23 - out
  

Colesterol – Previnindo as altas taxas

Categoria(s): Cardiogeriatria, Gerontologia, Nutrição




Colesterol – Previnindo as altas taxas

 

Medicina popular

FrutasMuitas pessoas só pensam em iniciar uma boa alimentação quando os seus exames sangüíneos mostram aumento do colesterol, e esquece que ele não subiu da noite-para-o-dia, e sim, é resultado de inúmeros hambúrguer com batata fritas. Pois, embutido neste simples lanche está o colesterol, uma substância perigosa para a saúde.

Veja mais: Entendendo o colesterol

O grande vilão do colesterol é a sua fração LDL (colesterol perigoso), que se infiltra nas paredes das artérias e causa a chamada aterosclerose, responsável pelo entupimento das artérias, infartos e derrames cerebrais.

Fazer exercícios físicos, não fumar, ingerir alimentos saudáveis e, principalmente, conter o apetite insaciável são fatores que contribuem para a redução da taxa de colesterol LDL no organismo, protegendo-o dos seus efeitos danosos.

O nível do colesterol HDL (colesterol bom) deve estar sempre alto pois ele “limpa” a sujeira do organismo.

Veja mais – Colesterol Bom e Colesterol Ruim

Importante

O colesterol não pode ser abolido de vez da dieta alimentar, por ser constituinte dos hormônios testosterona (no homem) e estrogênio (na mulher). Além de ser importante para a produção dos ácidos biliares que ajudam a absorção das gorduras, sintetiza a vitamina D, imprescindível para os ossos, e é vital para manter as membranas que protegem as células.

Dicas de SAÚDE

Inclua sempre verduras cruas nas refeições.
Evite ingerir alimentos que contenham gorduras.
Na hora do preparo do frango ou do peixe, por exemplo tire toda a pele dos mesmos.
Procure usar suplementos alimentares ricos em vitaminas C e E , complexo B e lecitina de soja. Isto ajudará a reduzir a taxa de LDL no sangue.
Troque o leite comum pelo desnatado embalado em caixa. Os outros tipos contém altíssimo nível de gordura.
Não se automedique.
Coma alimentos ricos em fibras, como pão integral, aveia e farinha integral. Os alimentos fibrosos têm dupla vantagem: além de reduzir as taxas de colesterol, são bons auxiliares em dietas de emagrecimento, porque dão a sensação de saciedade.
Reduza o consumo de carne bovina e suína.
Coma, o máximo, quatro gemas de ovos por semana.

O poder da maçã – Entre uma série de frutas que devem ser consumidas, destaca-se a maçã, na qual cientistas encontraram a fórmula perfeita. Na França, foi realizada uma pesquisa com um pequeno grupo de pessoas saudáveis de meia-idade, dando-lhes, durante um mês, três maçãs por dia. Ao final do teste, o nível do LDL havia diminuído em 80% dos testados e o do HDL, aumentado.

Muitas pessoas acham que, por usar óleo vegetal, seja de soja, granola ou girassol, ou mesmo o azeite de oliva, que não contém colesterol, estão reduzindo o nível de gordura. Só que isto é um engano. Ao esquentar o óleo para um refogado, por exemplo, a gordura se torna saturada. O ideal seria cozinhar os alimentos no vapor e depois, se for o caso, acrescentar apenas um pouco de óleo por cima.

Recomendações dietéticas para as pessoas com hipercolesterolemia

ALIMENTOS PROIBIDOS

Evitar frituras
Gema de ovo, maionese, chantilly, requeijão, leites e derivados (manteiga, creme de leite, yogurte, queijos amarelos e cremosos).
Chocolate, coco, (manteiga de cacau e óleo de coco), óleo de dendê (palma), banha.
Embutidos (salame, presunto, patê, salsicha, linguiça, etc)
Bacon.

ALIMENTOS DE USO MODERADO

Vaca, frango, coelho desprezar as gorduras e as peles.
Miúdos (figado, rins, etc)
Presunto magro, peixes sem pele, soja, grão de bico, ervilha e lentilha.
Nozes, amendoim, castanha do Pará, castanha de caju.
Abacate.

