26 - ago
  

Colostomia – Lavagem intestinal pelo estoma (irrigação)

Categoria(s): Enfermagem, Gastroenterologia, Gerontologia, Nutrição, Sociologia




Editorial

Colaboradora: Natália Azambuja Mendonça *

* Enfermeira e pós-graduanda do curso Saúde e Medicina Geriátrica da Metrocamp

Desde pequeno somos instruídos a cuidar dos nosso próprios excementos (fezes), utilizando-se de vasos sanitários. Quando se tem uma colostomia, a ótica muda, e estas mudanças afetam o estado psicológico e social. Praticamente, todos temos uma rotina no funcionamento intestinal (hábito intestinal), em algumas pessoas funciona pela manhã, outras à noite, etc. Se a pessoa que tem uma colostomia consegue realizar uma “irrigação” cada dia, sua bolsa praticamente fica vazia e não tem o incômodo de sentir-se inibido com o fato da bolsa funcionar em horários inapropriados.

irrigaçãoA irrigação é um método mecânico para o controle das exonerações intestinais, consiste em uma “lavagem intestinal” realizada a cada 24, 48 ou 72 horas, cujo conteúdo, água, é enviado ao intestino grosso através do estoma, estimulando seu peristaltismo e conseqüentemente o esvaziamento do conteúdo fecal. Pode-se defini-la, portanto como uma evacuação programada. A diminuição da flora bacteriana ajuda na diminuição de gases.

Finalidade

- Estabelecer um hábito intestinal regular em portadores de colostomia;

- Reduzir a incidência de gases e odor;

- Diminuir a freqüência do uso de dispositivos;

- Diminuir a incidência de lesões de pele periestoma e

- Minimizar os custos financeiros do usuário.

Indicações

- Portadores de colostomia descendentes e sigmoidostomia;

- Usuários motivados para o aprendizado;

- Emocionalmente capazes de compreensão e consciência da situação;

- Boas condições físicas;

- Estomas sem complicações;

- Hábito intestinal com certa regularidade, periodicidade de 2 a 3 vezes ao dia no máximo e eliminações de fezes consistentes.

Contra Indicações

- Usuários com doenças intestinais ativas (retocolite ulcerativa, doença de Crohn, diverticulite ou câncer)

- Complicações do estoma (prolapso, hérnia, retração e estenose);

- Usuário em uso de radioterapia ou quimioterapia;

- Incapacidade para realizar o auto-cuidado;

- Extremo de vida (do nascimento aos 2 anos de vida);

- Presença de diarréia (a água age como irritante intestinal prolongando a diarréia).

Vantagens

- Controle das eliminações intestinais;

- Abolição do uso de bolsa coletora;

- Maior variedade da dieta;

- Aumento da confiança e segurança em si mesmo (auto-estima);

- Melhora no ajustamento emocional e social;

- Retorno mais rápido às atividades de trabalho e lazer.

Desvantagens

- Consumo de tempo (aproximadamente uma hora);

- Limitações de sua aplicabilidade;

- Sanitário livre para realizar o procedimento com tranqüilidade e paciência.

O método e programa de treinamento

O método inclui a descrição do processo de treinamento, os dispositivos necessários e o procedimento técnico para a realização da auto-irrigação da colostomia.

Antes do início do programa de treinamento, tendo-se já tanto a indicação médica, como a decisão favorável do cliente, o enfermeiro deve proceder à sua avaliação global que envolverá o estado geral, as condições locais do estoma e pele periestoma e as condições sanitárias residenciais.

O início do treinamento é variável, sendo preconizado um prazo mínimo de 1 mês de pós-operatório, quando o ostomizado, geralmente, se encontra em melhores condições físicas e emocionais.

