26 - mai
  

Vertigem – Síndrome de Ménière: Tratamento medicamentoso

Categoria(s): Neurologia geriátrica, Otorrinolaringologia geriátrica




Painel

A doença de Ménière também é muito freqüente, principalmente em adultos e idosos. A queixa é de crises vertiginosas, diminuição da audição, zumbido e sensação de pressão ou ouvido cheio. O zumbido, a diminuição da audição e a sensação de plenitude no ouvido costumam piorar durante as crises de vertigem.

As crises vertiginosas geralmente são intensas, com náuseas, vômitos, suores no rosto e nas mãos, palidez e palpitações. A crise pode ser precedida por manifestações premonitórias (aura) podem anunciar (minutos, horas ou dias antes) a crise vertiginosa iminente. A associação com Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPB) e migrânea (enxaqueca) é freqüente, com os sintomas característicos destas afecções. A VPPB pode aparecer durante, logo após ou meses depois das crises vertiginosas.

O intervalo entre as crises é variável, e o paciente pode ficar sem nenhum sintoma, e ocorrer perda progressiva da audição ao longo do tempo. Alguns pacientes relatam audição flutuante, variável em função do tempo. Outros sintomas comuns são hipersensibilidade a sons mais intensos e distorção da sensação sonora.

meniere1meniere2

Figura 1. endolinfa normal Figura 2. hipertensão endolinfática
O substrato fisiopatológico é a hipertensão da endolinfa, líquido que irriga as estruturas sensoriais auditivas e vestibulares do labirinto. A hipertensão endolinfática pode ser ocasionada pela deficiência de reabsorção da endolinfa no saco endolinfático, pelo excesso de sua produção ou por ambos os mecanismos.

As possíveis etiologias da doença de Ménière são: diabetes, hipoadrenalismo, hipopituitarismo, hipotireoidismo, deficiências nutricionais, alergia por inalantes ou alimentos, doenças auto-imunes, viroses, lues, trauma craniano, cervical, acústico, barométrico ou cirúrgico, distúrbios cardiovasculares, osteodistrofias da cápsula ótica, estreitamento de meato acústico interno, senilidade labiríntica, distonias neurovegetativas ou distúrbios psicossomáticos.

Sinais freqüentes na avaliação otoneurológica são: perda auditiva neurossensorial unilateral ou bilateral, com limiares variáveis em audiometrias seriadas; recrutamento à comparação dos limiares tonais com os limiares dos reflexos do músculo do estapédio na impedanciometria; hidropsia endolinfática na eletrococleografia e sinais de disfunção vestibular periférica na vestibulometria.

Tratamento medicamentoso

Medidas gerais – A restrição de açúcares refinados, chá, café e álcool e a recomendação de evitar erros alimentares, como ficar longos períodos do dia sem comer e não comer nada (ou comer pouco) pela manhã, reforça o efeito terapêutico da medicação e da reabilitação vestibular.

Nas crises – Nos episódios de vertigem o uso de diazepam, dimenidrinato e/ou ondansetrona, por via intramuscular, é útil. Quando o intervalo entre a aura e a instalação da crise permitir, a associação de betaistina 24 mg e domperidona 10 mg por via oral com clonazepam 0,25 mg por via sublingual pode evitar ou atenuar a eclosão dos sintomas agudos.

Fases subagudas e crônicas – na fase subaguda e crônica da doença a betaistina (via oral), clonazepam (via oral ou sublingual) e cinarizina (via oral) podem agir favoravelmente . A medicação antivertiginosa também facilita a execução dos exercícios de reabilitação vestibular na clínica e/ou em casa. A betaistina é o medicamento de eleição para o tratamento continuado da afecção, recomendando-se a sua utilização por um ano ou mais.
O uso adicional do clonazepam pode reforçar o efeito antivertiginoso da betaistina na doença de Ménière.

A labirintectomia química com gentamicina, a descompressão de saco endolinfático ou a neurectomia vestibular podem ser indicados nos insucessos com o tratamento clínico.

Efeito hormonal

Cerca de 10% da população mundial tem algum tipo de tontura e esta pode ser de origem central ou periférica. Na mulher a incidência é maior que no homem (aproximadamente 2:1) e ao se investigar as causas da tontura verifica-se que todas as citadas pela literatura incidem também na mulher e com o agravante de que a variação hormonal normal ou anormal influencia no funcionamento do ouvido interno; o que pode ocasionar ou agravar a tontura e, com isso, pode-se ter uma paciente com os sintomas de “tensão pré-menstrual” que tem também tonturas.

A retenção de sódio e água que ocorre no período menstrual pode levar a um quadro clínico semelhante à doença de Ménière pela hipertensão perilinfática e, à semelhança do que ocorre nesta doença, podem ocorrer sintomas auditivos. A interrupção do ciclo menstrual que ocorre na gravidez pode produzir melhora dos sintomas, assim como também o uso de anticoncepcionais pode ser benéfico a essas pacientes. Entretanto no período gravídico, pelas alterações endócrinas do pâncreas, com seu aumento de produção de insulina, incrementam os períodos de hipoglicemia e alteram o funcionamento da orelha interna, podendo desencadear alguns sintomas neurovegetativos e labirínticos (desequilíbrio, náuseas e vômitos).

As variações dos níveis hormonais que acontecem no ciclo menstrual podem alterar o equilíbrio intralabiríntico. Já foram observadas alterações do limiar auditivo, do limiar para o reflexo estapediano, dos potenciais eletrofisiológicos de curta e longa latências durante a variação cíclica menstrual. Neste processo, envolvem-se mediadores do sistema nervoso central como o GABA e a serotonina, que são muito importantes na manutenção das funções labirínticas.

Tire suas dúvidas acessando as 10 páginas – Vertigem – 200 dúvidas a respeito

Referências:

Ganança MM, Munhoz MSL, Caovilla HH, Silva MLG. Condutas na vertigem. São Paulo: Moreira Júnior; 2004.

Ganança MM, Munhoz MSL, Caovilla HH, Silva MLG, Ganança CF, Ganança FF. Como diagnosticar e tratar labirintopatias. Rev Bras Med. 2004; 61:108-12.

Freitas, MR; Weckx, LLM – Como diagnosticar e tratar labirintopatias. Rev Bras Med 55 – Ed especial,1998.

Ganança, MM; Caovilla, HH; Munhoz, MS; SILVA, MLG; Frazza, MB; Ganança, FF, Ganança, CF – “Labirintites” no Idoso: Diagnóstico Laboratorial. Atualidades em Geriatria, 2(13): 8-10, 1997.

