15 - nov
  

Nevralgia pós-herpética e lesão dos núcleos amigdalóides

Categoria(s): Caso clínico, Infectologia, Neurologia geriátrica




Interpretação clínica

Senhora de 76 anos manifestou infecção pelo virus varicela-zoster há 6 meses. Teve complicações pois o vírus atingiu o nervo da face e do ouvido, causando paralisia facial, tonturas e distúrbios da memória. Faz sessões de fisioterapia, mas como não consegue fechar o olho esquerdo, ele costuma ficar irritado e doer bastante. Está esquecendo-se muito facilmente dos fatos recentes. A filha nota que tem ficado com “atitudes infantis”, como brigar para se alimentar, se vestir ou ir ao fisioterapeuta. Apesar do tratamento oftalmológico, as dores ora diminuem, ora aumentam. Ela usando continuamente gabapentina, de acordo com as orientação do médico neurologista que acompanha o caso.

O vírus varicela-zoster (VVZ) produz uma gama muito ampla de complicações neurológicas, tanto à nível cerebral como periférica. A infecção inicial do vírus ocorre por inalação, com a viremia levando ao aparecimento de lesões semelhantes à catapora (veja a figura da página). Muitas das síndromes neurológicas associadas ao VVZ são decorrentes da reativação do vírus latente (adormecido), que ocorre pode queda do estado imunológico, como doenças que ocorre nos idosos (vg. diabetes, artrites, bronquites, senilidade, desnutrição, uso de corticosteroides, AIDs, medicamentos anti-oncológicos, etc).

As síndromes neurológicas causadas pela infecção pelo VVH incluem nevralgia aguda, nevralgia pós-herpética (como no caso em estudo), radiculites (inflamação das raizes nervosas), neuropatias cranianas (poderia explicar o aparecimento da tontura), vasculopatias (inflamação dos vasos sangüíneos), encefalomielites, mielite e polirradiculoneuropatias, sendo estas últimas mais graves.

As nevralgias aguda e pós-herpética estão entre as complicações mais comuns do herpes zoster. Os pacientes apresentam dor que segue os limites de um dermátomo (região da pele inervada pelo nervo afetado), prurido ou perda da sensibilidade no local. Se a dor persiste além de quatro semanas, é considerada nevralgia pós-herpética.

Herpes cerebral Apesar das manifestações cutâneas serem muito exuberantes não se pode esquecer que o HVV também pode atingir o cérebro, como no caso ilustrativo da figura, onde a região de marcada pelo círculo mostra a nítida diferença entre os dois lados do cérebro, onde existe um grande edema da região do córtex insular e núcleo amigdalóide. Como qualquer área cerebral pode ser acometida pelo HVV, os quadros clínicos são os mais variados possíveis. Além, da dor sempre incomodativa.

Todas as funções do sistema nervoso podem ser modulados. Isso significa que o seu funcionamento pode ser ativado ou desativado, acelerado ou freiado, fortalecido ou enfraquecido segundo as necessidades do momento. Dentre todos os sistema moduladores, os núcleos que compõe a amígdala (complexo amigdalóide) desempenha um papel de destaque o fato de associar as emoções com a memória. Estes núcleos localizam-se em posição rostral ao hipocampo, no lobo temporal medial. O papel modulador da amígdala sobre a memória se dá intermediando a ação de hormônios e neurotransmissores (adrenalina, noradrenalina, acetilcolina e GABA) e dos estímulos emocionais sobre a consolidação dos arquivos de memória. (veja figura abaixo)

A lesão encontrada na ressonância magnética explica as atitudes apresentadas pela paciente no quadro relatado.

Complexo amigdalóide

Tratamento

Na fase aguda – recomenda-se aciclovir ou fanciclovir – via oral.

Nevralgia pós-herpética – a dor costuma responder a antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina) ou a drogas antiepilépticas, no caso de dores lancinantes, como de nossa paciente, preconiza-se carbamazepina ou gabapentina.

Evolução

As nevralgias pós-herpética têm um duração bastante longa, 6 a 12 meses, pelo grande infortúnio que acarreta as pessoas. Contudo, não devemos esquecer de reavaliar e tratar as doenças crônicas que comumente existem nos pacientes idosos.

Esquecer de avaliar o coração, os rins, o fígado, etc, por que a pessoa se queixa mais das dores, é um grave erro, pois podemos perder o doente, por “negligência”, em não observar o doente como um todo.

Referências:

Whitley RJ, Lakeman F – Herpes simples virus infections of the central nervous system: therapeutic and diagnostic considerations. Clin Infec Dis. 1996;20:414-420.

Scoville WB, Milner B – Loss of recent memory after bilateral hippocampal lesions. Journal of Neurology, Neurosurgery and psichiatry 1957;20:11-21.

Lent R – Cem Bilhões de Neurônios: Conceitos Fundamentais de Neurociência – Editora Atheneu 2001.

Tags: , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


56 Comentários »

  1. angélica omori comenta:

    7 janeiro, 2008 @ 2:05 PM

    Olá gostaria muito se saber onde posso encontrar a Silimaria , gostaria muito de comprar .
    desde lá agradeço
    angelica omori

  2. Ivanir comenta:

    4 junho, 2008 @ 5:17 PM

    Preciso de ajuda – não sei mais em que médico levar minha mãe, fazem 3 anos q teve herpes zoster e sofre com dores terriveis no nervo trigemeo facial. Ja tomou tdos os remedios indicados e nada resolveu.
    Estou pensando em ir a um acupunturista.
    Se existe outro meio por favor me indique, pois não sei mais como trata-la.

  3. vera sirin comenta:

    11 agosto, 2008 @ 3:19 PM

    minha mae já está com neuralgia pós herpética há 1 ano e 6 meses.
    estamos em campos do jordao.
    quem devemos procurar no vale do paraíba?
    médico especializado em dor, clinica da dor?
    já tentamos de tudo: dermatologista, neurologista, oftalmologista, infectologista.
    alguma dica de clínica ou hospital especializado em sp?
    obrigada.

