30 - nov
  

Vertigem – 200 dúvidas a respeito: Parte 1

Categoria(s): Fisioterapia, Otorrinolaringologia geriátrica, Saúde Geriátrica




Esclarecimentos

1. Labirintite (sic) tem cura?

Sim, labirintite tem cura. A idéia de que não é possível curar a vertigem é errônea, freqüentemente oriunda da falta de conhecimento sobre os distúrbios labirínticos e de erros diagnósticos e terapêuticos.

2. O que é tontura?

A tontura, também denominada tonteira, zonzeira, atordoamento ou estonteamento, é a sensação de perturbação do equilíbrio corporal. Pode ser definida como uma percepção errônea, uma ilusão ou alucinação de movimento, uma sensação de desorientação espacial de tipo rotatório (vertigem) ou não-rotatório (instabilidade, flutuação, oscilações, etc) desequilíbrio e distorção visual (oscilopsia).

3. Por que algumas pessoas que sofrem de tontura apresentam perda de memória e falta de concentração mental?

Devido às inter-relações entre o sistema vestibular e as diversas áreas do cérebro, pode ocorrer a falta de memória, a dificuldade de concentração, fadiga, além de, insegurança física, psíquica, irritabilidade, perda da autoconfiança, ansiedade, depressão ou pânico.

4. Quais são os mecanismos do equilíbrio?

O nosso equilíbrio é regido por inúmeros processos que envolve os estímulos musculares (fusos musculares e reflexos de estiramento), estímulos posturais (mudanças lineares ou angulares na posição da cabeça em relação a terra e ao corpo), que ativam os receptores vestibulares (células ciliadas dos canais semicirculares e dos órgãos otolíticos. Estes estímulos nervosos, percorrem a espinha, penetram no tronco encefálico e vão terminar no complexo de núcleos vestibulares situado na porção mais alta do bulbo, invadindo a ponte. A figura ilustra as várias estruturas envolvidos nos reflexos do equilíbrio, como os orgãos do sentido (fuso muscular, olho, vestíbulo) e os centros cerebrais, feixes vestíbulo-espinais e espino-cerebelares, núcleos vestibulares, núcleo oculomotor (III) núcleo troclear (IV) núcleo abducente (VI), nervo vestibulococlear e cerebelo.

centros do equilíbrio

A orelha interna, chamada labirinto, é formada por escavações no osso temporal, revestidas por membrana e preenchidas por líquido. Limita-se com a orelha média pelas janelas oval e redonda. O labirinto apresenta uma parte anterior, a cóclea ou caracol – relacionada com a audição, e uma parte posterior – relacionada com o equilíbrio e constituída pelo vestíbulo e pelos canais semicirculares.

Veja mais a respeito

5. O que é vestibulopatia?

Vestibulopatia é a designação genérica para os distúrbios do equilíbrio corporal sediado no sistema vestibular periférico ou central.

6. O que é vestibulopatia periférica?

Tanto a vestibulopatia periférica como a central têm os mesmos sintomas de tontura, porém, as vestibulopatias periféricas podem apresentar, perda da audição, zumbido, sensação de pressão ou desconforto no ouvido, ânsia de vômito, sudorese fria e palidez.

7. O que é vestibulopatia central?

Além da tontura, a vestibulopatia central apresentam incoordenação motora (ataxia), visão dupla (diplopia), perda da força parcial ou total dos músculos da face, dificuldade de engolir (disfagia), fraqueza, distúrbios de sensibilidade.

8. O que é labirintite?

O termo correto é labirintopatia, que é a afecção determinada por comprometimento do ouvido interno (labirinto). Labirintite seria a inflamação do labirinto, que é uma condição rara.

9. Quem costuma ter mais tonturas o homem ou a mulher?

Cerca de 10% da população mundial tem algum tipo de tontura e esta pode ser de origem central ou periférica. Na mulher a incidência é maior que no homem (aproximadamente 2:1) e ao se investigar as causas da tontura verifica-se que todas as citadas pela literatura incidem também na mulher e com o agravante de que a variação hormonal normal ou anormal influencia no funcionamento do ouvido interno; o que pode ocasionar ou agravar a tontura e, com isso, pode-se ter uma paciente com os sintomas de “tensão pré-menstrual” que tem também tonturas.

10. Quais são os tipos de tonturas?

Tontura, tonteira, zonzeira, atordoamento, vertigem, estonteamento, é a sensação de perda do equilíbrio corporal. Pode ser do tipo rotatório (vertigem), ou não rotatório (instabilidade, flutuação, oscilações), desequilíbrio e distorção visual (oscilopsia).

11. A vertigem das alturas é uma doença?

Não, a vertigem das alturas, assim como, as cinetoses (tonturas com o movimento, p.ex barco), as vertigens auditivas, as proprioceptívas (por movimentos bruscos e amplos da cabeça), constituem alguns tipos de tonturas fisiológicas.

12. Por que muitas tonturas parecem não ter cura?

Em muitos pacientes o diagnóstico da causa da tontura não são feitos de forma apropriada e causa real não é identificada. Nesses casos, o tratamento é apenas parcial, insuficiente, puramente sintomático (medicamentos para “circulação”) e os insucessos terapêuticos prevalecem.

13. Quando procurar um especialista?

No primeiro sintoma. Muitas vezes, as pessoas, se auto-diagnosticam e se auto-medicam no primeiro sintoma de tontura. Julgam que o sintoma apresentado, foi decorrente de algum exagero alimentar, de um momento de estresse, de um nervosismo, e que logo vai passar. Aceitam, prontamente, o conselho medicamentoso de um amigo ou vizinho.

Geralmente, o segundo episódio é mais forte que o obriga a procurar um pronto-socorro, no plantão noturno, recebe um medicamento e nenhum estudo diagnóstico.

O correto, para não deixar a doença se torne crônica, é procurar um médico de confiança que certamente o encaminhará para um otorrinolaringologista, já no primeiro episódio de tontura.

14. Como diagnosticar a causa da tontura?

O passo inicial para o diagnóstico é a história clínica, seguida de uma boa avaliação no contexto da medicina geral, otológica e neurológica. Pois, a etiologia pode estar distante dos sistema vestibular. O sistema vestibular é de tal forma sensível à influência de distúrbios em outras áreas do corpo, que as tonturas podem surgir antes dos sintomas da doença principal.