O processo de treinamento consiste em três sessões que devem ser programadas sempre no mesmo horário e em dias consecutivos:

1ª sessão: a técnica é executada e orientada, passo-a-passo pelo enfermeiro, precedida de explanação sobre o procedimento (utilizando-se de recursos, tais como: fotos, vídeos e outros) e demonstração do equipamento;

2ª sessão: após a constatação dos resultados obtidos com a primeira irrigação, o usuário relembra a técnica executando-a a seguir, com a ajuda do enfermeiro, que reforça os pontos principais a serem observados;

3ª sessão: novamente o usuário relata acerca dos resultados da segunda irrigação e relata a técnica, antes de executá-la sob a supervisão do enfermeiro. Nessa oportunidade o usuário é avaliado quanto a sua competência em auto-irrigar-se sem auxílio. Caso o enfermeiro julgue necessário, novas sessões serão marcadas;

Após a fase de treinamento, o usuário é orientado a irrigar-se diariamente, sempre no mesmo horário por ele escolhido, durante os seis meses seguintes, com no mínimo três visitas domiciliares nesse período, após esta etapa, a freqüência da auto-irrigação poderá ser alterada para 48 ou até 72 horas, em função da resposta intestinal obtida.

Glossário:

Colostomia – exteriorização de um segmento intestinal (colon) para a pele através de uma abertura.
Estomia – abertura ou boca
Iliostomia – abertura com exteriorização de um segmento do íleo para a pele.
Urostomia – abertura abdominal para a criação de um trajeto alternativo de drenagem da urina.

Referência:

- KATAYAMA R.C.V., Manual de Orientações de Estomia, Via Comunicação Editores, São Paulo, 2006.

Tags:




Comentário integrado ao Facebook:


55 Comentários »

  1. Paulo de Oliveira comenta:

    16 outubro, 2007 @ 3:41 AM

    Gostaria de saber onde posso comprar esse aparelho para fazer a irrigação, como esse que esta na foto em vosso site. certo de sua atenção antecipadamente agradeço.
    Abraço a todos e sucesso.

  2. Elia Regina comenta:

    1 novembro, 2007 @ 5:03 PM

    Desejo saber onde posso comprar uma bolsade enemas como esta da foto que se parece com uma bolsa de água quente.

  3. Mario Roitman comenta:

    22 novembro, 2007 @ 2:12 PM

    Aos usuários de bolsas e aparelhos para irrigação de colostomia.
    E obrigação do Estado fornecer todos estes ítens.
    Eu já venho recebendo-os ha mais de quatro anos através da Sec.de Estado da Saude- São Paulo.
    Sou identificado e cadastrado no Posto de Saúde da Várzea do Carmo, São Paulo, Capital.

    Fones para informações: 33 85 71 03 e 33 85 70 00

    È preciso uma autorização médica para os procedimentos de “irrigação”.
    Apresentar no Posto de Saúde de sua região e passar a receber gratuitamente, as bolsas, placas e aparelhos para irrigação. Isto indepente de seu nível de renda, trabalho, etc. È para todos. E funciona. Sou muito bem atentido no posto onde retiro os ítens.
    Mário Roitman

  4. Nicea Maria Gurgel comenta:

    9 março, 2008 @ 11:55 AM

    Achei muito interessante ,e de alto interesse para as pessoas que necessitam fazer uso da irrigaçaõ,eu faço o curso de enfermagem.e estou fazendo um trabalho a respeito,se quiserem enviar algo para mim ,desde já agradeço!

  5. tamires victorino comenta:

    19 março, 2008 @ 1:12 AM

    gostei muito de saber da irrigação
    mais queria saber onde poço fazer ou comprar
    por favor entrem em contato comigo
    abraço

  6. ANA PAULA comenta:

    19 março, 2008 @ 1:16 AM

    OI KERIA SABER MELHOR SOBRE
    IRRIGAÇÃO SABER ONDE ENCONTRO
    ENTRA EM CONTATO COMIGO
    FAVOR..

  7. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    19 março, 2008 @ 8:50 AM

    Tamires e Ana Paula,
    Veja acima o comentário do Mario Roitman.

  8. silvana maciel mancilha comenta:

    3 maio, 2008 @ 11:15 AM

    Bom dia , meu pai se submeteu a cirurgia de retirada de câncer e hoje faz uso de bolsa, gostaria de receber mais informações à respeito de aparelho para “irrigação” uma vez que a secretaria de saúde fornece gratuitamente, conforme comentários feitos por pessoas que utilizam por favor me esclareçam para que eu possa dar ao meu pai mais conforto nessa sua caminhada.Obrigada e que DEUS os abençoe!

