17 - nov
  

Glândula Adrenal – Insuficiência: Doença de Addison

Categoria(s): Bioquímica, Endocrinologia geriátrica




Resenha

A insuficiência da glândula adrenal (IA) pode ocorrer na forma primária ou secundária. Entende-se por primária quando a glândula é a primeira a ser afetada, com redução da produção dos hormônios, cortisol*, aldosterona** e estrogênio, devido à destruição ou atrofia da córtex adrenal. A camada medular pode estar preservada e a produção de catecolaminas continua normalmente. Para o aparecimento de sintomas de insuficiência é necessário a destruição de mais de 90% da glândula.

As causas de insuficiência adrenal primária incluem: síndrome da imunodeficiência humana adquirida (SIDA), adrenalite auto-imune, tuberculose adrenal, sepse e meningococcemia. Outra causas mais raras, são trombose e hemorragia na glândula adrenal, câncer metastático e medicamentos como o etomidato e cetoconazol (anti-fúngico).

A IA secundária resulta da perda da integridade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, com redução da síntese do hormônio liberador de corticotrofina (CRH), e/ou corticotrofina (ACTH). O uso de glicocorticóides é a sua principal causa. Deve-se pesquisar na história clínica o uso de corticosteróides nos portadores de asma brônquica, doenças reumáticas, manifestações alérgicas com renites e urticárias. Outras causas, são mais raras, como, síndrome da sela túrcica vazia, tumores hipofisários, SIDA, doenças infiltrativas (sarcoidose, histiocitose e linfomas), irradiações e cirurgias. A segunda causa, muitas vezes esquecidas são as septicemias.

Aspectos clínicos

AddisonAs manifestações clínicas da IA são inespecíficas e de difícil reconhecimento por serem muito vagos, como, astenia, perda de peso, anorexia, fadiga, tonteiras, letargia, depressão, cólicas abdominais, náuseas, vômitos, diarréia, redução da libido, impotência e amenorréia.

Os pacientes podem notar que a pele e em especial as cicatrizes têm ficado escurecidas, e no exame das gengivas observa-se um hiperpigmentação ao redor dos dentes, este fato se deve ao aumento de produção de melatonina.

Melatonina

Eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA)

A secreção dos hormônios da adrenal estão dependentes das funções de cada hormônio no eixo hipotálamo-hipófise-adrenal. O hormônio liberador de corticotrofina (CRH), produzido no hipotálamo, estimula a liberação de corticotrofina (ACTH) pela hipófise anterior, que, por sua vez, estimula o córtex da adrenal a produzir cortisol, mineralocorticóides e estrogênios. O cortisol exerce um feedback negativo sobre o eixo HHA, inibindo a secreção de CRH e ACTH, e subseqüentemente diminuindo a sua produção. Outras substâncias, como substância P e a vasopressina, influenciam na liberação de CRH e ACTH.

A secreção diária de glicocorticóides é de 5 mg/m2. Embora a fração livre seja a com atividade fisiológica, 90% estão ligados à proteina ligadora de cortisol.

 

Eixo HHA

Dados laboratoriaisOs níveis de glicocorticóides (cortisol) apresentam uma variação diurna, sendo que os níveis séricos máximos ocorrem entre 4 hs e 8 hs da manhã.

Os níveis baixos de cortisol associados a níveis altos de ACTH (> 100 pg/ml) sugerem IA primária, enquanto que níveis de ACTH normais ou diminuídos associados a níveis baixos de cortisol sugerem IA secundária.

Tramento

O tratamento depende da etiologia do processo, incluindo a reposição de glicocorticóide para a melhora dos sintomas, tão logo se tenha conhecimento da etiologia.

Adendo

* O cortisol é o hormônio necessário para metabolísmo de carboidratos, proteínas e lipídios, para o funcionamento do sistema imunológico, síntese e ação das catecolaminas e dos receptores adrenérgicos, contratilidade cardíaca, tônus vascular, integridade endotelial, permebilidade vascular normal.

** Aldosterona é o principal mineralocorticóide produzido pela zona glomerulosa da cortical da adrenal. É importante na homeostasia do sódio e potássio e na manutenção do volume intravascular. Sua produção é estimulada pelo sistema renina-angiotensina e por elevações na concentração plasmática de potássio.

Ação do sistema renina-angiotensina – Quando ocorre redução do volume intravascular (Ex. sangramento, desidratação), ou da pressão de perfusão renal ou da carga filtrada de sódio, ocorre estímulo à produção de renina pelo aparelho justaglomerular do rim. A renina transforma o angiotensinogênio produzido no fígado em angiotensina I, que por sua vez é transformada em angiotensina II pela enzima conversora da angiotensina. A angiotensina II liga-se a receptores específicos na zona glomerulosa da cortical da adrenal, para estimular a prdução de aldosterona.

