03 - set
  

Síndrome do manguito rotador – Tendinite e ruptura

Categoria(s): DNT, Emergências, Reumatologia geriátrica




Resenha

O principal grupo muscular responsável pela movimentação do ombro é o manguito rotador. O manguito rotador é formado pelos seguintes músculos: supra-espinhoso, infra-espinhoso, subescapular e redondo menor. Possui inserção tendinosa no úmero, facilitando a estabilidade articular e propiciando movimentação.

ombroTendinite do manguito rotador – Também denominada síndrome do impacto é a mais comum causa de dor no ombro, ocorre com maior frequência acima dos 40 anos de idade, com predominância da etiologia traumática.. Pode ser aguda ou crônica e pode estar ou não associada com depósito cálcico tendíneo. O achado mais característico é dor à abertura lateral (abdução) ativa do braço entre 60° e 120°. Em casos severos, entretanto, a dor pode ocorrer desde o início do movimento de abrir os braço.

A tendinite aguda tende a ocorrer em indivíduos mais jovens e mais freqüentemente evoluem com calcificação na inserção do tendão supra-espinhoso. Os depósitos são melhor visualizados nos exames radiográficos planos em rotação externa. Estes depósitos podem resolver espontaneamente.

A tendinite crônica do manguito rotador se apresenta como dor na região lateral do ombro (músculo deltóide) e ocorre com vários movimentos, especialmente abrir o braço e rotação para dentro. Os pacientes referem dificuldades para se vestir e dor noturna.

A tendinite do manguito rotador tem muitos fatores, porém a sobrecarga sobre a articulação geralmente é a principal. Fatores relacionados à idade incluem degeneração e diminuição na vascularização dos tendões do manguito, bem como redução da força muscular.

Osteófitos na porção inferior da articulação acrômio-clavicular ou trauma agudo da região do ombro contribuem para o desenvolvimento da tendinite e processos inflamatórios, tais como a artrite reumatóide, podem causar tendinite do manguito rotador.

Evolução das lesões

Sabe-se que o impacto causando atrito e posterior degeneração ocorre durante a elevação anterior do braço, ocorrendo contra superfície inferior do acrômio.
Alguns autores descrevem três fases clínicas:
– Fase I: abaixo dos 25 anos, ocorrendo dor aguda após esforço prolongado. Nesta fase há edema e hemorragia em nível de bursas e tendões;
– Fase II: entre 25 e 40 anos de idade e já começa fibrose e espessamento da bursa subacromial, além da tendinite. Paciente queixa de dor noturna e após atividades. Pode ocorrer ruptura parcial do manguito rotador;
– Fase III: acima dos 40 anos. Paciente apresenta dor contínua com perda da força de mobilização devido à ruptura completa de um ou vários tendões.

O tratamento consiste em repouso articular, aplicação de calor local ou de gelo ou de ultra-som, com exercícios específicos tolerados pelo paciente. Os antiinflamatórios não hormonais são benéficos.

Ruptura do manguito rotador – Rupturas do manguito rotador são facilmente identificadas após lesões traumáticas. Fratura da cabeça umeral e luxação do ombro devem ser sempre consideradas. Porém, aproximadamente metade dos pacientes não apresentam antecedente de trauma. Nestes casos, degeneração do manguito rotador ocorre gradualmente, resultando em ruptura incompleta e eventualmente em ruptura completa.

As rupturas são classificadas como pequena (< 1 cm), média (1-3 cm), grande (3-5 cm), acentuada (> 5 cm)(8). Dor no ombro, fraqueza ao movimento de abrir o braço e perda da mobilidade ocorre em vários graus, variando de dor importante e discreta fraqueza à ausência de dor e fraqueza severa. Sinal de queda do braço com incapacidade para manter 90° pode estar presente em grandes ou severas rupturas. O tratamento cirúrgico é indicado nestas situações.

O diagnóstico de ruptura do manguito é estabelecido por artrografia que mostra comunicação entre a cavidade gleno-umeral e a bursa subacromial. A ultra-sonografia e a ressonância nuclear magnética (MRI) também podem identificar rupturas do manguito. Pequenas rupturas, completas ou incompletas, são tratadas conservadoramente com repouso, terapia física e uso de antiinflamatórios não hormonais.

Referências:

Fellet AJ, Scotton AS, Fraga RO, Zagueto Z: Ombro doloroso. Rev Bras Med 57:157-167, 2000.

Frieman BG, Albert TJ, Fenlin JM Jr.: Rotator cuff disease: a review of diagnosis, pathophysiology and current trends in treatment. Arch Phys Med Rehabil 75:604-609, 1994.

Naredo AE, Aguado P, Padron, et al: A comparative study of ultrasonography with magnetic resonnance imaging in patients with painful shoulder. J. Clin Rheumatol 5:184-192, 1999.

Tags: ,




Comentário integrado ao Facebook:


112 Comentários »

  1. Célia Pimentel Diniz comenta:

    11 novembro, 2007 @ 6:08 PM

    Estou com dor no ombro a principio desde o mes de julho,atualmente doe o braço todo, as vezes a dor vai para a clavicula,fiz duas ultrasonografias,e o resultado é tendinite no manguito rotador,tenho tomado antinflamatorio, mais não passa a dor,principalmente à noite, e já fiz 20 ultra som.

  2. sandra alves barbosa dos santos comenta:

    28 dezembro, 2007 @ 7:40 AM

    tenho tendinite no joelho a dois anos,sofro muito com tanta dor.meu joelho incha sempre e durante a noite e que doi mais.Quero saber se com operação resolve.obrigada

  3. katia helena campos silva comenta:

    11 março, 2008 @ 4:51 PM

    Tenho 29 anos e num exame clínico diagnosticou-se uma tendinite. O ultra som não deu nada, mas as dores continuam insuportáveis. O que fazer?

  4. fatima comenta:

    17 março, 2008 @ 1:49 AM

    Tenho sentido muitas dores na rotaçao do braço, uma dor que queima e as vezes me apunhala na clavicula as vezes ela e tão forte que me encomoda , os medicos dizem que é postura , outros que é de movimentos repetitivos , mas eu só quero ficar sem dor , tenho 54 anos e trabalho com sistema de folha de pagto informatizada…mas o braço e o esquerdo e sou adresta…o que pode ser isto e o que devo fazer fazer para tirar esta dor insuportavel que me acompha o dia inteiro e piora a noite

  5. Luciani Rocha comenta:

    7 abril, 2008 @ 11:59 AM

    Estou sofrendo com dores no braço, e tenho muita dor quando faço movimento de abdução do braço direito. Também sinto dores a noite, para dormir é difícil achar posição confortável. Trabalho muito com o mouse, não sei se isso interfere, pois já fui ao médico e fiz exames de radiografia, ultrassom e um de nome difícil que leva choques e agulhadas nos nervos, mas o médido disse que não tenho nada, nem receitou remédio. Já faz mais de dois anos que sinto dores, está cada vez pior, acho que estou perdendo a força no braço, não sei o que fazer.

  6. vitor comenta:

    16 maio, 2008 @ 12:21 PM

    perdi a força no braço direto , acho que forcei muito no trabalho , faz quase um ano não consigo recuperar a força, na academia, oque fazer?

  7. Rodolfo Fernandes comenta:

    25 maio, 2008 @ 11:16 PM

    Fiz ressonância magnética do ombro esquerdo, e o resultado consta.
    1. Tendinose do supra-espinhoso, com pequenas roturas focais.
    2. Bursite subacrômio-deltoideana.
    3. Osteoartrite degenerativa acrômio-clavicular.
    E o ombro direito, teve rotura de tendão, mais já foi feito o reparo do mesmo.
    Gostaria de saber, se este problema é divido a esforço físico, pois trabalho a 12(doze) anos, para telemar e tenho que manusear uma escada que pesa uns 25(vinte e cinco) quilos.
    E qual o procedimento para o braço esquerdo.
    Tenho 52 anos.

  8. Valdir Carvalho comenta:

    27 junho, 2008 @ 12:42 AM

    LER/DORT/TENDINITE E OUTRAS DOENÇA

    Dos 650 mil operadores no Brasil, pelo menos 25% estão com a doença. Os demais podem estar no grupo de risco. O prejuízo para as empresas inclui queda da produtividade, afastamento do funcionário, treinamento de um novo funcionário e outros fatores.

    DOENÇA PROVOCA

    Dores, dormência, formigamento nos dedos, punhos, braços, cotovelos e ombros. Estes sintomas podem ser os começos de uma LER (lesão por esforços repetitivos) ou DORT (Distúrbio Osteomusculares Relacionado ao Trabalho). Essas são as definições para mais de 30 doenças ligadas as formas inadequadas de trabalhar. Entre as doenças mais conhecidas está Bursite (inflamação das pequenas bolsas que ficam entre os ossos e os tendões e em articulações). Tendinite (inflamações dos tendões) e a Tendossinovite (inflamações do tecido que reveste os tendões).

    Inflamação

    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo a lesão tecidual, seja qual for à origem de agressão (mecânica, química, infecciosa) e (aguda ou crônica) ela depende de respostas hormonais e celulares, que se não tratada evolui para uma fase degenerativa.

    O processo inflamatório está presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas agudas (traumatismo, cirúrgicas e infecciosas) ou crônicas (artrite, doença do colágeno ou artroses).

    Saiba mais acesse http://www.8p.com.br/quantovalesuasaude

    Contato; Valdir (48) 8805.9746 SC (11) 7620.5122 SP.

    E-mail valdir.floripa@gmail.com

    Skype valdir.fenix

    Msn valdir.floripa@yahoo.com.br

    Hi5 http://valdirfenix.hi5.com

  9. Valdir Carvalho comenta:

    3 julho, 2008 @ 11:08 AM

    LER/DORT/TENDINITE E OUTRAS DOENÇA

    Dos 650 mil operadores no Brasil, pelo menos 25% estão com a doença. Os demais podem estar no grupo de risco. O prejuízo para as empresas inclui queda da produtividade, afastamento do funcionário, treinamento de um novo funcionário e outros fatores.