  9. Joilson Oliveira comenta:

    12 maio, 2008 @ 1:35 PM

    Boa tarde,
    eu sofri um atentado com o efeito de arma de fogo, assim fui submetido a laparotomiapor retraretalcom colostomia em alça. Em quanto tempo eu posso refazer essa cirurgia, e qual o risco?

    Sem mais,

    Joilson Oliveira

  10. Maximiliano Mota comenta:

    13 maio, 2008 @ 8:07 PM

    Minha mãe fez recentemente uma colostomia definitiva devido a um câncer de reto, gostaria de saber se existe um associação para essas pessoas, gostaria também de saber a respeito de alimentos que essas pessoas podem comer.

  11. Lívia comenta:

    15 maio, 2008 @ 11:56 AM

    Minha avó possui colostomia, devido a um câncer no reto. Além disso ela possui diverticulite. Nesse caso a irrigação é contra indicada?! Existe alguma ou alternativa, para amenizar os desconfortos com o uso da bolsa?
    grata, Lívia

  12. sirlene omena comenta:

    25 maio, 2008 @ 8:17 PM

    tenho uma tia portadora de colostomia e estou cuidando dela, mas fico apavorada não sei direito o que devo fazer, ela ainda está com os pontos da cirurgia, não fez coco , não temos medico particular,ela não tem nem plano de saúde,não sei o que é melhor pra ela comer, preciso de ajuda…obrigada desde já !

  13. Roberto Santiago Pinto comenta:

    27 maio, 2008 @ 8:40 AM

    Senhores,
    Minha mãe mora em São Carlos(SP) é portadora de colostomia e eu gostaria de obter mais informações sobre o aparelho de auto-irrigação: como funciona, como é o processo para solicitá-lo, se o governo fornece, etc. Ela tem muita resistência em sair de casa por causa da colostomia. Segundo ela, a bolsinha não tem hora para encher e, quando isso acontece, tem de voltar logo para casa para se lavar. Ela deseja muito vir a minha casa em Brasília, mas não se sente segura para fazer a viagem. Por favor, me ajudem!
    Obragado, Roberto.

  14. diva comenta:

    23 junho, 2008 @ 5:08 AM

    78anos tem tiride cacer renal ritimia cardiaca allzaimer segudo cdiologista a veia horta esta derramado pouquinho sangue no coraçao intestino preso muita prisao de ventre telefone 01437311442 ajudi minha mae

  15. telma alessandra comenta:

    17 julho, 2008 @ 2:32 PM

    eu vou passar por cirugia de cançer de reto dia 18/07 o medico me disse que vou ter que usar a bolsa de colostomia difinitiva e gostaria de saber sobre alimentaçao correta para mim obrigado e que dus o abençoe

  16. sandra rosa comenta:

    15 agosto, 2008 @ 12:44 AM

    Tenho 36 anos utilizo bolsa de colostomia a mais ou menos uns 40 dias,tive um grande abcesso em flanco esquerdo entrelaçando alças intestinais apos duas cirurgias em cauda de pancreas,.Meu problema foi constatado em TC de abdomen em dezembro porem meu medico o ignorou creio que nem acreditou no que ali estava e me disse para não acreditar naquele resultado fiquei muito confusa mas acreditei plenamente nele ate porque trata se de um cirurgião conceituadissimo .Mas com o passar dos meses meu sofrimente aumentava e novos exames (RMN)comprovaram que realmente tinha aquele problema e necessitava de cirurgia imediata os medicos me alegaram ser uma complicação das cirurgias anteriores fiquei muito frustada sem saber em quem ou no que acreditar .
    Esta semana consultei minha medica e ela disse pretender realizar retirada em breve,constatando um tempo total de 3 meses sendo que o planejado eram de 4 a 6 meses.Estou com receio porque ate então os medicos so tem se equivocado em relação a minha doença.Gostaria de algumas explicações o porque acontceu isto comigo e se devo realmente retirar a bolsa agora .Por favor gostaria de alguma explicação e orientação se for possivel muito obrigada

  17. Ronaldo Edmundo Alcantara comenta:

    15 agosto, 2008 @ 6:33 PM

    gostaria de saber como faço p/ adiquirir mais informações sobre o metodo de irrigação uso
    colostomia definitiva devido a um ca no reto.

