dor sobrenatural (rs). Fui ao dentista. Fiz um canal que não adiantou absolutamente nada. Parecia que meu rosto ia se rasgar. Fui na otorrina e adivinhem: NADA foi diagnosticado. Na época, eu trabalhava e estudava, justamente o período em que sentia dores absurdamente fortes, a ponto de implorar ajuda aos meus amigos. Um tempo depois, no final de 2007, a crises cessaram, mas ficou uma sensação de uma dor sempre presente, com alterações ao longo do dia. Também no final desse ano, tive crises de sinusite pela primeira vez. Não consegui assistir aula durante 3 dias, ia somente pra garantir a presença. Pra tentar melhorar um pouco, pedi demissão do trabalho, pois não rendia mais como no início, entrei na aula de natação e comecei a dar mais atenção a projetos pessoais. Em 2008, tô tentando manter esse ritmo, mas tem hora que uma bala na cabeça seria uma solução, já que a dor não me larga. Em vários momentos eu perco o foco da vida, fica tudo sem sentido, já que a expectativa de melhora é uma incógnita. Agora sim, aquela velha frase “Saúde é que interessa, o resto não tem pressa” faz todo o sentido. Eu seria plenamente feliz hoje se essa dor passasse definitivamente. Não pretendo ganhar na mega sena, não quero trabalhar com o Roberto Justus, não pretendo aplicar dinheiro na bolsa de volares…quero apenas o meu bem-estar. Ah, já ia esquecendo: assim como a maioria aqui, eu também me pergunto: “o que que eu tenho?” (rs)

    Um grande abraço pra todos!
    Melhoras pra nós!

  55. ELIANE ANDRADE comenta:

    5 junho, 2008 @ 1:59 PM

    SOFRO DE DORES CRONICASNA NEVRALGIA DO TRIGENIO OU SEJA NA AREA QUE INTERES O TRIGENIO FOI LESADA APOS UM TRATATAMENTO DENTARIO UM CANAL DESTE ENTAO SO DORES HA 04 QUATRO ANOS,FAÇO TRATAMENTO CO NEUROCIRUGIÃO E UM ESPECIALISTA EM DOR QUE É UM ANESTESISTA.OS MELHORES ONDE MORO,JA FIZ A CIRUGIA DE RADIO FREQUENCIA ,ANDIANTOU UM POUCO E POR UNS MESES MAS AGORA PARECE QUE AS DORES VOLTARAM COM TUDO SÃO CRISES EM CIMA DE CRISES ,MINHA VIDA HJ PAROU VIVO APRIENSIVA COM MEDO DA DOR A HORA QUE POSSO TER A PROXIMA CRISE,TOMO MEDICAMENTOS ANTICONVULSIVANTES,JA TOMEI TANTOS QUE ATÉ DESACREDITEI DELES,PAREI DE TRABALHAR DE ESTUDAR POIS FAZIA FACULDADE MAS TIVE QUE PARAR PELAS DORES ,E ATE PELAS CONDIÇOES DE VIDA POIS O TRATAMENTO NÃO É BARATO,NÓS SABEMOS QUE MEDICAMENTOS SÃO CAROS,E PRECISO TER PLANO DE SAUDE É PRIORIDADE,MAS ACREDITO MUITO EM DEUS QUE ELE VAI ME CURAR COM AJUDA DOS MEUS MEDICOS ,POIS ELES SÓ SERAM USADOS POR DEUS .E VOLTAREI A SORRIR .TENHO 32 ANOS ..SAO LUIS MARANHAO

  56. Mônica comenta:

    6 junho, 2008 @ 8:04 AM

    Dr.Armando
    Escrevi pela primeira vez em fevereiro, infelizmente não recebi sua orientação, porém as dores sumiram dsde então ( duraram 35 dias ), mas retornaram há uma semana, mas pelo que noto nos depoimentos parece que não tem semelhança com a dor do trigêmio (graças a Deus). Minha dor apresenta-se com agulhadas profundas hora demoradas, hora rápidas. Essa dor é no ouvido e parece que vem do meu dente molar, mas quando aperto pelo lado externo percebo que se localiza bem no pé do ouvido, Já fiz radiografia do dente e não dá nada. Se puder por gentileza rever meu comentário do dia 8 defevereiro e me dar sua opiniõa, para mim seria degrande valia, pois aqui onde moro, de todos os médicos que visitei, somente um citou o trigêmio.
    Muito obrigada.

  57. Roseli comenta:

    7 junho, 2008 @ 6:52 PM

    oi Mõnica,
    meu caso também começou como se fosse problema dentário, isso ha cinco anos atrás, fiz micro cirurgia pra tirar os cizos, fiz um canal onde não havia nada , isso tudo passando pelas mãos de vários profissionais da area, quando num posto de saúde, numa emergência, o dentista olha pra mim, olha minhas radiografias e diz, seu caso não tem nada ver com dente,vc deve procurar um neurologista.
    Desde então venho tendo crises, onde não posso nen tocar no meu rosto, nos meus lábios e nem colocar o dedo na orelha.O remédio ajuda mais quando a crise vem cada vez parece que tende a piorar, estou tomando 1200 mg de carbamazepina por dia e quando vai passando o efeito do remédio não consigo nem engolir minha saliva, pois só de mexer com a lingua dói. Espero que isso possa esclarecer um pouco suas dúvidas, até mais.

  58. Mônica comenta:

    9 junho, 2008 @ 8:02 AM

    Oi Roseli,
    agradeço seu comentário, este site nos ajuda a entendermos melhor o que é essa dor e como se manifesta. Hoje irei novamente a dentista para tirar radiografias e quem sabe trocar novamente as restaurações, caso ela diga-me que não há problema nenhum nos dentes voltarei ao neuro.
    Na verdade essa dor desencadeou-se após uma anestesia que esta mesma dentista deu e ela mesmo disse-me que poderia ter inflamado o trigêmio.
    Depois te conto o diagnóstico ok?
    Tenha uma ótima semana sem dor.
    um abraço

  59. julia bernardino da silva alves comenta:

    9 junho, 2008 @ 12:09 PM

    Olá Doutor,
    Relato o caso de minha mãe, Julia Bernardino da Silva Alves, que contraiu NEVRALGIA DO
    TRIGÊMIO, com dores horríveis, quase não podendo comer, com lacrimejamento, tendo
    sido operada no Hospital das Clínicas, em São Paulo, pelo Neurocirurgião Dr. Cláudio e sua equipe, em 2002, que aliviou por um bom tempo a dor que ela sentia, porém ficou a sequela, pequenos formigamentos e dormência na face esquerda, tendo que fazer uso de diversos remédios controlados, que a deixam totalmente dopadada, sem controle de suas emoções e até sua vida pessoal já não é mais a mesma, precisando ser vigiada, já não cuida de suas coisas com capricho como antigamente, sendo um
    que afeta e preocupa toda família.
    Agradeço se puder sugerir algo que a curasse definitivamente.
    Atenciosamente
    Heloisa Maria da Silva Alves Sales

  60. Jeane Tobias comenta:

    11 junho, 2008 @ 8:58 PM

    Olá Doutor,

    Não sei se tenho essa doença, mas um dos sintomas me chamou atenção, quanto ao ato de tocar a região próxima a orelha, e ter a sensação de dormencia. Não tenho dor de ouvido, mas há duas semanas tenho sentido uma leve dormencia nessa região que têm se estendido em todo lado direito inclusive parte do couro cabeludo. Eu nunca tinha sentido isto antes, tenho astigmatismo, será que isto têm alguma influência?
    Gostaria de uma orientação.
    Atenciosamente
    Jeane Tobias (33 anos)

  61. Conceiçaõ comenta:

    18 junho, 2008 @ 11:24 PM

    Existe um médico/ especialista para diagnostico e tratamento de nevralgia de trigêmeo?
    Tenho uma amiga que passou por vários médicos e nenhum foi definitivamente efetivo no tratamento e acompanhamento desse problema! Agrade ceria uma resposta.

  62. Luiz Carlos comenta:

    20 junho, 2008 @ 8:02 PM

    Tenho 46 anos e depois de 8 anos a dor voltou (Nevralgia nos nervos trigemeos). Na epoca tomei Limbritol e Tegretol, que em dois dias não sentia mais dor e fiquei legal, porém agora meu medico indicou Trileptal (oxcarbazepina) sem usar o limbritol (antidepressivo). A dor diminuiu de intensidade, pois antes era dilacerante. Acredito que o gatilho da dor são fatores de tensão, estress, preocupação (todos levados ao extremo) por isso indicam antidepressivos, já agendei uma angioressonãncia e uma ressonância cerebral. Concordo com o colega acima de que deveriamos formar uma comunidade para troca de informações. Detalhe a minha dor agora so acontece quando deito e durmo. E-mail lcnunesv@ig.com.br espero ter ajudado em algo.

  63. Luiz Carlos comenta:

    21 junho, 2008 @ 8:17 PM

    ATENÇÃO: ENTREM NO SITE DA WIKIPÉDIA E PROCUREM “CEFÁLEIAS EM SALVAS” TALVEZ POSSA ESCLARECER ALGUMAS DUVIDAS SOBRE ESTAS TERRÍVEIS DORES DE CABEÇA. NÃO DEIXEM DE OLHAR TALVEZ POSSA SER O SEU CASO.

  64. Vitor comenta:

    21 junho, 2008 @ 8:45 PM

    “Na epoca tomei Limbritol e Tegretol, que em dois dias não sentia mais dor e fiquei legal, porém agora meu medico indicou Trileptal (oxcarbazepina) sem usar o limbritol (antidepressivo). A dor diminuiu de intensidade, pois antes era dilacerante.”

    Pessoal, sinceramente, nenhum medicamento fez qualquer efeito na época em que eu tinha as crises. Tomava carbamazepina também, todos os dias, por uns 3 ou 4 anos, e a dor vinha a cada seis meses.
    Às vezes, qdo tinha a dor, ia até o PS da minha cidade, na esperança de algum médico me receitar algo que fizesse a dor parar. O engraçado era que sempre que eles perguntavam o que eu tinha, após minha resposta eles geralmente ficavam meio sem saber o que fazer, e diziam: “Ah, vamos aplicar Decadron (pra dor) e Voltaren (pra inflamação) e vamos torcer pra diminuir um pouco a dor, mas vc sabé como é né?”
    A única vez que algum medicamento fez efeito foi quando, por sorte, fui atendido por uma médica da Unicamp, especialista em dor, que tratava de vários pacientes com o mesmo problema que o nosso.
    Perguntou se eu estaria disposto a fazer a tal da “infiltração” (não sei o termo técnico correto), pois este é um procedimento que deveria ser feito somente em último caso. Óbvio que concordei, e ela injetou um medicamento diretamente no nervo, com a agulha entrando em meu rosto… talvez tenha sido a pior dor que um ser humano pode sentir.
    Segundos depois tudo foi ficando amortecido. Boca, língua, rosto… até que não senti mais a dor.
    Fui pra casa e me deitei na cama. Três horas depois a dor voltou.
    Bom, minha dúvida é essa mesmo: algum medicamento faz realmente algum efeito pra vcs?
    No meu caso, a dor sempre foi intensa, nunca diminuiu de intensidade, e nunca cessou em 2 dias.

  65. Vitor comenta:

    21 junho, 2008 @ 8:49 PM

    Em tempo: a substância que a médica aplicou no meu nervo foi a xilocaína.

  66. Luiz Carlos comenta:

    22 junho, 2008 @ 7:57 PM

    Acredito que vc tenha que descobrir o gatilho de sua dor (tensão?, estress?, Odontologica?preocupação?) Estou tomando e tres comprimidos ao dia de Trileptal 300mg (oxcarbazepina) e a intensidade da dor caiu 90%, porém quando sinto que estou muito tenso e preocupado tomo, por conta propria, um comprimido de limbritol (amitriptilina) é antidepressivo (tarja preta) e fico bem legal, acredito que o gatilho de minha dor seja emocional. VEJA O SITE WIKIPEDIA: “cefaleias salvas” pode ajudar.

  67. Vitor comenta:

    22 junho, 2008 @ 10:09 PM

    Caro Luis, antes de tomar carbamazepina, fiz tratamento com amitriptilina por 2 anos. A troca do remédio veio junto com a troca de médico, que disse que a amitriptilina no meu caso não iria mais dar resultado (nunca deu).
    O primeiro médico que passei diagnosticou cefaléia em salvas. Me explicou detalhadamente como ela funciona, mas eu sabia que não era, pois dentre as reações, havia lacrimejamento e outras que não lembro. Nunca tive isso, mas fazer o que, ele é o médico… Nessa época nunca tinha ouvido falar da nevralgia do trigêmeo.
    Não receitou nada para controlar as crises. Apenas um remédio para a dor que não fez efeito nenhum. Me orientou também a inalar O2 puro por 7 minutos nas crises. Nunca experimentei…
    Todos os outros neurologistas que passei depois, excluiram a cefaléia em salvas, e afirmaram ser a nevralgia mesmo.
    Quanto ao meu gatilho, acredito que seja odontológico mesmo, mas já estou usando a placa para dormir (tenho bruxismo).
    Abraços, e melhoras pra todos!

  68. Luiz Carlos comenta:

    23 junho, 2008 @ 4:33 PM

    Vitor
    Caso meu tratamento não desse resultado e as dores continuassem intensa, fui aconselhado a um especialista em dor, conversei com ele e o mesmo se mostrou interessado, ele é dentista e antes de tudo é preciso conversar, caso vc ou outra pessoa se interesse nós moramos no RJ e posso lhe passar o telefone. Como já disse antes, primeiro haveria a conversa para levantamento do caso e não há custo nisso, eu não o conheço pessoalmente, foi por referência. Aguardo sua decisão.
    lcnunesv@ig.com.br

  69. Vivian Ap .Vasconcellos comenta:

    23 junho, 2008 @ 8:07 PM

    Dr. Armando , meu caso é parecido com o dessas pessoas , estou a 5 dias com crises 1º dia logo de manhã tive uma dor tão forte no lado direito , onde doia os dentes , tanto de cima como o de baixo , tomei varios remédios e nada , fui no dentista me disse que poderia s er neufralgia dos trigemeos , que procura-se um neurologista hj com muito custo , consegui um encaiche , mas o mesmo diz não ser com ele , e que esta mais direcionado a face e ou dente , para voltar no dentista ou procurar um buco maxilo , hj meus dentes parecem abalados não posso nem morder , próximo ao nariz em cima dos dentes inchou , não aguento de dor , estou tomando anti-inflamatórios ( Scaflam ).
    Por favor o que devo fazer ?. obrigado .

  70. Vitor comenta:

    24 junho, 2008 @ 7:02 PM

    Luiz, obrigado pela sugestão, mas pra mim fica dificil, visto que moro no interior de SP.
    Enquanto estou sem dor, vou levando a vida normalmente, como nesses últimos 5 meses, mas nunca sei quando ela vai voltar.
    Caso minha dor volte, vou citar o seu caso ao médico, e os medicamentos que te receitaram. Se eles amenizarem a dor, já estarei mais do que feliz.
    Abraços, e obrigado novamente!

  71. Marcio Eduardo comenta:

    25 junho, 2008 @ 7:25 PM

    Ola, o meu pai sofre de nevralgia do trigemio ha anos, porem o tratamento com tegretol,
    já não esta mais fazendo efeito, eu vi certa vez uma reportagem no Fantastico, sobre uma nova
    tecnica cirurgica para controle da dor.
    Esta tecnica não era muito invasiva, pois compreendia-se a colocação de um “pequeno balao de ar”, comprimindo o nervo trigemio, a compressao podia ser aumentada injetando, uma substancia dentro do balao com uma seringa.
    O tempo de cirurgia não levava mais do que 15 a 30 minutos, com anestecia local.
    Mas nunca mais houvi falar da tecnica ou quais hospitais estao realizando tal procedimento, alguem sabe me informar onde posso saber mais a respeito, ou se ha um procedimento melhor
    Obrigado
    Marcio Eduardo

  72. Nelci comenta:

    26 junho, 2008 @ 8:00 AM

    Olá Márcio,
    Meu pai também sofria desse problema,entre em contato comigo que te passo algumas informações sobre as tecnicas e cirurgias.Espero poder ajudá-lo.
    nelaragao@ibest.com.br
    Nelci

  73. Nelci comenta:

    26 junho, 2008 @ 8:03 AM

    Vítor ,
    Se vc quiser entre em contato comigo que te passo algumas informações,também sou do interior ( Ribeirão Preto)e meu pai passou por cirurgia e resolveu,ele está ótimo.
    Nelci
    nelaragao@ibest.com.br

  74. maria salete comenta:

    10 julho, 2008 @ 6:45 PM

    oi sou uma pessoa de 42 anos sofro de nevralgia de trigemeos a 19 anos as dores sao teriveis hoje tomo oxcarbazepina todos os dias meu maior medo e sentir tanta dor outra vez com o remedio a dor esta suportavel gostaria de encontrar uma solucao defenitiva por favor me ajude

  75. maria salete comenta:

    10 julho, 2008 @ 6:48 PM

    maria salete meu email jossepelegrini@terra.com.br

  76. Maria José comenta:

    12 julho, 2008 @ 5:33 PM

    Estava lendo os comentários de todos,e quero falar que minha irmã também sofreu com
    a nevralgia do trigemeos.Em 1986 ela passou por vários médicos,e descobriu, em São José do Rio Preto,o Dr Spot que fez uma cirurgia,e graças a Deus ela nunca mais sentiu nada.
    Antes da cirurgia ela sofreu muito com dores terriveis.

  77. Dira comenta:

    13 julho, 2008 @ 8:03 PM

    Preciso de ajuda, pois já tem quatro anos que sofro dores terríveis nas costas, nuca, ouvido olhos, nos dentes, ombro, muita tontura no seio da face, faringe e na parte superior da garaganta, ultimamente começou a dor os braços, parece que as does estão se espelhando, sem contar que sinto dores fortes e repuxar os nervos ou mosculatura acima das orelhas e na região da testa, tem época que piora muito, quando estou em crise as dores são constantes, sempre sendo dores intensas choro muito com esse sofrimento, meus filhos sofrem muito também de me ver sofrer assim sem solução, visito médicos com frequência, já fiz vários exames já fiz 02 eletroecefalogramas tumografia computadorizada da cabeça, várias radiografias e só detectarem DTM, o especialista em DTM diz que as dores são dores musculares, mas temo sofrer AVC, ou ficar louca, o neurologista, ortopedista e um clínico geral avaliaram as dores como nevralgia do trigemeo, e indicaram cabarmazepina, mais não consegui me adaptar ao uso do remédio o que devo fazer? por último meu dentista me aconselhou a consultar um otorrinolaringologista o qual vai avaliar minha radiografia panorâmica p verificar cristialização de tendões, falta me dar uma resposta, será que estou mesmo com essa tal nevralgia do trigemeo? não sei mais o que pensar, me ajudem. Beijos. meu e-mail dirapaz@hotmail.com

  78. daniella comenta:

    14 julho, 2008 @ 9:34 PM

    ja deixei um comentario mas nao tive nehuma resposta
    minha mae esta prestes a fazer uma cirugia por causas das terriveis dores que sentia.
    atualmente ela toma carbamazepina e gabapentina, mas o medico disse que sao muito fortes e que opera-la para tentar eliminá-lo junto com a dor. Alguem me ajude! estou muito preocupada

  79. Edna A ferreira Romual comenta:

    22 julho, 2008 @ 7:15 PM

    Ola!
    Infelizmente tenho neuvragia trigêmeos ah 10anos…
    Tomo remédio todos os dias …se não tomar aiaiai… a dor é intensa!!!
    Só que eu passo muito mau sonolência falta de paciência etc…
    gostaria de saber se tem outro remédio ou tratamento pelo sus…
    agora esta inchando não sei que fazer…
    gostaria de receber ajuda..

    Att: Edna A. F. Romual

    ps: se alguém interessar vai ai meu msn (ednysenna@hotmail.com)

  80. Ana Paula comenta:

    24 julho, 2008 @ 11:11 PM

    Ola, gostaria de saber alguma outra alternativa para o tratamento de neuvralgia do trigemio alem da carbamazepina. Existe cirurgia? Se existe quais sao os riscos? ANA PAULA

  81. Santiago comenta:

    26 julho, 2008 @ 3:30 PM

    Sobre os efeitos colaterais da Gabapentina, a bula do medicamento no Brasil é incompleta.
    Eu tive graves problemas na pele e tembém gastrointestinais e fiz diversos tratamentos
    sem sucesso, até descobrir a bula européia do remédio onde estavão descritos os problemas que eu tinha.
    Foi só disminuír a dose para tudo melhorar.
    (tomava 1x300mg/12hs, agora 3x100mg/8hs)
    Registro legal e bula Européia:
    http://www.infarmed.pt/pt/medicamentos/uso_humano/arbitragens/concluidas/neurotin/Neurontin_Anexos_PT.pdf

  82. Sandra Hugenneyer comenta:

    29 julho, 2008 @ 6:59 PM

    Meu nome é Sandra , sou medica , tenho nevralgia atipica
    do trigemio ha mtos anos; ela começou como uma dor
    semelhante a dor de dente .

  83. Sandra comenta:

    29 julho, 2008 @ 7:04 PM

    Usei gabapentina (neurontin) melhorei por mto tempo mas agora tenho tido dor novamente.
    Fiz uma cirurgia de balão e não vi nenhum resultado só que fiquei com o rosto do lado esquerdo um pouco “anestesiado ” (e isso ha 3 anos) .Queria mto saber de algum tto nao cirurgico ou até cirurgico mas que ajudasse.

  84. marcia damico comenta:

    2 agosto, 2008 @ 10:26 AM

    me adicionem para trocarmos ideias sobre o assunto o meu email é este marcia.damico.sotolani@hotmail.com

  85. conceiçao de osasco comenta:

    2 agosto, 2008 @ 9:42 PM

    Na verdade estou aqui para pedir ,uma opiniaõ, á quem fez o uso do carbamazepina
    (TEGRETARD) . Passei no médico a 8 meses atras,com uma terrivel dor no lado do rosto direito que corria ao lado do queixo parecia , uma corrente elétrica, insuportavel. Fiquei na espera por 8 meseS .Quando me charam para a consulta a dor já tinha passado.
    Assim mesmo fui ao médico .Ela me passou esse remédio , que cujo nome está ai na primeira linha. Eu gostaria de saber se alguem que fez o uso deste remédio me avisa qual é os sintomas .Porque eu comesei a tomar apesar do sono que me deu semti algo ruim como uma coisa afegante parecia que estava dando coisa estranhas .Eu tomo o comprimido de (200MG) .
    Por isso meus colegas me diga se o sintomas é esse mesmo ou devo parar.

    Fico muito grata desde ja.
    ABRAÇOS A TODOS

  86. conceiçao de osasco comenta:

    2 agosto, 2008 @ 9:50 PM

    Quem quiser me escrever meu e-mail é
    jullypupita@hotmail.com

    obrigada

  87. Santiago comenta:

    7 agosto, 2008 @ 12:39 AM

    Eu também tenho esta desgraça, porém já foi confirmado
    que ‘no meu caso’ isto se gerou por um problema de DTM
    (disfunção témporo-mandibular), a quál por sua vez
    tem origem em alterações cervicais, coluna, (posturais)
    Comento isto por se alguém que procura soluções
    possa se sentir tal vez, identificado.

    Senão um site muito bom que descreve o problema
    e soluçãoes para a Neuralgia do Trigêmeo (em Inglês)
    http://www.umanitoba.ca/cranial_nerves/trigeminal_neuralgia

  88. Valdir Carvalho comenta:

    8 agosto, 2008 @ 7:43 AM

    Trabalho com um cientista na área de bioestimulação de células.POsso mandar um laudo
    pra vc esplicando como pode eliminar esta dor sem remedio e sem cirurgia.
    Inflamação

    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo a lesão tecidual, seja qual for à origem de agressão (mecânica, química, infecciosa) e (aguda ou crônica) ela depende de respostas hormonais e celulares, que se não tratada evolui para uma fase degenerativa.

    O processo inflamatório está presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas agudas (traumatismo, cirúrgicas e infecciosas) ou crônicas (artrite, doença do colágeno ou artroses).

    Saiba mais poço mandar um laudo cientifico.

    http://www.8p.com.br/quantovalesuasaude

    Contato; Valdir (48) 8805.9746 SC (11) 7620.5122 SP.

    E-mail valdir.floripa@gmail.com

    Skype valdir.fenix

    Msn valdir.floripa@yahoo.com.br

  89. raquel comenta:

    10 agosto, 2008 @ 11:35 PM

    dia 16.11.2007 tive a primeira dor e fui a p.s. dois dias depos volteie com a dor mais intensa fiquei internada nove dias no segundo dia de internação o medico descobriu herpes zoster com neuvralgia no trigemeos iniciaram tratamento com gabarpentina aciclovir, tylex ,tecretol ,amitriptilina. tive alta após nove dias .passei o natal em casa e o ano novo, apos dez dias em casa retornei para o hospital e figuei masi nove dias no hopital com a mesma dores .e estou até hoje com as insupotaveis dores.continuo tomomando,gabarpentina ,relaxante muscular ,amitriptilina,mais pouco resolve.não sei mais o que fazer preciso de ajuda .esqueci de comentar que tenho fibrose pulmonar e tomo predmisona a cinco anos.fiz duas ressonancia a primeira apareceu a lesão no nervo e a segunda a lesão já estava pela metade os médicos falaram que é uma imflamação no nervo mais doi muinto gostaria de respostas se possivel.

  90. GUIDO comenta:

    13 agosto, 2008 @ 11:48 AM

    TENHO NEUVRAGIA NO NERVO TRIGEMEO MUITOS ANOS,MAS OU MENOS 20 ANOS.JÁ TENTEI NO INÍCIO TODAS AS ESPECIALIDADES QUE ME AJUDA-SE A DESCOBRIR A CAUSA DESSA DOR.NO MOMENTO SÓ ESTOU SENDO ACOMPANHADA PELO NEURO,FAÇO USO DE LEXOTAN E QUANDO ESTOU EM CRISE,USO CORTICOIDE E ZOMIG (ANALGÉSICO).MESMO FAZENDO USO DE MEDICAÇÃO SINTO DORES TODOS OS DIAS DE INTENSIDADE 2 E AS VEZES 3 ,MAS TENTO CONTROLAR COM ANALGÉSICO SIMPLIS,SEI QUE NÃO PODEMOS TOMAR ANALGÉSICOS TODOS OS DIAS,MAS JÁ NÃO SUPORTO DOR.ESTOU INICIANDO UM NOVO TRATAMENTO COM TERAPIA DE ACUMPULTURA QUE TENHO FÉ QUE ALIVIE BASTANTE A TENSÃO.POIS NÃO POSSO SENTIR NEM CHEIRO FORTE,NEM FRIO NEM CALOR,POIS INICIA A DOR PELA NARINA ESQUERDA,E ALGUMA ANCIEDADE FORTE QUE TAMBÉM NÃO CONSIGO CONTROLAR.E TAMBÉM O MOMENTO EM QUE SINTO DOR MUITO FORTE NA CABEÇA,PARECE UMA CONTRAÇÃO,AI JÁ SEI QUE ELA ESTA VINDO,NESTE CASO SÓ COM USO DE METECORTEM,POIS JÁ EXISTE INFLAMAÇÃO.É UM SOFRIMENTO CONVIVER COM ESTE TIPO DE DOR.MAS MINHA ESPERANÇA É APARECER UMA CIRURGIA PARA O MEU CASO .

  91. Edna comenta:

    18 agosto, 2008 @ 4:52 PM

    Ja deixei recado aki…
    mas nao obtive nem uma resposta …gostaria de saber se NEUVRALGIA NO TRIGEMIOS inflama…
    Pq tem vezes que doi muito e tem vez que doi menos…tem vezes que fico 12 horas sem tomar medicamento…mas tem vezes que nem posso respirar… tenho que me medicar em 4 em 4 horas…ai durmo o dia inteiro nem posso trabalhr pq o medicamento eh muito forte…POR ISSO GOSTARIA DE SABER SSE INFLAMA…

    MSN … ednysenna@hotmail.com

  92. João da Rocha comenta:

    21 agosto, 2008 @ 1:57 PM

    Tenho um filho com 20 anos que após uma cirurgia para desvio do septo nasal, foi notado um corte no céu da boca, alguns dias depois surgiu uma dor na parte interna do nariz se irradiando até o céu da boca(palato), estas dores ainda persistem após 2 anos de peregrinação indo para médicos, de inicio otorrinos, buco-maxilos, ultimamente estamos com um neuro que pretende utilizar a radio frequencia, nossa familia está um stress só, já iniciamos um tratamento com acunputura, já foram retirados os dentes incisos(queiros) e a dor ainda persiste. Por favor necessito de alguma orientação para que possamos melhorar a qualidade de vida do nosso filho e por conseguinte a nossa, pois o mesmo está começando a se isolar.

  93. Aires Pedro Balestrin comenta:

    24 agosto, 2008 @ 12:38 AM

    Sofro de trigeminalgia ( dor no nervo trigômio) há mais de 25 anos. Já tomei muito tegretol, gabamapentina, leponex e outos, tive melhoras mas a dor sempre volta. Já fiz a cirurgia do balãozinho, fiquei bom por dois anos. Voltei a tomar medicamentos como o leponex obtive melhoral. Não tenho mais aquelas crizes fortes que duram 30 segundos, mas tenho muita dor,ao falar, ao comer e ao tocarno lábio inferior lado esquerdo. Estou com vontade de fazer a cirurgia do balãozinho, mas quero fazer com um médico que tenha feito este procedimento por muitas vezes ou seja, por um médico experiente em que eu possa confiar. Gostaria de uma indicação, pois quero me livrar deste terrivel mal.

  94. Lys Adeodato comenta:

    26 agosto, 2008 @ 8:14 AM

    João da Rocha, acredito que os sintomas da nevralgia que sinto desenvolveram-se após uma cirurgia de desvio de septo que fiz há 2 anos. Dedução minha diante de todas as informações que já pude pesquisar. Infelizmente as pesquisas científicas nesta área são restritas. Nunca encontrei nada em nível de percentual,tudo é vago. Os médicos não dizem se vovê vai curar ou não. Nem sabem porque a dor desencadeia. Li uma entrevista feita pelo Dráuzio Varella a um especialista na área onde ele diz que só se sabe que a medicação é para amenizar a dor. Nada curativo, só paleativo.O pior é que a medicação interfere no sistema nervoso central e aí mexe em em outras áreas. Tem momentos que estou bem, alguns minutos depois posso apresentar diferentes sensações, tipo tremores nas mãos, sensação de desconforto no corpo, ou raciocínio confuso. Uma dessas sensações ou todas ao mesmo tempo. As vezes pouco tempo depois passa tudo. É muito angustiante. Continuo em busca de soluções.Se souberes de alguma coisa registra. Como podes ver, tem muita gente sofrendo deste mal.Abraços

  95. cinthia comenta:

    26 agosto, 2008 @ 5:40 PM

    Minha mãe tbm tem esse problemas que todas essas pessoas falarão ai,sofre demais com isso!as vezes ela chora de tanta dor que senti e não pode fazer nada,toma rémedios mais não passa.Dr séra que isso tem cura?séra que se ela fazer uma cirugia isso tudo vai passar?ela está com 52anos.

  96. Rocha, João comenta:

    27 agosto, 2008 @ 8:53 AM

    Lys , o que eu achei interessante é que voce também fez uma cirurgia de desvio do septo a 2 anos, muito semelhante ao meu filho, solicito às pessoas que também se submeteram a este tipo de cirurgia por favor entre em contato informando o período e a cidade onde ocorreu a cirurgia, isto inclui voce Lys, a minha intenção é abri os olhos dos cirurgiões dos riscos desta intervenção, Lys estes sintomas que voce sente devem ser por conta da medicação, quais os remédios que voce toma para aliviar estas dores? como são estas dores? Com o meu filho, que chama-se João Rocha Neto, o medicamento que alivia as dores é Rivotril, pois os demais deixam ele muito dopado, e as dores quase não melhoram, também acho que um dos maiores problemas é com relação aos médicos e hospitais, pois obtive informações que os melhores encontram-se em São Paulo, Hospital 9 de Julho(Particular) e o Hospital da Clínicas de São Paulo, e isto envolve a parte financeira, pois nós somos de Jaboatão dos Gurararapes, região metropolitana de Recife(Pe), e os nossos recursos são limitados, com isto tive uma idéia, que poderia mobilizar todos que sofrem deste mal, afim de solicitar das autoridades uma ajuda para possamos acessar os médicos mais especializados dos centros mais modernos, aguardo alguma idéia relacionado a isto, poderiamos fazer uma lista com as novas solicitações e encaminhar para algum orgão do governo federal, afim de obtermos alguma ajuda e/ou orientação. Espero que Deus possa nos dar força para enfrentarmos este momento díficil em nossas vidas. Solicito que os médicos que tenham acesso a este site que se pronunciem, por favor, agradeço também aos idealizadores do mesmo. Fiquem em Paz e Saúde para todos.

  97. Lys Adeodato comenta:

    27 agosto, 2008 @ 5:20 PM

    João, Por tudo que já li e perguntei aos médicos(já fui a uns 20) o diagnóstico da Nevralgia do Trigêmio não é dado por um exame tipo laboratorial,Raio X ou Ressonância,etc). Esses exames descartam outros tipos de doenças e através do exame clínico mais a reacão positiva(no caso não sentir dor) quando se toma a medicação então deduz-se ser Nevralgia do Trigêmio. Não existe comprovação cientìfica que a doença se desencadeia por conta da cirurgia (seja do nariz ou mesmo da extração de um dente, por exemplo). Alguns médicos não fazem essa associação. Alguns atribuem a questões emocionais.Outros simplesmente não sabem o que dizer. No meu caso, fiz a cirurgia do septo em 2004. Em 2006 comecei a sentir dor em um dente onde cheguei a fazer canal por 3 vezes. A dor saiu deste e foi para outro. Fiz o mesmo procedimento. A dor vinha super intensa e pouco tempo depois passava. Juntamente com isso tinha uma sensação em outros momentos como se estivesse com uma sinusite muito forte. Não tinha febre, nem secreção. Fui a todo médico que você pode imaginar, em todas as especialidades. Fiz uns trinta exames. Estive em 3 renomados dentistas. Passei um ano em perigrinação por médicos. Neste ínterim comecei a sentir dores na região do trigêmio. Era uma dor insuportável.Mas do mesmo jeito que vinha ia embora. Passava uns dias sem sentir. Depois reaparecia. Um dia veio e não quis me deixar mais. Foi quando comecei o tratamento com carbamazepina. Hoje tomo 3 comprimidos de 200mg ao dia. Com o tempo fui descobrindo pq os médicos demoraram a introduzir a medicação. Eles estavam tentando confirmar de todas as maneiras se era esta mazela. Porque o tratamento como já mencionei é paleativo. Já tentei ver a questão da cirurgia mas meus médicos só recomendam depois que a dosagem máxima da medicação não está fazendo efeito.Não sei se o problema de seu filho é nevralgia do trigêmio. Resolvi registrar por conta de eu ter feito a mesma cirurgia e já ter lido algo a esse respeito. Cientificamente não existe nada conclusivo, infelizmente. Pelo visto terei que aprender a conviver com isto o resto da vida. O mais difícil é porque as pessoas acham que dor num nervo é igual a dor muscular. Não existe comparação. Dor no nervo é infinitamente maior e não existe comparativo. Bem, espero ter ajudado de alguma maneira.

  98. Carolina Frizarini comenta:

    27 agosto, 2008 @ 10:20 PM

    Bem ,há uns 5 anos atrás fiz uma cirurgia para extração do 3ºmolar, e na cituaçao ficou um fragmento do mesmo no alvéolo. Após 4 dias começou a drenar exsutados, dores intensas, e o dentista viu e constatou alveolite. Vamos para a curetagem… quando foi anestesiar, na introdução da agulha, minha língua amorteceu intera (lado esquerdo) sem ao menos injetar nada de anestésico, desde então fiz vários procedimentos, laser, remédios, e vamos dizer que voltou 15 %. Não perdi a mobilidade, mas sabores, mordidas… ocorrem ser perceber, Agora faz duas semanas, que estou com meu lado esquerdo do rosto, pescoço, braço e perna, totalmente anestesiado, sinto formigamentos, esquenta, coça, fica assim 3 dias melhora 1, e estou assim até agora, me preocupei, pois não sei se esta ligado, ou até mesmo pensei em esclerose, hoje tenho 30 anos. Aos 23 tive um adenocarcinoma endometrioide que etasendo rigorosamente controlado e o medicamento que uso é em forma de gel para a meno precoce. Estou bem apreensiva e recorri a vários profissionais, gostaria de sua opinião Obrigado

  99. Carlos Alberto Cazali comenta:

    31 agosto, 2008 @ 4:33 PM

    Meu pai tem todos os sintomas referente à nevralgia de trigêmio, já fez uma espécie de infiltração, houve uma melhora, ultimamente vive à base de medicação específica. Em consulta com neuro lhe foi informado sobre a cirurgia de balão, e também sobre um outra, possível no caso dele, um pouco mais evaziva, abertura por traz da orelha. Gostaria de saber dos ricos, qual das duas é mais eficaz. Meu pai tem 73 anos, tem boa saúde, é tabagista. Estamos em um empasse, não sabemos onde e como agir.

  100. Lucimere Marques comenta:

    1 setembro, 2008 @ 8:28 PM

    Minha mae sofria com neuvralgia ha mais de 10 anos, todos os procedimentos via remedio foi tomado ate chegar ao ponto de fazer a cirurgia, mas infelismente a cirurgia deixou sequelas que aparentemente são irreparaveis.Ela perdeu a audição do lado direito, e acabou ficando cega do olho direito tambem.O medico especialista em oftalmologia disse a ela que não podera ser feito o transplante de cornea porque foi muito comprometedor o procedimento, se alguem tiver alguma dica de algum medico ou ter passado por algo do tipo por favor entre em contato, nossa familia esta passando por momentos dificeis.Ela fez a cirurgia atras da orelha.

  101. Fernanda comenta:

    13 setembro, 2008 @ 9:49 AM

    OLÁ, DR!!

    MEU NOME E FERNANDA, O PROBLEMA E COM MEU PAI, A MAISDE 5 ANOS ELE SENTE A UMA DOR MUITO FORTE DO LADO ESQUERDO DA FACE, JA FOMOS EMVARIOS MEDICOS DISSERAM QUE E NEVRALGIA DO TRIGENIO, JA FEX O TRATAMENTO CLINICO NADA RESOLVEU, QUEREMOS MUITO RESOLVER ESSA SITUAÇAO, ELE SENTE DOR DIA E NOITE NAO DORME E NEM COME MAIS…ONDE MORAMOS NAO TEM A CIRURGIA MARABA/PÁ.
    JA PROCURAMOS MEDICOS NO TOCANTINS TAMBEM E NAO FAZEM ESSA CIRURGIA.VOCE PODERIA NOS DAR UMA DICA ONDE PODEMOS FAZER?PENSAMOS EM FAZER EM GOIANIA. OBRIGADO SE PODER NOS AJUDAR DESDE JA AGRADEÇO!!

  102. Alexsandra santos comenta:

    14 setembro, 2008 @ 2:51 AM

    Relato o caso da minha amiga Eliane Andrade, pois ela tb sofre da nevralgia do trigêmio.
    Ela sente dores horrivéis no rosto e que se irradia para cabeça dando choques que a deixa sem rumo, ela sofre com esse mal há mais de 4 anos. Infelizmente o caso dela começou com um tratamento dentário pelo qual afetou o nervo trigêmio, e não é so ela quem esta sofrendo hoje, sofre os filhos, os amigos . E desde então ela nunca mais soube o que é viver com alegria , ela simplismente perdeu o foco da vida. O fato que me chamou atenção foi ver a quantidade de pessoas que sofre tb com esse mal. Mas eu tenho fé em Deus que ela vai achar a cura não só ela como todos que sofrem com a tal doênça .
    Amiga não se deixe levar pela derrota eu tenho certeza que vc vai vencer eu,os teus filhos e todos que te amamos esta torcendo por vc bjs

  103. Jennifer comenta:

    17 setembro, 2008 @ 7:41 PM

    Boa Noite Dr. Sou Fisioterapeuta e estamos com um caso de uma garota de 13 anos com alguns desses sintomas, outros profissionais achavam que poderia ser da ATM mas todos os exames deram negativo…gostaria de saber se é possível realizar algum outro tipo de exame que possamos fazer??? Obrigada e Boa Noite..

  104. isabel banlian comenta:

    28 setembro, 2008 @ 1:52 PM

    minha mãe tem nevralgia do trigêmeo e geralmente nas estações frias ela fica em crise , mesmo tomando a medicação oxcarbamazepina 300mg. Recentemente li num livro que compressa com batata cozida amassada e quente pode ajudar a tirar a dor.
    Hoje experimentei e deu certo . Cozinhei uma batata, amassei, pus dentro de um lenço e ainda quente pus em seu rosto até que esfriasse . Fiz o processo por 2 vezes e ela melhorou bastante. Outra recomendação que dei a ela , foi para não lavar o rosto com água fria e sim morna. Espero ter colaborado de alguma forma.

  105. Maria de Fátima Gomes Dantas comenta:

    29 setembro, 2008 @ 12:56 PM

    eu soube hoje pela médica que estou passando pela segunda vez, que o meu problema é nevralgia do trigemeo,não sei nem o que é. ela me receitou um medicamento chamado triptanol 25 mg, perguntei se era camante ela respondeu que não, pela bula sei que é.será que isto vai mesmo me ajudar? venho sentindo essa dor a quase 5 anos me falaram que era dos dentes trateios, fiz até canal e nada, estou muito preocupada. So que vendo vários depoimentos agora fiquei mais tranquila.

  106. Santiago comenta:

    29 setembro, 2008 @ 2:03 PM

    No meu caso o nervo trigêmeo ‘dispara’ quando é “pinçado” pelo músculo masseter ao abrir muito a boca, o que se relaciona com um problema mandibular (DTM), e que tem orígen provável no desequilibrio das vértebras cervicáis por problemas posturais.
    (a minha esperança é a quiropraxía)

  107. cristiane pereira comenta:

    2 outubro, 2008 @ 10:09 PM

    Há uns quinze dias, por conta de uma mudança brusca de temperatura (chuva de granizo atípica e assustadora em BH), comecei episódio dor intensa (fronte, maçã do rosto, narina, mandíbula, irradiando pescoço) sendo diagnosticada no UPA VENDA NOVA como sinusite crônica e medicada com buscopam direto na veia, que trouxe algum alívio, mas minutos depois retornando à minha casa, novo episódio de dorintensa. Consultei médica da família que receitou Tilex 30 mg uma vez ao dia e encaminhou otorrino. Otorrino descartou sinusite, otite. Suspeitando nevralgia do trigemio encaminhou neurologista (marcado para a próxima semana) e não suportando a dor aumentei por conta própria Tilex 2 VEZES AO DIA.Aliviou, mas continuo tendo episódios de dor intensa irradiando por toda a face, inclusive ouvido e pescoço do lado esquerdo. Resolvi pesquisar e estou assustada com os depoimentos que lí aqui. Também me pergunto se tanta medicação assim não vai prejudicar minha vida familiar, social e profissional. Sou casada, tenho 37 anos, mãe de dois filhos pequenos, professora de educação infantil, cursando o 5º período da faculdade de pedagogia e pior do que sentir essa dor é imaginar que, por causa dela posso perder tudo o que levei anos para construir. Desculpem meu desabafo, mas não é justo preocupar minha família ainda mais do que já estão preocupados…

  108. Dulce Santos comenta:

    3 outubro, 2008 @ 4:00 PM

    Tenho 54 anos. Comecei com uma dorzinha de cabeça frontal. Passava às vezes com Paracetamol 750, mas no dia seguinte estava eu com peso na testa e nos olhos. Tive dor de ouvido e até no lado direito, atrás do ouvido. Consultei dois cardiologistas, a pressão arterial 14×8, um pouquinho elevada, foi trocado o remédio de diurético para um próprio de pressão 10mg. Controlada e a dor de cabeça continuou. Fui ao Clínico Geral, que me mandou fazer vários exames, inclusive Teste Ergométrico.
    Ontem 02/10, resolvi consultar o Otorrinolaringologista, que me disse: estás com inflamação nos Nervos Trigêmeos. Receitou etodolaco – Flancox 400 mg. No primeiro comprimido, a dor de cabeça passou e hoje no segundo já me sinto outra pessoa. O médico também associou o Citoneurin 5.000 (nitrato de tiamina 100 mg – cloridrato de piridoxina 100 mg e cianocobalamina 5.000 mcg) e um controlado chamado Codatem se for necessário, em caso de dor insuportável. Graças a Deus minhas dores são suportáveis e com o remédio cessaram.

  109. Vitor comenta:

    5 outubro, 2008 @ 11:57 PM

    Cristiane, creio que vc deva esquecer tudo até a crise passar, senão não fará nada bem feito. Esqueça o trabalho, a faculdade, pelo menos por enquanto. O apoio da família também é essencial, eles têm que entender o momento ruim que vc está passando, e colaborar da melhor forma possível.
    Quando minhas crises terminam (duram até 30 dias), vejo como é bom estar sem dor, e tento aproveitar ao máximo os bons momentos.
    Medicamentos eu não tomo mais, pq nunca resolveram, como já postei aqui anteriormente, e estavam me deixando como um zumbi.
    Com ou sem medicamento minhas crises aparecem entre 06 meses e um ano.
    Mas não se assuste não. Eu sempre penso que Deus nunca me daria um fardo mais pesado do que posso carregar, por isso consigo suportá-la.
    Quanto à Dulce, pelos sintomas creio que vc não sofre do mesmo mal que a gente. Dor frontal e peso na testa e nos olhos não se encaixam nos sintomas da nevralgia.
    Lembre-se que sou só um leigo que já estudou muito do assunto, e não sou médico. Procure uma segunda ou terceira opinião.
    Melhoras a todos.

  110. Jorge Martins comenta:

    10 outubro, 2008 @ 11:16 AM

    Olá:
    Flávia e Jocemar, já me submeti a 10 sessões de Acupuntura, acompanhadas de medicação Homeopática, mas sem sucesso, a Maldita Nevralgia do Trigémio não me deixa. Consultei o neurocirurgião que fez a Termocoagulação, e este aconselhou-me a pedir um parecer da Neurologista da Clinica de Dor, por quem ando a ser seguido (medicado), para ver se podia subir a medicação para evitar nova Termocoagulação, porque as perspectivas de sucesso são reduzidas, mas que se tiver de ser, faz-me nova Termocoagulação, corro é o risco de melhorar um ramo e piorar outro. Estou neste momento a tomar diáriamente 600mg de Carbamazepina (Tegretol) + 600mg de Pregabalina (Lyrica) + 25mg de Lamictal.
    É assim que vou suportando a Maldita Dor. Um abraço de coragem a todos que suportam este problema

  111. Anônimo comenta:

    14 outubro, 2008 @ 12:21 PM

    vania
    também não aguento mais ,as vezes penso que vou morrer.Hoje mesmo estou dopada de cetoprofeno injetavel.
    saúde !

  112. Roseli Marcelino Lourenço comenta:

    17 outubro, 2008 @ 12:35 AM

    Olá! Gostaria de saber a causa dessa terrivel doença e um tratamento onde possa me curar o mais
    rapido possível pois já não aguento mais essa dor insuportável.

  113. Lys Adeodato comenta:

    17 outubro, 2008 @ 8:50 PM

    Roseli, leia o depoimento que dei ao João no dia 27.08. Você vai entender um pouco mais.
    E se for nevralgia do trigêmio procure ler tudo o que vc encontrar registrado na internet.
    Infelizmente nem todos os médicos sabem o que dizem.

  114. e.n.sanches comenta:

    18 outubro, 2008 @ 12:52 AM

    olá pessoal, tive a minha primeira crise de nevraugia do trigemio, há um mes atras, pesquisei e consultei um medico que quis me operar,(tecnica do balaozinho) achei precipitado e me indicaram um tratamento a laser, e estou na 4º aplicação em um total de 10, até o momento estou bem, e as informações são que não há efeitos colaterais, e espero que esse bem estar continue, se alguem tiver informações a respeito do assunto, ou quiser informações, favor entrar em contato por meu e-mail, um abraço a todos. em tempo o tratamento é totalmente indolor e o medicamento ministrado é complexo B. abraços.

  115. e.n.sanches comenta:

    18 outubro, 2008 @ 12:56 AM

    em tempo, o meu e-mail é eznsanches@ig.com.br

  116. Lys Adeodato comenta:

    18 outubro, 2008 @ 6:52 AM

    Sanches se vc puder dar seu depoimento aqui no site seria de muita ajuda a todos.
    Embora ache que vc não tem nevralgia do trigêmio. Esse tipo de dor só passa com Carbamazepina
    ou Oxi-Carmazepina.
    Minha filha é médica e temos vários amigos médicos na área de neurologia.Diariamente eles estão atentos para qualquer descoberta na área.

  117. e.n.sanches comenta:

    18 outubro, 2008 @ 8:58 AM

    prezada Lys, eu queria muito q vc estivesse certa porem eu consultei, 2 dentistas, 1 otorrino, e dois medicos e parece que não há duvidas, inclusive tenho o pedido de cirurgia de um dos medicos destinado ao convenio que atesta nevralgia do trigemio no t1 e t2, e a dor é inconfundivel um choque na face direita com curta duração, e durante a crise não podia comer, falar, bocejar, movimentar a cabeça etc, claro no pior da crise tomei anti inflamatório baclon receitado pelo médico, analgesicos etc. Atualmente não estou tomando nada, apenas tratando com laser e complexo B. Claro que é muito cedo para tirar conclusões, mas estou confiante e peço a Deus que de certo, para mim e todos os demais. saude para todos. eznsanches@ig.com.br

  118. Rebeca Belo comenta:

    26 outubro, 2008 @ 2:57 PM

    Olá, em 2004 durante uma gravidez de alto risco tive o primeiro episódio de dor facil intensa, que foi diagnosticado como nevralgia do trigêmio, as crises duraram meses e sumiram após o nascimento de minha filha, de lá pra cá não havia tido outra crise até 3 dias atrás, quando elas voltaram e numa intensidade muito maior que as crises de antes, fui encaminhada ao neuro e ao otorrino, ainda serão marcadas as consultas, lendo arquivos na internet sobre a doença vi que o nervo pode estar sendo oprimido por um vaso sanguineo, sou paciente com histórico de TVP, ocorrido em fevereiro de 2003 e sendo estendido até outubro 2006, sei que é muito tempo para a ocorrencia e vigencia da TVP, mas quando ocorreu seu primeiro foco foi muito intenso de modo que nenhuma das veias profundas de meu membro inferior esquedo deixou de estar trombosada, fica minha duvida visto que há alguns meses atrás vim sentindo episódio de dormencias nos membros inferiores e superiores e voltou o inchaço da perna e as dores no tornozelo, joelho e virilha(este último o foco de incio da trombose), será que há uma relação entre as duas doenças, pode ser um coagulo alojado nesta veia ao lado do nervo trigemial a causa de tudo isso ?
    Gostaria de uma luz que muito facilitaria minha conversa com o médico assim que for agendada a consulta.
    Desde já agradeço.
    Rebeca Belo.

  119. eduardo godinho comenta:

    4 novembro, 2008 @ 10:24 AM

    oi pessoal tambem compartilho desse problema neralgia do trigemio,tenho dores a dois anos,tomei todos os medicamentos possiveis ,melhora mas as dores perssistem,agora 29 .10 fis a punção com o balão do lado direito na mandibula inferior,metade do meu rosto ficou adormecido ,mas a dor ainda perssiste o meu neuro dis que a punção foi um susseço, mas não o suficiente total da dor ,tenho que repetir daqui a 6 meses e assim se DEUS quiser me livrar dessa dor ou melhorar.pessoal tenham fé para DEUS nada é impossivel ,abraços e boa sorte.

  120. Zuleidi comenta:

    8 novembro, 2008 @ 8:44 PM

    Oi, boa noite.
    Eu também sofro com essa dor maligna, da nevralgia do trigêmeo, a vinte anos já fiz cirúrgia, e não obtive sucesso.
    Com um mês de operada a dor voltou, faço acupultura duas vez ao mês, e chego a tomar oito comprimidos em um só dia, de carpamazepina, e já estou me preparando para a segunda cirúrgia; no hospital Pedro Ernesto no Rio de Janeiro, é um otimo hospital, A acupultura me alivia muito.
    Procurem a Clínica de dor .

  121. eduardo godinho comenta:

    12 novembro, 2008 @ 9:13 AM

    bom dia a todos, como eu comentei ja fis o procedimento do balão pois eu tenho dores todos os dias,so que eu so sinto quando movimento a boca para me alimentare quando falo as vezes ,ainda bem que não é uma dor direta senão ninguem aguentaria é uma dor orrivel,tambem tomo a carbamazepina mas so tomo dois por dia pois ja tomei todos os outros mas o efeito é o mesmo quase nada, então tomo poucos assim não prejudica tanto espero que a medicina ache algo que realmente acabe com a dor e não marascare .esses remedios me da muita tontura e com certeza ataca o figado ,e isso não é bom .antes de fazer a cirulgia eu tinha menas dores agora ficou pior fiquei com o rosto anestesiado e com mais dores,com todos esses depoimentos sera que vale a pena arriscar metodos que nem os medicos tem certeza do que estão fazendo,quando eu acordei da anestesia que falei pro medico que continuava doendo simplemente ele me disse ;daqui a seis meses a gente fas de novo.foi um balde de agua fria, enquanto isso a gente fica sofrendo sem saber oque fazer,tem algo mais eficas oque fazer?……..gostaria muito de compartilhar ideias obrigado a todos ate mais boa sorte edusantista10@bol.com.br

  122. Adriana comenta:

    12 novembro, 2008 @ 7:54 PM

    Olá Dr, meu nome é Adriana. Há quatro anos senti uma dor de ouvido direito e logo em seguida uma dor terrível em cima da gengiva do lado esquerdo . Não demorou muito tempo, pra eu sentir uma dor lancinante na mandíbula que durava dias. Fui ao buco-maxilo que me orientou a usar a placa miorrelaxante. Não surtiu o efeito desejado. Resolvi então procurar um cirurgião dentista, que afirmou que eu já havia perdido o disco da boca, sem ter feito nenhum exame específico, apenas deu o diagnóstico com o após ter feito umorçamento visual. me indicou a placa , a mesma que eu já tinha usado que não surtiu nenhum efeito. Fui então a um ortodontista, que disse que o meu problema deveria ser resolvido comn um neurologista. O neurologista após um eletroencefalograma disse que era neuralgia do trigêmio. receitou a carbamazepina .Até que este medicamento alivia um pouco a dor, mas às vezes sinto como se eu estivesse tendo uma convulsão focal na ma mandíbula, porque ela repuxa e claro, com isso provoca muita dor. gostaria de saber o que eu tenho na verdade,porque os médicos que eu orcurei nunca chegaram a um consenso. As dores paarecem cada vez piores e fica difíciltrabalharcom tanta dor tenho um filho e não posso ficar sem uma ocupação. Além disso, sou jovem, tenho apenas 28 anos, e gostaria de viver uma vida normal , com uma vida social mais ativa. com essas dores chego do trabalho, tomo um banho e vou direto dormir. Por favor me ajude Dr!

  123. Santiago comenta:

    13 novembro, 2008 @ 5:33 AM

    Olá amigos, (slbargas@gmail.com)
    Para quem procura novas alternativas
    este video pode ser interesante:
    http://www.youtube.com/watch?v=zPTXzNlPcqM

  124. Marcos Augusto Campana comenta:

    16 novembro, 2008 @ 2:39 PM

    Ola sou Marcos trenho 46 anos, ja sofro desse mal fazam pelo menos ums 16 anos
    ja passe uma temporada de 2 anos sem crise. depois foi uma temporada de 3 anos.
    agora esta doendo tudo de novo uso tegretol ou tegretarde agora estou usando um generico mais parece naum dar resultado .
    queria saber se tem tratamento cirurcico prar esse mal, pois ja tirei raio x , chapa panoramica e nada apareceu , ja fiz tratamento de dois dentes sen nessecidade?

  125. Joselita comenta:

    18 novembro, 2008 @ 9:23 AM

    Olá,
    Sofro desse mal (nevralgia do trigêmio) ha pelo menos 03 anos, no início pensava que era dor de dente, cheguei a extrair um, mas foi inútil, a dor continuava, agora na parte superior, então resolvi fazer tratamento de canal e nada adiantou, quase um ano depois descobri que se tratava desse mal. Esatou fazendo tratamento à base de laserterapia e tomo medicamentos homeopáticos, uso florais em spray e oral. As dores diminuíram, mas não passam. Quase entro em desespero, mas a médica com que me trato é especialista em dores da ATM, está me ajudando muito a superar esse drama.

  126. Lucinéia comenta:

    19 novembro, 2008 @ 8:47 AM

    Nossa!!! Joselita agora vc me desanimou, faz 15 dias que estou com dores e ja acho muito e insuportavel imagino vc que tem esta dor a 3 anos. Pelo amor de Deus deve haver uma solução, não é possível isso, sabe eu tomei 6 injeções, e muitos remédios ja, fui no ortopedista, otorrino, dentista, começo o tratamento melhora, depois volta, tenho ATM, isso eu sei, agora dor crônica ninguém merece, me escreva quando conseguir resultados positivos, e eu também te escrevo, quem sabe não conseguimos, trocando idéias. Aos médicos de plantão aí, por favor nos ajude. Obrigado Lucinéia.

  127. Santiago comenta:

    19 novembro, 2008 @ 11:17 AM

    Olá Lucinéia, e pessoal em geral.
    Hoje em dia, por sorte ou por desgraça
    temos os recursos da internet para darnos ou matarnos as ilusões.
    As informações são tão vastas, que já não é mais necessária a típica peregrinação médica
    que nos levaría tempo e dinheiro.
    Eu estou procurando a muito tempo
    um lugar que diga “eu resolví o meu pma. de trigêmeo”, ou coisa parecida
    em Portugês, Espanhol e Inglês.
    (até agora não achéi)
    Só aprendi mais da nossa ‘falha’ medicina
    e que muitos só ganham dinheiro com a doença.
    um abraço

  128. Wando comenta:

    22 novembro, 2008 @ 12:40 PM

    Olá,
    minha mãe foi diagnosticada em maio/08 com nevralgia do trigêmeo, começou a tomar o carbamazepina e ainda hoje, em novembro, ela continua com os sintomas da doença.
    Por ter procurado hospital público e o médico que a atendeu não ter atendimento vago previsto para tão cedo, queremos saber se há algum problema para ela já que a próxima consulta é para 29/01/2009, e a única coisa que ela fez até então é tomar a medicação.

    Grato.