Referências:

Bateman A, Singh A et al – The immune-hypthalamic-pituitary-adrenal axis. Endocr Rev. 1989;10:92-112.

Chrousos GP – The hypothalamic-pituitary-adrenal axis and immune-mediated inflammation. N Engl J Med 1993;332:1351-1362.

Oliveira A, Nácul FE – Insuficiência Adrenal no Paciente Crítico: Artigo de Revisão. JBM 2004;87(2):81-90.

Tags: , , , , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


126 Comments »

  1. Ana Lucia M.Coracini comenta:

    9 fevereiro, 2012 @ 7:43 PM

    Também sou portadora da Doença de Addisson, os médicos faziam tratamento de tudo menos isso, até que fui em um Dermatologista de deu diagnostico correto. Fui encaminhada então a um endocrinologista e faço uso de Predinisona e Florinefe.
    Antes de descobrir a doença passei muito mal, perdi muito peso, pele escureceu , vômito, fique internada varias vezes, não tinha forças nem pra tomar banho e os médicos falavam que era depressão.Hoje estou muito bem, mas não deixo de tomar os remédios e consultar o médico a cada 6 meses, com todos os exames feitos.Já fazem 9 anos que faço tratamento.

  2. alhuras f o camargo comenta:

    16 fevereiro, 2012 @ 1:08 PM

    meu filho descubrio que ta com a doença da glandula da subra renal ele toma a 8 anos predilisona mas sempre passa mau nao pode pegar peso nao pode tomar sol e fica fraco ele tem 32 anos ele sempre foi saudavel des de pequeno agora depois de moço que descubrio essa doença tem outro tipo de tratamento e ele consegue aponsetar ele sempre fica debilitado por favor manda resposta fique com deus obrigado pela atençao fatima

  3. carlos comenta:

    20 fevereiro, 2012 @ 4:35 PM

    Prezad Alhuras,
    Retorne ao médico de seu filho ou a um endocrinologista e comente sobre o remédio hydrocortisone 20mg , meu filho faz uso e estar se dando bem com a medicação (vida normal).Entretanto este remédio não encontramos no Brasil vem dos Estados Unidos,aproveitando o momento peço por favor que alguém informe uma farmácia de manipulação no Brasil de preferência no RJ que faça este remédio(hydrocortisone 20mg comprimido).Pois o mesmo faz uso diário (contínuo) e nem sempre podemos comprar (torna-se caro a exportação).Desde já muito obrigado,fiquem com Deus.

  4. carlos comenta:

    20 fevereiro, 2012 @ 4:51 PM

    Este remédio (hydrocortisone comprimido) não é fabricado no Brasil vem dos Estados Unidos e nem sempre podemos comprar (importar).Peço que alguém informe uma farmácia de manipulação no Brasil de preferência no RJ que faça esta medicação , desde já muito obrigado.Deus vos abençoe.

  5. Conceição Nunes comenta:

    9 março, 2012 @ 8:48 PM

    Olá,

    Tenho um filho com 11anos a quem foi diagnosticada a doença de Addison em julho de 2010.
    Após largos meses de tonturas, vómitos constantes, astenia, tendências depressivas como choro e isolamento social, internamentos esporádicos e análises inconclusivas obtivemos o diagnóstico através das diligências feitas por uma médica jovem e de enormíssima disponibilidade (a ela devo a vida do meu filho).

    Hoje, toma Hydrocortone 3 vezes ao dia (27.5mg) e fludrocortisona (Astonin) 2 vezes.

    Faz uma vida perfeitamente normal – coisa que não acontecia antes -, pratica desporto e é escuteiro católico.
    Também tivemos muita dificuldade na obtenção do Hydrocortone mas agora importamo-lo de França através da nossa farmácia habitual (regra imposta pelo Infarmed e nos dada a conhecer pela endocrinologista pediátrica). Assim é mais fácil fazer a manipulação diária das doses, uma vez que importamos frascos de 10mg.

    Desejo a todos muita sorte e felicidades

  6. Ana Lucia M.Coracini comenta:

    15 março, 2012 @ 11:16 AM

    Prez. Alhuras,

    Alem da predinisona ele precisa tomar tambem Fludrocortisona, eu tomo os dois ha 9 anos e me sinto muito bem, se ficar só com a predinisona tambem passo mal. Fiquem com Deus.