O passo seguinte é a avaliação bioquímica dirigida, exames indicados pelos clínica do paciente, como radiografia do tórax, eletrocardiograma, eletroencefalograma. Complementa o estudo os exames otoneurológicos.

15. Quem deve cuidar do paciente com tontura?

A abordagem terapêutica é multidisciplinar, ou seja, vários profissionais, devem estar envolvidos no processo de cura. Consiste em um grupo de medidas concomitantes (tratamento etiológico, medicamentos, reabilitação auditiva e/ou vestibular, correção de possíveis erros alimentares, orientação de mudança de hábitos, eventual acompanhamento psicológico, etc) capitaneadas pelo médico otorrinolaringologista e/ou clínico geral ou geriatra.

16. O que é ototoxicose?

Ototoxicose é a lesão do aparelho auditivo por alguma substância tóxica. Muitos são os medicamentos (antiinflamatórios, anti-bióticos, hipotensores, hipoglicemiantes, etc) que podem lesar o aparelho vestibular e causar as tonturas. O mesmo, pode ocorrer com os inseticidas, produtos de limpeza, solventes, etc. Quando se pensa nesta etiologia, deve-se afastar rapidamente o produto suspeito.

17. Uma “gripe” pode provocar “labirintite”?

Sim, trata-se de uma infecção com possível etiologia viral, a neurite vestibular, relativamente comum, que ocasiona uma crise vertiginosa súbita. A intensidade do ataque e o tempo até a cura podem variar, mas o que costuma ocorrer é uma progressiva, até completa, recuperação. O episódio geralmente é único. Não existe tratamento específico, apenas repouso. Os exames laboratoriais ajudam no diagnóstico.

18. Um trauma no pescoço pode causar “labirintite”?

Sim, trata-se da chamada síndrome cervical, que se manifesta com dores na nuca, limitação dos movimentos do pescoço, formigamento nas mãos e sem dúvida o quadro de tontura. Pode ser decorrente da chamada síndrome da chicotada (whiplash injury) quando a cabeça faz um movimento rápido como um chicote, inflamatória, osteoartrites.

19. A pressão arterial alta pode causar tonturas?

A hipertensão arterial é uma das causas mais freqüentes de tonturas. Com o controle da pressão os sintomas desaparecem. Caso isso, não ocorra, deve-se pensar em micro infarto cerebral, especialmente na região do cerebelo.

20. A enxaqueca é causa ou conseqüência da tontura?

É muito comum a associação de enxaqueca e vestibulopatia, recebe o nome de enxaqueca vestibular. As possíveis causas dos distúrbios vestibulares podem ser também fatores desencadeantes da enxaqueca e o tratamento deles beneficia a melhora das duas doenças.

Na próxima semana (07/12/2007) a segunda parte.

Semanalmente, serão apresentadas 20 dúvidas, até completar 10 semanas com 200 dúvidas e respostas.

 

    Segunda parte

Referências:

No final da série das 200 dúvidas.

Tags: , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


196 Comments »

  1. Amanda Madureira comenta:

    28 agosto, 2011 @ 2:59 AM

    Olá. Desde muito nova escuto um zumbido no ouvido (Minha família tem tendência à perca de audição). Dai,depois passei a sentir leves tonturas quando estou acordada..mas, são bem rápidas e passageiras. Todavia, há alguns meses, venho sentindo uma tontura peculiar: somente quando estou deitada, luz apagada e com os olhos fechados para dormir. Sinto como se estivesse caindo…flutuando.Parece-me que há uma grande buraco embaixo de mim. Sinto uma pressão e uns espasmos na cabeça (uma espécie de susto misturado com “choque”). Percebi que ultimamente ando mais irritadiça, ansiosa, depressiva e desenvolvendo sintomas de pânico. Dormir sempre foi algo que gostei muito, mas, ultimamente, tem sido um tormento. Sou formada e agora estudo muito para passar em um concurso público. Recebo muita pressão em casa e também me cobro bastante. (Ressalto que essa tontura só ocorre à noite, porque, quando me deito para dormir um pouco à tarde, não sinto nada.) O que me diz: é sintoma de labirintopatia ou somente ansiedade?

  2. paula comenta:

    30 agosto, 2011 @ 3:50 PM

    Boa Tarde doutor!
    meu sintoma é o seguinte:
    forte pressão nos ouvidos, estalos ao engolir a saliva o que pode ser isso?
    já fiz varios exames, tomografia dos ouvidos, audiometria, impedanciometria, nasofibro e nada apareceu?
    o que pode ser isso?
    muito obrigada
    abraço!

  3. michele comenta:

    4 setembro, 2011 @ 10:05 PM

    olá doutor!estou muito triste porque, sei q não vou melhorar nunca!! mas eu tou aprendendo a conviver com as tonturas que sinto , dese 16 anos de idade venho sentindo tonturas desequilibrios etc. isso piora quando estou no periodo da menstruação ou antes de menstruar.! hoje eu tenho 32, mas continuo sentindo tonturas terriveis de não poder nem me deitar q a casa roda!!eu fico desesperada pois a sensação é de q vou morrer! tudo q eu faço tipo crochê, pinturaou costura , ou seja tudo q me faz ficar com a cabeça baixa me ataca.isso> não sei mas o q eu faço.por favor me ajude!! hoje eu trabalho no centro cirurgico do hospital brasilia, sou uma ótima funcionaria mas eu vou trabalhar sempre com medo! eu quando estou tendo a crise de tontura eu entro em desespero. e fico com muito medo parece q nunca vai parar de rodar!! as coisas giram cada vez q eu faço qualquer movimento com a cabeça durante a crise.pelo amor de deus eu presiso de ajuda e eu sou um tipo de pessoa q nãocostumo falar muito os meus problemaspara alguem , passei minha vida toda sentindo isso, quando faço caminhada q paro as coisas parecem estar girando eu não sei o q eu faço !! as veses fico uns 3 meses sem sentir e ja no proximo ja sinto e quando vejo q não estou muito bem eu se estiver no meio de pessoas eu procuro me isolar para não me mostrar q eu não tou bem!! olha me ajude onde vc doutor estiver farei questão de procura lo pessoalmente moro em brasilia e na verdade eu procurei varios medicos mas eu por não entender acho q procurava os medicos errados ele não consseguia me diaguinosticar.. e mas eu quando sintoas tonturas eu sinto uma certa aritimia e peço o meu esposo para aferir minha presão e sempre da normal tipo 120×80 e também sinto algo pulsando dentro da minha cabeça !! o q pode ser meu DEUS!!! ME AJUDE ESTOU TE AGUARDANDO POR UMA RESPOSTA!! UM ABRAÇO DOUTOR E ATÉ LOGO!!