  129. e.n.sanches comenta:

    23 novembro, 2008 @ 8:17 AM

    oi joselita, comentario de 18/11/2008, queria q vc entrasse em contato comigo para trocarmos experiencias meu e mail é eznsanches@ig.com.br, eu não cliquei porque vc n~co deixou seu e mail. abraço

  130. JACIVAL ARAUJO comenta:

    23 novembro, 2008 @ 11:24 PM

    Boa noite amigos

    Gostaria de comentar sobre a (NEURALGIA DO TRIGÊMEO)

    Nunca vi coisa igual, se existir uma dor maior e que faça o ser humano sofrer mais que essa, e ele suportar pode dizer que ele é muito mas muito forte mesmo

    Tive alguns epsódios de descarga eletrica com duração de + ou – uns 20 segundos, pensei que iria morrer. é dor para ninguem querer mais nunca. pensei que era consequencia de um tratamento odontologico que tinha iniciado em janeiro de 2008, mandei extrair dois dentes perfeitos, até que fosse procurar um Neurologista, que na hora me disse que era neuralgia do trigêmeo. estou tomando já 1200mg de Carbamazepina por dia e ainda assim as vezs ainda dar umas visgadas. vou partir para Cirurgia.
    o meu Médico me disse que eu partisse logo para a cirurgia de céu aberto e não ficasse fazendo uma cirurgia aqui outra ali.

    um abraço a todos, que DEUS em primeiro lugar nos cure

    podem me adicionar no MSN

    sivalbrasil@hotmail.com

  131. eliana fernandes comenta:

    29 novembro, 2008 @ 12:26 AM

    nao sei o que tenho sinto uma gastura nos dentes inferior nao e dor e algo que encomoda muito nao e todo dia dia sim dia nao sinto tipo uma corseira entre a gengiva e os dentes estou fazendo um tratamento de um canal a dentista acha que estou com problemas de nevralgia do trigemeo gostaria de saber o que tenho e o que devo fazer agradeço muito obrigado

  132. Ronie comenta:

    29 novembro, 2008 @ 5:05 PM

    Há Três Anos venho sofrendo de nevraugia,estou em tratamento + vou fazer uma cirurgia de descompreção do nervo facial.
    Tenho medo,por que ja ouvir pessoas disendo que pode haver seqüelas na visão e audição,por se tratrar de cirurgia a travez do cranio.Mas o q eu tenho vivido e muito triste,ñ tenho + suportado esta dor,ñ tenho + trabalhado,tomo remedios para depreção,e cabarmazepina e apresento sindrome do panico,tenho 38 anos e os medicos me levarão a cirurgia por causa do esseço de remedios,que podem atingir o sangue,ja fiz o risco cirurgico no hospital Pedro Ernesto no rio,na clinica da dor(especializado somente em nevraugia).Deus te ajude a passar por esse momento tão dificil.

    se alguem quiser informações ,me encontraram no imal do meu filho :Alefferalves@hotmail.com

  133. Lucinéia comenta:

    30 novembro, 2008 @ 3:03 PM

    Oi! Eu sou a Lucinéia fiz um comentário sobre nevralgia do trigênio no dia 19 de novembro, eu comentei que estava com dores terríveis no rosto, fiquei 20 dias com esta dor, e tomei vários remédios, inclusive Ronie, o Cabarmazepina, fiquei dopada, só dormia, e parecia que meu rosto estava adormecido , onde tinha a dor ficava dormente e não sarava, quero dizer a todas as pessoas que tem este problema, eu acredito que realmente ele aparece por mortivos de descontrole emocional, não é possível vc ter uma vida normal e derrepente aparece esta dor do nada e isso transforma o teu dia a dia num inferno. Quero aqui nesta pagina de um site de medicina dizer que eu me curei, e não foi nenhum remédio, não sei de que religião as pessoas que deram depoimento de sofrerem este mal são, mais eu digo sou espírita e uma cirurgia espiritual me curou, hj não sinto nada, as pessoas que tiverem interesse podem me mandar e-mails que explicarei e ajudarei no que for possível, se lembrem de Chico Xavier um grande médium e trablhadorda luz. Bom amigos quem quizer me enviar e-mail é este donafelicidade1971@hotmail.com, responderei a todos e desejo sinceramente que se livrem deste terrível mal. Fiquem com Deus.

  134. Rebeca Belo comenta:

    6 dezembro, 2008 @ 10:51 PM

    Oi, boa noite gente, aqu eu mais uma vez, relatei meu caso há um tempo atrás, mas relembrando tive o primeiro episódio em 2004 de lá até outubro de 2008 nada, quando de repente do nada tudo voltou, dia 13 faço uma tomografia computadorizada pra tentar achar a causa da nevralgia, foi citado a possibilidade de um tumor ou aneurisma…eu sinceramente espero que não, sempre tive hiper atividade cerebral, não dormia por muitos anos, mas como sou assim desde criança achava normal, até que uns dias atrás um psicologo me disse que pode ter sido isso que causou a lesão do nervo trigemial, só sei de uma coisa embora a dor seja a pior que já senti na minha vida(e olha que já tive 5 filhos de parto normal sem nenhum tipo de anestesia, hem), só sei que após o inicio das dores quando elas diminuem eu durmo como nunca havia dormido antes, desligo do mundo e não escuto nada que acontece ao meu redor (durante toda minha vida dormia e escutava tudo que acontecia ao redor, acordava facilmente, o psicologo disse que é pq meu cerebro nunca descansava), agora minha pergunta, alguem já ouviu algo parecido???
    Será verdade que tive tipo um curto circuito por hiper atividade?
    Se quiserem me add no msn: zytkabrasil@hotmail.com
    Bjs.

  135. edson comenta:

    12 dezembro, 2008 @ 10:53 PM

    eu venho sentindo dores de dente de cabeca e na regiao dos ohos e nos olhos e pontada an cabeca , fui no dentista e ele disse qeu nao tem nada , as minhas dores nao sao tao imsuportaveis , sera qeu nao è nevralgia do trigemio? eu sinto sencibilidades em alguns dente e ate mesmo fisgadas em alguns dentes , quando eu fico aguniado parece qeu dem mais , mais asim , nada que eu venha a perder o foco por causa das dores , sera que è comeco de neuvragia? ou a doenca comeca do nada em todas as regiaoes? as minhas comecaram nos dentes depois da cabeca e depois na regiao dos olhos e testa ate acho què pode ser sinusite pois tenho alergia , se alguns poder postar qual as reacoes reais da neuvragia do trigemio , tais como dores a ponto de imobilizar a pessao ,pelo menos è o que esta num site que eu li ,pois dizem que a dor è forte mesmo grato!!

  136. wassemy Leonardo comenta:

    18 dezembro, 2008 @ 8:34 AM

    Fazendo uma busca pela internet sobre nevralgia do trigêmio, encontrei este post e diante do que li fiquei triste, porque minha mãe foi diagnosticada como portadora de nevralgia de trigêmio nesta segunda-feira(15/12/08), e confesso que os relatos aqui descritos não são nada animadores, ela está sendo submetida a tratamento clínico com o Cabarmazepina, tilex, e o outro não me lembro no momento, esses medicamentos a deixam dopada. Ela deverá fazer um acompanhamento ambulatorial.
    Mas, acima de todos os problemas há o Senho Deus, e eu creio que não existe impossível para quem crer.
    Que Deus a^bênçoe a todos!

  137. Edna comenta:

    18 dezembro, 2008 @ 1:23 PM

    Para vc Wassemy Leonardo.

    Você falou algo simples mais objetivo…
    Só DEUS…
    pq essa doença insiste de ficar em mim ah uns 16 anos…
    quando eu tive a primeira crise eu tinha 16 anos, na flor da idade…
    o pior que que amedicina dizem que ela só manifesta em adultos cim a idade de 45 pra cima
    e eu ja com meus 36 anos, só tive folga dessa infermidade quando fiquei gravida da minha primeira filha que hj esta com 15 anos, fiquei 1 anos sem dor alguma,mas depois ela voltou …colega
    só DEUS na minha vida.
    (Não encontrei nem umproficional da medicina que me disse: essa doença tem cura)..
    faço o mesmo tratamento q sua mãe… Eu gostaria de ter seu e.mail msn,pra que a gente
    matece contato…meu msn é (ednysenna@hotmail.com) Um abraço, que DEUS abençoi vcs.

  138. Caroline oliveira comenta:

    25 dezembro, 2008 @ 12:08 AM

    Tomo citalopran à 3 anos, gostaria de saber se este medicamento danifica os neurônios?
    Sempre tive depressões e somente este medicamento me trouxe grandes benefícios.
    Obrigada, aguardo resposta.

  139. Ariana comenta:

    27 dezembro, 2008 @ 9:37 AM

    Minha vo sofre demais com Neuvralgia do Trigemeo, gostaria de uma indicação medica nesta especialidade em Rio Preto ou Ribeirao Preto, as crises sao constantes.
    Obrigada e fico no aguardo de um retorno.

  140. Santiago comenta:

    27 dezembro, 2008 @ 9:58 AM

    é importante tentar descobrir a orígem da NT
    (digo tentar porque é muito difícil)
    horas de pesquisa na internet ajuda

    no meu caso tudo se origina num problema Témporo Mandibular (DTM)
    (o nervo é pressionado pelos músculos faciais)

    o Lioresal tem feito grande diferença
    (ao invés da Carbamazepina ou similares)

    a evolução do meu caso vou publicar aqui

    um abraço a todos

  141. Rebeca Belo comenta:

    5 janeiro, 2009 @ 12:18 AM

    Olá amigos

    Finalmente minha neuro me receitou o carbamazepina que muito é falado aqui, mas admito que na dor não senti diferença alguma, admito sim que o fato do remédio me deixar meio que dopada e muito sonolenta, faz com que eu não dê muita atenção a dor, já que não consigo administra-la como outras coisas tbem, sei que com o tempo o remédio vai entrar na minha corrente sanguinea e começar a fazer seu efeito e que quando isso acontecer vou conseguir aguentar melhor essa sonolencia, fico aqui pensando cá com meus botões, o que será de um funcionario de qualquer empresa por aí responsável por operação de maquina perigosa ao tomar esse remédio, pq eu nos primeiros dias fiquei desorientada, não conseguia pensar e o sono era incontrolável, affff…
    Essa semana sai o resultado do meu exame, aí tiramos a dúvida da minha neuro em ser um tumor ou um aneurisma, claro que venho contar pra vcs o resultado.
    Mas seja lá o que der nesse exame de uma coisa eu tenho certeza, nessa vida tudo é permissão de Deus e ele como Dono e Senhor da minha vida sabe com certeza o que é melhor pra mim, mesmo que as vezes pareça que não.
    Beijos e força a todos.

  142. Rebeca Belo comenta:

    6 janeiro, 2009 @ 11:01 PM

    Gente socorro, por favor
    Algum de vcs perdeu o paladar pelo uso da carbamazepina ? Perdi o meu compeltamente, não sinto sabor algum em nada que como ou bebo, posso perceber a textura mas não o sabor ou gosto, isso é horrível, meu olfato está intacto mas o paladar já era.
    Já aconteceu com algum de vcs, me deem uma luz, por favor.
    zytkabrasil@bol.com.br se preferi me responder por e-mail. Obrigada.

  143. TELMA comenta:

    7 janeiro, 2009 @ 5:28 PM

    Minha mãe sofre desse mal a neralgia do nervo trigemeo descobrimos com o resultado da tomografia e ressonancia magnetica desse dia em diante já faz mais ou menos 1 ano minha mãe tem sofrido muito com essa dor maldita ela ja utilizou o tegretol e nada era com se estivesse tomando agua so a deixava sonolenta o médico então mudou o medicamento para a gabapentina de 300 mg teve por alguns dias melhora so que a dor a cada dia so aumenta agora o rosto dela se desfigura quando tem a crise é horrivel você vê a sua mãe com o rosto de uma hora para outra inchar fica vermelho o olho dela parece que vai explodir de tão vermelho lacrimeja muito ela para onde estiver quando da a crise ela nao consegue escovar os dentes lavar a cabeça passar a mão do lado da dor do rosto nem pensar e o médico quando se refere a cirurgia parece coisa do outro mundo não sei se ele estar certo em adiar na cidade onde moro interior de Belo Horizonte então parece que para ele comodo todas as vezes que ela tem crise muito forte temos que pagar um consulta com ele no minimo 2 vezes por mes li alguns artigos sobre a tecnica do balão minha tem 58 anos é ativa e essa doença a deixa pra baixo so queria mais informações sobre esse assundo se alguem puder me ajuda queria saber se em Minas Gerais tem algum médico que faça essa tecnica do balão se o medicamento que ela faz uso é realmente eficaz nesse assunto? OBRIGADA TELMA telmajosiane_100@yahoo.com.br

  144. TELMA comenta:

    8 janeiro, 2009 @ 5:22 PM

    OBRIGADA EDNY
    Vou conversar com o médico sobre o medicamento que me passou muito obrigada!!!!
    É bom poder dividir essa dor com pessoas que sentem na pele porque muita gente acha que é exagero.

  145. Anna comenta:

    10 janeiro, 2009 @ 11:29 PM

    Minha mãe sofre de NEVRALGIA/NEURALGIA DOS TRIGEMEOS, por conta disso, eu pesquiso muito sobre esse mal na internet. Portanto, gostaria de contribuir um pouquinho tambem com vcs. Na internet tem muita coisa boa e legal pra se ler sobre a NEVRALGIA, basta procurar e ter paciencia pra ler tudo.

    No site da UNICAMP tem um video muito interessante explicando tudo sobre a NEVRALGIA/NEURALGIA DOS TRIGEMEOS, vcs podem acessa-lo pelo link

    http://www.rtv.unicamp.br/saude/smv_3/smv-3_03.htm

    Esse video é uma entrevista com dois doutores especializados no assunto
    e inclusive vou deixar o endereço de um deles aki pra vcs, caso precisem

    Centro Médico Campinas
    Dr. Antonio Augusto Roth Vargas
    Rua Dr. Edilberto Luiz Pereira da Silva, 150
    Cidade Universitária – Barão Geraldo
    Campinas, São Paulo, Brasil
    Cep 13083-190

    Fone: (19) 3789-5300

    website : http://www.cmcnet.com.br
    e-mail: cmc@cmcnet.com.br

  146. Anna comenta:

    10 janeiro, 2009 @ 11:44 PM

    Outra coisa q eu queria falar: Pessoal, se atualizem. Se vcs querem saber mais sobre o assunto de vcs procurem. Tem muitos artigos bons por ai na net. É so ir no GOOGLE (http://www.google.com.br) digitar la: nevralgia dos trigemeos, q vai aparecer um montao de site falando sobre o assunto. Outra coisa, eu sugiro q vcs entrem no ORKUT e comecem a fazer parte dele tbm. Lá tem comunidades sobre NEVRALGIA DO TRIGEMEO e varias pessoas discutindo sobre o assunto e trocando informaçoes. Quando vc pesquisa somente aki em sites, é mais dificil de achar um lugar propicio para discussoes e o ORKUT permite isso atraves das comunidades e dos foruns.

    Bom, vou deixar aki alguns links das comunidades do ORKUT sobre NEVRALGIA/NEURALGIA DO TRIGEMEO pra vcs

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=2960476

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=8210118

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=18656318

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=38151161

    E vou deixar tbm meu e-mail (MSN) , pra vcs me adicionarem
    (pq atraves daki eu posso conectar todo mundo atraves de janelas)

    sos_nevralgiadostrigemeos@hotmail.com

  147. Santiago comenta:

    12 janeiro, 2009 @ 11:51 PM

    Há dois tipos de neuralgías trigeminais,
    Essencial e Atípica
    esta última é provocada por outros problemas e pode ser tratada.
    (problemas como dtm, musculares ou posturáis)

  148. Santiago comenta:

    13 janeiro, 2009 @ 6:28 PM

    A Nev. Atípica que falo,
    (provocada por dtm, musculares, posturáis)
    pode ser resolvida sem operar, em muitos casos.

  149. andrea nobre comenta:

    15 janeiro, 2009 @ 9:32 AM

    meu pai sofre há 8 anos com esse mal, já passou por vários médicos e nada resolve, já encaminharam ele para um neurocirurgião, mas estamos procurando um hospital que faça de graça pois não temos condições financeiras, se alguem souber de algum hospital que faça cirurgias deste ramo em fortaleza ceara me avisem por favor

  150. Joseane comenta:

    15 janeiro, 2009 @ 10:16 PM

    Boa noite Dr.Armando por favor me ajude minha mãe tem 58 anos e sofre de nevralgia do trigemio já fez a cirurgia do balão,mas não teve repouso e as dores voltaram eu gostaria de saber o valor desse balão pois temos um medico que pode fazer a cirurgia.
    Agradeço se puder me ajudar.

  151. Ricardo Guignoni comenta:

    16 janeiro, 2009 @ 7:03 PM

    Doutor, essas injeções gasserianas podem diminuir os “choques” e o ferecer uma vida mais tranquila ao paciente?

  152. Ricardo Guignoni comenta:

    16 janeiro, 2009 @ 7:05 PM

    ………..Doutor, essas injeções gasserianas podem diminuir os “choques” e o ferecer uma vida mais tranquila ao paciente?

  153. celia regina comenta:

    18 janeiro, 2009 @ 2:05 PM

    eu tenho nevralgia do trigemio só que a minha foi desencadiada por dentistas ,e tbm a minha dor não para nunca ,e as vezes da crises bem mais fortes,e já fiz duas cirurgias cem susseso…….

    me ajudem,,,,,,,,,

    os meus lábios e meus queixo são como estivessem um monte de fio puxando ,a dor é do lado esqquerdo ,mais do lado direito tbm doi um pouco ..

    não to podendo nem comer,e falar mto pouco

    me ajudem a dor é insuportavel,assim não estou vivendo

    obrigada

  154. Santiago comenta:

    18 janeiro, 2009 @ 2:15 PM

    http://www.fo.ufu.br/downloads/Cap06.pdf

  155. celia regina comenta:

    18 janeiro, 2009 @ 2:44 PM

    POR FAVOR DR.ARMANDO ME AJUDE……………POIS ASSIM NÃO VIVO……!!!!

    OBRIGADO DESDE JÁ

  156. celia regina comenta:

    18 janeiro, 2009 @ 3:04 PM

    DR.ARMANDO,ME AJUDE POR FAVOR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  157. leandra de almeida dantas comenta:

    19 janeiro, 2009 @ 6:16 PM

    Olá, minha mãe sofre com forte dores de cabeça, e essas dores so ataca durante o sono, ela é fumante e tem glaucoma. A sete meses tem procurado tratamento e nada de obter resultado. Um dos medicos acha que as dores são provocadas por uma iflamação no nervo trigêmio.
    Dr. Armando, por favor me ajude!!!

  158. TELMA comenta:

    21 janeiro, 2009 @ 4:13 PM

    Olá pessoal!
    Minha mãe agora no retorno com o neurologista a encaminhou para um avaliação com o otorrino gostaria de saber se ele esta correto ele acha que pode ter outro fator como a sinusite complicando o caso por isso dela ter varias crises.
    Dr. o que o senhor acha?

  159. Rebeca Belo comenta:

    23 janeiro, 2009 @ 2:49 PM

    Olá, acabei de voltar de uma consulta com minha neuro ela tbem me encaminhou pra um otorrino, na tomografia graças a Deus pode ser descartada a hipótese de tumor, e aprensentou uma sinusite, acredita ela que essa sinusite seja responsável pelo aumento da dor durante a crise, ainda continuo com a carbamazepina que tem me dado alívio visto que as crises embora ainda muitas são de intenssidade menor.
    Beijos a todos.

  160. kelly comenta:

    26 janeiro, 2009 @ 8:46 AM

    oi!!!bom o meu sogro está tendo muito dor com esses trigemeos
    ele tá tomando mil miligramas de remedio, mais memso assim a dor não passa
    quero saber mais detalhes dessa doença?
    bjs obrigada….

  161. kelly comenta:

    26 janeiro, 2009 @ 9:09 AM

    oi !!Dr. Armando nossa familia precisa muito da sua ajuda
    não aguentamos mais ver meu sogro sofrer.
    aguarda sua resposta….

  162. kelly comenta:

    26 janeiro, 2009 @ 1:20 PM

    oi Dr boa tarde!!
    Queria que vc me dicesse uma resposta sobre uma injeção
    que toma e alivia a dor o nome da injeção é gasserianas não sei se assim que escreve
    por favor me responde!!!obrigada.

  163. Dra. Daiane comenta:

    26 janeiro, 2009 @ 3:38 PM

    Olá, sou dentista e minha área de atuação é Laser. Não sei se vocês já ouviram falar mas a boa notícia é que estou conseguindo tratar alguns casos de nevralgia do trigêmio. O Laser é uma luz, que quando irradiada em baixa intensidade transfere energia para as células lesionadas levando-as a reparação. Esta luz não dói, e as sessões duram em média 40 minutos. Os primeiros efeitos positivos começam após 5 ou 6 sessões. Os medicamentos são gradativamente removidos ficando só o laser o tratamento. Usualmente as consultas são semanais. Existem muitos trabalhos científicos na área de regeneração nervosa com laser e posso indicá-los caso alguem se interesse.
    Atendo em Campinas-SP, tanto em consultório particular quanto gratuitamente na Universidade onde sou coordenadora de um curso de Laser.
    Meu email é dai@usp.br.
    Estou a disposição.
    Daiane

  164. vania brambila comenta:

    26 janeiro, 2009 @ 5:52 PM

    Dr trabalho no hospital evangélico de londrina e o meu marido fas tratamento com neurologista do nervo do trigemeos ele esta tomando 1200 mg de tegretol e tylex para ver como vai reagir ele me disse que vamos esperar um mês para ver a reação. se nâo passar partiremos para cirurgia nâo a punção mais cirurgia normal estamos no caminho certo doutor

  165. Rebeca Belo comenta:

    27 janeiro, 2009 @ 10:04 AM

    Meu blog diário , quero convidar a todos para darem uma passadinha lá, conversando talvez possando chegar a meios de amenizar essa terrível dor.
    http://nevralgiadotrigemio.blogspot.com/

  166. Brena Karla comenta:

    31 janeiro, 2009 @ 4:11 PM

    Ola meu nome e brena e vim aqui tira um duvida, minha mae tomou a muitos anos, remedio tarja preta ,ela deixou mais ela sentir dores na coluna especificamente no nervo do pescoço diz ela, ela procurou um medico amigo da familia ele disse que e a falto do remedio que acaba profocando essas dores musculares, mais quero saber o que faço, ela e muito nervosa e se estressa com tudo o que vc axa?
    muito obg espero a resposta…

  167. célia regina comenta:

    4 fevereiro, 2009 @ 8:17 PM

    DR.ARMANDO que especialidade o senhor é?

    abraços e aguardo sua resposta

  168. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    5 fevereiro, 2009 @ 6:30 AM

    Geriatra e gerontologo pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia
    Cardiologista pela Sociedade Brasileira de Cardiologia
    Doutor em Medicina Interna pela UNICAMP

  169. celia regina comenta:

    6 fevereiro, 2009 @ 3:15 PM

    DR.Armando fiz um tratamento dentario e fiquei com mta dor ,cheguei a fazer uma cirurgia para dor facial átipica a cirurgia chama risotomia retrogamiana [por balão e abalação de v3 ao nivel da mandimbula]Sem sucesso

    estou tomando medicamentos mais não resolve não aguento mais de dor no rosto ,no maxilar pega metade da minha cabeça

    me ajude por favor

    eu sei q deve esistir uma cirurgia

    qual médico que o sr. poderia me indicar e aonde por favor me ajudee

  170. celia regina comenta:

    6 fevereiro, 2009 @ 3:15 PM

    DR.Armando fiz um tratamento dentario e fiquei com mta dor ,cheguei a fazer uma cirurgia para dor facial átipica a cirurgia chama risotomia retrogamiana [por balão e abalação de v3 ao nivel da mandimbula]Sem sucesso

    estou tomando medicamentos mais não resolve não aguento mais de dor no rosto ,no maxilar pega metade da minha cabeça

    me ajude por favor

    eu sei q deve esistir uma cirurgia

    qual médico que o sr. poderia me indicar e aonde por favor me ajudee

    abraços

    e obrigada des de já

  171. Leonor comenta:

    10 fevereiro, 2009 @ 1:54 PM

    É muitissimo doloroso ver sofrer minha mãe uma senhora de 92 anoscom nevralgia do trigémeo.
    Para além de toda a medicaçao já usada as agulhas,melhor dizendo,sessões de acunpuntura poderão ser um tratamento alternativo?
    Muito obrigada Dr. Armando

  172. kelly comenta:

    13 fevereiro, 2009 @ 9:48 AM

    bom dia dr !!!!

    meu sogro ta fazendo o tratamento dos trigêmios e não passa a dor
    não sabemos mais o que fazer, ele ta tomando a dosagem de 1.200 de remedio mais não alivia a dor.

    quero sabe com vc dr se não e o causo de opera , porque o medico dele disse que é para espera, mais não passa a dor …
    o que vc acha dr espero resposta por favor me responde bjs tenha um otimo final de semana….

  173. Ciro Campos comenta:

    15 fevereiro, 2009 @ 2:24 PM

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão deque tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo neuro.
    Quase um mes atrás o procedimento (bomba) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi excelente. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes:

    cirocampos2006@hotmail.com ou cirocampos2006@bol.com.br

    Melhoras para todos.

    Ciro

    Qualquer dúvida me procurem,

  174. Aires Pedro Balestrin comenta:

    24 fevereiro, 2009 @ 7:49 PM

    Ha trinta anos sofro de trigeminalgia. Esperimentei praticamente de tudo o que já está escrito nestes comentários. Já estive bom por alguns tempos (questão de meses), mas as dores sempre voltam. Fiz a cirurgia do “balãozinho) fiquei dois anos sem dores, uma maravilha.Tomei Carbamazepina, Leponex, Gobapentina, trileptal e outros tantos que nem me lembro, tilex, sinaxial, benzimentos, simpatias, massagens, olhos, argila, etc, etc,etc…
    De quatro anos para cá, as dores tem sido bem moderadas.
    Acredito que o fato de estar fora da sala de aula, pois souprofessor, tem contribuido para isso.
    Nos últimos meses estou vivendo com qualidade, praticamente sem dor.
    Estou tomana Carbamazepina 200mg e gabapentina 400mg.
    Paralelo a este tatamento estou faendo cromopuntura.
    O tegretol (carbamazepina) já tomei em doses altas, já parei, voltei, perei,voltei nem sei quantas vezez, porém comcluí que é a melhor indicação.
    A gabapentina ajudou muito. Porém não quero nem pensar em aumentar a dose nem de um nem de outro.
    A cromopuntura é muito interessante pois elimina os efeitos da dor, anima, descontrai, descança, levanta a auto estima, dá coragem para enfrentar a dor, consequentemente, reduz consideravelmente a frequencia das crizes, bem como e intensidade da dor, praticamente acaba com tudo. Eu recomendo. Esta é a melhor faze de minha vida, pois quase não tenho dor.

  175. TELMA comenta:

    25 fevereiro, 2009 @ 5:01 PM

    Olá Aires Pedro com é esse tratamento cromopuntura nunca ouvi falar?
    Se puder escreva um pouco sobre não sei se chegou a ler a minha mãe sofre com muitas crises me interessei sobre o que você escreveu.
    OBRIGADA

  176. TELMA comenta:

    25 fevereiro, 2009 @ 5:10 PM

    Ciro você pode falar sobre o preço dessa cirurgia?

  177. Telma comenta:

    4 março, 2009 @ 2:40 AM

    Entrar em contato com o médico conforme descrito conforme o endereço; o valor
    pode ser parcelado, mas não tenho um valor pois cada caso é diferenciado pelo diagnóstico.

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442
    Deus lhe abençoe…

  178. Ana do Rosario comenta:

    5 março, 2009 @ 10:44 AM

    Bom dia!!
    Dr. a minha mae de 77 anos sente nevralgia do trigemio ha mais de 6 anos, dor do lado direito da cabeça, vem tomando trileptal 3 vx ao dia , e nao tem sentido melhora, o medico pediu para consultar com um neurocirugiao, mas na idade dela o que poderia ser feito, se todas as opçoes correm riscos.
    por favor diga me o que fazer? pois nao aguento mais ver a minha mae sentir dor todos os diias e ate a noite.
    Fique com Deus.

  179. Dra. Daiane comenta:

    5 março, 2009 @ 10:50 AM

    Olá a todos,
    Gostaria de divulgar novas vagas para o tratamento da nevralgia com laser de baixa potência que vem sendo realizado na Faculdade São Leopoldo Mandic de Campinas.
    Os resultados são muito bons, e o tratamento não é invasivo uma vez que a luz – indolor- é a responsável pelos efeitos do tratamento.
    Estou a disposição para mais informações pelo email: dai@usp.br
    Atenciosamente,
    Daiane

  180. Santiago comenta:

    5 março, 2009 @ 12:23 PM

    Oi gente,
    Eu devo lhes dizer que para mim o laser de baixa potência não fez a menor diferênça,
    mas também devo confessar que não completei o tratamento – isto é,
    das 10 sessões receitadas só fiz 7.

  181. Cleicimar comenta:

    19 março, 2009 @ 12:37 AM

    Olá! pesso ajuda e orientacão, pois minha sogra sofre com neuralgia do trigêmio, ela toma tramal,tegrettol gabapentina, com todos esses remedios não para a dor terrivel que ela sente.
    o que ela devi fazer para aliviar as dores que são 24horas e não passam, ela ja ficou enternada por 17 dias e nada. obrigada

  182. Gisele comenta:

    24 março, 2009 @ 8:27 AM

    Olá pessoal tenho uma história bem interessante para lhes contar…Tbém passei por momentos horríveis com essa dor, às vezes duravam 2 dias seguidos ou mais, fui em hospitais tomava de tudo inclusive injeções na veia e parece q piorava, procurei um otorrino achando que poderia ser dor de ouvido ou sinusite, mas nada…..até que ele me passou a um neuro o qual deu o diagnóstico: neuralgia do trigêmeo….e lá se foi eu pro Tegretol e gabapentina. Por dois dias resolveram, depois voltaram as dores…aliviava….voltava e assim seguia a rotina. Minha mãe já estava desesperada, pois eu passava noites em claro de tanta dor. Até que uma amiga antiga nossa veio até nossa cidade nos visitar e minha mãe contou o que estava acontecendo comigo….ela relatou o que havia acontecido com ela no passado….ela tbém sofria dessas dores, foi em 3 neuros e o diagnóstico sempre o mesmo: neuralgia, tomava de tudo e nada resolvia tbém….até que um dia veio uma médica de Brasília no salão de beleza dela, esta amiga mora na praia então aparecem pessoas de todos os lugares, enfim essa médica muito conceituada escutou o relato dela e disse que era pra ela parar com o medicamento e fazer um experimento, qdo ela sentisse a dor tomasse um copo de água morna e fosse até o banheiro provocar vômito atpe vomitar aquela água amarga do fígado e logo depois tomar um eno e um epocler…..ela fez e resultado a dor parou na hora. Ela me contou essa história e sinceramente fiquei duvidando um pouco, mas minha mãe muito confiante em tudoo foi até a farmácia e comprou o eno e epocler. Essa madruga a dor vei me visitar, hehehehe, pensei em tomar outro tegretol, mas faziam apenas 1 hora que havia tomado, achei perigo, então no desespero resolvi fazer aquilo que nossa amiga havia feito, resultado: em 5 mim a dor havia passado…pessoal estou boba até agora, nem consigo acreditar. Vocês podem duvidar, pensar o que quiser, cada caso é um caso, mas para mim funcionou…então resolvi deixar meu depoimento aqui, pois quem sabe ajuda alguém com essa dor tão terrível. Abraço a todos e lembrem não custa nada tentar

  183. Creusa Maria Oliveira Alves comenta:

    25 março, 2009 @ 9:14 AM

    Tenho nevralgia do trigêmeos a oito anos no meu caso não opera já perdi todos os dentes por causa da dor e das reações algicas do material do dentista.
    Já fiz nove bloqueios de dores houve uma melhora parcial mais ainda sinto dor num ponto da gengiva inferir do lado esquerdo tem hora nossa………….. a dor vemmmmmmmmmmmmm.

  184. Creusa Maria Oliveira Alves comenta:

    25 março, 2009 @ 9:15 AM

    Tenho nevralgia do trigêmeos a oito anos no meu caso não opera já perdi todos os dentes por causa da dor e das reações algicas do material do dentista.
    Já fiz nove bloqueios de dores houve uma melhora parcial mais ainda sinto dor num ponto da gengiva inferior do lado esquerdo tem hora nossa………….. a dor vemmmmmmmmmmmmm.

  185. maria ribeiro comenta:

    26 março, 2009 @ 3:27 PM

    ola pessoal tambem quero compartilar descobri que tenho neovragia ha um mes viquei surpresa de sa de saber que tenho que conviver com esse mal pelo que observei muitos anos .ja inisiei otratamento con carbamazepina a qual min da muito sono , e normal/

  186. Graziela comenta:

    29 março, 2009 @ 7:17 PM

    Tenho uma vovozinha de 95 anos que mora no interior de SP e tem neuralgia do trigêmio há 6 anos, diagnostica por uma médico de são José do Rio Preto . Ela é muito saudável e não tem nenhuma outra doença de base, inclusive a consciência ainda está muito boa. Até o momento ela faz tramento medicamentoso com Tegretol e baclofen. As dores conseguiam ser controladas com os remédios mas há 1 ano ela vem sofrendo muito com crises violentas de dor e os remédios provocando muitos efeitos colaterais como rebaixamento da consciência, diminuição de força muscular, necesitando de ajuda em todas suas atividades de vida diária, chegando até a ser internada por 2 vezes porque não reagia a nada depois de ter tomado as medicações.
    Estou procurando ajuda pois é muito triste ver esse sofrimento no pouco de vida que ainda lhe resta. Gostaria de saber se a idade é um fator limitante para indicar a técnica de cirurgia de compressão com balão ou se teria indicação de alguma outra técnica que poderia proporcionar mais conforto a ela.
    Gostaria de esclarecer a questão da idade, pois dois médicos que ela consultou colocam a idade como fator limitante e que não se tem nada a fazer!
    É muito triste ouvir isso, por isso estou procurando outras opiniões, não estou convencida, se alguém souber de algum caso parecido, relate por favor me ajude.

  187. luizi de almeida comenta:

    30 março, 2009 @ 1:42 PM

    oi pessoal,eu tbm sofro desse mal,as vezes eu duvido se e mesmo neuvralgia do trigemio,pois minha dor nao e pontada e nem fisgada eletrica e lategente,meu rosto latega meu ceu da boca fica uma sensaçao de pressao so do lado direito .eu tomo tegretol cr tomo 600mg por dia ja tomei 1000mg mas ja diminuir por causa do sono.convivo com isso o dia inteiro ,agora eu ja reparei que quando esta frio a dor e mas intensa.tomo tbm um remedio muito cara por sinal mas me ajuda bastante e o cymbalta 60mg.mas com tudo ainda sinto dor.minha primeira crise foi tao forte que deu derrame na minha vista,minha mae ficou dezesperada.meu medico e muito bom eu confio nele pois ja passei por tantos que ja tou cacarreca. quando o medico e bom eu saco logo
    i e isso ai vou vivendo,quando eu tou com crise eu fico em casa nao trabalho, nao faço nada as pessoas que estao ao meu redor ficam sem saber o que fazer.por que eu nao sou a mesma…
    se alguem tiver alguma coisa que possa me ajudar por favor nao exiter em me tc .obr.

  188. eduardo godinho comenta:

    31 março, 2009 @ 3:50 PM

    bom dia pra todos sou eduardo como voces tambem passei por sofocos com essa dor que na maioria dos casos e diagnosticada como neuralgia do trigemio, bem na minha opinião cada caso deve ser investigado pra saber com serteza se a dor é do trigemio eu tambem senti essas dores em forma de choques no comesso eram bem leves como eram , ou pareciam nos dentes fui ao dentista como o dentes ja tinham caries foi feito obturaçõens quando passava a anestezia ….voltava as dores assim foi mais ou menos tres meses até que trocando de dentista fasendo mais um canal e uma estração sem susseço o dentita me disse olha procura um neorologista contado a minha história o medico antes de comprovar que a dor era do nervo trigemio me pediu pra fazer tomopgrafias do rosto da cabeça pra descartar possiveis tumores ou qualquer outra coisa…..não deu nada de grave,graças a deus bem ai ele me receitou carbamazepia e outros durante alguns mezes ,melhorava mas não sarava.bem ele me passou para um neuro sirurgião que ainda não contente com a tomografia pediu duas ressonancias magneticas.que não deu nada de mais serio, ai sim ele diagnoticou que se tratava do tal nervo trigemio tudo isso pelo meu plano de saude foi marcado essa sirurgia do balão que é introduzida atraves da face com uma sedação em uma hora acordei com o rosto semi ansteziado do lado direito mas eu aida sentia a dor do trigemio,falei pra meu medico que me operou e ele frustado quanto eu me disse dentre noventa por cento você ficou entre os déis não esquenta daqui a tres meses a gente fas de novo ai eu perguntei mas não deu resultado mas agora vai dar vou dar mais pressão no nervo tenha fé …isso dia 29/10/08,marquei novo prossedimento sirurgico dia 30/01/09 dessa ves fiquei no hospital um dia pois o medicos alias foram dois medicos da equipe eu dessa ves fui anestesiado geral pois da outra ves foi so sedado eles me falaram que eu me mechim muito porisso tinha que ser geral.bem quando eu acordei com o rosto do lado direito anestesiado,com medo eu graças a deus e o trabalho maravilhosos dos medicos eu estou me restabelecendo e a dois meses não sinto mais aquela dor orrivel que so quem tem sabe como é os medicos tambem foram muito sinsseros em falar que daqui uns cinco anos pode voltar mas não importa eu gosto de viver o presente e ele é sem dor ,por isso eu quis questão de dar meu depoimento pra vocês que sofrem deste mal ou que tenham alguem querido com essa dor não desistam na maioria dos casos ficam bem com fé em deus. meu imail edusantista10@bol.com.br se quiserem saber algo que eu possa ajudar ,bom dia a todos

  189. REJANE ALVES comenta:

    3 abril, 2009 @ 11:06 PM

    Por favor, preciso desesperadamente de ajuda. Minha mãe (76 anos) há 6 anos caiu na rua e cortou a língua. Socorreram ela e a levaram para um hospital. Lá costuraram a língua e a mandaram para casa. Desde então ele sente dor intensa na língua 24 horas (na verdade ela diz que é uma sensação de que tem milhões de espinhos na língua). Já fez 4 cirurgias e sempre surge um neuroma traumático (uma espécie de quelóide interno na língua). Ela já está entregando os pontos. Hoje, dia 03.04.2009, o médico dela aplicou álcool etílico no nervo lingual para bloquear a dor. Foi dada uma injeção de álcool dentro da boca bem lá perto da garganta. O efeito colateral é que ela ficou com o lado esquerdo da língua sem sensibilidade, mas ela topou, pois já estava para cortar a própria língua. O procedimento foi extremamente doloroso, pois tem que ser feito sem anestesia. Todavia, o lado direito continua doendo muito. O médico disse que agora só cortando o nervo lingual. Estamos todos muito apreensivos, pois achamos que ela vai ficar sem qualquer sensibilidade na língua. Alguém já ouviu falar desse problema? Informo que, além das cirurgias já tomou tegretol, gabapentina, carbamazepina, triptanol, etc, mas era como se fosse água. Apesar de o problema de minha mãe não ser nevralgia do trigêmio, como a maioria aqui relata, espero obter alguma luz de algum de vocês. Grata. Rejane Alves

  190. Milton Passos Correa comenta:

    4 abril, 2009 @ 11:12 AM

    Bom dia
    Fui fazer um implante dentario, e o pino acabou dando uma compressão em minha ramificação dos trigemeos, agora parece que esta pegando fogo em minha boca ja tomei remedio e não ta tendo jeito, o que devo fazer, ja foi remivido o implante

    atenciosamente

  191. Jarbas Dourado Ramos comenta:

    8 abril, 2009 @ 12:42 PM

    Bom dia .
    Moro no interior da Bahia , tenho uma irmá que está sofrendo muito com dores , já passou por vários médicos em Salvador e o diagnostico é só ATM, passando secções de fisioterapias, melhora depois volta tudo de novo.
    gostaria de leva-la para São Paulo para algum especialista em nevragia de trigêmios , pois acho que ela tem, acho que o caso dela é cirugico, portanto alguem me informe algum especialista e em que hospital ele atende.
    Desde já agredeço a quem me possa ajudar.

  192. renata silva comenta:

    9 abril, 2009 @ 11:22 PM

    bom gente eu estou com nevralgia já a 4 meses já não sei o que fazer, porque já tomei remedio até tegretol e não tem adiantado nada, e o pior é que sou cantora e não estou podendo cantar, sofro o dia todo com as dores não consigo comer quando escovo os dentes parece que vou morrer, é horrivel, reclamo o dia todo pra conversar esta cada vez mais dificil , eu preciso que alguém me ajude, estou assustadissima com essa doença,

  193. vanessa comenta:

    10 abril, 2009 @ 7:47 PM

    julia bernardino da silva alves gostaria de entrar em contato com vc pois minha mãe tbm esta com nevralgia do trigemio…

    por favor entre em contato comigo meu e-mail é

    vanessa_co_oliveira@hotmail.com

    anteciosamente

    vanessa

  194. Anônimo comenta:

    23 abril, 2009 @ 4:00 PM

    Tenho 42 anos e descobri no mês passado que poderei estar com negralgia do trigêmeo, é uma dor estranha que troca de lugar, já investiguei os dentes, fiz radiografia dos seios da face, achando ser sinusite. Atualmente estou tomando tilex e o médico receitou tegretol, esse remédio pode funcionar?
    gostaria de saber como proceder, a dor é rápida, mas dói muito. agradeço

  195. Adailton M Franco comenta:

    28 abril, 2009 @ 12:07 AM

    Óla, a todos os socíos do clube (trigêmio) é com muito prazer que eu relato a todos
    os socíos a minha história, não e muito diferente a de vocês porém tudo começou em 1992
    a primeira batalha foi descobrir um especialista no assunto, tomei todos os medicamento que
    me foram receitado e nada as crises só aumentava cheguei até ouvir de alguns maus
    especialistas que eu não tinha nada era invenção de minha cabeça, pois fiz na epóca todos
    exames necessário e nada era diagnósticado eu mesmo me perguntava estou ficando louco,
    minha própria familia dizia a mesma coisa, isto e fruto de sua imaginação, as dores só tendia
    a piorar com o apoio moral da familia. Mas tarde descobri um cirurgião dentista especialista em
    ATN onde meus problemas estava a ser solucionado no seu diagnostico o mesmo me relata
    que eu tinha mordida cruzada e 2 dentes em cruzos que ( poderia ) ser o fator da descarga elétrica
    ou choque elétreco que eu sentia na face do lado direito, então fiz a maldita cirurgia, perdi a sencibilidade do lábios, 4 dentes, que me faz muita falta para minha estética. Após este fato enositado minhas dores só aumentaram com mais freguência, pois isto ainda continuou por um bom período
    até 1997. Em 2003 para minha infelicidade voltou as crises de choques com uma itencidade absurda
    cheguei a bater imuneras vezes a cabeça na parede, achando que istó melhorava, então comecei a
    batalha novamente a procura de especialistas e descobri uma exelete equipe de médicos reurologistas que de imediato me relatou qual era o me proplema NEUVRALGIA DO TRIGÊMIO, já comecei o tratamento com o uso de medicamentos asociados como: carbamazepina 1200 mg, fenitoina
    300 mg, imipramina 75 mg, omeplazol 20 mg, diazepam 10 mg, não acabou falta o de pressão enalapril 10 mg, tenho feito a estas refeição todos os dias já se passaram mais 6 anos de minha vida
    perdida confinado em casa eu era uma pessoa legal estrovertida tinha muitos amigos e agora
    só perguntas ele está melhor quanto tempo não avejo, você acha que é bonito ser feio, venha ser socío
    do clube dos ( trigêmios ) pessoal tirando a brincadeira de lado quero dizer a todos que no momento me encontro em tratamento ainda, espero que vocês não tenha que ir parar no hopital como eu já fui varias vezes para tomar coquitel de drogas na veia para aliviar a dor. mas o que eu deixo para todos e o seguinte toda dor e ruim, não fica esperando as crises voltaren procura seu médico é ele com certeza vai te ajudar a minimizar está por sinal a mais terrível, não faz uso de medicação por conta propría.
    Nós do clube podemos sim nos ajudar como.
    escovar os dentes com calma e devagar
    não tomar nada gelado ou muito quente
    evitar lugares de baixa temperatura ou alta
    em dias frios agazalhar o rosto ou não sair de casa
    evitar anbientes com ar condicionado
    não correr faz estimular o nevo
    cigarro nem pensar
    Meu caso é simples como todos pode ver,estou procurando me adaptar, ´quanto amedicação
    ela tem sim alguns efeitos colaterais mais entre a dor e o efeito no momento prefiro efeito
    colateral exemplos tomar os medicamento sem rotina determinada por horário não estabelecidos
    como na receita causa vertigem,tonturas e espasmos apartir do momento que nós seguirmos a
    risca isso a gente tira de letra, na compra do medicamento procurar semple o mesmo laboratório ou
    fabricante não sei mas tive sensações de quando faço a troca do laboratório as vertigens volta orticària.
    pessoal agradeço a atenção de todos, pelo espoço que nós foi consedido a estas pequena palavras que eu consegue descrever o que é ter neuvralgia do trigêmio.Coso alguei queira mais informação deixo meu e-mail de contato rejead@hotmail.com
    Um abraço a todos e que “DEUS” nós ajude
    Adailton

  196. tamires comenta:

    14 maio, 2009 @ 2:41 PM

    tenho 21 anos e ja fazem sete dias tenho dor e ja tomei os remedios indicado pelo dentista ,mais ate agora continuo com dor, sou uma pessoa meio depressiva e muito preocupada, tomo remedio pra dormir
    o que eu devo fazer
    desde ja obrigada

  197. ELIANE MOURA comenta:

    22 maio, 2009 @ 8:27 AM

    OLA TD BEM?

    Minha mãe sofre dessa doença a uns 10 anos e agora decidiram fazer uma cirurgia no trigemeos.
    qual a chance da cirurgia dar certo?
    por favor, preciso de uma responsta o mais breve, POIS A CIRURGIA JA ESTA MARCADA.

    OBRIGADA,

  198. Adailton M Franco comenta:

    22 maio, 2009 @ 10:43 AM

    Ola Tamires, desejo a você melhora, mas procura um neurologista com certeza seu quadro vai melhorar
    Abraço.

  199. Adailton M Franco comenta:

    22 maio, 2009 @ 11:05 AM

    Eliane, nada como boms mêdicos para avaliar o caso de sua mãe, nos exames laboratóriais foram constatodo tumores? Sou portador desta ha 7 anos, fiz resonancia magnetica graças a “DEUS” não foi diagnosticado nada, meu mêdico opitou por não fazez cirurgia.
    melhora para sua mãe.

  200. Edna Lucia Gomes comenta:

    22 maio, 2009 @ 11:15 PM

    Minha sofre de nevralgia de trigêmeos á anos, ela operou em 1982, e de lá pra cá vem tomando o Carbamazepina(TEgretol) no inicio associado ao Hidantal, depois o mé dico deciciu optar apenas pelo carbamazepina. No logo nos primeiros anos após a cirúrgia houve uma melhora sim , mas não totalmente, por que ela sempre toma até hoje o remédio que para mim não surte mais efeito pois ela vem sentindo novamente as dores terríveis e eu acompanho todo o seu sofrimento. Hoje ela tem 76 anos e ainda sofre muito com as dores fortíssimas. A cirurgia de início foi boa, mas hoje em dia parece que as dores vem na mesma intensidade que era antes ou ate mesmo mais forte. Sofre ela e eu que a vejo todos os dias sentir esta dor terrível e não poder fazer nada, pela idade dela os médicos acham uma nova cirurgia muito arriscada, ela esta muito apática e não tem nem vontade de comer , perdeu o ânimo pela vida pois fica só pensanddo na dor e quando ela vai chegar. Resolvi procurar me informar um pouco mais e vi que tem muita gente com este problema. No caso dela como eh descente nordestina , segundo o médico é devido a coluna cervical estar muito para dentro da caixa craniana devido a prática nordestina de dormir em rêdes ela foi acometida por este mal, conforme informações do médico com que ela se operou na época dizia que o nosso Presidente Castelo Branco sofria do mesmo mal. Bem desejo melhoras a todos e continuo tambem procurando uma melhora para ela.
    Se alguem quiser entrar em contato segue meu e-mail.
    meu e-mail eh : ednalgomes@ig.com.br

  201. Santiago comenta:

    23 maio, 2009 @ 12:05 PM

    Sra Edna Lucia Gomes,

    Em primeiro lugar lhe desejo melhoras à Sra sua sua Mãe.

    Em segundo, me chamou muito a atenção o seu comentário.
    Eu venho pesquisando intensamente o problema desde que fui acometido da
    doença em Janeiro do ano passado.
    e me chamou a atenção o comentário do seu médico (dormir em rêdes)
    Tenho lido bastante sobre luxações cervicáis e tratamentos fisioterápicos
    que visam o afastamento das vértebras,
    mas se o médico não indicou, não corresponde.

    Se tiver maiores dados a respeito, favor os publique
    que a todos nós interessa.

    Grato,
    Santiago

  202. Georgina Barbosa comenta:

    24 maio, 2009 @ 8:18 PM

    Minha mãe tem 52 anos e começou a sentir as dores aos 20 anos, segundo os médicos ela tinha sinozite, mas com o passar do tempo a dor piorou muito e somente aos 35 ela descobriu que se tratava da nelvragia do trigêmio.
    Já tomou muitos remédios e fez também 3 sirurgias, a última delas a 2 anos através fez com um laiser pela boca, alguns dias atrás a dor começou a voltar, bem leve mas com o passar dos dias está aumentando.
    Minha dúvida é:
    Com a chegada da velhice esta dor poderia aumentar e como consequência da idade avançada a cirurgia poderia não ser indicada?
    Você(s) conhecem alguëm que se curou 100% desta doença?
    Existe uma clínica/hospital especializado neste tipo de doença, pois minha mãe se trata com um médico no nordeste, mas acho que ele não é especilaista nesta doença.

  203. Sônia Márcia comenta:

    24 maio, 2009 @ 8:29 PM

    24 maio

    Tive o problema da nevralgia do trigêmio,sentia muita dor de cabeça, dor nos dentes,choques fortes,não conseguia pentear os cabelos,escovar dentes.
    Consultei o neuro que então confimou ser nevralgia.
    Tomei tegretol,carbamazepina,triptanol e outros medicamentos,além de fazer acupultura e nada adiantou.
    Os remédios não surtiam efeito e na maioria das vezes tinha que ir ao hospital p/tomar medicamento na veia.
    Fiz a cirurgia de rádio frequência,aquela dor muito forte,não voltou.Mas as vezes tenho fisgadas na cabeça.
    Depois da cirurgia a sensibilidade do meu rosto do ld direito e do olho não tenho mais,além disso após a cirurgia saíram algumas feridas em minha cabeça do ld direito.
    Essas feridas não cicatrizam ,fiz a cirurgia mês 09/2007,o médico disse que a sensibilidade voltaria de seis meses a um ano,e até agora nada.não sei mais o que fazer.
    Alguém sabe me dizer o porquê???
    Que Deus abençõe a todos !!!
    Um abraço.

  204. Edna Lúcia Gomes comenta:

    24 maio, 2009 @ 9:16 PM

    Santiago, obrigada minha mãe esta na medida do possível bem pois as suas crises atacam mais ao anoitecer .
    Ela foi submetida a uma cirurgia em 1992, na época depois de tanta peregrinação até achar algum que pudesse nos ajudar, pois como até agora sabemos tem muita gente que nunca ouviu falar e fica surprezo e até na medicina é um quadro de difícil diagnóstico, sei que minha mãe foi submetida a uma cirurgia diretamente no nervo e na época com Dr. Nelson Assis (muito conceituado) interessou pelo quadro clínico dela devido a este “detalhe” apresentado no raio X tirado onde apareciam visivelmente algumas vértebras cervicais no interior do crânio pois ele ficou até com radiografia para efeito de estudo e dar aulas, por isso não sei dizer se na época existia outro método de tratamento, como descompressão pois não nos foi apresentado. Eu sempre que minha mãe tinha crises fortes como agora eu procuro me informar e algum anos que fiquei sabendo do método da cirurgia de balão relatado aqui por várias pessoas.
    Qualquer dúvida e se quiser dados do médico para maiores informações entre em contato por gentileza.

  205. Santiago comenta:

    25 maio, 2009 @ 8:52 AM

    Edna,
    Esta tal de descompressão a quál me refería é um tratamento fisioterápico
    e eu ví fazer por um médico de fortaleza, e pode se ver aqui:

    http://www.youtube.com/watch?v=AN7mORiN3eo

    Não há nada certo, são todas tentativas,
    até o balão deu certo para algúns e para outros não (até piorou).

  206. Jorge Martins comenta:

    25 maio, 2009 @ 10:56 AM

    Boa tarde Amigos.
    Já faz algum tempo que não participo neste forum, mas hoje estive a ler alguns relatos de companheiros sobre a Maldita Nevralgia do Trigémeo.
    Ivendenciou-se alguns casos de aparecimento/agravamento da Dor, após intervenção ao Septo Nasal.
    Não é que eu há já 20 anos que fui operado ao Septo Nasal, e a partir daí as dores foram intensificando progressivamente? Como já relatei em outros comentários tempos atrás, já fiz de quase de tudo para tentar acabar com a Dor e me livrar da medicação, mas sempre sem sucesso. (Já me submeti a Descompressão do Nervo, Termocoagulação, Laser, Terapia Sacro Craneana, Acupuntura, etc.) Tudo continua na mesma. Sou acompanhado por um grupo de neurologistas da Unidade da Dor do Instituto Português de Oncologia. Com alguma regularidade faço análises sanguíneas para controlar o doseamento da medicação.
    Estou neste momento a tomar diáriamente 400mg de Carbamazepina (Tegretol) + 300mg de Pregabalina (Lyrica) + 150mg de Lamictal.
    É assim que vou suportando a Maldita Dor, mas tá presente diáriamente embora muito menos intensa.
    Um abraço de coragem a todos os que padecem desste problema.

  207. Jocemar Gabbi comenta:

    26 maio, 2009 @ 8:59 AM

    Caro Jorge Martins.
    Acho que estamos no mesmo barco….A diferença é que nao fiz intervenção cirurgica para tentar sanar a dor ainda, mas os sintomas sao identicos! dor cronica 24 horas por dia com variaçoes. Tambem ja tomei de tudo, apliquei a toxina botulinica mas sem sucesso . Meu neuro diagnosticou que tenho “neuropatia no nervo trigemio”, provavelmente ocasionada por tratamento dentario(+- ha uns 8 anos) .Estamos tentando outros medicamentos mas com pouca melhora..
    Sigamos em frente…
    Abraço!

  208. Santiago comenta:

    26 maio, 2009 @ 4:20 PM

    Amigos,
    Pela minha experiência apriendí a importancia de procurar a causa do mal, e tratar. Antes que operar ou qualquer outra intervenção direta no nervo.
    No meu caso há problemas de ATM e articulações. Por isso a Neuralgia foi chamada de Idiopática, o que significa que o médico não tem certeza de nada.
    Já lí que com o tempo podería haver uma evolução ‘natural’, ou seja uma auto-compensação do próprio corpo.
    E realmente isto está me acontecendo a 16 meses dos começos das crises.
    Aos poucos vou me recuperando e me sentindo bem melhor, mantendo uma medicação leve e uma receita permanente que o médico me deu, para ser injetado com Fenitoína no hospital, no caso de uma crise inesperada.
    Este site me insinou bastante: http://members.rediff.com/dental/tmj.html
    Para quem tiver suspeitas de problemas de ATM ou cervicais, pode servir.
    =
    Melhoras

  209. Jefferson comenta:

    27 maio, 2009 @ 6:30 PM

    Oi pessoal, tenho 35 anos, estou sofrendo a uns 2 anos e meio de dores em volta dos olhos, é uma dor tipo “queimação” , ora é em um olho, ora é no outro, nunca nos dois lados juntos, as dores são diarias, quando surge a dor fica em media de 3 horas cada ciclo. Alguns suspeitam de nevraugia mas o sintoma não é pontadas/ agulhadas como relatos, e sim, uma queimação contínua ( somente em volta dos olhos, não provoca nenhum efeitos nos olhos, como exemplo corrimento, etc).

    Já procurei varios especialistas possiveis, fiz T.C e R.M, mas nada é detectado, tomei alguns antidepressivos e anticonvulsivos, mas nada melhora esta crise de dores.

    Se alguém conhece um caso parecido ou mesmo a solução, por favor me ajude.

    Desde já, muito obrigado.

    Jefferson

  210. Luiz Carlos comenta:

    1 junho, 2009 @ 5:43 PM

    LEIAM é IMPORTANTE:
    Cefaléia em salvas
    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
    Cefaleias em salvas são fortes dores de cabeça, extremamente dolorosas e de ocorrência rara, que ocorrem em grupos ou salvas. Entupimento nasal e/ou escorrimento, queda da palpebra e olho lacrimejando, geralmente só atinge um lado da cabeça na zona ocular ou temporal.
    É certamente o tipo de dor de cabeça (cefaléia) mais forte que se conhece. Mais comum nos homens que nas mulheres, a cefaléia em salvas é caracterizada por uma dor unilateral (em um lado da cabeça), envolvendo a região frontal, ocular. Sua duração é de 15 minutos a 3 horas, podendo apresentar de uma até oito crises por dia, com um predomínio noturno, geralmente pacientes acordam no meio da madrugada com dor de cabeça.
    Fenômenos autonômicos como lacrimejamento, olho vermelho, queda palpebral, sudorese facial, inchaço ocular, congestão nasal e coriza, todos do mesmo lado da dor são acompanhantes da dor.
    As cefaléias em salvas só respondem a analgésicos muito específicos. Na realidade, só responde ao sumatriptano que não é propriamente um analgésico, mas uma substância que atua diretamente sobre os receptores da serotonina e, se injetada por via subcutânea no início da crise, em 5 minutos corta os sintomas. Para esse tipo de cefaléia, não adianta prescrever comprimidos por via oral, porque esses demoram perto de 20 minutos para fazer efeito, tempo em que a dor já atingiu um nível insuportável.
    Nos Estados Unidos, questionário aplicado em pacientes que tinham tido cefaléia em salvas, cólica de rins e cólica de vesícula, revelou que a cefaléia em salvas era considerada, por unanimidade, a pior das três dores o que justifica ser também chamada de cefaléia suicida.
    [editar] Causas
    Algumas causas que se encontram em pessoas que sofrem de enxaquecas e de cefaleias são alterções e disfunções a nivel do sistema craneo sacral.
    Podem ser encontradas alterações a nivel do atlas accipital o que pode comprimir a veia jugular e os nervos cranianos que passam no forame jugular. Da mesma forma qualquer pequena alteração anatómica na posição dos ossos cranianos temporais e occipital, afectam o forame jugular. Isto explica o facto de algumas enxaquecas e cefaleias reagirem a medicamentos que melhoram a irrigação sanguinea.
    Da mesma forma qualquer alteração anatómica na posição dos ossos cranianos pode provocar ou criar as condições para que as enxaquecas e cefaleias se instalem.
    As meninges ligam todos os ossos cranianos e qualquer tensão nelas pode alterar quer a irrigação sanguinea, quer a circulação do liquido céfalo raquidiano ou mesmo a posição dos ossos cranianos.
    O sistema craneo sacral é importante não só nas enxaquecas e cefaleias mas em muitos dos problemas que afectam o sistema nervoso ou a cabeça e deveria ser uma das primeiras coisas a fazer e a corrigir quando estes problemas existem.
    Muitas outras razões existem que nada têm a ver com o sistema craneo sacral mas essas têm de ser determinadas por quem saiba e se entenda com estes problemas.
    [editar] Ligações Externas
    [1]
    Enxaquecas e seu Tratamento
    Diagnóstico
    [editar] Bibliografia
    Craniosacral Therapy – John E. Upledger, D.O., F.A.A.O. and Jon D. Vredevoogd, M.F.A – Eastland Press
    Craniosacral Therapy II Beyond the Dura – John E. Upledger, D.O., F.A.A.O. – Eastland Press

  211. Jacival Araújo comenta:

    2 junho, 2009 @ 1:49 PM

    Olá Jefferso

    boa tarde

    Eu conheço sim um caso dess tippo ai do seu, tipo queimação; é uma amiga minha aqui mesmo na cidade que eu moro, ela já fez vários tratamentos com medicamentos mas hoje ela diz que já está mesmo é acostumada com essa dor e esse tipo de queimação no rosto.

    você não deixou nem um contato para podermos falar melhor sobre o assunto
    se quizer pode me add no MSN o meu E-mail é:
    sivalbrasil@hotmail.com
    depois podemos ver mais alguma coisa sobre essa minha amiga ok.

    fik na PAZ do Senhor, confia Nele e o mais eEle fará.

  212. Sônia Márcia comenta:

    5 junho, 2009 @ 8:00 PM

    Boa noite!!!

    Dr.Armando gostaria de saber o porquê sairam feridas em minha cabeça
    somente do ld direito,onde foi feito a radiofrequência?
    Como já relatei no dia 24/05/09,as feridas saõ grandes e cai cabelo.mas tenhos feridas no rosto tambem,somente do ld direito e não cicatrizam desde a cirurgia.
    Por gentileza eu gostaria de informações para poder conseguir cura-lás.
    obrigada!!