  7. Márcia Ribeiro comenta:

    26 março, 2012 @ 11:13 AM

    Saudações,

    Tmabém fui diagnosticada com a doença de adsson há mais de 10 anos, no início tinha crises horríveis de prostação, desanimo. apatia e magreza. Meu endocrinoligista que fez descobriu o que eu tinha, começei a tomar fludrocortisona – 0,1mg e compro na minha cidade ( precisa ser refrigerado), antes era improtado dos EUA e depois começei a comprar em São Paulo E Rio de Janeiro.
    Desde que começei o medicamento não tenho crises mas nunca estou 100%, mas creio muito em Jesus Cristo e sei que Ele pode nos ajudar diariamente. Sou feliz e tenho muita fé em Jesus Cristo!
    Abrs para todos e Ficam com Deus

  8. nica felizardo comenta:

    19 abril, 2012 @ 2:19 PM

    ola amigos gostaria muito de me comunicar por email com voces pois a minha história e muito longa só no dia a dia que da pra falar tudo a 15 anos perdi um filho co 2 anos de idade sem saber porque tenho uma filha de 12 anos que sofri desde quando nasceu e eu nunca sabia o que ela tinha consultei medicos fiz todos os exames menos de hormonio fora doze anos de sofrimento , só Deus sabe o que nos passamos , ha um ano atras depois de ver minha filha morrer e viver nos meus braços os medicos descobriran o que ela tem ,é a doença de addison foram doze anos sofrido, de humilhaçao ,desconfiança e todos os sintomas que essa doença apresenta . Agora esta tudo bem minha filha toma predinosolona e faz um ano que mimha filha começou a viver de verdade pela graça e misericórdia de meu Deus,mas eu sofro pois eu nao consigo esquecer os anos desofrimento a per5da do meu bebe de 2 anos e tudo que passei a um ano atraz eu choro só de lembrar pois ainda me simto muito insegura e amendrontada com tudo isso por isso gostaria de me comunicar com algue de mais esperiencia , tenho uma bebezinha de 1 ano e tenho que fazer uma vez por ano o exame pois o primeiro que foi feito deu alterado de tanto pedir pra Deus o segundo exame deu bom e agora estamos nesta luta trato minha filha no hospital darci vargas em morumbi em s.p. sem mais a nova amiga de voces NICA. que Deus o abençoe todos

  9. nica felizardo comenta:

    19 abril, 2012 @ 2:20 PM

    nica_felizardo@hotmail.com

  10. Beatriz Fátima Brugnarotto Vanz comenta:

    6 junho, 2012 @ 10:39 PM

    Amigos também dui diagnosticadas com a doença de Addison, há duas semanas, foi muito rápito, o cansaço tinha há mais de 05 anos, a coloração da pele, como trabalho principalmente na rua, atribuia ao sol. Graças a um gastro Dr. Roberto Pessini, descobrimos logo, porque comentei com ele e mostrei minhas mãos e então imediatamente começaram os exames. Já estou me tratando com os medicações e estou me sentindo melhor. Vi nos depoimentos anteriores da dificuldade de conseguir a medicação fludrocortisona – 0,1mg. Comprei na Cidade de Caxias do Sul-RS, depois descobri que no Estado do Rio Grande do Sul este remédio está incluso numa lista de remédios de uso contínuo e fornecidos gratuitamente através de um processo administrativo na Secretária de Saúde de sua cidade. Procedimento rápido e fácil. Pode ser que noutros estados também sejam distribuídos, bom verificar, porque é um direito do cidadão e ainda mais daqueles que sofrem tanto como nós. Me sinto bem vinda ao clube e aliviada por ver que depois do diagnóstico e a administração da medicação a maioria tem vida normal. Um abraço a todos. Bea.

  11. Lilian comenta:

    8 julho, 2012 @ 2:38 PM

    Olá pessoal!
    Encontrei esse espaço e gostaria que alguem pudesse meajudar, pois a duas semanas foi cogitado a possibilidade da minha sobrinha ser portadora da doença de addison, alguns sintomas são comuns a doença.Esatamos aguradando os resultados dos exames, mais gostaria que me indicassem especialistas na area, pois ela já vem sofrendo a mais de 10 anos com tais sintomas e os medicos somenta atrataram com cordicoedes e besetacil, agradeço contato po r email, Obrigada!
    liliandecio@gmail.com

  12. Lilian comenta:

    8 julho, 2012 @ 2:42 PM

    Sou Lilian, gostaria que me indicassem especialista no Brasil para tratamento da Doença de Addison, Obrigada! que Deus Abençoes a todos.
    contato liliandecio@gmail.com

  13. andre comenta:

    18 julho, 2012 @ 11:33 PM

    olá eu me chamo Andre tenho 33 anos e quero saber o que provoca a incuficiencia na supra renal e por isso tem um nome mas conhecido como sindrome de Adisson e por isso quero saber o que pode provocar certas condiçoes, fico grato se alguem poder me explicar sobre essa patologia fico imensamente agradecido.