  4. bruno comenta:

    23 setembro, 2011 @ 10:51 PM

    DOUTOR NAO QUERO CONSULTA ONLINE, E SIM UMA BREVE RESPOSTA PARA MINHA DUVIDA, ASISM PASSO PARA MEU CARDIOLOGISTA.

    —————————
    Doutor, o que pode ser ardencia no lado esquerdo do peito que irradia para o braço esquerdo, sintoma de barriga dura, e como se estivesse comido muito, cansaço nas pernas e arritimias e falta de ar? Me disseram que tenho asma (sempre tive bronquite), outros dizem que é tudo da cabeça. Mas dois eletros deram alteração como principio de sobrecarga ventricular esquerda, e, criterio de voltagem para hipertrofia ventricular esquerda, e arrtimia sinusal. No holter 24 horas nao apareceu nada, nem no primeiro ecocardiograma, no segundo ecocardiograma deu refluxo minimo mitral e tricuspide. Tomo ansioliticos, pois disseram que tenho sindrome do panico. NINGUEM ME DA DIAGNOSTICO PRECISO. Tenho suorese, e fica as potas dos dedos roxas tambem. OBS EXAMES DE SANGUE NORMAIS. AH QUANDO TA MUITO RUIM DA TONTURA DE REPENTE, E UM APERTO NO PEITO, E OUVIDO ESQUERDO TRANCADO.

  5. fabiana comenta:

    24 setembro, 2011 @ 7:12 PM

    ola tudo bem, desde janeiro venho sentindo varios sintomas diferentes, como dor no peito, falta de ar,mao dormentemas o que me encomoda mesmo saõ os calor que sinto pelo corpo, principalmente nas maos e peito onde se consentram mais,pareçe ate estar com febre mas não, é muito ruim isso as vezes fico sem saber o que fazer o que pensar. peço muito a DEUS que me ilumine e me tire isso de mim.Gostaria doutor que pudesse me ajudar se isso tudo é sindrome do panico mesmo.

  6. Joana comenta:

    18 outubro, 2011 @ 6:52 PM

    Boa Noite Doutor
    Tenho 33 anos depois que fui mãe a 12 anos tenho tido muitas tonturas e desequilibrio, meu medico passou Vertix que era para labirintite mais toda vez que tomo sinto muita fome ai eu paro com medo de emgordar:( tambem não durmo direito parece que tenho um zunbido no ouvido esquerdo,gostaria de saber se existe outra medicação mais nova que nao der tanta fome??

    Muito Obrigado.

  7. Marcelo Posser comenta:

    22 outubro, 2011 @ 7:29 PM

    Doutor,
    há 20 dias atrás fui ao Otorrino onde foi feito lavagem de conduto auditivo e retirado rolha de cera ,pois sentia leve tontura,zumbido.
    ele me diagnosticou com Labirintopatia e receitou Betaserc e meclin.
    Esses medicamentos me fizeram mal ( cefaleia,mal estar)) e busquei ajuda com minha infectologista pois sou( imunocomprometido} fizemos uma punção lombar onde saiu infecção por E.coli, segui o tratamento antibioticos por 10 dias,mas ainda sinto zumbido e tontura bem mais leve,procurei outro otorrino que indicou testes para realmente ver se é labirintite,se for o Sr acha que tem medicamentos que eu possa tolerar e melhorar o quadro ?

  8. ANDRÉIA comenta:

    26 outubro, 2011 @ 4:31 PM

    BOA TARDE DOUTOR, DESDE 2001, QUANDO FIZ EXAMES, DESCOBRI QUE TENHO LABIRINTITE.
    AS VEZES SINTO COMO FLUTUASSE, NÃO NECESSARIAMENTE SINTO-ME GIRANDO, SÓ MEIO ZONZA.
    MEUS OUVIDOS FICAM PULSANDO MUITO RAPIDAMENTE,JA FIZ CIRURGIA DAS AMIGDALAS E OUVIDOS JUNTAS.
    ESSA SENSAÇÃO DE OUVIDOS PULSANDO ME DEIXA MUITO NERVOSA E AGITADA, COMO SE ESTIVESSE NUMA CRISE DE SINDROME DO PANICO, AS VEZES ATÉ SINTO MEU CORAÇÃO DISPARAR.
    AS VEZES PRECISO FAZER LAVAGENS, POIMEUS OUVIDOS FORMAM CERUME ENDURECIDO.
    JA TOMEI LABIRIN, E VERTIX DRAMIN TB.
    AGORA ESTOU AMAMENTANDO, TOMO SOMENTE O DRAMIN GOSTARIA DE SABER SE POSSO ESTAR USANDO GINKO BILOBA DURANTE AMAMENTAÇÃO,POIS JA TOMEI E POR VARIOS MESES NÃO ME OCORRERAM CRISES . OBRIGADA PELA ATENÇÃO

  9. Eosana comenta:

    26 outubro, 2011 @ 11:54 PM

    gostaria de agradecer as explicações contidas neste e lhe perguntar. Há relação da pressão arterial, uma vez que tenha elevado devido a dores de cabeça, com o aparecimento de uma dor incomoda no ouvido direito após este ocorrido?

  10. Rogerio comenta:

    27 outubro, 2011 @ 8:29 PM

    Porque sinto tontura, nausea ao finalizar atividade na esteira?