  4. Marie de Queiroz comenta:

    22 setembro, 2008 @ 10:48 AM

    Prezado especialista ou paciente com experiência do mal: O HZ instalou-se no meu ouvido, à altura dos trigêmeos. Dores insuportáveis. Sequer o Tegretol surtia efeito, nem, tampouco, o aciclovir. Nada de bolhas nem esfoliação. Tudo interno (seco, pois invisível). Estou melhor do HZ mas herdei, de sua estada, dores infinitas , dos ombros aos pés, passando pela coluna lombar e quadril, pelas articulações posteriores dos joelhos, descendo pelas pantorrilhas até os calcanhares. Febre constante: entre 37,3 -37,6-7-8 e 38 e picos. Sudorese noturna diária, duas mudas de roupa. Pensei ver reumatólogo ou ortopedista mas ao ler a bibligrafia sobre as seqüelas do HZ nas pessoas idosas (o meu caso, em Koogan Larousse), cheguei à conclusão de que não há outra origem para os males. Já fiz exames de laboratório, de urina, ultra-sonografia, ressonância, raio x, ppd… NADA! Vou morrer vendendo saúde. A medicina tão adiantada e alguém que jamais esteve doente (salvo na infância, com uma catapora), paga, hoje, por um achaque infantil. Haverá tratamento para o período pós herpético? Recomecar tudo????? SOS!,Marie

  5. valdina ruckert comenta:

    7 novembro, 2008 @ 9:32 AM

    Bom dia especialista. Minha mãe está com 86 anos de idade e possuia boa saude até que há um ano atrás foi acometida por uma herpes zoster facial. Passou por todas as fases e se recuperou bem apesar da morosidade. Entretanto ficou uma nevralgia na região do olho esquerdo que se estende pela cabeça que a incomoda profundamente. Já fizemos tratamento oftamológico e mesmnada resolveu. Chegamos a levá-la em um médico da dor e não surtiu nenhum efeito também. Há dias que a dor é insuportável e não sabemos mais o que fazer. Gostaria muito que pudesse nos dar uma orientação. Grata.

  6. Silvia Elaine Munhoz Rodrugues comenta:

    10 fevereiro, 2009 @ 8:09 AM

    Bom dia. Minha mãe tem 64 anos e também foi acometida ao herpes zoster a uns 4 meses,
    passou também por todas as fases bem, só que ela ficou com uma dor no braço esquedo
    que não tem o que passa. é de dar dó, já não sabemos mais em que médico levá-la para
    tentar melhorar ou amenizar a dor, gostaria de receber alguma informação a respeito.
    Grata.

  7. Tereza Rodrigues comenta:

    13 fevereiro, 2009 @ 12:09 PM

    Bom dia! Preciso de ajuda.Tenho 30anos e a nove mese atrás comecei a sentir uma dor muito intensa, com uma queimação horroroza no lado esquerdo abaixo das costelas. Passei por vários médicos e ninguem tinha uma solução para o meu caso. Fiz vários exames (ultrasom, endoscopia, colonoscopia, tomografia, ressonância). Fiquei desde agosto até dezembro de cama, os médicos me davam remédio para dor(que não adiantava muito) e me mandavam para casa, chegaram até me dizer que esta dor era psicológica. Fiu ao psicólogo pois não aguentava mais, e não tinha nada de psicológico. Depois de tanto tempo sofrendo, fui numa médica ginecologista e ela me disse que eu estava com herpes zoster, comecei a tomar o remédio (fanciclovir) e melhorei bastante.Ela me disse que meu caso era raro pois não tive nenhuma erupção na pele. Mas depois desse tempo todo os danos internos no meu nervo devem ser bastante pois sinto muita dor. Por favor o que posso fazer para amenizar? Fazer algum tipo de exercício é bom ou é melhor ficar de repouso? Que tratamento é mais eficaz para regeneração do nervo?

  8. ANTONIO PÁDUA comenta:

    2 março, 2009 @ 10:29 PM

    Boa noite, tenho 58 anos e fui acometido de uma heper zoster na região da coluna cervicar até o o peito, atingindo os nervos sensitivos, com fortes erupcões na pele no lado direito do corpo, em setembro de 2008. e ha seis meses sinto uma dor intensa nesta região “Neurite pós herpética”.
    Todos os comentários médicos é de que não há tratamento para a dor e que com o tempo ela acaba.
    Gostaria de saber como acabar ou o que fazer para aliviar a dor. Já estou ficando preocupado com os sintomas que podera aparecer.
    Sou diabético, tipo 2, gricemia em torno de 115 a 140, variando neste intervalo.
    Que tratamento devo fazer para acelerar a regeneracão dos nervos?

  9. Paula comenta:

    29 maio, 2009 @ 8:53 AM

    Bom dia! Minha mãe tem 65 anos e teve herpes zoster há 2 meses na região abdominal. As lesoes ja sararam, porém a dor continua intensa e ela nao consegue fazer nada, só fica deitada.
    Ela tomou aciclovir nos 7 primeiros dias, conforme conselho do médico.
    Agora está fazendo acupuntura, porém só melhora a dor durante a aplicação.
    Comecou a tomar antidepressivo, porém teve problemas intestinais e teve que interromper.

    Tem algum especialista que posso levá-la? Neurologista, infectologista? Quem trata dessa doença?
    Existe algum tratamento?

  10. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    31 maio, 2009 @ 8:46 AM

    Paula, sua mãe deve fazer um acompanhamento com neurologista. Ador pós-herpética é bem resistente ao tratamento.

  11. raquel comenta:

    14 julho, 2009 @ 9:09 AM

    tenho 40 anos tive herpes zoster e nevraugia trigêmeo em dezembro de 2007 tomo garbapentina,amitripitilina,bacofleno.já me submeti a cirurgia do balão e eletrochoque,e a céu aberto não deu resultado meu neurologista esta mudando minha medicação para ,amato 50 e cittá eu ai tomo predmisona porque tenho uma fibrose pulmonar a cinco anos .sinto muita dor na face não sei mais o que fazer seria possível algum tratamento alternativo.

  12. Ana Barbosa comenta:

    31 julho, 2009 @ 5:37 AM

    Tenho uma pessoa na família que foi acometida desse mal e sente dores horríveis na área afetada. Ela está com 70 anos e a médica que a atendeu disse que nessa idade as dores são irreversíveis. Gostaria de saber se isso é verdade e se há algum tratamento alternativo, pois os remédios que ela toma para aliviar as dores são muito fortes e o efeito é de duas a 3 horas.

  13. Paula comenta:

    31 julho, 2009 @ 6:41 AM

    Olá, dia 29/05 escrevi aqui sobre o poblema da minha mãe aos 65 anos com herpes zoster.
    Dia 31/05 o Dr.Amando Miguel Jr. indicou que levasse ao neurologista. Entao, ela foi ao neurologista que receitou o remedio Pamelor. Ela tomou 2 caixas e também continuou com as sessões de acumpuntura.
    Graças a Deus hoje está praticamente curada, nao toma mais medicações e só sente um pouquinho de dor ao acordar.

    Agradeço e desejo que todos sejam curados.

  14. Edelson Diniz comenta:

    2 agosto, 2009 @ 11:43 AM

    Tive herpes zoster na perna esquerda há 4 meses, aos dois meses as erupções já haviam cicatrizado, masi ainda hoje persiste uma dor intensa da sola do pé até o joelho. Tenho 45 anos e vou me submeter a sessões de fidioterapia para ver se alivia tal dor. A fisioterapia resolve esse problema? ou me sugerem algum outro tipo de tratamento? as dores são insuportáveis, queima e arde muito e meu caminhar está comprometido por uma paralisação no pé e na perna. aguardo contato.

  15. José Algevan comenta:

    14 agosto, 2009 @ 10:37 AM

    Olá, tenho 43 anos, quando tinha 37 anos tive uma tontura que me levou a depressão e sindrome do pânico. Desde lá fiquei com uma dor no lado do peito esquerdo, agonia na perna esquerda, couro cabeludo dolorido, juntas do lado esquerdo da mão e dos pés doloridos, a minha pele fica dolorida, as vezes parece um formigamento do pé esquerdo, a veia aorta parece latejar além do normal que as vezes penso que é o coração, vejo luzes ou lampejos na visão e mais a tontura que é constante. Já fiz varios exames, inclusive da tontura e deu sindrome vestibular periférica irritativa, mas eu acho que todos esses sintomas vem de um só próblema. se alguem souber me responder fico grato. obrigado.

  16. denise maregoni comenta:

    30 agosto, 2009 @ 12:24 AM

    Olá, minha tia tem 96 anos , ela teve herpes zoster a 1 ano e meio , toma neurontim de 600mg 4 vezes ao dia , o neurologista especialista neste tratamento diz que este remédio não faz ela sentir dor por 4 horas , mas não sabemos mais o que fazer, pensamos em procurar um geriatra , quero uma ajuda pois estamos todos ficando depremidos por não poder ajudá-la . Outra informação o amitril deu alergia respiratória nela. Hoje em dia ela fica com renite alérgica atacada fácilmente será que é do neurontim . Por favor mora em São Paulo se tiver algum médico especialista e se tiver algum tratamento especial por favor me informe pois não aguento mais ver o sofrimento dela.

  17. Regina Nunes comenta:

    4 outubro, 2009 @ 9:59 PM

    Muito importante a troca de informações entre os que sofrem com a sindrome pos-herpetica. Meu marido foi diagnosticado ha tres meses. Faz uso de gabapentina e pamelor que amenizam as dores mas não curam.

  18. Adriana V. Silva comenta:

    7 outubro, 2009 @ 8:44 PM

    Olá, tenho dores de cabeça ha mais de dez anos, porem nos ultimos três meses minha cabeça dor dia sim e no outro também, a cada dia as dores são mais fortes e intenças tanto que tenho feito visitas frequentes ha prontos socorros, tomo alguns medicamentos injetavél e na maioria da vezes volto pra casa com dor de cabeça. Com este procedimento as vezes fico de 4 a 5 dias sem ter dores fortes. Ja tentei de tudo e nada, sem qualquer diagnostico. Não sei mais o que fazer. Voces pode sugerir algum especialista que poder me ajudar.

    Sem mais

    Adriana

  19. vera comenta:

    27 outubro, 2009 @ 2:06 AM

    tenho varias vezes herpes labial.por vezes sinto algo rabiar na cabeça e fico com uma bolhinha nesse local. sera o virus? que exame medico poderei fazer?

  20. bruna comenta:

    13 novembro, 2009 @ 8:44 AM

    oi eu tenho 19 anos e estou com dor na face do lado esquerdo doi muito como se estivesse queimando ou dando choque .
    eu tenho baixa imunidade e tive um bebe resentemente meu bebe esta com 8 meses ja.
    eu tenho muita tonturas sao diretas as tonturas . Mais desde do dia 13 de novembro de 2009 q estou com dor e doi tm muito a ceu da boca do lado esquerdo se possivel me responde r agradeço
    e gostaria de saber que exame medico poderei fazer?

  21. Suely comenta:

    23 dezembro, 2009 @ 7:52 AM

    Minha mãe está com Neurite pós hepética em decorrência da herpes zoster que desde Agosto de 2008, vem padecendo com dores e queimação. Já passou por inúmeros médicos, já tomou diversas medicações, alivia por um período, mas a queimação e dor estão presentes diariamente. Já não sabemos mais o que fazer, só sei dizer que o sofrimento dela nos abala, pois tentamos algumas saídas e parece não existir.
    Estou desanimada, não sabia que ainda existia no mundo um tipo de peste dessa espécie, pois imagino que acometia o povo antigo, quando chamavam de cobreiro, parece coisa do passado, mas recentemente tenho tomado conhecimento de inúmeros casos. Acredito que entre as doenças desse milênio está a herpes zóster. Estamos vendo em nossa volta diversos casos de depressão, o que já foi predito no início do milênio que esta seria a doença da nova era, e em conjunto creio que esteja a herpes zóster, tomara meu Deus que eu esteja errada.