  18. miele comenta:

    9 novembro, 2008 @ 6:59 PM

    estou usando bolsa de colostomia a 2 anos e gostaria de saber informações sobre o metodo de irrigação como funciona.

  19. Cirlei costa comenta:

    30 novembro, 2008 @ 5:08 PM

    Meu nome é cirlei costa, tenho uso de bolsa de colostomia definitiva a 3 anos, apsoriase pelo corpo todo, obsidade morbita, nunca trabalhei de carteira assinada, não tenho fa/
    milia e dependo da boa vontade da pessoas, as paredes de minha barriga estão quase
    rompendo de tão fina. A cirurgia foi mal feita.Sou analfabeta. Gostaria de saber, se alguem pode me dar informações a respeito de algum auxilio financeiro que o governo
    possa dar em meu caso, visto que da até auxilio reclusão para familia de bandidos.
    atenciosamente!
    CIRLEI COSTA
    Obs: Podem entrar em contato pelo meu cel. (51):98514763

  20. natalia comenta:

    1 dezembro, 2008 @ 10:13 AM

    Tenho 27 anos e por 4 anos usei bolsa de colostomia devido a um acidente de moto q sofri! fiz a cirurgia da reconstrução intestinal há 14 dias e não sei se vou conseguir ficar sem a bolsa, pois fiquei com incontinência! Enfim, gostaria de oferecer ajuda psicologica p/ pessoas q são usuarias de colostomia temporária ou definitiva! eu aprendi a conviver com a bolsa, mantendo minha vida social! sei q não é facil mas não podemos nos privar dos prazeres da vida, porque estamos com a bolsa! Nós q passamos por esses problemas às vezes não imaginamos o quanto a bolsa é importante p/ nós! Eu sou um exemplo…..estou sofrendo muito mais agora com o fechamento da bolsa do q antes! Contem comigo…..

  21. natalia comenta:

    1 dezembro, 2008 @ 10:17 AM

    meu e-mail nathyrisovas@gmail.com

  22. Alan comenta:

    20 janeiro, 2009 @ 6:06 PM

    Prezados, bom dia!

    Tenho 29 anos, sou homosexual e faço (eu mesmo) lavagem intestinal, ultimamente pelo menos 1 vez na semana, para ter relações com meu namorado. Utilizo o a borrachinha do chuveirinho no banho Gostaria de saber se isto pode ser prejudicial no futuro; qual o risco ou se não há risco algum.

    Gostaria da resposta pelo meu e-mail, se possível.

    Desde já agradeço a atenção

  23. Jacqueline comenta:

    20 fevereiro, 2009 @ 3:39 PM

    Olá ..
    Minha mae(54anos) passou por uma cirurgia de ca de reto em agosto/08 depois de tres meses teve uma complicação( fistula ) de fato fez uma nova cirurgia como a dor é constante e a fistula nao fechou irá fazer uma cirurgia dia 21/02/09 e precisará colocar bolsa de colostomia provavelmente a definitiva. Minha mae está muito aflita e com muito medo, gostaria de mais informações a respeito.
    Se possivel entrar em contato pelo email perezjac@hotmail.com

  24. ana paula rodrigues comenta:

    4 março, 2009 @ 2:07 PM

    meu nome e ana paula e gostaria de saber se existe
    uma cura para colostomia definitiva em outro pais?

  25. adriane comenta:

    18 março, 2009 @ 10:14 AM

    meu pai teve cancer, e faz 10 anos que usa a bolsa de colostomia, gortaria de saber se esse tipo de cancer é Hereditário? obrigada.

  26. Raquel comenta:

    30 março, 2009 @ 8:05 AM

    Gostaria de saber como adquirir esse aparelho de irragação, pois minha irmã usa culostomia e é muito incomodo, porque sai o tempo todo. Desde já agradeço.

  27. mauren trindade comenta:

    31 março, 2009 @ 9:05 PM

    estou acompanhando minha mãe que recente passou a fazer uso de colostomia ela alimenta-se normal mas gostaria de saber se existe alguma restriçao nesta parte?Ela esta se recuperando de uma celulite infecciosa estamos apreencivos com a situação o médico ainda não nos informou se é reversivel ou não ?