ALIMENTOS PERMITIDOS

Leite completamente desnatado, chá, café, queijo branco, ricota, margarina, clara de ovo.
Pão, macarrão, sagu, fubá, mandioca, araruta, arroz, milho, feijão, aveia, batata, legumes e verduras
(exceto as incluídas no item acima)
Açúcares e doces
Todas as frutas citricas e sucos naturais

Tags: , , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


14 Comentários »

  1. Eneida Tagliolatto Pires comenta:

    23 outubro, 2007 @ 4:03 AM

    Hoje em dia, são poucas as pessoas que não se queixam que estão com o colesterol LDL alterado.
    Meus pais faleceram com idade avançada; meu pai com 84 anos e minha mãe com 95. Nenhum dos dois apresentaram problemas quaisqueis que fossem, ou melhor exemplicando; nunca tiveram colesterol alto, diabetes, triglicérides. Somente minha mãe é que teve com a idade já mais avançada, a pressão arterial um pouco alta, coisa que com um comprimido apenas de um anti hipertensivo já foi bem controlada.
    Eu acreditando na hereditariedade, achei que nunca teria algum desses problemas, mas o colesterol meu já me faz tomar medicamento. Então eu penso que realmente a alimentação e o modo de vida, são as grandes causas. Eles (meus pais), cresceram com uma alimentação muito mais saudável do que nós; os alimentos não tinham nada que os abonasse, eram naturais, nada de embutidos ou enlatados, e a vida os obrigava a fazer muitos exercícios, andava-se muito a pé. A mulher fazia muito mais movimentos, pois torcia a roupa nas mãos e até para estendê-las no varal era mais complicado, pois a água que era espremida não saía de todo, então a roupa era pesada para se erguer, entre outra coisa mais. Tudo o que estou escrevendo não é crítica sobre os eletrodomésticos, é lógico que eles nos facilitam muito a vida, mas só que ficamos preguiçosos, e muito na frente da televisão e carro para cima e para baixo, sem contar com a praga de lanchonetes nos enfiando goela abaixo todo bacon e outra coisas mais que gostamos de copiar dos norte- americanos. É isso aí. Vamos tentar pelo menos controlar um pouco mais a nossa gula e nos exercitarmos mais. Eu garanto que estou tentando e até faço hidroginástica duas vezes por semana. Tudo isso para ver se chego à uma idade mais próxima a dos meus pais, que vivendo em outra época, tiveram a grande felicidade de usar toda a natureza que nos foi imposta por Deus e não essa de agora que o Homem teima em destruir, achando que é mais perfeito. Eneida Tagliolatto

  2. sonia velozo comenta:

    10 janeiro, 2009 @ 10:10 PM

    gostei da materia tirei um bom proveito oq estou com o colasterol alto obrigada vcs
    deve senpre assim ajuda muito as pessoas .

  3. Cristian comenta:

    7 fevereiro, 2009 @ 12:38 PM

    Foi de grande ajuda as informações que obtive neste site sobre colesterol, mas queria saber mais sobre o colesterol em crianças, pois foi realizado um exame de sangue de rotina e foi detectado nivel de colestorol no meu bebê,mas fiquei um pouco entrigada pois ela ñ ingere tanta gordura para ter um nivel alto ainda mais pela idade dela q tem certo alimento q ela ñ come.Ela tem 2 anos e 4meses. Agradeceria se manda-se mais informações.

  4. Marzy comenta:

    5 março, 2009 @ 9:12 AM

    Gostaria de saber se a azeitona verde enlatada é boa ou ruim para o colesterol, triglicerídios alto.
    Obrigada

  5. Rosemeri comenta:

    19 março, 2009 @ 6:48 PM

    Gostaria de saber qual é quantidade que devo ingerir de cada alimento, além dos alimentos acima citados quais são realmente os melhores alimentos p/ baixar o colesterol. Fazendo apenas uma dieta alimentar tenho uma grande diminuição do colesterol ou preciso de exercicios fisicos ou caminhada, eu já faço caminhada, mas não é sempre. Foi uma grande ajuda as informções contidas acima.