  22. Paula comenta:

    23 dezembro, 2009 @ 8:28 AM

    Suely,

    Minha mãe passou por isso em abril 2009, e agora ja está praticamente curada. Para aliviar a dor ela fez acumputura, e procurou um neurologista que receitou o remedio Pamelor… Leve sua mãe num neurologista, ele poderá ajuda-la.

    Att.

  23. valmiria comenta:

    21 janeiro, 2010 @ 7:59 AM

    Bom dia
    Gostaria de saber se uma pequena lesão na parte superior do gluteo perto da lombar pegar que nervo, e se ele causa dores na região das articulações da perna. Tenho estes sintomas e sinto muita mas muita dor na região do quadril.

    att

  24. LAURO LUIZ CONTE comenta:

    22 janeiro, 2010 @ 7:55 AM

    BOM DIA.
    A QUEM INTERESSAR POSSA AJUDAR
    MINHA ESPOSA (59 ANOS,CARDIOPATA,IMPLANTE DE VALVULA MITRAL,FEBRE REUMATICA,DEFICIENCIA ATRIO ESQUERDO,TIRIOIDE NIVEL 3) ATRINTA DIAS SENTIU FORTES DORES NO PEITO LADO DIREITO COM DORES AGUDAS E QUEIMAÇAO,COM ERUPOÇOES DE BOLHAS,AREA TOTALMENTE AVERMELHADA.CONSULTAMOS MEDICOS (URGENCIA)DIGNOSTICARAM COMO CAUSA DE STRES,SUSPEITA DE VISICULA,RECEITARAM REMEDIOS PARA DORES E QU SERIA UMA COISA PASSAGEIRA.NO TERCEIRO DIA A DORES CONTINUARAM MEUITO INTENSA,PROCURAMOS UM CLINICO O MESMO DIAGNOSTICOU COMO SENDO HERPES ZOSTER,RECEITOU REMEDIOS EXPECIFICOS PARA O TRATAMENTO E REMEDIOS PARA A DOR.POREM JAH SE PASSAM MAIS DE 30 DIAS, AS DORES CONTINUAM MUITO INTENSA. E MUITOS COMENTARIOS E PARECERES CONTRADITORIO.
    TIVE OPORTUNIDADE (SORTE) DE ENCONTRAR NESTA PAGINA,ESCLARECIMENTOS MAIS COMPLETOS .
    COMO SOMOS PESSOAS, DE POUCOS CONHECIMENTOS,SOLICITAMOS NOS AJUDAR,NOS INFORMANDO Q
    UAL O CAMINHO MAIS CORRETO PARA ESTE TRATAMENTO E SE AQUI EM SALVADOR – BA EXISTE ALUGUMA UNIDADE MEDICA ESPECIALIZADAS QESTA AREA DE INFECCOES DESTA ORIGEM (NEVRALGIA PS HERPATICA)
    FICO EXTREMAMENTE GRATO PELA AJUDA

    LAURO L.CONTE

  25. Maria Aparecida comenta:

    22 janeiro, 2010 @ 2:52 PM

    Minha mãe, 87 anos, só pensa em morrer… de tanta dor há 10 anos após um diagnostico errado de peneumonia, por um médico de Bragança Paulista, e que na realidade ela estava com Herpes Zoster. Passou do momento de tratá-la e restou-lhe uma neurite pós-herpética, que a deixa 24 horas com dor e horas mal dormidas!
    Desde então, acompanhada por um neurologista, toma Neurontim 400 mg 3 vezes ao dia, um antedepressivo e um Rilvotrim para dormir – NADA ADIANTA. Houve um tempo que tomava no local ( regição das costas e do abdomêm) injeção para anestisiar a dor. Paleativo que não deu certo.
    Soubemos que há uma cirurgia. É aconselhável? Que dor é esta e porque não existe como exterminá-la? Não se pode seccionar a parte atingida? Que impotência diante de uma dor que a leva a loucura! Chora 24 horas por dia!
    Existe em São Paulo ou outro local no mundo que tenha algum centro médico que cuida de dor crônica?
    O que fazer para aliviar esta dor, que segundo ela é a soma de dor de dente, com dor de parto e de queimadura!
    Esperamos que a medicina possa encontrar a cura para a minha mãe em especial e para todas esats pessoas que sofrem deste terrível mal.

    Agradeço um luz para minimizar o sofrimento dela e o nosso – da família.
    Cordiais saudações
    Vera Azevedo
    Pouso Alegre – Minas Gerais

  26. claudio comenta:

    3 fevereiro, 2010 @ 8:53 PM

    meu sogro tem 79 anos e sofre de herpes zoster a 7 anos. já tomou carbamazepina e gabapentina e amitripitilina agora nada resolve
    o local da lesao é na regiao lombar.

    aguardo resposta

  27. raquel comenta:

    12 fevereiro, 2010 @ 5:24 PM

    CLAUDIO entre em contato com uma clinica chamada tratamento de dor eles vão lhe indicar uma pomada especifica pra esse tipo de herpers ela é manipulada em farmácia pra mim não deu certo porque minha herpes já foi curada e deixou lezão no nervo trigemeo mas dei pra um senhor que tinha a mesma que seu sogro e deu certo .

  28. raquel comenta:

    12 fevereiro, 2010 @ 5:27 PM

    tratamenetodador.ual.com.br dr.marcelo

  29. LAURO LUIZ CONTE comenta:

    22 fevereiro, 2010 @ 3:46 AM

    1.diversos casos atendidos,somente um foi teve um relativo sucesso
    2.a bacteria destroi as menbranas que cobrem o nervos
    3.ficam expostos um ao outro,provocando as dores terriveis
    4.nao tem cura
    5.a bacteria vai embora e ficam os estragos (lesoes IRREVERSSIVEIS}
    6.remedios para dor? tudo é palhativo!!!
    7.solucao,somente com a cirurugia cortando a base dos nerv os junto a espinha,pois dai entao, tira toda a sencibilidade da regiao afetada
    8.e melhor perder parte da sencibilidade ou ficar com a agonia desta dor terrivel?
    9.a doenca do zoster e extremamente perigosa

  30. Tereza Piovezan comenta:

    25 fevereiro, 2010 @ 1:54 PM

    Tive Herpes Zoster hà um ano e meio, sei muito bem como são terrìveis as dores pos-herpertica, por isso espero poder ajudar. Estou fazendo um tratamento na USP em Ribeirão Preto ( Clinica Civil – Clinica da Dor), já estou quase 100%.

  31. LAURO LUIZ CONTE comenta:

    26 fevereiro, 2010 @ 10:11 AM

    D.Tereza
    agradeço de coraçao vossas informaçoes,porem eu tomo a liberdade em pedir se possivel informar como contatar com alguem
    na USP (CLINICA CIVEL – CLINICA DA DOR).O caso de minha esposa esta bem complicado,pois os remedios para a dor nao estao tendo efeito,pois o fato de ela ter problema serio de cardiopatia,os remedios tambem tem que ser controlado.
    Estou pedindo ao Medico (neuro),que faça a cirurgia,mas ele acha que esta alternativa somente daqui 8 meses,que teria que aguardar com o tratamento.Porem,as dores são constantes e terriveis,porisso eu peco vossa ajuda,para que eu possa contatar com a USP.
    OBRIDADO

  32. Vera Lúcia Wiezel comenta:

    19 março, 2010 @ 6:50 PM

    Há mais ou menos quinze dias começou uma forte dor do meu lado esquerdo, por baixo da costela. Fui ao médico e ele me receitou Buscopam Composto. De nada valeu. Fui a outra médica, e esta nem olhou e me examinou direito e receitou Tamdrilax por 5 dias de 8/8 horas, de nada valeu. Minha família muito preocupada me levou à emergencia de um hospital e o médico disse que não ia passar nenhum medicamento enquanto eu não fizesse um ultrasson. Durante o exame o médico percebeu que eu estou com um nervo lesado pelo zoster.
    Quero saber mais sobre êste assunto.

  33. LAURO LUIZ CONTE comenta:

    20 março, 2010 @ 4:26 PM

    Dna Vera, seus sintomas estão bem proximo o que ocorreu com minha esposa, esteja atenta a um diagnostico correto, pois hoje nos pagamos caro, pela falta de conhecimento de muitos profissionais da area médica, que por seus “”achometros”, são responsaveis por consequencias desastrosas, foi o caso da alice. FALTA DE UM DIAGNOSTICO PRECISO.
    1. o vírus do herpez zoster se manifesta, e por onde passa deixa lesões incuráveis, em período de 30 a 40 dias.
    2. após este período passa para o segundo estagio que é um sintoma extremamente doloroso, pois os danos deixado pela
    vírus não tem cura. NERALGIA POS HERPETICA.
    3. sugiro que procure urgentemente um bom profissional, que se interesse, e faça uma avaliacão e um dianóstico preciso.
    4. a alice ja tomou Milhares de remedio,sem resultado nenhum.
    5.esta sendo acompanhada por um médico da area de neurologia
    6.estou tentando por todos os meios, para uma cirurgia, quer eu tenho quase certeza que é a unica solução.
    7.BUSQUE MAIS INFORAMCOES NA FUNDACAO OSVALDO CRUZ, VOCE TERA MUITAS INFORMACOES QUE PODERAO SEREM UTEIS
    8.ESTA PESTE SE MANIFETAVA ANTIGAMENTE COMO COBREIRO,VARICELA,FOGO SELVAGEM ETC.
    9.PARECE QUE A MEDICINA ATUAL NAO TEM MUITO INTERESSE NESTA AREA VAMOS NOS CUIDAR.

  34. Suely comenta:

    16 abril, 2010 @ 8:14 AM

    Dia 23/12/09 postei mensagem sobre o sofrimento da minha mãe com a doença que ficou depois da herpes zóster, neuralgia pós herpética. Acredito que no caso dela só mesmo a cirurgia, só que não sei a quem procurar em Salvador-BA, pois moro em cidade que fica à 100 km da capital. Se alguém puder me ajudar agradeço.

  35. Patrycia comenta:

    29 setembro, 2010 @ 10:58 PM

    Olá, fazem uns 30 dias que meu pai começou a sentir fortes dores embaixo das costelas do lado esquerdo. Fomos ao pronto socorro e o médico q o atendeu receitou buscopan e o mandou p casa. Passaram-se 7 dias e as dores aumentaram muito, por todo o lado esquerdo do corpo, tipo queimação e apareceram as bolhas vermelhas no abdomen e nas costas. De volta a outro hospital, o diagnóstico do médico foi preciso: herpes zoster!
    O problema é que a dor continua muuito intensa pra ele. Nem Tramadol ( similar a morfina) está resolvendo.
    Procuramos um dermatologista que disse que é assim mesmo e nada mais…
    Estou ficando apreensiva, pois me preocupa muito ver meu pai com tanta dor e não encontrar remédio algum q diminua isso.
    Se alguém souber de algum remédio novo para tratar esses sintomas de dor pós-zoster, por favor nos envie informações.
    Desde já agradeço.

  36. Glória comenta:

    24 outubro, 2010 @ 9:52 PM

    Boa noite. Eu estou a falar de Portugal. Meu pai, tem 87 anos, no dia 31 de Agosto começou sentindo um formigueiro e comichão no lado esquerdo, desde a coluna ao abdómen, por baixo das costelas. No dia 1 de Setembro começou a sentir muitas dores. Fomos ao hospital nesse dia e no seguinte, foi-lhe diagnosticada cólica renal. Passados 2 dias apareceram as vesículas em toda aquela zona, voltamos ao hospital, diagnosticaram-lhe herpes zoster. Tomou Bridic, aciclosina creme e injecções de vitamina B12. A herpes zoster curou-se mas as dores ficaram, ou seja ficou com nevralgia pós-herpética. Voltou a fazer mais injecções à base de vitaminas mas as dores persistiram.
    Consultamos um neurologista. Está a fazer um antiepiléptico e um antidepressivo há duas semanas mas as continua com dores muito fortes, principalmente durante a noite e de manhã. Tenho esperança que melhore mas, depois de ter visto todos estes comentários, fico a pensar e muito preocupada que estas dores fiquem por muito tempo.
    Quis partilhar convosco também esta má experiência e agradeço, por favor, que se alguém souber de alguma forma de ajudar para que esta doença se cure que partilhe connosco.
    Obrigada