Tags: , , , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


241 Comentários »

  1. Priscila Kida Meneses comenta:

    24 agosto, 2007 @ 1:00 PM

    Bom dia!
    Tenho um caso com uma paciente com a Síndrome de Ménière! Gostaria de obter mais informaçoes sobre tal doença, como tratar e se o vocês obtem um trabalho cientifico sobre a doença!
    agradeço desde já!

    Farmacêutico Antonio Carlos
    CRF:41933

  2. Irlene Pinto Valle comenta:

    6 setembro, 2007 @ 8:19 AM

    Prezado Dr. Armando Miguel Júnior,
    Bom Dia!
    Sou advogada e patrocino um caso em que meu cliente foi aposentado por invalidez em decorrência dessa Síndrome de Meniére.
    A aposentadoria dele ocorreu em 2004 e, quando requereu o pagamento do seguro de vida, a seguradora recusou-se a pagar, alegando que ele não estava totalmente inválido, que poderia exercer outros tipos de trabalhos.
    Indago-lhe o seguinte, considerando que meu cliente aposentou-se com 61 anos, é semi-analfabeto, o trabalho que sempre soube fazer é braçal, como lavrador, pintor de superfície, é possível ele conseguir trabalhar, sendo que conta com episódios de pequenos desmaios três vezes por semana? Ele, neste contexto, não estaria inválido?Ressalto-lhe que ele já faz tratamento há muito tempo.
    Uma pessoa com essa síndrome, tem condições de exercer uma vida totalmente normal? Ou tem restrições, como evitar movimentos bruscos, trabalhos que exijam força física., movimentos, etc?
    Desde já agradeço-lhe a atenção e espero uma orientação que possa elucidar essas dúvidas que um leigo pode ter sobre o assunto.

  3. Edvan Melo comenta:

    18 setembro, 2007 @ 10:59 AM

    Prezado Dr. Armando

    Gostaria de saber se paciente com síndrome de Ménière pode praticar algum esporte? em caso positivo qual? Existe algum tratamento fisioterapêutico para o caso?

  4. vera lucia marchi comenta:

    28 setembro, 2007 @ 12:40 PM

    Tenho sindrome de méniere,gostaria de saber qual exercicio que posso praticar. Quando faço hidroginastica sinto tonturas e tremo. Obrigado por esta oportunidade

  5. Diogo Colombo comenta:

    6 outubro, 2007 @ 9:49 AM

    Meu pai sofre da doença de hidropisia, gostaria de saber se existe algum tartamento para a cura definitiva ou que amenise as crises de inchaço.

  6. António José Alves Ribeiro comenta:

    15 outubro, 2007 @ 2:35 AM

    Tenho 44 anos e sofro do sindroma de Ménière,gostaria de saber quais os medicamentos para aliviar esta doença. muito obrigada.

  7. Anônimo comenta:

    26 outubro, 2007 @ 2:21 AM

    Caro Dr:Armando Miguel Junior:Bom dia! tenho sindrone de meniere 5 anos, mas as crises nao sao frequentes e chegue a passar 3 anos sem crise.Pode ser nesno crise de meniere,e ainda tenho esperanca de nao ser meniere?
    A primeira crise tive aos 26 anos e sinto que piora quando estou nervosa.

  8. viviane bergamin comenta:

    26 outubro, 2007 @ 7:41 AM

    Tenho sindrome de meniere, e tenho muita dificuldades no tratamento, pois não consigo ficar sem comer açúcar e nao gostei muito dos diet’s. Gostaria de saber até o ponto que isso pode afetar minha audição.
    grata

  9. SILVIA comenta:

    20 novembro, 2007 @ 10:59 AM

    OI MEU NOME É SILVIA, TENHO 32 ANOS E EM 2005, DESCOBRI QUE TENHO SINDROME DE MENIERE, TRABALHO COMO GUARDA CIVIL METROPOLITANA PORÉM NÃO ME SINTO COMO ANTES, TENHO CRISES EM QUE NÃO CONSIGO SE QUER ANDAR EM LINHA RETA, O QUE DEVO FAZER, JÁ FAÇO TRATAMENTO USANDO BETASERC, PORÉM QUANDO DEIXO DE TOMA-LOS A CRISE LOGO VOLTA, GOSTARIA DE SABER SE É POSSÍVEL CONTINUAR TARABALHANDO NA RUA COM PORTE DE ARMA SE NÃO ME SINTO SEGURA NEM PARA ANDAR SOZINHA, O QUE DEVO FAZER NO MEU TRABALHO, PARA QUE POSSA SER AJUDADA.

  10. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    21 novembro, 2007 @ 7:09 AM

    Silvia,
    A Síndrome de Ménière, a hidropsia endolinfática, consiste no aumento da pressão e do líquido endolinfático que preenche os canais semicirculares que respondem pelo nosso equilíbrio postural. (veja a figura do texto). A causa, ainda, não é conhecida. O tratamento é complexo e demorado. Neste período deve-se evitar atitudes de risco, como prática de exercícios, subir em locais altos, dirigir veículos,etc. Pois, acidentes acontecem. Converse com seu médico sobre o seu trabalho e como agir nestes casos, mudar de função temporáriamente é o ideal. Afastar-se do trabalho, muitas vezes agrava o quadro clínico, pois a pessoa acaba sentindo-se inválida e deprimida.
    Boa sorte.
    Prof. Armando

  11. João Santos comenta:

    27 novembro, 2007 @ 9:45 AM

    Boa tarde,
    Sou o João e tenho a Síndrome de Ménière, soube que os açucares são prejudiciais, mas pergunto, como trabalho num ambiente de fumadores , se o FUMO DO TABACO é também prejudicial ?
    Obrigado pela disponibilidade Prof. Armando

    cps
    JLS

  12. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    1 dezembro, 2007 @ 1:13 PM

    Prezados Internautas

    As labirintopatias são as doenças mais desconfortáveis que existem. Não causam a morte, mas levam a incapacidade e suas conseqüencias.
    As dúvidas são muitas. E somente neste século estamos compreendendo-as melhor.
    Estamos colocando no site páginas com 200 dúvidas e respostas a respeito de Labirintopatias.
    Semanalmente estamos colocando 20 dúvidas e respostas.
    Acreditamos que atingiremos 90% das dúvidas dos nossos internautas.
    As primeiras referem-se as dúvidas e sugestões mostradas nesta página.

    É muito importante entendermos com o nosso organismo ajuda ao cérebro a promover o nosso “instável” equilíbrio, pois assim, agiremos de forma coerente nas nossas condutas frente as vertigens e tonturas. Nem tudo é Doença de Ménière ou mesmo labirintopatia (doença do labirinto). Entendendo o que pode estar ocorrendo, podemos procurar os profissionais indicados para cada caso ou situação.