    DOENÇA PROVOCA

    Dores, dormência, formigamento nos dedos, punhos, braços, cotovelos e ombros. Estes sintomas podem ser os começos de uma LER (lesão por esforços repetitivos) ou DORT (Distúrbio Osteomusculares Relacionado ao Trabalho). Essas são as definições para mais de 30 doenças ligadas as formas inadequadas de trabalhar. Entre as doenças mais conhecidas está Bursite (inflamação das pequenas bolsas que ficam entre os ossos e os tendões e em articulações). Tendinite (inflamações dos tendões) e a Tendossinovite (inflamações do tecido que reveste os tendões).

    Inflamação

    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo a lesão tecidual, seja qual for à origem de agressão (mecânica, química, infecciosa) e (aguda ou crônica) ela depende de respostas hormonais e celulares, que se não tratada evolui para uma fase degenerativa.

    O processo inflamatório está presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas agudas (traumatismo, cirúrgicas e infecciosas) ou crônicas (artrite, doença do colágeno ou artroses).

    Saiba mais poço mandar um laudo cientifica.

    http://www.8p.com.br/quantovalesuasaude

    Contato; Valdir (48) 8805.9746 SC (11) 7620.5122 SP.

    E-mail valdir.floripa@gmail.com

    Skype valdir.fenix

    Msn valdir.floripa@yahoo.com.br

    Hi5 http://valdirfenix.hi5.com

  10. MARIA REGINA DA COSTA NERY comenta:

    21 agosto, 2008 @ 4:24 PM

    Em maio,levei um tombo em casa e como consequência rompi totalmente o supra espinhoso,deslocamento do deltóide e luxação.Amaioria dos médicos recomenda cirurgia para resolver o problema.Não aceito,tentei fisioterapia,com pouco resultado,e resolvi voltar para musculação,que já fazia antes do tombo.Cuido para não sentir dor.Quando me provarem que a cirurgia é tranquila e que a recuperação é rápida,aceitarei conselhos.Por ora vou levando .Quem tiver alguma notícia boa,é só me mandar.Obrigado

  11. Hugo Alexandre comenta:

    5 outubro, 2008 @ 11:01 PM

    Tenho 33 anos, em abril sofri queda contra uma parede suportada pela mão espalmada. Houve fratura de colo do úmero direito. Após imobilização de 40 dias por tipóia, realizei 04 meses de fisioterapia, mas continuo com abertura lateral de menos de 60º e com dor. Ultrassonografia em setembro identificou ruptura parcial do tendão do supra espinhoso, descontinuando a fisioterapia, o que ocasionou rapidamente atrofia moderada da musculatura do ombro. Apresenta dor constante, acentuada a noite. O caso é de cirurgia reparadora do tendão. O método de cirurgia aberta é seguro, ou a video-laparoscopia tende a proteger a integridade do deltóide? Tenho que fazer na ocasião um debaste de formação “rombuda” do acrômio na área do contato com o tendão. Moro no Piauí.

  12. Elissandra pereira comenta:

    12 outubro, 2008 @ 2:23 PM

    Há quase 4 anos sofri um acidente de moto onde uma vaca bateu no meu ombro desde então meu ombro se desloca sinto muita dor dormência nos dedos

  13. josilene pedro da silva comenta:

    2 novembro, 2008 @ 7:17 AM

    minha mae tem tendinite cronica com a sindrome do impacto e nao conseque mexer o braço e sente dore horriveis o tempo todo ela tambem tem oteosporose e toma alemdromato e calcio e antiflamatorios para alivia a dor por que para nao para ela esta com cirurgia marcada no INTO so que tem que espera ainda muito tempo ai esta a questao eu gostaria de saber se tem algum antiflamatorio mais indicador a essa dor que ela sente para ela sofra menos ate a cirurgia que pelo visto ainda vai demora obrigado josilene

  14. Ana Paula comenta:

    17 novembro, 2008 @ 10:47 AM

    Bom dia, eu fiz uma ultrassom em setembro de 2007 e acusou tendinite no maguito rotador,mais eu so fiz as compressas, agora volttei a praticar voley e estou mal, não posso levantar o braço no dia seguinte ao treino e estou com medo de perder a força e firmeza do meu braço, foi acusado tambem epicodilite no meu cotovelo no mesmo braço o que devo fazer me respondam pore favor!

  15. Joana Darc comenta:

    25 janeiro, 2009 @ 9:02 PM

    Oi pessoal eu operei o braço esquerdo onde sentia uma dor intensa. nao podia nem mecher o braço , levar o braço para tras era impossivel. Isso levou alguns meses ate que resovi ir ao medico e ele me receitou um monte de inflamatorios o que nao adiantou nada, a noite sentia dores mais fortes. ate que um medico maravilhoso resolveu me operar. estou super feliz, a operaçao foi muito simples e com um mes ja eatava boa. faz 4 meses e nunca mais senti dor no ombro. para completar fiz umas 20 seções de fisioterapias, estou muito feliz e agradeço ao meu medico e a Deus por estar boa.Tive rotura no manguito rotador. isto porque levei uma queda e fiquei com o braço esquerdo sete meses so usando o braço direito o qual ocasionou a rotura de dois tendoes do braço esquerdo.

  16. Filomena Costa comenta:

    27 janeiro, 2009 @ 9:31 AM

    Depois de muitos anos sofrendo com meu Manguito Rotador e tomando muito inflamatorios, o meu medico resolveu me operar. A operaçao foi um sucesso, com apenas seis meses ja posso erguer o braço normalmente, levar o mesmo para traz e com um mes ja dirigi meu carro. Fiz vinte seções de fisioterapia em duas vezes isto é quarenta seções. Nem acredito que posso dormir a noite sem dor e do lado operado. Estou muito agradecida à Deus e ao meu medico maravilhoso.

  17. Deivison comenta:

    30 janeiro, 2009 @ 2:34 PM

    Tive luxação posterior do braço esquerno, não fora acusado ruptura de tendoes fiquei imobilizado 3 semanas e 3 dias depois mais depois mais 22 dias sem a tipóia e com fiz]sioterapia,, e ainda não consigo elevar meu braço isso é normal? quanto tempo é nessario para voltar ao normal?

  18. Shody comenta:

    31 janeiro, 2009 @ 1:00 AM

    tenho 28 anos sou dentista e gosto de malhar e nao queria parar de malhar so que um dia senti uma dor muito forte e deste dia em dia nao passa fui no ortopedista e ele diagnosticou busite no ombro e me indicou fisioterapia estou relizando a fisioterapia mas a dor diminuiu mas nao por completo , na radiografia apresentou uma pequena lesao no ombro, sera que a teria um tratamento que parace por completo e voltace as minhas atividades normais que parace de vez estas pequena dor , e sera que devo nao malhar mais , muitas duvidas , pois fasso muitos esportes radicais, e nao queria parar de realizar este tipos de atividade que devo fazer????

  19. josue comenta:

    12 fevereiro, 2009 @ 10:15 PM

    sinto muita dores no onbro direito ele lateja muito pareser que vai sai do lugar o raiox vai dequitar o brobrema todo dia ele doi

  20. Rosa Maria comenta:

    27 fevereiro, 2009 @ 8:03 PM

    Em julho caí da escada rolante do metrô, tive uma luxaçao no ombro por hiper extensão, fiquei engessada por 25 dias. Com a retirada do gesso, a abertura do meu braço não passava de 30 graus. Passei a fazer fisioterapia para alongar braço, incluindo também punho, mãos e ombro, que ficaram quase completamente imóveis. Desde 01.09.2008 (6 meses), faço fisioterapia, o resultado é muito satisfatório, estico quase completamente o braço e o flexiono bem, assim como punho e mãos estão com mobilidade muito boas, o que eu quero passar pras pessoas é: “tenham paciência, pos fisioterapia é lenta, mas resolve, não desistam, eu continuo fazendo.” Façam cinesioterapia, pois os exercício é importantíssimo. Ah, voltei a trabalhar em outubro, e a malhar em janeiro. Espero que possa ajudar alguém.

  21. kelly Gilabel comenta:

    4 março, 2009 @ 4:47 PM

    Tenho 35 anos e há três anos comecei a trabalhar em uma empresa com computador e após um ano lá trabalhando comecei a sentir uma pequena dor no ombro e braço. Iniciei com uma ressonância e tratamento para tendinite e bursite, fiz acupuntura, infiltração, medicamentos e fisioterapia, passei pela 1ª cirurgia em 2007 e outra em 2008, mas meu tendão supra-espinhal continua com lesão, estou com dores fortes e a base de medicamentos para dormir, meu braço limitado e o computador é hoje para mim sintomas de dor, pois nao consigo mais do que 5 minutos, não sei mais o que fazer e na verdade não tenho mais esperança de me livrar deste problema…

  22. janaina comenta:

    9 março, 2009 @ 2:39 PM

    ola…
    ja faz algum tempo que sinto dor nos punhos.
    hoje fiz uma consulta com o fisioterapeuta e de cara ele ja disse que ta complicado minha situação.estou com uma tendinite forte no punho direito e ja se deu inicio as dores e inchaço tambem no punho esquerdo.não tiro férias a 03 anos e sou auxiliar odontológico,uso o dia todo minhas mãos. ele me disse que se eu não tirar férias agora e fazer um tratamento imediatamente terei no maximo mais 02 anos para trabalhar e ficarei com os punhos travados e terei que me aposentar por incapacidade.
    se alguem conhecer mais sobre o assunto me deem uma dica, fiquei muito preocupada,pois trabalho nesta area mais ou menos uns 12 anos e agora vou fazer odonto a noite, pensou agora que vou conseguir realizar meu sonho de ser uma dentista eu me tornar uma invalida.
    aguardo resposta por favor me ajudem…
    um forte abraço e muito obrigada desde ja…

  23. VANDERLEI NAVES DA SILVA comenta:

    16 março, 2009 @ 1:10 PM

    HÁ BASTANTE TEMPO POSSUO PROBLEMAS NOS OMBROS. INCIALMENTE, UNS 10 ANOS, TENHO 44, COMEÇOU NO OMBRO DIREITO E, APÓS, NO ESQUERDO. ATUALMENTE, TENHO, INCLUSIVE, PROBLEMAS NA COLUNA. QUANDO MINHA FILHA NASCEU (04 ANOS ATRÁS) NÃO CONSEGUIA SEGURÁ-LA, FIZ TRATAMENTO DO OMBRO DIREITO, O QUAL NÃO CONSEGUIA DORMIR POR CIMA DELE, MELHOREI UM POUCO E VOLTEI A PIORAR.
    CORRO DE QUALQUER TRATAMENTO CIRÚRGICO, POIS JÁ OPEREI O JOELHO DUAS VEZES EM RAZÃO DE PROBLEMAS NO CRUZADO.
    SE ALGUÉM CONHECER ALGUMA ALTERNATIVA À CIRURGIA, OU SE PUDER ACONSELHAR-ME DE QUE NÃO EXISTE, FAVOR ENTRAR EM CONTACTO. GRATO, VANDERLEI

  24. Carlos G.F. Escritor comenta:

    17 março, 2009 @ 9:30 AM

    Tenho 60 anos e ainda jogo muito futebol. Meu braço enroscou em dois atletas e
    Rompi dois músculos do ombro: subescapular e supra-espinhso.
    Pretendo falar com Filomena Costa, Joana Darc e Maria Regina Nery
    Façam contatos, podem até papo pelo msn, após contato passo o msn
    Agradeço
    Carlos

  25. jeanne de sousa vieira de carvalho comenta:

    20 março, 2009 @ 9:51 PM

    oi tudo bem a paz,estou com muitas dores no meu ombro essa dor pega as costas e vai pro peito,fiz varios exames no cardiologista ate que fui parar numa reumatolista ela me pediu uns exames o nico exame que detectou tendinite foi a ultra son,doi muito por dentro vai pro peito na mama nas costas e ombro se espalha,tomo antiflamtorio melhora um pouco arde o btaço o punho o lado esquerdo estou muito preucopada mas creio que deus vai me curar e se vcs poderem, me ajudar serao recompesados pelo senhor concerteza,tenho29ano,um abraço

  26. alaor josé marmentini comenta:

    23 março, 2009 @ 10:36 PM

    tenho tendinite,bolcite e sindrome do impacto do manquito rotator!Fiz cirurgia artropica, e continuo com dor nos movimentos,principalmente a noite.O que fazer numa situação dessas já que estou a 4 anos parado e a dor continua.Fiz mais de 200 seçoês de fioterapia e acupontura.Tenho só a recomendação de tomar analgézicos.torcilax.Segundo os médicos é um quadro inrevercível.O que fazer tem cura?

  27. alaor josé marmentini comenta:

    23 março, 2009 @ 10:40 PM

    Tenho 41 anos,se me movimentar ou bater, comprimentar as pessoas dói da paleta aos dedos,braço direito,por favor me ajude com algo para amenizar a dor que é continua.Agradeço se for ou não atendido.Obrigado.

  28. alexandre roberto comenta:

    27 março, 2009 @ 10:16 PM

    ja fiz 2 cirurgia no ombro uma em 2006 e outra agora em agosto nessa foi colocado 2 ancoras no ombro o mes passado fiz uma RM e o resultado dizia;alteraçao de sinal no tendao conjunto ñ sendo possivel afastar re-ruptura atraves deste estudo devido aos artefatos de susceptibilidade magnetca qu degradam as imagens nesta topografia.
    Se alguem poder me explicar o que significa e puder me mandar um email explicando vou ser mto grato

  29. alexandre roberto comenta:

    27 março, 2009 @ 10:20 PM

    ja fiz 2 cirurgia no ombro uma em 2006 e outra agora em agosto nessa foi colocado 2 ancoras no ombro o mes passado fiz uma RM e o resultado dizia;alteraçao de sinal no tendao conjunto ñ sendo possivel afastar re-ruptura atraves deste estudo devido aos artefatos de susceptibilidade magnetca qu degradam as imagens nesta topografia.
    Se alguem poder me explicar o que significa e puder me mandar um email explicando vou ser mto grato meu email e alexandre4952@linkbr.com.br

  30. Carlos G.F. Escritor comenta:

    30 março, 2009 @ 11:29 PM

    Filomena Costa, Joana Darc e Maria Regina Nery. Por favor, entrem em contato. Tenho dois músculos rompidos no Manguito (ombro) e médico não definiu por cirúrgia, enquanto que minha fisioterapeuta aconselha não operar, pois o ganho é pouco ou quase nada e a recuperação difícil. Médico náo garante sucesso. Tenho melhorado, mas ainda sinto dores ao erguer o braço.
    Façam contatos – msn: carlosgfiorini@hotmail.com
    Abraços
    Carlos

  31. maria comenta:

    28 abril, 2009 @ 4:17 PM

    Venho lendo estes comentários sobre as tendinites e posso dizer na 6ª.feira passada comecei com uma dor forte no ombro que ia pelo braço abaixo até cotovelo, passei todo o fim de semana chorando pois as dores eram fortes demais, punha gelo e nada até que comecei tomando Voltarene 100 e ananas, ja passou mais um bocado mas ainda está sem acção o braço, no banho consigo que ele faça algum balanço e pouco mais, que me aconselham a fazer mais, por favor respondam. obrigado mmanuela

  32. gabriella comenta:

    11 maio, 2009 @ 5:19 PM

    estou com um serio problema,estou com tendao do supraespinhoso,estou fazendo fisioterapia,tomando anteflamatorio mais mesmo assim estou muito mau,nao dormo a noite levanto 4,5 vezes pra da massagem estou afastada vai fazer um mes.

  33. carlos comenta:

    21 maio, 2009 @ 9:54 AM

    22 maio de 2009 ha 2 anos vinha fazendo tratamento clinico , pois tenho sofrido muito com bursite, sindrome do manguito, tendinite ate que o medico decidiu fazer a cirurgia ,a mesma foi feita no dia 14 de maio,sei que esta recente,mas tenho esperança que vai resolver,tenho lido os comentarios,e sou solidario a voces,pois sei o quanto doi,mas vamos entregar nas maos de Deus e confiar na ciencia.Um abraço.

  34. Gerson Souza comenta:

    23 maio, 2009 @ 8:42 AM

    quanto tempo se leva pra desenvolver tendinite do supraespinoso ou a sindrome do maguito rotador?
    No caso, eu sou bancario, e com menos de 2 anos apresentei o problema, por ficar muito tempo digitando. Mas tem gente q diz q esse tempo não é suficiente pra apresentar esse problema. Ahhh, e tenho tendinite nos dois ombros, sendo no direito, no supraespinoso e no subescapular.
    Grato

  35. claudia christina comenta:

    7 junho, 2009 @ 6:11 PM

    oi tudo bem ,estou com muitas dores no meu ombro essa dor pega as costas e vai pro peito,fiz varios exames no cardiologista ate que fui parar num ortopedista ele me pediu uns exames o nico exame que detectou tendinite foi a ultra son,doi muito por dentro vai pro peito na mama nas costas e ombro se espalha,tomo antiflamtorio melhora um pouco arde o btaço o punho o lado esquerdo estou muito preucopada mas creio que deus vai me curar e se vcs poderem, me ajudar serao recompesados pelo senhor concerteza,tenho22anos,um abraço
    já tive até crise de echaqueca será que isso tem ligação com a tendinite?? desde já abrigada a quem puder me ajudar.

  36. Gerson Souza comenta:

    23 junho, 2009 @ 1:47 AM

    Claudia,
    que atividades repetitivas vc faz??
    trabalha com o q? vc toca algum instrumento/???
    Tendinite é causada por esforço repetitivo.
    Ela é uma L.E.R. (lesão por esforço repetitivo) e se a atividade for
    o seu trabalho, então ela é classificada como D.O.R.T. (Doença Osteomuscular
    Relacionada com o Trabalho).
    É cronico, pelo q sei. Eu tenho nos dois ombros, desde 2005 e melhora as vezes
    mas depois volta e parece q cada vez pior.
    Fisioterapia ajuda muito. Antiinflamatorio tb. Se tiver dores, use gelo no local,
    por uns 20min cada vez, umas 2x pelo menos por dia.
    O gelo é antiinflamatorio e da uma analgesia tambem (ele melhora o estado doloroso).

  37. Antonia Kaam comenta:

    13 agosto, 2009 @ 11:34 AM

    Estou com todos os sintomas de lesão acima descrito, e detalhe… a rede publica de saude de minha cidade nao oferece este tipo de atendimento imediato, nem exames especificios, mesmo sendo dirigida por 4 vereadores atuantes na área medica, um deles inclusive meu ex-patrão.
    Onde posso encontrar tratamentop gratuito e de urgencia?
    Como diminuir as dores?
    Ajudem-me, pois estou sem trabalho fazem 5 anos e nao tenho condiçoes de arcar com tratamento e cirurgia, pois estou disposta a submeter-me a qualquer tratamento para eliminaçao das dores e sei que a cirurgia muitas vezes tira de nós alguns movimentos.
    Obrigada

  38. nelson bulgarelli siqueira comenta:

    24 agosto, 2009 @ 7:45 PM

    é interessante li quase todos os comentarios e hoje dia 24 de agosto de 2009 fiz um ultrasom do ombro e a médica não quis me dizer o que seria o problema ela disse que tenho um problema no ombro mas não disse. O que perguntei se era grave e lógicamente disse não. Vou passar pelo ortopedista somente dia 21 de setembro no servidor publico municipal de são paulo eu sinto uma dor quando movimento o braço para traz ou para frente ou para os lados doe -me o umero ate o cotovelo e de vez enquanto quando estou distraido e faço um movimento la vai aquele choque no osso, é veremos que será o manguito uma inflamação tendiosa uma calcificação sei lá será que alguem teve a mesma dor que eu e possa me orientar para uma cura e ficar sem dor porque dor é coisa de louco e as vezes e demais aceito por e-mail respostas obrigado nelson

  39. ELENA O. KUNEN comenta:

    29 setembro, 2009 @ 10:40 AM

    SOFRI UM ACIDENTE……….ONDE PASSEI POR EXAMES, TIVE DIVERSAS LEZOES,UMA TENDINOSE DE ALTO GRAU DO TENDAO SUPRA-ESPINHOSO. TENSSINIVITE BICIPTAL. TENDINOSE DO TENDAO SUBESCAPULAR. RUPTURA INTRA-SUBSTANCIAL DO TENDAO DO BICEPS NO TRAJETO INTRA- ARTICULAR ETAMBEM NA GOTEIRA PROXIMAL.ESTIRAMENTOCAPSULO-LIGAMENTAR DE ALTO GRAU POSTERO-INFERIOR,INDENTIFICANDO-SE INCLUSIVE DE AVULÇAO DE PARTE DA CAPSULA POSTERO-INFERIOR. PERCEBE-SE RUPTURA PARCIAL DE ALTO GRAU DAS FIBRAS DE INCERÇAO DO TENDAO SUPRA-ESPINHOSO NA CABEÇA UMERAL. DEPOIS DE MUITAS FISIOTERAPIAS …….. NAO TENHO MELHORAS E PERDI AS FUNÇOES DO BRAÇO DIREITO
    . GOSTARIA DE SABER ATE ONDE
    ESSE CASO CLINICO E RECONHECIDO PELO INSS. OU SEGURO POIS O CARRO CONTAVA COM SEGURO TOTAL. AGUARDO UM IMAIL OBRIGADO

  40. ozana francisco comenta:

    7 outubro, 2009 @ 2:31 PM

    gostaria de uma orientaçao,trabalho com drenagea linfatica manual,a uns10 anos,ja a algum tempo,venho sentindo muitas dores nos braços,com muito amortecimento nos dedos,dores como punhal embaixo das axilas,meu sono esta muito prejudicado por conta destes transtornos,gostaria de sua orientaçao;atenciozamente ozana.

  41. Bill comenta:

    10 outubro, 2009 @ 8:59 AM

    Depois de ficar varias noites sem dormir, com dores terríveis no ombro direito, chegando ate a perder as forças no braço, pois não conseguia ergue-lo, resolvi procurar um ortopedista especialista em ombro, o qual me pediu um ressonância e um ultra som, onde ficou constatado: acrômio tipo II (discreta distensão liquida abrangendo bursa subacromial subdeltóidea à direita), ou seja, bursite incipente.
    Daí em diante, comecei um tratamento com dexametasona mais complexo B injetável, associado com maxsulid o me senti recuperado.
    A ressalva que eu faço é que cada caso é um caso, e todos devem procurar um dedico antes de tomar qualquer medicamento.

  42. Veronica comenta:

    15 outubro, 2009 @ 2:53 PM

    tenho dores no ombro direito, doi ate os osso do braço, a noite a dor piora, passo gelol para ver cse consigo dormirmas nada resolve, tenho 57 anos, alguem me falou que pode ser tendinite, sei que e horrivel, estou perdendo os movimentos,mas eu acho que e uma resposta da coluna pois tenho cifose lombalgias e os tais bicos de papagaio foi o que acusou no rx.como eu quero me curar.

  43. jose carlos comenta:

    30 outubro, 2009 @ 10:14 AM

    em 18/ 6/2009, ao atravessar uma rua acabei atropelando um carro,bati com o ombro direito na lateral do carro, senti na hora que não podia levantar o braço, o motorista me levou no hosp. fiz RX mas não deu nada de anormal so que com duas semanas não melhorei, procurei uma clinica e o médico me passou umas fizioterapias mas nada resolveu, 60 dias apois fiz uma ultra s. ai sim o exame confirmou rotura compreta do tendão supraespinhoso,demais tendões normais,caso urgente de cirurgia, marquei c/ o medico especialista em ombro, viu o exame e disse que teria que colocar uma ou duas âncoras, para fazer a ligação, só que quando ela abril o ombro 27/10/2009 disse q. não tinha como ligar os tendôes, mesmo assim me cobrou a cirurgia, fiquei com um corte no ombro e não vejo resultado.CRUZNF1@GMAIL.COM

  44. rubens comenta:

    3 novembro, 2009 @ 8:54 AM

    estou com tendinite 2 ombros fiz operação ombro direito quero saber se estas ancoras que coloquei irá melhorar as minhas dores.
    A empresa diz que eu não fiquei doente lá, pois faz 15 anos que faço o mesmo serviço, o mesmo setor e trabalho com a mão acima do ombro, tenho que fazer cirurgia no ombro esquerdo mais agora estou preocupado. Estou afastado com b91 mais a empresa recorreu
    dizendo que isto é de jogar futebol, que eu jogava de vez em quando, qdo médico da empresa perguntou em uma consulta.queria saber mais………………

  45. fatima comenta:

    17 novembro, 2009 @ 11:46 AM

    minha ressonancia magnetica deu foco de ruptura parcial do tendão supra espinhal,junto a sua inserçao na grande tuberosidade umeral, na topografia espero resposta para meu resultado

  46. flavio olegario alves de souza comenta:

    25 novembro, 2009 @ 4:11 PM

    depois de um acidente que sofri , estou com dores horriveis no braço esqerdo . fiz US foi detectado rotura completa trasnfixante
    do tendâo supra espinhoso e bursite sub-acromial sub-deltoideia. o que significa esta lesâo? tem tratamento? tenho que passar por cirurgia?por favor me orientem…aguardo resposta, obrigado.

  47. Elaine comenta:

    26 novembro, 2009 @ 5:09 PM

    Sinto muitas dores no ombro direito. Já fiz 30 seçoes de fisioterapia e nada. O medico me pediu RM onde constatou : Ruptura intrasubstancial parcial do tendao supraespinhoso , localizada na porção justa insercional do terço anterior do tendao , voltada para a superficie bursal. o Exame constatou tambem ausencia de atrofia da musculatura do manguito rotador. DEpois desse resultado o medico pediu pra fazer 20 seções de fortalecimento nos dois braços e as dores nao param… Eu trabalho em istituição financeira e queria saber se posso considerar a lesao e as inflamações que ja se tornaram cronicas , como sendo o excesso de esforço repetitivo, pois trabalho com o mouse o dia inteiro, como sendo a causa das minhas dores que nao sao poucas. UM medico me disse que tenho que fazer cirugia e colocar pino no tendao , já outro acha que eu nao devo fazer porque nao irá resolver….Enfim, não estou aguentando de tanta dor , o outro braço já começou a doer tambem e se eu tenho direito de me afastar do trabalho sem perder estabilidade…. Por favor , quem puder me ajudar com respostas…. Agradeço de coração! Podem mandar para o meu e-mail: elainemorato@redelago.com.br

  48. rose mae de anderson comenta:

    6 dezembro, 2009 @ 2:40 PM

    Sinto Muitas dores no ombro esquerdo. Faz um ano e cinco meses que trabalho de costureira, esse tempo é o suficiente para sentir esse problema fiz um ultra e o resutado foi Tendinose no Supra-espinhal e subescapular.
    Agradeço se poder responder para o email do meu filho que é anderson_leandro007@hotmail.com

  49. Daiane comenta:

    9 dezembro, 2009 @ 9:46 PM

    Olá, sofri uma queda da escada , tive um trauma e uma luxação no ombro esquerdo.Depois de vários exames e nada resolvia,fiz uma Ultra Som, que segue o resultado:
    Na face interior do ombro econtramos uma imagem hipoecóide(escura), que tem a maior extensão aproximadamente 28.9mm X 7.1mm, compatível com um processo inflamatório na região e que pode estar associado a uma ruptura parcial do manguito rotatório(tendosinovite).
    O tendão supra-espinhoso e supra-escapular tem um aspecto hipoecóide (escuro), compatível com um processo inflamatório(peritendinite).
    O que significa isso?tenho que passa por cirurgia? queria saber mais sobre isso??
    Ficarei muito grata se puder responde.

  50. teresa comenta:

    29 dezembro, 2009 @ 8:07 AM

    boa noite! estou no japão há 1 ano e 3 meses e tbm o msm tempo trabalhando em uma fabica e em linha esteira e meus exercicios são repetitivos o dia td até 12 horas e de uns meses para ca venho sentindo dormencia na mão direita e as vezes seguidas de latejamento nos bracos,, preciso de ajuda se puder me orientem ja q ainda não fui ao medico… desde ja agradeco…

  51. teresa comenta:

    29 dezembro, 2009 @ 8:18 AM

    a esqueci de falar eu tenho 42 anos e estou em fase de menopausa…obrigada

  52. ane comenta:

    20 janeiro, 2010 @ 12:16 AM

    ola !!! tenho 24anos trabalho em uma empresa há 2anos e 5meses.Estou sentindo dores no braço direito q vem do punho,ombro até a espinha fui ao clínico ele disse q é inflamação nos tendões fiz a utrassonagrafia q ele pediu e o resultado nada ,e continuo sentindo as mesmas dores a medica q fez a utra disse q nessa idade de 24 ans e dificil ver essas lesões , mas acontece q a empresa vai me demitir com essas dores oq fazer ???????me ajude …….posso ser demitida e depois recorre???

  53. luiz rogerio de medeiros comenta:

    1 fevereiro, 2010 @ 8:10 PM

    ingeri muito liquido de fato prejudica nosso organismo temos que ter cuidado nesse sentido temos que corrigi nossa higiene lavando pele constantimente so assim mantemos nossa temperatura normal e a transpiraçao regulada evite mistura de muitos liquido tomarbanho e ideal

  54. Valdir Carvalho comenta:

    14 fevereiro, 2010 @ 10:21 AM

    LER/DORT/TENDINITE E OUTRAS DOENÇA

    Dos 650 mil operadores no Brasil, pelo menos 25% estão com a doença. Os demais podem estar no grupo de risco. O prejuízo para as empresas inclui queda da produtividade, afastamento do funcionário, treinamento de um novo funcionário e outros fatores.

    DOENÇA PROVOCA

    Dores, dormência, formigamento nos dedos, punhos, braços, cotovelos e ombros. Estes sintomas podem ser os começos de uma LER (lesão por esforços repetitivos) ou DORT (Distúrbio Osteomusculares Relacionado ao Trabalho). Essas são as definições para mais de 30 doenças ligadas as formas inadequadas de trabalhar. Entre as doenças mais conhecidas está Bursite (inflamação das pequenas bolsas que ficam entre os ossos e os tendões e em articulações). Tendinite (inflamações dos tendões) e a Tendossinovite (inflamações do tecido que reveste os tendões).

    Inflamação

    A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo a lesão tecidual, seja qual for à origem de agressão (mecânica, química, infecciosa) e (aguda ou crônica) ela depende de respostas hormonais e celulares, que se não tratada evolui para uma fase degenerativa.

    O processo inflamatório está presente em uma gama de patologia, que nos molestam no dia a dia, sejam elas agudas (traumatismo, cirúrgicas e infecciosas) ou crônicas (artrite, doença do colágeno ou artroses).

    Saiba mais poço mandar um laudo cientifica.

    http://www.quantovalesuasaude.ning.com

    Contato; Valdir (48) 8805.9746 SC (11) 7620.5122 SP.

    E-mail valdir.floripa@gmail.com

    Skype valdir.fenix

    Msn valdir.floripa@yahoo.com.br

  55. marcia comenta:

    23 fevereiro, 2010 @ 8:27 PM

    Estou com tendinite e rutura do supra espinhal, estor em tratamento há 3 meses, mas as dores são horríveis.
    Sou dentista ,será que a minha profissão esta me mantendo no quadro doloroso?
    Podem me ajudar?

  56. zilda comenta:

    25 fevereiro, 2010 @ 7:32 AM

    Tive um enfarte em junho de 2008 e em seguida foi diagnosticado que eu teria de colocar um stent para desobstruir as artérias. Eu estava me preparando para a cirurgia que iria acontecer em outro hospital do convênio quando me sobreveio um AVC, Fiquei com o lado direito paralisado e logo comecei a fisioterapia e hidroterapia. Melhorei bem. Recentemente no fim do ano o meu braço direito ficou bastante dolorido, me impossibilitando de realizar tarefas normais, como abrir a torneira do chuveira, me vestir então era um suplicio. Nos exames de ultrassom, raio X e ressonmância magética ficou relatado que eu tinha um tendinose incipiente. Estou ainda fazendo fisioterapia, porque está inflamada a musculatura e acunputura, qualquer movimento doi muito, sobretudo quando eu acordo. Foi me sugerido que esse é o momento para utilizar as técnicas do RGP. Gostaria de saber se alguém está fazendo esse tratamento e como está se sentindo.
    Grata!

  57. zilda comenta:

    25 fevereiro, 2010 @ 7:33 AM

    Esqueci de mencionar meu e-mail: Zilcor@uol.com.br. Tenho 52 anos.Zilda

  58. guihermina comenta comenta:

    28 fevereiro, 2010 @ 12:06 PM

    estou com tendinite e roturado supra espinhoso e calcificação cronica do ombro direito já ando assim desde 2007 para descobrir de onde partia estas dores fui ortopedista aonde me mandou fazer rx ecografias depois fisioterapia e analgesicos antiflamatorios a fisioterapia não resultou os choques electricos tambem não e os medicamentos não os posso tomar por causa do estomago mesmo com protecção agora estou incrita para cirugia no garcia de horta que tem espera de mais de 2 anos fui me informar ainda estão a operar os doentes de 2008 não sei que fazer pois tenho o braço já muito preso e as dores são muitas e de noite ainda pior será que há alguem que me possa ajudar tenho 60anos só DEUS

  59. luiz henrique lowndes comenta:

    14 março, 2010 @ 6:38 AM

    Tenho 55 anos mas há uns 6 anos sentia dor no ombro esquerdo e tive meus movimentos comprometidos em out de 2008,fui acometido de uma dor muita intensa que eram 24hs sem parar tomei um remédio que comprei na farmácia não lembro-me do nome ai melhorei.Mas fiz agora em 09/02/10 um rx e obtive o laudo que diz o seguinte:CALCIFICAÇÃO JUNTO À TUBEROSIDADE MAIOR UMERAL
    Que tipo de tratamento e medicação seria aconselhada com avaliação médica,Sou residente na cidade do Rio de Janeiro.Essa nfermidade tem cura.Mais uma informação sou Diabético mas faço acompanhamento médico.Gostaria de receber algum comentário.

    Att,

    Luiz Henrique Lowndes

  60. ADRIANO comenta:

    13 junho, 2010 @ 7:37 PM

    Tenho 40 anos e há um ano atrás sofri um acidente de moto, fiz uma cirurgia no ombro (28/03/09), estou fazendo sessões de infiltrações pois as dores estão constantes, segundo o médico especialista que estou me tratando estou tendo desgaste no osso da clavicula pois não tenho lubrificação no mesmo, as infiltrações não estão dando o resultado esperado, segundo o médico que está me atendendo se as infiltrações não fizerem efeito a única saída para o meu caso seria cortar + ou – 1 cm da ponta da minha clavícula pois só assim os ossos parariam de ter atrito um com o outro acabando assim com o desgaste do osso…gostaria de saber se alguém teve alguma experiência parecida que possa me ajudar…

  61. LAURIER comenta:

    28 junho, 2010 @ 11:46 PM

    Oi eu tenho 33 anos e trabalhei por 15 anos sem férias como ascensorista e foi diaginosticado tendinopatia crônica do ombro direito ,em 17/08/09 fiz uma artoscópia só que agora voltou a doer novamente e minha mão esta ficando dormente,então fiz uma nova artro-ressonancia está escrito no laudo o seguinte:Artrose acrômio clavicular discreta com pequena distensão da cápsula articular.
    O tendão supraespinhoso está normoinserido na âncora ,notando-se irregularidade de sua face articular junto à inserção.
    Gostária de saber se terei que operar novamente e o que isto quer dizer obrigada.

  62. Audrey Rocha comenta:

    2 julho, 2010 @ 9:39 AM

    Bom dia mando esse email porque estou com problema no ombro direito a mais ou menos,um ano e meio,sempre indo no ortopedista,mas o que ele so sabe pedir é fisioterapia com choquinhos coisa que não esta adiantando nada,sou motorista de caminhão,e tem dia que não consigo levantar meus braços e a dor ja esta passando pelo cotovelo e indo pela palma da minha mão,ja fiz ressonancia,ultra-som e ultrasonografia,mas ele nem se quer me da alguns dias de atestado.pra que eu possa repousar meu ombro,e acridito eu que ja esta ficando grave e cronico.o que devo fazer.Poderia me orientar pois estou quase perdendo meu emprego.e sem falar da dor insuportavel….qual a orientação que vc,me indica..sou da cidade de Cerquilho-SP. obrigado

  63. Rodolfo comenta:

    2 julho, 2010 @ 2:10 PM

    Passei por duais cirrurgia no ombro a primeira para reparo do manguito rotador e a segunda com revisão, devido às dores que venho sentindo.
    Apesar de estar fazendo fisioterapia e recuperando os movimentos do braço, continuo sentindo dores quando faço determinados movimentos e a noite as crises são insuportáveis.
    Segundo o medico isso é normal mais eu nunca tive essas dores, como pode ser normal.

  64. Rodolfo comenta:

    2 julho, 2010 @ 2:17 PM

    Passei por duais cirrurgia no ombro a primeira para reparo do manguito rotador e a segunda com revisão, devido às dores que venho sentindo.
    Apesar de estar fazendo fisioterapia e recuperando os movimentos do braço, continuo sentindo dores quando faço determinados movimentos e a noite as crises são insuportáveis.
    Segundo o medico isso é normal mais eu nunca tive essas dores, como pode ser normal.

    Rio de janeiro.

  65. Silvana Aparecida da Costa Pereira comenta:

    5 agosto, 2010 @ 1:20 PM

    oi eu tenho atendinit do manguito rotator no onbro esquerdo e direito a 5 anos causada por esvorço repetido em uma laminadora eu sinta muita dor a noite a minha mão esta perdemdo asesibilidade o medico disse para eu fazer alongamento porque vai melhorar a dor e eu tomo anti -enflatorio

  66. Sabrina S. Rosa comenta:

    13 setembro, 2010 @ 11:14 AM

    Tenho tendinite desde 1999, fui operada pela 1° vez no ano de 2003 (punho direito), e uma segunda vez em 2005, reduziu a dor em 50%. No ano de 2007 operei o ombro esquerdo e o direito, porém dessa vez a redução da dor foi menor em torno de 30%. Recentemente fiz uma Res. Mag. dos dois ombros e foi constatado osteoartopatia degenerativa do acrômio clavicular, gostaria de saber o que é isso? Seria uma complicação da tendinite!!!

  67. claudio comenta:

    9 outubro, 2010 @ 1:01 AM

    Ola,trabalho em hospital e há mais de três anos. Estou trabalhando á dois.Numa queda tive ruptura do supra espinhal.
    não tenho força no erguer peso,não tenho dor, nem tendinite.Compenço na força que faço
    com os paciente, com a esquerda e com têcnica de respiração,respeitando minha postura.
    Fiquei dois anos afastado,agora me chamaram para fazer a cirúrgia.
    Fico preocupado no agravo de uma cirúrgia desse porte.
    De tanto assírtir outras cirúrgias e seus pós.Ficarei talves uns seis meses de molho.
    Me pergunto porque fazer-la, se estou bem e cumprindo minha obrigação com minha vida particular e profissional.
    grato.claudio .PoA.RS

  68. eliane comenta:

    13 novembro, 2010 @ 10:43 AM

    oi , tenho tendinite no ombro esquedo a um ano , o medico receitou fisioterapia f , fiz vinte seções pouco resolveu , ai mudei de fisioterapeuta com quinze seções estava bem melhor , mas se eu parar de fazer fisioterapia volta tudo , e agora ja fiz seis seções , estou do mesmo jeito ; gostaria de saber se posso estar com o tendão rompido pois o medico falou que talves fosse isso , e se estiver qual exame seria nescessario para saber ? desde já agradeço .