  37. Gloria de Oliveira comenta:

    27 dezembro, 2010 @ 6:30 PM

    Gostaria de saber mais sobre neuvalgia pos-herpetica.Porque tive herpes zoster,tomei a medicação aciclovir por 7 dias total 70 comprimidos e agora estou morrendo de dor. A minha medica q fui primeiro dermatologista me encaminhou a um medico p dor,marquei a consulta para o final de janeiro,porque não tem vaga p min so em janeiro-2011 já pensou e eu c tanta dor. Ai fui a uma neurologista q me receitou gabapentina estou tomando já a 15 dias e continuo com a dor.Q faço socorrrrrrrrrrro me ajudem q medico pode ajudar uma pessoa c dores e coçeira por toto lado e pontadas como facadas,quem merece hein? por favor quero ajuuuuuuuudaaaaaaaaa(AJUDA)por favor se comunique comigo q estou morrendo pouco a pouco a dor é imensa não pode nem explicar.Por favor me ajudem!!!!!Obrigada,aguardo resposta exclarecedoras p me curar!!!!! Abraços
    Gloria 27/12/2010

  38. thalita comenta:

    3 março, 2011 @ 10:06 PM

    Oi, gostaria de saber mais sobre a neuvralgia pos-herpetica. Minha mae esta sofrendo com este mal, a herpes afetou uma parte da coluna, mas ja esta secando, mas pelo que tenho lido a dor pode persistir por muito tempo.Estou preocupada, e nao sei qual especialista correto procurar, qual o melhor tratamento e se nao tem maiores complicacoes. Somos bem ignorantes sobre essa doenca, nem sabiamos de sua existencia.Por isto peco-lhes que me deem alguma resposta, minha mae so tem 56 anos. Abracos e muito obrigado.

  39. thalita comenta:

    14 março, 2011 @ 10:25 PM

    Oi, gostaria de saber mais sobre a neuvralgia pos-herpetica.Minha mae esta sofrendo deste mal, a herpes affetou a parte da coluna ,mas ja esta secando, mas pelo que tenho lido a dor pode persistir por muito tempo. Estou muito preocupada, por isto por favor me informem a respeito, que especialista procurar, se ha mais complicacoes, qual o melhor tratamento.Minha mae tem 56 anos e mora em uma cidade pequena,onde nao ha muitos recursos.Estou ansiosa esperando uma resposta.Ate mais e muito obrigado.

  40. Laura Kirita Rodriguez comenta:

    11 maio, 2011 @ 11:58 PM

    Vai completar 2 meses que estou com a herpes zoster no dia 17 de maio, já sofri muito com dores, queimações, na altura da 1ª costela debaixo (nãos sei se é dor, se é cócegas, se é dormência, se e´queimação, enfim é muito triste e dolorido demais). Estou me tratando com um geriatra, reumatologista e tem sido muito bom. Estes dias( de 3 a 8 de maio) estive em Maceió, e passei muitas dores e fui à uma clínica de amiga que é especialista em dores, que me fêz um bloqueio, mas hoje continuam as dores ainda. Tomo Tramadol de 6/6 h, intercalo novalgina tb. de 6/6 h. gabaneurim de 12 em 12 horas, rivotril à noite, amitryl tb. a noite, já tomei 6 ampolas de injeção de dexacitoneurin (B12) , tomei tb. a prednisona por 15 dias, e hoje me receitou tb. rubranova 5000 – 4 ampolas (1 a cada 7 dias). Por todos estes depoimentos também estou com neuralgia pós herpética que está muito dolorida na parte da frente do abdomen (altura da costela)lado direito….muita queimação, choquinhos….enfim…dores e dores. Estou lendo que estão procurando neurologista que tenta amenizar ou curar, será mesmo? Procuro ajuda tb. por favor! Hidroterapia ajudaria acalmar as dores? Help …Obrigada…..

  41. Paula comenta:

    16 maio, 2011 @ 3:57 PM

    Laura Kirita,
    Minha mãe teve neuralgia pós herpetica e sarou, mas demorou 1 ano. Hoje tem dois anos que a dor comecou, as vezes ainda sente coceira no lugar, mas as dores sararam com 1 ano.
    Ela tratou com geriatra e neurologista, receitaram o antidepressivo Pamelor, apesar de nao ter depressão ele ajuda no tratamento da neuralgia. Alem disso o que aliviava muito a dor foram sessões de acupuntura.

  42. cesar comenta:

    13 julho, 2011 @ 5:17 PM

    Pessoal, estou passando pelo problema…. me lembrei que antigamente meus pais recorriam a benzição e funcionava…. to fazendo isso hoje……

  43. Vanja comenta:

    10 setembro, 2011 @ 8:55 PM

    Sou moradora do Rio de Janeiro e estou cada vez mais apreensiva, principalmente após ler todos os comentários desse site.
    Minha mãe esta sofrendo com a neuralgia pós herpética a quase 4 meses. Quando penso que está melhor, no outro dia tudo
    começa com mais intensidade. Já recorri a dermatologistas, neurologistas, oftalmologistas, clínico geral e, todos passam remédios(antidepressivos e análgesicos) e nada acaba definitivamente com a dor. Estou vendo minha mãe desistindo e eu, assim como meu pai estamos desesperados. Por favor, alguém pode nos ajudar? Existe alguma clínica da dor que possamos
    contactar ?

  44. eliane souza silva comenta:

    21 setembro, 2011 @ 6:15 PM

    Minha mae tem oitenta e um anos,e a dois meses ,contraiu herpes zoster na regiao lombar,as bolhos ja estao completamente
    cicatrizadas porem a dor e intensa,ela faz tratamento com um especialista em dor ,porem nada tem dado resultado.Por favor alguem pode me ajudar,a quem devo recorer?