  14. jussara comenta:

    22 setembro, 2012 @ 12:35 AM

    olá, eu estou me tratando com com cardiologista e justo no dia em que fui levar meus exames aconteceu um contratempo com o médico e fui atendida por outra médica menos experiente; ela pediu orientação ao seu chefe e voltou com a receita do florinefe sem me explicar o porque do uso dele, fui descobrir na net e ao mandar um email ao meu médico e estou aguardando passar com ele na proxima semana, mas infelizmente meus sintomas são idênticos e me identifico com a historia da maioria absoluta, espero melhorar com o tratamento, pois sofro a mais de 3 anos sem diagnóstico. já fui taxada de hipocondríaca, preguiçosa, depressiva e outras coisas mais. apesar de ser uma doença seria é quase um alívio descobrir o que se tem, e ter a certeza de não ser doida e nem preguiçosa.

  15. Beatriz Fátima Brugnarotto Vanz. comenta:

    22 outubro, 2012 @ 2:34 PM

    Olá pessoal, as pessoas que sofrem de Síndrome de Addison, sofrem também, porque os sintomas desta doença é muito parecido com quem tem depressão, somos tachadas como preguiçosas etc. Gostaria de alertar aos usuários crônicos de Florinefe e Predinesona de que é necessário conversar com seus médicos, porque o uso contínuo destes medicamentos podem ocorrem descalcificação dos ossos. Tomo há 06 meses esses medicamentos (S. Addison) e já estou usando outros para prevenção de osteoporose. Um abraço. Bea.

  16. carlos Junior comenta:

    26 outubro, 2012 @ 9:06 PM

    fui diagnosticado como insuficiência adrenal secundaria. Gostaria de entrar em contacto com alguém que tem IA secundaria para esclarecimentos.

    estou tomando prednisona 5mg e fludrocortisona 0,1, estou melhor, mas ainda passo muito mal.

    desde já obrigado!

    imail: carlosantoniodiasjunior@hotmail.com

  17. Diana comenta:

    14 novembro, 2012 @ 2:42 PM

    Boa tarde Pessoal, que Deus abençoe e ilumine todos vocês, e que nunca percam a esperança e a motivação de viver. Eu encontrei esse site quando buscava informações sobre a sindrome de addison (hipoadreno), eu tenho um cachorrinho que foi diagnosticado com esta doença, eu tenho por ele o mesmo carinho de uma mãe para com o seu filho. Moro aqui em SP, ele faz uso do florinefe, toma 2 comprimidos, duas vezes ao dia, e sempre fico observando o seu comportamento porque sei que existe sempre a possibilidade de se fazer necessario uma manutenção da dose, seja por causa do peso, etc, e também sempre faço exames de dosagem de sódio e potássio. Essa doença pelo que já li não tem muita explicação, e até o momento é tratada com o florinefe e a prednisona, mas pelo que tenho lido também, com o tratamento correto dá para se levar uma vida normal. A medicação pelo que sei é para o resto da vida, podendo aumentar a dose ou até mesmo tendo que tomar florinefe e prednisona juntos. Uma vez encontrei um site que falava sobre uma injeção que durava 28 dias, mas perguntei para o médico e ele não sabe nada a respeito. Fico torcendo para que realmente apareça uma medicação que tenha a duração de 28 ou até mesmo 30 dias, porque não é fácil ficar ministrando ou mesmo tomando remédio todos os dias. Mas ainda bem que existe este medicamento, graças a Deus. Gostaria muito de trocar mais informações com vocês, meu e-mail é dibodani@hotmail.com. um abraço. Diana