  213. ALICE comenta:

    8 junho, 2009 @ 2:48 PM

    CIro Campos ..
    por favor entre em contato comigo, pois quero saber mais sobre a tua
    cirurgia/procedimento do balao do trigemio, que vc fez com o DR Sonival..
    por favor..
    aliceratko@hotmail.com

  214. Viviane comenta:

    9 junho, 2009 @ 11:24 AM

    Oi pessoal,

    Faz uma semana que fui diagnósticada com a Nevralgia do Trigêmeos, até então nunca tinha ouvido falar de tal doença.
    Muitas pessoas, inclusive meu neuro disse que a doença está relacionada ao frio, não sei se por coincidência ou não o meu começou exatamente no dia 01/06, período em que começou essa horrível temporada de frio aqui em SP. Eu fazia compressa quente nas costas, como tratamento para um outro problema, era noite e eu estava pronta para dormir… fiz a compressa do lado direito sem problemas, quando inverti para o esquerdo começou a subir uma dor terrível, com pontadas no ouvido e dentes (superiores e inferiores), achei que tratáva-se de choque térmico, mto frio e a bolsa quente e parei a compressa.
    Fiquei na cama sem saber o que acontecia esperando a dor passar, porém não tive nada mais durante o dia.
    Na noite seguinte decidi não fazer a compressa e para minha surpresa a dor veio novamente, justamente quando eu estava prestes a dormir (sempre oulo q ela é atípica a noite, porém comigo ela surgiu exatamente nesse cenário). Emfim, parece que estava ligada ao fato de eu relaxar, toda vez q estava tranquila, prestes a dormir a dor aparecia.
    Cheguei a relatá-la como um caimbra, vem a dor com tudo e depois some como se nada tivesse acontecido.
    Enfim, no dia 03/06 fui ao médico que disse tratar-se dos Trigêmeos… fiquei na dúvida, pois no meu caso ele se concentra no V2 e V3 e como já tive sensibilidade no gengiva, principalmente no lado direito, achei tratar-se da mesma coisa. A diferença é que a dor é muito maior e abrangente, vai andando por todo o maxiliar e tb sinto pontadas no ouvido.
    Como mo tb não fui submetida a nenhum exame, apenas pelos sintomas me passaram al diagnóstico, porém o que acho estranho é q não fui orientada a tomar nenhum dos remédios citados, estou tomando Flanax a 6 dias e agora ele me indicou um tal de Benerva, alguém conhece? Não sei se a medicação é diferente por eu ter gastrite…
    Faz 4 dias que não sinto mais dores agudas, sinto apenas a face pesada o dia todo e dores mais pela manhã ao mastigar, além de muita sensibilidade ao ingerir coisas tanto quentes quanto frias, mas passam rápido. Isso seria normal?

    Enfim, mais uma integrante do clube, rs.

    Bjos :P

  215. rosangela comenta:

    20 junho, 2009 @ 12:50 PM

    Ola, meu pai tem 69 anos e tem nevralgia do trigemio a um ano ele fez aplicação de injeções gasserianas … porem agora apos 1 ano a dor esta voltando.
    Gostaria de saber se tem cura, e qual o tratamento mais eficaz..
    grata

  216. Niara comenta:

    23 junho, 2009 @ 1:46 PM

    Olá, eu tenho 24 anos e já faz uma semana que venho sentindo dores fortes, como se fosse um choque na gengivas superior do lado direito da face. Gostaria de saber se isso pode ser nevralgia, pois já tomei vários tipos de analgésicos e não adiantou. E se por acaso puder ser nevralgia, gostaria de saber se há algum tratamento que possa ser feito pra quem está amamentando.
    Obrigada

  217. rosilmari comenta:

    23 junho, 2009 @ 9:53 PM

    Ola tenho 44 anos, tive minha primeira crise ha 5 anos atras, não conseguia nem comer,lado direito do queixo ate a altura do ouvido, doia tudo, minha lingua ficou inchada, consultei um especialista fiz varios exames, e o diagnostico foi crise do nervo trigemio, so que não tenho como descrevem choques, agulhadas, tenho dores constantes, quando estou em crise, o medico me receitou tegretol e profenid enterico, tive uma crise a 6 meses atras, e agora fui fazer um implante dentario, e tudo começou, pior o profissional que fez o implante desconhece a doença, e a primeira foi depois de um tratamento dentario agressivo, o profissional que me atendeu, quando comentei da crise, me olhou como se eu estivesse falando uma asneira, alguem tem mais alguma informação pra me passar, ja fiz ressonancia, exame do nariz e garganta com sonda, oftalmologista, e não sei o que fazer., so sei que sinto muita dor, estou tomando remedio pra dor soluvel, para circular mais rapido na corrente sanguinea,

  218. ENEIDE comenta:

    1 julho, 2009 @ 12:30 PM

    olá tenho 39 anos e faz um ano q tenho muitas dores no olho esquerdo ficando muito vermelho e todas as noites tenho dor no dente e na face esquerda tenho q tomar dipirona e tb tomo antibiotico sem receita médica pois as dores é muito
    preciso saber o que eu faço

  219. marcos comenta:

    3 julho, 2009 @ 10:51 PM

    Ola eneide!
    A dipirona tudo bem vc tomar, mas o antibiotico não é para dor e sim para infecção, entao se esta com infecção procure um dentista, se não, tome so os analgésicos como é o caso da dipirona

  220. marcos comenta:

    3 julho, 2009 @ 10:57 PM

    Niara!
    È muito comum as grávidas terem problemas gengivais decorrentes das mudanças hormonais durante a gestação, como estas amamentando tambem podes estar passando por essas mudanças. Procure um dentista, vc pode estar com uma gengivite mais grave, cuide a medicação, pois poucos medicamentos nao passam para o bebe pelo leie

  221. GERALDO CARVALHAES comenta:

    12 julho, 2009 @ 7:39 AM

    Gostaria de perguntar a cada uma das pessoas acima, se já pensaram em procurar uma CLINICA DE DOR. Pois um CLÍNICO DE DOR está capacitado de realizar o diagnóstico e o tratamento das patologias descritas.
    Em nossa clínica lidamos com diversos tipos de neuralgias e a do TRIGÊMIO é relativamente comun.
    No momento estamos utilizando a ESTIMULAÇÃO MAGNÉTICA TRANSCRANIANA com excelentes resultados. ‘
    É um procedimento não invasivo e sem maiores efeitos colaterais.

  222. marilda barrros comenta:

    17 julho, 2009 @ 8:31 PM

    17 de julho de 2009

    Tenho neuralgia do trigemio a quase 4 anos, e estou analisando que ela vem quanto estar fazendo muito frio, e também quando tenho muito stress. E horrivel sentir está dor., não consigo falar, comer, até tomar água e escovar os dente. E um desespero sentir esta dor.

  223. Benete comenta:

    19 julho, 2009 @ 12:06 PM

    Dr. Armando, por favor, me ajude! Estou sentidos dores horríveis, e indescritíveis na cabeça (cérebro) quando tusso, expirro, agaixo, ao deitar. Essas dores são momentâneas, mas daquelas que se tem vontade de morrer. Já fui em ortopedista, neurologista, especialista em cabeça e pescoço, dentista, fisiatra, e ninguém consegue dizer o que seria essa dor fdp que estou tendo há 5 meses. Fiz um monte de exames: ressonância, tomografia, rx, e continuo sem saber o que é isso. O último médico que estou indo, disse-me que pode ser nevralgia do trigêmio, e pediu mais tomografia. Estou levando uma vida de cão, indo em todo o quanto é especialista. Dr. o Sr. acha que seria isso negralvia do trigêmios?

  224. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    20 julho, 2009 @ 5:08 PM

    Benete.
    Faça um exame com médico otorrino. Ele poderá aplicar teste que ajudarão no diagnóstico desse incomodo. Nevralgia do trigêmio é uma boa hipótese diagnóstica.

  225. regina comenta:

    25 julho, 2009 @ 5:38 PM

    olá meu nome é regina
    em 2004 minha mãe estava com 45 anos quando começou a ter crises
    minha mãe chegava a gritar no meio da rua de tanta dor e isso a deixava muito nervosa
    quem não sabe o que se passa pensa que é exagero, mas só eu e minhas irmãs como
    filhas sabemos o que mamãe vem passando, sinceramente é um pesadelo!!!
    Quando foi ao médico constatou que ela estava com nevraugia de trigenio, desde então
    minha mãe começou a fazer tratamento, uns dos problemas é que os remédios com o
    tempo não fazem mais efeitos e então tem que estar sempre trocando ou aumentando.
    hoje já fazem 5 anos que mamãe está em tratamento, ela ainda sente dores muito forte
    e ainda conseguiu operar, aliás o médico tem medo, ele diz que é uma cirurgia de alto risco
    pois tem que ser com anestezia geral, ele também tem medo de fazer com a injeção pois ele
    diz que a mamãe não sentirá mais a face
    eu gostaria de saber se o que este médico diz é verdade?
    e eu gostaria de saber se alguém puder ajudar , se por acaso vcs tiverem contato com alguma clínica ou a té mesmo programas de televesão que talvez queiram fazer reportagem sobre essas doenças , ou seja acompanhar minha mãe durantes os dias e e até a operação e assim poder monstrar ao público
    penso nisso pois eu sei que é a única coisa que mamãe pode fazer e eu sei vai ser curada(através da tv) e assim não ter custo nenhum, pois não temos condições absolutas de pagarmos á tal operação e tudo isto em troca da saúde de mamãe
    bem, eu posso ter viajado um poco, mas ninguém nunca sabe se pode dar cero, pra ser sincera quando via minha mamãe sentindo esta dor , via que a único jeito de mamãe se curar era através destes programas
    EU QUERO QUE MAMÃE SE CURE, EU NÃO AQUÊNTO MAIS VÊ-LA SOFRER

  226. Francisco Dutra da Silva comenta:

    27 julho, 2009 @ 8:52 PM

    Boa Noite, minha esposa de 43 anos, com quadro de renite alérgica, em tratamento, passou a sentir há alguns dias, fortes dores facial que se apresentam geralmente durante a madrugada. Isso é muito preocupante pois é uma dor quase insuportável que chega a levá-la a uma certa angústia (medicada consegue retornar ao sono). O quadro último tem este perfomance e ela deverá passar por uma cirurgia de adenóides, como medida de reparação da pressão exercida sobre os nervos trigêmeos. Vamos aguardar e torcer por resultados positivos.

  227. Cidinha comenta:

    28 julho, 2009 @ 10:31 AM

    Tenho 36 anos e estou tendo crises de dor muito forte no lado esquerdo da face e a dois dias o médico me disse que estou com nevralgia do trigemio. Que profissionais devo procurar?

  228. atila comenta:

    28 julho, 2009 @ 5:15 PM

    Pessoal , tenho umaa mae que tem essa mesma doença Nevralgia do Trigêmeos quem quizer falar comigo sobre esse asunto para formamos um grupo de apoio e ajuda, para combaater esse tipo de doença, que econhecida como a pior do do ser humano, o curioso que doe muito mesmo mais não mata por incrivel que pareça acaba com a pessoa mais não mata..a pessoas que tem essa doença ja são vitorioza…… fale comigo atraveis do e-mais Atilapatrick@hotmail.com
    ou atilapatric@globologistica.com.br

  229. TELMA comenta:

    28 julho, 2009 @ 5:16 PM

    Olá pessoal!
    Como já sabem minha sofre com esse mal e alguns meses ela vem tomando a gabapenitna e tem controlado as crises porem quando da a crise o rosto do lado da dor incha e o medico diz não ser sintoma da neralgia do nervo trigemio eu acho muito estranho por só acontece quando a dor é muito forte.
    E vocês tambem ocorre este inchaço no rosto durantes as crises?

  230. ATILA PATRIC comenta:

    29 julho, 2009 @ 8:03 AM

    TELMA PROCURE OUTRO NEURO URGENTE SE NÃO VC VAI PASSA POR MESMO QUE EU ESTOU PASSANDO, COM MINHA MÃE

  231. Thayza comenta:

    29 julho, 2009 @ 10:45 AM

    Olá pessoal;

    Eu tenho 25 anos e por incrível que alguns médicos achem eu tenho nelralgia do trigêmeo. E quem descobriu isso inicialmente foi uma neuro-oftalmo. ]Eu sinto as dores apenas no lado direito. Eu tenho crises geralmente quando toco o rosto, com sensações térmicas (vento frio ou quando lavo o rosto), quando toco os lábios, escovo os dentes, e as vezes quando falo, mastigo…e é uma dor breve, como choques elétricos, e totalmente enloquecedoras!!!

    já fiz muitos exames inclusive porque depois que fiz uma cirúrgia no joelho eu tive em sequencia uma neurite no olho direito e agora que estou me recuperado da neurite (pois tinha perdido a visão deste olho) no hospital cogitarão ser esclerose múltipla, mas fiz ressonância do crânio e não deu nenhuma alteração, somente com uma ressonãncia de órbita é que deu neurite no nervo óptico e uma lesão no mesmo e edema de pápila…

    Mas agora fiquei bem preocupada por 2 pontos:
    1. Quais exames posso fazer para descartar Esclerose múltipla ou confirmar com precisão nevralgia do trigêmeo (médicos que eu consultei, me falaram que não tem exame específico e que na verdade é identificado pelos sintomas característicos e que os exames na verdade são para descartar outros problemas, tais como circulatórios, tumorais e etc…)
    2. A neurite, com lesão no nervo pode ser por outra razão que não seja esclerose múltipla ou não

  232. vanessa comenta:

    29 julho, 2009 @ 8:28 PM

    minha mãe ja fez a cirurgia do balão a da descompressão no nervo trigemio na cabeça e naõ teve sucesso ja passou por tdos os medicamentos e hj ela está tomando rivotril e depacot e nada melhora .

    eu gostaria de saber como é aquela cirurgia por rádio frequencia ??

    pega o queixo inteiro,nariz fica com choque ,a lingua ,a face e xoques mtu forte no nervo da articulação foi pós um tratamento dentário que ela obteve estas dores ela não está mais vivendo está mtu magra pois não pode quase comer porque doi muio e ela pede a deus

    ou Deus cura ou Deus leva pq a dor é mto grande os lábios dão mto choques

    por favor nos ajude

    abraços e fica com Deus

  233. vanessa comenta:

    31 julho, 2009 @ 7:08 PM

    o que é cirurgia por radio frequencia??

  234. Tania comenta:

    2 agosto, 2009 @ 8:39 AM

    Olá, minha mãe está com esse problema de dores no trigêmeos. Esta nesse momento aguardando uma cirugia com um método chamado “balãozinho”, minha dúvida é se esse método é eficaz? Quanto tempo vai durar? Existe uma alternativa melhor para curá-la?
    Obrigada pela atenção.
    Tânia

  235. Santiago comenta:

    3 agosto, 2009 @ 10:39 PM

    Gente Linda,

    não adianta se desesperar, tem que se conformar.

    hoje, todas as respostas que procuram estão na internet.
    não adianta mal gastar o dinheiro. sabendo procurar acharão
    milhões de casos e de exemplos.

    Eu estou bem medicado e vivo sem problemas (é caro)

    vejam também a influença da pressão alta neste problema:

    http://osteopatia-aartedotoque.blogspot.com/2008/11/neuralgia-do-trigmio.html

  236. ana c. silva comenta:

    12 agosto, 2009 @ 9:34 PM

    Gostaria de saber se alguem que fez o uso do tegretol(carbamazepina), ficou com erupções na pele tipo espinha dolorosas??
    Será que é normal??

  237. Ciro Campos comenta:

    13 agosto, 2009 @ 2:20 PM

    Ciro Campos comenta:
    15 fevereiro, 2009 @ 14:24

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Quase um mes atrás o procedimento (bomba) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi excelente. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes:

    cirocampos2006@hotmail.com ou cirocampos2006@bol.com.br

    Melhoras para todos.

    Ciro

    Qualquer dúvida me procurem (42-9919-0101)

  238. vanessa comenta:

    13 agosto, 2009 @ 7:23 PM

    Dr.Armando o que é cirurgia por rádio frequencia ??

    aguardo sua resposta

  239. Benete comenta:

    16 agosto, 2009 @ 3:48 PM

    Dr. Armando, muito obrigada. A dor é tanta, que hj li novamente, quantas palavras erradas escrevi. Mas amanhã mesmo vou procurar um otorrino. O neurologista atual (já foram tantos) disse que é cefaléia tensional, e me receitou pamelor e topiramato. Estou tomando, mas a maldita dor continua. O impressionate que ficam perplexos quando falo que doi demais quando espirro, tusso, agaicho, e até após um dia cansativo, quando passo por uma “lombada” com o carro, tenho vontade de chorar. Só Deus mesmo! Sem falar, quando tenho as crises daquelas de apertar com as mãos a face e os olhos. Agradeço de coração, sua atençao. Quem sabe agora o otorrino tenha ouvido relatos de algum paciente com esses sintomas.

  240. ATILA PATRIC comenta:

    18 agosto, 2009 @ 7:16 AM

    OI PESSOAL EU TO FORMANDO UM GRUPO DE APOIO NA BAHIA QUEM QUIZER PARTICIPA ENTRE EM CONTATO COMIGO,
    atilapatric@globologistica.com.br

  241. ATILA PATRIC comenta:

    19 agosto, 2009 @ 7:32 AM

    Oi Pessoal, Ogrupo que eu to formando, começa assim cada estado tem seu representante pode ser qualque pessoa, portadora ou nao de nevralgia do trigêmeo,
    cada pessoa, vai ficar responsavel para comunicar cada novo tratamento que deu certo, ou errados, cada um fica encarregado de comunicar por e-mail ou telefone o caso do seu estado representado, quanto o tratamento cada representante, de estado devera comunicar, aos portadores que caso for fazer exames na capital o endereço dele para que eles possa ajudar uns aos outros, ou seja mostrando as coisa de forma mais barata, hotel, hospital, lugares para refeições, mostrando acidade lugares, onibus,
    cada representate de estado devera comunicasse entre si pelo menos 2 vezes no mês por telefone ou E-mail, forma viagem para se ver pessoalmente, entar com um pedido, no ministerio da saude de apoio as pessoal portadoras de nevralgia do trigêmeo, levando medicamentos, em cidades que não tem, remedios, ajudando as pessoas anonimas que nos não sabemos que têm mais não tem acesso a internet ou outro meios de se comunicar, em cidades que ate mesmo não tem nada morrer, sem procura tratamento, muitos Suicidasse por que ador é de mais, eu sei o que minha mãe sofre com isso eu choro todos os dias, eu sei o que é ver minha mão sofre com ess dor……. participe vocês tambem vamos encontra a cura juntos ”’ viver sem dor é com se Deus tivessemo no ceu junto do pai”’ minha Inteligência dada por Deus…..

  242. Obedes de melo comenta:

    28 agosto, 2009 @ 6:38 PM

    eu sinto muitas dor de dentes e na face quando tomo gelado eu tomo vento!?
    ja faz dez anos que ñ posso tomar gelado e nem tomar vento na face que doi muito meus dente e minha face! ja fui no otorrinolangologia segundo o dr. ñ tenho sinusite mais eu sinto um resfriado e sempre tenho cataro no sistema respiratorio, eu tbm fui no cirugia e traumatologia boco maxilo facial segudo o dr, eu estavo com um cisto na gengiva e que eu tinha q fazer uma cirurgia, eu fiz a cigurgia mais agora ñ para de doe a minha gengiva ja faz 30 dias eu tomei certinho os remedio que tinha que tomar! ai o dr me mandou ir no neurocirugia, eu fui ae o dr, me falou que eu podia esta com nevralgia, ele me passou tegrex caramazepina! estou tomando mais ñ para de doe minha face e meus dentes e minha gengiva!!! Por favor doutor, me ajude, estou cansado de tomar remédios e ir a vários médicos, osquais associam essas dores.
    Acha que pode ser? o que devo fazer?
    MUITO OBRIGADO
    65-9986-4989

  243. Benete comenta:

    29 agosto, 2009 @ 4:45 PM

    Dr. Armando, me ajude novamente, pf! Fui no otorrino como o Sr. me sugeriu, ele me passou flagyl por 14 dias. Mas que nada! A dor continua!! Coincidentemente, sábado passado ao sair da manicure cai ao chão de joelho, e um médico de plantão, me passou Alginac 1000 para a dor (joelho), e acredita que foi ótimo para a pressão que sinto na cabeça quando eu espirro, ou tusso, dor na face, etc. Sabe Dr., não aguento mais ir em tudo o que é especialista aqui em Bauru, e nada de me saber se é ou não essa tal NT. Eu gostaria de saber se eu continuar tomando esse Alginac por conta própria para o resto da vida, causa outro mal,além da NT? Estou desanimada por “acharem” que é frescura. As vezes, penso que era melhor passar para a outra mesmo.

  244. Fabiana Guimarães comenta:

    7 setembro, 2009 @ 12:26 PM

    Meu marido tem 42 anos sofre de nevralgia do trigêmio já 10 anos e aqui em Piracicaba não há medico que possa cuidar já cansei de levar para São Paulo mas os medicos mandam para Piracicaba de volta assim ele fica jogado para um lado para outro meus filhos e eu sofremos muito de ver o sofrimento dele cada vez maior , cada vez aumenta mais ele faz seu tratamento só com carmazepina e os medico de meu bairro aqui em Piracicaba é medico da Familia mas sempre muda nunca tem um que cuida dele direito peço que possa me ajudar pois nao sei o que fazer com ele.
    Nem que para isso preciso sai de Piracicaba , se o tratamento for gratuito eu vou obrigado e me ajude

  245. Santiago comenta:

    7 setembro, 2009 @ 3:54 PM

    Fabiana Guimarães,

    Se quiseres posso comentar alguma coisa a respeito.

    me manda o telefone a: slbargas@gmail.com

    grato

  246. Dra. Daiane comenta:

    8 setembro, 2009 @ 7:31 AM

    Olá Fabiana,
    Temos um serviço de Tratamento a Laser na Faculdade São Leopoldo Mandic de Campinas e
    tratamos Nevralgia do Trigêmio. O tratamento consiste em aplicações indolores (só uma luz)
    de laser de baixa potência de 2x a 1 x por semana e temos tido ótimos resultados! Caso tenha interesse em encaminhar seu pai, entre em contato comigo pelo meu email dai@usp.br.
    É uma terapia nova no assunto e se bem feita (os protocolos são difíceis) é um tratamento
    excelente, não invasivo e sem necessidade de medicação.
    um abraço
    Dra. Daiane

  247. kleber comenta:

    8 setembro, 2009 @ 7:21 PM

    bom minha mãe sofre a anos com essa dor ,ja excluiu todos os dentes da boka por causa deste problema e qdo descobrimos ja era tarde ja havia excluido tudo ,pagamos medicos particulares e a anos ela faz tratamento com carbamazepina e outros mais uns dias ela fika boa e uns meses ela fika com o rosto inchado e com muita dor sendo q nem o remedio a salva de tanto sofrimento apesar de q os medicamentos a deixa parecendo uma pessoa drogada.
    não suporto ver ela mais assim ja se passaram uns 20 anos e ate agora nada qro saber se ha algum medico q prontifique a fazer a cirurgia pois em todos q ela passa so mandam fazer os tratamentos com remedios e depois ver se ha possibilidade de fazer a cirurgia nao suportamos ve la mais assime nao podemos mais fikar pagando consultas particulares mais se o caso for cirurgia daremos um jeito pois sabemos q ela nao sofrera mais espero resposta urgente pois ela esta com a dor a 3 semanas
    moramos em JUNDIAI SÃO PAULO
    meu fone é 45879592
    espero q Deus ache um bom cirurgiao q faça a cirurgia e acabe com o sofrimento dela
    atenciosamente

    kleber bernardes

  248. ciro campos comenta:

    9 setembro, 2009 @ 11:18 AM

    Ciro Campos comenta:
    09/09/2009 13:09

    Ciro Campos comenta:
    15 fevereiro, 2009 @ 14:24

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Quase um mes atrás o procedimento (bomba) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi excelente. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes:

    cirocampos2006@hotmail.com ou cirocampos2006@bol.com.br

    Melhoras para todos.

    Ciro

    Qualquer dúvida me procurem (42-9919-0101)

  249. Edilaine Carmona comenta:

    14 setembro, 2009 @ 4:52 PM

    Olá, minha mãe tem neuralgia, toma em média seis carbamazepina por dia, e já não esta mais fazendo o efeito esperado, gostaria de saber quais são as reais complicações que podem ocorrer no caso de uma cirurgia, pois ela esta com medo de fazer qualquer outro tipo de tratamento. E qual seria um especialista indicado.

    Obrigada desde já.

  250. ATILA PATRIC comenta:

    15 setembro, 2009 @ 8:10 AM

    oi klebe bernades, sinto o mesmo com minha mãe ela neste momento esta a 1 semana em crises fortes tem de ir 2 veses ao dia para o hospital com meu irmão mais novo pois ele é o unico que pode ficar com ela, essa doença gasta muito, por isso eu e meus irmão temos de trabalha para pagar taxi para leva no hospital por que as ambulancia não que levar mais temos de gasta com remedios como vc mesmo sabe, agora mesmo ela tem de ir para salvador para tomar um medicamento fortissimo para alivia, um bloqueio na veia da cabeça para diminui ador, essa doença deixa a familia de todos preocupada, muitos familiares que não entede essa dor pensa que a pessoa ta ficando doida, eu que nunca sentir essa dor eu sei que é apior dor do mundo, pois eu nunca vir minha mãe fazer cara feia para dor nenhuam mais essa ela faz chorar, gritar de tanta dor que é de mais, eu ande………………….. convessando com uma sabio homen muito inteligente ele tinha pouco mais de 80 anos de idade, ele min viu triste no hospital e mim perguntou por eu estava tão triste eu disse a ele minha mãe tem neofragia, ha eu pensei não vou conta para ele, pois ele não vai enteder, so falei para ele, que ela sentia dor no rosto que era muito fortes que ela tinha que volta para o hospital toda hora e os medicos e enfermeiras não queria atedela mais, lembro bem que ele disse assim”” olhe meu filho você ja disse para sua mãe que ela é uma vitoriosa so de estar viva, que ela tem coragem que nenhum outro homen teria e você e o protetor, por que quem sente essa dor é tão forte que apessoa deixa de acredita em Deus, e Suicidasse eu perdia minha filha por isso, eu fui um convade de não a juda-la mais vc não é vé enfrente vc consegui eu comecei achora dai endiante pode demora mais tempo que for eu vou ajudar minha mãe e se for preciso vou do outro lado do mundo fazer isso. ela mim carrego 9 meses sentio dores para mim ter eu vou ajudar ela e as outrs pessoas portadora desssa doença……… obrigado

  251. ATILA PATRIC comenta:

    15 setembro, 2009 @ 8:12 AM

    Oi Pessoal, Ogrupo que eu to formando, começa assim cada estado tem seu representante pode ser qualque pessoa, portadora ou nao de nevralgia do trigêmeo,
    cada pessoa, vai ficar responsavel para comunicar cada novo tratamento que deu certo, ou errados, cada um fica encarregado de comunicar por e-mail ou telefone o caso do seu estado representado, quanto o tratamento cada representante, de estado devera comunicar, aos portadores que caso for fazer exames na capital o endereço dele para que eles possa ajudar uns aos outros, ou seja mostrando as coisa de forma mais barata, hotel, hospital, lugares para refeições, mostrando acidade lugares, onibus,
    cada representate de estado devera comunicasse entre si pelo menos 2 vezes no mês por telefone ou E-mail, forma viagem para se ver pessoalmente, entar com um pedido, no ministerio da saude de apoio as pessoal portadoras de nevralgia do trigêmeo, levando medicamentos, em cidades que não tem, remedios, ajudando as pessoas anonimas que nos não sabemos que têm mais não tem acesso a internet ou outro meios de se comunicar, em cidades que ate mesmo não tem nada morrer, sem procura tratamento, muitos Suicidasse por que ador é de mais, eu sei o que minha mãe sofre com isso eu choro todos os dias, eu sei o que é ver minha mãe sofre com essas dor……. participe vocês tambem vamos encontra a cura juntos ”’ viver sem dor é com se Deus tivessemo no ceu junto do pai”’ minha Inteligência dada por Deus…..

  252. Ciro Campos comenta:

    15 setembro, 2009 @ 7:04 PM

    Ciro Campos comenta:
    15/09/2009

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Quase um mes atrás o procedimento (balão) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com

  253. Ciro Campos comenta:

    15 setembro, 2009 @ 7:17 PM

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Há oito meses atrás o procedimento (balão) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana. Vale a pena conferir, pois sofri muito e hoje levo uma vida normal.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com

  254. ATILA PATRIC comenta:

    16 setembro, 2009 @ 6:58 AM

    Ciro QUANTO CUSTA UMA CONSULTA Dr. Sonival Candido Hunhevicz, QUANTO FOI SUA CIRURGIA COMO VC ESTA AGORA, POR QUE MINHA MAE TAMBEM FEZ CIRURGIA DE BALÃO MAIS NÃO FICOU BOA, ENTÃO COMO VC ESTA AGORA ONDE FICAR ESSE HOSPITAL FALE UMA POUCO PARA NOS

  255. CIro Campos comenta:

    18 setembro, 2009 @ 7:57 AM

    Caro Atila Patric:

    A consulta custa em torno de R$ 250,00, o valor da cirurgia dependerá, creio eu do diagnóstico. Gostaria de dizer que estou bem, diante da situação que eu vivia, sem quaquer perspectiva de qualidade de vida. Hoje levo vida normal. Dia desses uma Srª de 72 anos do interior do Paraná e, que vivia hà muitos anos sofrendo, submeteu-se ao tratamento e encontra-se muito bemO Hospita é o Instituto Neurológico de Curitiba, que fica na Rua Jeremias M. Perreto, 300, no Ecoville em Curitiba. Mas o mais acertado seria um contato diretamente com a secretária do Dr. Sonival (Srtª Graça) pelo fone 41-3342-7442, Rua Gonçalves Dias, 713, Batel, Curitiba.
    Conte que a sua mãe não está bem e que necessita de uma consulta urgente. Creia-me Átila, valerá a pena. Se quiser pode dizer que foi indicado por mim.

    e-mail: sonival@inc-neuro.com.br
    http://www.inc-neuro.com.br/

    Fé em Deus que tudo dará certo.

    Abraços

  256. Cecília comenta:

    21 setembro, 2009 @ 10:00 AM

    Bom dia, eu não sei quantos de vcs conhecem a acupuntura e já tentaram algum tratamento para a neuralgia do trigêmeo, mas com certeza ela apresenta várias melhoras e, muitas vezes a dor não volta. Indico aqui um site, espero que ajude: http://acupuntura.pro.br/oms/doencas-trataveis/

  257. elaine c b ribeiro comenta:

    30 setembro, 2009 @ 10:17 PM

    também tive uma crise horrivel quando meu filho tinha um ano de vida, foi algo tão insuportavél que eu até esquecia q tinha dois filhos para cuidar, descobri que quando ficava extressada era pior estou com muito medo pois sinto que ela esta querendo voltar tenho dor quando uso fio dental, sinto muita dor de cabeça novamente estou apavorada e se acontecer novamente irei procurar por acupuntura fiquem todos com deus e que ele nos proteja.

  258. kenia raquel comenta:

    17 outubro, 2009 @ 8:54 AM

    Olá, bom dia , a minha sogra vai ter q fazer a cirurgia de nevralgia do trigêmeo,pois os remedios nao faz + efeito gostaria de saber o valor + – grata.

  259. sanches comenta:

    17 outubro, 2009 @ 3:14 PM

    ola bom dia, eu tive fortes dores que foram diagnosticadas como nevralgia do trigemio, ia operar(balãozinho), mas fui informado sobre tratamento a laser, fiz 10+10 seções melhorou muito, fiquei um ano sem dor, e a questão de um mes as dores voltaram, MAS BEM FRACAS, choquinhos fraquinhos, plenamente suportavel, fiz + 5 seções e por enquanto sumiram. Espero que as dores desapareçam ou demorem bastante para voltar, e se voltarem que fiquem cada vez mais fracas. estou plenamente satisfeito, voltei a viver, e estou a disposição para maiores informações. abraço sanches.

  260. Santiago comenta:

    17 outubro, 2009 @ 3:35 PM

    Sanches, favor me passa o teu email ou fone para: slbargas@gmail.com
    grato.

  261. sanches comenta:

    18 outubro, 2009 @ 4:43 AM

    ok santiago o email é eznsanches@ig.com.br, disponha

  262. Santiago comenta:

    18 outubro, 2009 @ 11:19 AM

    SR SANCHES
    =
    FAVOR IDENTIFÍQUESE, PARA PODERMOS CONFIRMAR O QUE ESTA DIZENDO.
    =
    JÁ QUE NO MEU CASO (e em muitos outros), O SISTEMA LASER NÃO FUNCIONOU!

    E PARECE SER SÓ DE INTERESSE COMERCIAL DE QUEM O APLICA. ($$)
    (na região de Campinas=SP)

  263. sanches comenta:

    18 outubro, 2009 @ 2:33 PM

    santiago afinal qual é o seu interesse nisso vc parece ser parte integrante de alguma clinica ou desse proprio sistema, confirmar o que estou dizendo? afinal vc pensa que estou mentindo? se no seu caso o sitema laser não funcionou, problema seu,para mim foi otimo, e sempre que puder vou externar a minha experiencia positiva no sentido de ajudar as pessoas, pois na minha boa intenção não tenho medo de vc e de niguem, acho que quem tem intere$$e é vc. quanto a identificação qdo mandei um email para vc eu mandei meu email, mas não mande mais que vou deletar viu seu mal intencionado. era só que me faltava, nesta altura da minha vida ter medo de um mané como vc.

  264. Santiago comenta:

    18 outubro, 2009 @ 2:44 PM

    Muito bem Sr ‘Sanches’…
    que tenha uma boa tarde

  265. sanches comenta:

    18 outubro, 2009 @ 3:26 PM

    disponha Sr.santiago, estou aqui a disposição de quem precise da minha informação que ajude a melhorar desta dor horrivel, sem nenhum interesse financeiro, pois a minha aposentadoria é suficiente para não precisar deste comércio nefasto. passar bem ( sem dor a vida é bem melhor)

  266. ATILA PATRIC comenta:

    20 outubro, 2009 @ 9:47 AM

    Santiago & Sanches, pare de discultir vocês dois, essa pagina foi criada para ajudar uns aos outros e não, para briga, sei que vocês dois são otimas pessoas no que disse respeito a vida sei que que os dois ambos se respeitão, mais precisamos de mais ajuda e qualquer ajuda é fundamental nesse momento espero que vocês compreenda o que quero dizer desculpe se fui grosso com vocês dois, mais é apura verdade, espero que sejamos todos feliz um dia………..

  267. Santiago comenta:

    20 outubro, 2009 @ 5:31 PM

    Atila Patric,

    Concordo, e assim o entendo também.
    Por isso que eu não tenho discutido e nem respondido à altura.
    Simplesmente coloquei a minha opinião pessoal sobre o sistema laser,
    o que pode ajudar ou não às outras pessoas.
    Muito obrigado

  268. sanches comenta:

    21 outubro, 2009 @ 2:29 AM

    para mim dou o incidente como caso encerrado, apenas quis colaborar com as pessoas desinteressadamente e fui abordado por esse senhor querendo se arvorar como dono da verdade e paladino da justiça querendo se passar por promotor e juiz, julgando e querendo desacreditar o o meu depoimento, porque eu obtive sucesso com um tratamento não ortodoxo o que não intere$$ou a determinadas pessoas, talvez a ele mesmo.

  269. ATILA PATRIC comenta:

    24 outubro, 2009 @ 6:45 AM

    Santiago & Sanches, deixo que gosto de democracia, vocês são pessoas que sabem fazer isso como ninguem, por isso deixo minha gratidão com vocês valeuuuuu!!!

  270. NELSON RODRIGUES comenta:

    24 outubro, 2009 @ 10:34 PM

    Pessoal,

    Apesar de todas as dores que sinto dessas dores terriveis, é importante ler depoime ntos e ter conhecimento de pessoas que, como eu, também passam por essas terríveis dores. Não tenho tanto a falar sobre dores nem remédios, pois tudo já foi dito, porém, com certeza, quando vem a dor e agente entra em órbita e fica nervoso e desesperado, com certeza, tudo triplica.

    Assim sendo, li de ponta a ponta todos os depoimentos e não vi ninguem dizer sobre a prática de Yoga. Digo isso porque, até onde conheço, através da Yoga é possivel se controlar e conhecer cada parte de seu corpo. Claro que não estou afirmando que isso faz com que a dor passe, porém pior dor que sentir a dor, é não ter como enfrentá-la.

    Já que temos que enfrentar todo esse Calvário até que um ser iluminado descubra algo definitivo, acho que deixo aqui minha sugestão. Hoje esta sendo segunda vez que entro neste site, mas da mesma maneira que estou sugerindo, também estou pensando em partir para a prática. Neste momento que estou escrevendo, estou tendo uma das crises, como também sei que tem gente lendo tambem com crise de suas dores.

    Sei que é difícil, quase impossível encara as coisas, sejam quais forem, com esta maldita dor, mas quando ela vem procuro pensar em algo de bom na vida que tem me proporcionado com filhos, amigos, esposa e tantas coisas boas que tenho, que por mais que me consuma nas dores, não há dor maior do que não ser amado.

    Desculpem se não estou falando de remédios, talvez alguma sugestão de alternativa, mas mais que a dor, é o amor que tenho pela vida.

    Pessoal gostaria de trocar idéias e, se servir de algo, estou a disposição.

    Um abraço

    Meu e-mail é: nrodrig58@hotmail.com.br

  271. sanches comenta:

    25 outubro, 2009 @ 9:35 AM

    disponha

  272. Denise Oliva comenta:

    1 novembro, 2009 @ 12:10 PM

    Eu tenho nevralgia do trigêmio desde 2004, quando tive um descolamento de retina e fiz uma cirurgia chamada vitrectomia que consiste em colar a retina com laser e colocar um cinto de silicone para manter a retina no lugar. Desde então tenho procurado tratamento. Já tomei Carbamazepina mas os efeitos colaterais me dão medo. Hoje tomo bupropiona que tira bastante a dor mas ele age sob o sistema nervoso central e causa uma analgesia geral. Você fica meio fora do mundo, com as emoções anestesiadas, e não sabe que está assim… simplesmente a vida fica sem graça, sem cor e sem sabor … Andei experimentando acupuntura chinesa… tive bons resultados e já cheguei a ficar 6meses sem nenhum remédio mas tive duas recaídas feias. Também faço ioga que me acalma como um todo mas acho que nem um Hermógenes consegue dominar o trigêmio. Queria saber se no Hospital das Clínicas não tem nenhum estudo mais atual sobre o problema.

  273. Mirian comenta:

    3 novembro, 2009 @ 8:55 AM

    Dr.
    Gostaria de ter mais informações sobre cirurgia do nervo trigêmio. Minha mâe tem 65 anos e desde 2001 está tendo estas dores. Já fez vários exames (tomografia ressonância) os quais não detectaram nada. Já tomou tegretol e trileptal. No momeno esta tomando 600mg de carbamazepina. Em 2008 fez o procedimento do balão ficou sem dor por 4 meses e após as dores voltaram com mais intensidade. Está em crise desde junho tomando medicação sem sucesso. Ela está desesperada e em consequência nós familiares também. Não sei mais o que fazer…..

  274. Ciro comenta:

    3 novembro, 2009 @ 11:20 AM

    Mirian:

    Passei pelo mesmo problema e gostaria de trocar algumas mensagens sobre esse tal problema.
    Manda seu e-mail p/ cirocampos2006@hotmail.com

    Abraço

  275. Edivan comenta:

    3 novembro, 2009 @ 4:26 PM

    Olá!
    Meu nome é Edivan, tenho 37 anos, desde 2006 convivo com as dores. Em 2006, do nada tive uma crise de dor, até então inexplicada, foi quando por intermédio de uma RM descobrir que tinha um cisto no cerebelo(cisto epidermóide) e esse cisto estava afetando meu nervo trigêmio do lado esquerdo, de lá pra cá já fiz duas cirurgia para retirada do cisto, mas as dores continuam, cada vez piores. Já fiquei internado cinco dias diretos com dor, que só amenizada com muito medicamento. Hoje estou sendo acompanhado por um médico especialista em dor, Dr Mauro Araujo, além da minha neurologista Dr Vanessa Shimit. Tomo muita medicação diária, atualmente estou tomando Carbamazepina e gabapentina pela manhã, tarde e noite, além de metadona pela manhã e Amitriptilina pela noite. Porém, ainda cinto muitas dores.
    Queria alguma sugestão de tratamento ou médico que possa me ajudar, pois as dores estão estão insuportáveis.
    Desculpem, mas neste momento em que escrevo estou em uma crise de dor.
    Att,
    Edivan
    Email: edivan02@yahoo.com.br

  276. Benete comenta:

    4 novembro, 2009 @ 1:37 PM

    RENATO, li acima que certa vez vc sentiu forte dor na cabeça quando espirrou (isso em um Supermercado). Gostaria de saber se algum médico lhe falou que esse sintoma está ligado a nevralgia dos trigêmios. Porque eu tenho essa dor horrível quando tusso ou espirro, e até agora nenhum médico sabe me dizer o que tenho. Hj mesmo não fui trabalhar por esse motivo.

  277. Mirian comenta:

    4 novembro, 2009 @ 4:27 PM

    Ciro, meu email é: morescoboeno@yahoo.com.br

  278. RENATA SILVA comenta:

    9 novembro, 2009 @ 6:25 PM

    ola sou cantora e estou sofrendo de nevralgia
    resumindo como cantar?
    sinto dores terriveis tive uma crise mais ou menos 6 meses
    e a dor desapareceu e agora a dor voltou com toda força
    gostaria se alguém tivesse uma solução me ajudasse pelo amor de Deus

  279. Ciro Campos comenta:

    10 novembro, 2009 @ 6:46 AM

    Renata:

    Também tenho o mesmo problema e após muita luta tenho conseguido conviver bem com isso. Se quiser, pode me contatar e, diretamente pelo e-mail também. Com fé conseguiremos superar isso.

    CIro

  280. Ana Maria comenta:

    15 novembro, 2009 @ 6:39 PM

    Olá, no início de abril, durante uma viagem de carro, fiz um movimento para apanhar alguma coisa no banco traseiro, e esticando o braço esquerdo e pescoço, senti uma terrível dor do lado esquerdo da cabeça. Depois disso, no início de Junho, senti dores no ouvido esquerdo durante a noite, e visitei um Otorrino que me receitou Busonid nasal, e um fluidificante. Além da dor não passar, começaram também no osso abaixo dos olhos, e nos dentes. Troquei de médico e ao todo passei por 3 otorrinos. Não tive sinusite, apesar de um deles afirmar que eu estava com sinusite crônica e me receitar antibiótico por 21 dias (que tomei). Enfim, as dores continuam, dos dois lados (mais do esquerdo). Mas não são como um choque. É uma dor leve e constante. Já pesquisei ATM e a profissional disse que não tenho comprometimento articular. Estou triste e angustiada com medo de ter algo grave, que não está sendo diagnosticado corretamente. O que vc acha que pode ser? Que profissional devo procurar? Obrigada

  281. João Alves comenta:

    21 novembro, 2009 @ 7:08 PM

    Faiz mais de 3 anos que eu sofro de neuraugia ,gostaria de saber qual seria o medicamento mais indicado?,pois ja tomei carbamazepina,trilepital e outros mais ate agora não encontrei o resultado da cura teria outro medicamento fora esses que amenizasse a dor.ou seria o caso cirugia.apesar que alguns medicos ja me falaram que pode ficar com alguns defeitos na face ate mesmo com dificuldade pra falar isso pode acontecer?.

  282. Ana lucia comenta:

    23 novembro, 2009 @ 6:09 PM

    Queridos amigos.Sou mais uma,mas não perdi as esperanças da cura.Primeiro minha fé em Deus e depois a medicina,que diz ser incurável.Peço ,que me enviem alogo novo .faço uso de Tegretol de 400mg tomando 2 ao dia e rivotril0,25 sublingual e as vezes o de o,5mg.Faço acupuntura,o que me melhora.Caso tenham alguma novidade me enviem.Obrigada e cura pra nós.

  283. sara comenta:

    24 novembro, 2009 @ 3:17 PM

    bom!não sei exatamente se eu tenho isso pois ainda nao fui dignosticada por um medico,mas ao ler os comentarios me senti muito familiarizada.bom a uma duas semenas atras fui ao dentista realizar uma extraçao e coincidentemente depois disso meu outro dente começou a doer e doeu muito,acompanhado de dor nos olhos e uma pressao incrível na nuca…nossa depois disso começei a tomar antibiotico para desinflamar o dente só q nao resolveu,e aquela dor estava muito estranha nao era uma dor de dente normal ,de repente todos os meus dentes inferiores e superires comecaram a doer juntos e os remédios nao faziam efeito algum,estou quatro dias sem dormir, estou muito triste minha cabeça lateja e sinto nevralgia o dia todo, tem hora q dor aumenta e é insuportavel… só quem senti é q sabe ,meu pescoço doi,meu ouvido estrala,minha nuca latela e meus dentes doem ;meu Deus quando isso tudo vai passar,passei os piores
    dias da minha vida,ja emagreciuns quatro kilo e estou depressiva com medo da dor voltar pois é de noite q minha dor aumenta.desculpe o desabafo. um abraço a todos.

  284. Luis comenta:

    24 novembro, 2009 @ 7:09 PM

    às vezes problemas criados pelo mal posicionamento podem gerar dores similares. – nestes casos o alongamento cervical, as massagens, a atividade física diária e até o yoga podem te ayudar, e muito.

  285. Biro comenta:

    28 novembro, 2009 @ 6:57 AM

    Estou com esse tipo de dor, são fisgadas na face do lado direito, como se tivesse tomando agulhadas de anestesia ora na gengiva hora na face, as crises vem e desaparece a cada mês + ou -, tenho disfunção de atm estou com aparelho nos dentes a oito meses pra tentar uma solução mas o dentista adiantou que pode não dar certo de corrigir esta dor, que é apenas uma tentativa, estou preocupado porque até agora as crises não passaram. Estava lendo os comentários e me identifiquei muito com este problema de neuralgia do trigêmeos. Sera que é disfunção da atm ou neuralgia, estou com muita duvida, será que alguem pode me ajudar.
    Abraço a todos e boa sorte nesta luta.
    Biro

  286. Mari comenta:

    1 dezembro, 2009 @ 12:32 PM

    Boa tarde! minha mãe se submeteu a uma cirurgiao de nevralgia de trigemeos, faz uns 15 dias, ela ta com uns sintomas estranhos gostaria de uma orientação, ela tem bastante crises de dores de cabeça forte no meio da cabeça, tonturas, não consegue enchergar direito e escutar direito do lado da cirurgia, outra coisa que esta me preocupando muito é que esta saindo do seu nariz um liquido meio amarelado as vezes parece mais escuro com sangue é sai muito este liquido gostaria de saber se isso é normal após a cirurgia dela ?
    ou se eu tenho que procurar um otorrinolongologista?
    qual é o seu conselho.!

  287. juliana de souza comenta:

    2 dezembro, 2009 @ 12:10 PM

    Há 4 anos que apareceram os primeiros cintomas, em 1 ano extrai 5 dentes e nada de passar, ai achei que estava louca, depois do tratamento que não não passava fui em um neuro me tratou pra nevraugia, depois troquei de medico me passou para um buco que me disse mts coisas, agora tomo varios remédio, carbamazepina, sertralina, nirtrax, e mais anti inflamatórios seguidamente, usei plaquinha um tempo outro médico proibiu fico com mts duvidas, pois cada um diz uma coisa diferente.
    Agora começei o tratamento com uma equipe de médicos em Porto alegre, que começaram fazendo as anestesias no nervo, nossa tinha mt esperança mas não adiantou nada, agora falaram em lavagem nem sei bem como vai ser, sei que odeio a ideia de ter minha vida toda regrada, me cuidando em tudo na forma de me alimentar…Sou estremamente calma, e sempre perguntam se sou nervosa?
    Queria mt saber até quando isso vai ser assim?
    Porque uma dor praticamente invisivel pode mecher tanto com nossas vidas?
    Existe uma cura?
    Por favor doutor me auxilie….
    que Deus nos ajude
    JU

  288. juliana de souza comenta:

    2 dezembro, 2009 @ 12:43 PM

    OI TO COLOCANDO MEU EMAIL A DISPOSIÇÃO MAS IDENTIFIQUEN-SE
    jd.juliana@hotmal.com
    QUEM SABE PODEMOS NOS AJUDAR UNS AOS OUTROS, PELO MENOS DESABAFAR

  289. Cecília comenta:

    3 dezembro, 2009 @ 5:17 AM

    Oi Mari,
    acho mesmo é que você deve levar sua mãe urgentemente para um hospital, ou de volta para o cirurgião que a operou, ele não pediu para ela retornar com ele após alguns dias? para acompanhar? isso que você descreveu está com cara de ser alguma infecção provocada pela cirurgia, veja com urgência!

  290. Andreia Inácio comenta:

    3 dezembro, 2009 @ 8:10 PM

    A minha mãe, de 55 anos, muito activa e com muita força de viver, teve a primeira crise de nevralgia do nervo trigémeo há um ano e meio. Desde então tem crises pontuais, normelmente adormecidas por 4 meses, mas voltando sempre e com mais intensidade. Não consegue comer, falar, rir, lavar, os dentes, concentrar-se no trabalho e o pior, a ansiedade que se acumula com medo que a dor torne a vir deixa-a terrivelmente em baixo. O meu pai, o seu melhor amigo e companheiro, está também desesperado e sem saber o que fazer ao vê-la sofrer, uma vez que começou uma nova crise há quase 3 semanas e não passa com as 900mg que tem tomado de Tegretol CR. Todos os dias tem sido um horror e como tem também dores de noite, não consegue dormir. A minha mãe está assustada, angustiada e cada vez mais caída. O neurocirurgião que a segue vai agora marcar a operação de descompressão do nervo, talvez já para daqui a uma, duas semanas, uma vez que segundo ele o problema da minha mãe é uma artéria que está a pressionar o nervo, segundo indica a ressonância magnética. Ela está ansiosa e sem medo dos riscos que a cirurgia possa trazer, tamanho é o seu desespero! Que doença terrivel, é demais! Ao ler o testemunho da Mari fiquei um pouco receosa e gostaria de saber que idade tem a sua mãe… Gostava também que nos esclarecem-se mais acerca desta cirurgia, se de facto elimina as dores para sempre ou se há possibilidade de tornarem a vir…
    Desculpem ter sido tão extensa mas estou há horas a ler os vários depoimentos que aqui encontrei, desconhecia o site, e queria partilhar tudo isto convosco… alivía…
    Obrigada pela vossa atenção.

  291. MARCOS VIEIRA comenta:

    4 dezembro, 2009 @ 10:32 AM

    BOA TARDE A TODOS,VENHO TENTAR AJUDA-LOS COM UMA INFORMAÇAO.HA DOIS ANOS FUI SUBMETIDO A UMA CIRURGIA DO NERVO TRIGEMIO NUNCA MAIS GRAÇAS A DEUS EA EQUIPE MEDICA DO HOSP.DAS CLINICAS.HA UM MEDICO CHAMADO DR.BRASIL ELE É NEURO ESTE MEDICO EA EQUIPE QUE ELE TRABALHA SÃO ANJOS QUE DEUS COLOCOU EM MEU CAMINHO TENTEM FALAR COM ELES,TENHAM CERTEZE DE QUE FARAM O MELHOR POR TODOS NOS.FIQUEM COM DEUS E VOU PEDIR A DEUS POR TODOS.

  292. ju comenta:

    15 dezembro, 2009 @ 7:35 PM

    meu nom eh julia tnho 24 anos tenho dores na face esquerda j’a faz um ano…..descobri a 6 meses q tenho nevralgia do nrvo trigemio…venho fazendo tratamento com remedios….e jah engordei 6 kg com eles…..comecei com o gababentina 300 mg durante 3 meses, diminuiu a dor mas nao passou, agora o meu nuro trocou o medicamento para e o pregabalina 75 mg….nas 2 primeiras semanas fiquei toda feliz…e pensei…pronto passou a minha dor…to livre…..mas infelizmente ela voltou e estou ficando louca….estou a ponto de explodir….e gostaria de saber qual cirurgia eh a melhor pra se fazer….e se eh muito cara….tem uma art’eria do cerebelo entre os nervos….e os nervos esta comprimindo ela…..o q faz doer muito… nao sei mais o q fazer…..e parece q quando fico mais tensa ou nervosa mais doe…o pior eh que a dor me deixa nervosa o q faz eu descontar nas pessoas q eu mais….e depois me arrependo….bom…as vezes eles entendem….o q devo fazer?????me ajudem….

  293. Luli comenta:

    15 dezembro, 2009 @ 9:16 PM

    Julia, nem sempre estas cirurgias te resolvem o problema, pesquisa na internet. E o problema pode vir de um outro lugar (pesquisa na internet)

  294. Andreia comenta:

    16 dezembro, 2009 @ 7:33 AM

    Julia, relatei o caso da minha mãe há alguns dias neste site e a minha mãe está precisamente neste momento sendo submitida à descompressão do nervo para afastar deste a tal artéria que lhe está provocando as dores. Não sabemos ainda como correu, uma vez que a cirurgia está a decorrer, mas o neurocirurgião explicou à minha mãe que se tudo correr bem, nunca mais tornará a sentir dor. O médico deixou a minha mãe muito tranquila, até porque é um tipo de cirurgia que ele já se fez muitissimas vezes e que a recuperação não ia ser muito dificil. A minha mãe está sendo operada aqui em Portugal, em Lisboa, no Hospital Lusíada e não estou bem certa dos valores a pagar mas posso facultar-lhe essa informação mais tarde. Sei apenas que é comparticipado pela ADSE, o sistema de apoio à saúde dos trabalhadores do Estado, o que já é uma ajuda.
    Só queria deixar o conselho de se tentar informar acerca de uma possivel cirurgia, porque no seu caso, parece-me ser fácil de resolver dessa forma. Há outros casos bem mais dificeis, sobretudo aqueles que são originados pela existência de uma outra doença, mas procure saber junto do seu médico ou de um especialista nesta área e vai ver que encontra respostas.

  295. juliana de souza comenta:

    16 dezembro, 2009 @ 12:51 PM

    oi pessoal, pelo menos essa semana to bem …estou tomando gabapentina
    e estou sem dor, espero que seja pra sempre

  296. roseli comenta:

    17 dezembro, 2009 @ 7:40 AM

    PESSOAL, EU ESTOU MUITO DESANIMADA POIS FIZ TODOS OS EXAMES POSSÍVEIS E NÃO FOI ENCONTRADO NENHUM NERVO OU QUALQUER OUTRA COISA QUE PUDESSE SER SUBMETIDA A UMA CIRURGIA. O MÉDICO DISSE QUE ISSO É BOM, PORÉM EU NÃO TENHO TANTA CERTEZA PORQUE SE HOUVESSE ALGO A SER MEXIDO EU TERIA UMA ESPERANÇA DE NUNCA MAIS TER ESSAS DORES, MAS COMO NÃO TEM EU FICO SEMPRE ALERTA POIS A QUALQUER MOMENTO ELA PODE APARECER, COMO AGORA POR EXEMPLO ESTOU PASSANDO POR UMA CRISE. ALGUÉM TEM ALGUM CASO PARECIDO POIS GOSTARIA DE MAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESSA SITUAÇÃO.

  297. Luis comenta:

    17 dezembro, 2009 @ 8:20 AM

    Roselí,
    Eu teria algumas coisas para te dizer,
    me manda um email que te respondo.

    slbargas@gmail.com

  298. ju comenta:

    17 dezembro, 2009 @ 7:34 PM

    luli e andréia…muito obrigada pela ajuda……valeu mesmo…..marquei uma outra consulta com o meu médico….e vamos ver o q vai acontecer……a dor naum para e eu to desesperada….mas valeu mesmo pela ajuda……………bjus…..ju

  299. Andreia comenta:

    18 dezembro, 2009 @ 6:08 AM

    De nada, Ju.
    A cirurgia da minha mãe correu muito bem, está a ter uma reacção muito positiva nestas primeiras horas e estamos confiantes de que a recuperação não irá custar muito. A única coisa que queremos mesmo é que as dores não voltem nunca mais. O resto, vai passando com o tempo, com os devidos cuidados e muitos miminhos…
    Quando souber novidades faço aqui um post novamente.
    As melhoras rápidas e todas as informações que for possivel dar para ajudar, darei.
    Que essa crise passe depressa!

  300. CIRO CAMPOS comenta:

    18 dezembro, 2009 @ 11:49 AM

    Ciro Campos comenta:
    15 setembro, 2009 @ 19:17

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Anotem ai:

    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Há oito meses atrás o procedimento (balão) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana. Vale a pena conferir, pois sofri muito e hoje levo uma vida normal.
    Algo a esclarer a vocês todos: só passo o nome e fone do médico por querer ajuda-los, por carinho e amor… amizade incondicional. Isso existe ainda.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com ou 42-9919-0101

  301. ju comenta:

    26 dezembro, 2009 @ 6:45 AM

    oi andreia…….obrigada pela atenção……fui no meu neuro essa semana e percebemos q eu estou com muito strees….tive uma perda na família e foi ai q tudo comecou….descobrimos q eh emocional…..ele me passou um anti-depressivo, soh pra tirar a ansiedade , jah tem 3 dias q eu estou sem dor…estou mais calma…..eu acho q naum vou precisar de cirurgia, tenho fé em Deus q tudo vai melhorar…..eu estava muito estrassada com tudo q aconteceu na minha vida nesse ano, e foi aí que começaram as dores mais fortes…..mas eu espero q dê certo….a minha família torce por isso….e obrigada mais uma vez

  302. liria comenta:

    28 dezembro, 2009 @ 8:09 AM

    minha irma esta com muito dar atras da orelha direita ja fez tudo que e exames e nao sabem o que realmente tem,estou preocupada pois sera que nao pode ser um tumor?. o neuroligista falou que deve ser uma nevralgia,deu umas gotinhas para tomar e acalma a dor …. e horrivel ver ela quando da a crise…remedios com paracetamol ela nao pode tomar, ja esta em tratamento a um ano e ainda nao sabe o que relamente tem…. que que tipo de tratamento ela poderia fazer?

  303. Verônica comenta:

    28 dezembro, 2009 @ 9:44 AM

    Há 5 anos tive a primeira crise um neurologista de Salvador passou trileptal,ficou algum tempo sem dor mas todo ano ou a cada 6 meses a dor volta o medico passou ressonância mas é muito cara aqui em Feira de santana o medico da minha cidade passou benerva mas a dor continua meu dentista me liberou, oftomologista tbm.oque devo fazer as dores são fortes eo choque e horivel eu tenho hoje 30 anos e a 5 anos sofro desse mal.

  304. juliana de souza comenta:

    29 dezembro, 2009 @ 8:11 AM

    Verônica
    Tenho nevraugia há 4 anos.
    querida tomo carbamazepina, fluoxetina, gabapentina
    depois da gabapentina melhorei, muito depois da gabapentina, quem sabe converça com um medico e pede pra tomar esses
    to muito bem ja faz quase 15 dias,
    boa sorte

  305. gustavo pinto comenta:

    2 janeiro, 2010 @ 10:44 AM

    Ola amigos!!!
    Bom, minha mãe sofre com essa dor à 8 anos!!!! ela toma tegretol 400ml 4 vezes ao dia, lyrica100ml 3vezes ao dia e lioresal 10ml 5 vezes ao dia!!!! mas agora esses remedios nao estao mais fazendo efeito!!! nao sabeos mais o que fazer!!!! ela nao consegue comer, falar, caminhar e as vezes vomitos (por se tratar de super dose). Se alguem de alguma forma puder nos ajudar agradeço!!!! pois assim esta impossivel!!! ela nao tem mais alegria de viver!!!! nos ajudem por favor!!!!!!!
    Obrigado!!!!!