  45. LUIS comenta:

    29 outubro, 2011 @ 4:20 PM

    O que tenho a compartilhar é, infelizmente, terrível e desanimador para todos nós.
    Em 1993, minha esposa, então com 27 anos, passou a sentir fortes dores no braço esquerdo.
    Como na maioria dos casos, o diagnóstico inicial foi incorreto: Uma injeção a base de corticóide e a bursite melhoraria…
    No dia seguinte, as dores eram insuportáveis !
    O mesmo médico, conhecido da família, estranhou a situação, pois a injeção do dia anterior deveria ter resolvido o problema. Após um exame mais apurado, constatou algumas pequenas bolhas no pulso do braço esquerdo.
    E aí veio o diagnóstico que tem nos acompanhado há quase 20 anos ! HERPES ZOSTER !
    Muitos médicos, muitas informações desencontradas. Diversas formas de tratamento. Tudo PALIATIVO !
    Nada que viesse a solucionar a DOR !
    Uns 3 meses depois, em Curitiba, um Neurologista renomado, após várias tentativas com remédios, indicou uma SIMPATECTOMIA, que foi executada por um também renomado Professor de Cirurgia Torácica da Universidade Federal do Paraná.

    Após a cirurgia, a dor sumiu.

    Infelizmente, a alegria durou pouco tempo…

    Menos de um ano após a cirurgia, novos sinais de Herpes Zoster e, de tempos em tempos, as crises vem e a Neuralgia Pós-Herpética dura meses… Até que vai diminuindo e passa… E volta dali a algum tempo…

    Remédios:
    Zovirax, aciclovir, vala-aciclovir;
    Tryptanol, Tegretol, Anafranil;
    Tylex 30 para amenizar a dor;
    Homeopatia – diversos;
    Entre outros…

    Além de acupuntura e muita fisioterapia para o braço e ombro;

    Médicos….
    Já perdemos a conta em quantos já fomos…
    Neurologistas, Infectologistas, Dermatologistas, Clínicos Gerais…

    Alguns de nada serviram. Outros ajudaram. Mas a Medicina ainda não encontrou a cura total do problema…

    Necessário, também, não descuidar da depressão. Pois a DOR é muito intensa, levando a pessoa a não suportar e até pensar que a vida já não vale mais a pena…

    O que ajuda a evitar novas crises:

    Bom estado físico e psicológico.
    Bom astral.

  46. jair borges comenta:

    11 novembro, 2011 @ 1:15 AM

    Espero que esta doênça não esteja acontecendo com minha mãe, más depois dos remédios que o médico passou para ela e todas as
    minhas pesquisas e relatos que li aqui, fiquei muito triste e preocupado, pois todos os sintomas que ela sente, me parece que
    é causado por este virús zoster. Espero que a dor passe por completo ou pelo menos diminua para que ela tenha uma
    melhor qualidade de vida. Minha mãe esta com 55 anos e começou a sentir dores na região do ouvido , na face esquerda e
    em um lado da cabeça. Já li varios artigos sobre o assunto para tentar entender melhor esta doênça e procurar ajudar minha
    mãenzinha querida, ela ainda não sabe realmente o que é, porque o neurologista depois da ressonância só nós disse que era
    uma inflamação nos nervos, porém eu não me conformei com as dores dela e começei a pesquisar tudo sobre o assunto e hoje
    já tenho quase certeza que é essa tal neuralgia pos-herpetica, tomara a Deus que não seja. Pois é muito sofrimento para uma
    pessoa. A partir de agora pretendo dar ainda mais carinho para ela. Pois vai precisar de muito mais atenção e paciência.
    Um abraço a todos e fiquem todos com DEUS. Pois só ele pode nós curar.

  47. daniela garcia comenta:

    20 novembro, 2011 @ 6:37 PM

    Em fevereiro deste ano, tive Herpes Zoster, o qual comecei o tratamento quando já havia várias bolhas na região lombar do lado direito, não senti dor no começo das erupções, sou enfermeira não tenho muito tempo pra cuidar de mim, quando vi já havia três fileiras de erupções , foi quando comecei o tratamento com Aciclovir via oral e também a pomada. Melhorou e em 7 dias voltei a trabalhar. Em março, depois de um plantão de 12 horas, cheguei em casa me sentei no sofá e não consegui mais levantar,travou todo o meu lado direito com uma dor horripilante, procurei um médico neurologista e também médico da dor, passei por vários medicamentos analgésicos os quais não resultaram em efeito nenhum, fiz dois bloqueios e nada tirava a minha dor. Agora 8 meses depois, eu afastada do meu serviço, faço um bloqueio simpático nervoso todas as semanas no hospital, tomo Tramadol 3vezes por dia, já estou em tratamento psiquiatrico, pois achei que estava ficando louca , pois a dor mesmo eu estando em tratamento, ainda é enorme, não consigo subir escadas, abaixar,ou qualquer coisa corriqueira que eu fazia antes. Eu queri sebar se existem outras formas de tratamento para que a dor desapareça de uma vez por todas e eu possa voltar a trabalhar,e a ter uma vida de novo normal.

  48. renata comenta:

    18 janeiro, 2012 @ 11:00 AM

    herpes zoster pode dar muita dor nas pernas?
    agradeço e aguardo a informação.