  69. oelaine sousa comenta:

    30 novembro, 2010 @ 5:39 PM

    oii! sou op de caixa a 5 anos .recetemente fui ao ortopedista ; e descrevendo minhas dores
    ele pediu uma usg e deu inflamaçao dos tendoes.Passei novamente em outro medico ele disse
    qe estou com sinovite e tendossinovite,sinto muitas dores nos ombros e no braço direito,mas continu

  70. MARCELO comenta:

    13 dezembro, 2010 @ 2:01 PM

    Estou com ruptura parcial do tendão supra espinhoso de 1,1cm conforme ressonancia magnetica, sou jogador de voleibol desde os 13 anos de idade e hoje tenho 37, e somente agora senti dores durante a noite. Após o resultado, tomei uma injeção de corticoide(não tinha o costume de tomar anti-inflamatórios)onde tirou totalmente a dor. Hoje estou na fisioterapia e continuo sem sentir dores, somente algumas vezes sinto umas pontadas. Gostaria de saber se tenho que operar, para continuar a jogar voleibol, ou se posso continuar jogando, com menos intensidade. Aguardo resposta urgente.

  71. Maria Hermana Maia Lins comenta:

    31 dezembro, 2010 @ 2:10 PM

    Tenho 46 anos e comecei a sentir muitas dores no ombro direito durante o sono e dificuldades de abrir e levantar os braços com perda da força muscular. Fui ao médico e ele solicitou uma artroressonância magnética que revelou uma ruptura parcial do tendão supraespinhoso associado a uma discreta delaminação infratendínea. Um médico já me disse que o caso é cirurgico mas gostaria de outra opinião. Por favor, analisem meu caso. Agradeço antecipadamente. Hermana.

  72. jose luiz comenta:

    3 janeiro, 2011 @ 8:34 PM

    tenho 48 anos e sinto muita dor no ombro esquerdo,não durmo a noite de tanta dor, não tem posição para eu dormir,isso começou em 1996,quando eu tive uma lesão no meu trabalho,mas o medico da empresa não deu muito valor,fiz algumas sessoes de fisioterapia,mas não melhorou,ao contrario foi piorando,mas com o passar do tempo DR disse,que eu teria que acostumar e aprender a conviver com ador,em 2009 fui dispensado do serviço,e ate agora eu não estou trabalhando,prque doi 24 horas quando eu arrumo um trabalho eu não aguento e tenho que pedir a conta,por conta da dor,no dia 15 / 12 /2010 eu paguei uma consulta particular com especialita em ombros,pediu para eu fazer uma resssonancia magnetica do ombro,saiu o resultado,artrose da articulação acromio-clavicular-bursite subacromial-subdeltoide- ruptura com desinserção extra-capsular do tendão do supraespinhoso,pergunto o que eu devo fazer,ja que eu estou desempregado,e não aguento trabalhar,teria eu talves ,como eu recorrer ao inss, para requerer ai um alxilio doença,se alguem puder me esclareçer e informar qual o caminho certo,eu agradeço pois a minha vida não esta facil,desculpem os erros pois eu não tenho muita intimidade com a maquina,desde ja eu agradeço muito obrigado e um feliz 2011 para todos nós condorino do BRASIL.

  73. eliane comenta:

    1 março, 2011 @ 12:05 PM

    Pois é, tenho lido esses depoimentos e em muitos deles me identifiquei. Tenho 47 anos e há alguns meses mudei de emprego e de rotina, passei a usar de mais força (manusear caixas de arquivo com processos) e a digitar mais, sem contar a cadeira, a mesa e demais acessórios impróprios ao tipo de trabalho desenvolvido. Coisas de órgão público. Depois de dois meses de troca e de uma semana bem puxada, em um sábado à tarde, senti uma forte dor no braço esquerdo, logo abaixo do ombro. Foram horas de dor intensa, muito mais à noite. Nunca tinha sentido nada assim. Tomei anti-inflamatório, relaxante muscular, parei de fazer tudo nesse final de semana (até por que não conseguia mover o braço). Na semana seguinte, alterei algumas rotinas no ambiente de trabalho e depois de alguns dias, aos poucos, a dor foi diminuindo. Passado um tempo vieram as dores nos dedos da mão direita. Fui ao médico, fiz ultrassom do ombro esquerdo e do antebraço direito. Apareceu uma tendinite já em fase de recuperação. Nesse período tirei uma licença de três dias, comecei a fazer uso do medicamento que o médico passou (antiinflamatório) e resolvi usar o velho e conhecido “emplastro sabiá” no ombro. Foi o que realmente ajudou. Hoje, diminuí bem o ritmo de trabalho e quando sinto algum tipo de desconforto recorro novamente ao “emplastro”. Parece brincadeira, mas foi a única solução comprovada que tive pra lidar com as dores. Desisti de ir ao médico, faço caminhada, matriculei-me na hidroginástica, faço alongamentos e desempenho meu trabalho com mais paciência. Daqui a algum tempo vou ver se fiz a opção correta.

  74. Gregorio Garcia comenta:

    20 abril, 2011 @ 12:37 PM

    Pessoal, indico o Orthomouse, um mouse ergonomico e ortopédico que alivia as dores, reduz o cansaço (adesus LER, DORT), mais informações acesse:

    http://www.acessemais.com.br/orthomouse
    msn do representante: orthomouse@hotmail.com

    Concebido com base científica e respeitando normas ergonômicas e ortopédicas, o OrthoMouse é uma revolução em fundamento, forma e conforto. Suas características são exclusivas e garantidas por nossas patentes internacionais. O ORTHOMOUSE TRABALHA, VOCÊ RELAXA E SUA MÃO DESCANSA! O ORTHOMOUSE é o primeiro e único mouse ortopédico patenteado no mundo inteiro e baseado no conceito de “PROTEÇÃO PARA SUA MÃO”, ele permite e obriga os dedos, mãos e braços do usuário a trabalhar em “posição funcional”, qual é a única posição permitida (pelas leis da medicina) para imobilização, fato que acontece com os usuários de mouses comuns durante horas a fioo que acaba trazendo dores, incômodos, tendinite, LER/DORT em geral… mais no site: http://www.acessemais.com.br/orthomouse

  75. rosana comenta:

    26 abril, 2011 @ 12:23 PM

    oi ,bom dia eu estava lendo alguns comentários e me identifiquei com alguns eu tenho muita dor no ombro direito e nos dedos da mao direita já fiz uma cirurgia descompressao do nervo epicondilite lateral eufz no dia 18 de outubro 2010 mas depois de 4 meses voltou uma dor que é insuportavel agora fiz umanova ultrassom e constatou aumento da espessurado tendao supra espinhoso e liquido na bolsa sub-deltoideae nos dedos da mao direita deu derrame intra-articular no carpo por favor eu sou salgadeira faço muitos movimentos repetitivos eu volto a trabalhar volta tudo de novo o que devo fazer

  76. sonia barbosa mazetto comenta:

    3 maio, 2011 @ 12:21 AM

    ola pessoal estou muito triste pois sou costureira desde os 15 anos tenho 39 anos por me sentar erradopara costurar aos20 anos ja tinha problemas no CIATICO o pior é que ANTROFIOU e aos 25anos cai de uma escada doeu muito mas não fui ao médico andei uma semanacom o corpo arcado até parar de doer ja sofro muito com o SIATICOI agora para terminar meus dedos cotovelos e ombros doem muito e inchão. mas ja senti tanta dor que para mim isso não é o pior. Pior pra mim é parar de exercer minha profisão que AMO tanto. sou costureira particular adoro costurar e ver as pessoas felizes com minhas roupas.tenho quase certeza que o médico vai me recomendar a parar de costurar. fui ao masagista me ajudou muito mas dois dias depois começou a doer tudo de novo. espero que cada um que tem esses tipos de problemas se recuperem. Deus deixou a medicina para nos ajudar ,mas sempre peço pra DEUS me dar forças para continuar seguindo em frente. fiquem com DEUS

  77. CRISTIANO DA SILVA comenta:

    18 maio, 2011 @ 5:15 PM

    EU QUERIA HUM ORÇAMENTO QUANTO QUE E HUMA CERUGIA DE TENDOIS DA MÃO EN CIMA OS TENDOIS DOS DEDOS.HURGENTE

  78. graciana franco comenta:

    20 maio, 2011 @ 1:38 AM

    Ola pessoal!
    Trabalhei 3 anos como caixa de supermercado e estou há 4 anos como auxiliar otondológica, a dois anos tenho sentido dores fortíssimas no ombro direito, “principalmente a noite”, perdi bastante força ja, não consigu erguer peso, pois, meu braço treme, fiz uma ressonância magnética e foi constatado osteartrose acrômio-clavicular, bursopatia, e tendinopatia com rompimento de 80 % do tendão supra-espinhoso, o médico me indicou cirurgia artroscopia, estou preocupada e com medo, gostaria de saber o que pode acontecer com meu braço se o tendão romper totalmente, e se essa cirurgia é garantida, se é simples, e tbm, sobre a recuperação. Se alguem puder me ajudar, eu agradeço muito. Fiquem com Deus!

  79. EDUARDO comenta:

    12 julho, 2011 @ 10:23 PM

    OLÁ´!MINHA MÃE LEVOU UM TOMBO E CAIU COM O OMBRO DIREITO NO CHÃO,ELA SENTE MUITAS DORES PRINCIPALMENTE AS NOITES;ELA FEZ UM RAIO X DO OMBRO E DEU;ALTERAÇÕES DEGENERATIVAS NAS ARTICULAÇÕES ESCAPULO-UMERAL E ACROMIO-CLAVICULAR-ACROMIO PROEMINENTE E SÍ´NDROME DO MANGUITO ROTADOR…EU GOSTARIA DE SABER SE É´CASO DE UMA OPERAÇÃO OU FISIOTERAPIA.

  80. mario sidney martins teixeira comenta:

    13 julho, 2011 @ 12:39 PM

    oi tenho tenho dor no ombro nas costas e no braço, oque eu faço,por favor me ajude.

  81. joao fabiano dos santos comenta:

    16 agosto, 2011 @ 12:14 PM

    estou com tendinopatia no ombro direito, gostaria de saber se preciso me afastar das atividades profissionais por ser motorista de onibus…

  82. Rozelia comenta:

    18 agosto, 2011 @ 2:53 PM

    Em 2006 fiz uma cirurgia no ombro direito devido a um desgaste no osso, durante a cirurgia ao efetuar um curativo no tendão supra-espinhal este rompeu-se, foi colocada um âncora que escapou após 22 dias da cirurgia. Em 2008 novamente este tendão rompeu e submeti novamente á cirurgia. Estou apavorada pois novamente o tendão rompeu, fiz uma ressonância onde constou: ruptura compela das fibras centrais e mais porteirores do supra-espinhal e das fibras mais supereiores do infra-espinhal, medindo aproximadamente 2,6 x 1,5cm e com sinais de atrofia do músculo supra-espinhal. Meu médico sugere que não faça outra cirurgia, pois a possibilidade de nova ruptura seria de 50%. Sinto fortes dores, estou afastada de meu trabalho. Gostaria que me desse sua opinião a respeito. Por favor me ajudem.