    Prof. Armando

  13. ANA comenta:

    11 dezembro, 2007 @ 9:20 AM

    boa tarde,..
    DESCOBRI A ALGUNS DIAS QUE ESTOU COM SIDROME DE MENIÉRE, ESTOU EM
    CASA DE LIÇ/ ESTOU ME TRATANDO COM OTORINO/ COM AS MEDIC/ LABIRIN PELA MANHA E UM A NOITE + 0,5 RIVOTRIL A NOITE, ESTOU MELHOR, TENHO QUE FAZER ESTE TRATAMENTO POR TRES MESES, ESTA CORRETO, ME CURO DE UMA VEZ, AINDA SINTO PRESSÃO NO OUVIDO D E ZUMBIDO NOS DOIS, JA FIZ AUDIOMETRIA E DEU UMA LEVE ANTERAÇÃO, TENHO 55 ANOS, SOU FUMANTE, SO QUE ESTOU DEIXANDO AOS POUCOS, E O MEDICO ME PASSOU UMA DIETA, AÇUCAR, ETC, TAMBÉM BOLACHA DOCE ENTRA NESTA DIETA DO AÇUCAR, PODERIA ME DAR UMA INFORMAÇÃO, ESTOU AFASTADA DO TRABALHO PORQUE SOU DIGITADORA, E QDO. DIGITO RODA TUDO, E TBÉM. TENHO DIFICULDADES EM ANDAR EM LINHA RETA E MEDO DE SAIR SOZINHA, MEU OTORINO DISSE QUE É NORMAL E VOU ME CURAR, DISSE TBEM. QUE FOI UM ESTRES MUITO GRANDE QUE PASSEI, OBRIGADA.

    Resposta –
    Nesta fase da doença, o tratamento que você está fazendo é o mais correto.
    Prof. Armando

  14. conceição comenta:

    4 janeiro, 2008 @ 3:43 PM

    ultimamente não posso apanhar um pouco de frio nos braços.Fico sem circulação nos dedos e metade das mãos fica muito vermelha e a outra metade completamente branca. Falaram-me que se trata do sindrome de renaud.
    Como posso tratar, ou mininizar, esta situação. Torna-se cada vez mais incomodativo porque fico sem sensibilidade nas mãos e pode durar bastante tempo.
    Agradeço, desde já a colaboração que me possam dispensar.

  15. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    4 janeiro, 2008 @ 5:03 PM

    Conceição,

    Veja página de 22 de setembro 2007 (acesse pelo calendário da página inicial)
    Lá tem informações a respeito de Fenômeno e Doença de Raynauld

  16. francisco comenta:

    10 janeiro, 2008 @ 4:53 PM

    tenho 35 anos e por vezes sinto uns zumbidos no ouvido esqerdo e também tive umas crises em que a minha cabeça andava á roda.foi-me diagnosticado sindroma de meniere.fiz um tac ao ouvido interior deu um resoltado normal.Estou por indicação de um medico especialista a tomar betaserc 16 mg.Gostaria de saber se estou a ser bem medicado e se e mesmo esse sindroma ou sera outra coisa.Gostava que me ajudassem.

  17. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    10 janeiro, 2008 @ 5:22 PM

    Francisco,
    Estou colocando no ar, todas as sextas-feiras – 200 perguntas e respostas a respeito de labirintopatias.
    Dê uma olhada que tem respostas a sua pergunta e outras que vão te ajudar

  18. damiana comenta:

    13 janeiro, 2008 @ 2:16 PM

    OLÁ. MEU NOME É DAMIANA. SOU PROFESSORA(DE 1ª A 4ª SÉRIE) E PEDAGOGA. TENHO 37 ANOS E DSDE DOS 26 ANOS FOI-ME DIAGNOSTICADA SÍNDROME DE MENIÉRE. DESDE ENTÃO TD TORNOU-SE MAIS DIFÍCIL. N TENHO UMA VIDA NORMA. TOMO MUITOS MEDICAMENTOS E AINDA SOFRO DE FIBROMIALGIA ALÉM DE TER FEITO RECENTEMENTE UMA CIRURGIA DE DISCOPEXIA BILARETAL DE ATM, OU SEJA, REPOSICIONAMENTOS DOS DISCOS ARTICULARES BILATERAL. A MINHA SÍNDROME TB É BILATERAL. SOFRO MUITO COM AS CRISES CADA VEZ MAIS FREQUENTES E INTENSAS. TOMO OS MEDICAMENTOS REGULARMENTE E FAÇO TODA A DIETA ORIRNTADA PELO MEU MÉDICO, MAS SINTO QUE N MELHORO. VOU COM MUITA FREQUÊNCIA AO PRONTO SOCORRO EM DECORRÊNCIA DAS CRISES QUE N CONSIGO CONTROLAR. MINHA VIDA ESTÁ CADA VEZ MAIS DIFÍCIL. O QUE FAZER? O MEU MÉDICO COSTUMA DIZER QUE A SÍNDROME NÃO TEM CURA E QUE É UMA DOENÇA PROGRESSIVA. JÁ FIZ TODOS OS EXAMES VÁRIAS VEZES, E REALMENTE FOI CONSTATADA A SÍNDROME DE MENIÉRE. SINTO QUE FICO CADA VEZ MAIS DESESPERADA. TENHO MEDO DE SAIR SOZINHA, POIS MUITAS VEZES N CONSIGO NEM PARAR EM PÉ, ALÉM DE TER A SENSAÇÃO QUE O CHÃO ME FALTA AOS PÉS, ZUMBIDOS HORRÍVEIS BILATERALMENTE QUE ME DEIXAM ATORDOADA. N SEI MAIS O QUE FAZER. SIGO AS ORIENTAÇÕES DO MEU OTORRINO, MAS N APRESENTO MELHORA. DOUTOR, O QUE FAÇO?
    DESDE JÁ, OBRIGADA E AGUARDO SUA RESPOSTA.
    PRECISO DE ORIENTAÇÃO.

  19. maria comenta:

    23 janeiro, 2008 @ 5:23 PM

    sinto fortes pressoes e tonturas na cabeça. fui ao hospital e o medico passou me o betaserc. sindrome vertiginoso.

  20. Maria Teresa comenta:

    24 janeiro, 2008 @ 3:42 PM

    DESDE CRIANÇA PASSO MUITO MAL NAS VIAGENS. TENHO ENJOOS, VOMITO MUITO, DORES DE CABEÇA E MINHA PRESSÃO CAI MUITO….SINTO MUITO FRIO. A VIAGEM PODE SER CURTA OU LONGA. TUDO SE REPETE. FALANDO COM MEU MÉDICO ELE DISSE Q ERA MÉNIÈRE DOS VIAJANTES ISSO EXISTE MESMO? TEM A VER COM A SÍNDROME???
    AGRADEÇO DESDE JÁ AS EXCLARACOES

  21. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    24 janeiro, 2008 @ 5:53 PM

    Maria Tereza,

    Tire suas dúvidas acessando as 10 páginas – Vertigem – 200 dúvidas a respeito.
    A doença de Ménière é aumento da pressão da endolinfa. O que voce pode estar sentido é cinetose, que é diferente. Na cinetose, não tem aumento da pressão na endolinfa. Veja mais sobre isso nas páginas sobre vertigem.