  28. Sandra Campos comenta:

    20 abril, 2009 @ 9:12 AM

    Estou em fase de treinamento do sistema de irrigação. Apesar de morar numa cidade de mais de 300 mil habitantes, por aqui ninguem sabia dar instruções e treinar para o método, tive que procurar em outra cidade e realizar tudo particular.
    Estou fazendo quimioterapia e meu intestino muitas vezes apresenta-se líquido.
    Já estou realizando a irrigação há 3 semanas e ainda tenho que usar a bolsa porque a cada 4horas o intestino funciona, será que esse método não vai dar certo comigo? Posso fazer a irrigação mais de uma vez por dia? Onde posso comprar os obturadores, caso o Estado não me forneça a quantidade necessária? Obrigada pela atenção, aguardo respostas.

  29. elza vieira comenta:

    25 abril, 2009 @ 10:07 PM

    Em 12/08 passei por uma cirrurgia de reto e passei a usar bolsa de colostomia,
    mas estou superando bem .
    Estou precisando de endereços de locais que eu
    possa fazer irrigação.Sou de nova iguaçu RJ.
    Aguardo uma resposta,obrigada.

  30. carlos r costa comenta:

    17 junho, 2009 @ 8:22 PM

    Uso bolsa a 18 anos minha vida e quase normal ,passeio, canto na noite,trabalho todos os dias,tive um cançer no reto,tenho hoje 58 anos,procurei me adptar o mais rapido possivel nao tinha outro jeito,so que nos finais de semana procuro nao comer quase nada para nao ter importunos, hoje estou penssando na irrigaçao para os finais de semana,para CIRLEI COSTA O GOVERNO TEM UMA PENÇAO VITALIÇIA PRA OSTOMIZADOS (PARA QUEM INTEREÇAR NO HOSPITAL OSCAR KLAK NO RIO DE JANEIRO DA TODAS AS INFORMAÇOES SOBRE IRRIGAÇAO) qualquer pessoa que qeira saber de mim sobre como e viver bem 18 anos colostomizado e sem recalques mande recados para o meu Emai antoniocarlos.51@uol.com. br QUE DEUS ESTEJA COM TODOS VOÇES

  31. édi comenta:

    18 junho, 2009 @ 5:22 PM

    sem comentarios

  32. JOSÉ CARLOS BATISTA comenta:

    2 março, 2010 @ 1:40 PM

    GOSTARIA DE SABER A ONDE COMPRAR BOLSA DE COLOSTOMIA, EXISTE ALGUMAS ESPECIAIS.
    FAVOR MANDAR O ENDEREÇO OU TELEFONE DO FORNECEDOR. UM FORTE ABRAÇO

  33. jhon comenta:

    26 março, 2010 @ 5:19 PM

    eu já usei mais graças a Deus nao uso mais foi um sofrimento mais hoje estou aqui bem só tenho de agradecer a DEUS .

  34. Luiz Sica comenta:

    14 junho, 2010 @ 9:35 PM

    Tenho um amigo que sofreu uma cirurgia e teve que amputar o anûs e tem sofrido muito com a bolsa de colostomia e eu soube que existe um aparelho que facilitaria sua vida , fazendo a lavagem uma vez por dia. Gostaria de obter uma resposta sobre o assunto.
    Atenciosamente
    Luiz Sica

  35. valeria comenta:

    26 julho, 2010 @ 9:06 AM

    Minha prima usa a bolsa colostomia…..ela quer saber qual dieta alimentar deve segir para o intestino funcionar melhor?
    E também que saber se tem como reconstituir o intestino com tripas de carneiro?
    Aguardo um retorno
    Obrigada

  36. Sônia comenta:

    8 agosto, 2010 @ 4:19 PM

    Sou colostomizada há 8 anos. Gostaria muito de utilizar esse processo de irrigação em minha colostomia. Como posso obter maiores informações?

  37. Mário Roitman comenta:

    8 agosto, 2010 @ 4:36 PM

    Olá, Boa Tarde.