  306. ATILA PATRIC comenta:

    4 janeiro, 2010 @ 7:36 AM

    OLA GUSTAVO PINTO MINHA MAE ESTA DESSA MESMA FORMAS……. DESSES DEPOIMENTOS QUE VC ACABA DE VER ACIMA…… MAS E VIDA…… TEMOS DE MOBILIZA O MINISTRO DA SAUDE, POIS ESSA DOENÇA JA ESTA SE AVANÇADO E NINGUEM TOMA UMA PROVIDENCIA QUANTO AISSO, SEI QUE SUA MAE É UAM GUEREIRA ASSIM COMO AMINHA FORTES POIS SUPORTA UMA DAS PIORES DORES DO MUNDO NÃO E PARA QUAL QUER UM, ESSA DOR SEGUNDO OSMEDICOS QUE CONSULTEI FALA QUE E MELHOR DA ALUZ TODOS OS DIA QUE SENTI-LA…. ISSO SO PARA VC IMAGINAR O QUANTO SUA MAE FORTE QUNTO A ISSO… POR ISSO ABRAÇE ELA E DIGA QUE VC AMA MUITO…. POIS ISSO E O MELHOR REMEDIO…… TENTO BUSCA VARIAS ALTERNATIVA PARA ACABAR COM O SOFRIMENTO DA MINHA MAE…….. MAS O QUE EU POSSO FAZER…. SOU UM ADOLECENTE QUE SEI POUCAS COISA MAS INTENDO DE MUITAS COISAS

    SO DE JUAZEIRO BAHIA BRASIL

  307. Paulo Lobão comenta:

    7 janeiro, 2010 @ 12:51 PM

    Graças a Deus sou um ex-sofredor. Tive Neuralgia do trigêmeo há 4 anos atrás. percorri diversos neurologistas que queriam operar o meu crânio e cortar o nervo. Até que um belo dia procurei um grande neurologista que ao me examinar indicou-me um otorrinonaringologista. Na consulta, o otorrino enfiou em minha narina uma haste com um chumaço de algodão na ponta embebido com uma substância anestésica. Qual não foi minha surpresa ao constatar o imediato sumiço da dor. O médico então explicou-me que, no meu caso, em decorrência de uma conjunção de problemas nasais, minha mucosa nasal inflamava e enconstava no terminal do nervo trigêmeo existente na parade nasal próximo ao canal lacrimal, no caso, do lado esquerdo da minha face. Milagorasamente o problema poderia ser resolvido mediante uma cirurgia. Fiz a cirurgia e o problema foi resolvido.

    SE VOCÊ SOFRE COM DORES PRÓXIMO AO OLHO (DIREITO, ESQUERDO OU AMBOS).

    SE AS DORES OCORREM ALEATORIAMENTE NO DECORRER DO DIA OU DA NOITE.

    SE AS DORES FOREM INSUPORTÁVEIS COM DURAÇÃO DE UMA OU MAIS HORAS E RECORRENTES APÓS ALGUMAS HORAS OU MINUTOS.

    SE VOCÊ, COM FREQUÊNCIA, ACORDA VÁRIAS VEZES NO MEIO DA NOITE PENSANDO QUE A ÚNICA MANEIRA DE SE LIVRAR DA DOR SERIA COM UMA BALA DE CANHÃO NA SUA CABEÇA.

    ENTÃO VOCÊ É UM POSSÍVEL PORTADOR DA NEURAGIA DO TRIGÊMIO (RAMO OFTÁLMICO).

    NESTE CASO É BEM POSSÍVEL A CURA MEDIANTE UMA CIRURGIA NA MUCOSA NASAL.

    Caso tenham interesse em fazer um exame para um diagnóstico diferencial, procurem:

    Dr. Jorge Valentim Filho, telefones: (21) 22667315 ou 25246081.

    Caso queiram mais detalhes sobre o meu caso: (21) 92090205 ou plobao@furnas.com.br

    Um abraço a todos e boa sorte.

  308. ATILA PATRIC comenta:

    12 janeiro, 2010 @ 6:16 AM

    bom dia guerreiros

  309. Andreia comenta:

    12 janeiro, 2010 @ 7:39 AM

    olá mais uma vez!
    venho dar noticias da minha mãe, operada há quase um mês, por sofrer de uma nevralgia do trigémeo. A descompressão da artéria que estava apertando o nervo correu lindamente, a minha mãe teve um pós operatório espectacular, sendo que o único problema que a levou mais uns dias aos cuidados intensivos foi uma pequena bolha de ar que se formou no torax durante a cirurgia, obrigando à colocação de um dreno para que o pulmão tornasse a funcionar normalmente. Mas depois de retirado o dreno só tem de ter alguma atenção em não fazer grandes esforços e estar atenta a qualquer dorzinha que sinta no peito. Relativamente à cabeça, a minha mãe não teve dores algumas até agora; a cicatriz, feita atrás da orelha, quase não se nota de tão perfeita que ficou e a minha mãe sente que renasceu de novo e respira de alívio cada dia que passa sem dor alguma. A cirurgia foi feita pelo Dr. Vitor Gonçalves, Neurologista em Lisboa, no Hospital dos Lusíadas e, embora tenha sido um pouco cara, valeu a pena. Com internamento nos cuidados intensivos e tudo o resto rondou à volta dos 8 mil euros, sendo que a ADSE comparticipou bastante pelo que pagámos apenas 2.800 Euros. É puxadito, mas vale mesmo a pena ver a minha mãe a sorrir novamente, com muita esperança num futuro bem vivido!
    Desejo as melhoras a todos e qualquer ajuda, estou disponivel, pois sei bem o quão desesperante esta doença se torna e não afecta só quem sofre dela. Afecta todos em redor do paciente de uma forma quase indescritível.

  310. Renata comenta:

    14 janeiro, 2010 @ 2:22 PM

    olá..Tenho fortes exnaquecas devido ao nervo trigêmeo…tenho sinusite mais maiesmo tomando medicamentos e usando um spray nasal ” amnaris” tenho tido crises..que dura de 2 a 3 dias seguidos…e sinto muita dor no osso do nariz..que irradia para a cabeça….o que mais eu posso fazer??????
    A dor chega a ser insuportavel….gostaria de ajuda…
    Obrigada…

  311. CIRO CAMPOS comenta:

    15 janeiro, 2010 @ 6:04 AM

    RENATA

    Anote ai:

    Visite: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Há um ano atrás o procedimento (balão) foi realiazado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana. Vale a pena conferir, pois sofri muito e hoje levo uma vida normal.
    Algo a esclarer a você só passo o nome e fone do médico por querer ajuda-la, por carinho e amor… amizade incondicional. Isso existe ainda.

    Caso queira, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com ou 42-9919-0101
    Me liga.

  312. tatiana alves araujo comenta:

    15 janeiro, 2010 @ 4:44 PM

    faz 3 anos que minha mãe tem essa doença horrivél, mais esse ano 2009 ela sofreu de mais, ela não tem mais ânimo, não sorri mais, ela não tem alegrias, ela já tomou todos os remédios possivéis do tratamento e nada, mais uma coisa eu comento com vcs , essa semana ela passou no clinico cirurgião dentista e ele deu uma nova esperança a ela , ele falou que tem um tratamento que é a laizer se não minimizar a dor tem a segunda opcição que é a cirurgia facial, mais tenho bastante fé em Deus que somente esse tratamento de laizer vai dar certo minha mãe só chora gente, não sabemos que podemos fazer para que ela posssa sorrir de novo. obrigado se vcs quizerem trocar remédios , idéias entre em contato com ela quem sabe vcs possa ajudar e salvar minha adoravél mamãe o tel dela é (11) 4752 -3604 o endereço dela é r.hugo brás nº 30 jardim são bernadino suzano. nome d,Evany por favor de uma nova a vida para quem acha que não tem mais razão para sorrir! obrigado tatiana alves

  313. Jacival raújo Freits comenta:

    15 janeiro, 2010 @ 6:57 PM

    Olá pessoal

    Boa noite

    Estou com esse problema (doença) neuralgia do nervo trigemeo, a mais de dois anos. Antes de descobrir que dor terrivel era essa, mandei extrair dois dentes perfeitos e não adiantou nada, então fui ao neurologista e ele me disse que era neuralgia do trigemeo, estou tomando 1600 mg de carbamazepina a dois anos, mas as vezes sinto algumas visgadas, alguns choques, não sei o que fazer mais, esse medicamento tem afetado minha vida só eu sei como.
    Espero em Deus que seja descoberto um tratamento melhor para tal doença, pois só quem tem sabe o quanto sofre.

    abraços a todos que Deus esteja no comando de tudo.

  314. sanches comenta:

    16 janeiro, 2010 @ 6:45 AM

    Oi Tatiana Alves de Araujo, eu acho que a sua mãe tem é mais que tentar, pois eu fiz esse tratamento a laser e para mim deu certo, fiz 10 seções,+ 10 seções e fiquei um ano sem dor, ai as dores voltaram, mas bem fracas, fiz mais 5 seções e até agora não tive mais nada e já fazem uns 6 meses. embora alguns contestem este tratamento para mim foi otimo, acho que a sua mãe tem que tentar. boa sorte e Deus as ajudem. um abraço Sanches

  315. sanches comenta:

    16 janeiro, 2010 @ 6:51 AM

    a proposito Tatiana qualquer informação o meu e-mail é eznsanches@ig.com.br disponha.

  316. sanches comenta:

    16 janeiro, 2010 @ 6:53 AM

    a propósito tatiana o meu e-mail é eznsanches@ig.com.br disponha.

  317. sanches comenta:

    16 janeiro, 2010 @ 7:03 AM

    oi Andréia li o seu depoimento sobre a cirurgia da sua mãe e achei otimo, estou torcendo para que o problema se resolva totalmente, afinal dor ninguem merece. que Deus as ajudem e boa sorte. que voces agora tenham motivo para curtir a linda Lisboa e degustar um bom bacalhau regado a um bom vinho lá em Cascais.abraço Sanches

  318. rosangela comenta:

    19 janeiro, 2010 @ 4:13 PM

    ola
    minha mae sofre de dores no trigemeos ha mais de 34 anos ela toma tegretol de 400 mg e nao ta dando mais resultado,tb ja fez uma cirurgia atras da orelha ,akela q coloca uma especie de buxinha separando os 3 nervos só q nao adiantou a buxinha caiu e nao resolveu nada.
    nesses ultimos dias chega a me da pena de ver a dor dela, ela nao come nao dorme ,nem consegue tomar banho direito de tanta dor .
    ouvi falar da cirurgia do balao e gostaria de saber se na minha regiao tem alguma clinica q faz.moro na regiao de ribeirao preto
    ou algum tratamento com algum remedio diferente q possa ajudar nessa dor ela nao aguenta mais e agente sofre junto
    muito obrigada me mandem resposta pos favor

  319. Eliane comenta:

    20 janeiro, 2010 @ 5:32 AM

    Bom dia, minha mãe sofre dessa doença a mais de 10 anos, e agora se trata aui em Curitiba, na NEOCLINICA, com o Dr. Roberto Bettega, que que receitoupara ela um adesivo contra a dor chamado DUROGESIC, e graças a esse adesivo ela vive muito melhor, mas ainda tem creises fortissimas de dor, que a levam direto para o hospital na maioria das vezes, estou tentado buscar detalhes sobre a cirurgia do balão, pois é uma chance que ela tem de melhorar de vida, mas não tenho tido boas referencias, por favor quem fez a cirurgia pode entrar em contato comigo pelo e-mail eliane@delphosconstrutora.com.br.

    Obrigada
    e que Deus abençoe todos você, e de forças pra suportar essa doença!

  320. Andreia comenta:

    20 janeiro, 2010 @ 6:51 AM

    olá. Sanches, obrigada pela força ;).
    Rosangela, acabei de ler o seu depoimento e estou com o coração a disparar de desespero por pensar que a cirurgia a que a minha mãe se submeteu pode não ter um resultado definitivo. ela fez exactamente o mesmo que a sua mãe, um corte atrás da orelha para colocar uma compressa que mantém a artéria separada do nervo trigémeo. mas não tinhamos ideia de que a compressa podia cair e as dores pudessem retornar. acho que se isso acontecer a minha mãe vai sofrer a dobrar porque a ansiedade em que ela fica sempre com medo que a dor volte é demais. até agora a minha mãe, operada há já um mês, tem estado bem, sem dor alguma e gostava de saber quanto tempo se manteve a tal “buxinha” a fazer efeito, no caso da sua mãe? quanto tempo passou passou desde a operação até voltarem as dores? em relação ao seu pedido não posso ajudar porque vivo em Portugal e não conheço a sua região, mas já tornaram a falar com o médico que a operou? e o que ele sugeriu? de qualquer forma, qualquer ajuda que precise, estou ao dispor.
    Que essas dores aliviem rápido é o que desejo a todos, francamente.

  321. Jacival raújo Freits comenta:

    20 janeiro, 2010 @ 7:39 PM

    Olá Rosangela

    Boa nooite

    Que Deus esteja sempre ao redor de todos vcs para que possam dar muita força a sua mãe
    e poder entende-la pois as dores no nervo trigemeo realmente são insuportavel.
    Olha vou te pssar o e-mail de uma amiga ai de Ribeirão Preto, entre em contato com ela e acho que vai te ajudar, o Pai dela fez uma cirurgia ai mesmo em Robbeirão Preto e está curado graças a Deus; entre em contato com ela.

    O E-mail dela é: nelaragao@hotmail.com
    e o meu é sivalbrasil@hotmail.com

    Felicidade e muita fé em Deus.

  322. Augusto Cesar Oliveira comenta:

    23 janeiro, 2010 @ 1:36 PM

    Sofro há aproximadamente 10 anos de uma dor no nervo mandibular, os médicos diagnosticaram como sendo nelvragia do grossofaringeo, realizei diversas cirurgias sendo que só a primeira obteve algum resutado, pois, passei um ano sem sentir nada e sem tomar nenhum tipo de remédio, vale ressaltar que tomo durante esse período todo, carbazepina em grande quantidade para amenizar as dores e ultimamente o neurocirurgião associou carbazepina e fenitoina e não tem surtido efeito algum, a não ser me deixar dopado, gostaria de saber como devo proceder para ter uma vida melhor.

  323. rene bordignon comenta:

    24 janeiro, 2010 @ 10:58 AM

    tive muita nevralgia do trigemeo
    perdi muitos dentes
    estava a base de morfina e cortizona
    me passou ador após tomar um comprimido
    que se chamava algi danilon (ninguem acredita mas é sério)
    voltou m,inha dor e não acho mais
    estou louco de dor
    e agora

  324. Benete comenta:

    24 janeiro, 2010 @ 1:14 PM

    Rene eu tomo alginac 1000 e para mim faz efeito nas crises.
    Conhece?

  325. Alcione comenta:

    25 janeiro, 2010 @ 2:58 PM

    Boa tarde, meu namorado sofre de dores no trigemio ha mais de 03 anos, ultimamente foi sugerido uma cirurgia, estamos em Goiania e nao conhecemos medico que faça esta cirurgia, ele já perdeu a alegria ,o humor é pessimo, os remedios são fortes e conseguencia disso esta depressivo. Por favor nos ajudem
    Um abraço Alcione

  326. Alcione comenta:

    26 janeiro, 2010 @ 1:22 PM

    Por favor, quem teve exito no tratamento de trigemio com ou sem cirurgia, por nos ajude
    mue e-mail é: alcionebbm@terra.com.br

  327. roberto comenta:

    27 janeiro, 2010 @ 12:02 AM

    Li quase todos os comentarios.Sou dentista há 36 anos, com experiencia em cirurgia buco maxilo facial, pertencendo ao corpo clinico de nosso hospital. Geralmente a nevralgia do trigemio ocorre em pessoas idosas, é dor aguda, de breve duração e pode haver uma zona de gatilho, que desencadeia a dor. A medicação preconizada ainda é o tegretol,associada a um analgesico forte. A
    partir do insucesso do tratamento, poderá se pensar em alcoolização do ganglio de gasser ou descompressão , realizada por neurologista. Entretanto, antes do diagnostico de NEVRALGIA DO TRIGEMIO, seria importante a consulta com dentista especialista, para se descartar a presença de dentes inclusos (siso) e ou problemas de ATM (articulação temporo mandibular), disfunção esta que causa dores faciais, pescoço e até lombares, e que poderá, se for o caso ser resolvido pelo cirurgião dentista especializado ou ortodontista.Lembro ainda que o nervo trigemio é chamado NERVO DO DENTISTA. Muitas vezes uma simples radiografia panoramica ou da ATM, podem levar a um diagnostico preciso.Espero ter contribuido.

  328. Iliane comenta:

    27 janeiro, 2010 @ 8:47 PM

    Tenho 38 anos e em 2005 começaram as primeiras crises nossa foi terrivel procurava a emergencia do P.A todos os dias ate que me encaminharam para um neuro e ele me encaminhou para uma clinica de dor .A dor foi contralada com Gabapentina (2 comp 300 mg )cada 12hrs Amitriptilina (3 comp 25 mg )a cada 8 hrs e Tramadol 100mg a cada 8 hrs estava contralado ate a uns oito meses atras quando tudo começou novamente, em setembro chegaram a me internar em Florianopolis no hospital Celso Ramos para fazer a cirurgia com o Doutor Marcelo Linhares cheguei a ir duas vezes pra sala de cirurgia quando foi constatado q a cirurgia não seria a melhor alternativa para mim e q seria de alto risco pois a cirurgia convencional não andiantaria pois meu problema esta nos tres nervos ou seja v1 , v2 , v3. Ainda estou lutando contra a dor e quando ela começa os intervalos são menores pois cada nervo age separadamente fazendo com q a dor seja insesante. Agora estou tomando Oxicarbamazebina 300mg 1\2 comp a cada 12hrs amitriptilina 50mg a cada 12 hrs fluoxetina 2o mg 1 por dia Tramadol 100mg a cada 12hrs fazendo acumpuntura 3 vezes por semana , e ainda assim muitas vezes paro no P.A por q não sei muitas vezes nem o q fazer . Tudo q me faz sentido ainda nesta vida são meus filhos q se não fosse por eles ????? A Deus eu so peço piedade por todos q sentimos este mal e muita força por q alem da dor fisica vem aquela de vermos aquelos q nos amam ao nosso lado sem saber o q fazer em desesperopra nos ajudar isso ainda quando eles suportam ver-nos em tando sofrimento .Rezo por todos nos .

  329. Luis comenta:

    28 janeiro, 2010 @ 7:28 PM

    Dr Roberto.
    É claro que ajudou e muito.
    Justamente o que eu estava procurando é a sua especialidade, com essa experiência e consciência do problema,
    tal quál o relatou.
    Gostaria de ser atendido pelo sr., para o quál solicito endereço ou telefone.
    Poderá me enviar por aqui mesmo ou ao meu email: slbargas@gmail.com
    Grato

  330. MISHELLY comenta:

    31 janeiro, 2010 @ 10:55 AM

    ESSE É MEU CALVÁRIO!
    SINTO TODOS ESSES SINTOMAS FOI ATRAVEZ DESSE SITE Q ESTOU A DEDUZIR Q ESSE É MEU PROBLEMA
    NO COMEÇOU ERA APENAS CHOKS LEVES E RAPIDOS NA FACE REGIÃO DO NARIZ BOCA FIZ TRATAMENTO DENTARIO AO ACHAR Q FOCE PROBLEMA COM O DENTE UM CANAL COISA TAL SO Q NADA AINDA CONTINUO A SENTIR OS MESMOS SINTOMAS MAIS AGORA COM MAIS INTENSIDADE E MAIS FREQUENTE SÃO MULARES DE CHOKS AO DIA Ñ POSSO MASTIGAR ESCOVAR OS DENTENTES SORRIR FALARATE MESMO O ATO DE SECAR A FACE COM UMA TOALHA OU MESMO TOCA-LO
    ESSE PROBLEMA ME TIRA A ALEGRIA DE VIVER SOU PROFESSORA DE DANÇA DE AEROBICA TENHO Q TA FALANDO MUITO SORRINDO NOSSA Q DILEMA
    POR FAVOR ME DIGA UM CAMINHO A SEGUIR PRA PELOMENOS EU INICIAR UM PROCESSO DE ALIVIO PRA ESSE PROBLEMA
    ME CHAMO ROSANA MISHELLY
    TENHO 32 ANOS SOU DE ACOPIARA CEARA

  331. CIRO CAMPOS comenta:

    31 janeiro, 2010 @ 11:06 AM

    Irmãzinhas e Irmãozinhos

    Anotem ai:

    Visite: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Há um ano atrás o procedimento (balão) foi realizado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana. Vale a pena conferir, pois sofri muito e hoje levo uma vida normal.
    Algo a esclarer a vocês, só passo o nome e fone do médico por querer ajuda-los, por carinho e amor… amizade incondicional. Isso existe ainda.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com ou 42-9919-0101
    Me liguem

    Deus lhes confortem

  332. Eliana Curcio comenta:

    3 fevereiro, 2010 @ 9:52 AM

    Boa tarde Dr. Miguel, como vai?
    Meu nome é Eliana Curcio, sou diretora de comunicação da Associação Brasileira de Portadores de Neuralgia Trigeminal e gostaria de fazer algumas perguntas a respeito da NT.

    Segundo pesquisas, a maioria das pessoas acometidas pela NT se encontram na terceira idade. Porém há atualmente um número considerável de pessoas mais jovens que sofrem deste mesmo mal.

    Esse perfil mais jovem é uma situação mais recente? Há inclusive acima vários relatos de pessoas que tiveram as primeiras crises na adolescência.

    Aguardo suas considerações e o agradeço!

  333. Roseli comenta:

    4 fevereiro, 2010 @ 11:48 AM

    Oi Eliana, gostaria de saber o que essa Associação Brasileira de Portadores de Neuralgia Trigeminal pode fazer por nós que sofremos desse mal, pois se houver alguma forma de ajudar eu estou desesperada a procura, não aguento mais as dores e os remedios, tenho 32 anos e faz 8 anos que luto com essa doença, obrigada.

  334. Eliana Curcio comenta:

    4 fevereiro, 2010 @ 5:28 PM

    Olá Roseli, boa noite!
    A Asbratrigeminal foi fundada em 2006 por médicos, portadores da NT e parentes de pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo-SP.

    A Asbratrigeminal faz um trabalho de orientação a portadores da NT para que consigam atendimento no Hospital das Clínicas, não só para controle da dor, mas também para atendimento multidisciplinar e para as intervenções cirurgicas.

    Como cada caso é um caso específico, a avaliação precisa ser feita com bastante critério pela equipe que decidirá qual a melhor conduta.

    Para que esse atendimento ocorra, você precisa de um encaminhamento médico emitido pelo SUS ou por uma unidade de saúde pública. Deve ir até o ambulatório da Dor, que fica no 6° andar do prédio dos ambulatórios e solicitar o agendamento de consulta.

    Como não sei de onde é, não sei se essas orientações serão úteis pra você. De qualquer forma, anote meu e-mail: eliana_curcio@globo.com ou se preferir entre na comunidade Nevralgia do trigemio no orkut. Lá tem vários foruns de discussões entre portadores de NT que poderão nos ajudar….

    Estou a disposição e obrigada,

    Eliana Curcio

  335. Iliane comenta:

    9 fevereiro, 2010 @ 11:28 PM

    Ao Doutor miguel peço ajuda por favor!!! Entre em contato comigo , ele ou qualquer outra pessoa q possa me dar uma resposta sou de Santa Catarina e ja não aguento mais .Me responda como posso entrar em contato com sua clinica e importante pra mim uma segunda opinião ou uma solução .Eu so quero me sentir ser um ser humano novamente.quero viver eu preciso viver.Por mim e pela minha familia .A quem possa me ajudar me respontam por favor.E uma suplica que faço.Sei que Deus existe por isso acretido que a terra esta povoada de anjos prontos a nòs ajudar.

  336. Iliane comenta:

    9 fevereiro, 2010 @ 11:29 PM

    Ao Doutor miguel peço ajuda por favor!!! Entre em contato comigo , ele ou qualquer outra pessoa q possa me dar uma resposta sou de Santa Catarina e ja não aguento mais .Me responda como posso entrar em contato com sua clinica e importante pra mim uma segunda opinião ou uma solução .Eu so quero me sentir ser um ser humano novamente.quero viver eu preciso viver.Por mim e pela minha familia .A quem possa me ajudar me respondam por favor.E uma suplica que faço.Sei que Deus existe por isso acretido que a terra esta povoada de anjos prontos a nòs ajudar.

  337. Luis comenta:

    10 fevereiro, 2010 @ 12:39 AM

    Oi Gente,
    O que posso dizer para tentar ajudar alguns, nem todos.
    (baseado no meu caso, que conseguí resolver).
    > que o mais importante para se tratar esta doença é descobrir o que causa o problema.
    Já que as causas podem ser várias e nem pra todas se aplica o mesmo recurso.
    Explico: eu sofrí por 2 anos crises terríveis me levando ao hospital para injetar Morfina, Felitoína, etc. para acalmar a dor
    e + doses elevadas de anticonvulsionantes como manutenção, e com isto a um estado de ebriedade constante e a um
    pésimo estado de ánimo.
    Várias vezes tentaram me injetar álcool no nervo para queima-lo, do quál conseguí ‘fugir’.
    Em outras consultas a neurólogos, fuí aconselhado a operar o cránio como melhor solução,
    para ‘separar a artéria cerebelar do n. trigêmeo’ (do que também conseguí fugir). mas não para por alí.
    Outras sugestões que tive:
    -.Rizotomia percutánea (basculha a região afetada)
    -.Gamma knife (capacete com mini canhões gamma)
    -.Cirurgia do balão (pressiona o gânglio de gasser por dentro
    -.Laser terapia (uma grande enganação)
    Mas graças as minhas pesquisas diarias e constantes pela internet, durante esses 2 anos
    não só no brasil mas no mundo todo, aprendí muito.. fuí fundo demais.
    Encontrei casos onde houve alívio ou cura através de digitopunctura ou alinhamentos na coluna cervical.
    Também achei gente toda ‘cortada’ que em vez de resolver só piorou a situação.
    E no meu caso,,bem.. que coisa mais simples!, poderia se dizer
    (mas serei o único caso? – acho que não)
    Nome do sujeito: Nervo Incisivo
    Local do sujeito: Nervo Mentoniano, Nervo Alveolar Inferior (todos pertencentes ao grupo Trigêmeo)
    Característica do suj.: “crossover” – innervation from the contralateral mental nerve.
    > e por isso a dificultade para se suspeitar de um dente artificial com raiz metálica localizado do lado esquerdo,
    já que a Neuralgia era na fase direita.
    (seguramente um dentista muito experiente poderia te-lo descoberto também)
    Posso concluir que nos dias de hoje não há nada mais molesto à medicina, que um Leigo com internet.
    meu email: slbargas@gmail.com

  338. Valéria-RS comenta:

    10 fevereiro, 2010 @ 8:21 PM

    Olá pessoal, li todos os depoimentos de vocês e tudo bate com o que minha irmã de 40 anos sente. Neste mês ela consultou uma neurologista em minha cidade e fez uma ressonancia. Depois de feito o diagnostico, a média indicou a cirurgia (a ser realizada em Porto Alegre), pois o tratamento com tegretol nao adinta quase que nada. Por favor, estou muito preocupada com os riscos da cirurgia, já procurei informações, mas não consegui muita coisa a respeito. Peço ajuda de como funciona, no caso de quem já passou por isso, se puderem me ajudar me informando eu agradeceria muito.
    Agradeço pela oportunidade, me sensibilizo com vocês por que assisto as crises da minha irmã e são terriveis!
    Abraço

  339. TELMA comenta:

    11 fevereiro, 2010 @ 4:35 AM

    Oi Valeria estou com a mesma duvida minha mãe sofre com as terriveis dores e o médico aconsenhou a cirurgia mas tenho medo das consequencias não sei se vale a pena ela que tentar tenho medo vai abrir o craneo morro de medo de sequelas me ajudem.

  340. Luis comenta:

    11 fevereiro, 2010 @ 4:46 AM

    para a Telma e Valéria, pergunto
    foi confirmada a necessidade da operação?
    aparece nos exames a pressão sobre o trigêmeo?

  341. Valéria-RS comenta:

    13 fevereiro, 2010 @ 8:08 AM

    Sim Luiz, a priori somente a cirurgia é o indicado, uma vez que até um remédio (nao lembro o nome)derivado da morfina já foi indicado no no caso de crises mais fortes. Mas não temos informações sobre a cirurgia. Tenho muitas dúvidas sobre o procedimento, assim como a Telma, queria saber mais sobre a cirurgia. Se alguem puder nos informar de como ocorre o procedimento e a recuperação, o pós operatório, os riscos… Por favor se alguem tiver como me informar eu agradeceria muito.
    Obrigada

  342. Mirian comenta:

    14 fevereiro, 2010 @ 8:19 AM

    Olá pessoal!!!
    Minha mãe sofre deste mal (neuralgia do trigêmio). Já procuramos muitas coisas, porém, de nada adianta. No momento está fazendo tratamento (além da carbamazepina) homeopático e acupuntura, desde então está se sentindo bem melhor, as dores tem dado uma trégua (graças a Deus).
    O neurologista, com o qual está se tratando, quer fazer a cirurgia na cabeça, mas ela está com muito medo. Estamos tbém apreensivos, pois os relatos não são muito otimistas. Já realizou a cirurgia do balão e não teve resultado positivo.

  343. ROSILENE BISPO DE OLIVEIRA comenta:

    16 fevereiro, 2010 @ 9:05 AM

    BOA TARDE! tenho 31 anos, e extamente há 15 dias estou com fortes dores de cabeça ,e uma dor forte do lado direito do rosto , trabalho em callcenter e nesses 15 dias parte deles tenho voltado por não conseguir trablahar . tenho passado quase todos os dias em prontos atendimentos e sou medicada com rémedios para dores como : dipirona e decadron na veia e profenid ,mas as dores passam durante o efeito dos medicamentos , em seguida volta novamente , em nenhum dos clínicos que passei me fala o que tenho . Somente ontem 15/02/2010 foi que ao sentir muitas dores fui encaminhada para o ambulátório da empresa e o médico me disse que eu posso estar com NEVRALGIA e que devo urgente procuar um neurologista , um deles também me orientou procuar um buco maxilo, como hoje estou com dores não sei a quem recorrer , um buco ou um neuro ? Por isso peço um auxílio , pois, já não sei mais o que fazer nem que medicamento tomar , estou toda roxa de tantos medicamentos nas veias e nada resolve , e se vou trabalhar não consigo ficar , peço por favor me ajude !!! já fiz até uma tomografia e nada deu , exames de sangue e não costa nada e já não sei o que fazer , também tenho fibromialgia e nem mesmo os medicamentos que tomo amenizam as dores , fui orientada por uma colega a fazer acupuntura ,mas o tratamento ficou muito caro e não tenho como fazer , se poderem me auxiliar em uma saída por favor me ajudem !! por amor a DEUS

  344. ROSILENE BISPO DE OLIVEIRA comenta:

    16 fevereiro, 2010 @ 9:13 AM

    OLÁ , QUERO QUE SE POSSIVEL , ENTRE EM CONTATO COMIGO O MAIS BREVE POSSÍVEL E GOSTARIA DE SABER SE EM SÃO PAULO HÁ UM HOSPITAL EM QUE EU POSSA ESTÁ PROCURANDO .ROSILENE

  345. ROSILENE BISPO DE OLIVEIRA comenta:

    17 fevereiro, 2010 @ 11:07 AM

    BOA TARDE DR,ARMANDO MIGUEL !meu nome é ROSILENE , relatei no comentário acima , peço a sua ajuda estou com muitas dores , doi ao muito , preciso de ajuda , e peço que responda meu e-mail , pode ser pelo e-mail ou mesmo atraves dos meu telefone 0114203-4232 ou cel 0118662 8082 , ou alguém que possa me auxíliar , meu e-mail é Lenny_rosy @yahoo.com .br me ajude , por favor eu só conseguir uma consulta com o neuro para o dia 24/02 e as dores não diminuem , por favor responde meu e-mail , através de todo o relato que fiz acima , meu nome e ROSILENE BISPO DE OLIVEIRA ..

  346. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    17 fevereiro, 2010 @ 4:17 PM

    Rosilene existem inúmeras causas que podem dar dor na face. a nevralgia do trigêmeo é uma delas. O importante é uma boa consulta neurológica para um tratamento correto. Sei que a dor é insuportável. Veja se consegue antecipar a consulta.
    Boa sorte.

  347. cristina matos comenta:

    21 fevereiro, 2010 @ 8:57 PM

    oi pessoal!! gostaria de saber que hospitais tratam do nervo trigemeo no rio de janeiro, desde ja agradeço a todos!!!!!!!!

  348. renata maria comenta:

    27 fevereiro, 2010 @ 5:09 PM

    ola,estou muito surpresa pelas coisas que li, hoje tive que levar minha mae as pressas ao médico pois ela estava sentindo dores fortes que vai da face ate a cabeça ,ela descreve como agulhadas, e uma médica dentista falou que pelo o que ela relatou , possivemente seja a nevralgia de trigemios , eu nuncaouvi falar sobre isso , mas enfim ,fiquei muito assustada ,pois pensei que ela ia ter um “treco”, é horrivel ver a pessoa que tanto amamos sofrendo , mas tenho fé que encontraremos um profissional capacitado que vai ajuda-la nesta etapa da vida , ela ja tem 62 anos e ´precisamos cuidar dela , obrigado pelos depoimentos ,pois me deu uma base pra a minha procura .

  349. Andreia comenta:

    1 março, 2010 @ 7:03 AM

    Olá mais uma vez.
    Passei só para dar novidades da minha mãe que, como relatei em depoimentos anteriores, sofre de uma nevralgia do nervo trigémeo, ou melhor, sofria. Pelo menos para já podemos dizer assim uma vez que a minha mãe, submetida a uma cirurgia atrás da orelha, afastando uma artéria que estava comprimindo o nervo, tem estado maravilhosamente bem. Como disse antes, a cirurgia correu muito bem, sem complicações algumas no pós operatório e graças a Deus, está como nova ;). Tem feito algumas consultas de rotina no hospital dos lusíadas, em Lisboa, onde foi operada, e segundo o neurologista, está perfeitamente saudável, sem dores, sem medicação nenhuma, já não é considerada uma paciente com nevralgia do trigémeo. Nem imaginam como é bom vê-la retornar à sua vida normal, com uma carinha alegre e feliz. Está descansada, sem stress e sem ansiedade. Se tiverem possibilidade, aconselhem-se com vossos médicos no sentido de ver se poderão ser submetidos a este tipo de cirurgia porque no caso da minha mãe, correu tudo tão bem!!!
    Um abraço solidário.
    Queríamos muito poder ajudar todos os que sofrem deste mal e se for necessária qualquer informação, é só pedirem…

  350. Roberto Saldiva comenta:

    2 março, 2010 @ 12:27 PM

    Flavia, Jorge, Jocemar e outros com os mesmos sintomas, gostaria de comentar que passei por esse problema, sei bem o que é isso!!! Perdi meu brevet de piloto por causa da dor, perdi bons empregos por causa da dor! horrivel, simplesmente horrivel. Nao podia ouvir barulhos, nao podia olhar para claridade, me doia o lado direito da face, incluindo ouvido, dentes até mesmo em algumas vezes o musculos trapezoidais principalmente do lado direito. Fiz todos os exames possiveis e imaginaveis, parecia que o grao do olho direito inchava e doia, doia a ponto de me levar ao choro e por vezes bater a cabeça na parede. O que aliviava é que naquela epoca eu tomava SEDALENE no musculo, ia pra casa e dormia por 24 horas. Passaram-se 17 anos nessa luta, um dia consultei por acaso um medico Ortopedista, porque enquanto jovem joguei Handeball e tinha dor no meu ombro direito e, em conversa com esse Ortopedista comentei sobre esta dor horrivel de cabeça, no fim da consulta ele me recomendou procurar um Gastro, graças a Deus que aceitei a recomendação dele, meu problema todo se resumia a minha vesicula inflamada, fiz tratamento e nunca mais tive dor de cabeças. O ombro continua a doer, mas a cabeça nunca mais doueu. Espero ter podido ajudar. Abraços!!!!!

  351. ATILA PATRIC comenta:

    3 março, 2010 @ 12:38 PM

    pessoal vamos todos participar do Associação Brasileira de Portadores de Neuralgia Trigeminal, é muito importantes nos participamos, pois precisamos de mais amparo , e ajuda quem mais precisa, vamos se mobilizar basta acessa o site da Associação Brasileira de Portadores de Neuralgia Trigeminal http://asbratrigeminal.blogspot.com/ la vc tira sua duvida fala com ””””””” Eliana Curcio
    Diretora de Comunicação
    E-mail: eliana_curcio@globo.com
    Tel. Cel.: (11) 7200-4896
    Tel. Res.: (11) 4787-4289
    com isso e mais um pouco quem sabe podemos mobilizar ate ministro da Saúde Jose Carlos Temporão, para que ele possa nos ajudar mais, facilitando mais as coisas. pois o SUS pode ser Universal mais é para quem não tem condições é muito longe. vamos facilita isso para ajudamos uns aos outros.

    ATILA PATRIC G SILVA filho de uma portadora de Neuralgia Trigemina
    celular (74) 9979 6405 todos os dias da semanda
    residencia ( 74) 3612 0617 das 18:40 ate as 22:20hs sabado e domingo a parti de 12:40hs

  352. Grazielle comenta:

    5 março, 2010 @ 6:05 PM

    Olá estou recorrendo a pesquisas na internet e preciso do esclarecimento de um médico, há aproximadamente 4 meses a minha mãe vêm sentindo dores faciais que começam pelo nariz e se espalha entre olho e lábios, os episódios começaram após uma cirurgia de catarata que ela se submeteu, antes disso ela se encontrava num quadro de tristeza profunda após a morte do meu pai, seu companheiro por 30 anos, porém a mesma não fazia uso de anti-depressivos.Enfim depois de recorrer a ajuda de vários oftamologistas o parecer que davam era que não havia nenhum problema derivado da cirurgia e que o problema precisava ser analisado por um neurologista que por sua vez diagnosticou Neuvralgia do trigemio. Ela está fazendo uso de cabamazepina e apresenta coceira pelo corpo.Em relação as dores elas diminuem, mas não somem. Bom eu gostaria de saber qual a opinião do Dr. Amando. Por favor nos ajude , eu não aguento mais vê-la sofrer!!Estou desesperada, qnd terei minha mãe de volta??saudável?
    desde já agradeço.

  353. vicente lucemi dos santos comenta:

    10 março, 2010 @ 12:10 PM

    boa tarde amigos sofredores,quero dizer q pude presenciar o sofrimento da minha esposa com essa maldita nevralgia do trigemeo,pesso a quem tiver pelomenos algo q alivie essador q nos envie como comprar esse remedio obg , q DEUS tenha piedade de todos q sofrem essa doen;a maldita .

  354. sheila comenta:

    10 março, 2010 @ 3:43 PM

    Boa tarde,,,estou com um problema serio de dores na regiao do pescoço garganta e ouvido…ja a mais de 6 meses,,ja consultei medicos q dizem q meu problema vem do stress…outros falaram q pode ser nevralgia…atualmente estou tomando pamelor…gostaria de saber qual sera o meu problema e se estou no caminho certo,,,abços!!

  355. Jefferson comenta:

    15 março, 2010 @ 9:20 PM

    Boa noite
    Tenho 36 anos e aproximadamente 4 anos estou sofrendo com dores diarias em volta dos olhos e as vezes atrás do globo ocular, é uma dor tipo queimação (ardencia), ou seja, NÃO é nenhum tipo de “agulhadas” como sintoma de neuralgia do trigemio.
    A dor é unilateral, quando passa dor de um lado, começa a doer o outro, nunca aconteceu desta dor ocorrer nos dois lados ao mesmo tempo. Já fiz varios exames (TC, RM, etc), nada foi diagnosticado por nenhum exame, procurei varios especialistas (oftalmo, dentista, neurologistas), e tomei varios medicamentos direcionados a problemas do nervo (ex carbamazepina, amipriptilina,etc, etc) atualmente estou tomando Lyrica 150, mas atyé o momento nenhuma medicamento conseguiu cortar mesmo que parcial esta dor ( media de 3 a 4 x por dia com duração media de 3 horas).

    Por favor me ajudem informando um possivel tratamento mais eficaz para este tipo de dor especificada acima. Obrigado

  356. ALZIRA DA SILVA SA comenta:

    21 março, 2010 @ 10:02 PM

    OI GENTE A MUITO TEMPO A MINHA MAE SOFRE COM ESSA DOR QEROAJUDA MORO EM ALTO PARAISO RONDÔNIA MEU EMAIL É ZIRA 01AP@HOTMAIL.COM ME ADD ME AJUDE A AJUDAR MINHA MAEZINHA Q AMO TANTO!!

  357. ALZIRA DA SILVA SA comenta:

    21 março, 2010 @ 10:20 PM

    DOUTOR ARMANDO ISSA DOR TEM CURA ME RESPONDA A CIRUGIA É CARO PRECISO TER UMA LUZ!!! DE QEM ENTEDE DESSA DOENÇA! MEU CELULAR É 69 99595184 ,SE ALGUEM TIVER UMA INFORMAÇAO ME AJUDE DESDE JA Q DEUS DE FORÇAS AOS Q SOFREM E INTELIGENCIA AOS Q ESTUDAM A DOENÇAE ENCONTREM A SOLUÇÃO.

  358. ALZIRA DA SILVA SA comenta:

    21 março, 2010 @ 10:26 PM

    OI JEFFESON SE VOLTAR AQUI ME ADD ZIRA01AP@HOTMAIL.COM

  359. Maria Bernadete comenta:

    25 março, 2010 @ 5:32 AM

    Olá, tenho um cisto aracnóide no cerebelo fica na parte de trás da cabeça no lado esquerdo, e agora ele esta pressionando o nervo trigêmeo tenho tido dores horríveis de dente e ouvido, não sei o que fazer.

  360. Aida comenta:

    26 março, 2010 @ 11:56 AM

    Ola! Doutor:

    Meu nome é Aida, tenho 40a. Há cinco meses faço tratamento no hc, com HD de um mielo fibrose/ auto imune, sem causa definida. Há um mês venho sentindo dores fortes quase que insuportável do lado direito da face deixando-a anestesiada. Adotei por conta própria e depois pelo médico desde então o uso de ibuprofeno 900mg. Só que o efeito dura no mâximo 12h. Procurei o PS numa das crises pq não suportava mais tomar analgésico de 4/4h, até pq poderia atacar os meus rins pelo excesso de remédio, e o médico do PS identificou de cara pela minha descrição nevralgia de trigemêo. Me encaminhou para avaliação e conduta do Neurologista. Enquanto aguardo avaliação do Neuro, o médico que está tratando de mim, para adiantar me receitou o carbamazepina 200mg+codein 30mg se sentir dor. Por enquanto não senti nenhum efeito até pq comecei a tomar o medicamento hoje. Alem desses dois, ainda tomo prednisona 60mg,por causa do meu problema primário. Quando pergunto aos médicos o pq? dessa dor percebo que nem eles mesmo sabem. Na minha opinião de paciente uma vez que não tenho respostas claras para minhas perguntas acredito que essa dor surgiu depois da realização de uma primeira coleta de Mielograma( BX de crista iliaca) e num espaço curto de 1 semana, outra coleta de mielograma sem coleta de BX.) talvez pelo excesso de xylocayna, que deve ter mexido no nervo medular. Agora só me resta aguardar a próxima crise, pq qualidade de vida perdi qdo fui acometida por está enfermidade, e em comparação aos outros comentários no prazo mais curto. Apesar de eu estar em busca da minha cura através da medicina que é um prazo mais longo por outro lado estou em busca da minha cura tbém através do espirito santo (Jesus).

    Desde já agradeço e espero uma resposta…

    Aída

  361. juliana de souza comenta:

    30 março, 2010 @ 6:25 AM

    Amigos esse findi tive varias crises
    fiquei mt mal mt dor mas hoje to bem
    boa sorte a nos
    Deus nos abençõe

  362. matheus comenta:

    27 abril, 2010 @ 4:50 PM

    A cirurgia do trigêmeos deixa danos ?]

  363. eliane comenta:

    30 abril, 2010 @ 6:20 AM

    Oi
    Minha mãe sofre dessa doença já faz uns 13 anos +ou-, e agora os medicos diagnosticaram que os ossos da cabeça dela entraram em fase de degeneração, eles estao se decompondo, por causa da neuralgia, alguem já ouviu falar sobre isso?
    se alguem ja passou por isso por favor entre em contato comigo, pois estou desesperada.
    obrigada e que Deus abencos todos voces!

  364. CIro Campos comenta:

    8 junho, 2010 @ 10:42 AM

    Irmãzinhas e Irmãozinhos

    Anotem ai:

    Visite: http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Há um ano e meio atrás o procedimento (balão) foi realizado com o médico acima e o retorno foi muto bom. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana. Vale a pena conferir, pois sofri muito e hoje levo uma vida normal.
    Algo a esclarer a vocês, só passo o nome e fone do médico por querer ajuda-los, por carinho e amor… amizade incondicional. Isso existe ainda.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes
    cirocampos2006@hotmail.com ou 42-9919-0101
    Me liguem

    Deus lhes conforte

  365. ATILA PATRIC comenta:

    22 junho, 2010 @ 11:37 AM

    ola, pessoal…alguem ai…ja esta melhor sem essa maudita dor… minha mãe a dor dela so passar se ele toma um medicamento chamado DOLANTINA OU DOLOSAL se não for esse medicamento não passar a dor dela.
    gostaria de saber se voces para passar a dor toma outro tipo de medicamento diferente de cabarmazepina que esse nã da resultado nenhum… se estiver alguma tecnica o brigado……

  366. Viviane comenta:

    22 junho, 2010 @ 12:19 PM

    Dr,

    No ano passado fui diagnosticada com essa doença e fui aconselhada a tomar Flanax, na ocasião o remédio resolveu. Esse ano, após o início do frio fui atacada novamente pelas dores e retornei ao neuro que me receitou Tegretol (o tão conhecido carbamazepina), posso dizer que o remédio acalmou os “choques” espontaneos, porém continuo com extrema sensibilidade as alterações de temperatura, seja quente ou frio.
    Qualquer ingestão de liquidos ou alimentos contrários a temperatura ambiente me causam novamente uma dor horrível, até escovar os dentes me dá calafrios.
    Minha dúvida é que o ponto sensível são meus dentes, tenho dois deles que ficam “doloridos” e as vezes o ato de comer também me causa dores (não sei se isso é normal). Tanto o último dente, quanto (acho) o canino são os dentes que “originam” a dor quando como algo mto quente ou frio.

    Isso seria normal ou devo procurar um dentista??? Morro de medo, pois já li sobre vários casos em que foram feitos trabamentos de canais e até extrações desnecessárias…
    Além disso, um fato que descobri recentemente é que minha gengiva superior, de ambos os lados está inflamada, principalmente do lado em que me doi…

    Alguém pode me ajudar com essas dúvidas?

    Obrigada!

  367. valeria_RS comenta:

    22 junho, 2010 @ 1:07 PM

    Olá pessoal, minha irmã que sofria da nevralgia do trigêmio à mais de um ano, hoje graças à Deus está sem dores. Na semana passada ela se submeteu a um procedimento no hospital Parque Belem em Porto Alegre, que deu certo. Ela colocou um balão entre o nervo e o vaso sanguineo, evitando assim as crises de dores. Desde o momento que ela saiu do bloco cirurgico, NUNCA mais sentiu as dores HORROROSAS da crise. Queria dizer que o procedimento que ela fez, segundo o medico, é um dos mais simples, foi pela boca, através de um cateter, com anestesia geral.
    Quanto a este remédio citado pelo Átila,a DOLANTINA, é mais forte que a morfina, segundo a enfermeira que conversei.
    Queria deixar uma palavra de esperança para quem sofre dessas crises, façam o que tem que ser feito, procurem a intervenção cirurgica, no caso da minha irmã, a carbamazepina não estava mais funcionando, e as crises estavam cada vez mais frequentes.
    Quando falamos em cirurgia, ainda mais na cabeça, ficamos apreenssivos, mas tenham fé, hoje em dia a medicina está modernizada! Não é humano as pessoas viverem com essa doença, procurem ajuda e tenham fé!
    Obrigada

  368. ATILA PATRICK comenta:

    22 junho, 2010 @ 7:12 PM

    QUE DEUS NOS ABENÇOES

  369. Luiz comenta:

    23 junho, 2010 @ 10:37 PM

    Olá ,boa noite,tenho 47 anos e a 1 ano e meio estou com dor na face direita ,dor tao intensa que tive que tomar morfina,para passar ,ja fiz varios exames neurologicos e os medicos nao dizem nada pois esta tudo normal,agora dizem ser neuralgia do trigemeo,doi diariamente e muito forte ,doe cabeça ,ouvido e os dentes do maxilar superior,ja arranquei ate um dente pensando ser ele ,mas nada adiantou,nao sei mais o que fazer peço um auxilio moro no rio de janeiro,obrigado,Luiz.

  370. Jorge Martins comenta:

    25 junho, 2010 @ 8:52 PM

    Viviane:
    Eu tenho esses sintomas já lá vão mais de 20 anos, e há cerca de 17 mexeram-me em todos os dentes até que me diagnosticaram Nevralgia do Trigémio, já me sujeitei a 2 intervenções cirurgicas, vários outros tratamentos e nada, tomo dose de cavalo de Tegretol e Lyrica e a coisa tem estado mais ou menos controlada, quanto à operação por colocação do balãozinho, já aqui li quem foi operado por 2 vezes e não resultou.
    Já me mentalizei que tenho que viver com isto, só que já estou enjoado da medicação.
    Só te tenho a desejar muita saúde, calma e que descubras a cura.

    Um Abraço

  371. GLEDSON ALBVES DA SILVA comenta:

    28 junho, 2010 @ 9:02 AM

    Bom dia caro amigo , que sofre desta miserável doença, tenho 38 anos e a 02 anos sofro
    desta doença ,ante estava tomando tegretol 200 mg estava tomando 04 por dia passei ums 06 meses
    sem esta setindo dores , mais infelizmente voltol gostaria de saber ser existe algum médico
    especiallista em recife para mim ajudar a fazer uma cirurgia se possivel grátis pelo governo
    S´que m tem está donençã sabe o sofrimento , tenho fé em que que sou conseguir essa ajuda
    que a pa do senhor esteja com TODOS

  372. juliana de souza comenta:

    28 junho, 2010 @ 11:19 AM

    CAROS IRMÃOS QUE SOFREMOS DO MESMO PROBLEMA
    *QUANDO QUIZEREM CONVERÇAR SOBRE O ASSUNTO ESTOU A DISPOSIÇÕ PARA TROCAR IDEIAS
    ESTOU FAZENDO TRATAMENTO EM PORTO ALEGRE
    TENHO IDAS E VOLTAS MAS JA TENHO TIDO SUCESSO
    BEIJÃO

  373. juliana de souza comenta:

    28 junho, 2010 @ 11:24 AM

    o MEU MSN É jd.juliana@hotmail.com
    aguardo comunicação

  374. Grace comenta:

    28 junho, 2010 @ 11:48 AM

    Caros Irmãos,
    Tenham muito cuidado com a PROPAGANDA ENGANOSA
    infórmense bem antes de aceitar conselhos ou indicações.
    Há oportunistas por todos os lados.

  375. Wanderlei comenta:

    28 junho, 2010 @ 12:06 PM

    Amigos,
    Uma possível saída que não envolve operação.
    acessar:
    http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=569190

  376. ATILA PATRIC comenta:

    6 julho, 2010 @ 11:22 AM

    Bom dia pessoal, vocês precisam ver essa historia de ricado, no SITE http://asbratrigeminal.blogspot.com/
    lá você encontra varios depoimentos como esse abaixo, entrevista com médicos especialista em NF. e varias outras coisas

    Eliana Curcio
    Diretora de Comunicação – Asbratrigeminal
    E-mail: eliana_curcio@globo.com
    Tel. Cel.: (11) 7200 – 4896
    Tel. Res.: (11) 4787 – 4289

    QUERO QUE VOCÊS LEIA ESSE DEPOIMENTO ISSO COM MUITA ATENÇÃO E CARINHO.

    Ricardo Augusto Fiaschi, nascido em 14 de Maio de 1982.

    Relato

    Acontecimentos relativos à nevralgia do nervo Trigêmio, iniciada no 2º Semestre de 2005.

    Perfil

    *Sou uma pessoa dedicada, calma e tranqüila, porém, em situações de stress e cobrança sou muito ansioso, sinto “frio no estômago”, coração acelerado, sono e apetite alterados, com pensamentos no que irá acontecer.

    * Segundo relatos familiares mordo com muita força os dentes quando durmo (bruxismo).

    *Não fumo e não ingiro bebidas alcoólicas.

    * Sou calado, de pouco amigos, pensativo, prestativo e compenetrado quando o assunto é trabalho. Sou formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Comunicação com o Mercado.

    *Trabalhei nos anos de 2004 a 2006 coordenando o departamento de Marketing de uma empresa de médio porte. Em 2007 e até outubro de 2008 coordenei administrativamente uma empresa familiar.

    A Nevralgia do Nervo Trigêmio – Descrição do Caso

    No 2º Semestre de 2005, ao final de um tratamento ortodôntico, comecei sentir dores na face, parte inferior do lado direito, que se parecia com choques elétricos.

    Estas dores, em meados de setembro, ocorriam de duas a três vezes ao dia. Como era um momento estressante de trabalho pensei que seria alguma coisa relacionada ao stress e não dei muita atenção a estas dores.

    As dores começaram a aumentar tanto em intensidade quanto na periodicidade. Alguns dias eu sentia meu lábio “formigando”, ou então sentia uma alternância calor/frio. Sentia uma dor forte, como uma descarga elétrica, que partia da parte inferior da mandíbula (abaixo dos molares) e se irradiava por todo lado direito do rosto indo até o côndilo, próximo ao ouvido.

    Eu percebia que minha mandíbula “tremia” quando eu tentava fechar os dentes. Percebi que isto ocorria com maior freqüência quando o ortodontista e fazia algum ajuste no aparelho fixo. Interrompi o tratamento ortodôntico por um mês para verificar o que ocorria.

    Neste intervalo, questionei o ortodontista a respeito de algum problema com a colocação do aparelho, de canal ou mesmo algo relacionado com as extrações dos meus dentes do ciso, realizadas três anos antes, já que as dores irradiavam principalmente nos molares, somente do lado direito da face e eram parecidas com dor de dente.

    Avaliadas as raízes dos dentes, através de raios-X e não foi encontrado nenhum problema. Fiz uma panorâmica para verificar a condição dos locais dos “dentes do ciso” e dos nervos da face, sendo que também não foi encontrado nenhum problema.

    Em Outubro de 2005 procurei outro ortodontista, com especialização em cirurgia e buco-maxilo e obtive as mesmas respostas, porém este comentou sobre um possível problema com o meu maxilar, visto que eu havia dito que rangia os dentes e na panorâmica aparecia um pequeno desgaste do côndilo da mandíbula do lado direito.

    No dia 05/11/05 procurei o Dr. Paulo de Tarso (buco-maxilo) que examinou a panorâmica, meus dentes e mandíbula e me informou que realmente havia um pequeno desgaste no côndilo, porém que não era nada comprometedor e não traria problemas como os do tipo que eu estava sentido.
    O Dr. Paulo foi o primeiro médico que me informou o que era o nervo trigêmio e que pelas reações que eu apresentava, possivelmente teria algum problema com este. Bastou ele apalpar as “regiões de gatilho” do nervo para que as dores aparecessem abruptamente, de uma forma muito intensa, e características de uma nevralgia do Trigêmio.

    Dr. Paulo indicou um tratamento com Tegretol e iniciei tomando ½ comprimido pela manhã e ½ à noite e depois de uma semana, ½ comprimido pela manhã e 1 comprimido à noite. Passei a sentir um pouco de enjôo e muita sonolência.

    A partir daí as dores foram sumindo e no início de Janeiro de 2006 diminui a dose de Tegretol até parar de tomar.

    Nesta mesma época procurei o Dr. Carlos Henrique, neurologista do hospital Brasil, para obter maiores informações sobre a nevralgia do trigêmeo. Ele solicitou uma ressonância magnética das articulações têmporo-mandibulares. Neste exame não foi comprovado nenhum problema com desgaste, mas sim uma sinusopatia inflamatória esfenoidal direita.

    Finalizei o meu tratamento dentário e retirei o aparelho fixo no final de 2005, ficando somente com uma contenção e um aparelho móvel, o qual nunca cheguei a usar.

    Até o mês de Julho de 2006 não senti nenhuma dor, porém ao finalizar meu trabalho de conclusão da Pós-Graduação (ficando 18 horas na frente do computador diariamente, durante uma semana) percebi que as dores estavam iniciando novamente.

    Fui ao pronto-socorro do Hospital Brasil, expliquei o caso a uma médica que me pediu uma Tomografia Computadorizada do Crânio, que não apresentou nenhum problema. Ela me receitou Gabapentina (já que eu havia reclamado das reações do Tegretol). Tomei um comprimido por dia, mas as reações foram muito mais fortes que a do Tegretol: sentia náusea, enjôo e sono. Nenhuma dor ocorreu em uma semana e quando retornei ao hospital o médico informou que eu poderia parar de tomar o remédio.

    No início de março de 2007, agora em um emprego novo, procurei o otorrinolaringologista do Hospital Brasil, porque um fato que me intrigava era que antes das dores começarem eu percebia meu ouvido do lado direito com “estampidos”, como quando descemos a Serra em direção a Santos.

    Eu sabia que quando meu ouvido começava deste jeito (e a audição ficava até um pouco comprometida), os problemas com as dores iriam começar. Isso me intrigou porque eu lembrava de que o Dr. Paulo havia me dito que a Neuralgia poderia ocorrer por stress da artéria pulsando sobre o nervo ou então uma possível inflamação da camada que envolve o nervo.

    Dia 05/04/07 fiz uma Audiometria, que demonstrou uma pequena variação do ouvido do lado direito, porém o médico me informou que isso não poderia interferir com meu problema no nervo.

    Voltei à estaca zero. Decidi procurar uma nova opinião, encontrei o Dr. Nelson E. P. Colombini, que além de otorrino também é cirurgião craniomaxilofacial. Investigando meu caso, me pediu uma Tomografia Computadorizada da Mandíbula, com espaços parafaríngeos e mastigatórios.
    Realizei o exame dia 14/04/07, mas os resultados deram normais. Olhando outros exames meu desvio de septo o intrigou, podendo fazer com que as dores tivessem alguma relação com uma sinusite. Outro possível problema seria com ATM, mas nada foi constatado com a tomografia. Dia 25/04/07 realizei uma Ressonância Magnética das Articulações Têmporo-Mandibulares que também não acusaram nada.

    Iniciei então um tratamento para relaxamento muscular com a Dr. Monica M. C. Macedo dentista do consultório do Dr. Nelson, com aplicações de Ozônio na face, iniciando o processo em 03/05/07. Além disso, passei a utilizar uma placa de acrílico para dormir à noite, por causa do “bruxismo”. Adaptei-me bem ao tratamento, porém interrompi o tratamento no final de Junho de 2007, quando percebi que as dores voltavam.

    No dia 06/07/2007 as dores iniciaram e foram muito mais fortes, se comparado com as que eu havia sentido. Mesmo deitado, em silêncio, eu tinha uma dor muito forte, com as mesmas características: sempre do lado direito, parte inferior da mandíbula, formigamento e tremor nos lábios, além da sensação de choque que agora iniciava na mandíbula e iria até a têmpora.

    Não podia falar, sorrir, me alimentar e muito menos escovar os dentes. No dia 07/07/07 (Sábado) fui ao Hospital Metropolitano, na Lapa onde existia um buco-maxilo de plantão na emergência, mas ele somente me deu alguns remédios para dor, que foram subindo gradativamente de “potência”: Tramal (13h15), Titatil (14h00), Dipirona (14h50) e Nubain (16h30). Fui para casa com uma receita de Codaten. As dores cessaram momentaneamente, mas após 2 horas já estavam da mesma maneira. Nesta semana tomava 80 gotas de Lisador, varias vezes ao dia para conseguir abrir a mandíbula e tentar me alimentar, sem sucesso.

    Dia 10/07/07 fui para a emergência do hospital São Luiz, feito um raios-X, que indicou uma possível Sinusite. Tomei Dipirona e Tramal. As dores também cessaram momentaneamente, mas logo voltaram.

    Neste mesmo dia fui ao consultório do Dr. Nelson que me informou que eu tinha uma sinusite. Ele me receitou alguns remédios e pediu que quando possível fizesse uma Tomografia computadorizada dos Seios da Face. O exame foi feito e novamente nada foi revelado, a não ser um enfisema subcutâneo (que na realidade era o gás Ozônio das aplicações).

    Dia 11/07/07, em desespero de causa, procurei o Dr. Ruy Tanigawa para fazer uma sessão de acupuntura. As dores sanaram pelo resto do dia, porém no dia seguinte as dores eram as mesmas.

    Comecei a colocar bolsas de água quente nos locais onde sentia dor e percebi que a melhora era muito significativa.