  22. Arlete comenta:

    25 janeiro, 2008 @ 4:56 PM

    Em 1998 tive uma surdez súbita.Fiquei internada no Penido Burnier, Campinas por 5 dias, usando cortisona para tentar recuperar a audição, sem melhoras.Em 2003, começou um zumbido, muito chato. Tudo do lado direito.Em julho de 2007, tive uma crise horrível…muito medo de tudo, sensação de morte, não sabia se estava viva ou não. O rosto, desse lado adormecido e ao mesmo tempo, formigando.Não falava direito, gaguejava, sem coordenação motora…passei muito mal.Até que ao consultar um otorrino e fiz um eletrococleografia, ficou constatado Síndrome de Meniere.Hoje, janeiro de 2008, ainda não melhorei. minha vida mudou totalmente. Tenho fobia social, não fico em lugares com muitas pessoas,vivo com tonturas. Não posso com barulho alto.Não posso trabalhar, tenho uma pizzaria.E não consigo meu afastamento pelo INSS.Paguei a vida toda e agora que preciso, dizem que não é motivo para afastar. Desejo a esses peritos uma crise de Meniere, para ver quanto tempo ficarão em casa deitados. Só aí darão a devida importância. Além de sofrer com os danos causados pela doença, sofro com os gastos e os não recebimentos pela minha ausência na firma. Já passei por um neuro-cirurgião, fiz Ressonância Mag., pois havia suspeita de um neurinoma do acústico. Graças à Deus, não deu nada no exame. É só, ou tudo, Meniere.

  23. Denize comenta:

    1 fevereiro, 2008 @ 1:09 PM

    Dr.Armando, a doença de meniére pode comprometer a gravidez,tenho 28 anos e a medica falou que estou com meniére,mas tenho o sonho de engravidar nesse caso recomenda-se uma gravidez ou não?

  24. viviane gomes comenta:

    6 fevereiro, 2008 @ 12:50 PM

    tenho um filho c 14 anos q desde os 9 sente tonturas aos 12anos foi diagnosticado doenca de meniere,tem deficit auditivo moderado a esq e iniciando flutuacao e perda adireita leve,esta c dificuldades na escola,ultimo mes c crises frequentes usando vertix a15dias e dieta c pouco sal e nenhum acucar,por favor me responda como posso parar este processo deste lado pouco afetado pois ele so tem 14anos e uma vida pela frente.e um caso atipico pois e muito jovem,uso diuretico,vai ter acao?corticoide?todos os demais exames inclusive geneticos p suedez foram normais a eletrococleo alterada a esq.,pode usar aparelhos auditivos nestes casos?

  25. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    6 fevereiro, 2008 @ 1:08 PM

    Denize,
    A síndrome de Ménière não impede ou atrapalha a gravidez. Ao contrário a gravidez pode acentuar os sintomas de tonturas, pelos efeitos hormonais e metabólicos (hipoglicemia, hiper ou hipotireoidismo, descontrole pressórico, queda do sódio ou do potássio, etc) próprios da gestação, mas tudo é contornável e a natureza é sábia. Consegue levar a gravidez até o fim.

  26. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    6 fevereiro, 2008 @ 1:10 PM

    Denize e Viviane
    Olhem as páginas as 10 páginas – Vertigem – 200 dúvidas a respeito. Acredito que entenderam muita coisa a respeito das labirintites e seus tratamentos.

  27. jonas rodrigues comenta:

    11 fevereiro, 2008 @ 5:42 AM

    Dr; Armando desde que fiz um tratamento com INATURA
    comessei a sentir tonturas (sesiquilibrio) e nenhum
    esame pode detectar esse problema, cada medico tem
    um diagnostico diferente, varios dizem que tem relação
    ao regime e sim a uma tal de anciedade nervosa, já fiz
    tratamento com neurolojista mas nunca fiquei sem sentir
    o problema um só dia atualmente tomo um remedio
    chamado de rivotril 2 e combate realmente, mas eu gostaria
    de saber se posso me curar e qual especialista devo procurar
    pois já faz 8 anos que sinto isto.;
    abçs e gostaria de obter resposta.

  28. vanessa de paula moretti comenta:

    14 março, 2008 @ 9:18 PM

    meu marido,tem suspeita de síndrome de minier,nenhum médico deu certeza,e nenhum médico resolveu o problema até hoje.Porém ele está afastado do serviço,e não consegue trabalhar nem mesmo em casa,então chego à conclusão que,enquanto não se resolve o problema,posso mandar à vocês minha seguinte opinião,que os médicos,deveriam dar mais atenção à uma nova doença,que è,sindrome de minier,que eles não sabem nem mesmo a origem,poís bem,se não sabem,como podem dar remédios,sem saber se quer a ação deles.somente sei que até hoje ninguém resolveu o problema do meu marido,estou aberta a comentários e pesquisas.
    E se algum médico se enteressar pelo caso,estou aberta a ajuda,poís somente meu marido trabalhae não pode ficar parado,eu não trabalho porque cuido dele,e temos um filho de 6 anos,precisamos muito de ajuda.obrigada pela atenção.

  29. Elvis comenta:

    25 março, 2008 @ 1:41 PM

    Gostaria de saber por qual motivo (fisiológico ou bioquímico) o açucar é restringido nos quadro de doenç de Ménière?
    Agradeço desde já pela atenção dispesada.!!

  30. vanessa de paula moretti comenta:

    25 março, 2008 @ 4:35 PM

    por favor preciso urgente da ajuda de um profissional que saiba me dizer sobre a síndrome de meniere,algum médico por favor entre em contato direto comigo,poís estou desesperada com meu marido,que tem isso a dez anos,não encontramos nenhum medicamento até hoje que deu certo,por favor me ajudem,está cada vez pior as crises dele,por favor socorro.estarei aguardando e muito obrigada por lerem meu comentário.me ajudem por favor.

  31. vanessa de paula moretti comenta:

    25 março, 2008 @ 4:45 PM

    aqui a vanessa de paula moretti,estarei esperando respostas sobre o caso do meu marido,por favor médicos peguem o caso do meu marido,poís ele está quase perdendo já a audição. me ajudem por favor.