  18. Antonio Alves comenta:

    25 novembro, 2012 @ 9:11 AM

    Olá a todos, os que sofrem e os que ajudam partilhando palavras de esperança e de conforto.
    Preciso da ajuda de todos.
    A minha querida mulher, 55 anos, foi tratada este mês por radioterapia cirúrgica, a ambas as suprarenais (adrenais), devido a metásteses de doença do pulmão, no Instituto Champalimaud, Lisboa.
    Consultamos um médico especialista (endocrinologista) que receitou Hydocortone 20mg (hidrocortisona) 20+10+10 mg (manhã, almoço e lanche). Na falta do fármaco em Portugal fomos a Espanha comprar Hidroaltesona 20mg.
    Primeira questão – em face ao mal estar da esposa, andei a informar-me e concluí que além de hidrocortisona talvez devesse ser tomada a fludrocortisona para suprir a falta de produção de aldosterona: http://www.medicinanet.com.br/conteudos/acp-medicine/5079/adrenal_%E2%80%93_d_lynn_loriaux.htm
    Segunda questão – no sítio referido, diz-se que a hidrocortisona “é mais bem administrada como uma única dose diária, no café da manhã e a uma taxa de 12 a 15 mg/m2/dia”, nada que se pareça com as doses que a médica recomendou.
    Tenho que admitir a existência uma significativa incompetência na medicina, para casos mais complicados. A medicina passou a ser, genericamente, um grande negócio, para as seguradoras e os hospitais e clínicas privados.
    Abençoada a Internet, abençoados os médicos que partilham bondosamente parte do seu saber, e abençoados os que participam em sítios como este e devolvem alguma esperança a quem mais precisa.
    Agradeço toda a ajuda que possam dar-me, comentando as minhas dificuldades.
    Um forte abraço, aos que sofre e aos que ajudam.
    António Alves ticdm2@gmail.com

  19. garcinia cambogia comenta:

    7 maio, 2014 @ 11:16 PM

    garcinia cambogia

    Glândula Adrenal – Insuficiência: Doença de Addison

  20. dev.mir4you.ru comenta:

    8 setembro, 2014 @ 6:15 PM

    dev.mir4you.ru

    Glândula Adrenal – Insuficiência: Doença de Addison

  21. social Classifieds comenta:

    12 outubro, 2014 @ 2:40 AM

    social Classifieds

    Glândula Adrenal – Insuficiência: Doença de Addison

  22. Fernanda Valgode comenta:

    28 outubro, 2014 @ 5:22 PM

    Olá a todos, obrigada por todos os comentários, são sempre muito importantes para quem tem esta doença bem como para os pais, que por vezes se sentem um pouco perdidos! A minha questão hoje tem a ver com a compra de Astonin em Espanha visto que não é vendido em Portugal. Alguém me pode dizer como fazer para o comprar numa farmácia espanhola sem receita (como não existe em Portugal os médicos não podem passar receita) e a farmácia que contactei diz-me que só vende com receita. Como posso fazer? Alguém me pode ajudar! Desde já obrigada a todos.

  23. Elga Marta Dalla Vecchia comenta:

    3 fevereiro, 2015 @ 11:07 PM

    Boa noite.
    Meu nome Elga. Tenho addison a mais ou menos 12 anos. Tenho 57 anos. Tambem, como a maioria dos comentários, até ser diagnosticado addison passei mal e minha pele muito escura. Hoje controlo com prednisona e fluorhidrocortisona que consigo numa farmacia de manipulação em Porto alegre – Rio Grande do Sul. Eu moro no rio de janeiro a dois anos e nao tenho um endocrinologista que trate de addison. Se alguém puder me indicar um endocrinologista esp em addison que atenda pela Unimed, eu agradeço.

  24. lola Ferreira comenta:

    22 março, 2015 @ 2:09 PM

    Ola boa tarde !!no meu caso não sou eu que tenho a doença, é a minha cadela! Foi diagnosticada o verão passado ,depois de uma semana de internamento ! Depois de descoberta a doença e de começar o tratamento ,tudo corre bem ! Nunca mais teve crise! Só teve uma mini crise quando tentamos fazer desmame da cortisona! Não estava preparada! Agora o grande problema ,é que a medicação dela , astonin ,deixou de ser fabricada em Espanha! Eu preciso mesmo que alguém me diga onde conseguem arranjar a medicação! Pois se ha poucos apoios para nós humanos , para os animais não ha nenhuns! Agradeço de coração que me digam alguma coisa! Obrigada a todos!

  25. jonathan comenta:

    29 março, 2015 @ 8:05 PM

    eu fui diagnosticado adsson acordo cansado tenho muitas crises de ansiedade tonturas falta de orientaçao gosto muito ruim na boca depressao sofro dessa doença a 8 anos
    estou tratando com hidrocortizoma mas paresçe nao surgir efeito e so estou piorando nao sei mais oq fazer e so deus mesmo meu imail para quem quizer tirar duvida estou disposto a ajudar e ser ajudado

    JONATHAN.GUIMARAES@OUTLOOK.COM

  26. worldholyspirit.org comenta:

    9 abril, 2015 @ 6:22 PM

    worldholyspirit.org

    Glândula Adrenal – Insuficiência: Doença de Addison

Deixe seu comentário aqui !