  11. Manuel comenta:

    31 outubro, 2011 @ 3:00 PM

    Ola doutor tenho tido vertigens desde o ano passado em que andava a tomar medicamentos para os dentes (brufen 600 2x por dia) e um antibiótico como sou novo me deram erva pra fumar(nunca fumava so com uns amigos uma vez em dois meses nem isso) dei 2bafos nem isso tive um ataque de pânico durante 2horas a ver as pessoas a roda mas depois ficou tudo bem, então continuei a tomar os medicamentos voltei a tar mal,deixei de tomar medicamentos faz um ano e mm assim as vezes sinto me confuso, bebi um cafe e fumei um cigarro ha uns meses e fiquei em pânico o otorrinolaringologista diz que tenho ansiedade a mais por isso me recomendou calmantes para tomar durante um mês e para utilizar quando me sinto mal. Nao tenho uma vertigem mesmo ha muito sao so inicios de ficar confuso quando uma pessoa ta mt perto de mim ou quando estou cansado começo a ver tudo mal como se fosse um sonho os meus reflexos sao lentos.fiz todo o tipo de exame e ta tudo bem só nao fiz ao cerbero. As vezes parece que e simplesmente e fobia e quando penso nisso e que me sinto mal mas nao e! porque eu vejo mesmo mal! me ajude

  12. JOÃO ADALBERTO comenta:

    1 novembro, 2011 @ 9:13 AM

    GOSTARIA DE SABER O SEGUINTE NOS DIAS 2 DIAS LEVANTEI E SENTI UMA TONTURA A QUE MÉDICO TEVO PROCURAR PARA VERIFICAR DE ONDE ESSA TONTURA PODE ESTAR VINDO.

  13. Rafael Câmara comenta:

    8 novembro, 2011 @ 4:35 PM

    Olá Dr,

    Tenho também labirintite ( vertigem ) e uma pressão estranha nos maxilares e na cabeça ( ossinho entre a testa e o nariz ). Não faço nada para atacar minha labirintite, exceto que as vezes durmo um pouco tarde ( no total durmo em média 6 horas por dia ) e faço exercícios. Hoje por exemplo, durmi um total de 6hs e agora a tarde tive tontura do nada ( eu estava sentado quando veio ). Como posso me curar definitivamente disso!? Não aguento mais ter essas surpresas desagradáveis de tontora.

    Gráto desde já!

  14. osvaldo martine de castro filho comenta:

    15 novembro, 2011 @ 6:26 PM

    ssa . bahia capital tenho sindromi vestibular periferitaria aesquerda prova caloricaapresentando predominio direcional de 38´9% para direita obs. nistogamos pos calorica na OE foi poara direita fico tonto com frequecia vejo voltos muito rapidos Ñ dar para ver o que é min chateio facil quan fiz o ixame tinha 36 anos agora 42 ñ tenho melhora tomo formula e rivotril mas tenho muito dor de cabeca si tomar sol nem pensar…..tenho depedencia a formula + quero parar ( os remedios min ajudam mais ñ rezolve 100%

  15. marilia batista comenta:

    22 novembro, 2011 @ 11:11 PM

    olá, boa noite! estou muito apreensiva com uma certa dormência no meu ouvido esquerdo, talvez tenha sido pela forma que eu dormi a noite ou de fundo nervoso, mas nunca havia sentido isso antes. gostaria de ter orintação sobre este problema, pois noto que tbm tenho vertigens, minha cabeça roda e dá aquela ânsia de vômito, estou muito aperriada com meu ouvido, será alguma infecção? por favor me ajude!

  16. Mariza comenta:

    25 novembro, 2011 @ 1:00 PM

    Tenho 42 anos, há uns 10 anos, vivo com uma zoeira na cabeça, tipo cachoeira, cigarra ou barulho de uma mata noturna, porém, ultimamente parece mais como uma panela de pressão ligada, hoje e ontem por exemplo, são umas três, se eu tivesse que cozinhar algo na panela de pressão acho que enlouqueceria, o que pode ser isso, estresse ? notei que no dia que tomo vinho, qualquer álcool, à noite o barulho aumenta muito, e no outro dia, piora, cerveja então, acho que não poderei tomar mais, na segunda passada por causa de 2 latinhas do domingo quase enlouqueci com esse barulho e dor de cabeça até a nuca, poderia me dar uma luz, já fiz algumas consultas, porém acabo parando a ingestigação porque não tenho tempo e paciência, a impressão que tenho que os médicos veem em mim exagero, será que terei que conviver ainda mais tempo com isso ?
    obrigada.

  17. Jéssica comenta:

    26 novembro, 2011 @ 2:58 AM

    Eu tenho 20 anos, me mudei de estado com a minha família a quase um ano, eu sempre fui um pouco alterada.. mas nesse ano ando muito agressiva.. e estou tendo dificuldades de equílibrio, e minha cabeça junto com o pescoço treme muito.. ! Não sei se esse nervoso todo é devido a mudança.. pois larguei tudo.. e estou em uma cidade nova.. já falei com meus pais.. mas eles disem que não é nada.. ! Não sei oq fazer.. !
    Me ajude Doutor.. ! será que pode ser câncer no sistema nervoso???

  18. SUÉLLEN comenta:

    5 dezembro, 2011 @ 1:40 PM

    TENHO 29 ANOS ,TENHO TONTEIRAS E VEJO PONTINHOS DE LUZ.O QUE PODE SER ISSO.PODE ME ENVIAR VIA EMAIL?

  19. susan comenta:

    11 dezembro, 2011 @ 12:09 AM

    Li este artigo e percebi varios desses sintomas aos 19 anos perdi a audiçao esquerda mas nunca senti mais nada alen disso
    paasei no ortorrino e ele não me disse nada só que perdi a audiçao sem causa aparente que teria que usar aparelho,recentemente digamos de dois anos para ca comecei a ouvir um zumbido no ouvido que me perturbou muito até eu me acostumar
    Aosa 28 anos estava em um salao e senti uma vertigem seguida de sensaçao de desmaio fiquei mal por dias mas os medicos diziam que era gastrite fiz o tratamento e me senti melhor mas constantemente sentia essas vertigens cada vez pior
    Recentemente passei mal pela madrugada e em uma emergencia fui diagnosticada com labirintite em um exame de equilibrio com os olhos fechados mas o clinico me passou um remedio que me da muito sono e mais nada e tambem um remedio de raiz para circulaçao
    Percebi que o cafe me fazia mal entao parei de tomar mas cada dia tenho crises piores como falta de ar palidez,enjoou como se tivesse comido muito ,dor de cabeça mas não forte ,esquecimentos de acordar e não saber quem sou eu ou onde estou,muita irritaçao e falta de paciencia, fica pior em meu ciclo mentrual chega me dar desespero e sensaçao de morte.
    Gostaria de saber o que devo fazer e se estes sintomas são mesmo de labirintite