  32. VANILZA CANDIDA MOITA MISTURINI comenta:

    7 abril, 2008 @ 11:58 AM

    Segundo o meu médico, aqui de Sinop-MT, eu tenho a Síndrome de Meniére, porém, tanto aqui quanto no Estado do Mato Grosso, não há tratamento. Gostaria de saber, como é feito o tratamento no Brasil, aonde tem os melhores especialistas no assunto, bem como entrar em contato com os mesmos.
    Considerando que à medida em que passa-se o tempo a dor no ouvido aumenta e as tonturas são mais frequentes.
    No aguardo de uma resposta.
    Agradeço atenciosamente.
    Vanilza C. M. Misturini

  33. teresa silva comenta:

    7 abril, 2008 @ 6:38 PM

    desde uns 6anos que me começou uns barulhos muito fortes no ouvido fui várias vezes ao médico que me diziam que era origem da minha garganta e nariz pois inflama por tudo e nada era alergia e tomava anti inflamatórios anti histamínicos melhorava mas o barulho no lado direito sempre ficou até que exigi ir a um otorrino pois já tinha perdido a audiçao as consultas foram demoradas no hospital esperei um ano até que me chamaram a médica fez tudo para despistagem de outras doenças coraçao tençao cervical cabeça entre outras mas chegou á conclusão que era méniere já não ouço dos dois ouvidos á dois anos começou o desespero das vertigens tenho alturas que me é dificil entrar no trabalho é uma fábrica e quando entro pareçe que flutuo só vou melhorando 1hora depois do corpo se abituar as coisas mexem-se sensaçao de instabilidade não falo das crises pois é vomitar intestinos suores já sei quando o corpo me havisa que estou a trabalhar de mais poi é logo as ondas de calor dor de cabeça enjoada tenho de ir mais de vagar alerta tomo bétaserq e gincoben desmamo o bétaserq mas quando paro volta tudo sou vigiada no hospital uma médica fantástica mas ela pouco poode fazer temos que não ter medo sei que é dificil mas uns dias bem outros mal tenho sensaçoes e ondas 2 vezes por semana mas já naõ é com a rotaçao que era sem os medicamentos só tenho pena que as pessoas não estejam informadas e nos trabalhos acham esquesito os nossos sintomas e não aja ajuda como insensões pois temos de andar sempre em exames e médicos e medicaçao e nem sempre se pode tenho 44 anos e queria trabalhar mais uns anos força a todos

  34. MARIA SANTANA CONRADO PORTELLA comenta:

    13 abril, 2008 @ 3:55 AM

    SOU APOSENTADA POR INVALIDEZ-DEVIDO AO FATO =TE TER SIDO DIGITADORA, E, POR VÁRIAS VEZES OU melhor sempre trabalhei sob muita pressão, e o AR CONDICIONADO no ano em que comecei a trabalhar era de gde.porte e alta tensão e muito barulho, pois a sala em que nós ficavamos eram muitas máquinas juntas e o barulho dos cartões na época perfurados geravam barulhos arrasadores para os nossos OUVIDOS, até então eu não sabia o que isto poderia vir a causar na minha saúde; tanto como uma TENOSINOVITE ADQUIRIDA DEVIDO AO ESFOTÇO REPETITIVO e tb a cobrança de muitas horas como extras que se eram muito cobrados caso não fissemos seríamos demitidas, com as ameaças de que haviam muitas digitadoras ou melhor em 1975 PERFURADORAS. Trabalhei sob intensas dores nos braços e consequentemente UM VERDADEIRO E INFERNAL INCOMODO AUDITIVO. QUE APÓS EU ENTRAR NO BENEFICIO DO inss FOI DESCOBERTO PELO MÉDICO PSIQUIATRA/NEURO: UMA SÍNDROME DE MENIÉRE, só que ele mesmo nem sabia como isto na realidade ocorria e qual o tratamento correto, faço uso até hoje de anti-depressivos, rivotril 2. E somente eu pesquisando por interesse próprio, claro já que esta sindrome muito me deixa sempre impossibilitada de geri as mais simples tarefas, sem que para isto eu não sinta nehum sofrimento ou constrangimento; já que muitas das pessoas ao meu convívio dizem: eu estar arrumando DOENÇA. mAL SABENDO ELAS O QUANTO ISTO ME ATORMENTA. TENHO HOSE 52ANOS e não consigo trabalhar já que não posso arcar com nenhum compromisso. desde já agradeço e despeço-me no aguardo de umna resposta . OBRIGADA!!!!

  35. vanessa de paula moretti comenta:

    13 abril, 2008 @ 12:17 PM

    Aqui a vanessa novamente,na sexta feira agora dia 11/04/08 foi confirmada a doença do meu marido,ele realmente tem síndrome de meniere,agradeço aos demais que leram,deram um pouco de atenção aos meus palpites.obrigada.

  36. TAÍS SUSANA DASSIE comenta:

    17 abril, 2008 @ 1:53 PM

    Gostaria de saber se acupuntura ajuda no tratamento de labirintite,e acabar com o zumbido no ouvido. Hoje estou com 34 anos e já fazem oito anos que convivo com este zumbido no ouvido, e até agora nenhum otorrino resolveu meu problema. Faz um mês que estou com um zumbido severo no ouvido esquerdo, com tonturas e enjoos frequentes, estou medicada mas sem resultados positivos. O que posso fazer para acabar com estes sintomas.

  37. Olga Santos comenta:

    24 abril, 2008 @ 9:39 PM

    Boa noite Pfr.Armando Miguel,em janeiro ,estava a dormir e acordei com a sensacao que ia desmaiar se nao me levanta-se,parecia que ia morrer.fui ao quarto de banho molhei a cara bebi agua.tinha dormencia nos dedos da mao esquerda(anelar e mindinho),palpitaçoes tonturas com nauseas,secura na boca ,taquicardia…falei com amiga medica de cardiologia porqe pensava que estava a ter um avc e so tenho 40 anos! na altura ela me informou que podia nao ser nada para me acalmar, beber cha e dormir.como tenho tensao sempre baixa pensamos que podia ter sido descida rapida da pressao arterial.nos dias seguintes fiz ecg,ecocardiograma c/doppler cardiaco,holter 24h,pressurometria 24h,analises (inclusive tiroide) ,doppler carotidio vertebral. Estando tudo com valores normais o que se pensou que podia ser sindrome vertiginoso….. comecei a tomar betaserc 16mg e vastarel. Estive 2 meses sem trabalhar porque as tonturas e nauseas persistiram e fiquei com fobia de sair sozina….fui a medico otorrino -com especialidade vestibular, fez a manobra e disse que vppb ja nao tinha que podia ter tido ….andava muito stressada bebia muitos cafes por dia,nao dormia bem e o medico receitou xanax para relaxar……as tonturas continuaram e fui ao neurologista que me mandou fazer rx da cervical e como quando olho para cima fico tonta pesamos que fosse erro postura e usei colar cervical. melhorei ,fiz fisioterapia na coluna cervical e comecei a trabalhar, como sou recepcionista numa unidade hospitalar a postura nao e´ a mais correta…. continuo com tonturas tenho fobia a centro comercial e zonas com muitas pessoas e a qualidade de vida ja nao e mesma…voltei a tomar o betaserc, mas nao sei mais o que posso fazer…..preciso de ajuda. muito obrigado. Olga