    Dia 13/07/07, as dores estavam do mesmo jeito, procurei a Neurologia do Hospital Brasil, onde fui atendido pelo Dr. Orestes, que identificou meu problema como nevralgia do trigêmeo, e me receitou Tegretol. O remédio fez um efeito avassalador e na Sexta-feira eu não senti absolutamente nada. A partir desde momento comecei a ser tratado com Tegretol, tomando três comprimidos ao dia.

    Dia 30/07/07 fiz uma Ressonância Magnética do Cérebro, com contraste, com ênfase para o nervo Trigêmio, a fim de verificar se existiria algum problema, tumor ou compressão do nervo. Como de praxe, nada foi encontrado.

    O tratamento com Tegretol resolveu bastante. Fui me acostumando com os efeitos e quase não sinto nada.

    Em 07/12/07 tive a pior crise relacionada à nevralgia do Trigêmio, mesmo tomando regularmente três comprimidos de Tegretol por dia.

    Nas piores crises diárias, a cada 10 segundos (contados no relógio) eu sentia uma dor insuportável, um ”choque” que se propagava pelo lado direito da face. Eu tinha que ficar com a boca aberta o tempo todo e quando tentava fechá-la, recebia um “choque” violento.

    Não conseguia dormir de nenhuma maneira e acabei emagrecendo 6 Kg neste período. Fui para a emergência do hospital Brasil, tomei Tramal, Dipirona, mas o que me fez relaxar foi uma dose de Codeína. A dor diminuiu bastante, mas naquele dia fui internado.

    Passei 14 dias no hospital sendo tratado com Tegretol e mais uma associação de outros oito medicamentos. Dessa vez eu sentia uma pressão (como uma agulhada) muito forte na maçã do rosto, que “latejava”. No décimo dia as dores estavam menores, porém a pressão no rosto ainda continuava. Foi quando se iniciou um sangramento nasal que duraram 5 minutos. Logo após este evento, no final daquela mesma tarde as dores cessaram.

    No ano de 2008 não tive nenhum problema, mas continuo tomando três comprimidos do Tegretol por dia.

    No dia 19/05/08 fui ao consultório do Dr. Nilton Alves Lara Jr, neurologista da Santa Casa. Ele concorda que meu caso é típico de Nevralgia do Trigêmio, mas assim como o Dr. Orestes, ele acredita que enquanto eu vou agüentando com o remédio, é melhor, do que partir para uma cirurgia. Ele me pediu uma angio-ressonância, para investigar se existiria alguma compressão. O exame foi realizado em 02/06/08 e não foi encontrada nenhuma compressão significativa.
    Preocupado com a quantidade de Tegretol que tomo, procurei uma hepatologista para verificar meu sangue, fígado e estômago. Dia 21/08/08 realizei uma endoscopia que mostrou uma pequena esofagite edematosa distal. Dia 23/08/08 realizei uma ultra-sonografia para verificar os aspectos morfológicos do meu fígado e tudo aparenta normalidade. Também dia 23/08/08 fiz uma coleta de sangue, que se mostrou resultado um pouco alterado, mas considerado normal em virtude da medicação.

    A partir do dia 08/01/09 comecei a sentir um formigamento na boca e a cada dia que passa isso foi piorando. Até que dia 13/01/09 as dores iniciaram novamente. Posso dizer que são iguais as de Julho de 2007. As dores irradiam por debaixo dos molares, indo para a lateral do rosto. Se tento colocar a escova de dente, ou mesmo tento me alimentar, as dores ficam muito agudas, são repentinas. Porém quando insisto, as dores somem da face e vão para a têmpora e aí fica impossível mastigar alguma coisa. Tenho impressão de algo pressiona minha cabeça e a sensação é de uma dor de cabeça muito aguda e direcionada, na têmpora realmente.

    Desde o dia 15/01/09 dobrei a quantidade de Tegretol, passando a tomar seis comprimidos diários e não percebi nenhuma melhora, porém também não existiu piora. Estou realizando compressas com água quente, que melhoram momentaneamente as dores.

    Segundo o Dr. Orestes do Hospital Brasil provavelmente a conduta de meu caso tenda para uma cirurgia de separação e isolamento do nervo Trigêmeo.

    Sem nenhuma expectativa de melhora e já pensando em cirurgia, retornei ao consultório do Dr. Paulo de Tarso, com intuito de buscar algum contato no Hospital das Clínicas, haja visto que ele é Cirurgião dentista supervisor do hospital.

    Entendendo meu caso e com muita boa vontade, Dr. Paulo de Tarso me indicou o Dr. José Siqueira, inclusive escreveu uma carta pedindo uma atenção especial ao meu caso.

    A partir do dia 19/01/09 comecei a passar por consulta no Hospital das Clínicas. No horário marcado levei a carta e me dirigi ao prédio dos ambulatórios do HC. Percebi que na sala existiam muitos casos semelhantes ao meu e que, então, estava no lugar certo.

    Por causa da minha indicação por carta, fui direcionado a outra ala do Hospital, o IPQ. Fui recebido pela Dr. Silva Siqueira (filha do Dr. Siqueira), que fez doutorado relacionado ao Nervo Trigêmio. Na sala estavam presentes também cinco alunos da Dra. Fui tratado de uma forma muito cortês e pela primeira vez alguém se preocupou em escutar o meu caso. Forneceram-me informações coerentes e decisivas. Fiquei muito empolgado. Analisei todos os aspectos, entendi as possibilidades de tratamento medicamentoso, os tipos de cirurgias, riscos e iniciei um tratamento com a Dra. Michelle Ichida, com supervisão da Dra. Silvia.

    A partir deste momento eu já havia decidido pela tratamento cirúrgico, então iniciamos uma etapa de preparação para realmente detectar o problema. Como o HC é um hospital-escola, o tratamento era gratuito (com atendimento pelo SUS), porém era necessário que o paciente se conscientizasse de que faria parte de um estudo, coletando dados para análise e formação de metodologias para tratamentos de casos posteriores. Achei muito justo e informei que cooperaria com o que fosse necessário.

    A Dra. Michelle mostrou ser uma profissional muito competente, dedicada, atenciosa e preocupada em resolver o meu caso.

    Iniciei o tratamento respondendo a alguns questionários, para análise do meu perfil e de como o problema afetava minha vida. A partir daí, toda Quinta-feira da semana eu passava em consulta com a Dra. Michelle e sua especialidade com acupuntura foi muito útil para começar a melhorar meu problema. A cada sessão eu percebia uma melhora nas dores e um fortalecimento da musculatura do meu rosto. Mas em nenhum momento deixei de tomar o Tegretol, que agora eram três por dia.

    O momento mais interessante desse processo foi quando a Dra. Michelle aplicou um teste de percepção de temperatura, com um equipamento desenvolvido no próprio HC, no qual eu pude realmente constatar que minha sensibilidade (principalmente ao calor) do lado direito era muito comprometida no ramos dois e três do nervo. O teste foi complementado com uso de agulhas para detectar percepção de sensibilidade e o sentido de tato, assim como teste de paladar. Neste dia fiquei muito contente porque pude realmente constatar o meu problema e tive confiança de estar no caminho certo para a cura do problema.

    As sessões de acupuntura continuaram e em casa eu colocava bolsas de água quente no rosto para diminuir as dores. A idéia era de diminuir os sintomas, até que o momento da cirurgia ocorresse.

    Em outra oportunidade, com o auxílio de um dentista, foram efetuadas várias medições e análise de dentes e mandíbula para verificar se eu não possuía nenhum problema na mandíbula. Os desvios encontrados estavam dentro das tolerâncias e não geraram nenhuma preocupação sugestiva.

    Com o passar do tempo, novos exames foram solicitados para que o diagnóstico fosse 100% preciso. Fiz uma retirada de liquor da espinha, para excluir a possibilidade de ter esclerose múltipla. Além disso, fiz uma ressonância magnética do crânio com cortes finos para análise minuciosa e auxílio na cirurgia.

    No final de Março fui informado que o Dr. Eric faria minha cirurgia, então deveria marcar uma consulta com ele para nos conhecermos e conseguir explicação sobre o procedimento. Nesse momento, confesso que fiquei muito decepcionado. Primeiro porque tive que pagar a consulta (no valor de R$300,00, caso contrário poderia ocorrer uma demora no atendimento pelo SUS) e também pelo fato de que não fui atendido pelo Dr. Eric, mas sim pelo sua assistente, Iwzhe.

    Ela é uma profissional competente, mas não trouxe nenhuma novidade ao meu caso (porque o desconhecia) e pelo contrário, disse que eu deveria continuar tomando o Tegretol, esquecer a cirurgia e acabou jogando por terra todo o processo que estava sendo tão bem conduzido pela Dra. Michelle e Dra. Silvia. Fiquei preocupado com a conduta do Dr. Eric e conversando com a Dra. Michelle, decidimos tentar realizar o procedimento com o Dr. Antonio Nogueira.

    Como existem procedimentos cirúrgicos diferentes para este tipo de problema, os médicos do Hospital foram direcionados segundo suas especialidades e como meu caso era de cirurgia aberta, com isolação do nervo, conseguimos que o Dr. Antonio Nogueira realizasse minha cirurgia.
    Durante este “impasse”, como eu ainda reclamava de dores musculares (associadas ao problema do nervo), recebi um indicação da Dr. Iwzhe para realizar fisioterapia facial, em outra ala do HC.

    Na semana posterior, marquei uma avaliação e iniciei novamente todo um processo de seleção, que incluía uma entrevista com um médico para identificar o problema, uma análise da assistente social, uma consulta com outro médico para avaliar o tratamento e depois seriam marcadas as fisioterapias. Neste momento também fiquei um pouco decepcionado, porque a médica já não entendeu o que era Neuralgia do Trigêmio e muito menos como ela aparecia… Ela insistia em dizer que meu problema era relacionado à outra doença (como Sífilis) ou tinha “origem emocional”, que foi a mesma coisa que a psiquiatra quis me convencer.

    Depois destas “situações” e do fato de ver a quantidade de pessoas, a gravidade dos casos que eram ali tratados (maiores que o meu) e a rapidez com que os atendimentos eram feitos (por causa do número elevado de pacientes) decidi que era melhor eu deixar minha vaga ser preenchida por outra pessoa e abandonei o processo. Levei em conta também que minha cirurgia iria acontecer dentro de um mês (coincidindo com o início da fisioterapia) e eu não teria condições de iniciar o tratamento por causa da recuperação. E provavelmente meu problema muscular será resolvido naturalmente com a solução do problema do nervo.

    A única ação que tomei foi a de iniciar o uso de um relaxante muscular, que juntamente com as sessões de acupuntura auxiliaram, em parte, na melhora.

    Algumas semanas antes da cirurgia fui convidado a participar de um procedimento que foi muito interessante e fez com que realmente eu tivesse certeza do nível de complexidade do meu problema com o nervo. Um equipamento sueco havia sido adquirido e eu seria a primeira pessoa a utilizá-lo, inclusive com a presença do dono da empresa. Foi um teste parecido com o equipamento do HC, porém este era muito mais evoluído, específico e sensível, sendo ministrado juntamente com um software. Pude constatar as tolerâncias de temperatura que eu sentia, tanto frias quanto quentes, com gráficos e relatórios.

    Fiz análise de vibrações, sensação de tato e toque, além de sensibilidade a dor e análise de paladar com líquidos. Estes testes foram cruciais para entender a evolução do meu caso, verificar quais ramos do nervo estavam com problema e auxiliar na busca de um tratamento eficiente. Além disso, o teste seria realizado após a cirurgia para comparação dos dados, verificando a melhora do meu caso.

    Fiquei esperando a confirmação da data da cirurgia, que seria feito pelo Dr. Eloy, residente em neurologia. O processo demorou um pouco, pois era preciso coincidir as datas disponíveis com o médico e a urgência dos casos. Como é um hospital escola as cirurgias não tem data marcada, possuindo somente dias disponíveis para aquela especialidade, portanto era preciso “encaixar”.
    No dia 13/05/09 peguei todos os exames que possuía e me internei no IPQ. Fui atendido pelo Dr. José Francisco (excelente e atencioso profissional), respondi a um questionário, informei as medicações que tomava e passei por alguns testes para identificar meu problema. Logo depois realizei exames de sangue e raios-X para verificar se tudo estava correto para a cirurgia. Passei a noite no hospital, em jejum, para realizar a cirurgia na Quarta-feira. Fui muito bem atendido. Os profissionais e as instalações são muito eficientes.

    No dia 14/05/09, as 7h30, eu entrei no centro cirúrgico. Estava tudo certo, mas instantes antes da anestesista realizar seus procedimentos, o Dr. Eloy entrou na sala, pegou meus exames e disse: “Boa tarde, Sr. José!”. Foi ai que me dei conta de que estavam me confundindo com outro paciente. Esclareci que era o Ricardo e ele me informou que esperava outro paciente com maior gravidade. Como minha cirurgia não implica em risco de vida, foi cancelada para dar lugar a do outro paciente. Retornei ao quarto e aguardei o médico, pois fui informado que minha cirurgia poderia ser efetuada no mesmo dia. Fiquei em jejum até as 17h00, quando fui informado de que a cirurgia do Sr. José foi muito longa e que a minha cirurgia havia sido cancelada e transferida para a Quarta-feira de semana posterior. Por se tratar de meu aniversário e conseguir chegar facilmente ao hospital, recebi alta e fui embora.

    Durante a semana seguinte aguardei ser chamado novamente, mas recebi uma ligação na Terça-feira, informando que naquela semana não seria possível realizar minha cirurgia. Aguardei mais uma semana novamente. No dia 26/05/09, por volta das 8h00 recebi uma ligação do Dr. Eloy informando que minha cirurgia seria realizada no dia 27/05/09. Fui para o hospital e me internei novamente.

    No dia 27/05/09, por volta das 8h00, fui para o centro cirúrgico e dessa vez fui operado. A cirurgia foi um sucesso, demorando por volta de 4,5 horas. Quando recobrei a consciência, percebi que não conseguia respirar direito e fiquei na sala de recuperação do centro cirúrgico por mais umas 3 horas. Tive algum tipo de reação alérgica à anestesia. Leve, mas tive.
    Logo após fui encaminhado ao quarto para descansar e me recuperar da cirurgia. Estava bem enquanto deitado de forma inclinada, quando deitava totalmente, tinha fortes náuseas e comecei a vomitar. Este processo não se interrompeu até que eu tomasse Plasil com soro. Quando estava relaxado, fui informado de que teria que descer de maca até a ambulância e fazer uma Tomografia, para verificar se tudo havia corrido bem. Fiquei muito enjoado na ambulância e na realização do exame. Logo após retornei ao quarto e algum tempo mais tarde comecei a melhorar.

    Quando o efeito da anestesia passou, foi quando percebi que estava com uma sonda urinária e um curativo muito grande na parte traseira direita da cabeça, que incomodava bastante quando deitado. Percebi também que não tinha nenhuma sensação ao tato e temperatura da metade inteira do lado direito do rosto. Além disso, não escutava absolutamente nada pelo ouvido direito e tinha muita tontura.

    Estas sensações foram muito estranhas e me incomodaram bastante, pois eu fiquei com receio de ter alguma seqüela, mas conversando com os médicos percebi que isso era normal. Durante os dois primeiros dias tive dores de cabeça muito fortes e intolerância à luminosidade. O Dr. José Francisco me explicou que era acúmulo de ar dentro da minha cabeça, mas que isso passaria em dois ou três dias. Realmente passaram, assim como a tontura e as náuseas.
    No dia seguinte à cirurgia, Dr. Antonio me visitou no quarto junto com alguns alunos e me informou que minha cirurgia havia corrido muito bem. Disse ainda que eu possuo uma alça vascular bem delineada, sem nenhum problema e que o nervo havia sido isolado. Somente senti falta de um retorno ao médico, que não foi marcado. Talvez existiu alguma falha de comunicação e então não pude fazer um acompanhamento com ele ou trocar maiores informações.
    A grande vantagem de tudo foi que as dores sumiram completamente, logo após a cirurgia. Os choques cessaram completamente. Pude me alimentar, falar, sorrir e escovar os dentes normalmente. Desde o primeiro dia da cirurgia me alimentei normalmente e tentava ficar em pé ou sentado o máximo de tempo que eu conseguia. Nos dois primeiros dias a sensação de não ouvir e a tontura me incomodaram bastante, mas com o tempo foram passando e dentro de cinco dias minha audição e equilíbrio voltaram ao normal. Os curativos e os pontos incomodavam bastante para dormir, pois eu somente tinha uma posição para deitar. Fiquei com este curativo até sair do hospital, dia 31 de Maio. Não tive nenhuma infecção e a cicatrização estava indo bem.
    Na primeira semana, o lado direito do meu rosto continuava “adormecido”. Quando tocado, eu sentia um “formigamento”, mas não sentia nenhum tipo de temperatura. Mas isso não me preocupava porque eu sabia que existiria uma melhora gradativa e que levaria um tempo. O que mais me incomodou mesmo foi a falta de sensação dentro da boca (no lado direito). Tinha que mastigar e escovar os dentes com muita calma, porque não sentia absolutamente nada e corria o risco de mastigar a bochecha, a língua ou machucar a gengiva.

    Na segunda semana após a cirurgia voltei no consultório da Dra. Michelle para realizar novamente os testes com o aparelho sueco. Percebemos uma melhora no meu caso e que apesar dos nervos ainda estarem se “acomodando” com a nova situação, eu não fiquei com nenhum tipo de paralisia ou seqüela. Não tinha problemas para mastigar, com saliva escorrendo pelo canto da boca sem perceber, em piscar ou lacrimejar.

    Estava muito contente porque ganhei minha vida de volta. As dores e os choques sumiram completamente e a questão da sensibilidade seria resolvida aos poucos. Meu dia-a-dia começou a voltar ao normal, mas mesmo assim não deixei de tomar o Tegretol.

    Dia 18 de Junho fui retirar os pontos. A experiência não foi muito agradável porque fiquei muito tempo com estes (que já estavam cicatrizando) e o médico que os retirou não foi nada cortês, puxando as linhas com o alicate, deixando alguns pontos caírem dentro da minha camisa e no chão. Mas percebi que ele estava completamente perdido, sendo aquele seu primeiro dia ali. Por sinal, ele se esqueceu de retirar um dos pontos, que descobri um mês depois, e o retirei na Emergência do Hospital Brasil.

    Dois meses depois da cirurgia voltei a fazer os testes com o aparelho sueco e percebemos uma grande melhora. O mais interessante foi responder aos mesmos questionários aos quais fui submetido antes da cirurgia e perceber que minha qualidade de vida melhorou muito. As respostas foram muito mais positivas, animadoras, sem preocupação com o que a neuralgia poderia trazer para meu futuro.

    Durante os quatro meses após a cirurgia continuei tomando o Tegretol, sendo que nos dois primeiros meses tomava três comprimidos ao dia, depois reduzi gradativamente, passando três semanas tomando dois, depois duas semanas tomando um e por último, fiquei mais duas semanas tomando meio comprimido, até parar completamente. Após cinco meses de cirurgia não senti nenhuma dor, fisgada ou choque.

    Minha sensibilidade está voltando ao normal. Podemos dizer que hoje está em 90%. Mas você aprende a conviver com isso e esse detalhe se torna insignificante, se comparado com as dores que aconteciam antigamente. Eu percebo que meu paladar mudou, mas que tem melhorado gradativamente. Consigo me alimentar, escovar os dentes, falar e sorrir normalmente. Posso viajar e trabalhar normalmente, sem ter medo do que poderá ocorrer. Minha vida mudou muito! Estou me sentindo muito bem!

    As cicatrizes não me incomodam. Somente restaram elas para me lembrar do que passei com este problema. Tenho uma cicatriz de uns 8,0 cm na parte traseira direita da cabeça (aonde o nervo foi isolado) e mais dois locais, sendo um na têmpora esquerda e outro na direita, decorrentes dos pinos de fixação para realizar a cirurgia.

    Daqui pra frente farei acompanhamentos para verificar o avanço do meu caso. Dia 19 de Dezembro irei retornar ao IPQ para realização de novos testes.

    Espero poder ajudar outros pacientes da mesma maneira que fui ajudado. Espero que os dados que foram colhidos comigo possam ter utilidade para estudos e análises de casos semelhantes.
    Sou muito grato por ter encontrado pessoas como a Dra. Silvia, Dr. Antonio, os enfermeiros do HC e especialmente para a Dra Michelle, que entendeu o meu problema e deu o máximo de atenção para que ele fosse resolvido.

    Espero que todos aqueles que sofram com este tipo de problema consigam ter acesso aos mesmos tratamentos e profissionais que tive o privilégio de contar, pois ninguém merece passar por uma provação deste tipo e não ter a quem recorrer.
    Vale dizer que não paguei nada pela cirurgia e o período de internação, pois isso tudo foi custeado pelo SUS.

    Contatos
    Caso exista interesse em obter mais alguma informação, curiosidade ou complemento de algum ponto aqui citado estou à disposição através dos e-mails:

    ricardofiaschi@hotmail.com ricardofiaschi@yahoo.com.br

  377. Alice Ratko comenta:

    6 julho, 2010 @ 1:56 PM

    Amigos,
    Quero compartilhar parte da historia de dor da minha mae (71 anos). Há 4 anos desenvolveu a nevralgia do Trigemio. Foram mtos dias /noites de dores e desespero. Passamos por 9 medicos e nda. Já no desespero, entrei na internet e achei esse canal, onde nosso querido amigo Ciro Campos dava referencia de um medico de Curitiba, foi aonde ascendeu uma ponta de esperança de ver o sofrimento da minha mãe e da familia toda ser amenizada. Sem questionar, entrei em contato com o tal medico por email, imediatamente fui atentida. Marcamos p/ fazer o procedimento do balão na esperanca de neutralizar as dores em choque. Fizemos a primeira vez aliviou a dor em +/- 70% das dores, foi refeito novamente, ficou 6 meses sem dores, porem nenhuma dessas vez fez o amortecimento, esperado após o procedimento do balão. Semana passada foi refeito pela 3ª vez , o procedimento com o mesmo medico, faz bem dizer, que em momento algum nos sentimos explorado, e sim cada vez mais esperançosos diante de sua profissionalidade. Dessa ultima vez, acredito que minha mãe foi curada. Suspendeu toda a carga de medicacao (gabapentina 1600 mg/dia, carbamazepina 400 mg/dia venlafaxina 100 mg/dia). Hoje, uma semana ela esta sem dores alguma e sem medicação alguma. Entao, quero deixar aqui registrado àqueles que sofrem essa doença cruel e desumana a esperanca. Sempre há uma saída. O que não podemos é desanimar e entregar os pontos. Mais uma vez aqui, meu agradecimento a indicaçaõ do amigo Ciro Campos, que não hesitou em guardar só para si o alivio encontrado juntamente a uma pessoal tão receptiva, acima do gde profissional que é Dr Sonival.
    Visitem: http://www.inc-neuro.com.br/
    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442
    Meu email para contato, porventura alguém desejar trocar experiencias s/ NT: aliceratko@hotmail.com
    Abraços a todos!!!!
    Alice

  378. Obedes de melo comenta:

    7 julho, 2010 @ 6:11 AM

    Meu nome é Obedes de melo moro em Mato Grosso tenho 30 anos sou portador da neuralgia do trigêmeo.
    essa é minha estória!

    “Em 1999 eu fui lavar o rosto na água fria, deu um choque na minha face. Desse dia comecei a senti dor e choques nos dentes e nos olhos ao me deitar.
    Cortei o gelado, ventilador ligado direto na face pra tentar viver melhor, mais sempre passando mal, pois tudo que é gelado pra mim é veneno.
    No dia 15/06/2009 bati a escova na gengiva perto do nariz… Nossa! Começou a doer sem parar, fiquei louco de tanta dor… Parecia dor de dente.
    Resolvi ir a um Buco-Maxilo. Ele me falou que eu tinha um cisto na gengiva e que eu tinha de fazer uma cirurgia. Fiz a tal cirurgia e acabei tirando 3 dentes da frente, pensando que ia parar a dor… Engano, pois a minha vida é chorar de tanta dor.
    Agora não posso mais abrir a boca que dói tudo. Eu descobri que eu nunca tive cisto na gengiva. Fui reclamar com ele, que me mandou ir no psiquiatra… Nossa! Fiquei pior!
    Depois fui ao neurologista. Ele me passou Garbamazepina, que não adiantou. Depois prescreveu Gabapentina que também não resolveu…
    , segundo 5 neurologista que eu consultei me falou que era neuralgia do trigêmeo e que eu tinha de fazer uma cirurgia, agora em maio de 2010 eu fiz a cirurgia do trigêmeo no hospital das clinica em São Paulo mais as dores não saiu da minha face e nem da minha boca fui tomar água gelado fiquei de cama 2 semana e o Professor de dentista da univercidade de São Paulo me falou que que estou com um trauma no nervo trigêmeo mais o neurologista que me passou a cirurgia do trigêmeo a descompreéção depois da cirurgia me falou que estavo com 2 problema que eu deveria ir no dentista, fui na falcudade de dentista todos me falou que era o trigêmeo agora não sei mais o que fazer ja recorri a medicina! EU PRECISO DE AJUDA ESTOU SOFRENDO MUITO COM DOR ESTOU FAZENDO DE TUDO PRA MIM VIVER MAIS ESTA MUITO DIFICIL!

  379. Jorge Martins comenta:

    11 julho, 2010 @ 7:51 PM

    Ao Ricardo Augusto Fiasch, desejo as maiores Felicidades pelo êxito da cirurgia e que Deus o acompanhe.

  380. jose Ronivon comenta:

    15 julho, 2010 @ 5:07 AM

    sinto dores a mais ou menos uns 9 anos tenho 27 hoje a unica conhecidencia e que as dores comesaram quando meus dentes siso estavam nacendo. Minhas dores e na maça do rosto lado direito, pareçe xoque eletrico e inicia quando toco perto do nariz ou nos dentes do lado direito. meu apelo e por uma informaçao se existe algum especialista em meu estado sou de MS
    NAO SEI MAIS O QUE FAZER !!!

  381. Angelo comenta:

    20 julho, 2010 @ 7:36 AM

    Realmente Obedes essa dor é terrível e deixa a gente inabilitado sem poder fazer nada , apenas aguentar a dor e ficar pensando: Será que sempre vou ter que viver com isso??
    Sou portador da terrivel nevralgia do trigemeo do lado esquerdo na parte inferior da face, os primeiro episodios aconteciam leves e moderados sempre que eu ia enxugar o rosto com a toalha depois de escovar os dentes vinham os relâmpagos que se concetravam em um dente. Eu achava que aquilo seria um canal e fui enrolando pra procurar o dentista. Foi até que veio o grande episodio com a verdadeira face da nevralgia , estava dirigindo em uma manha de domingo quando começou as pequenas fisgadas e aumentado de intensidade que chegou ao ponto de eu pisar no freio do carro e parar no meio da rua com a mao no rosto fazendo eu ficar totalmente escravo daquela situação sem poder fazer nada…Poderiam juntar varias carretas atras de mim bozinando que eu não tinha condiçao nem de encostar o carro.
    Bom depois desse episodio a gente fica traumatizado e logo procurei o dentista que fez todos os exames e me disse que nao tinha nada no meu dente onde eu sentia a dor ele me encaminhou para um neuro e disse: “reza pra não ser uma nevralgia”. Realmente era uma nevralgia e logo o neuro me pediu todos os exames que logo eu fiz e nao deu nada… Ele me explicou toda essa maldição de doença que é CRONICA e me passou Carbamazepina 400mg ao dia , no começou ajudou um pouco depois melhorou e o remedio me deixava doidão
    Tratei uns dois meses ate desaparecer as dores, estou quase um ano sem sentir essa dor terrivel. Mas quando lembro sinto ate medo dela voltar. Fico pensando sera que o resto da minha vida vou ter que viver com isso? Tenho apenas 26 anos e ja estou com doença de velho, meu neuro disse que pra ter essa doença basta ter o nervo trigemeo….rs
    Bom Obedes aconselho procurar um neuro em outra região pra ir testando todos os tipos de medicamentos em vc ate um dar certo, tem pessoas que chegam a tomar até morfina! Eu te entendo e digo que quando a gente sente essa dor nos não valemos nada!!
    Abraço e melhoras!

  382. Almir comenta:

    26 julho, 2010 @ 10:14 PM

    Acho que deve m considerar um bem vindo ao “clube”! Tenho 57 anos e meus primeiros sintomas foram em 2007. Fiz tratamento de canal dentário mas nada adiantou. Até que, por exclusão, foi diagnosticada a tenebrosa “neuralgioa do trigêmio”. Tomei cabamazepina de 200mgt, três vezes ao dia, por quase um ano (2008) e fui reduzindo a dosagem no ano seguinte. Ao final de 2009 o médico me considerou “curado” e supendeu a medicação. Passei um final de ano e umas férias fantásticas em janeiro de 2010. Porém, em fevereiro tudo voltou, com mais intensidade. E agora ja estou tomando 800 mg diárias da carbamazepina e nada. A última ressonância indicou uma alça vascular junto à emergência do nervo trigêmeo à direita. Parece que só uma intervenção cirúrgica amainaria a situação. Mas tenho sérias dúvidas. Gostaria de ouvir conselhos de especialistas ou pessoas que já se submeteram a alguma intervenção. Desnecessário falllar da terrivel dor que sinto, pois seria recorrente em meu relato. Obrigado e, realmente, espero para todos nós um alento.

  383. Bernadette comenta:

    28 julho, 2010 @ 10:29 PM

    Há um mês comecei com dores horriveis do lado esquerdo, não sabia que médico ia pois a dor é terrivel, fui no clínico geral que me passou o tegreto, toragesic , dividol e paco 500/30 que é derivado de morfina, fora que tomo rivotril, mais atenol pra pressão, azetiniba e artovastatina para colesterol.
    essa dor não parou fui a outro médico que me passou os mesmos medicamentos só mudando os nomes, e me deu uma carta para procurar o dentista me dizendo que podia ser atm.
    Hoje dia 28/07 fui na uniesp em araraquara na emergência, pois na minha cidade os dentistas me disseram que não tinha dentista que avaliassem a ATM. o dentista de lá me adenteu e falou que não era parte dele, mostrei todos os medicamentos e ele me liberou.
    Dia 30/07 vou voltar em outro dentista para avaliar se é ATM, só sei que tenho vontade de bater a cabeça na parede até estourar de tanta dor, não sei se é pq. tenho fibomialgia que a dor não passa.
    Dr. gostaria de saber se tem algum exame que mostre se é nevralgia do trigêmios mesmo, já fiz RM aguardo resposta

  384. ATILA PATRICK comenta:

    31 julho, 2010 @ 8:42 PM

    Ola pessoal!!!!!,
    Queria pedir uma coisa de coração mesmo, gostaria que vocês, entrasse no portal do Ministério da Saúde site http://portal.saude.gov.br/portal/saude/default.cfm – e na parte da ouvidoria no site der sua surgestão, reclamação, e critica, etc. arespeito da nevralgia do trigemeo.
    Para sensibilizar o governo sobre essa doença que acaba não só com o portador de nevralgia do trigemeo mas, com os familiares e amigos proximos.
    Por isso essa semana eu fiz uma denuncia e uma critica no portal da ouvidoria de Ministério da Saúde, Por que os médicos não que atender mais minha mãe, de tanto ela ir para o hospital tomar medicamentos fortes tais como DOLANTINA DOLOSAL. como eu sou do interior da Bahia os medicos da qui pouco conhece esse tipo de doença. Ai eles acham que minha mãe esta ” doida precisando de Psiquiatra” Por isso minha mãe tem que viaja 55 Km para uma cidade visinha para tomar medicamento pois os medicos da minha cidade não mais que medica-la. Por isso fiz a denuncia e logo o Ministerio ligou para secretaria de saude de minha cidade para investigar o que estava avendo sobre essa possivel denuncia.
    minha mãe estar sendo acompanhada pela secretaria de saude da minha cidade como prioridade. tudo por causa desse reclamação. mas isso não é o bastante para minha mãe, ela precisa fazer tratamento fora da mina cidade aqui não tem tratamento so em São Paulo.

    Pessoal!!, os governantes não se preocupa com esse doença por que, ela so atingem menos de 000,3% da população brasileira. por isso eles não se preocupa.

    qualquer duvida entre encontato comigo.

    Orkut. atilapatric@gmail.com
    Msn. atilapatrick@hotmail.com
    telefone (0xx74) 9979 6405

  385. Brenda Mendes comenta:

    3 agosto, 2010 @ 1:17 PM

    na semana passada, fui entrar no carro e bati com a lateral da cabeça na porta do carro.Desde este dia, estou sentindo uma dor na lateral da cabeça, um pouco atras da orelha, um pouco mais para cima.São “fincadas” ou mesmo dores latejantes, ficam fincando, uma atras da outra. Eu acho que é do nervo trigemeo.Tomo Neosaldina e a dor passa. Os sintomas são identicos ao da nevralgia do trigemeo.As fincadas vem, quando menos se espera.Será que estou certa?Quando vai passar esta dor?Obrigada, Brenda.

  386. Obedes de melo comenta:

    11 agosto, 2010 @ 11:41 AM

    Meu nome é Obedes de melo tenho Neuralgia do trigêmeo a dez anos!
    minha vida é sentir dor! ja fiz 2 cirurgia uma eu fiz em julho de 2009 com um dentista que me enganou me falando que eu tinha um cisto na gengiva e nessa cirurgia ganhei uma contração no nervo com uma dor que mexe com todos meus sistema nervoso! em maio de 2010 eu fiz uma cirurgia no Hospital das clinica em São paulo com a equipe da Dra. Silvia pois então nada de parar a dor depois da cirurgia a dor aumento doi meus dentes o nervo perto do nariz o olho do lado esquerdo não posso tomar nada gelado Ar Condicionado não sei mais o que será da minha vida não posso trabalhar assim! quero ver se consigo encostar com essa duença ! ja fiquei sabendo que o governo não Ta nei aí pra essa doença então o jeito é se matar tirar a vida!????????????????
    gostaria de uma resposta sobre esse assunto ??? Pimenta no cu no zoto é refresco né!!!! essa é a verdade! que Deus tem piedade de todos que tem esse problema de Nueralgia do trigêmeo!!! meu contado emeil, msn, orkut, obedesmelo_tga79@hotmail.com
    65-9986-4989

  387. william comenta:

    19 agosto, 2010 @ 3:31 PM

    ola gostaria de saber si o sus faz este tipo de cirurgia e o codigo do sus para altorizar este tipo de cirurgia obrigado dez de ja .

  388. Andreia comenta:

    20 agosto, 2010 @ 9:07 AM

    Olá. Sou portuguesa e já deixei aqui o meu testemunho anteriormente. Desde já gostaria de dizer que decifrar algumas mensagens que aqui são postadas não é obra fácil, é cada erro ortográfico que até mete medo! Apenas vos deixo esta mensagem: há solução! Poderá ser dispendiosa para alguns, acredito que sim, mas que existe solução existe, NINGUÉM tem de viver com esta doença! Uma coisa vos garanto, quem sofre com este tipo de dores chega a um ponto de nem querer saber se a cirurgia deixa mazelas ou não, não existem dúvidas nem hesitações e tenta-se TUDO, mas TUDO, para parar com estas dores, tendo sempre em atenção que a cura se faça junto de profissionais com credibilidade! Quanto ao valor das cirurgias, são caras, sim, incluindo tratamentos posteriores, de pensos e assim, internamento hospitalar, etc. Tudo isso custa $, mas neste tipo de casos devemos lutar com tds as nossas forças, procurar ajudas, pedir emprestado, pagar em prestações, fazer qualquer coisa… depois da saúde ganha e com muita fé e trabalho árduo, tudo se consegue repor. Em relação ao sucesso das cirurgias, a medicina, como aqui já foi dito muitas vezes, está muito avançada e a nevralgia do trigémeo começa a ser uma doença mais comum do que se pensa e tem solução. É muito dolorosa, mas se pensarmos na máquina que é a nossa cabeça e tentarmos perceber o que está relamente provocando as dores, vimos que afastar qq veia, artéria ou seja o que for, do nervo, a partir da boca ou de um corte na cabeça, não há-de ser coisa assim tão complicada para neurocirurgiões que o fazem centenas de vezes por ano. Pena tenho de quem sofre de doenças adjacentes, como esclerose multipla, que origina o desgaste da mielina do nervo e aí, nada há a fazer senão aguentar e tomar mt medicação.
    Deus ajuda muito. Acreditar nele dá-nos força e preenche-nos mas não nos cura, quem tem de caminhar e lutar suando, com o nosso corpo e força espiritual somos nós, por isso, não desistam, não desanimem, procurem, corram, perguntem, vasculhem por todo o lado e mais algum para conseguirem viver a vida como ela deve ser vivida, alegre e feliz, sem queixumes e tristeza!
    FORÇA!

  389. Obedes de melo comenta:

    21 agosto, 2010 @ 5:44 PM

    Sim William o SUS faz a cirurgia ! mais se na sua região não fazer a cirurgia vc deve pega um encaminhamento público e ir no TFD do seu estado e encamiar pra são paulo no hospital das clinica o telefone do hc. 01130697802 marca consuta com a Dra. Sivia sobre neuralgia do trigêmeo mais enformão me me add no msn ou me manda emeil no obedesmelo_tga79@hotmail.com

  390. Cid Teixeira comenta:

    23 agosto, 2010 @ 4:04 PM

    Boa tarde, amigos.

    É curioso recorrer à opiniões tão diversas sobre delicado assunto, mas somente quem o vivencia, tem a exata dimensão do mesmo e o quanto é necessário a troca de informações sobre tal.
    É muito sofrimento para uma família só.
    Minha jovem esposa apresentou-se com fortes dores na região facial e depois de passar por vários “especialistas” foi aconselhada por um professor doutor em odontologia, a “serrar” todos os seus lindos dentes como forma de corrigir sua oclusão, o que, segundo esse “especialista” provocava tais dores. Atendido o conselho e tendo seus dentes “serrados” cruelmente e sem anestesia (por incompatibilidade com tal procedimento) minha esposa continuou com o seu martírio de sofrimento e, sem sucesso, teve essas dores acentuadas, vertiginosamente.
    Sofrendo e rogando aos céus por uma solução, depois de 3 anos de peregrinação por diversos centros especializados, ouvimos pela primeira vez a expressão “neuragia do trigêmeo”, o que, se nos alegrou pela descoberta da doença, frustrou-nos pelo insucesso da cura.
    Minha esposa apresentou-se pela 1ª vez à equipe do Dr. Manoel Jacobsen no ano de 2000 e foi submetida a intervenção cirúrgica do “balãozinho”, retornado a nossa cidade natal que é Acopiara na região central do estado do Ceará.
    Aliviada das dores n’um primeiro momento, tal não foi nossa surpresa, quando, nove meses após a 1ª cirurgia, as dores voltaram com tal intensidade que ela foi submetida a nova cirurgia, desta feita, pela mesma equipe do Dr. Manoel Jacobsen no hospital 9 de Julho, em São Paulo.
    Passados 11 meses da 2ª cirurgia, minha esposa apresentou novo qudra de dores agudíssimas e, novamente, foi submetida a uma 3ª cirurgia, dessa vez, efetuada pela equipe do Dr. Jackson Gondim em Fortaleza-Ce e 8 meses depois dessa data, apresentou novo quadro da doença, sendo novamente e pela 4ª vez, submetida a interevenção cirúrgica do “balãozinho”.
    Relato tudo isso a vocês, como forma de expressar o pesar que sentimos, eu e minha família, pelo sofrimento enfrentado por todos aqueles e seus familiares, que aquí expressaram suas mazelas no trato com tão infame doença.
    Qualidade de vida em baixa, dor, sofrimento, choro, angústias, desestabilização do planejamento familiar e porque não dizer revolta?
    É esse o quadro que melhor se identifica com uma família que sofre com um ente querido portador de “neuralgia de trigêmeo”!
    Por último, quero registrar que minha esposa, hoje com 43 anos de idade e 15 de convivência com essa doença, encontra-se exatamente nesse momento (16h do dia 23 de Agosto de 2.010) em um consultório médico na cidade de Fortaleza, acompanhada de nossos 3 filhos, para mais uma consulta com outro especialista e, provavelmente, será submetida a novo procedimento cirúrgico, pois encontra-se acometida de de novas velhas dores.
    É esse o meu relato, feito, talvez, por necessidade de desabafar e ter consciência das minhas limitações humanas.
    Que Deus seja misericordioso com as nossas famílias!

  391. Dra. Daiane comenta:

    24 agosto, 2010 @ 9:25 AM

    Olá Cid,
    Sou Cirurgiã Dentista, Habilitada em Laserterapia pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia), Mestre e doutoranda em Laser, e gostaria muito de falar com você a respeito de uma nova técnica terapêutica não invasiva para tratar nevralgia do trigêmio.
    Trata-se de laser de baixa intensidade. São feitas irradiações indolores, 2x por semana, e o tratamento apesar de ser um pouco longo proporciona uma qualidade de vida normal, controla a dor, sem utilização de medicamentos. Já tenho vários casos de sucesso aqui em Campinas onde atuo.
    Se lhe interessar, entre em contato: dai@usp.br.
    um abraço
    Daiane

  392. rosa dias comenta:

    27 agosto, 2010 @ 10:30 PM

    Ola caro colegas fiquei encantada com o depoimento do ricardo de todos que pesquisei ate agora sobre neuralgia do trigemeo ele teve todas as dores que tenho,+nao lavar os cabelos,nao pentear ,as vezes ate andar.,e esta me atrapalhando com minhas filhas ,meu trabalho,em fim na na minha vida ,so que na minha cidade nao tem tratamento adequado como eu gostaria de ir para ribeirao preto no HC ,quem sabe me fariam uma cirurgia igual e eu voltasse a ser feliz. obrigado pelo espaco

  393. Katia telis comenta:

    8 setembro, 2010 @ 7:11 PM

    Oi gente, estou chocada, li o depoimento de várias pessoas e percebo que não sou a única a sofrer deste problema, realmente maldito. Não gosto deste termo pois ele é muito distânte das leis de Deus, mas o nome é propicio, maldito.

    Faz mais de um ano que sofro desta doença e a cada dia tenho muitas pioras, uma vez que sou ansiosa e muitooooo nervosa, minhas dores ficam na região do ouvido esquerdo, irradia em região temporal e desce para face, pescoço, torax e hoje descobri após uma consulta com um médico clícico (anjo) que devido ao processo de inflamação que sempre veêm acompanhado com as dores, chegar aos braços e deixar sequela.

    Vou explicar melhor, estou em franca crise algica e inflamatória, mas algo foi diferente do que as crises anteriores meu braço esquerdo esta muito canssado, sinto fortes dores, acompanhada de fraqueza muscular, perco a força do braço quando pego num simples copo, é como se eu tivesse tido um AVC ou uma sequela sequela dele. Após este atendimento médico tomei conhecimento destes relatos de casos e que a doença alem de não ter cura, possui uma evolução as vezes ruim.
    Sou enfermeira, mas por causa da ansiedade procurei não lêr artigos deste assunto, fui pega de surpresa quando meu braço perdeu a força, imaginei pode ser… mais até confirmar que foi o trigêmio que causou mais este sofrimento… Nem sei se ficarei com alguma sequela no braço, pois tenho que aguardar a melhora da inflamação .

    Acreditava que as crises seriam espassadas na medida que os remédios fizessem efeito tomo oxcarbazepina 600 mg e gabapentina 300 mg e cymbalta um antidepressivo, não lembro a dose. Mais um efeito que tenho o esquecimento, em crise minha memória recente fica horrivel. Já troquei algumas vezes o medicamento e as doses sempre aumentam, meu tto atual é com um neurologista de São Caetano do Sul – SP, um Psicólogo, um psiquiatra de SBC, um dentista com especialização em ATM. O bruxismo tambem é meu companheiro, uso placa de mordida

    Tambem fui avaliada por um neuro especialista do sono, pois tenho uma polissonografia com algumas alterações e este me pediu ema ressonancia do cranio e ouvido. Acredito que o resultado será normal, depois de ver estes relatos. Este mês completo 1 ano afastada de minhas atividades laborativas, antes eu cuidava das pessoas, hoje sou cuidada, como dizem o mundo da voltas.

    Não me imagino daqui 10 anos ainda reclamando destas dores.

    Gostaria de saber: se alguem ja teve assim como eu pinçamento do nervo e inflamação até os membros superiores, sendo mais especifica alguem ja sentiu o braço perdendo a força ou ficou com sequela no braço com diminuição da força?????
    Será possivel alem de dores o nervo ser pinçado pela inflamação muscular e deixar sequelas?????
    Tenho disfunção de ATM, mas sem alteração nos condilos, a cirugia no meu caso não é indicada meu tto é somente com o uso da placa. Meu dentista ja reposicionou meu maxilar, levou ele para frente atraves da placa de mordida e quando ela esta desta maneira as dores do trigemio são muito raras, porém existe muitas contra-indicações em manter o maxilar desta forma, não é uma posição anatomica real e pode danificar os ossos dos condilos, alem de inflamar os musculos mastigatórios com frequencia.

    Se algum buco maxilo, dentista ou médico puder responder meu relato ficarei grata. A nevralgia do trigemio pode levar a um processo inflamatorio muscular e chegar aos braços, pode deixar a pessoa com sequelas, a inflamação pode aumentar a lesão no nervo???

    Alguem faz acompanhamento com grupo de dor em São Paulo – Capital? gostaria de saber relatos, penso em procurar a equipe de dor que tem na Santa Casa de São Paulo, li um relato que tbem teem no HC, naõ sei se ajuda em alguma coisa.

  394. Obedes de melo comenta:

    13 setembro, 2010 @ 4:28 AM

    Dor com duração de cerca de dez anos, com longa historia de exames e tratamento, incluindo diagnótisco de neuralgia do trigêmeo, tratamento farmacológisco (anticonvulsivantes antidepressivos tricíclicos e opióides) e cirurgia de descompressão microvascular. Teve dois elementos dentarios exatraídos e um procedimento círúrgico local, na tentativa de aliviar a dor, com piora a cada procedimento.

  395. ana carolina boschini de oliveira comenta:

    14 setembro, 2010 @ 4:32 PM

    ola a 3 anos eu ingravidei e comecei a sentir fortes dores no rosto axando q era dor de dente fiz canal em 4 dentes e nada da dor passar fiz raio x da face toda e nao deu nada .fui a uma neurologista fiz tomografia do cranio tambem nao foi constatado nada.mas pelos sintomas q eu descrevi na mesma hora a doutora me disse q eu tinha neralgia do trigenio comecei a fazer o tratamento com o medicamento LAMITOR 100 mg apos 4 meses de usar o medicamento a dor sumio por 5 meses e voltou denovo faco o uso do medicamento 1 vez ao dia quando esta muito atacado faco o uso 2 vezes..sinto dor todos os dias e quase todos as horas porem dores rapitas gostaria de saber c estou com o medicamento certo.. obrigada

  396. Eloisa Maria Jose de Barros Vianna comenta:

    27 setembro, 2010 @ 1:16 PM

    A varios anos venho sofrendo essa dor terrivel, e não passa por nada fui ao Dentista me disse que tinha pedaçõ de dente tocando no nervom tomei tegretol e nada. vai passa por um tempo e volta..será que existe dor mais insuportavel que essas .será qie existe. Quem descobrir o rémédio que avista.

  397. Marilene comenta:

    3 outubro, 2010 @ 1:15 PM

    Boa Tarde, gostaria de tc com pessoas q tem essa dor terrivel, estou em crise e esta dificil de passar ja fazem 2 anos q estou com essa dor, no começo pensei q fosse dente fiz tratamento de canal e nada, um amigo enfermeiro q descobriu o q eu tenho nevralgia do trigêmio.
    Vou passar meu msn, mais gostaria q me add quem tem esse problema.
    endereço verzima_41@hotmail.com
    Obrigada e uma linda tarde.

  398. Obedes de melo comenta:

    5 outubro, 2010 @ 2:25 AM

    Meu nome é Obedes de melo tenho 30 anos,

    tem 10 anos que tenho dor no maxilar e na mandíbula essa dor começa com ventos gelados ar condicionado pois tudo que é gelado pra mim é veneno não posso tomar nada gelado que me faz mal,

    em 1999 eu trabalhei em uma loja de material de Construção meu serviço na empresa era descarregar cimento quente na cabeça depois fui tomar um refrigerante gelado e tomando o refrigerante gelado me deu uma dor de cabeça e sempre sentindo dor de cabeça, em 1999 eu cai de Bicicleta batendo os dentes no chão os dentes de cima do lado esquerdo meu dentes da frente ficou todo mole na região que tenho as dor

    Em 2000 fui em vários dentista e neurologista me pássaro vários exames mais não deu nada pois então ate 2005 eu corri atrás depois cassei de correr atrás de médicos estavo me Adapitando conviver com a dor mais sempre passando mal, em maio de 2009 eu bati a escova na gengiva começou a doe sem parar parecia dor de dente, fui no dentista pra vê essa dor, o dentista abriu o canal e nada de parar a dor eu mandei ele tirar o dente pra vê se parava a dor tirei o dente e nada de parar a dor, fui em vários dentista ate um me manda ir no boco maxilo facial segundo o boco me falou que eu tinha um cisto na gengiva e que eu tinha de fazer uma cirurgia eu fiz a cirurgia depois disso comecei a senti um nervo atrofiado quando eu mexo a boca eu sinto o nervo duro no céu da boca esse nervo doi sempre agora minha vida é sentir dor o utimo remédio que faz parar de doe é dormi não doi quando estou dormindo ja fui em varios profissional neurologistas, boco maxila facial, dentistas, fui no Hospital das clinica em Sp.

    Segundo um neurologista Dr. Antonio me falou que eu tinha neuragia do trigêmeo

    Me falou da cirurgia descompreésão eu fiz a cirurgia mais nada de parar a dor

    Fui no neuro Dr. Antonio segundo ele me falou que meu problema era com dentista fui na Odontologia Dr. José Tadeu T. sinqueira e o neuro da mesma equipe me passando Longactil 100 mg

    e Amitriptilin 25mg Primeira semana 1 de manha e 1 anoite,

    segunda semana 2 de manha e 2 anoite

    terceira semana 2 de manha e 3 anoite

    quarta semana 2 de manha e 4 anoite

    estou tomando os remédios e Amitriptilin 25mg já a 1 ano e 3 meis e 4 meis Longactil 100 mg mais ate agora nada de parar a dor

    não consigo mais trabalha estudar namorar estou vivendo pra dor

    já fui em 6 neurologistas, mais de 30 dentistas, e 5 universidade de odontologia.

  399. claudia pizzi comenta:

    6 outubro, 2010 @ 10:33 PM

    por favor, alguém me dê uma resposta. minha sogra tem problemas no nervo trigemeo, ela fala até em suicidio de tanta dor que sente, fora a enxaqueca cronica que tem, por favor alguem me ajude a achar um especialista para curá-la. sou de resende estado do rio, aqui nao conheço ninguém, nem publico e nem particular. nao gostaria de vê la se suicidar por falta de ajuda

  400. Ciro Campos comenta:

    8 outubro, 2010 @ 9:59 AM

    Claudia Pizzi:

    Sou portador do mesmo problema de sua sogra e, posso, quem sabe, passar a minha experiência, já que a minha melhora foi considerável.

    Força e fé.

    cirocampos2006@hotmail.com

  401. beatriz comenta:

    11 outubro, 2010 @ 7:08 PM

    tenho 16 anos e tenho muita dor em meu macxilar e ja fui em neurologista ,bumaquicilo, dentista tirei quatro zizos coloquei aparelho odontologico a um ano e essa dor so vem piorando os medicos nao achao q e neuragia dos trigemios pois dizem que a dor so da em xoque , mas a minha dor e em pontada .. eu nao aquento mais sentir tanta dor quase todo dia eu to enternada ..

  402. Obedes de melo comenta:

    12 outubro, 2010 @ 3:56 PM

    Tem dez anos que tenho Dor nos dentes com gelado e ar Condicionado, e vendo na face, sempre gripado, doi meu maxilar e minha madibula, segundo um boco maxila facial eu tinha um cisto na gengiva e que eu tinha de fazer uma cirurgia eu fiz a tal cirurgia e ganhei um problema maior uma contração uma dor no céu da boca no maxilar do lado esquerdo, tenho uma longa historia de exames e tratamento, incluindo diagnótisco de neuralgia do trigêmeo, tratamento farmacológisco (anticonvulsivantes antidepressivos tricíclicos e opióides) e cirurgia de descompressão microvascular. eu tive Teve três elementos dentarios exatraídos e um procedimento círúrgico local, na tentativa de aliviar a dor, com piora a cada procedimento.
    meu emeil e msn é obedesmelo_tga79@hotmail.com

  403. Obedes de melo comenta:

    12 outubro, 2010 @ 4:06 PM

    TEM UMA EQUIPE DE MEDICOS NO HC HOSPITAL DAS CLINICA DE SÃO PAULO QUE TRATA DE NEURALGIA DO TRIGÊMEO
    AV.DR ENÉAS DE CARVALHO AGUIAR, 255 CEP.05403- SÃO PAULO SP. FONE 011- 3069-6000 MARCA CONSUTA COM A DRA. SILVIA
    SE VC NÃO DE DO ESTADO DE SÃO PAULO VE COM O TFD DO SEU ESTADO QUE ELES TE ENCAMIA PRA SP. PRA FAZER A CIRURGIA QUE PRECIZA SER FEITA!

  404. Obedes de melo comenta:

    18 outubro, 2010 @ 3:57 AM

    He has ten years I have pain in the teeth with ice and air conditioned, and seeing the face, always cold, my jaw hurts, a second jaw face Boco I had a cyst in the gum and I had to have surgery so I did the surgery and won a major problem a contraction a pain in the palate of the mouth in the jaw on the left, have a long history of testing and treatment, including diagnótisco trigeminal neuralgia, treatment farmacológisco (anticonvulsants antidepressants and opioids) and microvascular decompression surgery. I had three elements Dental exatraídos and a surgical site in an attempt to relieve the pain worsens with each procedure.

  405. Americo Coelho comenta:

    23 outubro, 2010 @ 8:58 PM

    boa noite venho pedir ajuda porque a minha mae tem um problema facial no qual os medicos dizem ser uma nevralgia de trigemeo e dizem nao ter cura que ela tem de aprender a viver com a dor nao aguento ve-la assim ela ja anda nisto vai fazer agora em novembro 4 anos quero ajudar a minha mae e decidi vir pesquisar á net por favor ajude-me a ajudar a minha mae o problema dela á na boca mas agora anda tambem com dores na coluna nao sei se isso afecta e claro custa me ve-la sofrer assim é minha mae deixo aqui o meu numero contacte me por favor pago-lhe as chamadas tudo so queria poder entrar em contacto consigo o mais rapido possivel agradeço a atençao

  406. Americo Coelho comenta:

    23 outubro, 2010 @ 9:01 PM

    esquecime de deixar o meu numero de telemovel contacte me por favor 913312970 queria leva-la a consultas ou qualquer coisa falar consigo sei lá mas tente me contactar obrigado

  407. GRAÇA comenta:

    26 outubro, 2010 @ 8:11 PM

    OLÁ PESSOAL !!!

    Tenho 48 anos, quero que saibam que me sentí muito aliviada em encontrar neste site voces, que agora são meus companheiros de jornada.
    Sou portadora da “Neuralgia do Trigemio” há 6 anos, tenho choques no maxilar direito, como se fosse na raiz de um dente, no primeiro episódio da dor deixei meu dentista quase louco, ia no consultório dele dia sim, dia não. Quando pedí que ele extraísse meus dentes do siso se recusou, disse que havia participado de um congresso há poucos dias e abordaram sobre este tipo de dor, que talvez não adiantasse extrair nenhum dente meu, uma vez que estavam perfeitos.
    Por indicação de minha cunhada encontrei uma dentista que estava se especializando em dor na face. Extraiu um dente que estava comprometido, e me fez um questionário de +/- 30 perguntas. Diagnosticou como Neuralgia do Trigemio, e me encaminhou para um neurologista, fiz todos os exames que tirassem a suspeita de qualquer outra doença (Raio X, Tomografia, Ressonancia e Panoramica), exames que foram analisados por médicos especialistas em todas as áreas, como Otorrino, Buco Maxilo Facial, Especialista em Cabeça e Pescoço. Realmente nenhum tipo de doença encontrado. Passei a tomar anticonvulsivantes, que inicialmente a dose de 900 mg da Carbazepina ou a oxcarbazepina foram suficientes para tirar a dor por completo, me sentí muito feliz. Mas o máximo que conseguí ficar sem dor foram 6 meses. As crises se repetiam e começou ficar difícil o simples ato de escovar os dentes, lavar o rosto, comer, etc…
    Em Maio de 2009 ela veio pra ficar, fiquei até Fevereiro de 2010 com os choques bem amenos, suportáveis, portanto não fazia uso de medicamentos, foi então que a situação piorou muito, comecei a tomar novamente os medicamentos, em Março estava tomando 2.400 mg da oxcarbazepina, meu neurologista disse que a solução seria uma intervenção cirurgica, tenho um plano de saúde que melhor não tivesse, os bons médicos ficam pouco tempo e não havia nenhum de confiança, tive a indicação de 3 bons médicos de São Paulo, um deles era o Dr. Manoel Jacobsen Teixeira, que o escolhi para resolver meu problema. Vale salientar que trabalho em uma empresa privada e que com 2.400 mg de anticonvulsivo praticamente não conseguia mais trabalhar, apenas cochilava em frente ao computador. Marquei minha consulta com Dr. Manoel, ele tentou manter-me com medicamentos, disse a ele que não dava mais pra viver daquele jeito, marcamos a data da intervenção por rádio frequencia para o dia 24/04/2010, paguei R$ 18.000,00 pela cirurgia, ou melhor, ainda estou pagando. Foram 5 meses muito felizes e eu confiante que estava curada. Numa tarde de domingo, final do mes de Setembro, sentada no sofá assistindo TV sentí um choque, pensei comigo, é coisa da minha cabeça, passei a ter medo e pavor desta dor. Passaram-se mais uns 5 dias, sentí outro choque, pensei preciso ligar para o Dr. Manoel, e gradativamente ela foi aumentando, dia sim dia não, depois todos os dias e agora estou em crise novamente, comecei a tomar os medicamentos novamente, por enquanto estou com 600 mg de oxcarbazepina e 20 mg de baclon / dia, passei o domingo e a segunda-feira (ontem) o dia todo tendo choques, ontem a tarde chorei porque já não aguentava mais. Ontem a noite procurando mais informações e talvez uma solução definitiva para o problema encontrei este site, e me fez muito bem ler os depoimentos e já não me sentí sozinha, descobrí que tenho muitos companheiros de jornada e parece que o dia hoje foi até melhor, e fiquei anciosa que chegasse esta noite para deixar aqui a minha história da doença e querer compartilhar com voces esta árdua caminhada de dor. Apesar de tudo, tenho a certeza absoluta que Deus está conosco e não nos abandonará nesta jornada difícil.
    Um Grande Abraço A Todos, e que nunca percamos a esperança de dias melhores !!!
    Meu email para contato: mg-baialuna@bol.com.br

  408. Lia N. comenta:

    27 outubro, 2010 @ 12:31 AM

    Tenho 32 anos e há 1 semana sofri um aborto do meu segundo filho. Fiquei mto abalada emocionalmente e há 3 dias venho sentindo dores lancinantes no lado esq da face. Começa no ouvido e estende-se pela mandíbula até o meio do queixo passando pelas raízes dos dentes. Como tenho bruxismo e apertamento (uso plaquinha para dormir, mas nesses dias não consigo nem encostar no rosto) fui ao dentista achando q seria algo nas raízes dos dentes, mas a dentista me disse q pode ser nevralgia do trigêmeo e pediu q eu procurasse um neurologista. Estou tomando injeções de Profenid e Ibuprofeno comprimidos e por conta, Sedalex e Dipirona, mas nada adianta… as dores vem e duram alguns minutos depois passam aos poucos, é a pior dor q já senti na minha vida, parece q vou desmaiar! Acontece várias vezes ao dia, não consigo dormir, não consigo mastigar, não consigo trabalhar, cuidar da minha filha e nem me divertir. Sinto tbém dormência do lado esquerdo do corpo, porém esta dormência iniciou-se pelo braço há uns 2 meses. Não gostaria de tomar antiepiléticos como carbazepina, pois pretendo engravidar novamente no ano q vem, se o Dr. ou alguém da comunidade puder me dar uma orientação, ficarei mto grata.