    Eu, continuo utilizando o processo de “irrigação” já já oito anos.Em primeiro lugar, voce deve procurar o seu medico, ou o proprio médico ou hospital, onde fez a cirurgia, para saber se voce pode fazer a “irrigação”.
    Se tudo correr bem, o que eu espero e desejo sinceramente que sim, o médico lhe fornece uma receita indicando a possibilidade de utilizar o processo.
    Com esta receita, voce então procura o Posto de Saúde, ( o meu é estadual, aqui na cidade de São Paulo) faz a inscrição, Vai passar por uma enfermeira especializada que fará a priemeira aplicação do metodo e fornecerá instruções.
    Depois, basta retirar o material( bolsa e placas) a cada 30 dias, e passar por uma entrevista a cada 3 meses, para saber se tudo está correndo bem. O aparelho para a irrigação é trocado a cada seis meses.
    Eu recebo a cota de dez bolsas e des placas a cada 30 dias.
    Uso a bolsa removivel. A placa permanece fixa no corpo, quase sempre limpa, durante 4 a 5 dias, ou até mais.
    Isto evita a constante troca, e consequentemente a irritação da pela.
    A bolsa, quase sempre limpa, devido ao processo de ” irrigação” eu removo na hora do banho, posso lavá-la e recolocá-la na placa.
    Você reside em SP? Acho que a entrega gratuita deste material cobre todo o territorio nacional.

    Caso queira, aqui vão os fones, do Posto de Saude, da Várziea do Carmo, onde estou registrado e retiro o meu material.

    Fones: 33 85 71 03 e 33 85 70 00 Pedir Depto. de Ostomia

    A enfermeira Estomaterapeuta responsável, chama-se Luzia Gonçaves.

    O serviçõ deles é ótimo. Se yiver que dar uma nota pra eles, com certeza seria 10( 10).

    Encontro pessoas por lá que já são operadas ha mais de dez anos.

    Desejo que tudo de certo, abraços, Mário Roitman e-mail: mroitman@terra.com.br

  38. Mario Roitman comenta:

    9 agosto, 2010 @ 3:23 PM

    Olá Sonia.
    Mandei uma informação completa pra voce no ultimo dia 8 de agosto,após receber uma aviso que vc tinha postado uma pergunta.
    Mas parece que voce não recebeu pois não aparece aqui.
    Favor retornar.
    Abçs.Mário.

  39. Rachel Dias Campos comenta:

    8 setembro, 2010 @ 10:45 PM

    Eu passei por uma cirurgia pra retirada de um cancer de reto, e tive o anus amputado e hoje faço uso de uma colostomia definitiva, Eu gostaria de uma informação , que pra mim é muito importante: existe algum método de recontruir o reto e anus , com transplante de intestino ou intestino de silicone , mesmo que seja uma cirurgia particular ? por favor eu agredeceria muito se voces me respondessem, pois estou muito infeliz com essa situação! deede já muito obrigada pela atenção .

  40. Mario Roitman comenta:

    13 setembro, 2010 @ 2:23 PM

    Oi, Rachel.
    Esta é uma pergunta dificil de nós respondermos.
    As únicas pessoas que podem dar estas informações são seus medicos.
    Eu, muitas vezes, tambem sinto as restrições causadas pela colostomia, mas procuro superar.
    Agora mesmo, no proximo mês de outubro, farei uma viagem para a Europa, e estou levando todo o material necessário.
    Será um desafio. Mas vou encarar.
    Abçs.Mário

  41. Janice comenta:

    1 novembro, 2010 @ 6:08 PM

    Olá, estou querendo doar algumas bolsas de colostomia , mas não consigo. e sei da importancia delas.., por favor se alguem( de preferencia pessoa carente com dificuldades) tiver interesse nessas bolsas,favor entrar em contato pelo meu e-mail. Sou do Rio .