  49. Silvana Schossland comenta:

    27 fevereiro, 2012 @ 2:55 PM

    Desde 2007 comecei a ter dores na face e cabeça que apareciam, principalmente, em dias frios. Depois, fiquei com bronquite e no pronto socorro me receitaram corticóide, além das inalações que contém tal substância. Meu rosto apresentava um inchaço do lado esquerdo, com o olho ficando pequeno. Além disso, um cansaço mortal, me impedindo de ter atividades normais.
    Após pesquisas percebi que o herpes simples ataca os nervos sem apresentar lesões externas. Quando isso ocorre os médicos dizem que é herpes zóster, mas não é verdade. Estou tratando com aciclovir há mais de 65 dias e ele fez as lesões aparecerem,
    nos braços, ombros, dedos, (sentia a mão amortecida), um pesadelo. Só tem um jeito ACICLOVIR comprimidos e creme.
    Se o caso for de pessoa idosa, talvez seja necessária internação para receber soro e manter o corpo hidratado.É necessário beber muita água, o próprio remédio deixa a boca seca. Mas quando se toma, surge um cansaço, febrícula. Ao contrário de antibióticos que após certos dias vc se sente melhor, com ACICLOVIR, cada dose agrava o mal estar, mas melhora muito a dor. Penso que se a infecção existe há muito tempo, a pessoa tem que continuar tomando ´por um período de até um ano, ou a remissão dos sintomas. Espero que ajude, pois sofri muito. Apenas quandoli o depoimento da Dra Eneida Matarazzo na internet é que encontrei a cura. É preciso reduzir a quantidade do vírus para o mínimo possível. A demora pode acarretar encefalite e morte. É muito sério.

  50. Silvana comenta:

    27 fevereiro, 2012 @ 3:09 PM

    Não tomem nenhum medicamento com cortisona tipo dexacitoneurin, diprospan, nenhum corticosteróide, pois ele deprime o sistema imunológico e o herpes se reproduz mais ainda. Tome aciclovir, vitaminas principalmente vitamina B1 (Tiamina) que ajuda os nervos a se regenerarem. Esqueçam gabapentina e outros. Tomem analgésicos sem dipirona pois ela também reduz o sistema imunológico. Prefira AAS, Tramadol, Tramal, etc. Outra dica, tomar limão puro, sem comer coisas quentes logo após para não destruir as propriedades. Limão é bom para tudo (pressão alta, enzimas do fígado, sistema imunológico, baixa o colesterol),
    enfim é um santo remédio. Mas não pode adicionar açúcar.

  51. Silvana comenta:

    27 fevereiro, 2012 @ 3:38 PM

    Herpes é vírus. Ele se multiplica usano o DNA e RNA da célula invadida e explode disseminando para atacar outras células. É a viremia.
    O erro mais comum que tenho observado é que quando o herpes está nos nervos sem lesão aparente os médicos chamam de herpes zóster. Porém, o herpes zóster só se manifesta uma vez, no primeiro ataque. O herpes simples, aquele que dá na boca ou no bumbum, ou genitais, também ataca os nervos internamente, e como não tem cura, é preciso um longo tratamento com antivirais Aciclovir e outros. Mas é o herpes simples. Se há dor é porque ele está ativo no organismo, destruindo os tecidos. Por isso a necessidade de esclarecer que tem que tomar o antiviral durante longo período, para diminuir ao máximo a população viral.
    É doença que exige controle. Procurem o site http://www.portalsaofrancisco.com.br e clique em herpes.

  52. Marcos comenta:

    15 abril, 2012 @ 3:24 PM

    Boa tarde!!!

    Minha sogra esta sofrendo com dores terriveis de Neurite pós herpetica a tres meses no braço direito.
    Ja fomos em vários médicos mas não obtivemos sucesso, a dor é terrivel ela nao consegue dormir.
    Qual especialista devemos levar ela? isso tem cura?
    Por favor nos ajude.
    Obrigado.

  53. Maria da graça Schardong comenta:

    25 abril, 2012 @ 9:41 AM

    Bom Dia
    Tenho 57 anos , no dia 28 de março começou uma dor muito forte
    nas costas acima dos rins, fui ao médico ele receitou para tratar um possível contusão, a dor continuou, fui novamente ao médico, também me tratou para contusão, a dor continuou fui novamente ao médico porem já estava com duas lesões na barriga ,o m´dico tratou para alergia, mas as dores constantes, já tinha passado 7 dia fui em outro médico Dr. Juares R. Dreyer, ele olhou e disse é herpes zóster indicou aciclovir e tramadol, já tomei 140 comprimidos de aciclovir mas ainda tem lesão e dor constante as vezes é quase insuportável . mas estou confiante que vai passar , preciso de um remédio que tire a dor, por favor me ajude.
    Mas cheguei a conclusão que existem médicos que não sentem interesse pelo paciente, eu tive a experiencia de maneira tão dolorosa. Obrigada

    Garopaba SC 25/04/2012

  54. angelica comenta:

    29 maio, 2012 @ 12:12 PM

    Maria da Graça, sensibilizada posto que sua herpes zoster coincidiu na mesma epoca do meu esposo. o que tenho a acrescentar é que um dermatologista passou uma fórmula de uma pomada de anestesico misturada com capsaicina e que deu muito alívio. é uma formula para passar no local.
    obs. arde muito, vc tem as vezes que lavar o local mas compensa.Se informe com um dermatologista. boa sorte.

  55. silvana comenta:

    5 junho, 2012 @ 12:17 AM

    A todos os que estão sofrendo com infecções herpéticas
    Assistam no You tube, os videos do Dr. Luis Moura acerca do Ascaridil, ele ajuda bastante tomado c o Aciclovir a saída do vírus do nervo (que dói muito) para as lesões na pele (cura parcial). Outra dica é tomar o suco de limão puro que é bom para TUDO: sistema imunológico, fígado, pulmões, absolutamente tudo. Gostaria de salientar que os tratamentos são curtos (pois, em geral, as pessoas já tem o vírus há pelo menos duas décadas, aí, o tratamento é de muitos meses, eu disse MESES. O que os médicos chamam de nevralgia pós herpética, é a dor causada pelo herpes tivo nos nervos agindo internamente. Quanto menor a carga viral menor a dor. Se a dor persiste, tome aciclovir, lembrando sempre que é necessária a ingestão de pelo menos dois litros de água, para não lesionar os rins. Pessoas com problemas renais tem q tomar o aciclovir hospitalizadas.

  56. Raquel comenta:

    18 julho, 2012 @ 2:26 AM

    Minha mâe teve HZ em dezembro de 2011.Até hoje sente dores terriveis.Gostaria de levar em um bom especialista para ajuda-la neste caso.
    Moro em Mogi das Cruzes, se souber por favor me informe.

Deixe seu comentário aqui !