  83. Rozelia comenta:

    18 agosto, 2011 @ 2:54 PM

    Aguardo resposta .

  84. ana comenta:

    29 agosto, 2011 @ 8:14 PM

    Ola…. estou tendo dores no ombro q erradia por td o braço o pescoço, fiz ultrassom e radiografia nada consatataram de anormal, mas a dor esta mto forte durante td o dia e a noite piora, o ortopedista disse q era tendinite mas no ultrassom não teve nd alterado, seria melhor fazer outro exame? obrigada

  85. METALÚRGICO DE MONTADORA comenta:

    15 setembro, 2011 @ 6:45 PM

    OLÁ PESSOAL BOA NOITE,TENHO 3 HÉRNIAS DE DISCO NA COLUNA CERVICAL NOS NÍVEIS C4C5-C5C6-C6C7 E 2 NA COLUNA LOMBAR NOS NÍVEIS L4L5-L5S1,COMPROMETIMENTO PARCIAL DO 8°NERVO,COMPROMETIMENTO PARCIAL DO NERVO DISTAL DA PERNA ESQUERDA,RADICULOPATIA CRÔNICA NOS DISCOS DA CERVICAL
    TENDINOPATIA DO PUNHO DA MÃO DIREITA,TENDINOPATIA DOS TENDÕES SUPRA E INFRA-ESPINHOSO DOS OMBROS DIREITO E ESQUERDO,E SINDROME DO IMPACTO,ESTOU AFASTADO DO TRABALHO,ESTOU FAZENDO FISIOTERAPIA,ESTOU NA SESSÃO 21°,JÁ TOMEI VÁRIAS INFILTRAÇÕES NOS OMBROS E COLUNA LOMBAR MAS NÃO PERCEBI EFEITO NENHUM,VOU FAZER PERÍCIA MÉDICA E MEU RELATÓRIO JA ESTÁ COM INDICAÇÃO CIRÚRGICA E QUE JA ESTOU FAZENDO PROCEDIMENTOS PRÉ OPERATÓRIOS.

    QUERIA POR FAVOR OUVIR RELATOS DE PESSOAS COM MESMO PROBLEMA QUE EU,OU PARECIDO,QUE FIZERAM CIRÚRGIA OU QUE ESTÃO FAZENDO ALGUM TIPO DE TRATAMENTO

  86. Aline comenta:

    19 setembro, 2011 @ 12:54 AM

    ola tenho 22 anos e trabalho como caixa a tres anos ,ha um mes comecei a sentir fotes dores no ombro direito que chegavam a queimar essas dores passsaram para o braco todo inchando meu punho,fiz raio x e ultrassom do punho e eletroneuromiografia do braco mas naum da nada nos exames nao consigo trabalhar porque minha dor nao passa e naum consigo provar no inss meu problema pois meus exames estao todos normais. fiz vinte sessoes de fisioterapia mas minha dor nao passa so irrada pra todo braco. o que devo fazer?? Sera q devo fazer ultrassom tambem do ombro?

  87. Mari comenta:

    26 setembro, 2011 @ 10:41 PM

    Olá,tenho53 anos a 02 meses aproximadamente começei a sentir dores fortes no ombro direito pescoço e no braço todo. procurei um ortopedista especialista em ombro,me pediu exames RX ressonancia e ultra som e o diagnostico foi ruptura do tendão supra espinhoso.Não lembro de nenhum esforço ou mal jeito para acontecer isso. Resumindo,tenho que fazer cirurgia, mais diante desses depoimentos estou sem esperanças de uma melhora.
    O médico disse que é melho fazer a cirurgia agora com menos de 60 anos porque a tendencia é ficar cada vez pior e então mais tarde devido a idade não ter mais solução e posso sofrer ainda mais.
    O que devo fazer?????

  88. derivaldo comenta:

    23 outubro, 2011 @ 12:39 AM

    peço que alguém me oriente e se possivel me mande e-mail se eu posso receber o auxilio doença do inss pois sofro com a síndrome do manguito rotador a + de 2 anos sinto muitas dores no ombro direito e já esta chegando para cervical…

  89. derivaldo comenta:

    23 outubro, 2011 @ 12:40 AM

    e-mail de derivaldo é dery_pt@hotmail.com

  90. Eduardo Antonio de Mello Lemes comenta:

    2 novembro, 2011 @ 8:47 AM

    Tenho muitas dores no ombro direito pois fiz a R.M do ombro , conclusão dia 17/10/2011
    sinais de osteartrpatia degenerativa acromio-clavicular.
    brusite subacromial/subdeltóide.
    tendinopatia do supra espinhal.
    pequeno derra articular gleno umeral.
    As cada dia é com mais frequencia , sera que eu fazendo cirurgia posso dimuir a dor, estou trabalhando em serviço compativel, mas as vezes faltas funcionarios e serviço se multiplica.
    Será com com varias fisioterapia vou conseguir fazer com que dimimua a dor.Essas dores ja tenho cosciencia que vai comigo até o resto da minha vida, queria uma ajuda só para dimuir a dor e viver mais tranquilo com a graça de DEUS.

  91. bentaschardosim comenta:

    3 novembro, 2011 @ 1:37 AM

    ola pessal estou escrevendo para pedir socorro nao suporto mais ver minha mae sofrer ela ja fes varios exames constatou qe ela tem ernia de disco na cervical lesao calcificada no maguito rotiador anoite ela nao dorme de tanta dor mesmo tomando uma injeçao de beta trinta quizenal ela esta aguardando uma cirurgia como ela e diabetica e bipolar e mais complicada a situaçao dela espero alguem possa me ajudar pelo minimo uma orientaçao aguardo uma resposta obrigada.

  92. MARIA-PAIXA 2012 comenta:

    14 novembro, 2011 @ 7:07 PM

    oi sou maria tenho tendenite nos dois brasos e no pescoscos as maose os dedos dormesce as maos fica guente evermelha tou fazendo o trataminto ha 7 meses i a melhora e muito pelo tampo de tratamento so melhorei um pouco asdores i um pouco das dormensas nas maos e pouguissimo das dores musculares i nastes 4 disa meu pescoso e os ossodas costas ficaram muinto inflamados e muintos inxados i doloridos o quer eu devo FAXER SOBRE ESTA MINHA DOE NSCA.

  93. hamilton g lopes comenta:

    20 novembro, 2011 @ 12:59 PM

    machuquei o onbro direito ja faz 12 anos jogando futebal de salao a dois anos que tenho dores muitos fortes tive de fazer uma resonancia para ver o resutado deu no ixame varias lesoes agora vou ter que fazer uma cirugia para corrigir o ombro direito

  94. luma comenta:

    26 novembro, 2011 @ 12:22 AM

    tenho 21anos é um histórico não muito agradável,pois tive síndrome do túnel do carpo,bursite bi lateral, fibromialgia no punho. gostaria muito se auguem pudesse me ajudar pois tenho sofrido muito.

  95. Carmen comenta:

    7 dezembro, 2011 @ 9:47 PM

    Há 8 anos passados fiz uma cirurgia no ombro direito por ruptura do tendão supra espinhoso. Pós operatório muito difícil de suportar, leva uns 6 meses para recuperar totalmente. A dor chega às raias do insuportável. Há um ano rompi o supra espinhoso do ombro esquerdo. e a há 4 meses em uma queda rompi novamente o supra espinhoso do ombro direito e o infra espinhoso, já fiz umas 60 sessões de fisioterapia, melhora temporariamente, mas depois voltam as crises. Não posso fazer o menor esforço. Para piorar tenho osteoartrose na coluna e nos dois acromio-claviculares. Não há remédio que faça essas benditas dores passarem, as vezes até amenizam, mas não passam. Já cheguei ao meu limite, por mais difícil que possa ser, acabo me decidindo pela cirurgia. Agora qual dos dois ombros escolher primeiro? Os dois doem igual. Uni duni te, salamê minguê, um sorvete colorê o escolhido foi você….rsrsrrs o ombro do vizinho…..Deus me dê forças para tomAR A MELHOR DECISÃO. Meu médico sempre deixa a meu critério essa decisão cruel. Bonzinho ele, né? Além de todo o sofrimento ainda pesa( como se já não bastassem as dores) nos meus ombros já massacrados essa bendita decisão.
    Deus é Pai.

  96. deise comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 1:15 PM

    Olá..sou a deise..e ha alguns meses sinto dores no ombro.Fiz ultrassom e deu ruptura parcial do tendao supraespinhoso, estou fazendo sessoes de fisioterapia…e tomando anti-inflamatórios ha 30 dias.Tomo todo tipo de atiinflamatorio q me indicam pois sinto dores ainda…e tenho medo que ainda esteja inflamado.Gostaria de saber qual o melhor e mais eficaz anti-inflamatório para esse caso?
    usei tipoia por 20 dias…e fiz 10 sessoes de fisio….o qq faço p dor passar?

    Agradeço…

  97. Gerson comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 1:28 PM

    Eu tenho tendinite, sindrome do maguito rotador, desde 2005, graças ao computador. E junto, tenho diversos problemas com o banco onde trabalho. Mas, falando em anti-inflamatorio, eu vi uma entrevista do Juca de Oliveira no ‘Programa do Jô’, e ele falou sobre chá de fava de sucupira. 3 favas para um 1litro de agua. A resina da fava irá atuar no local. Ate mesmo problemas de articulações se resolvem com isso. Tem sido bom pra mim.

  98. Márcio comenta:

    28 janeiro, 2012 @ 8:58 AM

    as âncoras que são usadas no manguito rotador aparecem todas no raio x.