  20. bruna comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 10:03 AM

    Gostaria de saber uma coisa: meu pai no dia 19 de Abril de 2011 teve uma crise súbita de tontura e foi internado. Foi diagnosticado com neurite vestibular por uma otoneurologista. O quadro teve uma melhora,porém persiste uma tontura leve com uma forte náusea todos os dias,com horários que melhora e horários onde fica mais forte. Já fizemos todos os exames possíveis, e nada foi encontrado além de uma vestibulopatia periférica.Mas ninguem consegue explicar o porquê desses sintomas persistirem depois de 8 meses. Seria possível que a neurite ainda nao esteja curada?Ou isso seria algum processo degenerativo?
    att.
    Bruna

  21. Sonia comenta:

    4 janeiro, 2012 @ 7:03 PM

    Oi Tenho sentido muita fraqueza, um sono incontrolavel, cefáleia e uma dormencia no rosto o que deve ser isso.
    Venho sentindo isso a uma semana.

  22. Gabriella Cordeiro comenta:

    14 janeiro, 2012 @ 9:37 PM

    Olá tenho 24 anos e a 3 anos sinto fortes crises de tonturas associadas a dormencias nos ouvidos, mas localizado no llado direito, dormencia no braço direito e no tórax.Fui diagnosticada como tendo labirintite irritativa/ metabólica e ansiedade. Tenho feito o tratamento para labirintite , mas por causa de problemas financeiros muitas vezes sou obrigada a abandonar o tratamento , o que piora muito as crises. Eu tenho algumas dúvidas e gostaria muito de saber se esses sintomas são comuns na labirintite? já que não li nada sobre essas dormencias e sensações de desmaios e que eu poderia fazer de forma barata para aliviar todos esses sintomas?

    Obrigada

  23. MELCHIOR comenta:

    4 fevereiro, 2012 @ 5:16 PM

    Olá, como acima outros disseram tive depois dos 3O anos vários episódios ciclicos de tontura de 5 em cinco anos aproximadamente.
    Desses episódios 3 deixaram sequelas horriveis como: desequilibrio, sensação de cabeça leve ou vazia na rua, fraqueza e zumbido no ouvido (já passei por vários exames e nada foi constatado e continuo pesquisando).

    ATENÇÃO: UMAS COISAS ME AJUDARAM MUITO NA MINHA PEQUISA SOBRE ESSE PROBLEMA HORRIVEL:

    1) PARA ALIVIAR ZUMBIDO NO OUVIDO USE COMPRESSAS DE AGUA QUENTE EM CADA OUVIDO QUANDO TOMAR BANHO –
    NÃO TOME CHÁ, COCA-COLA E REFRIGERANTES, CAFÉ CHOCOLATE E QUEIJO A CAFEÍNA É A O PROBLEMA.

    2) O DESEQUILIBRIO TAMBÉM AUMENTA POR CONTA DA CAFEÍNA (CAFÉ, CHÁ PRETO OU MATE (CHÁ DE CAMOMILA PODE E AJUDA A ACALMAR E DORMIR) CHOCOLATE, COCA-COLA E REFRIGERANTES NEM PENSAR), QUEIJOS ESTÃO PROIBIDOS.

    3) UM ANTI-DEPRESSIVO ME AJUDOU MUITO A VENCER O MEDO DE SAIR NA RUA E ME SENTIR MAIS CONFIANTE ( VEJA COM O MÉDICO).

    4) YOGA ME AJUDOU MUITO A ME SENTIR MAIS CONFIANTE E ANDAR NA RUA (LEIAM O LIVRO “YOGA PARA NERVOSOS” PROFESSOR HEMÓGENES – EDITORA PENSAMENTO FAÇAM OS EXERCÍCIOS DA SÉRIE “C”.

    5) UM PROTETOR AURICULAR DISCRETO DO TIPO DE ENFIAR NOS OUVIDOS AJUDA MUITO QUANDO TINHA MAL ESTAR DOS BARULHOS DA RUA (FREADAS, BUZINADAS ESTRIDENTES, E OUTROS BARULHOS FORTES E PERTURBADORES DAS RUAS).

    Temos que aceitar essa nossa limitação e se nos sentimos “embriagados” enfim essa é a nossa cruz, costumo dizer para os amigos que sou viciado em cafeina ANDO CAMBALEANDO POR CONTA DISSO e tento levar a coisa no bom humor enfim………..

  24. MELCHIOR comenta:

    4 fevereiro, 2012 @ 5:20 PM

    ATENÇÃO: UMAS COISAS ME AJUDARAM MUITO NA MINHA PEQUISA SOBRE ESSE PROBLEMA HORRIVEL:

    1) PARA ALIVIAR ZUMBIDO NO OUVIDO USE COMPRESSAS DE AGUA QUENTE EM CADA OUVIDO QUANDO TOMAR BANHO –
    NÃO TOME CHÁ, COCA-COLA E REFRIGERANTES, CAFÉ CHOCOLATE E QUEIJO A CAFEÍNA É A O PROBLEMA.

    2) O DESEQUILIBRIO TAMBÉM AUMENTA POR CONTA DA CAFEÍNA (CAFÉ, CHÁ PRETO OU MATE (CHÁ DE CAMOMILA PODE E AJUDA A ACALMAR E DORMIR) CHOCOLATE, COCA-COLA E REFRIGERANTES NEM PENSAR), QUEIJOS ESTÃO PROIBIDOS.

    3) UM ANTI-DEPRESSIVO ME AJUDOU MUITO A VENCER O MEDO DE SAIR NA RUA E ME SENTIR MAIS CONFIANTE ( VEJA COM O MÉDICO).

    4) YOGA ME AJUDOU MUITO A ME SENTIR MAIS CONFIANTE E ANDAR NA RUA (LEIAM O LIVRO “YOGA PARA NERVOSOS” PROFESSOR HEMÓGENES – EDITORA PENSAMENTO FAÇAM OS EXERCÍCIOS DA SÉRIE “C”.