  409. tatiane comenta:

    28 outubro, 2010 @ 4:06 PM

    descobri que tenho nelvragia de trigemeo,as dores são muito forte não sei mais o que fazer, tomei remedio e fiquei 8 meses sem dar dores e agora voltou,estou fazendo exames,gostaria de saber se tem cura,sos me ajudem me mandem alguma resposta não vivo mais so penso nisso.

  410. Katia Telis comenta:

    30 outubro, 2010 @ 7:05 AM

    Tatiane, Lia e Graça… e todos os outros que esperam uma luz e cura desta singela doença a nevralgia do trigêmio…

    Tenho um relato do meu caso neste site ainda deste ano, assim como vcs tenho esta doença, para quem perguntou se tem cura, não tem, é uma lesão no nervo do trigêmio este é o quinto par dos nervos craniânos com terminações periféricas no caso a face, esta lesão pode ocorrer por vários fatores mais o processo para entendimento é simples, trata-se de um conduite como o de cabo da luz desencapado e difícil ter troca, cada vez que passamos nervoso, estamos expostas ao frio, ou por livre vontado ele libera a condução nervosa e sentimos as dores…. existem vários tipos de tratamentos cirurgícos porém nenhum com eficacia de 100%, de cura, por isto nem sempre é indicado.
    Tambêm faço uso de antiépiletico atualmente tomo oxcarbazepina 600mg este pode aumentar a qualquer momento, associado a este tomo cimbalta que é um antidepressivo que tem componentes para dores, tenho me sentido bem, qdo doe ainda tomo por conta algum analgésico ou relaxante muscular. Já tomei carbamazepina mais a dose foi aumentando e nada de melhora, gabapentina muito bom para dor é bem especifico para dor nevralgica mais eu ficava muito sonolenta com ele e o baclofem que é um relaxante muscular por meses, mais hoje se tiver necessidade de relaxante prefiro o miosam tem efeito bem potente…
    Infelizmente a dependencia a estes medicamentos limitam mesmo a vida, tenho muito sono sempre, a cada crise de dor choro muito não pela dor e sim por ter que conviver com ela, hoje acompanho com um psicólogo, um neurologista muito bom, um dentista especialista em bruxismo tbem uso placa de mordida e passo com uma psiquiatra que auxilia no tto da dor e sempre me conforta com doces palavras e explicações de melhora de vida…
    Com tudo isso estou longe do trabalho há um ano, sou ENFERMEIRA, para mim a carreira era tudo, hoje estou aprendendo a viver de outra forma, tentando não estressar pois piora as dores, leio livros, vou a igreja que acredito, meus passeios são sempre ao ar livre estou longe de aglomeração, escuto músicas relaxantes e procuro estar próxima de pessoas alegres, para que a alegrias delas me tragam um sorriso, a vida não pode parar, o remédio é necessário, as doses sempre aumentam, o sono tbem, a receita de viver sempre com dor e feliz 100% ainda não tenho mais elevo minha auto estima com vaidade e a convivência familiar… abandono qualquer situação de estres dentro de minha própria casa, digo tenho que me preservar…
    Moro em São Paulo se necessitarem de algumas indicações de medicos neste estado posso ajudar qqer coisa podem escrever katia.telis@terra.com.br, vivo com uma bolsa térmica fazendo compressa morna na região auxilia muitoooo. Boa sorte a todas vcs…

  411. Ciro Campos comenta:

    30 outubro, 2010 @ 10:02 AM

    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Estou renovando esse esclarecimento, que fiz já a algum tempo,

    Anotem ai:

    http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Meses atrás,me submeti a procedimento (bomba) foi realiazado com o médico acima nominado e o retorno foi excelente. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes:

    cirocampos2006@hotmail.com
    Ciro,

    ou liguem para 42-9919-0101

  412. jaiminho comenta:

    2 novembro, 2010 @ 1:38 PM

    Meu nome é Jaiminh silva tenho 29 anos sou de belo horizonte e venho sofrendo com essa dor a 3 ano! eu ja extrai 3 dentes bolar do lado inferior direito e venho sentindo essas dores horriveis na face direita do meu rosto. ja fiquei sem dormir muitas noites , ja tomei aumoxilina , nimizulida, tadrilax tilex ,azitromicina e nada para essa dor! a ultima vez que eu fui a dentista ela disse pra mim que isso é nevralgia do trigemeo! eu gostaria de saber se tenho algum tratamento em belo horizonote ou se tem algum remédio que para de vez essa dor pois trabalho como back vocal estou trabalhando com dor , comendo com dor essa dor que vem alguns segundos e depois para ! preciso de ajuda por favor ! bjs e melhora a toddos que o Senhor Jesus possa nos curar essa enfermidade que nos atrapalha a viver porque ele não pertence ao nosso corpo e eu sei que ele pode nos curar pois ele é o medico dos medicos ainda vamos contar isso como testemunha de cura!

  413. Adriano Eduardo da Silva comenta:

    20 novembro, 2010 @ 7:49 PM

    Dr. estou há 2 meses com este dor na lateral da boca, no inicio parecia que era caxumba, por ter um inchaço na lateral do pescoço, como estava tratando um problema nas costas com uso de relaxantes e antiflamatorios, a dor no inicio não parecia fortes. Mas após 15 dias esta dor chegou insuportavél, toda vez que tento comer a dor vem que até perco a fome. Após varios exames como RX, USG, RX panoramico da boca. Mas a real mesmo foi que numa conversa com um cliente, que eu fiquei sabendo desta doença e resolvi pesquisar, e quando levei os exames para minha dentista falei com ela sobre esta doença que ao ver o resultado tudo se encachou, mas estou tomando o medicamento baclofen mas até o momento não houve melhora alguma, então vou trocar para o gabapentina, que espero que melhore. Desta forma gostaria de saber qual seria o periodo que tenho que utilizar este medicamento e se existe alguma cirurgia que possa fazer.
    Fica grato pela ajuda.

  414. Ewald Jan Scherner comenta:

    21 novembro, 2010 @ 9:49 AM

    Em janeiro de 2008 as dores insuportáveis começaram. Primeiro fui ao dentista e o mesmo me encaminhou ao neurologista e este diagnosticou a “Neuralogia do Trigêmo”. A partir de fevereiro começei tomar diariamente o medicamento “oxcarbazepina”. Esta medicação ajudou até o mês de maio de 2010. A aprtir deste mês esta medicação perdeu sua eficácia. Só restava ainda a intervenção cirúrgica. No dia 28/06/2010 me submeti a cirurgia “Descompressão vascular de nervos cranianos”.

    O resultado foi por um lado positivo mas por outro lado bastante negativo. A questão das dores provocado pelo nervo trigêmo foi resolvido, mas quase 5 meses após a cirurgia ainda estou totalmente surdo no ouvido direito e tenho muitas dificuldades com o equilíbro. Com a mudança da pressão atmosférica a audibilidade no ouvido esquerdo vai ficar menor e não existe a possibilidade em equilibrar esta pressão, como a gente faz durante a viagem de avião, abrindo a boca ou fechando o nariz e soprando. O meu Otorrino disse que ele poderia fazer um furo bem pequeno no timpano, para equilibrar a pressão, mas isto não faz muito sentido. Na próxima semana um aparelho auditivo será colocado no ouvido esquerdo, para melhorar a audição. Fui à um outro Neurologista e o mesmo receitou fisioterapia na água, para melhorar o problema do desequilibro. Ninguém quer me dizer, porque fiquei surdo e se existe a possibilidade em recuperar a audição. O Neurologista disse que ficar surdo após este tipo de cirurgia não seria normal.

    O Otorrino mandou fazer um exame BERA – Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Encefálico”. Este exame mostrou a perda auditiva total no ouvido direito. Como o primeiro exame foi feito por uma Fonoaudióloga, que não é médica, o segundo Neurologista solicitou que este mesmo exame fosse feito por um médico. Assim no dia 25/11/2010 este exame será repetido por um médico Neurologista.
    Surgiu mais um problema após a cirurgia no maxilar.
    Algum comentário?

    O resultado da cirurgia me deixou bastante estressado e num estado de depressão. Desde a cirurgia já perdi 10 kg.

  415. Amanda comenta:

    22 novembro, 2010 @ 7:56 PM

    Oi gente! Preciso de informação!!
    há 2 anos eu sinto uma forte dor na regiaão occipital da cabeça (parte de tras) de um lado e a outra do outro, e quando isso acontece eu coloco a mão dos 2 lados e eu sinto um alto relevo !
    Alguem sabe o que é isso?
    Por favor… Alguem me ajuude a saber disso.!
    Obrigada desde jaa!

  416. Fatima Guedes comenta:

    23 novembro, 2010 @ 2:14 PM

    Olá! Meu nome é Fátima e preciso de mais informaçoes sobre o nervo trigêmio. Há anos sinto dor do lado direito da face,dor nos dentes. ouvido ,olho em direção ao pescoço e atras da orelha. Já fiz extração de dente sem necessidade e a dor continua. O odontólogo chegou a conclusão de que é nervo trigêmio. Já varios RX do seio da face não aparece nada, exames oftalmo não tem nada, tomografia não aparece nada. Quase todos os dias tenho dor connstante. Não faço tratamento contínuo, uso dorflex e diminui a dor. Só que esse medicamento provoca aceleração no coração. Gostaria de ter mais informações sobre este problema.
    Grata a todos.

  417. mary-lane comenta:

    4 dezembro, 2010 @ 4:35 PM

    Tenho 38 anos, e sofro de nevralvia do trigemio,não tenho resultado com os medicamentos, o medico ja introduziu um balão, mas não teve muito resultado,pois estou novamente com crise, gostaria de saber outro procedimento.Já vi falar sobre um alcool que aplica no nervo mas eu não sei se e recomendado.A cirugia eu tenho muito medo, ainda mais aqui onde eu morro (Anápolis), a medicina e meio fraca. gostaria de um sujestão de um especialista nesta area.

  418. Marcio brito comenta:

    4 dezembro, 2010 @ 5:50 PM

    A palavra tem mais força do que qual quer doença ,pois verdadeiramente cristo levou sobre se as nossas enfermidades.como ter fé nessas ora de agustia, pois tenho 5 anos mas só descobri agora 8 mês, depois que começei a tomar esses epileticos que aumentou cada vez mais as dores. cada caso deferenciado de pessoas uns melhorão outros pioram outros se dão bem em determinada cirugia outros não alguns tem fé outros não . pois digo quando tudo esta perdido sempre tem uma luz, não tenha medo pois o choro, nos ensina a ser forte. mas do que qualquer desespero,Deus, não pune niguem, ele nos fortalece a cada manha com sua palavra mão tenha medo filho meu por que jesus já fez a parte dele falta nos fazermos a nossa parte, lutar até fim um abraço a todos

  419. Edmundo Heidrich Sobrinho comenta:

    6 dezembro, 2010 @ 6:36 PM

    meu problema é uma dente mal trabalhada. Ao extrair o dente, por outro dentista, vi que tinha 4 raizes, sendo uma trabalhada,
    outra ela deixou uma peça dentro, e as dois não mexeu. Aos pocos , desde 2002, piorando com sofrimento e dores agudas
    dos trigêmeos. Hoje esta crônica. Viva graças ao Tegretol, como sou sensível , estou constante dopato.
    Como eu tenho 86 anos o médico não quiseram fazer infiltração.
    Enquanto isto, vou sofrendo……….um abraço a todos

  420. Soraia comenta:

    15 dezembro, 2010 @ 3:54 PM

    Olá…
    Tenho cefaléia tensional com enxqueca… todo mês… só q nesse mês estou tendo dor no olho esquerdo,
    parece até q levei um soco no olho… e sinto muita sensibilidade perto dessa região q as vezes vai até a cabeça, tenho muitas tonturas e enjouo… minha cabeça fica com pressão e sinto fraqueza qndo estou em pé…
    Queria saber se isso é enxaqueca ou pode ser essa nevralgia? não quero e nem vou tomar antdepressivos… tem outro tratamento???? por favor, o q eu tenho? obrigada!

  421. jhon comenta:

    19 dezembro, 2010 @ 4:23 PM

    ola alguem mim ajuda, ja faz n sei quanto tempo q to cm esta dor na cabeçã no lado esquerdo meuu olho n feixa direito minha boca esta ate torta o médico jah passou varias injeçoes e remédioss e nada n seii o q fazerr cm minha boca torta ele disse q era nevralvia do trigemio e ate hoje alguem poe mim ajudar p favor!!!

  422. ciro campos comenta:

    19 dezembro, 2010 @ 4:44 PM

    Jhon:
    Anota o meu e-mail e manda o seu p te adicionar, assim, iremos conversando. Se preferir, liga p/ 42-9919-0101(da Claro) ou 42-9958-2404 (TIM).
    Abraço.

  423. Soraia comenta:

    19 dezembro, 2010 @ 11:14 PM

    Olá…
    Estou preocupada…
    Há duas semanas estou com dor e sensibilidade na face esquerda e dor no olho esquerdo… vejo pontinhos pretos e também vista esquerda embaçada… Ouvi dizer que pode ser esclerose… fiquei assustada… meu médico pediu alguns exames… mas estou com medo de fazer… Gostaria de saber se pode ser isso mesmo ou posso ficar tranquila??? meu médico passou piroxicam 20mg por 3 dias… melhorou um pouco, mas ainda não passou… sinto minha cabeça pesada, mas sem dor.
    Gostaria que me ajudasse…
    Obrigada!

  424. CIRO CAMPOS comenta:

    21 dezembro, 2010 @ 8:18 AM

    Soraia:

    Se quiser a minha modesta ajuda, poderei tentar e lhe repassar os caminhos que percorri em razão da doença. Anota meu e-mail e me adiciona para podermos coversar: cirocampos2006@hotmail.com

    P.S.: demais pessoas, se asssim o quiserem, poderão entrar em contato também.

    Força e fé para todos nós.

    Ciro Campos

  425. Danielle comenta:

    21 dezembro, 2010 @ 9:38 PM

    Prezado Dr. Armando,

    Fui diagnosticada com nevralgia de trigêmio pelo meu neurologista, após ir de hospital em hospital tentanto tratar amidalite, porquê tenho ínguas dos dois lados que ficam saltando. De tudo que eu já li aquí, o que casa com os meus sintomas são dores do lado direito violentas e repentinas, secura do olho direito e dor do mesmo. Às vezes acordo com o olho direito vermelho como se eu tivesse lido muuiiiito. O médico explicou que isto pode ocorrer por muita tensão nervosa e também bruxismo. Estou realmente num período de ALTÍSSIMA tensão nervosa. Nunca tive isso antes. Se pudesse matava um cachorro por dia só para aliviar a tensão. Ele me receitou cardiozepina…Bem, já fui até o dentista, que diz não ser problema de canal ou cárie. A cardiozepina me alivia muito, mas não posso parar de tomar ou quero matar mais de um cachorro. O que me preocupa são estes linfonodos. Eles tem alguma relação com nevralgia de trigêmeo? O meu neurologista nao sabe explicar…ele diz que isso confunde o quadro. O que eu deveria investigar? Grata desde já. Danielle

  426. sergio comenta:

    2 janeiro, 2011 @ 6:28 PM

    Ola Dr Armando!Tenho dores de cabeça cronica ,ja fiz tratamento de sinusite e a cinco anos atraz fiz uma cirurgia ortognatica, as dores de sinusite voltaram fiz uma tomografia e não acusou sinusite , tenho um quadro parecido com nevralgia do trigemeo quando a dor ataca não adianta analgesico acordo antes do horario e o remedio so alivia a dor que parece ter um punhal espetando a testa do lado direito refletindo no ouvido e lateral te traz da cabeça ,costumo praticar mergulho e na decompressao estou mexendo com o ouvido e contato com friagem , tem consequencia para inflamar o trigemeo ou pode ser somente casualidade e ter consequencia da cirurgia ortognatica,e oque devo fazer como tratamento.Sergio

  427. Adilson comenta:

    4 janeiro, 2011 @ 1:29 PM

    Dr. sofro ao um tempo com a neuralgia do trigêmino, topo o remedio trileptal e não está mais fazendo o resultado devido. Tenho receio da cirurgia, gostaria de saber quais sequelas esse tipo de cirgurgia causa. Obrigado! Aguardo!

  428. Ana Mendes comenta:

    6 janeiro, 2011 @ 11:43 AM

    Olá Dr Armando!

    Há mais de 2 anos sinto estas dores que depois de ir à muitos especialistas de diversas especialidades médicas e odontológicas, foi diagnosticado como Nevralgia dos Trigemeos. O meu maior problema foi que em abril de 2010, após 2 semanas de uso da carbamazepina adiquiri a Síndorme de Stevens Jhonson. Foi a pior fase que já vivi. Virei uma monstra, meus pais já não sabiam o que fazer e realmente, parecia que eu não iria aguentar. Agradeceço muito à Deus que me curou da alergia ao Tegretol, que poderia ser fatal. Porém, em outubro de 2010 tive crises fortíssimas e procurei oum neurocirurgião no Rio de Janeiro. Minha cirurgia está marcada para semana que vem. Será a Céu Aberto, descompressão do nervo mesmo. Eu estava completamente com medo de fazer a cirurgia. Mas bastou eu sentir uma fisgada de aproxidamente 10 segundos ontem – ontem que resolvi prosseguir com a cirurgia.
    Pois quando estou sem crise, tudo parece maravilhoso e me sinto até curada. Mas acontece que depois de meses, ela volta e me arrasa. Da última vez perdi 4 kilos e fora os problemas emovionais que adquiro. As pessoas não entendem. Sempre que estou em crise me afasto do trabalho e já tive que sair correndo de uma mesa de um restaurante com a mão no rosto direto pro banheiro gritando de dor.
    Perdi muita a qualidade de vida, mas tenho fé em Deus que com a cirurgia e com a intervenção dele, em 1º lugar, é claro estarei curada.

  429. Patricia comenta:

    10 janeiro, 2011 @ 10:50 AM

    Ola Adilson,tenho 39 anos e fiz ha um ano cirurgia de descompressao do nervo glossofaringeo.antes peregrinei querendo saber o que tinha,as dores eram absurdas,passei por dentistas,fiz panoramica,por buco maxilos,por otorrinos,por quatro neurologistas sendo que o ultimo me atendeu numa emergencia,me deu morfina,tive duas paradas e fiquei internada no cti para adequarem uma droga que controlasse a dor e pudesse ao menos me alimentar, tomei gabapentina e carbamazepina e melhorei apenas po 2 dias quando tive outra crise e fui internada em outro hospital pq esse ultimo medico nao encontrei.la nesse hospital tive a sorte de achar dois medicos que atraves de uma ressonancia ,que eu tinha em maos fizeram a cirurgia apos 15 dias.pra me livrar dessa dor eu topava tudo,ate de ficar com sequelas.Deu tudo certo,no começo fiquei com uma parte da lingua adormecida e o ouvido esquerdo surdo mais ao passar dos dias tudo voltou ao normal.Hoje vivo sem dor mais continuo tomando remedio oxcarbazepina so para o nervo se recompor.No meu caso dois nervos estavam sendo pressionados para arteria cerebelar e foram separados com teflon.Fique tranquilo,peça a proteçao de DEUS e va em frente.OBS:nao fiquei com nenhuma sequela!E-MAIL:prneves@bol.com.br

  430. Patricia comenta:

    10 janeiro, 2011 @ 11:01 AM

    Engraçado quase que a maioria dos casos que aqui li tem bruxismo,inclusive eu.Sera que isso nao pode ser uma forma de prever esta doença?

  431. Rosangela Gardenal comenta:

    13 janeiro, 2011 @ 10:28 PM

    Em 2006 após uma reuniã de trabalho muito desgastanten no caminho de volta pra casa comecei a sentir uma dor muito estranha e muito forte, a dor era muito forte mesmo que parecia ser na minha gengiva, depois parecia ser no osso do meu rosto, depois parecia que a dor irradiava para os meus dentes, tomei um analgésico mas a dor parecia aumentar cada vez mais, coloquei compressas quentes ..mas nada de melhorar ….enfim aquela noite não dormi nada….ao amanhecer o dia fui para o meu trabalho chorando de tanta dor e não conseguia nem falar direito, por eu trabalhar em um centro de medicina por diagnóstico fui direto na sala dos radiologistas …onde encontrei o médico Dr Adalberto Sestari – Cir. Neurologista que fez um Raio X da minha face mas nada foi diagnosticado…..por fim me colocou no soro com várias medicações p/ dor e fiquei o dia todo em observação, quando a dor acalmou fui pra casa com o diagnostico de ter tido uma crise de nolvralgia do trigêmio, Dr Sestari me receitou tegretol 240 mg 2 X ao dia e tramal para dor, enfim tomei tegretol por 3 anos, mas mesmo assim tinha crises de dor horríveis ai corria par um pronto socorro onde eu era medicada com tramal injetável e assim foi por 3 anos ..até que cansei de tomar tanto remédio e eu paei por minha conta com as medicações, sempre que as dores voltavam eu mesma me medicava tomando meticorten que em umas das minhas idas para o pronto socorro me receitou ..e assim estou até hoje 13/01/2011, pois tenho nos meus dentes na minha gengiva ou seja ficam doloridos, percebo que não posso me expor ao ar condicionado, vento, frio e tomar bebibas muito geladas, pois ai começa doer a minha face.
    O devo fazer? Procurar um neurologista novamente? Existe algum tratamento alternativo?
    Esses sintomas são mesmo de novralgia de trigêmio?

    Grata pela atenção

    Rosângela Gardenal

  432. eliane andrade comenta:

    15 janeiro, 2011 @ 9:11 PM

    sou uma jovem de 34 anos,sofro de dores a sete.descobrir que tenho nevralgia do trigemio a tipico.obtive atraves de um tratamento de canal após varios procedimentos cirugicos dentários.faço o tratamento com o neurocirugião e clinico de dor.fiz duas radio frequencia,um balão,e uma janeta.muito pouco as melhoras.tive,posso dizer ,mas a volta delas foram gritantes,varias grises ao dia,internações inumeras,tomo carbamazepina 2600,amplictil,amitil, e utacet que é o tramal com paracetamol,lanzprazol,tive varias trocas de medicamentos,já foram tantos.houve época que eu tomava dimorf 4 veses ao dia,tds esses medicamentos tem seus efeitos colaterais.tipo aumento de peso,e outos que para mim é uma tortura sem falar na propria dor.tive depressao e sei que não estou bem dela ,mas é dificil,vou fazer outra cirugia agora em 2011.espero q dessa vez resolva ou diminua bastante essa tortura,quero terminar a minha faculdade e viver só isso pois não consigo. tenho dois filhos e não consigo nem viver tdo que eu queria com eles.não aprendir a viver cm a dor.mas oro tds os dias para deus me curar usar as mãos de meus medicos que sei q ele vai fazer isso.sou eliane moro em são luis do maranhão.obrigada

  433. JULIANA DE SOUZA comenta:

    19 janeiro, 2011 @ 8:40 AM

    OLA ELIANE,
    TAMBÉM TENHO NEVRAUGIA, TENHO 33 ANOS, ACREDITO QUE TEMOS MAIS OU MENOS OS MESMOS PROBLEMAS, AMIGA FAZ UM ANO QUE TOMO GABAPENTINA 1200 MG DIA, E MENINA FEZ UMA GRANDE DIFERENÇA… AS CRISES DIMINUIRAM MT
    TENTA ENTRAR EM CONTATO COMIGO PARA CONVERÇARMOS, MEU MSN É JD.JULIANA@HOTMAIL.COM DAI PÓDEREMOS TROCAR IDEIAS UM ABRAÇO

  434. Obedes de melo comenta:

    22 janeiro, 2011 @ 7:11 AM

    Tenho Neuralgia do Trigêmeo ja a Dez anos ja fiz uma cirurgia no Hc Hospital das clinica em SP.
    e continuo meu tratamento! GOSTARIA DE FAZER CONTATO COM PESSOAS QUE SOFRE DA NEURALGIA DO TRIGÊMEO
    MEU MSN É obedesmelo_tga79@hotmail.com

  435. Obedes de melo comenta:

    22 janeiro, 2011 @ 7:13 AM

    Gostaria de fazer contato com pessoa que sofre da Neuralgia do trigêmeo
    meu MSN é obedesmelo_tga79@hotmail.com

  436. Anônimo comenta:

    31 janeiro, 2011 @ 6:58 PM

    Preciso saber Quanto custa em média uma Cirurgia ( Disjunção Palatal Cirurgicamente Assistida)
    Pois preciso corrigir a mordida e depois fazer outra cirurgia chamada (Cirurgia Ortoganatica)

  437. Michelle G.O.S comenta:

    3 fevereiro, 2011 @ 12:36 AM

    Tenho neuralgia há três anos, para mim tudo mudou tenho 4 filhos e esta sendo dififíl cuidar dos meus filhos com essa dor, não
    tenho mais animo de me arrumar, hoje nem um beijo consigo dar em meu marido por que dói,tomo carbamazepina,ameniza a dor mas mesmo assim não consigo mastigar,nada pode cair do lado direito da minha face, nem ao menos aguá. Isso não é vida viver com dor pelo resto da vida. As vezes quando vem a minha dor forte eu abraço bem forte um dos meus filhos, porque só assim encontro minha unica razão de viver eles.E vou lutar só por eles. Se não fosse eles não sei qual a besteira que ja tinha feito só para não sentir mais essa dor.

  438. ciro campos comenta:

    5 fevereiro, 2011 @ 12:46 AM

    Michele G.O.S. e outros amigos com o mesmo problema:

    Também tenho passado já há alguns anos por essa mesma situação. Se quiserem conversar basta que me adicionem: cirocampos2006@hotmail.com
    A troca de experiência a respeito do assunto poderá ser válida. Mandem-me “e-mail”, não se importem com o dia ou com o horário. No meu caso a questão foi praticamente resolvida…
    Dificil, triste, insuportável praticamente? Sim, mas poderemos encontrar formas de conviver com isso de forma sustentada e tolerante, muitas vezes até curando.

    Espero por vocês. Não deixem que o desespero tome conta. Podemos ajudar uns aos outros.

    Fé é importante. E muito.

    Ciro

  439. margaret comenta:

    10 fevereiro, 2011 @ 8:47 PM

    Olá, estou surpresa pois sinto essa dor na face que parece mesmo um raio que passa cortando e que é rapido e seguido, mas que depois passa, nunca procurei ajuda medica pois depois que passa parece mentira que doeu tanto, isso desde meus 22 anos mais ou menos, estou hoje com 35 anos e só agora agora descubro que é uma dor conhecida e que tem tratamento, mas gostaria de um comentario, sobre a idade que se inicia, já que se diz que é só por volta dos 60 anos.

    Desde já agradeço a atenção
    Margaret

  440. Marcelo comenta:

    11 fevereiro, 2011 @ 7:22 PM

    Boa noite. Tenho 19 anos e no passado domingo senti nao uma dor mas uma dormencia na regiao temporal da cabeça, lado esquerdo, sinto como que essa parte “presa” o que se torna incomudativo. Na quarta fui a 2 medicos, que me disseram que se tratava de uma nevralgia. Mas pelo que vi, nao tenho os sintomas que aqui estao presentes. Tenho apenas a parte temporal esquerda como se estivesse presa.
    Sera nevralgia do trigemio?

  441. Atila Patrick comenta:

    12 fevereiro, 2011 @ 8:36 AM

    Oi, Marcelo creio que não possa ser.. mais tudo pode acontecer.. minha mãe começou dessa forma… Deus queira que vc não tenha isso .. pois na maioria dos caso acontece em mulheres e homen tambem. mais de qual que forma procure um neuro especialista quanto mais antes vc pude saber melhor… para tirar mais duvidas vc ´pode entra encontato comigo.

    MSN :atilapatrick@hotmail.com
    E-mail atilapatrick@hotmail.com

  442. francisco teles - franca sp comenta:

    16 fevereiro, 2011 @ 6:03 PM

    Oi tenho 59 anos e convivo com a inflamação dos trigêmemos há 06 anos. Sinto dores intensas e faço o uso de Carbamazepina desde então e já cheguei a tomar 1.200 mg em um só dia nas crises de dor. Minhas crises seguiam um padrão de 06 meses, mas ultimamente elas estão frequentes. No meu caso não se trata de problema da artéria pressionando os nervos. Em tomografia realizada na ocasião do ínicio das dores, foi diagnosticado que tenho um tumor aquoso no centro do sistema nervoso, que quando se enche de líquido, pressiona os nervos me causando a crise de dor. Quando esse tumor vaza, melhoro e fico um bom tempo sem ter as crises. Não posso fazer cirurgia, pois além do local ser delicado, sou cardíaco e diabético, o que complica minha situação. Li recentemente em um artigo que caso a Carbamazepina não surta mais efeito, pode ser utilizada a Fenitoína em substituição. Gostaría que alguém me respondesse caso tenha conhecimento desse tratamento.

  443. Adilson comenta:

    17 fevereiro, 2011 @ 2:37 PM

    DR a muito tempo sofro as dores intermináveis causadas pela neuralgia do trigêmio. Situação esta que atrapalha de forma considadera o meu trabalho como professor. Resolvi agora fazer a cirurgia da descompressão vascular do nervo trigêmio através de craniotomia na fossa posterior. Gostaria de saber quais são os riscos. Se vou viver a partir daí uma vida normal sem os remédios que estou tomando na dosagem de 1800 mg dia. MInha cirurgia é dia 25 de fevereiro, gostaria muito da sua ajuda. Obrigado!

  444. marcia rejane comenta:

    17 fevereiro, 2011 @ 6:54 PM

    Olá Dr: Me chamo Márcia tenho 42 anos nunca tinha sentido esse dor ,tão fonte no meu pescoço e no meu peito.osso nem mastiga quer doi muito quer dor essa foi para no pronto socorro o medico falou para mim quer estava com nelvralgia que medico devo procurar ?

  445. juci comenta:

    18 fevereiro, 2011 @ 10:59 PM

    tenho neuralgia occipital ha dois anos, hoje tenho 25 anos e me trato atraves de calmantes,agora nesse momento estou com esta dor terrivel, mais gostaria muito de parar de tomar esses medicamentos, pois tenho o sonho de ser mae. e acredito q eu nao possa engravidar tomando certo tipo de remedios, tendo em vista q poderia causar problemas na formacao de um bebe…
    pelo Amor de Deus se alguem souber de algum tratamento me indique, pois nao suporto mais a dor. em uma das minhas crises cheguei ao extremo de pedir ao meu marido q me quebrasse um dedinho, pra ver se a dor ia pra outro lugar um pouko… preciso de ajuda…
    obrigada e q DEUS nos abencoe com a cura
    Boa Noite

  446. rubi comenta:

    25 fevereiro, 2011 @ 9:46 AM

    ola.! meu marido sofre com choque em umas das, perna isso acontece a quase dois anos ja passamos por varios especialista aqui em goiania mais nem um deles achou o problema …. tudo comeca com um tremor muscular depois vem as ondas de choque que pode varias entre um atrez minutos … depois passa um mes , dois ai começa tudo de novamente …ele esta atrofiando a perna atingida , pois naum pode colocar peso sobre ela pois a mesma quando forcada provocas os choques hoje ele toma o gabapentina , timasen ficou hospitalizado por tres vezes ate injecoes de morfina ele tomou …. gostaria de saber se vcs ai pode mim ajudar …. pois ele naum tem mais esperança de melhora agora esta depressivo por nao poder andar e voltar atrabalhar ….. obrigada!

  447. Sarah Gerhard comenta:

    25 fevereiro, 2011 @ 11:49 AM

    Fiquei impressionada com o número de depoimentos e relatos tão familiares. Tenho 29 anos, moro em Fortaleza e quero dividir com vocês, as razões da minha melhora: RPG, tratamento odontológico e exercícios.

    Sofro de DTM, disfunção da articulação temporo-mandibular. Mas demorei muito pra conhecer essa definição. Há uns cinco anos, passando por uma situação de estresse, pouco sono e muitas preocupações, comecei a sentir fortes dores de cabeça, dores no rosto, e não podia abaixar a cabeça. Após uma consulta de emergência, com uma Otorrino, saí de lá com uma receita para tratamento de sinusite. Após dez dias de tratamento, as dores continuavam. Voltei na médica e ela trocou o antibiótico, dizendo que a sinusite era crônica… após dez dias, os sintomas permaceciam. Mudei de otorrino que insistiu em sinusite. Saí de lá e fui em outro médico. Ele me examinou e disse que estava com a ATM muito inflamada. Passou anti-inflamatório, compressas quentes e me mandou relaxar, ir ao cinema, ouvir música, dormir…

    Após cinco dias, estava “curada”.

    Mas há um ano e meio, sofri um trauma leve na mandíbula . Nessa ocasião houve um estalo forte e as dores recomeçaram. Meu ouvido ficou surdo, como se estivesse cheio de espuma e comecei a sentir dores no queixo e no lado direito da face. Ao menor estímulo de tensão, estresse, raiva, as dores pioravam muito. Descobri que também tinha bruxismo nessas ocasiões, o que aumentava ainda mais o desgaste da articulação. Fiz uma ressonância e descobri que meu disco articular da ATM direita estava fora do lugar. Procurei um dentista especializado em próteses e passei um ano trocando e ajustando placas para relaxamento, que não melhoravam muito meus sintomas. Vivia tomando relaxantes musculares e analgésicos.

    Nesse meio tempo, comecei a sentir dores no pescoço, ombro, cotovelo, punho, como agulhinhas, além de muita sensibilidade na pele, algumas roupas era insuportáveis. Foi então que por acaso, procurei o RPG.

    Minha fisioterapeuta, Itana Spinato, começou tratando o braço e o pescoço e com o passar das sessões foram surgindo muitos outros pontos dolorosos que iam sendo tratados… Descobri que possuo uma retificação importante na coluna cervical, que segundo minha fisioterapeuta está muito relacionada com o bruxismo e a tensão sobre a articulação. Estou me tratando há um ano e meio com o RPG, sessões de psicoterapia para aprender a lidar com as tensões e dores, compressas de água quente e mudei de dentista, agora estou usando uma nova placa para tentar reposicionar o disco da articulação. Saibam que boa parte das dores, podem ser causadas pelo atrito das articulações, pelo mau posicionamento do disco, que deveria proteger e amortecer o movimento. Durante as crises, não conseguia abrir a boca, mastigar, nem tocar o rosto. Sentia dores atrás do olho direito, bochechas, ouvido, maxilar, pescoço…

    Muitas vezes, chego no RPG com dores fortes e após as liberações, “MAGICAMENTE” saio da sessão sem dor. O que me faz concluir, que músculos tensos, comprimem os nervos, comprometem a circulação sanguínea e causam muita dor.

    Minha fisioterapeuta é RPGista, com especializações em DTM.

    Eventualmente utilizo, um relaxante muscular, como o Mioflex-A ou Mirtax, mas a melhora da postura foi significativa. Agora estou começando no Pilates, para alongar e fortalecer a musculatura.

    Tenho pensando, que além da mudança na postura física, é necessário também um trabalho na postura comportamental. Para amadurecer a forma como lidamos com os problemas e pressões do dia-a-dia.

    Torço para que todos encontrem melhoras dos seus sintomas. Mas deixo a dica por experiência própria, que gabapentina e outras drogas fortes, com muitos efeitos colaterais, servem mais para mascarar os sintomas, do que para resolver a causa principal. Pensem sempre em descobrir a causa do problema e tratá-la como prioridade.

    Um abraço de conforto a todos.

  448. Sarah Gerhard comenta:

    25 fevereiro, 2011 @ 11:53 AM

    Encontrei essa matéria num jornal local, aqui de Fortaleza, acredito que também pode ajudar:

    http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=569190

  449. CIRO CAMPOS comenta:

    25 fevereiro, 2011 @ 4:36 PM

    Ciro Campos comenta:

    Gente: Procurem ler todos os textos aqui escrios são depoimentos importantes que, seguramente, serão uma pequena luz para esclarecimento ao nosso problema. Leiam, repassem, nós podemos vencer isso.
    Qualquer coisa me liguem.

    25 de fevereiro de 2011
    Caros amigos e amigas portadores do mesmo problema:

    Estou renovando esse esclarecimento, que fiz já a algum tempo,

    Anotem ai:

    http://www.inc-neuro.com.br/

    Dr. Sonival Candido Hunhevicz
    Fones: 41-3342-7442

    Depois de tempos de sofrimento, desespero, dores intensas e insuportáveis, tomei conhecimento do mal que me acometia (neuralgia do trigêmio).
    Após de tratamento com base nos remédios já descritos pelos amigos portadores de tal doença e, em razão de que tais remédios não surtiram o efeito desejado, partiu-se para a cirurgia decidida pelo Neuro.
    Meses atrás,me submeti a procedimento (bomba) foi realiazado com o médico acima nominado e o retorno foi excelente. Tal profissional goza de prestigio internacional sendo extremamente acessível, além de ótima figura humana.

    Caso queiram, estou à disposição para maiores detalhes:

    cirocampos2006@hotmail.com
    Ciro,

    ou liguem para 42-9919-0101

  450. Anônimo comenta:

    14 março, 2011 @ 10:25 PM

    Meu pai tem 70 anos e sofre dessa terrivel doença NEVRALGIA DOS TRIGEMEOS, a qual vem se agravando a cada dia que passa.
    e o médico que o acompanha diz ser a cirurgia a cura para esta maldita doença,porém, temo cirurgia já que ele possui uma idade tao avançada.
    Pergunto: A cirurgia realmente cura? Existem riscos de vida nessa cirurgia?

    Obrigada,

    Marcia Regina Macedo

  451. antonio torres - vitoria es comenta:

    25 março, 2011 @ 6:34 AM

    Oi pessoal, tenho neufralgia do trigemio a
    11 anos. As crises de dor começaram
    brandas, com tegretol 100 mg duas
    vezes ao dia. Passados os 11 anos
    só piorou. Estou com tegretol 1200 mg ao dia
    mais Lyrica 150 mg dia. E a crise
    continua. Vou ter que encarar a
    solução cirurgica, não há jeito. Quando
    estou em crise, com dor, e não consigo
    falar sem dor, descobri, para o meu caso,
    que ao ingerir um alimento quente,
    tipo sopa, volto a falar, a dor desaparece,
    e tenho uma remissao de 25 min,
    mais ou menos. Parece estranho, mas
    acontece. Abraços.

  452. Luis comenta:

    25 março, 2011 @ 9:02 AM

    Antônio,
    Pode ser um problema de um ramo do Trigêmeo, chamado de nervo bucal.
    Para saber se é essa a causa, pode ser feita (por um dentista), uma anestesia nesse nervo e,
    enquanto estiver anestesiado, verificar se a dor melhorou.
    Não é o nervo que dói, quando sofre compressão – ele é só um condutor de impulsos nervosos,
    mas sim os músculos que entram em câimbras em volta do nervo trigêmeo.
    Outro caminho que também pode funcionar é através de um tratamento Osteopático, para avaliar da mobilidade craniana, velocidade de pulsação do líquido céfalo-raquidiano, grau de fixação das suturas, etc. Estas técnicas podem promover o aumento da mobilidade neural periférica do crânio, libertando as suturas esfeno-frontal, esfeno-basilar, temporo-esfonoidal e temporoccipital.
    Olha isto aqui: http://www.atm.hostmidia.com.br/atm_dtm.htm

  453. Solange comenta:

    26 março, 2011 @ 5:31 PM

    Olá Dr. Armando….

    Desde o dia 26 de dezembro sofro com uma dor imensa do lado esquerdo da cabeça atrás da orelha (uns 10 cems), começou com o pescoço rígido. Fui ao médico fiz tomografia do crânio, a qual sugeriu larva de solitária na fase vesicular, mas devido à dor forte o médico pediu uma ressonância magnética, e le me disse que é uma artéria que está comprimindo o nervo trigêmio, que que a dor é nesse local supracitado e não na face conforme conversa com pacientes que sofrem de nevralgia do trigêmio, os quais relatam que a dor é na face, eu não tenho dor na face. Tomei Tegretol de 200mg de 12/12 horas por um mês e ainda continua a dor. Além da dor, percebi algumas ausências, mas sem perder a concisciência e dor tipo ardida nos braços Voltei ao médico, relatei tudo, ela falou que não é do tegretol e nem da patologia. Receitou Gabapentina 300mg – 90 caps de 8 em 8 horas e também pediu um eletroencefalograma para diagnosticar essas ausências. Vou fazer esse exame no início de abril e hoje vou iniciar a primeira cápsula de Gabapentina a noite, pois hoje estou melhor sem dor, estou adiantando minhas atividades, pois estou com medo dos efeitos colaterais, pois o Tegretol no início, eu levantava da cama e deitava no sofá no final de semana e durante a semana eu tomava só a noite, pois não aguentava os efeitos de sonolênci, foram por 2 semanas, sepois o organismo foi acostumando e continuei a tomar de 12 em 12 horas.
    Obs.: Há possibilidade da dor dessa patologia ser nesse local mesmo ou posso estar com diagnóstico errado? Já houve caso igual ao meu? O que está me preocupando é que a dor não é na face conforme relatos de outros pacientes.

    Me responda por email por favor, estou apavorada com medo de evoluir para uma ato cirúrgico.

  454. margareth comenta:

    2 abril, 2011 @ 6:01 PM

    gostaria de informar as pessoas que sofrem de inflamação do trigemeo,que passei por rodas essas dores e sofrimentos ,chegava quase desmaiar nos segundos das crises,não sabia mais o que fazer ,resolvi ir ao dentista embora não tivesse nada que pudesse indicar que seria um prlblema odontológico ,o próprio dentista tirou 3 raios x do lado direito da face ,onde doía ,examinou dente por dente e nada depois de um exame mais apurado ele encontrou uma inflamação na raiz de um dente perfeito,o que le me disse e que o cérebro não identificava a dor ,como dor de dente daí ,aquele sofrimento horrível que todos conhecem.Mas foi feito o tratamento e já saí curada do consultório e consegui dormir direito depois de um mes de sofrimento.

  455. antonio torres - vitoria - es comenta:

    3 abril, 2011 @ 9:16 AM

    Dr Luis, obrigado pela atenção a meu
    caso. Vou seguir todas suas orientações.
    Elas aumentaram, e muito, minha
    esperança de cura. Vou relatar os
    resultados. Li tambem o texto do
    site indicado.
    Mais uma vez obrigado.
    Antonio.

  456. obedes de melo comenta:

    4 abril, 2011 @ 7:01 AM

    Meu nome é obedes de melo tenho 31 anos moro em Mato grosso Tangara da serra
    com 20 anos de idade me deu sensibilidade nos dentes ao frio
    fui em um dentista boco maxilo segundo ele me falou que eu tinha um cisto no maxilar do lado esquerdo e que eu tinha de fazer uma cirurgia eu fiz a cirurgia, depois da cirurgia comecei a senti uma dor no palato muito forte que mexe com toda minha cabeça e meu sistema nervoso uma dor que nunca para, depois fui em varios neurologista fiz
    longa historia de exames e tratamento, incluindo diagnótisco de dor neuropática atipica, tratamento farmacológisco (anticonvulsivantes antidepressivos tricíclicos e opióides) Tevi quatro elementos dentarios exatraídos, na tentativa de aliviar a dor, com piora a cada procedimento.

    Dor na boca com duração de cerca de dois anos!

    eu preciso de ajuda pra mim viver não estou mais aguentando essa dor
    não consigo mais trabalha, estudar, jogar bola, malha, namorar,

    meu emeil é obedestga@hotmail.com meu cel. 065-9986-4989

  457. Olga comenta:

    4 abril, 2011 @ 11:38 PM

    Boa noite Dr., minha sogra tem sofrido com essas dores, ela diz ser como choque não consegue se alimentar direito, e tem tomado os medicamentos, conforme especificado a cima, mas gostaria de saber, se no caso de ela passar nervo com outros problemas essa dor pode desencadear com mais facilidade, ou isso não tem nada haver?
    Obrigada pela atenção!!!!!!

  458. Oda comenta:

    8 abril, 2011 @ 10:13 AM

    Ola Doutor, sinto dor nos olhos e as vezes variando com dor em um dos olhos, dor dentro dos olhos em torno deles e acima deles, sem esquecer no pescoço as vezes. Não é sindrome do olho seco pois ja fiz tratamento com varios colírios por um bom tempo sem uma melhora. Então recorri a um oftalmologista especialista em vias lacrimais e ele me disse através de varios exames que meu problema não era no olho mas sim no nervo Trigêmeo. Então ele me Deu Citoneurim 5000 que durante algum tempo me deu algum alivio me fazendo pensar que iria curar mas então o problema se agravou novamente . Um neurologista me deu carbamazepina mas ele não deu melhora. Então voltei ao Citoneurin 5000. Pergunto ao DOUTOR pode ser nevralgia do trigemeo meu problema mesmo que não doa os dentes e a boca assim como ja foi relatado nesse site.?
    Me responda por gentileza!!!

  459. marcelo candido comenta:

    17 abril, 2011 @ 2:53 PM

    eu quero saber se tem algum tratamento da doensa ..nervalgia tregêmeo ,
    qual o inderesso de vocês !

  460. daniella comenta:

    20 abril, 2011 @ 9:42 PM

    oi pessoal,
    ha uns dez anos mais ou menos minha mae sofria desse mal. os remedios ja nao funcionavam mais. entao no dia 28/12/10 ela fez a cirurgia e esta se recuperando muito bem. confiem e tenham fé em deus

  461. João pinheiro comenta:

    23 abril, 2011 @ 10:29 AM

    ola tenho 57 anos e a dois anos estou fazendo procedimentos de implante , estava fazendo um procedimento inédito conforme minha dentista , que seria içar um dente digo raiz no meio ou entre dois implantes ,foi colocado um aparelho para então puxar o dente e todo mês regulava para puxar mais , por duas vezes num período e seis meses ela cortava ao redor do dente a gengiva alegando que estava baixando passado mais dois meses eu pedi para que ela retirasse o aparelho , pois já não aguentava mais tanto machucado na minha boca proveniente do aparelho e assim foi feito tirou e moldou para fazer um novo núcleo só que cortou a minha gengiva novamente e após a anestesia na primeira manhã quando fui lavar o rosto senti algo como se fosse um raio se deslocando abaixo do olho no rumo do dente a minha preza direita agora não sei se foi proveniente da puxada do dente ou pelo corte na gengiva obs. não cinto dor durante o dia apenas quando lavo o rosto com agua fria e quando tomo bano com agua quente , gostaria de uma orientação pois isso me deixou preocupado

  462. Hilton S. Tiba comenta:

    29 abril, 2011 @ 8:00 PM

    Boa noite, a todos. Fiquei impressionado com a quantidade de relatos envolvendo a nevralgia de trigêmio com DTM.
    Sou C.dentista especialista em DTM e dor orofacial, e tenho visto que muitos estão confundido os tipos de dores decorrentes de problemas de DTM com a nevralgia do trigêmio. Outro detalhe impressionanate é a quantidade de medicmantos ingeridos pela maioria dos indivíduos e mesmo assim tendem a conviver com a dor quase insuportável da nevralgia do trigêmio.Sabe-se que as DTM são na maioria das vezes 70% solucinado com uso de aparelhos e ou placa oclusais miorrelaxantes, fisioterapias, antiinflmatórios do tipo esterioidais e não esterioidais.E que 90% destes casos tem envolvimentos psicológicos mentais e emocionais.DIferentemente das dor da nevralgia do trigêmio que como vcs puderãover somente é tratado com ansiolícos, tipos de calmantes, antidepressivos, etc…..
    Por acaso, vcs já tentaram outros tratamentos alternativos, com relatados em alguns casos ACUPUNTURA. Caso não saibam a HOMEOPATIA É UM GRANDE ALIADO para este mal , onde a maioria dos profissionais da área quando estas medicações alopáticas não funcionam recomendam a CIRURGIA, MUITAS VEZ BEM TRAUMÁTICAS, e se vcs não sabem podem tirar toda a sua sensibilidade, visto que o nervo trigêmio , se trata de um “ganglio” nervoso que se ramifica em outros menores, que são rspsonsáveis pela inervação de grande parte da face, onde envolve a área de DTM e dores orofaciais, vale correr o risco e ficar “anestesiado” para o resto da vida.Pensem bem , a HOMEOPATIA , auxilia em muito , experiência de um profissional que sempre acreditou nas mais modernas e avançadas técnicas e medicamentos e que ainda deixam muito a desejar. Tenho tido experiências fantáticas de pacientes que com a terapia homeopática( sem interferir no tratmento alopático, onde a grande maioria confia e que não resolve todo o problema), chegam a zerar a dosres com quem conviviam a 5, 10, 15 anos.
    Não se trata de milagre ou apenas acreditar que temos em nossas mãos terapias boas , baratas e tão melhores que as conveicionais.Espero que possa mostrar os meus resultados, e ter uma maior confinça da população nesta terapia, pois somente quem a estuda , a aplica sabe do seu valor.Fico muito feliz com e extremamente gratificado por eu um profissional da saúde que está oferecendo um serviço com saúde e dignidade para que as pessoas possam viver melhor . Por isso procurem um profissional de homeopatia , com certeza ele poderá ajudá-los.

  463. Luis comenta:

    2 maio, 2011 @ 11:23 AM

    Dr Hilton, muito positiva e acertada a sua colocação. Eu mesmo estou praticando esas alternativas e inclusive a fisioterapia e estou sentindo algumas melhoras. Para maiores detalhes slbargas@gmail.com grato Santiago

  464. Lia comenta:

    6 maio, 2011 @ 10:23 AM

    Bom dia!
    Tenho 27 anos e há uns 2 anos atrás sneti uma leve dormênca no lado direito do meu rosto. Na época procurei um neurologista e o mesmo informou que eu estaria com paralisia facial leve. O médico informou esse diagnóstico pela questão que na época trabalhava em um local muito quente, abafado e muitas vezes saia desse local e entrava em locais com ar condicionado, portanto essa paralisia seria pelo mudança brusca de temperatura. Tomei citoneurim e fiz também fisioterapia, pois o lado direito do meu rosto havia ficado realmente um pouco sem movimento. Só que agora há 1 mês atrás comecei a sentir de novo, achava que era uma dormência novamente, mas percebi que a sensação era outra, fico sentindo como se fossem “fisgadas” tremores, uma pressão na maçã do rosto. Fui em três médicos, o primeiro nem me examinou, fui em uma emergência no hospital públido da minha cidade e me passou a mesma medicação e a fisioterapia também. Tomei somente uma caixa de citoneurim e a sensação não passou, então procurei outro médico, um neurologista que me passou a carbamazepina. Antes de tomar essa medicação fui ler a bula e acabei ficando impressionada, pois esse remédio serve até para epilepsia, é antidepressivo, muitas coisas… Acabei não tomando ele e procurei outro médico, o mesmo que fui da primeira vez. Me ezaminou, contei toda a trajetória de me´discos e remédios e ele diagnosticou que paralisia não seria e também não achou necessário tomar a carbamazepina. Ah…havia esquecido…o segundo médico “achou” que fosse algo com minhas ATM’S. Falei disso para o ultimo médico, mas ele não achou que fosse isso, entao como não tinha diagnóstico me pediu alguns exames: raio-x dos seios da face e radigrafia das ATM’S e não me receitou nenhuma medicação. Tentei fazer esses exames em todas as clínicas daqui, mas nenhuma se prontificou a fazer, pois falavam que teriam que ser solicitado por um dentista e nao por um neurologista. Enfim, ainda sinto algumas vezes, mas não estou mas tomando nenhuma medicação, só que estou muito preocupada. O que eu faço, vou em um dentista e solicito a ele esses exames?

  465. João e Janete comenta:

    10 maio, 2011 @ 1:23 PM

    Minha mulher tem sofrido muito com essas dores. Agora ela está sob novo tratamento e tenho fé que irá se curar. É só uma questão de tempo.
    Ela é uma mulher linda, excelente profissional, dedicada, boa mãe e eu a amo muito.
    Sofro junto com ela qdo está com dor, mas tenho muita fé de que ela vai se livrar disso.

  466. Atila Patrick comenta:

    11 maio, 2011 @ 9:20 AM

    Bem Interessante , esse esclarecimento do Hilton S. Tiba comenta Cirugião Dentista, vale apena ler, bacana isso….

  467. cidinha comenta:

    15 maio, 2011 @ 8:58 AM

    Ola pessoal,depois que um medico na qual fiz tratamento me aconcelhou sempre apos o banho secar bem os cabelos com secador.Depois disso não tive mais crise.Eu alem do dor perdia a sencibilidade da orelha ,tentem fazer isto comigo esta dando certo.

  468. rita comenta:

    19 maio, 2011 @ 3:11 PM

    tenho 83 anos tenho herpes trigemeo e quero fazer aculputura será que posso fazer ou terei mais problemas ? grata

  469. Andréa Sassi comenta:

    4 junho, 2011 @ 2:06 AM

    Olá o meu nome é Andréa, tenho 38 anos e sou super saudável, nunca tive essas dores. Mais estou 2 meses com uma dor de cabeça, mais nada tão grave, tomo um dorflex e logo passa, e sempre do lado direito.
    Hoje fiquei muito preocupada, pois a dor se concentrou-se atras do Trio, e ficou o dia inteiro e nenhum remedinho fez cessar, fica latejando a cada 5 min, vai e volta.
    Comprei creme dental p/ os dentes sensíveis, percebi q/ posso ter otite, pois coço a garganta e faço um barulho e alivia o canal do ouvido, desde criança e nunca incomodou, sem dor alguma. Será que faz algum sentido, nefralgia do trigemio?
    No meu trabalho o ar condicionado anda desligado, ando de bike, mais faz 1 mês q não tenho praticado, ou seja ñ ando pegando friagem desnecessária, daí fiquei bem preocupada com os depoimentos à cima.
    Por favor gostaria de uma opinião médica, onde procurar, q/ especialista devo me tratar…….Muito obrigado, aguardo ansiosa.

  470. Helena comenta:

    4 junho, 2011 @ 9:15 PM

    Foi muito bom encontrar este espaço de troca de experiências e dúvidas sobre esta terrível dor do nervo trigêmio. Em 2007 me
    submeti a três cirurgias, do Balão, congelamento com injeções de álcool e a da cabeça para descomprimir o nervo da artéria.
    Antes disso tomei carbamazepina até 2000 mg\dia. Chegou um ponto que não resolvia mais nada, mutas internações tomando analgésicos derivados de morfina. Não tomo mais Tegretol e tive vida normal depois das cirurgias. Gostaria de saber se existe alguém que fez a cirurgia da cabeça e voltou a ter crise? Estou tendo novamente crise depois de 4 anos da cirurgia e sinto medo de passar pelo sofrimento de novo das dores e das cirurgias. Eu fiz a cirurgia com dr.Roth Vargas no Centro Médico de Campinas (neuro-cirurgião) . Deixo meu e-mail para quem quiser conversar a respeito. e-mail: helenn1015@yahoo.com.br.

  471. Helena comenta:

    4 junho, 2011 @ 9:22 PM

    Prezada Rita, Você pode fazer acupuntura, sim! No auge das dores eu fiz muitas sessões e continuei fazendo depois por muito tempo.
    Procure um especialista de sua confiança. Desejo muitas melhoras!

  472. Ciro Campos comenta:

    6 junho, 2011 @ 10:27 AM

    Andrea Sassi e amigos:

    Também tenho passado já há alguns anos por essa mesma situação. Se quiserem conversar basta que me adicionem: cirocampos2006@hotmail.com
    A troca de experiência a respeito do assunto poderá ser válida. Mandem-me “e-mail”, não se importem com o dia ou com o horário. No meu caso a questão foi praticamente resolvida…
    Dificil, triste, insuportável praticamente? Sim, mas poderemos encontrar formas de conviver com isso de forma sustentada e tolerante, muitas vezes até curando.
    Liguem-me se quiserem: 42-9919-0101
    Espero por vocês. Não deixem que o desespero tome conta. Podemos ajudar uns aos outros.

    Fé é importante. E muito.

    Ciro

  473. Maria comenta:

    16 junho, 2011 @ 10:50 PM

    Olá Dr. e todos,
    Tenho uma tia de 50 anos de idade (não fuma nem bebe, pratica atividades fisicas, mas já teve 2 depressões, a útima há uns 7 anos)
    Há 2 anos ela vem reclamando de um “queimor” no lado direito da língua, bocheca e céu da boca. Ela passou por diversos especialistas (gastro, endocrinologista, etc) Mas sempre estava tudo normal. Há cerca de 2 meses e meio ela está em tratamento com um neurologista que dise que o diagnóstico dela é “dor facial atípica”. Todos os exames dela são normais. Ele a medicou com alguns antidepressivos (carbamazepina, e outros) mas não surtiram efeito.
    Ele dobrou a dose, mas nada melhorou. Na última consulta, ele disse que deve tentar o tratamento com remédios e que só partirá para uma cirurgia daqui a 4 meses, caso os remédios não funcionem mesmo.
    Acontece que há cerca de 4 meses o queimor vem acompanhado de uma dor de cabeça muito forte, a ponto de fazê-la gemer de dor sem parar.
    Associado aos remedios ela está fazendo tratamento psicoterapêutico, mas ultimamente ela não tem forças nem para ir à esquina.
    Gostaria de saber se essa espera pela cirurgia é mesmo necessária, já que os remédios não estão fazendo efeito e há dois anos ela sofre com essa misteriosa dor. Há algum outro tipo de tratamento possível?
    Temos muito medo de que ela, num ato de desespero, faça alguma besteira contra ela mesmo, mas só nos resta orar.
    Grata pela atenção.

  474. maria comenta:

    18 junho, 2011 @ 5:32 PM

    Tenho dores no ouvido que vai e volta varias vezes ao dia pode ser nevralgia e meu rosto estar diminuindo somente de um lado me ajude!
    meu email mariadejesus_ap@hotmail.com

  475. Polyana - Sta Rita do Sapucaí, sul de Minas comenta:

    19 junho, 2011 @ 10:06 PM

    Pessoal, boa noite!

    Há quase 1 ano sinto dores fortíssimas, como todos mencionaram, no lado direito do crânio.
    Já passei por médicos, dentistas.
    A dor não passa mais, desde q eu removi o dente ciso.
    Pelo amor de Deus, me ajudem.
    Agora mesmo vou voltar ao pronto socorro, em busca de alguma injeção pra minha dor.
    Me adicionem no Msn, gostaria de trocar informações:

    amabilepolyana@hotmail.com

    Estou disposta a qualquer coisa pra passar essa dor, não aguento mais.
    Estou disposta até a fazer cirurgia.
    Me ajudem!

    Obrigada!

  476. Linda Cardoso comenta:

    4 julho, 2011 @ 7:13 AM

    Ola.

    Tenho 30 anos e ha mais ou menos 2…3 anos…tenho tido fisgadas forte ne regiao entre maxilar e ouvido. Na maioria das vezes sao fisgadas rapidas mas numa sequencia intensa. Nunca fui ao medico…e somente hoje resolvi procurar na internet se havia uma explicacao obvia pra isso.
    Devo procurar um medico?

    Abracos
    Linda

  477. Marcelo comenta:

    5 julho, 2011 @ 9:08 PM

    Boa noite a todos!!
    Apenas uma dica, procure um bom acupunturista que logo na primeira sessão os sintomas serão reduzidos e com algumas sessões as dores somem por completo, é por experiência própria, boa sorte…….

  478. Jamara Pacheco comenta:

    8 julho, 2011 @ 1:28 PM

    Minha mãe operou a 05 anos de Neuvralgia dos trigemeos,a cirurgia foi realizada do lado direito do cranio,porem a dor migrou para o aldo esquerdo,gostaria de saber se isso é frequente,e se existe algum risco maior em opera-la novamente.Desde ja agradeço a atencao.