  42. Janice comenta:

    1 novembro, 2010 @ 6:09 PM

    Esqueci de enviar o e-mail,rs, lá vai.

    janicersena@gmail.com

  43. nildamariamenezescamargo comenta:

    21 novembro, 2010 @ 10:10 AM

    Eu fiz a cirurgia a dez meses o meu medico me indicou em fazer a irrigação.Estive com uma enfermeira que é especialista em antender pessoas ostomiozadas aqui na minha cidade,na opinião dela ela acha que nao há necessidade de fazer.Gostaria de saber outra opnião.
    Obrigado.
    Nilda

  44. Nilda Maria MenezesCamargo comenta:

    21 novembro, 2010 @ 10:16 AM

    Espero atraves desta mensagem,receber outra opinião.
    Faz dez meses que fiz a cirurgia,e é difinitiva.O medico me sugiriu fazer a irrigação.E necessaria fazer.
    Segundo a enfermeira especializada,não a necessidade.
    Moro em Caraguatatuba-SP.
    Espero um orientação.
    Um abraço Nilda

  45. Mario Roitman comenta:

    22 novembro, 2010 @ 10:53 AM

    Ola Nilda.
    Me chamo Mario Roitman e passei por esta cirurgia ha oito anos.
    Já fui considerado curado depois de cinco anos de acompanhameno e
    tratamentos. Fiz a cirurgia em 2002.

    Logo depois de um ano, fui aconselhado pelo meu medico a fazer a irrigação.
    O medico precisa indicar. Nem todos os casos permitem a irrigação.
    Venho fazendo a irrigação nos ultimos 7 anos e tudo ocorre com muita
    tranquilidade.
    A irrigação permite que voce tenha um total controle sobre o seu intestino,
    evita gases e o funcionamento descontrolado.
    Eu me sindo muito mais confortavel e seguro.

    Faço a irrigação a cada tres/quatro dias. No inico fazia quase todos os dias
    mas fui me acostumando a controlar.

    Fiz agora uma viagem de 40 dias fora do Brasil e tudo funcionou
    perfeitamente.

    Vce sabia que todo o material que vc precisa para a colostomia é por lei
    distribuido gratuitamente nos postos de saude, inclusive o material
    necessário para a irrigação.
    Eu retiro mensalmente aqui no posto de Saude da Várzea do Carmo( São Paulo,
    Capital) as bolsas e placas e o aparelho para a irrigação a cada seis meses
    gratuitamente.

    Vc precisa ver isto no posto de saude da sua cidade.
    Abraços, Mário

  46. Sônia comenta:

    3 dezembro, 2010 @ 6:38 PM

    Já procurei aqui no Rio de janeiro profissionais de saúde para passar a utilizar o processo de irrigação. Se você conhece algum local mesmo que seja em outro estado, por favor indique para que eu possa procurar com urgência

  47. Mario Roitman comenta:

    4 dezembro, 2010 @ 10:22 AM

    Cara Sonia,eu tenho quase certeza de que esta lei é federal.É um serviço do SUS.
    Vco já procurou algum posto de saúde, aí no Rio? O hospital onde vc fez a cirurgia não teria informações pra lhe passar?
    Como disse quem tem que autorizar voce a fazer a irrigação é o médico que lhe operou. Eu tive que levar ao posto de saúde a autorização do meu médico e então me inscrevi no programa de entrega de material gratuitamente( bolsas, placas e material para a irrigação). E aqui em São Paulo, somos atendidos nos postos de saúde da região onde moramos. Quem sabe vc poderia telefonar para o posto aqui em São Paulo e perguntar se eles tem alguma informação. São gentis e atenciosos. Fone: 33 85 71 03 e 33 85 70 00. Peça para falar com o Serviço de Ostomia.Eles atendem somente à tarde. A enfermeira que me atende, chama-se Marineusa Simão. Espero ter ajudado voce. Qualquer coisa pode me contatar, abraços, Mário Roitman ( mroitman@terra.com.br)

  48. Beth comenta:

    10 dezembro, 2010 @ 7:19 PM

    urgente!!!!!!!1
    Moro em são paulo,bairro santa cecilia,tenho minha irmã que e especial e faz uso de bolsa de colostomia.
    Hoje cheguei do trabalho as 19 hs. ela usou todas as bolsas que tinha em casa .
    Por favor se alguem que more nas proximidades puder me ajudar vou até você buscar nem que seja 1(uma)
    para hoje . me ajude por favor!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  49. Cristiane comenta:

