Arquivo de 7/set/2007





07 - set

Colesterol – Sua importância para o nosso corpo

Categoria(s): Cardiogeriatria, Nutrição, Programa de saúde pública, Saúde Geriátrica

Colesterol – Sua importância para o nosso corpo

 

Medicina popular

Na agitação da vida moderna, damos pouca atenção a alimentação. Ao invés de almoçar um bom prato de salada, come-se um hambúrguer com batata fritas. Embutido neste simples lanche está o colesterol, uma substância perigosa para a saúde.
Muito se diz sobre o colesterol, mas poucas pessoas sabem exatamente a origem desse termo e o seu significado real.

Palavra grega, criada em 1815 pelo químico francês Michel Eugene Chevreul, tem como significado cálculo biliar, justamente por ser o principal elemento desses cálculos. É um tipo diferente de gordura produzida pelo organismo e que está, também, na composição de vários alimentos que consumidos, as vezes em demasia, tais como fritura, enlatados, carnes, ovos, derivados do leite e muitos outros produtos de origem animal.

Para poder transportar o colesterol na corrente sangüínea, o organismo combina com uma proteína. Esta combinação recebe o nome de lipoproteína e que é classificada em dois tipos: o HDL, chamado de bom colesterol, e o LDL, o temido mau colesterol. Enquanto o primeiro é responsável por uma espécie de filtragem de tecidos, retirando a parte nociva e facilitando a sua eliminação, o segundo é um verdadeiro vilão do corpo humano. Ele se aloja nas paredes das artérias, sendo o principal causador de doenças como a arteriosclerose, que é exatamente o endurecimento das artérias.

Da mesma forma que o excesso de colesterol pode causar um ataque cardíaco, pode provocar um derrame, caso atinja uma artéria que supre sangue para o cérebro. O processo ocorre devido ao entupimento das artérias pela gordura, impossibilitando o sangue de circular por elas.

CUIDADO !!!

Se você abusa de queijos amarelos, presunto, salame, mortadela, creme de leite, frutos do mar, massas com ovos, biscoitos amanteigados ou cremosos, óleos, nozes e castanhas, tenha cuidado. Estes alimentos contêm um nível de gordura altíssimo e podem estar fazendo mal a sua saúde. Atualmente, existem vários meios de detectar, tratar e, melhor ainda, prevenir o colesterol alto. O primeiro passo para iniciar um pequeno programa de orientação seria começar a medir o nível de gordura do sangue. O nível normal do colesterol total é uma taxa abaixo dos 200.

Uma vez detectado o problema, o melhor a fazer é procurar um profissional de saúde que se identifique com o seu estilo de vida.

Há pessoas que nascem com um sério erro no metabolismo orgânico e precisam se submeter a algum tipo de orientação médica. Na homeopatia, o tratamento é feito com remédios naturais, como lecitina, taraxacum e crataegus. Mas, quando o caso é mais grave, existem medicamentos a base de sinvastatina que são eficazes no combate à gordura do sangue.

Como diz o ditado, porém, é melhor prevenir do que remediar e o ideal é manter uma alimentação equilibrada, ingerindo apenas comidas saudáveis.

Tags: ,

Veja Também:

Comments (9)    




" A informação existente neste site pretende apoiar e não substituir a consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança "