06 - nov
  

Menopausa – Doença arterial coronária: Papel hormonal

Categoria(s): Cardiogeriatria, Endocrinologia geriátrica, Ginecologia geriátrica




Revendo o assunto

Trombo coronário

Durante muitos anos a importância das doenças cardiovasculares nas mulheres foi minimizada. Porém, é conhecido que a doença arterial coronariana (DAC) nas mulheres aumenta sensivelmente sua incidência a partir da quinta década, chegando a ser a principal causa de morte a partir dos 70 anos. Além da idade, cogita-se que a maior freqüência de DAC possa ocorrer devido à perda da capacidade protetora estrogênica. Dentre os mecanismos protetores encontra-se a capacidade de liberação de peptídios vasodilatadores, modulação do sistema adrenérgico, ação direta sobre o músculo cardíaco, modificação favorável do perfil lipídico e no metabolismo dos carbohidratos, além de melhorarem os sintomas relativos ao stress .

Pesquisas em material de necrópsia demonstraram que o óbito secundário ao infarto do miocárdio ocorre mais freqüentemente na fase agudo e no primeiro episódio em mulheres do que em homens. Elas apresentam também uma maior freqüência de ruptura do ventrículo esquerdo.

O estudo Lipid Research Clinic Followup Study evidenciou a influência da idade na mortalidade de origem cardiovascular nas mulheres mostrando que este índice era 10 vezes maior entre as pacientes de 70 a 79 anos em relação aquelas com menos de 50 anos.

Estudos comprovam uma menor prevalência de doenças cardio e cerebrovasculares entre as mulheres menopausadas que receberam terapia de reposição hormonal (TRH).

Entenda os mecanismos da falência ovariana

Referências:

Kalin M.F. ; Zumoff B.“Sex Hormones and Coronary Disease: a Review of the Clinical Studies” Steroids 55 ; 330-352 ; 1990

Aldrighi J.M. ; Martinez T.L.R. ; Silva F.C.P. “Doença Cardiovascular e Terapia de Reposição Hormonal” Arq. Bras. de Cardiol. Vol 65 ; n 3 ; 249 – 255 ; 1995

Barret-Connor E. ; Bush T.L. “Estrogen and Coronary Heart Disease in Women” JAMA ; 265 ; 1861 – 7 ; 1991

Gutierrez P.S. ; Higuchi M.L. ; Moraes C.F. ; Gallucci S.D.D. ; Lopes E.A. ; da Silva M.J.C.; Ramires J.A.F. ; Bellotti G. “ Diferenças entre Homens e Mulheres em Casos Fatais de Infarto do Miocárdio. Estudo de 200 Necrópsias” Arq. Bras. Cardiol. 54/3 ; 189 – 192 ; março 1990

Henderson B.E. ; Paganini-Hill A. ; Ross R.K. “ Estrogen Replacement Therapy and Protection from Acute Myocardial Infartion” Am. J. Obstet. Gynecol ; 159 ; 312 – 7 ; 1988

Tags:




Comentário integrado ao Facebook:


Deixe seu comentário aqui !