  38. Anonima comenta:

    7 maio, 2008 @ 6:34 PM

    Boa noite Dr miguel , descobri em dezembro do ano de 2007 , que tenho meniere, mas antes disso sofria com muitas otites e tonturas passava por varios otorrinos e nenhum sabia o que eu tinha. Hoje tenho 31 ano fui encaminhada para São Paulo para me tratar, fiz 3 cirurgias de timpanomastoidectomia e agora fiz descompressão endolinfática, mesmo assim continuo tendo crises terriveis , tomo dramin , meclin , rivotril, parece que nenhum medicamento resolve.
    Precisei sair do emprego pois não conseguia trabalhar assim, ando muito angustiada com zumbido terrivel nos ouvidos, não me sinto bem no meio de muitas pessoas , elevadores , computador etc.Já não sei o que fazer pois as minhas crises estão cada vez mais frequentes, tenho medo de sair , dirigir nem pensar. Gostaria de uma orientação , no que eu poderia trabalhar pois sou aux de enfemagem?Muito obrigada.

  39. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    7 maio, 2008 @ 7:31 PM

    Vanessa, Olga e a Internauta acima.
    Um das melhores formas de corrigir os problemas com o labirinto é ensina-lo a funcionar bem novamente através de fisioterapia labirintica. Reorganizando as funções do labirinto.
    Vejam as 10 página a respeito do assunto – Vertigem -200 dúvidas a respeito.

  40. FATIMA NEVES comenta:

    8 maio, 2008 @ 8:27 AM

    estou neste momento com 50 anos desde há 2 anos que vinha queixando ao médico que tinha tonturas , vertigens e que parecia andar com os copos aminha postura não era correcta, pois já não era capaz de caminhar em linha recta estava bastante preocupada.
    Mas, o médico disse-me oh não dê mt importância isso vem da descalcificação (histectomia radical aos 38 anos),problemas gerados por falta de hormonas,embora siga á regra tudo o que os médicos me pedem.
    Agora acontece que o desiquilibro não desaparece e tem-se agravado. trabalho numa escola sou A.A.E. e ao contrário de outras pessoas o barulho, o som alto, incomoda-me imediatamente. Agora recorri á urgência do hospital porque tive uma crise não sei provocada porquê ,com tonturas , vertigens e dequilibro tensões mt bxs uma aflição que vinha de baxo com aperto até á garganta eu nem sei bem explicar .
    Permaneci no hospital bastante tempo tinha ido de carro no fim do trabalho mas o m~edicio ligo para minha casa para me irem buscar.receitou. Betaserc e deu logo atyestado para 1 semana.
    Pediu tb para consultar um otorrino, assim foi feito já lá fui e já fiz um audiograma e tb um exame aos tímpanos.
    Aguardo resultados .mas não sinto melhoras que fazer.
    será que posso voltar a trabalho.
    mas tenho ainda mts exames a realizar, ecografia tiróide,tac crerbral etcc ….
    Consultei a médica de Família e ainde me pede para realizar + exames , estou a ficar deprimida com tantos assuntos…
    OS exames vão demorar porque é tudo mt caro e aguardo melhores dias financeiramente .
    espero a v/ atenção e resposta a este caso se for possível?
    E se eu fosse trabalhar mesmo sem ordem médica que dizem?
    um grande abrço M. FÁTIMA

  41. Flávio Max comenta:

    11 junho, 2008 @ 1:56 PM

    Prezado Dr Arnaldo.
    Minha filha (15 anos de idade) tem diagnosticado o mal de Meniere, soubemos que um estudo no Japão detectou que a grande maioria das pessoas que sofrem com esta infermidade possuem um numero menor do hormonio que estimula a diurese, sendo que, a cocler possui células similares as células que compõem os rins, assim sendo, estimulando a produção deste hormonio pode-se obter a melhora ou até a cura deste mal.
    O senhor tem conhecimentos sobre esta pesquisa?

  42. Lourdes Cardoso comenta:

    27 junho, 2008 @ 5:53 PM

    Boa noite Dr ,estive muito mal estes ultimos dias .Hoje fiz exames foi diagnosticado mènière,estou apavorada pois sinto uma pressão muito grande na cabeça fui medicada com dicloridato de betaistina 24mg 2x ao dia estou com um especialista competente,e de minha confiança .Mas tudo isso e muito estranho para mim,quero saber se realmente não ha cura .estou disposta a tudo pra nâo sentir mais isso ,conto com vossa priciosa atenção para medar mas tranquilidade alem dos doces o que mais posso fazer . Meu muito obrigado pela atenção!

  43. NATANAEL MACHADO comenta:

    18 julho, 2008 @ 1:23 PM

    Tenho uma amiga que tem asindrome de meniere e esta tendo muito vomito e diarreia, alem de sintomas de labirintite.
    Ela está muito mal e gostaria de saber um tratamento para esse tipo de sintoma e tambem um especialista no mesmo sintoma.

  44. Marco Antono Argento comenta:

    15 agosto, 2008 @ 1:11 AM

    Tenho doença de Meniere desde 1999, hoje estou com 43 anos.
    Depois de tudo que li acima, minha doença está normal.
    Tenho crises em tempos mais espaçados, depois de Tomar Betaserc 16 mg 3 vezes ao dia por 3 meses e 2 vezes por 6 meses. Sempre associado a ginkobiloba. Quando tentei diminuir o Betaserc voltou a crise. O gincobiloba manipulado é mais barato e já compro de 200 comprimidos por vez. Quando sinto que o zumbido torna-se uma vibração, eu aumento o Betaserc e tomo Vertix. O Vertix estou mudando de para ver se me adapto melhor com outro. Existe o Dramin B12, Exit e Merclin e outros; e o próprio Stugeron. Sinto crise depois de sair da linha com cerveja, doce, queijos. Vou pesquisar mais sobre fisoterapia labiríntica e quem sabe me orientar, pois nehum médico falou sobre isso e parece ser bom. Espero ter ajudado alguém, porque hoje tenho mais conhecimento que muitos otorrinos que passei, e foi pela internet que aprendi sobre nosso mal.