    9 junho, 2011 @ 6:40 AM

    Oi genteee!
    Em janeiros desde ano fui colostomizada mas graças a Deus não é definitiva.Tenho 24 anos,todos inclusive os médicos me disseram que eu me adaptei rápido.A minha duvida é…tenho doença de Crohn há 10 anos,tive complicações porém a doença só permanceu no reto,gostaria de saber se eu posso fazer o uso da irrigação?Já que meu cólon é saudável.E tmb gostaria de saber sobre a readaptação sem a bolsa,de alguém que fez uso e não faz mais.Se puderem me ajudar,desde já agradeço!
    Deus abençõe a todos!!!
    Quem quiser compartilhar esse momento comigo me add no msn:cristiane_kixi@hotmail.com

  50. andrea comenta:

    19 agosto, 2011 @ 3:01 PM

    bom dia!
    venho pedir uma informacao, uma ajuda, sabendo que vc ja faz irrigacao ha 7 anos , tem mais experiencia do que eu.
    faco irrigacao ha 1 mes, todos os dias, e agora com 1 mes completo fui orientada a fazer um dia sim outro nao…mas o ESTOMA funciona do mesmo jeito, mesmo fazendo irrigacao !
    vc acha isso normal, poderia me orientar? mesmo fazendo irrigacao…a noite o ESTOMA funciona trabalah normalmente…por que isso esta acontecendo , sendo que fiz a irrgacao ?
    se vc puder me enviar um email eu ficaria muito grata, sendo que minha duvida pode ter acontecido com vc e com sua experiencia, vc deve ter superado esse obstaculo!
    meu email…piudeia@hotmail.com
    fazendo a irrigacao , no mesmo dia o ESTOMA devera funcionar, ou estou fazendo algo errado?
    por exemplo, faco pela manha e a tarde ja funciona no mesmo dia…e correto?
    um abraco espero sua resposta
    Andrea

  51. fabiane monteiro da silva comenta:

    9 novembro, 2011 @ 1:27 PM

    todas as vezes que me esforso muinto sinto que a tripa do intestino se enrrola.Queria saber o porque.

  52. DANUZA DANYELLE DE SOUZA MENDONÇA comenta:

    13 março, 2012 @ 2:09 PM

    oi tenho uma filha de 1 ano e 8 meses…
    ela nasceu com uma anomalia ano retal… nasceu com o anos anteriorizado…
    ela sofreu de quando nasceu ate os nove meses, pois ela foi vitima da inrresponsabilidade dos mÉdicos…
    eu via minha filha fazer tanta força, ate ficar roxinha para defecar..
    MAS GRAÇAS A DEUS NO DIA 28 DE ABRIL DE 2011 ELA FEZ A COLOSTOMIA HOJE ELA ESTA BEM , DEFECA SEM SOFRIMENTO… CONTO COM A ORÇOES DE VCS PQ ELA AINDA VAI FAZER MAS DUAS CIRURGIA
    QUE E A CORREÇAO DO ANOS E O FEICHAMENTO DA COLOSTOMIA….
    SINTO MUITO POR TODOS NOS MAS DE UMA COISA PODE TER CERTEZZA DEUS SABE O QUE FAZ….

  53. sonia regina comenta:

    25 maio, 2012 @ 1:51 PM

    Boa Tarde a Todos!
    Em 03/11/11 fiz a cirurgia de rececção anal e estou colostomizada para sempre,e pior é que eu deveria estar feliz por ter extraido o tumor, mas estou terrivelmente infeliz e sem nenhuma vontade de viver.Não gosto de como ficou meu corpo

  54. Marcia T Santos comenta:

    3 agosto, 2012 @ 10:59 AM

    Bom dia.gostaria muito de uma resposta urgente.estou a mas de vinte dias com uma diarreia e cheia de gases muitos gases.sendo que a diarreia é uma vez sai agua pura outra vez sai pstoso.mas geralmente é liquida.sendo de 3 a 4 vezes ao dia .parece que o que eu como não esta processando direito no meu intestino pois eu visualizo os pedacinhos dos alimentos.Do jeito que eu engoli.não esta transformando em fezes.Estou muto preocupada preciso de um auxilio o que devo fazer qual médico devo preocurar?Uma médica de emergencia me indicou um anti gases mas o mesmo não esta funcionando!Me ajudem Por Favor!

  55. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    3 agosto, 2012 @ 2:14 PM

    Consulte um clínica geral

Deixe seu comentário aqui !