  479. Hilton S.Tiba comenta:

    8 julho, 2011 @ 4:01 PM

    Boa tarde. Venho novamente a este espaço, em razão de ter compartilhado alguns emails deste link.
    Não faz mais de um mês que participei de um dos maiores congressos de dor do Brasil, vinculado a uma das mais conceituadas instituições do país, e pelo que presenciei os estudos relacionados as dores faciais, mais direcionadas a NEURALGIA DO TRIGEMIO, ainda anda muito longe do que desejamos. As terapias com medicamentos(conforme o próprio depoimento de vcs) apresenta resultados abaixo do desejado, quanto a intervenções cirúrgicas, tbém as casuísticas não são muito favoráveis visto que, 80% dos casos apresentam recidivas. Então o que fazer???? Conforme minha mensagem escrita há uns meses atrás, as terapias complementares tem dado muito resultado, homeopatia, acupuntura, talvez fitoterapia, mesmo não agradando grande contingente de profissionais da área de saúde, que estão extremamente relacionados a esta patologia. Digo não somente como profissional da área de saúde , tbém como familiar de pessoas que passaram pelo mesmo que muitos de vcs estão vivenciado atualmente. Sabemos que a alopatia convencional ajuda em muito , com o grande problema dos efeitos colaterais destes medicamentos fortes, e enfrentar a cirurgia que oferece riscos. Estou a disposição desta pessoas que acreditam em terapias alternativas, e que tem muito a auxiliá-los. Meu email hisati@uol.com.br Grato. Hilton Tiba

  480. perola comenta:

    17 julho, 2011 @ 11:04 AM

    também tenho essa doença,tomei tegretol por alguns meses,mas parei 10 meses ela voltou com tudo agora estou tomando de novo mais estou com dor a 15 dias sem parar moro em sc sera que acho aqui alguem que possa me ajuda………

  481. Ewald Jan Scherner comenta:

    17 julho, 2011 @ 1:16 PM

    Perola

    Reside em Blumanau/SC e me submeti a uma cirurgia de descompressão de nervos crânianos no dia 28.06.2010.
    Posso informar uma ou outra coisa.
    SDS
    Ewald Jan Scherner
    ewald.jan@ig.com.br

  482. CIRO CAMPOS comenta:

    17 julho, 2011 @ 2:37 PM

    PEROLA:

    Também tenho passado já há alguns anos por essa mesma situação. Se quiser conversar basta que me adicione: cirocampos2006@hotmail.com
    A troca de experiência a respeito do assunto poderá ser válida. Mande-me “e-mail”, não se importe com o dia ou com o horário. No meu caso a questão foi praticamente resolvida…
    Dificil, triste, insuportável praticamente? Sim, mas poderemos encontrar formas de conviver com isso de forma sustentada e tolerante, muitas vezes até curando.
    Liguem-me se quiserem: 42-9919-0101
    Espero por você. Não deixe que o desespero tome conta. Podemos ajudar uns aos outros.

    Fé é importante. E muito.

    Ciro

  483. simone miyashiro comenta:

    18 julho, 2011 @ 9:19 PM

    oii estou tendo dores na regiao do dente do siso q esta coberto por tda gengiva fui ao dentita me passou medicamentos e nada dessa dor cessar minha garganta ao enguli a saliva sinto uma dor terrivel ja nw falo e nem como …fui ao medico e ele disse q era sofria do nervo trigemio e entaw receitou tegretol mas a grande duvida eh q minhas dores nw sao como choques e sim continua e intensa ….resido no japao sera q alguem pode me ajudar pq estou desesperada por nw ter fluencia na lingua japonesa!!!
    desde ja muito obrigada

  484. Ciro comenta:

    19 julho, 2011 @ 12:00 AM

    SIMONE MIYASHIRO

    Também tenho passado já há alguns anos por essa mesma situação. Se quiserem conversar basta que me adicionem: cirocampos2006@hotmail.com
    A troca de experiência a respeito do assunto poderá ser válida. Mandem-me “e-mail”, não se importem com o dia ou com o horário. No meu caso a questão foi praticamente resolvida…
    Dificil, triste, insuportável praticamente? Sim, mas poderemos encontrar formas de conviver com isso de forma sustentada e tolerante, muitas vezes até curando.
    Liguem-me se quiserem: 42-9919-0101
    Espero por vocês. Não deixem que o desespero tome conta. Podemos ajudar uns aos outros.

    Fé é importante. E muito.

    Ciro

  485. Ciro Campos comenta:

    27 julho, 2011 @ 2:28 PM

    ACESSEM ESSA MATÉRIA NA REVISTA VEJA:

    http://veja.abril.com.br/071205/p_166.html

  486. MIGUEL LAGUNA comenta:

    29 julho, 2011 @ 10:39 AM

    Olá amigos. Há aproximadamente 8 anos venho sofrendo crises de nevralgia de trigêmio que me afetam o olho direito. Neste período já fiz inúmeros tratamentos, dentre eles aplicações de medicamentos no ganglio de glasser, botox, etc, mas nenhum deles deu resultado. Durante as crises tomo constantemente Tegretol associado a Lyrica por aproximadamente 4 meses. Daí, a dor desaparece, porém, volta posteriormente em mais ou menos 8 a 10 meses. Às vezes me desespero e penso em intervenção cirúrgica para tentar resolver o problema; no entanto, pelos depoimentos que li nesta página, parece que que nem operação soluciona o problema haja visto o percentual de insucesso. Alguém tem conhecimento de outros medicamentos com efeito mais efetivo ao controle desta doença? Atualmente estou no auge da crise e necessito urgentemente de informação neste sentido. Grato.

  487. Atila Patrick comenta:

    29 julho, 2011 @ 10:50 AM

    Pessoal , tente tomar suco de Maracuja bem forte. quem tem pressão baixa não pode tomar forte ,só um pouco em horarios auternados, mais quem não tem pode tomar mais lembresse sem abusar ,com moderação.. e o Cha de aflora miuda tambem ´´e muito bom….

  488. Eliane comenta:

    29 julho, 2011 @ 10:55 AM

    Bom dia, minha mãe sofre dessa doença mais de 10 anos, ela chega a ter varias crises no mes, as vezes na semana.
    ela faz tratamento com um adesivo chamado DUROGESIC, começou com a dose minima e esta indo para o mais alta, ele da bastante reação, como enjoo, feber, boca seca, tontura, arritmia, mas adiantou um pouco pra dor.
    eu falo de Curitiba – PR, qualquer coisa se precisarem me amndem e-mail
    eliane@delphosconstrutora.com.br

  489. EDIVAN comenta:

    30 julho, 2011 @ 10:49 PM

    A cerca de 4 anos atras foi diagnostica um cisto epidermóide na minha região cerebelar esquerda e como principal sintoma, tenho fortes dores no trigêmio do lado esquerdo da face. Já fui submetido a duas cirurgias para retirada do cisto, mas ele voltou a crescer, também fiz uma cirurgia para reduzir a sensibilidade no trigemio, mas também não funcionou. A cada dia a sensação dolorosa aumenta e aumenta também a quantidade de remédios que tomo diariamente, átualmente tomo diariamente 1200 mg de Carbamazepina, 900 mg de Gabapentina e 75 mg de Amitriptilina e mesmo assim ainda sinto dores moderadas, esta dosagem de medicamentos foi usada para me tirar de uma crise de dor intensa que já durava 5 dias de internação e desde então não conseguir reduzir mais esta dosagem, já tem cerca de 2 anos. As medicações reduzem a dor mas fazem que eu fique meio sonolento e sem disposição. A previsão é que eu seja submetido a outra cirurgia para tentar retirar o cisto.
    Att,
    Edivan

  490. professora Lucia comenta:

    21 agosto, 2011 @ 4:07 PM

    Oi
    Gostei deste espaço e quero relatar meu caso. Tenho enxaqueca, mas também sinto muita dor na face, na cabeça, no frio a dor aumenta. Preciso cobrir a cabeça, pressionar para que a dor cesse. Vivo me protegendo do frio, uma tortura. Mesmo nos dias de calor preciso dormir com a cabeça coberta. Já fiz tomografia, não acusou nada, o médico disse que é uma nevralgia, fraqueza nos músculos da face, mas será que não tem algum medicamento eficaz? Dr, me oriente!

  491. Tatiana comenta:

    22 agosto, 2011 @ 4:30 PM

    Boa tarde!
    Como é bom poder ver situações parcidas com a sua,pois precebi que não estava sozinha nesta batalha.
    Há mais ou menos 10 anos atrás,meu marido,hoje com 49 anos começou a sentir dores tremendas de dente.Fez alguns tratamentos dentários e em momentos de desespero fez inclusive extrações de três dente.Foi quando por uma indicação médica procurou a Faculdade Federal de Pernambuco.Após vários exames,obteve o diagnóstico de nevralgia do trigêmeo.Vimos neste local inúmeras pessoas que sofriam desta doença.
    Nesta fase a faculdade estava com um novo tratamento para diminuição das crises e foi então que duas vezes por semana viajávamos quase 400 quilômetros para fazermos aplicação de laser no local das dores.Posso dizer que foi bem sucedido,pois houve uma diminuição considerável as dores,mas foi assim durante 7 meses.No final desta etapa,ela deveria voltar lá ainda duas sessões,ou seja,inúmeras viagens.Foi quando perguntamos a pessoa responsável se ele iria ficar curado e a resposta dela foi que ele teria que aprender a conviver com a dor ou em último caso fazer a retirada do nervo,onde teria consequencias graves.
    Meu marido passou pelo Neurologista e o mesmo receitou carbamazepina.Essa medicação foi bastante eficaz,entretanto,dava sonolência,logo cedo da noite ele estava dormindo,não podia dirigir a noite.Tomou essa medicação por três anos e abandonou o tratamento.
    Hoje,ele têm crises,não é sempre,é de tempos em tempos.Ele está tentando conviver com a dor,não é fácil pra nenhum de nós e para ele menos ainda.Fica aborrecido,sem ânimo,se irrita facilmente.
    Eu tenho lido sobre o assunto,tentado entender e ajudá-lo nas crises.Lee que alguns alimentos são benéficos,enquanto outros fazem mal,como o café.Eu gostaria,se possível mais informações de como eu possa ajdá-lo.
    obrigada!

  492. Julio Macedo comenta:

    29 agosto, 2011 @ 8:18 PM

    Boa Noite!
    Meu pai sofre muito com as dores provocadas pela nevralgia do trigêmeo, várias vezes por dia durante +/_ 12 anos. Gostaria de saber se em Salvador-Ba. existe algum hospital que atenda pelo SUS para que ele possa fazer um tratamento mais especializado?

  493. Ciro Campos comenta:

    9 setembro, 2011 @ 2:34 PM

    Estes médicos abaixo fizeram estudos observando a
    UTILIZAÇÃO DA TOXINA BOTULINICA-A (BOTOX) NA NEURALGIA DO TRIGÊMIO. E houve sucesso!
    abraços

    Médicos de Curitiba – Pr
    Elcio Juliato Piovesan, Helio Ghizoni Teive, Pedro André Kowacs, Marcu
    s Vinicius Della Coletta, Lineu Cesar Werneck

  494. anadab almeda de araujo comenta:

    10 setembro, 2011 @ 4:21 PM

    ola tenho 38 anose descobri a polco tenpo que tenho nevralgia do trigemeo !!!! gostaria de saber onde aqui em Rondonia poderia iniciar um tratameto. Nuca imagiei :que tivece que suportar tanta dor !!! e realmente muito apavorante cuando ela ataca na sua totalidade !!! insuportavel……

  495. Mayara comenta:

    11 setembro, 2011 @ 8:48 PM

    Olá… minha avó tem nefralgia do trigemio a 20 anos… o médico dela que atende no Hospital Cristovão da Gama aqui em Santo André, sempre passou remédio atras de remédio e até hoje ela sofre com fortes dores de não conseguir abrir a boca direito, e ja marcaram 2 cirurgias para ela, mas não deu certo de acontecer. Gostaria de saber se teria uma outra alternativa para ela sair dessas dores…algum tratamento… Ela ja tem 58 anos, a cirurgia nesse atual momento seria indicado? teria um especialista aqui na região do ABC para ela estar indo?

    Desde ja agradeço….

  496. Gustavo comenta:

    22 setembro, 2011 @ 11:16 PM

    Boa noite.

    Estou enviando esse e-mail, pois minha madrinha convive com uma dor ja faz mas de cinco anos, varios medicos ja diaginosticarão que o problema é no trigemeos, mas alguns indicão cirurgia outros não.
    Entrei na internet em busca de alguem que possa me ajudar dando a dica de algum profissional que nos oriente corretamente.

    Caso alguem saiba de algum medico, e possa me indicar serei muito grato.
    De preferencia que fique entre Ribeirão e Campinas ou até mesmo em outro lugar, estamos desesperados para tentar achar uma solução.
    Desde ja agradeço a atenção

  497. Luis comenta:

    23 setembro, 2011 @ 12:50 AM

    Gustavo,
    Eu fiz na Santa Casa de Porto Alegre, Htal Sao José e deu tudo certo, te recomendo,
    marcar consulta x convenio, Dr Marcelo Ferreira, 51.3214-8080
    sorte

  498. Obedes de melo comenta:

    23 setembro, 2011 @ 11:06 AM

    Meu nome é Obedes de melo moro em Mato Grosso tenho 32 anos sou portador da neuralgia do trigêmeo, ou uma dor neuropática atípica.

    ESSA É MINHA ESTÓRIA!.

    “Em 1999 comecei a senti dor de cabeça e uma dor estranha no maxilar e na mandíbula e nos dentes e sempre estralando a atm, e lacrimejamento e uma questipação nos olhos, sempre com friagem no sistema respiratório e sempre saindo catarro parecido com uma clara de ovo, tudo que faz mal pra mim
    ar condicionado, aguá gelado, ventilador, andar de moto, balinha de menta,
    nessa época procurei um Otorrinolaringologia segundo ele me falou que podia ser uma sinusite, ou uma enxaqueca, ou uma asma ou uma rinite alérgica ou uma alergia respiratória.

    Cortei tudo que e gelado,pra tentar viver melhor, mais sempre passando mal, pois tudo que é gelado pra mim é veneno.

    No dia 15/06/2009 bati a escova na gengiva perto do nariz… Nossa! Começou a doer sem parar, fiquei louco de tanta dor… Parecia dor de dente.Resolvi ir a um Buco-Maxilo. Ele me falou que eu tinha um cisto na gengiva e que eu tinha de fazer uma cirurgia. Fiz a tal cirurgia e acabei tirando 4 dentes da frente, pensando que ia parar a dor… Engano, pois a minha vida é chorar de tanta dor.Agora não posso mais abrir a boca que dói tudo. Eu descobri que eu nunca tive cisto na gengiva. Fui reclamar com ele, que me mandou ir no psiquiatra… Nossa! Fiquei pior!
    eu fui em um psiquiatra e um psicólogo eles me mando ir no neurologista,
    Depois fui ao neurologista segundo ele me falou que podia ser uma neuralgia do trigêmeo. Ele me passou Garbamazepina, que não adiantou. Depois prescreveu Gabapentina que também não resolveu…, segundo 5 neurologista de Mato grosso que eu consultei me falou que era neuralgia do trigêmeo e que eu tinha de fazer uma cirurgia, depois eu fui em Sp. no Hc Hospital das clinica de Sp. passei pela uma consulta com uma equipe de médicos neuro e dentista, segundos ele me falou que era neuralgia do trigêmeo e que tinha uma cirurgia descompressão microvascular, Em maio de 2010 eu fiz a cirurgia do trigêmeo descompressão microvascular no hospital das clinica em São Paulo mais as dores não saiu da minha face e nem da minha boca, depois retornei a avaliação da cirurgia que eu fiz no Hc reclamei com o medico que ainda estava sentindo dor na boca ele passou pela uma equipe de dentista boco maxila e dor, e o Professor de dentista boco maxila e dor da UniverCidade de São Paulo me falou que que estou com um trauma no nervo trigêmeo, me mandado de novo pra outra equipe de neurologista do Hc, segundo os medico me falou que era dor neuropática atípica,

    hum agora nem sei mais o que faço da vida sempre com dor no começo era sinusite, enxaqueca, asma rinite alérgica, alergia respiratória. cisto no maxila, neuralgia do trigêmeo, agora dor neuropática atípica.

    Os nome dos remédios que já tomei carbamazepina 200mg 1.200 por dia turante 1 ano e 6 meis,
    gabapentina 300mg 900 por dia turante 1 ano, Amitriptilin 25mg 2 de manha e 4 anoite turante 2 anos, Longactil 100mg 1 de manha e outro anoite turante 2 anos.

    PRECISO DE AJUDA ESTOU SOFRENDO MUITO COM DOR ESTOU FAZENDO DE TUDO PRA MIM VIVER MAIS ESTA MUITO DIFÍCIL VIVER DOR ESSA DOR!

    Cel.65-9986-4989 meil MSN obedes@hotmail.com.br

  499. Helena comenta:

    23 setembro, 2011 @ 8:37 PM

    Gustavo,
    Eu indico o Centro Médico de Campinas – Dr. Roth Vargas renomado neuro-cirurgião.
    Foi ele quem fez a minha cirurgia do nervo trigêmio e fiquei muito bem.

  500. Katia Telis comenta:

    27 setembro, 2011 @ 4:31 PM

    Obedes…

    Li o seu depoimento e fiquei muito sensibilizada, uma vez que sua trajetória nesta infeliz doença é como a minha, não é facil mesmo viver com dor, tomar estes remédios pior ainda, pois eles nos deixam dopados, com refléxos diminuidos e sonolentos.
    Convivo com a nevralgia do trigêmio ha quase 3 anos, ela já foi chamada de sindrome facial, nevralgia atípica e para mim o que importa é que dói. Tive que aprender algumas coisas que acredito que podem ser validas para você.

    Primeiro é que por mais que corramos atrás ela não tem cura, existem mediamentos que aliviam a dor.
    A dor não é incapacitante.
    O nervoso e o estress pioram e muito o quadro algico (dor)
    O frio é meu maior inimigo.

    Fiz 2 anos de terapia, tomo oxarbazepina e amitriptilina e ja tomei outros mediamentos.

    Passei a olhar a vida de outros angulos, problemas todos temos, eu mesmo tenho esta maldita dor que convive comigo, mas ela não vai me deixar inerte para a vida, hoje simplifico muitas coisas, problemas considero todos,mas nenhum me tira o sono, nenhum me estressa, nenhum me faz chorar e olha que tenho muitos. Hoje amo mais, amo a vida, a profissão, as filhas, minha gata, amo a mim mesmo, amo o proximo. Vivo mais, faço coisas que me divertem, leio, passeio, converso, dou risada. Quando tenho dor, paro um pouco espero ela passar e sigo em frente, as vezes falo que sou (um vudu) e que tem alguem me espetando.

    Moro numa cidade fria São Paulo e num municipio frio Santo André uso touca para me proteger do frio, pareço um trombadinha de touca, mas o importante é meu trigêmio ficar quieto, até faço piadas com meus trigêmios, analisei tudo que me fazia ficar estressada nos momentos de muita crise e acabei com quase todos, acabei até com o casamento para você ver que quem me irritar e fazer meus trigêmios reclamar fica longe de mim, me afastei de pessoas que me estressavam, ritimo e local de trabalho. Hoje resumo tudo, transformo tudo em coisas mais faceis, dou risada sempre que posso e sei que posso, quando me sinto bem diminuoos remédios logo tenho crises de dores e volto a toma-los isto não aconselho claro.

    Resumindo você é jovem assim como eu, tenho 34 anos, procure inluir a dor na sua rotina, espere ela passar pois ela passa, e siga em frente, ame, cante, dance, brinca, corra, faça tudo que gosta de fazer, traga prazer a sua vida e não centralize sua vida nestes trigemios, mude o foco, logo você vai perceber que a vida corre normalmente e paralelamente esta esta dor e os medicamentos. Boa Sorte.

    Katia.telis@terra.com.br

  501. Salatiel comenta:

    29 setembro, 2011 @ 10:26 PM

    Flavia. Eu estava sentindo dores idênticas (estou sentindo) Fiz exames e detectou um cistos aracnoides. Faça uma Tomografia sem cortes! Vá a um Neuro sério. Corri a traz mais de 1 ano,Hospitais públicos não dão a menor importância para as pessoas!!!

  502. Anônimo comenta:

    1 outubro, 2011 @ 11:16 PM

    Boa noite

    Helena

    Gostaria de ter contato com você se possivel, por meio de MSN para saber mais um pouco sobre sua cirurgia do nervo trigemeo, o meu MSN é sivalbrasil@hotmail.com estou sofrendo muito e desejo partir para uma cirurgia.

    um abraço

    Sivalbrasil

  503. Helena comenta:

    3 outubro, 2011 @ 1:15 PM

    Silva Brasil,
    Eu lhe adicionei no msn, eu entro pouco, mas assim que possível conversaremos, com certeza posso lhe contar sobre a experiência da cirurgia. Se está sofrendo enfrenta a cirurgia que você terá uma melhor qualidade de vida! Até mais. Helena

  504. Giuliano Cesar comenta:

    9 outubro, 2011 @ 11:57 AM

    Bom Dia
    Eu tb tenho este pronlema de neuvralgia ja fiz duas cirurgia e o ano passado no frio ela voltou agora ela voltou novamente estou tomando carpamezepina de novo este medicamento e horrivel acaba com a pessoa estou voltando no medico de novo esta semana nao sei mas o que fazer nao da vontade de fazer nada estou a procura de uma ajuda
    Quem tiver alguma ajuda estou aberto a ouvir todas as dicas
    Abraço
    Giuliano Cesar ( Ribeirao Preto – sp )

  505. maridna comenta:

    12 outubro, 2011 @ 11:41 AM

    a varios anos minha mae sofre com a nevralgia do trigemeo .colocar agua morna no local da dor ajuda a menizar a dor?

  506. Luis comenta:

    14 outubro, 2011 @ 11:57 AM

    Giuliano,
    quáis foram as duas cirurgias que tu fez?

  507. Anônimo comenta:

    16 outubro, 2011 @ 9:48 PM

    CONHEÇO UMA PESSOA Q DEIXOU DE SENTIR AS DORES, FAZENDO ACUPUNTURA.
    FAÇAM, É ÓTIMO.

  508. Giuliano Cesar comenta:

    17 outubro, 2011 @ 12:58 PM

    Luiz

    As 2 cirurgia que eu fiz foi ateves da cabeça para isolar os nervos do trigemio mas agora voltou a dor estou tomando 1000mg de carpamazepina esta complicado para eu trabalhar fiz estas cirurgia para eu parar de tomar remedio mas ja faz 3 anos que eu fiz

  509. Solange comenta:

    17 outubro, 2011 @ 1:36 PM

    Atualmente estou tomando 1800mg de Gabapentina a cada 8hs e às vezes a dor vem muito forte. Começou atambém irradiar dores forte para o pescoço, causando desconforto enorme.

  510. Ciro Campos comenta:

    19 outubro, 2011 @ 3:59 PM

    Oi amigos: (cirocampos2006@hotmai.com)

    Visitem esse site abaixo, sei lá, mas não custa nada.
    Abraços

    Ciro Campos

    http://www2.uol.com.br/JC/_1998/2909/fa2709h.htm

  511. Edilene comenta:

    23 outubro, 2011 @ 12:58 AM

    Boa noite. Meu pai teve inflamação do trigêmeo e tinha dores como choques muito intensas. Levei-o no Hospital 9 de Julho em SP, e o dr. Claudio Fernandes Correa fez uma intervenção super rápida que curou a dor, mas ele ficou com um pouco de parestesia do lado que sentia dor. Na época, foi em 2008, o convênio do meu pai não cobria a intervenção, mas hoje, vi no link abaixo, que o tratamento é oferecido gratuitamente. Espero ter ajudado.
    http://decasocomamedicina.wordpress.com/tag/claudio-fernandes-correa/

  512. Vania Barros comenta:

    24 outubro, 2011 @ 9:38 PM

    Gente, boa noite. Conheço essa doença através de minha querida Tiva que sofre com esse problema por mais de 06 anos. Ela tem 54 anos trata-se de minha segunda mãe, que cuidou de mim durante muito tempo. E hoje é muito triste vê-la passando por tamanho sofrimento, ela já fez o procedimento do balão, sem sucesso, e caso não esteja enganada não chegou a ter uns 03 meses de alívio da dor. Ela utiliza a CARBAMAZEPINA, mas o alívio das dores é mínimo, sem falar que ela fica na maior parte do tempo deitada, sem forças pra fazer qualquer atividade, tem dificuldades pra se alimentar e seu equilíbrio pra andar já está um pouco prejudicado, vive se chocando nos objetos da casa e com quedas frequentes, não deixamos mais que ela saia na rua sozinha com medo de algum acidente. Moramos no interior da Bahia e estou muito preocupada com ela, não é possível sofrer tanto assim, peço ajuda de vocês com a indicação de local pra tratamento, em Salvador ou mesmo em outro estado, não posso ficar de braços cruzados enquanto ela sofre desse jeito. Que Deus tenha misericórdia de tamanho sofrimento.
    Segue meu email: vanita_barros@hotmail.com

  513. Scharlett comenta:

    28 outubro, 2011 @ 10:22 AM

    Esses tratamentos medicamentosos, podem surgir causar danos a capacidade de racicionio e a memória? E se com grandes alterações nervosas são capazes de voltar, após anos de abstinência da crise? Obrigada!!

  514. Agda Correia Silva comenta:

    2 novembro, 2011 @ 7:21 PM

    Minha amiga está com dores e a boca adormecida em decorrência
    do tratamento dentário ter atingido o Trigemio.
    Como ela deve eliminar essas dores.
    Qual o tratamento sugerido.

    Agda Silva
    71 3363-2031 e 9973-3213 Vivo

  515. Lima comenta:

    7 novembro, 2011 @ 10:40 PM

    Boa Noite,

    Tenho 28 anos e descobri há cerca de 1 ano a bendita Neuralgia do Nervo Trigêmio!!! Comecei o tratamento há 2 semanas com o Tegretol, mas só estou tomando 200mg ao dia!!! Fico completamente grogue e infelizmente com inúmeros episódios de crise por todo o dia!!! Ou seja,o remédio de nada adianta!!! Tenho lido matérias,pesquisas e fóruns a respeito das cirurgias e tratamentos alternativos, mas na grande maioria os médicos relatam sucesso nas intervenções cirúrgicas e a realidade parece bem diferente!!! Trabalho dando aula e falar, engolir, escovar os dentes, usar maquiagem, tocar a face, frio e vento viraram meus maiores pesadelos!!! Até andar já me desencadeia dores horríveis!!! Vcs têm conhecimento de aposentadoria por invalidez no caso da Neuralgia?

    Força para todos!!!

  516. Adriana comenta:

    16 novembro, 2011 @ 7:41 PM

    OLÀ, Meu nome é Adriana tenho 39 anos e há17 anos tenho essa dor horrivel,e infelizmente sinto q ela está piorando ou o remédio, carbamazepina tomo 2 a cada 6 horas, não está fazendo efeito, tento levar uma vida normal, mas tems horas q o desespero bate,não tem um dia sequer q não sinto essa dor. Equando estou sem dor me sinto a pessoa mais feliz do mundo.
    Choro muito qunto sinto a dor mesmo sem querer sai lagrima dos meus olhos, não estou conseguindo mais suportar as vezes tomo 3 comprimidos e fico zonza acontece com voces trambém ?????
    Não sei mais o que fazer, moro em presidente prudente e não sei se aqui tem cirurgia, não sei se é o caso.Eu faria qualquer coisa para não sentir mais esse tormento, tenho vergonha de escrever isso mas já quis morrer várias vezes.
    Gostaria q alguém me desse alguma esperança estou desesperada mesmo. obrigado desde já

  517. sandra marcia de almeida comenta:

    16 novembro, 2011 @ 8:48 PM

    Olá,,,,,,infelizmente minha mãe tem os sintomas, isto é, já diagnosticado por dois neuros essa tal Nevralgia do Trigemio, que é uma terrível dor, minha mãe tem 60 anos e à 2 anos início o tratamento, mas não obteve resultado no tratamento com Tryleptal de 600mg 2 por dia e Codaten, e passando a usar Gabaneurim 600mg 4 por dia mais Amytril 75mg 1 por ida, e nada de melhora, estou desesparada, pois os medicamento não resolveram, agora tenho que correr para procedimentos, gostaria de uma luz,,,,,se esses procedimento realmente são permanentes ou pode voltar as dores???? um neuro falou que sim o outro que pode voltar,,,, agradeço o atenção,,,,,
    abraço,,,,,

  518. Helena comenta:

    17 novembro, 2011 @ 10:19 AM

    Para Adriana,
    Eu já passei por este sofrimento, já tomei carbamazepina na dose máxima, e outros remédios similares, o que posso te dizer é BUSQUE ajuda, queira sarar, não ache que sua vida será sempre assim, existe solução, existe saída pra você como teve pra mim e muita gente que já passou por isso….Eu já fiz a cirurgia e hoje tenho qualidade de vida! Marque um neurologista urgente se possui convênio médico, senão possui busque através do SUS. Existe solução, existe cura, você vai conseguir!!! E confie em DEUS que lhe guiará até a solução! Fico torcendo por vc!!

  519. Jorge Martins comenta:

    18 novembro, 2011 @ 6:39 PM

    Alô Adriana:
    Também padeço com essa maldita doença e já lá vão vinte e tal anos. Já me submeti a 2 cirurgias, (a 2ª foi Termocoagulação por Radiofrequêcia) ambas sem sucesso, já experimentei várias outras medicinas que não a convencional, desde Terapia Sacro Craniana, Acupuntura, Massagem com laser, e outras mais, mas sem resultados, de momento tenho isto controlado com a Carbamazepina, tomo 2x400mg de carbamazepina + 2x150mg de Lyrica, por dia, durante todo o ano, é desagradável ter que depender destes fármacos, mas com a dôr é que não dá pra viver.
    Desejo-te rápidas melhoras e que Deus te ajude.

  520. Luiza Marillac comenta:

    18 novembro, 2011 @ 8:11 PM

    Olá, pessoal.

    Tive a primeira crise aos doze anos…eu não entendia toda aquela dor e achava que sera causada por algum dente, acho que fiz todo o processo que todos fazem.

    Bom o que posso dizer é que após inúmeros medicamento pela vida afora descobri quais medicamentos, de fato interrompem minha crise:
    Voltaren 50 mg
    Olcadil 2 mg , dois dias de tratamento fico livre.
    #fica a dica

    Saúde a todos.

  521. simone comenta:

    19 novembro, 2011 @ 10:44 PM

    Olá, meu nome é Simone. ´
    Tive uma crise de sinusite aguda há 2 meses atrás, que foi diagnosticada através de exames solicitados por médicos. Fiz o tratamento com antibióticos e corticóide. Essa crise foi tão forte que perdi o olfato e a gustação e tive que me internar pois minha infecção no sangue estava muito alta.No entanto, mesmo após o tratamento tenho tido dores no rosto e na cabeça além da sensação de peso e anestesia. Parece que tomei anestesia para tratamento dental mas que não passou mais……Além disso, sinto dores na mandíbula , no pescoço e na nuca também.
    Pude jurar que era minha sinusite que não havia respondido ao tratamento, no entanto já procurei por 7 otorrinos e fiz 3 tomografias dos seios da face que mostraram somente cisto de retenção no seio maxilar direito e um pouco de secreção no seio esfenoidal, mas todos os otorrinos falaram que essas alterações não justificam meus sintomas. Somente um dos médicos que procurei disse que a causa dos meus sintomas é a nevralgia do nervo trigêmio. Ele solicitou uma ressonância magnética do cérebro para descartar outras patologias, mas que esse procedimento seria mais para desencargo de consciência, pois para ele o diagnóstico estava fechada.
    Não aguento mais sentir tanta pressão no meu rosto , as vezes parece que minha cabeça vai cair…………. E essa sensação de dormência e anestesia no rosto. Isso tudo é muito incômodo.
    Gostaria de saber se alguém já ouviu ou sofreu por algo parecido, ter apresentado o problema após uma crise de sinusite ou gripe? Será que meu problema é realmente esse?
    Li que a maioria das pessoas falam de dores na face, mas a dormência também pode ser causada pela nevralgia do trigêmio?
    Agradeço já a atenção. Aguardo respostas.
    Moro no Rio de Janeiro. Gostaria de informações sobre onde devo procurar atendimento especializado.
    Meu e mail é simonemdearaujo@yahoo.com.br
    Simone.

  522. Eliamar Maria comenta:

    24 novembro, 2011 @ 2:44 PM

    Meu nome é Eliamar, sou de Itumbiara, GO. tenho 48 anos, sinto essas dores a uns 15 anos, já fiz duas cirurgias por dentro da boca, perdi un dente que estava perfeito que segundo o dentista que estava me atendendo disse que o dente estava atrapalhando o tratamento, as dores eram tão intensas que ele aplicava anestezias e corticoide na minha face, nossa que sofrimento… Depois comecei a tomar carbamazepina, que um neurologista de Uberlandia me passou, isso me deu uma reação alérgica que quase me matou. um outro Neurologista de Goiania me disse que eu era alergica a qualquer medicamento a base de carbamazepina, e que eu teria q recuperar da alergia para fazer uma cirurgia que iria isolar o nervo da veia. Procedimento este também sem sucesso. Só depois um outro médico da equipe me disse que havia possibilidade da cirurgia não dar certo.
    Ainda com os pontos na cabeça ele me encaminhou para uma clinica neurológia em Goiania mesmo, onde fiz duas infultrações no trigemeo com intervalo de um ano. Depois com o passar dos anos as dores voltaram, fui ao Hospital Sarh em Brasilia onde fariam o mesmo procedimento, onde disseram que com o passar do tempo as dores voltariam. Decidi não fazer porque corria risco de morte ou invalidez. Hoje em dia as crises mudam conforme o tempo, frio, quente , estado emocional ou TPM. Não tenho condições financeiras de fazer tratamento, estou tomando algumas drogas que já estão me atrapalhando no trabalho, pois tomo a noite mas de manhã não acabou o efeito completamente que trabalho meui zonza ainda, mas as dores não passam. Se alguem souber de algum outro tratamento que deu certo me ajudem por favor, pois já não me alimento, não durmo e nem trabalho normalmente. Sempre estou sentindo dores. meu e-mail é lia_47morena@hotmail.com.

    Grata, Eliamar

  523. Atila Patric comenta:

    25 novembro, 2011 @ 9:13 AM

    Pessoal , tente tomar suco de Maracuja bem forte. quem tem pressão baixa não pode tomar forte ,só um pouco em horarios auternados, mais quem não tem pode tomar mais lembresse sem abusar ,com moderação.. e o Cha de aflora miuda um pplanta tipica do japão muito vendido no brasil. Mastruz um planta anti inflamatorio é muito bom Tambem , vamos tentar tomar remedios naturais talves possa nos ajudar. fca a diga, qual que duvida mim liguem.

    Sou de Juazeiro BA

    (74 ) 9979 6405 Cel Qual que Hora
    (74) 8836 6489 Cel Qual que hora
    (74) 3612 0617 Tel Anoite depois das 19 horas

  524. Welligton comenta:

    26 novembro, 2011 @ 12:38 PM

    Minha esposa começou a sofrer desta doença agora. Esta fazendo sessões de lazer e tomando alguns medicamentos citados acima. Graças a DEUS vem alcançando alguma melhora. Espero que todos encontrem a cura e paz, os doentes e seus familiares. Que DEUS proteja a todos.

  525. Sandra C. comenta:

    26 novembro, 2011 @ 5:35 PM

    Escrevi há 3 anos pois havia feito a cirurgia do balão sem melhora e tenho nevralgia do trigemio há muitos anos. Tomo agora Lyrica e vinha tendo menos episódios longos de dor . Contudo, há 1 mês e meio comecei a ter dores terríveis , como há anos eu tinha : parece uma dor de dente mas não é, claro, pois investiguei repetidas vezes no dentista. Alem disso minha dor não é em choque que passa rapidamente ; ao contrário, dura horas e as vezes sinto muito desespero realmente. Gostaria de saber de alguém sente também se sua dor assemelha-se à uma dor de dente e também dura mais tempo. Meu medico me deu um outro medicamento que ajudou mas tenhomuito medo dela voltar. Gostaria de receber emails de pessoas que tenham alguma informação ou ate quem eu também possa ajudar.
    Obrigada

  526. Sandra C. comenta:

    26 novembro, 2011 @ 5:45 PM

    Vale lembrar que tratei tb com placa de mordida à noite mas foi descartada disfunção de articulação temporo mandibular.

  527. Adriana Marques da costa comenta:

    27 novembro, 2011 @ 5:21 PM

    OI pessoal, obrigado pelos depoimentos e pela força, Helena e Jorge e todas as pessoas que sentem essa maldita dor. estando aqui e lendo esses depoimentos sinto que nãp estou só, pois eu não conheço ninguém pessoalmente q tenha essa doença. e lendo os comnetarios sinto q muita gente sofre como eu, mas acho q realmente temos q procurar uma solução pra não sentir mais essa dor, pelo q percebo eu não posso ficar parada, se durmo a dor começa cde uma forma mais dolorida então tento ficar em atividade o tempo todo e tomar os medicamentos para não sentir a dor. Esses dias fui ao médico e era clinico geral e ele disse q eu estava tomando muito remedio, mas o meu neurologista me disse que enquanto o remédio estiver fazendo efeito a quantidade não importa. Eu gostaria muito de me consultar no HC mas não sei como. o fato é q gostaria muito de me livrar dessa dor é o que desejo pra todos. e que também só Deus pra nos dar força pra suportar. desejo melhoras a todos bjos DRI

  528. Eliana Curcio comenta:

    27 novembro, 2011 @ 10:23 PM

    Prezados,

    Li os vários depoimentos e vi que algumas pessoas moram em regiões onde há escassez de profissionais habilitados a fazer o diagnóstico da Neuralgia do Trigêmeo e tratamento medicamentoso e cirúrgico.
    E eu gostaria de alertá-los que é obrigação do governo em disponibilizar profissionais e estrutura para todos de forma indiscriminada. É um direito garantido na Constituição Federal.
    Se na sua cidade não há essas condições, a prefeitura tem por obrigação encaminhá-lo e viabilizar o seu acesso.
    Providencie um encaminhamento médico (preferencilamente de um médico da rede pública) onde haja a suspeita da doença e a indicação de uma opinião de um especialista.
    Esse encaminhamento deverá ser entregue na secretaria de saúde que deverá tomar todas as providências, inclusive transporte.
    ´
    E no caso do Plano de saúde, o tratamento da Neuralgia do Trigêmeo é preconizado pela ANS, inclusive cirúrgico e que portanto, devem disponibilizar à seus associados, sem qualquer ônus.
    Se caso, se recusarem, você pode garantir seu tratamento por liminar judicial.

    E para finalizar, para quem mora em São Paulo ou tem fácil acesso,o Hospital das Clínicas oferece o tratamento através do Ambulatório da Dor Orofacial que fica no 6° andar do prédio dos Ambulatórios. É promovido um atendimento multidisciplinar onde é decidido a melhor conduta.

    Para ser atendido lá é preciso de um encaminhamento médico, preferencialmente público, com a suspeita da Neuralgia do trigêmeo.

    Todas as quintas-feira são realizadas as cirurgias de NT, principalmente do balão e nos demais dias o atendimento ambulatorial.

    Espero ter ajudado e desejo que cada um de vocês encontre a solução definitiva pra esse problema que assola as nossas vidas.
    Abraços,
    Eliana
    Asbratrigeminal

  529. andrea de oliveira comenta:

    30 novembro, 2011 @ 6:06 PM

    Também sofro de nevraugia,desde os 16,17 anos,hoje tenho 34,as crises voltam a cada 2,3 anos,e quando voltam valtam com tudo,parece que vou morrer de tanta dor,fico me entupindo de remédio,mais já ñ tenho 20 anos e os efeitos colaterais estão me matanto a cada dia…tenho desânimo só de pensar q vou enfrentr a dor,a minha crise dura 1 mês,já estou quase lá desta crise,estou com fé q vou sair desta…tomo tegretol,o médico indicou nesta crise o tegretol cr,ñ sei porque,se alguém souber me escrevam meu email andrea_eolliveira@ig.com.br

  530. Kassandra comenta:

    21 dezembro, 2011 @ 5:29 PM

    Olá ?me chamo Maria,tenho21 anos, sinto muita gastura,ao escovar os dentes
    quando passa o bombril na peredo ou morder um pano…
    gostaria de saber se isso é nevralgia mesmo e costumo ficar assim no frio e quando sinto muita dor na coluna.

  531. RÔ comenta:

    22 dezembro, 2011 @ 4:48 PM

    OI….O QUE POSSO DEIXAR AQUI, É QUE SOFRI ANOS COM ESSA DOENÇA. NA VERDADE, FUI A VÁRIOS MÉDICOS, E TODOS FORAM ENFÁTICOS. O SEU PROBLEMA É NA ATM, PROCURE UM ESPECIALISTA. FUI EM VÁRIOS, INCLUSIVE NUMA ORTODENTISTA, QUE TINHA O MESMO PROBLEMA QUE O MEU. E NADA RESOLVEU. MAS ELA ME DISSE QUE DEVO SOFRER DE BRUXISMO, APERTO OS DENTES QUANDO DURMO. USEI PLACAS RELAXANTES, NÃO AJUDARAM TBEM. MAS HJ APRENDI A CONVIVER COM ESSA DOENÇA. EVITO DE COMER ALIMENTOS DUROS, COMO MAÇA. EVITO CHICLETES. E FAÇO GINASTICA FACIAL,E APARELHO PARA FORTALECER OS MUSCULOS, PQ O PRINCIPAL PROBLEMA É REALMENTE A MUSCULATURA DA FACE QUE DÓI., POR ISSO É MAIS COMUM EM MULHERES. QUANDO SINTO MUITA DOR, TOMO NIMISULIDA E PROCURO RELAXAR. ABRAÇOS!

  532. Gilson de Menezes Mesquita comenta:

    29 dezembro, 2011 @ 12:53 PM

    Oi galera! Minha esposa sofre desde 2008, de Nevralgia do trigêmio da mandibula (vitima de agulhadas da anestesia de um dentista ao fazer implante), ela recorreu ao Dr. Claudio (neurologista) do hospital 9 de julho-São Paulo, ele afirmou que por ser uma dor atípica, não adiantaria qualquer cirurgia (nem que desse R$100mil na mão ele faria), daí ele prescreveu o remédio Lyrica de 75mg do laboratório Pfizer(existe tbém de 150mg), apenas dá alívio do gatilho da dor, inclusive esse remédio dá menos reação, do que o brabo carbamazepina. O que também ajuda no combate a dor, é o uso de uma pastilha de silício que ela coloca com esparadrapo bege na face mandibular(Stiper pastilha de Silício-50 un), serve como acupuntura. Uma médica nos informa que existe uma cirurgia Chamada de descompressão microvascular (DMV) do nervo trigêmeo, a cirurgia exige a realização de uma abertura na parte de trás do crânio, para permitir acesso ao nervo. Mas é preciso pesquisar mais esse tipo de cirurgia. Aqueles que sofrem com dores típicas, têm mais chances de alívio simplesmente com a compressão percutânea com balão..
    Com os pacientes sob anestesia geral, os médicos inserem uma pequena agulha na face, que atinge a base do crânio, onde se localiza o nervo trigêmeo. Um cateter fino e flexível é preso a um balão e enfiado pela agulha. O balão é inflado temporariamente até atingir uma pressão específica e, então, desinflado e retirado. O resultado é o bloqueio da sensação de dor.
    A Clínica Mayo de Jacksonville, Flórida, já realizou mais de 200 procedimentos de compressão com balão.
    M. Słowińska e colaboradores do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Medicina da Polónia na Silésia, estuda o tema
    Cinqüenta e nove pacientes com dor refratária no trigêmeo foram incluídos neste estudo. Os pacientes foram divididos entre dois grupos; um com neuralgia do trigêmeo típica (NT), e aqueles com outros tipos de dor trigeminal ou “dor atípica”. A taxa de resultados pós-cirúrgico da recidiva foi estimado por métodos estatísticos nos dois grupos
    Quarenta e dois pacientes tiveram a NT, 17 pacientes tiveram a dor atípica. No último seguimento, 40 pacientes relataram um resultado excelente, bom 9, 7 resultado médio e 3 maus alívio da dor. Recidiva foi observada em 35 pacientes, e foi associado com o tipo de dor anterior e a duração da dor antes. Outros fatores clínicos da dor não foram significativas. Dois pacientes apresentaram paresia transitória do sexto nervo craniano, no entanto, não houve complicações pós-operatórias permanentes.
    Os autores afirmam que a segurança e eficácia da cirurgia do balão deixou 83% dos pacientes sem dor no último seguimento. Pacientes com dor atípica e maior duração dos sintomas pré-cirúrgicos parecem ter um maior risco de recorrência.

    repasso a informação abaixo(Correio Braziliense-quinta,29/12/2011):

    Técnicas menos invasivas substituem cirurgia para a neuralgia do trigêmeo
    Menos invasivas:
    As técnicas percutâneas são consideradas as melhores alternativas cirúrgicas, principalmente para pacientes acima dos 50 anos. Minimamente invasivas, o neurocirurgião chega até o gânglio do nervo trigêmeo para realizar o procedimento com o auxílio de agulhas e catéteres. Além da compressão com balão, as outras possibilidades são a radiofrequência — método que lesa o nervo — e a aplicação de glicerol, substância que promove a desidratação da raiz nervosa. A melhor indicação varia de acordo com o caso e as condições clínicas da pessoa.

    A incisão da intervenção que usa o balão inflável para comprimir o gânglio nervoso é feita próxima à boca, com o paciente adormecido e sob efeito de anestesia geral. Os médicos se orientam com um aparelho de raios X preciso, para alcançar a base do crânio, local onde está a base do nervo. “Um balão é introduzido por cateter e inflado sob determinada pressão por um minuto. Cerca de 80% dos pacientes apresentam excelente reparação”, garante o médico americano. Segundo ele, os riscos são mínimos. Menos de 5% das pessoas sofrem algum problema no pós-operatório.

    Para o neurocirurgião Tiago Freitas, de todas as técnicas percurtâneas, a do balão é a que apresenta mais benefícios e menos complicações. “Todas as três agridem o nervo de alguma forma. É um artifício para que ele pare de funcionar desregulado e o estímulo de dor seja interrompido”, detalha o médico que realiza as técnicas em Brasília. Os pacientes já acordam sem dor. Segundo Freitas, de 50% a 60% dos que recebem o glicerol não sentem mais o desconforto. A técnica vem sendo preterida porque não é tão eficaz quanto as outras duas. “Para aqueles que receberam a radiofrequência, o índice de sucesso é de 90%, mas o paciente tem que ser acordado no meio da intervenção, o que é muito desconfortável”, pondera.

    Marisa conta que sentiu a neuralgia no trigêmeo esquerdo pela primeira vez em 1989. “A dor vinha de repente, quando eu ia comer ou falar. Nenhum analgésico era capaz de remediá-la. Em 1997, tomei uma injeção de álcool que trouxe grande alívio até dezembro passado, quando a dor voltou dilacerante”, diz. Além do anticonvulsivante, a aposentada chegou a tomar morfina e antidepressivos. Nada trazia alívio. Há 15 dias, Marisa fez a cirurgia de compressão com balão. O rosto ainda guarda um hematoma do procedimento, mas a dor foi embora instantaneamente. “A cirurgia durou 30 minutos. Não precisei nem levar pontos. Eu renasci. Viver imóvel em uma cama é quase uma morte. Assim que o médico liberar, vou viajar e voltar às minhas atividades”, comemora.

    A auxiliar de enfermagem aposentada Gasparina Oliveira Brito, 74 anos, também passou pelo mesmo procedimento. “Sentia dor na região da boca. Gritava e chorava o tempo todo. Não conseguia comer nem dormir. É difícil acreditar que um pequeno balãozinho me trouxe a tranquilidade de volta. Ainda está um pouquinho inchado, mas isso não é nada perto do transtorno que passei”, relata.
    Então é isso pessoal, dei meu testemunho sobre a esposa. Qualquer novidade meu e-mail:gilsonmesquita57@gmail.com
    Um fraterno abraços a todos q estão neste barco.

  533. Marlene comenta:

    1 janeiro, 2012 @ 12:48 PM

    Fiz anestesia dentária no canino e no incisivo central para restaurações dos mesmos. Já fazem 8 dias desde então e tenho dores contantes em todos os dentes da metade direita e no trigêmeo, além disso passa para a cabeça. Conversei com meu dentista a respeito disso e ele me disse que teria que fazer tratamento de canal, mas não estava sentindo nenhuma dor de dente até fazer essa anestesia. Não posso comer nem beber nada gelado e tenho grande sensibilidade em alguns dentes devido à retração da gengiva. Estou tomando analgésicos direto. Quando passa o efeito as dores voltam. O fato é que não estou mais suportando tais dores. Alguém poderia me ajudar neste sentido, por favor?

  534. Ciro Campos comenta:

    1 janeiro, 2012 @ 2:51 PM

    Gente:

    Tomo Lyrica (pregabalina) 75 mg, é o que tem amenizado a dor. Conversem com seu médico.

    Anotem: ciroccampos2006@hotmail.com

    Força…

    Ciro

  535. Felipe comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 9:57 AM

    O q poderia ser dor na nuca como fisgadas,mas não dor constante como dor de cabeça,apenas fisgadas,no lado direito da cabeça,em alguns momentos da vontade até de fechar os olhos da pontada.Obrigado pela atenção.

  536. Jacival comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 7:42 PM

    Boa noite Marlene

    Comecei a sentir dores no trigemeo + ou – assim igual a você, sofri muito estava em um tratamento odontologico e começou as dores terriveis no meu rosto a dentista parece que acertou o nervo com uma das ferramentas dela, um dia em casa fui enxugar o rosto e tomei um choque enorme no lado direito da face, depois umas fisgadas, fui a dentista que estava fazendo o tratamento e ai começou uma série de exames, raio X, panoramica do rosto, extração de uma raiz de um dente que a doutora pensava ser ela o problema e nada, varios analgésicos sem efeito. até que fui orientado a procurar um neurologista.
    Depois de seis meses de muito sofrimento marquei a consulta com o Neuro e de cara ele me disse que era neuralgia no nervo trigemeo, me receitou carbamazepina que venho tomando até hoje para poder controlar essas dores insuportaveis, hoje já estou tomando uma dose muito alta do medicamento 1800mg por dia, já tomo esse medicamento a mais de 4 anos e essa dosagem a mais de 2 anos. tem me prejudicado, mais pelo menos tem segurado a dor terrivel, insuportavem.
    Procure um neurologista o mais rapido possivel e ele te ajudará e primeiramente confie em Deus, ele nos dará vitoria em nome de Jesus.

    Sivalbrasil

  537. Marlene comenta:

    4 janeiro, 2012 @ 11:29 PM

    Oi Jacival!!
    Mto obrigada pela dica. Espero q não seja tão grave meu caso. Já fui num Buco Maxilo Facial e estou tomando medicamento.Talvez seja problema d tratamento d canal mas, segundo ele, ainda é cedo pra dizer, já q recém fiz as restaurações e isso leva um tempo para acusar este problema c for o caso. Ele tbm descartou problema com o trigêmeo pq um simples analgésico não faria passar a dor deste nervo. Talvez seja reflexo da dor. Mas doi mto e passa pela cabeça e vai até a coluna. É mto ruim isso. Queira Deus q teu caso tenha solução pq a medicina está bm avançada, mas penso q deverias consultar mais opiniões a este respeito, pois como pode ser possível uma pessoa viver com dores durante tantos anos?
    Vou consultar daqui uns dias e qm sabe até lá já tenha melhorado isso.
    Mais uma vez, obrigada pela dica e td d bom pra vc. Abraços.

  538. ZILMA comenta:

    9 janeiro, 2012 @ 12:37 AM

    DIRIJO O MEU COMENTÁRIO ESPECIALMENTE PARA PATRICIA NATAZZA POIS RESIDE NO MEU ESTADO:

    PARA AQUELES QUE TÊM NEVRALGIA DO TRIGÊMEO: MORO EM NATAL/RN E HÁ UNS 5 ANOS TIVE ESSA DOR; DEPOIS DA ROMARIA A VARIOS DENTISTAS, FUI (GRAÇAS A DEUS) ENCAMINHADA PARA UM NEUROLOGISTA QUE HAVIA DEFENDIDO ESSSE TEMA NA SUA TESE E TEM UMA PUBLICAÇÃO A RESPEITO; FIZ A CIRURGIA QUE DEMORA POUCO TEMPO E SAÍ CURADA; SÓ QUE COMO ELE HAVIA DITO, HÁ POSSIBILIDADE DE VOLTAR A TER NOVAMENTE A MALDITA NEVRALGIA E FOI O QUE ME ACONTECEU EM 2011, DEPOIS DE QUASE 5 ANOS. FUI NOVAMENTE A ELE, FIZ NOVA CIRURGIA E GRAÇAS AO BOM DEUS, NOVAMENTE DESAPARECEU A DOR. NÃO ACREDITO EM NENHUM TRATAMENTO PARA CURAR. SEQUELAS? NÃO AS CONSIDERO, POIS APENAS UMA DORMÊNCIA FICA NO LADO DA CIRURGIA QUE, COM O PASSAR DO TEMPO DIMINUI, EMBORA NÃO DESAPAREÇA TOTALMENTE. MESMO ASSIM, APRENDEMOS TRANQUILAMENTE A CONVIVER COM ELA, AINDA MAIS QUANDO LEMBRAMOS QUE ELA É A SUBSTITUIÇÃO DE UMA DOR QUASE INSUPORTÁVEL. MEU MSN, CASO ALGUÉM SE INTERESSE EM MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O MEU CASO:
    z-s-l1@hotmail.com

  539. rozer comenta:

    12 janeiro, 2012 @ 4:38 PM

    Meu pai já passou por duas cirurgias, Nevralgia do trigêmio da mandíbula, gostaria de saber se há sequelas caso venha a fazer outra cirurgia, ele tem 70 anos, sofre com muita dor, todos os dias, após a segunda cirurgia ela passou dois anos sem sentir dor mais agora voltou com um frequência grande, voltou a tomar medicamento por conta própria, já que para chegar falar novamente com o médico vai custa, devido a burocracia da rede pública o que fazer, para aliviar as dores já que nem o medicamento está resolvendo.
    felicidades bençãos e sucesso para o Senhor.

  540. Arandy Delgado Campos comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 11:56 AM

    Dr. Boa tarde!
    Tenho 85 anos e tive nevralgia do trigêmio uns 20 anos (dos 40 aos 60 anos mais ou menos). Opereirei e retirei o nervo que vai da cabeça até prócimo a boca, do lado direi e fiquei sem dores por mais de 10 anos. Há um ano atrás as dores voltaram. Fiz vários tratamentos com estes remédios citados porém nada melhorava. Permaneci um ano e meio com dores. Ano retrasado estava pronta para outra cirurgia, quando a dor sumiu novamente. Fiquei um ano sem dores. Agora, certa de duas semanas elas voltaram. Fiquei sabendo de um esparadrapo cruzado, parecido a uma teia de aranha que se coloca sobre o rosto no local da dor para tratamento. Gostaria de saber onde encontro este esparadrapo, pois perguntei na farmácia e o rapaz me informou que existe sim, mas eles estavam em falta. O sr poderia me responder se realmente ele funciona e onde encontrar? Agradeço pela ajuda.
    Abraço,
    Arandy.

  541. Ciro Campos comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 2:12 PM

    Olá…

    Acessem o site abaixo que considerei interessante repassar:

    http://www.terapiadecaminhos.com.br/esparadrapo07-07.htm

  542. Ciro Campos comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 2:18 PM

    Olá…
    Quando fizerem seus depoimentos e comentários, sugiro que coloquem seus e-mails para futuro contato…

    cirocampos2006@hotmail.com

    Ciro

  543. Adriana comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 8:40 PM

    Gostaria q ao médico ou alguém me respondesse, tenho nevralgia do trigemeo e tem piorado a cada dia tomo carbamazepina mas infelizmente já estou tomando 2 a cada 6 horas e continuo sentindo dor, só melhora a dor se tomo 3comprimidos, mas se tomo 3 sinto tonturars e visão borrada, queria saber ´se é perigoso tomar tanto remédio assim???? E´q as vezes fico desesperada de tanta dor já não consigo comer direito nem falar direito, as vezes chego a tomar 4 de uma vez dai eu apago mas pelo menos durmo sem dor sem dor Gostaria DR. me respondesse pois não estou conseguindo marcar um neuro e tenho medo q aconteça alguma coisa comigo por estar tomando tanto remédio . Obrigado desde c

  544. Gilson Mesquita-RJ comenta:

    19 janeiro, 2012 @ 5:43 PM

    Adriana, deus te abençoe. Minha esposa fez uso do remédio Lyrica seja de 75mg, 150mg ou300mg(estes são mais caros: a partir de R$ 78,00). Atualmente ela esperimenta o gabapentina de 300mg (custa na drogaria Pacheco: R$26,00).Ela suspendeu o carbamazepina por trazer muitas reações terriveis no organismo, coisa de doido. O que traz alívio também, é o uso de pastilhas de silício (conhecido como STIPER), que vem num pote branco com 50 unidades, custa em torno de R$37,00. Ela pega duas pastilhas cola no espraradrapo bege, e fixa sobre a pele,na mandibula, região da nevralgia do trigêmio. o alívio é grande. Tente encontrar pela internet (procure no google como stiper ou pastilhas de silício). Eu consigo encontrar na loja do fonoaudiólogo, que fica no shoping Tijuca-RJ. Por ser uma dor atípica, fica descartada qualquer tipo de cirurgia. Espero te ajudado. um abraço.

  545. Ciro Campos comenta:

    20 janeiro, 2012 @ 9:00 AM

    Adriana:

    Consulte o seu médico e fale sobre o 75 mg. Eu uso e tem sido muito bom, inclusive para dormir. Cuide da alimentação, que deve ser leve e, muito importante o que me disseram: a doença tem muito do emocional do dia a dia, contrariedades e etc.

    cirocampos2006@hotmail.com

    Ciro

  546. Ciro Campos comenta:

    20 janeiro, 2012 @ 9:02 AM

    Olá…
    Consulte seu médico, fale sobre o LYRICA 75 mg.

  547. Alessandro comenta:

    21 janeiro, 2012 @ 12:28 PM

    ola pessoal

    sofro com Neuralgia do trigemeo a 6 anos e estou numa crise feia (a 3 dias nao vou trabalhar) e mes passado o medico me passou esse Lyrica 75mg e foi mesma coisa que nada….eu tomava 1200mg de carbamazepina ao dia, mas de uns meses pra ca nao faz mais efeito, nem sei mais o que fazer….
    abraço a todos

  548. Ciro Campos comenta:

    22 janeiro, 2012 @ 9:20 AM

    Vejam essa matéria, é interessante e explica a nossa doença…

    http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-70942009000400010

    Abraços…

    42-9919-0101 (claro)
    42-9958-2404 (tim)

    cirocampos2006@hotmal.com

  549. V era comenta:

    24 janeiro, 2012 @ 11:32 AM

    A neuralgia do trigemio apareceu há +_ treis anos tomo carbamazepina, gabapentina e em crises fortes a prednisona e paracetamol/fosfato de codeina. Não aguento mais com tanto medicamento, estou vendo a possibilidade de fazer lazer…se alguem tiver tido essa experiência me notifiquem, por favor. Obg.

  550. Jackeline comenta:

    2 fevereiro, 2012 @ 11:00 AM

    Olá tenho 22 anos e há um ano e meio veio apresentando fortes dores, possiveis choques que se irradiam “de traz da orelha passando pelo lado direito da face terminando embaixo da lingua”, tem duração de segundos e logo passa, procurei um neurologista pois pensava ser “sequela” da paralisia facial que tive há 2 anos atras, porém o neuro me informou que não há ligação com a paralisia, ele deu a possivel HD de nevralgia do trigêmio e prescreveu carbamazepina, antes de fazer a tomografia, mas eu interrompi o tratamento porque a droga me deixa muito sonolenta, muito calma, e com pouca concentração, gostaria de saber se esses efeitos são normais e como devo toma- lo parei de tomar porque preciso estudar e quando tomo não consigo fazer!