  45. Nadyr Neto comenta:

    27 agosto, 2008 @ 10:13 PM

    Dr Armando,
    Trabalho há quinze anos numa grande empresa em funcao de confiança. Uma profissão extremamente estressante e com grandes exigências pessoais. Há oito, venho tratando de problemas no labirinto que finalmente foi diagnosticado como mal de meniere. Perdi quase toda a audição do ouvido esquerdo e convivo com um zumbido que me incomoda muito. Como atribuía meu problema de saúde ao excesso de stress e tentando buscar alternativas, preparei-me para um concurso público na área do judiciário e consegui aprovação. Hoje, o problema iniciou-se também no ouvido direito. Sinto que apesar de toda a medicação que tomei até hoje a doenca sequer estacionou. Continua a progredir e, para minha angústia, acredito que vou perder também a audicao do ouvido direito. Aí, surge a dúvida que hoje preocupa. Saindo do meu emprego atual estou abrindo mão de licenciar-me ou, quem sabe, aposentar por invalidez (O que não é o que quero). Minha vontade é continuar a trabalhar e continuar a ser útil, mas temo não conseguir passar pelo estágio probatório que é de três anos, uma vez que não há como prever como será a progressão da doença. Minha visão anterior esta correta? Posso realmente ter certeza de que sob menor nivel de stress a tendência é o problema estacionar? Não há uma forma de interromper o processo? O mal de meniere não tem cura?

  46. Rafael Vedovani comenta:

    15 setembro, 2008 @ 1:33 PM

    gostaria de saber qual o endereço eletrônico que é mencionado acima, como as 10 páginas – Vertigem – 200 dúvidas a respeito.

  47. nanci rosangela pereira comenta:

    19 setembro, 2008 @ 12:41 AM

    tenho sindrome de meniere ja ha tres anos ja fiz varios exames , inclusive resonancia magnetica.Trabalho em uma biblioteca do estado de rondonia .Tem dia que e muito tumultuado , e fico muito mal o zumbido aumenta muito e a pressão no ouvido, e mesmo tomando labirin 24mg de 12 em 12 horas e rivotril 0.5mg ainda sinto tonturas. Gostaria de saber de tem como aposentar, tenho 14 anos de serviço . Sinto uma tristeza muito grande porque as veses passo por muito constrangimento por ser preciso ser socorrida por funcionarios da escola e tambem ja aconteceu de cair na rua . muitas vezes vem com vomito e é muito constrangedor.por favor me uma luz.

  48. Rosilane Soares comenta:

    19 setembro, 2008 @ 7:54 PM

    Eu lí um comentário, que quendo voê está passando por momento difício na sua vida,
    ou seja de “tristeza, aborrecimento, estresse,…” faz com que a sindrome de meniere se manifesta.
    Dr. Armando Miguel Jr, Senhor confirma !

    Por favor, esclarece essa dúvida, eu entrei para academia para aliviar o estresse, ouvi dizer que é bom, não cura mas retarda a manifertação da síndrome.

    Se reamente tem cirurgia eu gostaria de fazer, mas preciso de mais informações.

    Fique na Paz!

  49. Susana Pereira comenta:

    25 setembro, 2008 @ 7:30 AM

    Bom Dia,

    Pretendia um opinião médica para o que me está a acontecer, há duas semanas para cá tenho andado com tonturas, sempre que me deito, levanto ou olho para cima começo a ver tudo à roda e a perder o equilibrio, frequento a piscina 2 vz por semana, quando está muito cheia e com muito barulho custa-me estar lá e começo a ficar irritada e por vezes diminui a minha audição e provoca-me enjoos.

    Obrigado
    Susana Pereira

  50. MARIANE comenta:

    27 outubro, 2008 @ 2:21 PM

    27 OUTUBRO DE 2008.

    DR ARMANDO,

    TENHO 33 ANOS , E A MUITOS SOFRO COM PRESSÃO NO OUVIDO DIREITO E TONTURAS;MAS
    ACHAVA QUE ERA SECREÇÃO.O OIVIDO ENTUPIA, EU FICAVA RUIM, DESENTUPIA EU MELHORAVA.
    FOI ASSIM DURANTE ANOS.ATÉ QUE,COM A PRESSÃO NO OUVIDO AS CRISES DE TONTURAS FORAM FICANDO CADA VEZ MAIS INTENSAS.ENTÃO DESDE 2005,DEPOIS DE VÁRIS EXAMES E RESSONÂNSSIA DA CABEÇA FOI DIAGNOSTICADO A SÍNDROME DE MENIÉRE.
    NA MINHA SEGUNDA GRAVIDEZ, EM 2006/2007, TIVE UMA CRISE E FOI HORRIVEL,POIS NÃO PUDE FAZER O TRATAMENTO ADEQUADO.DEMOREI MUITO PARA SAIR DELA E PASSEI O RESTO DA GRAVIDEZ ME CONTROLANDO COM MASSAGENS.ACUPUNTURA, HOMEOPATIA ETC..
    AGORA ESTOU NO MEIO DE UMA CRISE E ESTOU MEDICADA.A TONTURA MAIS AGRESSIVA MELHORA COM O MEDICAMENTO,MAS A PRESSÂO NO OUVIDO ME INCOMODA MUITO E ENQUANTO A PRESSÃO NÃO MELHORA , FICO COM A CABEÇA ZONZA, NÃO POSSO OLHAR PARA CIMA ,ENFIM FICO COM OS MOVIMENTOS LIMITADADOS. E AÍ VEM A DEPRESSÃO,POIS NÃO CONSIGO FAZER NADA DIREITO.EU TRABALHO, SOU ARQUITETA E TENHO DOIS FILHOS PEQUENOS.
    GOSTARIA DE SABER SE TEM ALGO QUE POSSO FAZER PARA DIMINUIR A PRESSÃO NO OUVIDO.E TAMBÉM SABER SE CRISES DE ESTRESS E TENSÃO PODE DESENCADEAR UMA CRISE.
    DESDE JÁ AGRADEÇO A ATENÇÃO.

    OBRIGADA

    MARIANE

  51. Ilton Carlos Da Silva comenta:

    31 outubro, 2008 @ 11:00 PM

    DR Armando ; gostaria de saber se a trigliceridemia tem a ver com sindrome meniere pois estou com triglicerideos 232m/g fiz um exame que deu sindrome vestibular periferica irritativa o medico que me trata diz que e o trigliceridemia me encaminhou para endoclinologia mas a medica disse que nao tem nada a ver ja fui em duas disseram a mesmo gostaria de saber se trigliceridamia causa a sindrome de meniere pois trabalho dirigindo caminhao e se isto pode causar algum perigo para outros obrigado.