    Obrigada.

  6. bete comenta:

    21 abril, 2009 @ 10:39 AM

    este artigo foi muito relevante para meus conhecimentos sobre colesterol e como fazer uma boa alimentação saudavel.

  7. vinicius miguel comenta:

    27 abril, 2009 @ 3:17 PM

    eu gostei muito desse saite porque me ajudou muito

  8. ilidia silvestre comenta:

    8 maio, 2009 @ 6:58 PM

    Bem, sou uma pesoa que faço diariamente exercicios fisicos, corro 10 km tres vezes na semana, como em média o4 frutas ao dia e verduras, legumes enfim a muitos anos.
    Sempre ao fazer exames meu colestrol está lá no pico.Estou tomando Zetsim , comecei esta semana. Por que esse raio do colesterol me persegue. Quanto mais eu corro, mais ele corre atráz de mim.

    O que devo fazer?

  9. HELCIO comenta:

    11 junho, 2009 @ 3:54 PM

    Até que consigo manter o nível de colesterol dentro do recomendável, i.é., abaixo dos 200. O problema é que não consigo elevar o HDL que tem se situado na faixa de 45/50 e o LDL que vôa alto, em torno dos 130, para manter um quadro geral equilibrado. Pratico hidroginástica 4 vezes por semana, 1 hora cada dia, e me esmero no rítimo e no esfôrço, fato que considero positivo. Que devo fazer para “espantar ” a perseguição do LDL e auma melhor performance no HDL? Deve me “empanturrar” na ingestão de brócolis , Couve flor, etc. e banir a carne vermelha, proteina de soja, etc? O consumo de aveia tb faz parte do meu dia a dia. Meu peso está absolutamento enquadrado no ideal, tenho 72 anos (73 em 07/09, próximo) e me sinto “enxuto” e disposto. S´ êsse tal de colesterol me chateia. podem me ajudar? Helcio, Camarajibe-PE, 11/06/09

  10. Ruama salazar comenta:

    16 setembro, 2009 @ 10:58 PM

    como tratar o clesterol?
    e quais sao os exercicios fisicos.

  11. Vanessa Barros comenta:

    26 setembro, 2009 @ 5:21 PM

    Fiz exames recentemente e minhas taxas de Colesterol, Triglicerídeos e Glicose estão muito altas, Toda minha vida sempre comi muita”besteira” e nada de legumes e verduras, agora entrei em uma dieta rigorosa mas tenho uma facilidade muito grande de emagrecer e perdi uns 5 kilos em 15 dias! Onde vou parar? O que faço para baixar minhas taxas sem emagrecer ou melhor como engordarei sem subir minhas taxas?
    Eu odeio emagrecer fico muito deprimida, tenho 1,55m e agora com 51 kilos.

  12. Elineuza lima comenta:

    29 março, 2011 @ 11:27 AM

    adorei agora sei como fazer minha dieta e comer sem medo

  13. Noemia comenta:

    17 agosto, 2011 @ 10:56 AM

    Fiz exames recentemente e minhas taxas de Colesterol, Triglicerídeos e Glicose estão muito altas, Toda minha vida sempre comi muita”besteira” e nada de legumes e verduras, agora entrei em uma dieta rigorosa mas tenho uma facilidade muito grande de emagrecer e perdi uns 5 kilos em 15 dias! Onde vou parar? O que faço para baixar minhas taxas sem emagrecer ou melhor como engordarei sem subir minhas taxas?
    Eu odeio emagrecer fico muito deprimida, tenho 1,55m e agora com 51 kilos.

  14. azenete sá comenta:

    30 novembro, 2011 @ 1:26 PM

    Oi estou preocupada com meu colesterol o LDL 162.6 e o HDL 48.2 e a dosagem de colesterol deu 238.4mg/dl, estou querendo mudar meus hábitos, faço caminhada,natação e agora vou tentar evitar carnes vemelhas, e fritura será que com isso vai baixar, me ajude vê se tem algo mais que posso fazer?

Deixe seu comentário aqui !