  551. Alessandro comenta:

    9 fevereiro, 2012 @ 3:29 PM

    Ola pessoal

    Bom, sofri com esse problema por 7 anos, ate que a um mes atras, a dor chegou no limit, nao consegui trabalhar mais e nem me alimentar…..bom, decidi fazer a cirurgia, pra minha felicidade, quando acordei depois da cirurgia, nao tinha mais dor, caso alguem se interesse, o medico é especialista nesse problema, vou deixar aqui o tudo caso alguem queira entrar em contato com ele

    Dr. Antonio Ronaldo Spotti
    Centro do Cérebro e Coluna
    Tel (17) 3216 9999
    Rua José Munia, 4850
    São José do Rio Preto

    Desejo desde ja, boa sorte pra todos que sofrem desse problema
    abraço

  552. Fabio Vargas comenta:

    21 fevereiro, 2012 @ 6:51 PM

    Minha mãe tem esse problema a cerca de 40 anos, é uma dor infernal, ela faz tratamento com carbamazepina, hoje ela toma 4 comprimidos de 400mg por dia, mas mesmo assim sente dores. Se alguém souber algum tratamento por favor me indique. Já vi uma reportagem que os médicos através de uma agulha colocam uma ” borrachinha” próxima ao nervo.Alguem já ouvir falar sobre isso.
    Abraços

  553. Adriana Marques da costa comenta:

    22 fevereiro, 2012 @ 9:51 PM

    Olá Fábio, nossa sua mãe tem essa dor há muito tempo hem !!!! noosa deve sofrer muito, eu tenho esa doença há 18 aos e já acho demais, mas cheguei no limite tomo carbamazepina tomo 2 a cada 6 hras e mesmo assim quando a crise está terrivel mesmo com medicação sinto dor. então meu neuro indicou uma ciruriapra colocar um balão ele disse q é uma tentativa pode ou não dar certo, mas vou tentar, faço tudo pra me livrar dessa dor. tem também um medicamento chamado lyrica algmas pessoas dizem q é bom, mas o meu neuro decidiu pala cirurgia. vamos ver. desejo de coração q sua mãe melhore. espero q Deus a ajude porque muitas vezes só encontro conforto em Deus pra suportar essa dor.

  554. ZILMÁ comenta:

    22 fevereiro, 2012 @ 10:42 PM

    ATENÇÃO PESSOAL, MORO EM NATAL E TIVE ESSA TERRÍVEL NEVRALGIA DO TRIGÊMEO, DEPOIS DE ALGUM TEMPO, FUI A UM NEUROLOGISTA QUE ME FEZ A CIRURGIA. ESTA DURA APENAS UMA MEIA HORA E O ALIVIO É IMEDIATO. PASSEI 5 ANOS SEM A DOR, VOLTOU E FIZ NOVAMENTE A CIRURGIA, NO FINAL DO ANO PASSADO. AGORA ESTOU ÓTIMA, ESPERO QUE NÃO RETORNE MAIS. FICA APENAS UM POUCO DE DORMÊNCIA NO LADO AFETADO, QUE, ALIÁS, NADA SIGNIFICA DIANTE DA DOR QUE SENTIMOS ANTES. TENHO COMPLETA CONFIANÇA NO MEU MÉDICO QUE JÁ ME SOCORREU POR 2 VEZES E ESSE FOI UM TEMA DE UMA TESE QUE ELE DEFENDEU, A QUEM INTERESSAR, POSSO INDICAR O SEU TELEFONE, boa sorte para todos. zilmá. MEU ENDEREÇO:
    z-s-l1@hotmail.com

  555. ZILMÁ comenta:

    22 fevereiro, 2012 @ 10:50 PM

    Oi Alessandro, vejo que somos 2 felizardos pela cirurgia e seu sucesso, como comentei atrás, espero que nossos/as amigos/as também consigam fazê-la e tenham bom resultado, afinal, ninguém merece aturar essa dor por muito tempo. Moro em Natal e já informei meu endereço: z-s-l1@hotmail.com
    Acho que será útil para pessoas que moram aqui ou próximo, pois o meu médico também é daqui da capital. Um abraço e meu desejo que todos encontrem logo alívio para esse problema. Zilmá

  556. ZILMÁ comenta:

    22 fevereiro, 2012 @ 10:57 PM

    olá Alessandro, tbem fui feliz nas 2 cirurgias que fiz (depois de 5 anos, voltou a nevralgia). Moro em Natal e meu neurologista me proporcionou uma nova vida; agora estou ótima. Já indiquei meu endereço e quem se interessar, pode fazer contato: z-s-l1@hotmail.com. Boa sorte para todos. Zilmá

  557. Vinicius Monção comenta:

    24 fevereiro, 2012 @ 8:41 AM

    Saudações,
    o caso não está a ocorrer comigo mas sim com minha mãe. Ela tem 52 anos e a 4 anos sobre com uma dor na região da língua terrível. Num período de crises longas ela chegou a perder 7 kg, por não conseguir se alimentar e até mesmo ingerir líquido. Como não dispomos de plano de saúde, temos que recorrer ao sistema público de saúde, o que demonstra incompetência no trato com o paciente, seja pela ausência de vagas, de médicos e competência dos mesmos para a diagnosticação da causa da dor.
    A pouco tempo (6 meses) foi levantada a hipótese da dor ser causa o trigemeo. O médico receitou a carbamazepina, porém esta se mostrou ineficiente. Nessa semana, a dor passou a tomar conta da face direita e não sabemos a quem mais recorrer!
    As crises são torturantes para ela e para a família que não sabe como e o que mais fazer! Já fomos a muitos médicos especialistas, já gastamos rios de dinheiro e tempo e até agora nada… Já fomos a igrejas, centros espíritas. Já tentamos todo o tipo de medicina oriental, tudo por conta do desespero.
    Se alguém puder informar uma ação considerável, serei agradecido.
    abraços

  558. Alessandro comenta:

    24 fevereiro, 2012 @ 7:39 PM

    Ola Vinicius

    Eu passei por cirurgia e hoje nao tenho mais dor, mas antes se encontrava assim, na ultima crise perdi mais de 10 kg, por conta de nao conseguir mexer nem a lingua, eu fazia uso da carbamazepina tb, mas chegou um ponto que nao fez mais efeito pra mim…graças a Deus encontrei um medico que fez uma cirurgia e acabou com essa terrivel dor……bom Vinicius, se quiser, pode entrar em contato comigo…

    estefan_alesssandro@hotmail.com

    abraço
    boa sorte

  559. EDIVAN comenta:

    25 fevereiro, 2012 @ 1:50 AM

    Para nevralgia do trigêmio, alguem já usou o lyrica? o que achou?

  560. ZILMÁ comenta:

    25 fevereiro, 2012 @ 11:29 AM

    Edivan, infelizmente nenhum remedio me deu resultado, somente a cirurgia me salvou. Boa sorte. Zilmá

  561. Alessandro comenta:

    25 fevereiro, 2012 @ 12:46 PM

    ola Edivan

    O lyrica, alem de ser bem mais caro, nao surtiu efeito pra mim, o unico de amenizava um pouco era a carbamazepina, mas por fim tive que passar pela cirurgia mesmo, é a melhor forma, abraço

    estefan_alessandro@hotmail.com

  562. edivan comenta:

    26 fevereiro, 2012 @ 12:48 AM

    Que bom que vc conseguiu!
    Eu já sofro a 6 anos, fiz 3 cirurgias, duas para retirar um cisto do cerebelo e uma para tentar parar a dor, mas até agora ainda tenho que conviver com esse sofrimento. Alias foi o cisto que provocou a lesão no trigêmio. a última nova é que o cisto voltou, estou acompanhando com ressonancias, porém parece que parou de crescer, mas muito provavelmente terei que fazer nova cirurgia para tentar tirá-lo todo.
    Hoje estou sendo acompanhado por um médico especialista em dor, Dr Mauro Araujo e troque de neurologista Tomo muita medicação diária, atualmente estou tomando Carbamazepina e gabapentina pela manhã, tarde e noite, e Amitriptilina toda noite. Porém, ainda cinto muitas dores.
    Queria alguma sugestão de tratamento ou médico que possa me ajudar, pois as dores estão ficando insuportáveis.
    Att,
    Edivan

  563. juliana comenta:

    27 fevereiro, 2012 @ 8:51 AM

    Edivan
    eu tbm tenho nevraugia a 6 anos, tomo o mesmo q vc mas tbm tomo venlafaxina 150mg pela manha pra manterme calma
    para q n ative o ponto de gatilho , essa doença é mt idiota passei um ano sem ter dores agora esse ano ja estou passando pela quarta crise, de onde vc é? eu me ptato em Passo fundo e Porto Alegre RS

  564. Luiz Carlos comenta:

    6 março, 2012 @ 2:45 PM

    Eu aconselho a todos, a todos mesmos, pois também CONHECI esta DOR. Descubram o “gatilho” da dor. E somente assim vc pode aniquilar ou retardar em muito este sofrimento. Digo com certeza descobrir o “gatilho” da dor é fundamental. Pode ser emocional (nas maioria da vezes) ou físico(anomalia orto-dentária, facial e etc..). A coisa é extremamente direta: ou vc faz a cirurgia que aniquila o nervo e deixa flácido e sem sentido o lado afetado( pode ser a melhor opção, dependendo da idade) ou corre atrás para descobrir o “gatilho” e que na maioria das vezes é emocional (aconselho tranquilizantes receitados por médicos).Não tem por onde fugir. Boa sorte. acretide no meu conselho. Saúde a todos .
    Obs: Vc não conhece casos em que a pessoa está com seu estado emocional abalado e logo aparece herpes labial? só que no nosso caso é esta dor. Outra sugestão p/ a dor parar, é vc forçar vômito (existe fórmulas que fazem vc vomitar).
    Boa sorte

  565. Tânia Matavelli comenta:

    20 março, 2012 @ 10:19 PM

    Bem pessoal!!! E tive esta dor Neuralgia do trigemeo a +ou _ 8 anos e agora ela voltou com tudo a 3 meses e não respondem a nenhum medicamento. Fiz uma cirurgia epiritual onde tive 60% de melhrora mas pra completar ontem fiz a cirurgia do balão pra descomprimir o nevo da artéria. E o que eu tenho pr dizer é que estou aqui ainda com as mesma dores mais a da cirururgia e ainda peguei uma bela gripe no centro cirurgico, a cada vez que espirro eu choro de dor. peço que me envie ago que possa me ajudar. Infelizmente eu não posso ajudar e sim peço ajuda porque esta dor ninguem merece.Obrigado.

  566. Helena comenta:

    21 março, 2012 @ 9:23 AM

    Para Tânia, Quando eu fiz a cirurgia do balão fiquei com a boca cheia de aftas e também gripada, o pós operatório é dolorido mesmo! Tenha fé em Deus, paciência e acredite que tudo vai melhorar!

  567. Moacyr comenta:

    21 março, 2012 @ 6:30 PM

    A todos, em especial a tania matavelli,
    sofro da nevralgia do trigemio do lado direito da face em especial nos olhos, é trrrivel a dor, fiquei sabendo de um médico, especialista do cnetr médico campinas Dr. Antonio Augusto Roth Vargas, consultei com ele dia 29/02/12, e passou muita segurança para realizar a cirurgia, o meu caso é classico de neuralgia, e só cirurgia resolve, então aconselho vc, a procura-lo, estou me preprarando para realizar a cirurgia, estou a base de tegretol CR 200, mas ameniza e não passa a dor.

  568. Tânia Matavelli comenta:

    21 março, 2012 @ 9:44 PM

    Helena

    Eu acho que esta doença por mais que eu corra atraz, não tem cura. Imagino coisas orriveis, e todos estes medicamentos me deixam alucinadas, e engordam cada vez mais acho que vou ter que aprender a conviver com ela. alguem sabe me dizer se quando a cirurgia não da certo, é porque não foi bem feita? Ou é falta de sorte mesmo!

  569. Tânia Matavelli comenta:

    22 março, 2012 @ 12:49 PM

    Dr. a neuralgia do trigemeo se não tomar mais medicamentos Mata? pois não suporto mais os medicamento e dores.

  570. REjane comenta:

    22 março, 2012 @ 1:11 PM

    Gente, procurem o Dr. Paulo Niemeyer na Clínica são vicente na Gávea. ele é especialista e faz um procedimento com balão no nervo trigêmeo que é muito bom.

  571. Jane Hassegawa comenta:

    22 março, 2012 @ 2:41 PM

    Há dois anos atras comecei a sentir sensibilidade do lado direito do rosto, na dentição e a dor erradiava na cabeça, com choques elétricos no rosto, tive muito problema para escovar dentes, e as vezes até falar, procurei vários dentistas de todas as especialidades, cheguei a extrair vários dentes, tomava 01 cartela de analgésico por semana, realizei cirurgia dentárias, fiz RX da face, e nada foi encontrado, até que o último especialista, me encaminhou para o tratamento de acupuntura, realizei 15 sessões, que por dificuldade do horário de trabalho foi uma por semana, e na penúltima semana não senti mais nenhuma dor, estou há 04 meses assim, e muito feliz, não cheguei a ir ao Neurologista, mas se a dor retornar voltarei ao tratamento com agulhas. Espero que alguem interessado experimente que tenho certeza ficará bem.

  572. Dayane Sousa comenta:

    31 março, 2012 @ 11:31 PM

    Bom Noite ….
    Há 17 anos minha mãe sofre desses sintomas, ela ja foi em vários médicos tomou diversos medicamentos e já realizou vários exames, alguns medicos diz que é problema no nervo trigêmeo pelo sintomas tbm acho que seja , mais de nada adianta todos os procedimentos que ela ja realizou; é de corta o coração as crises dela. Gostaria de saber se alguém ja conseguiu um tratamento eficaz e qual médico e clínica foi…

    Obrigada !

  573. Vinicius Monção comenta:

    31 março, 2012 @ 11:47 PM

    Alguém conhece algum hospital público, no Rio, que possa tratar desse mal?

  574. Tânia Matavelli comenta:

    2 abril, 2012 @ 11:14 AM

    Para Dayane Sousa!!! Eu não sei se é crise. Tbm não sei sua releigião. Mas eu acredito que o que me esta fazendo melhorar cada dia mais, foi uma cirurgia espiritual que fiz a 45 dias. O tempo dado pelo médium foi de 90 dias pra eliminar toda a dores estou com apenas 10% da dor sem nenhum medicamento, estou cada dia melhor eu apelei a tudo,mas a melhora esta vindo do espiritual mesmo. Fiquei sofrendo muito tempo sem falar nem rir.Comer escovar os dentes lavar o rosto era pra acabar mesmo de tanta dor. Eu recomendo a todos essa experiencia. Boas Melhoras.

  575. Dayane Sousa comenta:

    2 abril, 2012 @ 12:15 PM

    Olá Tânia …. você pode me passar o seu e-mail …pra vc me passar mais informações sobre o que vc me descreveu ?

    Obrigada !

  576. isaque comenta:

    3 abril, 2012 @ 8:50 PM

    boa noite

    minha mãe sofre de dores agudas devido herpes zoster que teve a 1 ano e meio; precisa de ajuda, pois doi muito. Pelo amor de Deus me ajude que devo fazer para tirar essa dor dela. Ela toma Lyrica e tramadom todo dia. me ajudem, a familia sofre muito…

  577. Edivan comenta:

    3 abril, 2012 @ 9:26 PM

    Hoje em um dos horários, por engano tomei 2 comprimidos de 400Mg de Carbamazepina em vez de 1 comprimido, ingerindo de uma vez 400 mg. Passei muito mal, tive que parar o carro, pois não consegui dirigir com muita tontura e mal estar geral, fiquei cerca de 3 horas sentado, para que a tontura dimiuisse, ainda estou mal, mas estou em casa. Foi algo agonizante não tinha força nem para levantar. Algum de vocês ja passou por algo igual? o que ajuda a melhorar a sensação ruim?

  578. Edivan comenta:

    3 abril, 2012 @ 9:29 PM

    Correção ingerir de um vez 800 mg

  579. Moacyr comenta:

    3 abril, 2012 @ 9:35 PM

    Boa Noite tenho constantemente lido os relatos nesta coluna, assim como todos, também sofro de Neuralgia do Trigemio, as dores são insuportaveis, hoje tomo dois comprimidos de tegretol CR 200 por dia, pra amenizar, alguns meses fui submetido a uma RM a pedido do neurologista, e foi constatado um alçamento vascular sobre o nervo trigemio, assim iniciei minha peregrinação por varios profissionais da area neurologica, que apresentaram inumeros tratamentos paliativos, porém no final a resposta era sempre a mesma cirurgia.
    Assim, acabei indo a um especialista no Centro Medico de Campinas – SP – Dr. Antonio Augusto Routh Vargas, quando observou minha RM constatou ser um problema classico de nevralgia, e no meu caso somente a cirurgia podera resolver, ele foi muito cincero em suas palavras, explicou e me deixou a vontade pra fazer outras procuras, mas, resolvi optar pela cirurgia.
    Sei o quanto é doloroso, portanto ja nos preparativos para cirurgia, aconselho a todos que passem por consulta com Dr. Vargas, é uma saída, acredito ser a mais razoavel…..

  580. Moacyr comenta:

    3 abril, 2012 @ 9:46 PM

    Isaque, boa noite, sua mãe precisa passar pro avaliação de um especialista, se vc for de SP sugiro que va até o centro medico de campinas, existem excelentes especialistas la, e podem te ajudar.
    abs.

  581. hilton comenta:

    3 abril, 2012 @ 10:08 PM

    Caro Isaque procure um bom médico homeopata, existe dois medicamentos fantásticos para dores da herpes zoster ARNICA MONTANA 30ch E HYPERICUM PERFORATUM 5ch(hora em hora).
    Sugestão tenho certeza que para cada tipo de dor em se realizando uma boa anamnese os médicos homeopatas pode auxiliar em muito, pois a medicina alopáticas como vocês podem ver na maioria dos comentários mal conseguem resolver já em doses absudas para o nosso organismo.

    Experiência própria.

  582. Lucimare Lopes Donato comenta:

    5 abril, 2012 @ 12:52 PM

    Já fiz cirurgia de ATM e de sindrome de Eagle mas a minha dor continua peço se alguém conhecer algum especialista me indique moro e SBC.
    Acredito que sofro de nevralgia do trigemio uma dor insuportável.

  583. Moacyr comenta:

    5 abril, 2012 @ 8:15 PM

    Lucimare, primeiramente aconselho vc a procurar um Neuro, tb leia alguns artigos sobre Neuralgia do trigemio, realmente a dor é insurportavel, caso ele constate isso mesmo, aconsenho vc passar pelo centro médico em campinas, la existe um especialista nisso DR. Antonio Augusto Rout Vargas, com certeza vc estara em boas mãos, pois, consultei com ele, mas meu caso é somente cirurgico, estarei em breve realizando a cirurgia.
    Abs.

  584. Fabiana Carvalho comenta:

    28 abril, 2012 @ 10:39 PM

    Olá pessoal. Fui diagnosticada com neuralgia e nada me fazia ter se quer um alívio da dor que realmente acredito ser a maior dor que o ser humano pode suportar.Cheguei ao extremo de tomar morfina sem prescrição médica, uma amiga com câncer dividia a morfina dela comigo.No auge da degradação eu cheguei a pesar 33 quilos aos 28 anos de idade eu me tornei um esqueleto em vida pois mastigar ou até beber água era pior que a morte pois a morte é alívio.Resumindo: Me submeti a craniotomia occipital para tratar a neuralgia.Já está com 10 meses que me operei,numa escala de1 a 10 a dor dinuiu 8.Só que a dor que ficou me incomoda muito.Entao doutor eu queria saber se é normal eu ainda ter dores e dormencia o lado esquerdo onde foi feita a craniotomia.Aguardo resposta.

  585. Fabiana Carvalho comenta:

    29 abril, 2012 @ 8:37 AM

    Bom dia.Estou de volta para acrescentar mais algumas informaçoes. Doutor alem da neuralgia tenho desde os 16 anos dores em todas as parte do corpo.Ja fiz todos os exames relmatológicoa possíveis que tiveram como resultado normal.As dores são tipo queimação. choque e mina força muscular foi reduzida drasticamente hoje aos 28 anos eu não consigo abrir latas de refrigerante,garrafa de água mineral. Tenho sour excessivo. Parecem sintomas de esclerose múltipla mas meu neurologista não me fala nada a repeito apenas me receitou limbotrol.Dá-me uma opinião e que exame eu poderia descobrir causa de eu estar definhando.

  586. Fabiana Carvalho comenta:

    29 abril, 2012 @ 9:03 AM

    OláTania.Eu também fui a um espírita me subeti a tratamento,mas também não fez efeito.Assim como Suzana eu não sorria,não tomava água gelada,sorvete nem pensar.ar condicionado a tocar mina fc esquerda era o mesm que encostar um fio desemcapado e a dor com o terrível choque me abatia.Carabazepina foi o mesmo que tomar comprimido de farinha.Tomei morfina ha um bom tempo e entrei em abstinência e num pré coma depois craniotomia occipital para separar o famigerado trigemio duma artéria um encostava no outro e vinha a crise.O ponto de gatilho era o ramo que ficava na bochecha.Sorrir,falar,mastigar qualquer movimento era a certeza da crise.pessoal vivi uma odisséia.Teve uma crise em que passei 11 dias sem me alimentar,meus cintos estavam todos furados emagreci pesando 33kg eu era a neuralgia em pessoa.Creme dental,alimentos frios ou azedos também ativavam o gatilho a dor começava na bochecha,subia em fração de segundos para o olho esquerdo dilatando a pupila eu via algo tipo um flash de máquina fotográfica,pensavam que eu tava enlouquecendo porque eu perguntava as pessoas o que havia ocorrido pois eu havia visto um clarão aí a dor ia para o queixo e se instalava pela face esquerda: Olho.bochecha e queixo.Sou professora e cheguei a expulsar alunos da sala crendo que estavam tiram tieando fotos para atrapalhar a aula.Essa doença é a morte em vida.Fiz a cirurgia há 10 meses em Teresina,foi 8 mil reais nao encontrei nada pelo SUS. Ainda tenho uns vestígios da famigerada nelgalgia mas melhorei 80% .

  587. Lucioa cunha comenta:

    29 abril, 2012 @ 10:32 PM

    Senhores, estou buscando ajuda para meu esposo. Ele sofre da neuralgia do trigemêo já há alguns anos porém de 2011 para cá a dor tem tornado-se intenssa e nos últimos seis (6) meses tem sido costante mesmo fazendo uso de carbamazepina, mais nimesulida e outros medicamentos para combater a dor que apenas diminue mas não cessa.
    vocês podem nos ajudar?Precisamos saber onde no Rio de Janeiro ele poderá encontrar um hospital ou médico especialista mas que seja gratuito
    O nome do meu marido È Rubens fará 53 anos em 05/06/2012
    .
    Desde já agradeço a atenção dispensada.

  588. Fabiana Carvalho comenta:

    1 maio, 2012 @ 8:12 AM

    PESSOAL ALGUÉM AÍ FEZ CRANIOTOMIA OCCIPITAL PARA TRATAR NEURALGIA DO TRIG~EMIO AINDA SINTO UNS RESQUÍCIOS DE DOR E QUERO SABER SE É NORMAL. ME RESPONDAM ESTOU PREOCUPADA.

  589. Kelly comenta:

    1 maio, 2012 @ 8:23 PM

    Olá Doutor estou sofrendo a quase um mês com uma dor que começa como um choque dentro de alguns de meus dentes e dói muito a mandibula, maça do rosto e tem horas que parece afetar até o nariz e a cabeça. É uma dor muito intensa que fica por uns segundos e alivia, depois começa tudo novamente, sinto como se minha face toda ficasse dolorida. Tomo profenid e paracetamol 500mg mais já não esta aliviando a dor. E só tenho neurologista marcado pro final de maio. Será que isso pode ser neuvralgia do trigêmeo?

  590. Kelly comenta:

    1 maio, 2012 @ 8:26 PM

    ah esqueci de mencionar que fui em 2 clínicos um me disse que era mialgia o outro disse que era neuvralgia do trigêmeo e fui em um otorrino que me disse que se tratava de ATM e também fui ao dentista que disse que nos dentes não havia nada. por favor me ajude

  591. Andre C Gurgel comenta:

    5 maio, 2012 @ 6:59 PM

    Sobre a dor aguda, que para mim vem tipicamente quando mastigo alface, descobri que uma forma eficiente de extingui-la é insistir ma agulhada, transformando-a em dor continua, por alguns segundos. Daí ela para. O que acontece é que você esvazia de uma vez os neurotransmissores da dor, levando algum tempo para que eles se recomponham.

    Para quem lê inglês, recomendo insistentemente este livro: Striking Back. É escrito para leigos por médicos especialistas. Tem [quase] tudo que o doente precisa saber para se informar melhor. Compre pela Amazon aqui: http://goo.gl/lvmQI

  592. Drika de Jesus² comenta:

    8 maio, 2012 @ 11:10 AM

    André, eu tenho a dor aguda bem embaixo da orelha esquerda, quando como algo. Ainda não consegui identificar “o que” causa isso, porque é esporádico: às vezes, maçã, pera. Certa vez comentei com meu dentista e ele disse que é um ácido que a boca solta “à mais” (sic)…

    Já cheguei a ficar assim por uns 5 dias seguidos, com crises 3 a 4X por dia. E, quando não dava as crises, a região ficava bem dolorida.

    Agora há pouco foi com iogurte. Daí era só fazer movimento de abrir a boca que doía muito. Porém, tb fiz o mesmo que vc: peguei um pedaço de bolo e insisti em mastigá-lo. Deu uma dor BEM forte e desapareceu.

    Continuei comendo como se nada tivesse acontecido. Se eu apertar, sinto a região dolorida, mas nada forte. Sumiu!

  593. iracema r. p. telbis comenta:

    8 maio, 2012 @ 11:18 AM

    sou prof. durante cinco anos sofri com esta dor e nao sabia o que era, até tratamento dentario eu fiz , agora estou remanejada do meu cargo, mas ainda sofro muito. por favor me informe também dos últimos tratamentos e como seria a cirurgia.

  594. Ciro Campos comenta:

    10 maio, 2012 @ 10:45 PM

    Amigas e Amigos:

    Antes de dormir venho tomando LYRICA 75 mg, é o que vem resolvendo até que satisfatoriament e minorando as dores.
    Qualquer coisa me liguem, posso explicar melhor.

    42-9919-0101 (claro)
    42-9958-2404 (tim)

    Ciro

  595. Maria comenta:

    12 maio, 2012 @ 10:41 PM

    Olá pessoal. Ñ vou fzr relato, pq ñ é isso q quem procura esta pg quer ler, mas sim uma solução p o seu caso. Estou seguindo o seguinte raciocínio: se a causa for compressão do nervo, o jeito é descomprimir cirurgicamente, mas se for a desmielinização do nervo, pelo q ando pesquisando, a única solução é tomar vitamina B12, q é responsável pela formação da malha de mielina q cobre o nervo. Alguém relatou isto em 2008 aqui, vejam. Espero bem, q a causa do meu problema seja esta (e da maioria de vcs). Detalhe: foi prescrição médica, pq sou vegetariana e meu organismo apresentou baixas taxas de B12 no hemograma. Bom pessoal, vamos esvaziar os estoques de cianocobalamina das farmácias, q agradecerão. Ah, vejam o filme O Óleo de Lorenzo.

  596. carlos pereira comenta:

    14 maio, 2012 @ 3:15 PM

    ola doutor…. sofri um avc esquemico em 2007 com 47 anos, hoje quase recuperado sinto dores na face esquerda… o medico que está me tratando falou que é inflamação do trigemeo e passou carbamazepina de 200 mg ao dia durante 60 dias e dobrou para 400 mg apos o fim dos 60 comprimidos, as dores aliviaram mas não passaram é normal essa demora ?

  597. Rogerio comenta:

    21 maio, 2012 @ 2:49 PM

    Bem tenho dores nos dentes parte de cima de baixo ,tonturas e estou fazendo exames ,ressonancia deve ficar pronto breve e se confirmar a neuvragia volto para postar ,mas ja adianto que meu dentista de ATM me disse sobre a possibilidade de uso do Botox que esta tendo sucesso nesses casos ;fica a criterio do Dr do site tambem a comentar sobre!

    abço

  598. Tania Matavelli comenta:

    22 maio, 2012 @ 6:14 AM

    Fabiana Carvalho!!! Eu fiz a cirurgia do balão e continuei um tempo com as dores. depois elas sumirão por apenas 3 meses agora a 5 dias estou sentindo novamente as dores começou com tipo enformigamento e agora aumentando cada dia mais sei que vai começar tudo de novo. Agora estou no estudo Kardecista. e assim vou buscando ajuda. Uma coisa eu falo esqueça remédios. Até agora não encontrei remédio. Só Deus nos alivia desta dor.

  599. Tania Matavelli comenta:

    22 maio, 2012 @ 6:30 AM

    Dayane Sousa . Meu email: taniamatavelli@hotmail.com

    Pessoal de uma coisa eu falo só Deus. pra nos livrar desta doença, até agora nada -se resolve com remédios e a cirurgia é bem delicada pra ficar fazendo sempre, eu não faz 3 meses e ca estou de novo. já vi casos de pessoas que fizeram a quela cirurgia atraz da cabeça que demora umas 8 horas de alto risco. que durou apenas um ano. infelizmente pessoal é o que sei. Boa Sorte a todos.

  600. Tânia Matavelli comenta:

    29 maio, 2012 @ 11:49 AM

    Absurdo ou não vale apena tentar.
    Pessoal se mascarem chiclete, as primeiras dores são forte, depois passa. Tem que sempre estar mascando algo. resolve tbm. abçs.

  601. Ligia comenta:

    13 junho, 2012 @ 5:30 PM

    O mais triste dessa situação é ver que os médicos na sua maioria não estão preparados para tratar a doença. Minha sobrinha tem 24 anos, e há 1 ano e meio iniciou com quadro de dor difusa na face, ouvido e dentes após um tratamento odontológico. As dores eram lancinantes e nenhum medicamento surtia efeito, apenas amenizava por poucas horas. Ela passou por diversos profissionais dentistas e por 4 neurologistas, sem um tratamento realmente efetivo. O que me revolta é que os neurologistas não sabem como tratar e muitas vezes nem se importam com a dor relatada pelo paciente…. Ora, se vc não é capaz de resolver (ninguem sabe tudo!) encaminhe para um profissional que seja!! Afinal, é uma dor extremamente debilitante! Nos últimos meses houve melhora da nevralgia, porém a dor de cabeça é diária. Hoje ela usa aparelho ortodôntico para correção da DTM, já usou placa, fez acupuntura, mas nada definitivo. Da última vez que tomou tegretol fez uma reação alérgica com inchaço dos lábios e aftas na boca. Agora eu a trouxe para RJ onde moro (ela mora no interior de SP) e vou leva-la a outro neuro, especialista em dor, na expectativa de pelo menos proporcionar um alívio as dores constantes…

  602. ALEXANDRA SOUSA comenta:

    14 junho, 2012 @ 11:42 AM

    14JUN2012 15h17pm

    oi, vivo em Angola, um pais com poucos recursos no que diz respeito a medicina, encontrei este site ao pesquisar sobre NEVRALGIA DO TRIGEMIO.
    A minha mae sofre dessa doença desde os 40 anos, hoje esta com aproximadamente 80 anos, tem sido uma vida de sofrimento pra ela, ja fez tres operaçoes a ultima das quais deu-lhe um alivio durante dois anos, mas voltou a sentir a dor novamente. Tem feito tratamentos de acupuntura que lhe proporcionam algum alivio, mas temporario, os ultimos dias a dor tem sido mais ensistente e forte principalmente no periodo da noite o que a deixa noites em claro. Se alguem souber de um tratamento mais eficaz para reduzir a dor, uma vez que a propria doença nao tem cura, agradecia que me respondesse… pois e duro ve-la sofrer assim sem puder fazer nada para ajudar. Agradeço a oportunidade que me foi dada de partilhar a minha preocupaçao e espero resposta. Abraços!

  603. Aline comenta:

    14 junho, 2012 @ 11:52 PM

    oii, boa noite, estou desesperada minha avó tem 82 anos ela está sofrendo mto, os remédios q ela toma são mto fortes, preciso de algum remedio só para aliviar a dor!!! me ajudem… obrigada

  604. Tania Matavelli comenta:

    15 junho, 2012 @ 10:00 PM

    Alguem ja fez o bloqueio do nervo do trigemeo?

    Estou em desespero.
    Estou pra fazer nesta terça feira se alguem ja fez por favor me relete se deu certo .Obrigado.

  605. Roberto Fernandes comenta:

    18 junho, 2012 @ 8:01 PM

    Meu nome é Roberto Fernandes, tenho nevralgia do trigêmeos
    á uns 05 anos e sinto os mesmos sintomas e dores dos comentários que li aqui, antes tomava os remédios alguns dias e ficava meses sem dores de uns 04 meses para cá, a dor chegou e não passou mais tomo uma alta dosagem de remédios e o alivio é por poucas horas, e isto está me prejudicando no trabalho a ponto de não conseguir falar e nem comer, e não sei o que vou fazer da minha vida, gostaria de ajuda através de esclarecimentos ou novidades sobre a possibilidade de cura ou melhora. Grato…

  606. Tania Matavelli comenta:

    20 junho, 2012 @ 6:53 PM

    Olá pessoal como eu disse eu fiz ontem o bloqueio de nervo do trigemeo, com aplicação de ozonio. Eu não sei se é temporario, mas estou muito bem quase nada de dor. Espero que seja pra sempre, Meu médico disse pra aguardar resultado total em uma semana. Bom recomendo só que o meu convenio não cobriu tive que pagar 300,00 cada caso é um preço. Não tem sequelas só apenas ainda esta inchado um lado mas cada dia menos. bjão a todos e Boa Sorte.

  607. Lucimare Lopes Donato comenta:

    8 julho, 2012 @ 11:40 AM

    Tania, gostaria de saber sobre esse procedimento e qual o endereço, fico no aguardo….não sei mas o que fazer

  608. Lucimare Lopes Donato comenta:

    8 julho, 2012 @ 11:43 AM

    Tania, gostaria de saber sobre esse procedimento e qual o endereço você pode me passar.
    Grata Lucimare

  609. Lucimare Lopes Donato comenta:

    8 julho, 2012 @ 12:14 PM

    Olá Tania gostaria de saber com vc está? e qual o endereço
    Grata Lucimare

  610. Ana Zugel comenta:

    12 julho, 2012 @ 3:47 PM

    Bem!Estou apavorada pois meu pai tem 57anos de idade e foi diagnosticado com essa doença nevralgia do trigêmeo…ele tem a face do lado esquerdo amortecida e tem dores somente quando escova os dentes ou quando passa a mão na face; fazem 2 meses e 20dias hoje; que está assim.Levamos ele até Ijuí-rs e lá FOI diagnosticado essa doença. Qs médicos dq Três Passos-rs disseram que foi um avc que deu nele estoró uma veia na cabeça deu 9 coágolos de sangue e deram uma medicação para eliminar esses coágolos.Mas acredito nesse médico de ijuí-rs e tenho fé nele!GOSTORIA DE SABER MAIS SOBRE ESSA DOENÇA POR GENTILEZA SE ALGUÉM PUDER CONVERSAR COMIGO AGRADEÇO,ESTOU MUITO AFLITA E PREOCUPADA.MEU MAIL( anazugel@hotmail.com) ESTOU ESPERANDO PRA PODER ME INFORMAR MELHOR SOBRE NEVRALGIA DO TRIGÊMEO OBRIGADA.

  611. Tania Matavelli comenta:

    14 julho, 2012 @ 11:41 AM

    Bom pessoal!!! especial a Lucimare Lopes Donato

    Então o endereço é:Rua Barão do Rio Branco, 164 centro Capivari SP cep 13.360-000 fone 019-3491-3524 atendimento de segunda a sexta O medico se chama Dr. Antonio César A. Secches.

    Continuo tomando tegletol 3 comprimido ao dia, mas pelo menos ele agora faz efeito. Sinto dores só ao comer mas não muito mais. Espero que pra vcs tenha melhores resultados. bjão a todos e boa sorte.

  612. Ciro Campos comenta:

    26 julho, 2012 @ 8:31 PM

    Amigas e Amigos:

    Antes de dormir venho tomando LYRICA 75 mg, é o que vem resolvendo até que satisfatoriamente minorando as dores.
    Qualquer coisa me liguem, posso explicar melhor.

    42-9919-0101 (claro)
    42-9958-2404 (tim)

    Ciro

  613. Tania comenta:

    11 agosto, 2012 @ 6:09 PM

    Bem pessoal nada adiantou então agora depois de uma RM foi constatado que a artéria entra em conflito com o nervo e ai o caso é uma cirurgia vascular intracraniana. Tudo proto e vou ainda esta semana. Espero voltar com boas novas pra todos. Vou pro Centro Médico de Campinas com Dr. Donizete Cesar Honorato. bjão a Todos e fiquem com Deus.

  614. Joselita comenta:

    3 setembro, 2012 @ 4:45 PM

    Olá,
    Passei por esse tormento chamado nevralgia do trigêmeo. Senti dores por mais ou menos quatro anos, tinha intervalo de seis meses, fiz sessões de laserterapia, acumputura, melhorava um pouco, mas no final de 2010 a começo de 2011, as dores voltaram com força total a ponto de não poder falar, nem comer direito. Foi então que buscando na internet sobre esse assunto, resolvi fazer cirurgia. Sou do Maranhão, fui até São Paulo no Hospital Nove de Julho e lá encontrei o milagre. Fiz cirurgia de descompressão circutânea com balão e já faz um ano e cinco meses que não sinto dor nenhuma. Estou muito feliz, aquelas dores são as poiores que já vi na vida.

  615. fabiana freire gonçalves comenta:

    5 setembro, 2012 @ 3:05 PM

    joselita com quem você fez a cirurgia como foi afetou a sensibilidade,é que meu pai vai passar dia 11 as 10 horas com doutor claudio estou preocupada com ele moramos em minas e aqui não tem recursos e as dores dele está terrivel mesmo com 1,600mg de carbamazepina ao dia.entra em coontato pelo e-mail fabi2823@hotmail.com

  616. fabiana freire gonçalves comenta:

    6 setembro, 2012 @ 2:00 PM

    joselita você fez essa cirurgia pelo sus ou particular,e você continua tomando medicamentos?

  617. Fisio-M comenta:

    7 setembro, 2012 @ 11:28 PM

    Neuralgia de Trigêmeo tem tratamento com Osteopatia Craniana…. Realizamos com mais de 10 anos de experiencia….
    conheça
    http://www.colunasemdor.com.br

  618. Tania Matavelli comenta:

    10 setembro, 2012 @ 9:31 AM

    Fabiana Freire . Eu fiz todas essas e de nada foi resolvido os remédios não respondem mais. Vou amanhã para uma cirurgia vascular intracraniana. Estou mudei de Médico estou agora com Dr.Donizete Cesar Honorato de Campinas. Quando voltar, eu conto como estou a todos. Boa Sorte.

  619. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    12 setembro, 2012 @ 9:33 PM

    Oi pessoal, em 08/07/2010 fiz uma neurocirurgia vascular intracraniana por descompressão, depois de muito tempo sofrendo com medicações que só me deixavam deprimida, aceitaei o conselho do meu médico (que me apoiou o tempo todo), cada mês que passa fico pensando será que vai voltar todas as dores? No dia 08/07/2012 completou dois anos sem dores e sem medicações, me sinto feliz por isso, porém quando lembro das dores acordo à noite atormentada. Meu médico diz que eu tenho que esquecer o que aconteceu e que nunca mais a dor voltará. Todo mês eu ia ao seu consultório para ele me tranquilizar, hoje vou a cada 6 meses

  620. Tania comenta:

    14 setembro, 2012 @ 9:04 PM

    Pessoal sai hoje do hospital. fiz a cirurgia vascular intracraniana e correu tudo bem estou muito feliz eu recomendo. bjão

  621. fabiana freire comenta:

    15 setembro, 2012 @ 12:27 PM

    meu pai fez a cirurgia do balão,deu tudo certo não está mais com dores e nem tomando rémedio esta muito feliz.beijs

  622. fabiana freire comenta:

    16 setembro, 2012 @ 10:36 AM

    bom pessoal meu pai fez a cirurgia do balão na sexta assim que ele fez acordou sem dor e não está mais tomando carbamazepina a 3 dias,hoje falei com ele disse que está com o rosto do lado direito anéstesiado mais que no final de 2 meses passa que deu umas pontadinhas que está com medo que a dor volte,normal que fique sismado afinal oito anos com dor e rémedio,está um pouco desanimado o médico falou que fica assim por causa do medo da perda da sensibilidade e porque tirou os rémedios aos poucos vai normalisando se Deus quiser,ele vai ao retorno sexta vamos ver oque o médico vai dizer.

  623. fabiana freire comenta:

    16 setembro, 2012 @ 1:46 PM

    jaqueline pastor meu pai fez a tecnica do balão a 3 dias,e está meio deprimido acordando a noite diz que está doendo um pouquinho que fica com medo de doer e não ter adiantado a cirurgia,mais o médico disse que ta tudo bem que não precisa mais de medicamento.

  624. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    19 setembro, 2012 @ 7:37 PM

    Oi Fabiana, fique tranquila é assim mesmo, eu já tenho doi anos de operada e o lado direito do crênio ainda está um pouco adormecido é normal, nós que já passamos por isso ficamos com medo, mas tudo ficará bem. Dê um abraço grande em seu pai e diga a ela que lutaremos até o fim contra essa doença horrível. Tenho certeza que os médico com todas essas tecnologia conseguirão um maneira menos dolorosa de realizar tais procedimentos. Grande beijo. Jack

  625. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    19 setembro, 2012 @ 7:39 PM

    e deu tudo certo, eu fiquei 8 dias internada há dois anos, você se recuperou bem graças à Deus.

  626. fabiana freire comenta:

    20 setembro, 2012 @ 6:32 PM

    OBRIGADA JACK,tem que lutar mesmo e a medicina se aprimorar pois vejo que cada vez mais está aumentando o n°de pessoas com neuvralgia.fica com Deus..

  627. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    21 setembro, 2012 @ 7:49 PM

    Fabiana, força e coragem, ainda que nós temos esse meio de comunicação para encontrarmos pessoas com o mesmo problema e podermos nos ajudar. beijos

  628. Tânia comenta:

    27 setembro, 2012 @ 9:51 AM

    Pessoal hoje estou com 17 dias de cirurgia e ja retirei os pontos estou sem medicamentos algum, e ja estou curada sem secuelas. Foi tudo perfeito. Recomendo bjão a todos.

  629. Silvia lima comenta:

    12 outubro, 2012 @ 5:10 PM

    Estou desesperada,tenho 39 anos, sempre tive problemas de oclusão,mas sempre procurei contornar, ha duas semanas começei a sentir dormencia ,formigamento e muita dor no lado esquerdo do rosto. nenhum analgesico dá resultado. fui ao otorrino e me diagnosticou inflamação do nervo trigemio. me receitou carbamazepina 200mg de 8 em 8 horas. estou completamente drogada,sem conseguir fazer nada, as dores até melhoraram mas estou com todos os sintomas colaterais: inchaço,vomito,manchas na pele,boca amarga. ninguem pode viver assim! Se tiver que viver assim ,prefiro a morte. reduzi pela metade a dosagem, e a dor voltou! não sei o que fazer! sou funcionaria publica municipal e meu convenio medico foi cortado tres dias antes de eu ficar doente! moro em Uberlândia MG. se alguem souber de algum medico que atende esse tipo de doença aqui ,por favor me indiquem!

  630. Tânia comenta:

    18 outubro, 2012 @ 10:28 AM

    Para Silvia Lima

    Dr. Donizete Cesar Honorato atende em Campinas fone 019 3231-8829 rua barão de Atibaia,904 Guanabara Campinas-SP ele resolveu meu problema com uma cirurgia intracraniana eu estava como vc e entre a morte e a cirurgia, optei pela cirurgia que foi um sucesso. Boa Sorte

  631. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    18 outubro, 2012 @ 8:44 PM

    Oi Silvia,
    Por favor não pense em morte não, eu também fiquei desesperada a vida para mim não tinha mais sentido, Deus me ajudou, não desista não tudo na vida tem solução, só quando morremos é que não adianta. Amiga passei por tudo isso e hoje estou aqui sem dor alguma. Segunda-feira comecei a senti uma dor de dente que relacionei logo com a doença entrei em parafuso, meu dentista deu risada e me disse não se preocupe você apenas está com uma inflamação. É isso amiga não podemos associar tudo a esse bendito trigêmio. Moro em Savador, Bahia, operei aqui mesmo, o SUS faz essa cirurgia e com ótimos neuros. Quanquer coisa, pode mandar mensagem que te ajudarei. beijos jack.

  632. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    18 outubro, 2012 @ 8:47 PM

    Silva, não fique assim amiga, passei por momento horríveis, mas superei, fiz a cirurgia intracraniana e foi um sucesso, já tenho dois de operada, o SUS faz essa cirurgia sim e com ótimos neuros, qualquer coisa pode mandar mensagem que te ajudo. beijos

  633. renata mazolini da silva comenta:

    19 outubro, 2012 @ 10:40 AM

    Há 1 ano comecei a ter crises de dores na face só no lado esquerdo ,era mais intensa no fundo dos olhos ,insupertável e sentia nauseas.Procurei um oftalmo,verificou que nào era problemos no olho,ela diagnosticou inflamacao do nervo trigemeo,me indicou vitaminas por 2 meses, mas as crises continuam agora com mais frequencia, tenho toda semana e duram 2 dias,fico muito mal,não passa com nenhum remédio,as vezes penso que tenho um tumor,A dor costuma vir qd estou dormindo.Uma acunpulturista me falou que isso é .emocional, estou percebendo que tem relacao mesmo.Vou comecar um tratamento com ela,espero ficar livre disso,esta atrapalhando a minha qualidade de vida.

  634. Katia Conovalov comenta:

    6 novembro, 2012 @ 11:39 AM

    Olá! A mais ou menos 15 anos, tenho 34 anos e os medicos dizem que é nevralgia do trgêmia atipica pois sinto muitas dores em meus dentes superiores do lado esquerdo, já tomei varios medicamentos e fiz a cirurgia do balão nos hospital das Clínicas onde faço tratamento, tomo carbamazepina 800mg e amitriptilina 25mg mais ainda sinto dor nos dentes como se elas andassem, a cada dia está em um lugar, não sei mais o que faço se alguém puder me ajudar agradeço, me AJUDEM por favor não aquento mais…

  635. fabiana freire comenta:

    11 novembro, 2012 @ 8:18 PM

    katia a cirurgia do balão que vc fez não deixou o lado dormente?meu pai fez a cirurgia faz 2 meses ta muito bem não sente mais dor e nem toma mais medicamentos so diz que o lado esquerdo esta um pouco dormente e não sente muito o paladar desse lado.sera que volta

  636. Iranilde comenta:

    24 novembro, 2012 @ 4:15 PM

    Sinto essa dor ha 04 anos. Passei por vários médicos tive uma série de diagnósticos. Inclusive Esclerose Multipla e Hidrocefalia.Tomei um mês e meio medicamento para Esclerose Múltipla e cinco meses medicamentos para Hidrocefalia e nada de melhorar. No começo a dor era tão forte que eu perdia as forças de braços e pernas e caia. Fui em Goiania e em Sao Paulo nos melhores Neurologistas e eles disseream que era depressão e um disturbio químico no cérebro, tomei medicamento e nada. Em agosto de 2011 fui a um oftalmologista e falei pra ele da dor que eu sentia ele disse que era o nervo trigemio. Como eu fazia tratamento de depressão com o psiquiatra, falei pra ele e ele me passaou oleptal. Quando comecei tomar até melhorou, mas nunca fiquei um dia sem sentir dor. A melhor hora é quando estou dormindo, pois não sinto dor domindo, e durmo por causa dos remédios. Há um mês atras fui no neurologista e ele trcou o medicamento por carbamazepina, melhorei mais ou menos uns quinze dias, mas agora voltou tudo de novo. Ele falaou que ainda tem outros medicamentos para serem testados e em ultimo caso ele faria a cirurgia. Mas tenho muito medo, não conheço ninguém que sente uma dor dessas e muito menos que tenha feito esse tipo de cirugia. Mas o que mais quero é deixar de sentir essa dor que me dá ainda mais depressão.

  637. Magie Dias comenta:

    26 novembro, 2012 @ 2:49 PM

    Recentemente após uma cirurgia plástica das pálperas inferiores e superiores e colocação de uma prótese de mento(queijo), depois do efeito da anestesia local, comecei a sentir dores, como choques e insensibilidade do lado esquerdo do queijo. As dores se estendem para os dentes inferiores e nariz. Estou fazendo o uso há uma semana do Tegretol 200mg e Etna, a sensação do choque alíviou mas as “pontadas”, “agulhadas” e a queimação continuão. Pergunto: Qual o tempo para que a medicação surta um efeito por completo? A noite as dores são mais intensas. Foi um possível drauma cirúrgico?. Obrigada pela atenção. BSB.

  638. Lucimare Lopes Donato comenta:

    9 janeiro, 2013 @ 8:45 PM

    Jaqueline moro em sbc gostaria de saber qual o medico que vc passa tenho essa doença terrevil de nelvragia do trigemio dor neoropatica estou tomando muito remedio e as dores continuam me manda seu contato gostaria de falar com vc

  639. JAQUELINE PASTOR DE SENA comenta:

    22 janeiro, 2013 @ 7:17 PM

    dr. eduardo portilho, 71 36166060. salvador.

  640. Vanessa Calixto comenta:

    27 janeiro, 2013 @ 12:32 PM

    Minha mãe Celia Regina tem dor cronica facial atipica do trigemio ela que ja foi submetida aos seguinte procedimentos:
    Balão
    Radio frequencia
    Secção do nervo alveolar inferior esquerdo
    Precedimento com glicerol
    Descompressao do nervo vascular no Hospital das clinicas de São Paulo e outra Radio Frequência
    Foi colocado um aparelho neuroestimulador no AC Camargo com a equipe do Dr.Oswaldo. todas sem sussesso e sendo retirado depois de 6 meses de uso por nao ter nem um resultado,
    Ela ja tomou todos os tipos de remedio e todos sem resultado
    Com as cirurgias feitas o olho, nariz, boca, face, cabeça, enfim… Tudo só tem piorado…
    Gostaria de saber se o Sr. tem recursos a oferecer que possa melhorar ou até curar minha mãe, pois ela já fez cirurgia com o Dr. Oswaldo e Dr. Manuel Jacobsen, considerados uns dos melhores

    Atentamente aguardo sua resposta

  641. Vanessa Calixto comenta:

    27 janeiro, 2013 @ 12:35 PM

    Meu E-mail é vanessa_co_oliveira@hotmail.com caso alguem queira entrar em contato

  642. elaine comenta:

    11 fevereiro, 2013 @ 8:49 AM

    meu nome e elaine tenho dores terrives como voceis ja a 10 anos vivo na misericodia de deus a 1 anos atraz achei um medico que tambem falou que eu tava com essa tal de nevralgia comecei a tomar gabarpentina nossa foi um milagre a dor sumiu fiquei 1ano 4meses sem dor alguma dormia bem fazia minha atividade normal mais agora ela voltou vou no medico dia 15 defevereiro vamos ver o que ele vai fazer mas levo essa dor resando o dia inteiro tudo na vida existe cura so ter fe pedir a deus a misericordia nao desiste meus amigos eu mesmo vou pedi a deus por vcs pense que oamor dde deus e maior que essa dor e tem cura sim tenha fe e assim que eu penso gostaria que todos vcs lece o que eu escrevi e estou chorando por mim e por vcs por que conheso muito bem esse sofrimento na minha casa ninguem da corda ja costumaro meu grito fica parado na garganta de disispero mas sou catolica fico firme no terço pedindo a interseçao da mae do ceu e tenho certeza que vou ser curada por DEUS AMEM bjs fiquem com deus .

  643. elaine comenta:

    11 fevereiro, 2013 @ 9:08 AM

    olha esqueci de falar que o remedio que tomei e gabapentina 300ml um por dia ele e remedio para quem tem ataque piletico ele serve para esse tipo de dor a minha resolveu mais vcs tem que precurar o medico esse remedio so vende com receita controlada minhas dor voltou depois de tempo mas vou voltar no medico dia 15 de fevereiro e volto a comentar com vcs o que aconteceu bjs

  644. Vanessa Calixto comenta:

    14 fevereiro, 2013 @ 8:29 PM

    Oi Sandra Hugenneyer, como a Sr. é médica deve ter mais acessos por conviver no meio dos outros médicos, me mande seu e-mail o entre em contato o meu é vanessa_co_oliveira@hotmail.com espero que tenha dado certo.

  645. ILSON BENITEZ comenta:

    18 fevereiro, 2013 @ 11:43 AM

    NEVRALGIA DO TRIGEMEO: SOFRO TANTO DE DORES FACIAS AGUDAS, DORES QUE PAREÇEM RAIOS PARA TODOS OS LADOS,LINGUA PARECENDO CAIMBRAS, MORDENDO AS LATERAIS DA LINGUA, ULTIMAMENTE TENHO TOMADO 1600MG CARBUMAZEPINA C/ VARIOS ANTINFLAMATORIOS, CHEQUEI A LOUCURA DE TOMAR MORFINA, E AS DORES CONTINUAM, FUI NO MEU DENTISTA E O MESMO ME DISSE QUE PODERIA SER UM NERVO DE UM DENTE INCISO EXTRAIDO A MUITO TEMPO, O MESMO CONTINUA ATIVO COMO SE O DESTE AINDA EXISTISSE. ME ENCAMINHOU A UM BUCO MAXILO PARA CIRURGICAMENTE ANULAR O NERVO. VOU TENTAR ESSE CAMINHO. POIS NÃO QUERO ME SUBMETER A ALGUMA CIRURGIA MAIS AGRESSIVA COM MEDO DE PIORAR MAIS AINDA, POIS SÓ ESTOU VENDO QUE A MAIORIA DAS PESSOAS QUE FIZERÃO O BLOQUEIO COM BALÃO, BOTOX E OUTROS PROCEDIMENTOS NA MAIORIA ESTÃO NA MESMA. SÓ AVISO QUE ACUMPUTUA NÃO RESOLVE. FIZ MAIS DE 50 SESSÕES. DESEJO BOA SORTE A TODOS. iabenitez@uol.com.br

  646. elaine comenta:

    27 fevereiro, 2013 @ 1:22 PM

    ilson fique calmo a dor piora se ficar nervoso, tomar morfina nao e louca e um recurso de momento,tenta sim vc vai ficar bom nao pence no pior tem que pensa positivo DEUS a de mostra a vc o caminho certo nao fique preucupado cada caso e um caso pode nao da certo para algumas pessoas e dar certo para as outras eu tambem sofro com essa dor mas nao vou me entregar sempre peso que vou ficar curada cabeça tem que mandar mensagem boa para o corpo se nao da defeito em outro lado fique com DEUS vou por vc na minha oraçao tenho certeza que tudo vai dar bem.

  647. Carla Lúcia comenta:

    21 julho, 2013 @ 10:46 PM

    Minhas dores começaram após uma anestesia que tomei fazendo um tratamento dentário , passei 2 dias com o rosto dormente e desde março tenho sofrido muito.Estou fazendo tratamento com o neurologista,já tomei Tramal, Amitril,Gabapentina,Carbamazepina e agora estou no Tegretol que os feitos colaterais são menores,apesar de que as crises continuam mas em menor frequência.Meu médico não falou sobre cirurgia mais eu faria qualquer coisa pois tem interferido muito em minha saúde mental, familiar e trabalho.

  648. Denise T. comenta:

    26 julho, 2013 @ 9:47 PM

    Muito bom encontrar este espaco aqui e quero dividir com vcs a dificuldade que é o diagnóstico dessa neuralgia pq. sou dentista e venho há 2 meses com dor ininterrupta que mais se parece com pressáo que muda de local e choques,fisgadas de menos de segundo em regiáo de pré-molares superiores direitos.Fiquei táo em panico pq. tomei todo tipo de analgésico e antiinflamatório,inclusive codeína e tramadol e simplesmente náo passou!!Acordei dia 28-05 de madrugada com essa sensacao de tracao,pressao e daí pra cá nunca mais isso passou…o fato de ser dentista me focou em pensar que só poderia ser dor de origem odontogenica e náo acreditar em nada neuropático.Implorei pra colegas de profissáo meus abrirem canal em 2 dentes com restauracoes de resina,acreditando que poderia ser dali, removi núcleo e coroa de outro dente procurando fratura de raiz…fiz 2 tomografias,panoramica e um sem fim de radiografias periapicais e testes térmicos e de percussáo…um verdadeiro caos até aceitar que tudo isso poderia náo vir dali e sim do trigemeo…comecei a percorrer outro caminho,passei por otorrinos,fiz tomo de seios da face,cirurgiáo cabeca e pescoco e finalmente um neuro…o que mais me intriga é que todo mundo parece perdido!!!O neuro me pediu RM e descartou qlqr tumor ou vaso irritante próximo ao trigemeo…pra atrapalhar ainda achou um cisto em glandula pineal…mas isso náo interfere no caso…entrei com 400 mg de carbamazepina ao dia, 2 vezes de 200 por ser o CR.Estou tomando há quase 2 semanas e a melhora foi muito discreta ainda, estou tomando citalopram tb. e Stilnox pra dormir pq. foi barra ficar mais de 20 noites acordando de meia em meia hora sentindo as fisgadas que pareciam vir de dentro de dente…como um dente tratado canal pode doer como se estivesse vivo???Queria transmitir aqui a vcs que acho que ainda falta muito esclarecimento nessa área…o neuro náo me dá diagnóstico formado, disse que me trata de dor cronica…pq tenho 43 anos e náo há muitos casos nesta idade…o que eu mais vi aqui foi gente dessa média de idade.Náo tenho gatilhos que dispare isso, os sintomas sáo constantes…24 hrs.,acordo e penso…meu Deus mais um dia de luta…e só estou nessa há 2 meses…qdo. vc fala pra alguém sobre isso a pessoa pergunta…NOSSA MAS NÁO SAROU AINDA???VAI VIAJAR QUE PASSA!!JÁ ESCUTEI CADA UMA!!Estou indo pra terapia agora com psicólogo pq sei que a carga náo vai ser fácil e se a tua família náo te apoia é importante vc ter com quem dividir.Estou usando uma placa miorrelaxante a noite pq acho que tenho bruxismo tb.O início disso tudo se deu 3 dias após um stress grande por vários motivos…e agora me lembro que há 1 ano e meio tive um episódio desses 2 meses após outro stress familiar, mas que acabei tb. associando a um dente e mesmo após tendo feito endodontia, ainda sentia dor…depois acabou se dissipando e agora veio com forca total.Vou vir sempre aqui trazer as novas seja que isso tenha me deixado de vez ou a minha luta…vou passar por outro cirurgiáo de cabeca e pescoco e fazer uma polissonografia pra ver se constato esse bruxismo.Vi que quase todos aqui enfrentaram inúmeros médicos e dentistas e estou sentindo na pele o quáo dificil é diagnóstico e tratamento da NT e a descompensacao emocional que ela causa…só quem passa pra saber.Que DEUS NOS AJUDE!!!

  649. Denise T. comenta:

    2 agosto, 2013 @ 6:37 PM

    Ainda em relacao aos sintomas…sensacao constante com poucos minutos de folga de tracáo…pressáo…algumas horas perto dos pré-molares superiores, outras perto de ATM (articulacao) e em algumas dessas vezes a sensacáo termina com uma fisgada rápida de fracáo de segundo as vezes nos pré-molares, as vezes no canino…as vezes no incisivo…NÁO consigo dizer se tem zona gatilho….isso acontece o dia todo!!E mais…qdo. mastigo ou falo, náo sinto essas sensacoes…tenho vontade de mascar chiclete o dia todo…ou seja a dor é sempre em REPOUSO…alguém se identifica?????Tem os mesmos sintomas???Dese o dia 28 de maio na luta…e nenhuma melhora com Tegretol CR…o neuro mandou aumentar pra 3 comprimidos e 1 de amitriptilina…to com medo de vegetar!!To aguentando firme sem tomar,até qdo????

  650. Adelcio Francisco comenta:

    22 agosto, 2013 @ 12:15 PM

    eu sofro dessa dor tanben ja fiso cerurjia da agulha adurou 3anos sen dor mais voutou tudo dinovo

  651. fernanda comenta:

    29 outubro, 2013 @ 8:33 PM

    ola td bem estou muito nervosa meu pai esta com muita dor na cabeça e ja fez a cirurgia da agulha mas agora nem um neuro sabe o que e esta dor nevlalgia do trigemeas e nao sei como ele sofre meu deus tem que ter alguma soluçao se alguem de voceis souberem de algum medico que resoveram a sua dor por favor me diz pq ele esta com dor muito forte obrigado

  652. fernanda comenta:

    29 outubro, 2013 @ 8:39 PM

    meu pai sofre desta dor da novlalgia de trigemeas mas ja fez a cirurgia da agulha mas nao resolveu nada agora preciso saber de algum medico copetente pq meu pai esta com uma dor muito forte mas eles nao sabe de onde vem esta dor olhae tao dificil pq eles nao descobre de onde vem ele tem esta dor ja tem 22 anos e nos nao sabe mais o que fazer se alguem fez alguma cirurgia me diga obrigado

Deixe seu comentário aqui !