  99. Andreia Vieira dos Santos comenta:

    25 fevereiro, 2012 @ 1:44 PM

    Ola gostaria de saber se o exame de ultrassom detecta a causa de formigamento, choques, dormência e forte dor nos dedos da mão e parte da mão que se iniciou a partir de uma queda porem o raio x mão detectou nada mas os sintomas só pioraram depois disso estou preocupada que o ultrassom que o medico pediu não detectar nada e eu continuar sentindo essa forte dor que os remédios receitados ate hoje não resolveram. Obrigada aguardo resposta.

  100. vanessa paula ribeiro comenta:

    28 fevereiro, 2012 @ 7:10 PM

    oi sou vanessa e fiz um ultra som no ombro direito pq sinto muitas dores e o laudo saiu assim espessamento da bursa subcoracoide,comdebris espessos .
    nota-se na articulaçao acromio clauvicular areas hiperecoicas,que podem corresponder a calcificaçao/osteofitos;derrame e irregularidades nas extremidades osseas. por favor diga-me o que isso significa obrigada

  101. roberto comenta:

    6 junho, 2012 @ 10:08 AM

    tenho 85 anos estou com rompimento de tendao nos ombros com reflexos nos punhos , a dor é terrivel e piora muito a noite ;fiz acupuntura , fisioterapia , massagem , nada adianta se alguem souber me responder alguma coisa ,fico grato

  102. Isabel Gil comenta:

    23 julho, 2012 @ 8:38 AM

    Foi-me diagnosticado rotura parcial do supra-espinhoso.
    Meu ortopedista quer-me fazer um tratamento chamado “ondas de choque”.
    Fui a outro médico que me indicou fisioterapia e caso não melhore, pensarmos sériamente em intervenção cirurgica.
    As dores são continuas, o movimento do braço está condicionado (basta levantar para empurrar o cabelo que parece que levo um choque elétrico no ombro) e não posso carregar pesos neste braço.
    Nesta altura não sei o que faça, mas sei que as “ondas de choque podem agravar a rotura.
    Será assim, não será? O que hei-de fazer?
    Gostava de ajuda para tomar uma decisão pois já passou um ano, a tomar anti-inflamatórios, analgésicos, fisioterapia e nada…

  103. Marcio comenta:

    27 agosto, 2012 @ 8:53 PM

    Fiz um exame de resonancia e foi constado ruptura do supra espinhoso de 1,3 cm com retração de 0,6cm.. pergunto somente fisioterapia resolve ou tenho que operar;
    Obrigado

  104. Fisio-M comenta:

    7 setembro, 2012 @ 11:31 PM

    Tratamento de Ombro, com máxima eficiência, sem cirurgia.
    Osteopatia é o melhor recurso da Fisioterapia.
    conheça
    http://www.colunasemdor.com.br

  105. José Paulo comenta:

    10 setembro, 2012 @ 9:00 AM

    Prezado Doutor! Fiz RM de meu ombro direito e o diagnóstico foi: “Volunmoso derrame articular glenoumeral.
    Manifestação de doença articular degenerativa gleoumeral, caracterizada por redução da espessura das cartilagens de revestimento e cistos ósseos subcondrais.
    Formação cística no colo do úmero, de contornos lisos, medindo 3,5×3,5×2,7cm.
    Irregularidades vorticais na cabeça umeral.
    Hipetrofia da cápsula articular acrômio-clavicular.
    Os tendões do supra e infra-espinhoso estão espessados e com sinal difusamente heterogêneo, observando-se rupturas parciais intrasubstanciais com delaminação.
    O tendão do subescapular está espessado e com sinal heterogêneo, sem evidência de rupturas.
    O tendão da cabeça longa do bíceps braquial normoposicionado com espessura e sinal normais, não se identificando aumento significatrivo de líquido em sua bainha.
    Grande quantidadede líquido e espessamento oarietal da bursa subacromiodeltoidea.
    Acrômio tipo II, com inclinação anterior.
    Conclusão:
    Osteoartrose glenoumeral
    Tendinose dos t. componentes do manguito rotador, com rupturas parciais nos tendões do supra e infra-espinhoso.
    Bursite subacromiodletoidea”
    O médico quer fazer uma artroscopia. Devo fazer ou optar primeiro por um tratamento com remédios e fisioterapia?
    Obrigado!

    Paulo

  106. Marlí Miotta comenta:

    29 outubro, 2012 @ 6:57 PM

    Prezado doutor, faz dois anos que regularmente leio na internet os depoimentos de pessoas com lesões no ombro. Há uma infinidade de sites sobre medicina que publicam estas listas intermináveis de depoimentos, quase todos desesperados, buscando uma ajuda que não vem. É óbvio que eu não sou uma pesquisadora da área, pelo contrário, padeço igualmente de muitos dos sintomas relatados. O que me aflige e revolta é que dado o contexto tecnológico em que vivemos, isto é, as ferramentas que operamos, a população está adoecendo vertiginosamente e a classe médica não dá a devida atenção a este fenômeno.A impressão é que a medicina estuda todo o corpo humano menos os ombros, pois que é difícílimo conseguir um diagnóstico preciso, uma cirurgia que realmente funcione, uma fisioterapia que tb funcione. Oras, o que somos nós sem os nossos braços? Tanta gente com vida profissional ativa e tendo que se aposentar, sem falar na depressão que esta incapacidade acarreta. O que eu quero aqui, não é pedir orientação médica, pois estou desacreditada de todos esses procedimentos, quero pedir que vcs médicos nos ofereçam saídas, mesmo que sejam penosas, mas que nos digam a verdade. tendinite tem cura? Capsulite tem cura? Enfim, qual o caminho mais reto e certo para uma qualidade de vida minimamente razoável para quem padece destas lesões? Muito obigada.

  107. Valdir Carvalho comenta:

    9 novembro, 2012 @ 2:22 PM

    Ola veja o que um dentista e cientista Dr. Conrado desenvolveu, para eliminar dores. Assista ao vídeo nº 5 do http://www.videolog.tv/ledterapia/videos/848215
    Posso mandar laudo científico no seu email.
    ledterapia@r7.com
    Tendinite, Bursite essas doenças não precisa operar porque ela volta.

  108. Carlos Alberto Rodrigues comenta:

    28 janeiro, 2013 @ 11:00 AM

    Já fiz cirurgia do manguito em mse, tenho muita dor nem durmo , acabo tendo inssonia devido o problema.
    Os nervos ficam repuxando.
    Fui reabilitado pelo INSS, eu era tec. de enfermagem e hoje sou aux. de Recursos Humanos.
    Na area de recrutamento e treinamento.
    Digitação e outros.

    O que fazer já estou com depressão, tenho 46 anos ..
    Alguem tem uma resposta para me ajudar

    meu email carlos.rorinaldi@hotmail.com

    Não sei mais o que fazer …..
    Att
    Carlos

  109. severino oliveira comenta:

    24 abril, 2013 @ 12:30 AM

    tenho 42 anos e há tres anos sofro com fortes dores nos ombros, fiz tratamento com fisioterapia por um ano e não surtiu efeito, troquei de médico e assim que ele me pediu uma ressonância magnética fiquei sabendo que estava com os dois ombros rompidos os supra espinhal, operei em setembro 2012 já fiz 80 sessões de fisioterapia e agora começou a doer de novo, voltei ao medico refiz a ressonância e descobri que o mesmo tendão que foi operado rompeu de novo, o meu médico quer fazer uma nova cirurgia de sobreposição de tendão, estou receoso com depressão, porque ainda terei que passar por 02 procedimentos médicos a cirurgia de sobreposição e depois a cirurgia do outro ombro, eu não entendo direito o que é sobreposição de tendão, alguém habilitado pode me explicar? Grato. oliveiraseverino2009@hotmail.com

  110. Renato Monteiro comenta:

    13 agosto, 2013 @ 5:07 PM

    Oi Dr me ajuda por favor !!!!!!!!!!!!!!

    Tenho problema no ombro, braço, dor no estômago(tudo do lado direito) a mais de 2 anos e
    só agora fiz uma Ressonância Magnética para verificar o que ocorre(dor), no lado está,
    achados alterados: Mínima distensão da bursa subacromial subdeltoidea, eu tenho dor no braço também,
    fiz um exame de eletroneuromiografia e no laudo apresentou: Retardo da neuro condução sensitiva do nervo
    mediano direito (42 m/s), ulnar direito (43 m/s) e radial direito (40 m/s). EU ESTOU PERDIDO,
    eu moro em guarulhos e aqui, ainda não consegui encontrar um especialista em ombro, os médicos
    parecem não saber como me curar, já são longos anos e eles só me receitam medicamentos, eu quero
    que você me indique em qual médico ir, qual região procurar, porque pra min?
    eu consigo ir em SP capital também, pq sei que lá os médicos são melhores.

  111. reginaldo ferransi comenta:

    5 maio, 2014 @ 8:55 PM

    Tenho 43 anos e jogando bola tive torção no ombro esquerdo no mês 01/14.no mês 04/14 procurei um ortopedista e ele me passou 10 sessões se fisioterapia e uma ressonância magnética.peguei oresultado e voltei no medico,ele me mandou no especialista em ombro,dizendo que meu caso é de cirurgia.o laudo diz que tive uma rotura transfixanteem toda a extensão com disinserção do supraespinhal,com retraçãotendinea de 2,3 cm.alguem poderia me ajudar?será que tem algum tratamento antes da cirurgia……..obrigado.

  112. dair josé comenta:

    29 junho, 2014 @ 1:27 PM

    tenho bursite,inflamação no ombro, deslocamento ósseo,……….na coluna L-4 (BICO DE PAPAGAIO)FUI DEMITIDO ….OBS;AO SER DEMITIDO….FALEI QUE ESTAVA COM EXAMES DATADOS…E MESMO ASSIM…FUI DEMITIDO…..NA RECISÃO CONTRATUAL…FOI EXPLANADO O ACONTECIDO…E FEITO UM PAPEL…E ASSINADO…CARINBADO…NO SINDICATO…COM UM REPRESENTANTE DA (X)EMPRESA…..TUDO COM EXAMES PAGOS…PARTICULARES…E AGORA??????????

Deixe seu comentário aqui !