    5) UM PROTETOR AURICULAR DISCRETO DO TIPO DE ENFIAR NOS OUVIDOS AJUDA MUITO QUANDO TINHA MAL ESTAR DOS BARULHOS DA RUA (FREADAS, BUZINADAS ESTRIDENTES, E OUTROS BARULHOS FORTES E PERTURBADORES DAS RUAS).

    Temos que aceitar essa nossa limitação e se nos sentimos “embriagados” enfim essa é a nossa cruz, costumo dizer para os amigos que sou viciado em cafeina ANDO CAMBALEANDO POR CONTA DISSO e tento levar a coisa no bom humor enfim………..

  25. MAYARA VENTURA DOS SANTOS comenta:

    9 fevereiro, 2012 @ 3:37 PM

    OI,
    ESPERO QUE POSSA ME AJUDAR,
    procurei esse site hoje,por que ja faz um tempinho que venho sentindo umas pontadas bem levinhas pelo corpo,
    a algum tempo começou no meu cotovelo,depois começou no braço,isso volta e meia…
    e agora procurei vc por q acabei de sentir de novo a fisgadinha no meu quadril.
    a ”FISGADINHA” VEM E FICA ALGUNS SEGUNDOS…

    QUERIA SABER SE VOCE SABE O QUE PODE SER?

    MUITO OBRIGADA PELA ATENÇÃO.

  26. ariana ferreira comenta:

    2 março, 2012 @ 8:00 PM

    Doutor,as vezes de manhã qdo tomo banho e me arrumo p ir trab,tenho sentido muitas tonturas,seuidas de suor frio,tudo roda,sensação de desmaio e fico trêmula,uma sensação horrível q preciso me deitar e em segundos essa sensação vai passando,e fico como se estivesse flutuando meia abobaiada…ah e sinto tbm nos momentos de tontura enjoos…..Tenho 26 anos e não estou grávida,tenho médico só dia 27 gostaria de tirar minhas duvidas….Obrigada desde já…

  27. sirio p. oberziner comenta:

    13 abril, 2012 @ 11:18 AM

    Olá .tenho 44 anos e alguns dias atrás sofri um acidente de transito no qual não tive nem um tipo de traumatismo,cortes ou ferimento.Como meu veiculo foi atingido pela parte traseira ,bati com a cabeça no encosto do banco que cumpriu sua funcão de proteger meu pescoço . Fiquei com uma amnésia temporária ,recobrando a memória plena no outro dia ,pois o acidente ocorreu as 15:30 e fui induzido a ficar mais relaxado por ingestão de alguns medicamentos que me causaram muito sono. Passado alguns dias e terminado os medicamentos receitados no pronto socorro ,desencadeou-se uma labirintite identificada pelo médico que me atendeu agora no hospital de minha cidade.Este prossional chegou a esta conclusão através de alguns exames e analisando as imagens de tomografia ,raio x. Acontece que este médico viajou para um congresso sem data estipulada para voltar e outro profissional não está a par do ocorrido.Pergunto aos profissionais disponiveis deste programa de auxilio ,se este problema pode ocilar ,ou seja ,um função do medicamento receitado pelo médico um dia estou melhor ,as vezes me sinto pior que no dia anterior e se em decorrência do acidente tem algum tempo estipulado para melhoras. Meu estilo de vida é bastante saudavel,pois não consumo bebidas alcoolicas ,não fumo e nem uso substancias quimicas.Tenho uma alimentação bastante saudavel e pratico exercicios regularmente. Desde já meu muito obrigado .

  28. Otávio F. de Menezes Chaves comenta:

    26 abril, 2012 @ 8:45 PM

    A labirintite é o resultado de uma vasoconstrição (fechamento) dos vasos sangüineos que irrigam o cérebro. Em nosso labirinto há uma estrutura chamada “cílio”, responsável pela sensação de equilíbrio. Para que todo mecanismo funcione corretamente, é preciso que os “cílios” estejam irrigados por um líquido chamado líquor. A labirintite ocorre justamente quando a vasoconstrição impede que o líquor chegue até os cílios, fazendo com que estes não sejam devidamente irrigados, no que resulta a sensação de perda de equilíbrio e drástica tontura. Esta vasoconstrição ocorre por conta de um alto nível de adrenalina e cortisol no sangue, substâncias de reação ao stress, mas que são vasoconstritoras. A vasodilatação é único processo capaz de fazer com que os vasos sangüineos voltem a irrigar corretamente o cérebro e que o líquor se forme para irrigar os cílios do labirindo, restabelecendo a saúde do paciente. Em todo este processo, existe uma substância conhecida, chamada serotonina. Ela é responsável pela vasoregulação. Sem ela nossos vasos sangüeneos podem variar muito seu calibre, ocasionando uma vasoconstrição que, via de regra, resulta em uma vasodilatação com muita dor, como ocorre na enxaqueca. Assim, meu conselho para as pessoas que estão com problemas em seu labirinto é que cuidem de seus hábitos de vida, mas, em um primeiro momento, tomem os remédios necessários para o restabelecimento de sua saúde, o que pode incluir desde vasodilatadores (dramin, vertix, ginco biloba, etc.) até antidepressivos, que também são vasoreguladores e, além disso, agem no controle da dor. Boa sorte a todos os que se encontram enfermos e desejo-lhes o mais pronto restabelecimento.

  29. Otávio F. de Menezes Chaves comenta:

    26 abril, 2012 @ 10:18 PM

    Sírio, em resposta a suas perguntas, mas sem verificar seus exames, formulo a hipótese provável de que os medicamentos que lhe causaram muito sono sejam vasodilatadores. Por uma reação do organismo, conhecida como biofeedback, seus vasos sangüineos se retraíram com a retirada abrupta da medicação que os dilatava. Consequentemente, ouve uma forte vasoconstrição, o que deve ter desencadeado a sua labirintite. Há duas opções: a primeira delas é deixar o teu organismo se autoregular; a segunda, voltar a tomar os vasodilatadores e depois de algumas semanas, retirá-los lentamente, com a diminuição gradual das doses.

  30. Graça Mendes comenta:

    1 julho, 2012 @ 3:41 AM

    Tontura pode ter várias causas, desde um estress momentaneo até algo mais severo como um tumor no ouvido interno NEURINOMA ou NEUROMA do ACÚSTICO. Geralmente o primeiro médico a ser consultado é o CLÍNICO GERAL, este profissional deverá fazer uma boa ANAMNESE ou seja, ouvir a estória clinica relatada pelo paciente, posteriormente fazer-lhe deteminadas perguntas como por exemplo : Quando e como tiveram inicio os sintomas, pedir para que o paciente descreva como é a tontura etc…,só depois disto irá formar prováveis hipóteses diagnósticas as quais começarão a serem investigadas através de exames laboratoriais dentre outros,se com tudo isto não conseguir estabilizar o paciente,deverá encaminhá-lo para os especialistas em neurologia e otoneurologia. Há tonturas que se resolvem expontaneamente outras necessitam de um acompanhamento especializado que exigem manobras adequadas para estabilizar o equilíbrio de um paciente, as mudanças nos hábitos alimentares também são de grande valia, por exemplo, diminuir o açucar e o sal na dieta, evitar uso de alimentos gordurosos, cafeinados como café, chás dentre outros.

  31. andreza comenta:

    31 julho, 2012 @ 7:41 PM

    tenho 32 anos e tomei vertix pra enxaqueca 5 anos engordei 33 quilos e só agora descobri que foi por causa deste medicamento pois era o único que aliviava minha dor e nenhum médico me disse que engordava, até agora, agora tomo amato, está dando certo , mas e estes 33 quilos o que eu faço, eu não tenho tempo de ir em academia nem de comer de 3 em 3 horas pois em meu trabalho não pode comer, só nos horários certos, obrigado.

  32. silvana silva comenta:

    20 agosto, 2012 @ 10:04 AM

    tenho 35 anos e a 1 ano comecei a ter tonturas..uma vez so tontura com ameacas de girar tudo com um rapido apagao, outras vezes acompanhada de zumbido em um dos ouvidos, outra hora so tontura dessas q nao gira nada, mas fico com a cabeca leve, como se tivesse flutuando, atordoada, visao distorcida, fico assim por varios dias! coinncidencia ou nao sempre em periodos de tpm ou apos ter uma crise nervosa> atualmente moro no japao e estou ficando deprimida porque ja passei pelo neuro e nos exames nao apresento nada, no otorrino ele disse eu ter doenca de menieri, tomo remedios por 15 dias e no final apresenta melhora e volta cada vez mais com frequencia! e possivel numa tomgrafia ou exame de sangue nao apresentar diagnostico? se eu tiver realmente essa doenca de menieri, tem cura? o q pode ser meu caso? silvana

  33. Antônio Carlos comenta:

    6 setembro, 2012 @ 11:09 PM

    Olá, vejo que muitas pessoas aqui estão praticamente desesperadas e aflitas, isso só piora a situação, tenho essas tonturas a quase 10 anos.. desde os 19. acompanhadas de muita fadiga física, as vezes mental, dificuldade na abstração, absorção de informações tanto no trabalho como na faculdade, nas crises anteriores chegava a causar escurecimento das vistas, fraqueza ao ponto de não conseguir ficar de pé, etc. a 3 anos eu me via livre dessa condição, não 100% porém bem próximo, mais a um ano ela voltou e pouco mais forte, ainda por teimosia minha não procurei ajuda médica, já fiz anteriormente vários exames, eletrocardiogramas, raio X do tórax em vários ângulos, exames de sangue.. para aferir glicose entre outras coisas, não deram em nada, tudo OK, procurei me alimentar melhor dormir bem, tomar um bom café da manhã, e fazer exercícios físicos, isso ajuda muito e minimiza o problema, ao menos no meu caso, que também não consigo ficar mais de 3 horas sem me alimentar, então sempre procurar “forrar o estômago”, sei o quão horrível são esses sintomas, e o quanto nos prejudicam no dia adia, mais lembremos que existe coisa pior ainda, e que devemos procurar por ajuda de especialistas porém sem estar desacreditado ou já sem motivação, muito menos desesperado, pois isso eu garanto que só PIORA as coisas. abraço o todos.

  34. Gilberto comenta:

    26 janeiro, 2013 @ 10:33 PM

    Olá!
    Pratico triatlo há 1 ano e meio, e em algumas provas quando acabo a natação e saio da água sinto muita tontura principalmente quando nado no mar, nos treinos na piscina não sinto tontura. Fui fazer um treino no mar com roupa de neoprene e o mar estava muito agitado, jogando pra cima e pra baixo, por volta de 300 metros de nado estava me sentindo muito mal e muito tonto, tendo que encostar no barco de segurança e parar o treino. O que posso fazer para não ter essa tontura?

  35. Rebeca Sol comenta:

    4 junho, 2013 @ 7:14 PM

    Tenho uma tontura que parece que vou cair no chão a qualquer momento, acompanha cansaço, suspiro (parece que não estou respirando direito), parece que tem um bolo na garganta, as vezes parece que não estou sentindo os pés, a cabeça parece vazia, dor nuca, ombros, torax, perda de apetite, meu corpo me acorda 5 da manhã, mãos e pés gelados, não tenho febre (varia de 35,5 a 36 graus), pressão sempre 11:7, tenho perda auditiva descoberta em 2003, porém, todo outono fico com esses sintomas, perco muito peso, como se a energia estivesse indo embora, cansaço, fraqueza, não tenho vontade de comer, melhora durante a noite, piora durante o dia, hemogramas, abdomen total, fezes, urina, tireoide, colesterol, glicemia, resultado perfeito, essa última vez ficou mais intenso depois da menstruação (ainda estou fazendo exames e vou ao ginecologista, pneumo e otorrino), mas todos os anos no outono eu desenvolvo esses sintomas acompanhado de mal estar gastrointestinal e quanto mais frio, mais acentuado fica parece uma dor na alma, as vezes é desesperador, porque ninguém consegue achar ou ajudar !! Depois vai melhorando e volto ao normal , são mais intensos no outono e no inverno com a queda de temperatura e a falta de exposição ao sol, farei também exames para saber como anda minha vitamina D. Socorrooooooooooooooooo kkkkkkk!!

  36. Rebeca Sol comenta:

    4 junho, 2013 @ 7:23 PM

    Ahh esqueci de dizer, o último médico que fui era gastro, ele disse que devo ser alérgica a glúten, laticínios, isso causa inflamação intestinal, naturalmente a absorção de nutrientes não será satisfatória, se sua vitamina d é insuficiente seu intestino também não funcionará de acordo, não funcionando de acordo, sua imunidade não será boa, sua mente não terá clareza, o corpo ficará intoxicado, estou tomando probióticos também para refazer a flora intestinal e isso me trouxe muita melhora … diminuiu muitooooo a tontura, mas ainda estou voltando ao normal minha alimentação (já sinto fome e estou conseguindo comer muito bem, ganhar uns peso (estou muito feliz), porque nessas horas chego a pesar por volta de 45kg é desesperador para mim, talvez o corpo ainda esteja enfraquecido, nutrição é fundamental também para que tudo funcione de acordo e mais leveza na vida também, uma pessoa muito nervosa e ansiosa vai adquirir muita falta de estabilidade na vida = vertigens intensas e duradouras, geralmente o intestino também não funciona legal, mas sempre bom ter acompanhamento médico e fazer vários exames para saber se é de fato clínico ou emocional, aliás tudo é emocional !!

  37. CINTIA comenta:

    5 setembro, 2013 @ 10:11 AM

    OI TENHO TONTURAS ROTATORIAS E QUANDO SINTO ISSO ME DA ENJOO E DORES DE CABEÇA QUERIA SABER SE ESSE PROBLEMA PODE ESTAR RELACIONADO A FALTA DE VISAO OU ESTRESS OU AO QUE?

  38. carlos comenta:

    20 fevereiro, 2014 @ 10:54 PM

    sofri um acidente de moto tive trauma toraxico fiquei internado a 8 dias a base de remedio e soro ainda no hospital passei a ter tonturas e alucinacoes apos alta continuo tendo essas tontura visao turva e alucinacao gostaria de saber o que pode ta causando esses sintomas. aguardo resposta grato pela atencao

  39. Pompilio de Carvalho comenta:

    2 outubro, 2014 @ 3:50 PM

    Depois de estar sentado e me levanto (exemplo no carro) começo a sentir que qualquer “coisa” está a sair do meu tronco (?) e se dirige para o cérebro de forma contínua.Fico quieto por julgar que, a qualquer momento vou perder os sentidos (desmaiar e cair,sensação muito desagradável). Hoje, a minha tensão arterial é de 100 x 52 78 e costuma ser baixa. Tomo diariamente os seguintes comprimidos: Lansoprasol, Silodyx, Concor, Atorvastatina, Trental, Atarax, Amitripptilina, Seroquel. Livetan e Exlon 9,5mlg.Sofro de artrose intensa e generalizada com maior intensidade e dor na coluna cervical.
    Os médicos não têm dado importância a esta queixa (Medicina Interna, Otorrino…Clínica Geral, Urologia.Desde já muito grato pela sua opinião sobre este assunto, Pompílio de Carvalho

  40. Antonio Carlos Milanezi comenta:

    6 dezembro, 2014 @ 3:42 PM

    Tenho 60 anos, ao sentar diante da televisão ou uma tela de computador, daí a 15 minutos sinto sonolência pesada, de forma que não consigo permanecer ali por mais tempo, e isso é automático em todas as oportunidades. Quais distúrbios que deve existir nisso?
    Aguardo e agradeço

  41. Antonio Carlos Milanezi comenta:

    6 dezembro, 2014 @ 3:48 PM

    Tenho 60 anos, ao permanecer em frente a televisão ou uma tela de computador, principalmente nesta, dentro de 15 minutos, isso em todas as oportunidades, sinto sonolência pesada, perdendo a concentração. Tais sintomas são relacionados a quais problemas de saúde?

    Agradeço atenção

  42. kennedy comenta:

    2 janeiro, 2015 @ 11:55 PM

    Me chamo Kennedy e tenho 29 anos, há 3 anos atrás tive uma forte enxaqueca com fortes dores finas na cabeça e depois comecei a sentir orriveis sintomas como; disturbios visuais, fico conciente no que faço, mas me sinto aereo no meu dia a dia, há 2 anos atras fiz varios exames entre eles um eletro da face, porém só foi diagnosticado um disvio de septio e sinosite, segundo o D.t José clinico, disse que a causa dos sintomas era a sinosite, fiz o tratamento recomendado e agora os sintomas voltaram.
    O que devo fazer???

  43. adriana fonseca comenta:

    14 janeiro, 2015 @ 3:14 PM

    ola.. boa tarde.. me chamo adriana …passei a alguns meses no clinico com a pressão ocilando … 16 AS VZ 11 E ASSIM O DIA TODO… tonturas,zunido no ouvido,dor leve no ouvido esquerdo e coceira….. agora tem dias que sinto o coração batendo no ouvido esquerdo.. horrível…ando na rua com medo de cair.. esta aumentando a cada dia… a sensação quando ando ou me movimento e deitada também e de que sou um pendulo.. aqueles bonecos infláveis chacoalhando….o médico disse ser emocional,passou remédios que não deram certo e por fim não quis dar mais nada e me encaminhou para psicóloga que ainda não consegui passar…ate para escrever aqui me sinto zonza… me ajude. por favor… obrigada…

  44. adriana fonseca comenta:

    14 janeiro, 2015 @ 3:16 PM

    esqueci de dizer .. tnho 47 anos….
    obrigada pela atenção desde já….

  45. alana comenta:

    14 março, 2015 @ 12:36 AM

    Boa boite, tenho 17 anos e tenho tontura , ao me levantar e quando deito de forma horizontal por completo ( a cabeca colava e olhando para cima) , assim q isso acontece tenho uma dor de cabeça . fiz exame de labirintite porem deu negativo . tenho o tempo todo mas piora no período da TPM ( cerca de 15 dias antes da metruacao )… Agradeço desde já.

  46. Jessica brasilio comenta:

    21 março, 2015 @ 12:01 AM

    Olá Dr.

    Boa noite
    Há 3dias venho sentindo dores de cabeça,
    No 1 dia começou as 13:00 só parou a.dor no 2 dia as 17:00tarde
    Hoje é o 3dia.
    E começou a dor novamente, mas agora além da dor sinto enjoos.
    O que fazer?

Deixe seu comentário aqui !