  52. Deborah comenta:

    3 novembro, 2008 @ 10:30 AM

    Gostaria de informações sobre timpanotomia com gentamicina, pois estarei fazendo este procedimento nos próximos dias, em razão da confirmação da síndrome de meniere. Estou em tratamento desde abril/2008, sem resultados positivos. Obrigada.

  53. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    3 novembro, 2008 @ 12:37 PM

    Debora,
    Veja a página do dia 28 de dezembro de 2007

  54. Tânia comenta:

    23 novembro, 2008 @ 4:28 PM

    Ola!!
    Sou Tânia tenho 21 anos, e a cerca de ano e meio foi-me diagonosticado a DOENÇA DE MENIERE!!!
    Dizem k este tipo de doenças so atinge a camada mais alduta!!! Mas eu fui uma exepçao!! Tento por tudo ter uma vilda normal, mas quando tenho as crises, sinto-me fraca e incapaz de continuar!! Depois de tudo passar volta tudo ao normal!! Ja fui a varios medicos otorrino, tambem ja fiz varios exames, Tac, Ressonancia, Audiograma, etc..
    Inicialmente tinha crises com mais frequencia, depois comecei a fazer um tratamento de BETASERC + GINCOBEN…
    Tenho ajuda de toda a gente, desde amigos, a familiares, mas é muito dificil viver com este problema, ate porque nao sabemos ate que ponto vamos estar bem!! (saber quando nos vai dar a proxima crise)… Gostaria muito que alguem que tivesse o mesmo problema que eu falasse comigo!! Gosto de saber opiniao de outras pessoas!!
    E para todos que têm esta doença desejo muita FORÇA, e nao podemos deixar k isto faça com que deixe-mos de ter uma vida NORMAL!!… **

  55. Celma comenta:

    20 dezembro, 2008 @ 4:55 PM

    Sinto em todos os depoimentos acima a angústia daqueles que possuem a doença e entendo perfeitamente. Convivo com o problema há seis anos e já fiz de tudo. Tenho um imenso volume de exames, tomografias e ressonâncias. Já fiz vários tratamentos, consultei um lista grande de médico e recentemente fiz timpanotomia com gentamicina. Já tive depressão em razão do problema (Como verifico em vários depoimentos acima). Já perdi o ouvido esquerdo e está se iniciando pressão e zumbido no ouvido direito. Não vejo porém uma resposta objetiva aos questionamentos daqueles que sofrem com o problema. O Mal de meniere tem cura? Conseguirei pelo menos evitar a perda de meu ouvido direito? Poderei voltar a dirigir? O que fazer “realmente” para resolver o problema já que Betaserc, Clonasepan e Higrotons não resolvem??? Por favor, respondam….

  56. Eils comenta:

    21 dezembro, 2008 @ 1:42 PM

    Há um ano recebi o diagnostico da síndrome de meniere. Perdi audiçãodireita totalmente,escuto muito pouco c/a esquerda.Quando estou em crise fico impossibilitada de conversar pois ñ entendo nada que as pessoas falam.Sou professora estou readadptada,ñ tenho mais condições de ficar em lugares barulhentos é muito pertubador o zumbido piora bastante.Porém tento levar minha vida da forma mais normal possivel,embora nas crises fico um pouco deprimida,mas me esforço muito p/ superar. Já ouvi de varios médicos que essa sídrome não tem cura.Só resta aprender a conviver com o problema sei que ñ é facil porque sinto na pele cada crise que passo.Mas ñ é impossível.
    Tambem tomo medicação diariamente o que não impede as crise que tenho.Digo a todos ñ podemos desanimar vamos confiar em DEUS e ñ deixar que isso nos ipossibilite de ser feliz..

  57. maria carmo joaquim comenta:

    30 dezembro, 2008 @ 2:25 PM

    ola boa tarde sofro de sindrome de meniére ja há cerca de 6 anos ja fiz varios tratamentos e uma série de tratamentos que se chamam opticinéticos melhorei mas isto volta sempre mais ou menos em setembro \ outubro sera este sindrome uma doençc sazonal visto que o periodo em que se manifesta mais tem sempre a ver com a mudança de temperaturas acho que ate com a oscilação maritima. sera que esta minha opinião tem alguma coisa de concreto

  58. Nuna comenta:

    5 janeiro, 2009 @ 6:23 AM

    Olá Tânia!
    Gostaria de falar contigo também!
    Eu tenho 26 anos e já me foi diagnosticada esta doença à quatro anos!
    É dificil aprender a viver com ela mas não podemos baixar a cabeça! Há muitas dúvidas e medos em relação ao futuro mas temos que pensar positivo:)

  59. fabio mendes comenta:

    5 janeiro, 2009 @ 8:17 AM

    acabei de descobrir que tenho essa sindrome tenho 29 anos e a duas semanas estou em crise, uso o labirim o meclin eo trental pentoxilina mas nao melhorou em nada estou sendo acompaanahdo de um otorrino. mas nao consigo sair das crises oque faço?

  60. Elisabete Santos comenta:

    19 janeiro, 2009 @ 4:43 PM

    Boa noite!Tenho 32 anos e em Agosto passado tive um”episódio” de sindroma de Meniere.Como tive tonturas muito fortes não me consegui deslocar ao médico ,tive que chamar o médico a casa. O médico passou-me o betaserc e ao fim de 3 dias já conseguia andar normalmente. Desloquei-me á minha médica e ela mandou-me fazer exames ao coração. E defacto foi-me detectado um prolapso holossistólico da válvula mitral. Terá sido este prolapso o responsavél do sindrome? Eu gostaria de voltar a ser mãe. Será que o sindrome se poderá manifestar durante a gravidez? Poderá afectar o bébé?Poderei tomar o betaserc durante a gravidez?
    Obrigado

  61. Lílian Sena comenta:

    20 janeiro, 2009 @ 10:41 PM

    Boa noite, tenho 28 anos e aos 15, comcei a sentir perda na audição e sofria de enxaqueca, com até 3 crises semanais… Fiz diversos exames e foi constatada a síndrome de menière. Hoje, perquisando sobre o assunto, gostaria de saber qual o melhor local para tratamento de síndrome de menière. Sinto muitos sintomas dos relatados entre muitos sites examinados.
    Grata

  62. nanci rosangela pereira comenta:

    6 fevereiro, 2009 @ 1:12 AM

    sofro com essa doença ha quatro anos.Começou com a sensaçao de ouvido entupido e zumbido no ouvido esquerdo e tontura fraca , o medico pediu muitos exames inclusive a resonancia magnetica e nao constatou nada, foi ai que ele me disse que era sindrome de meniere depois de um ano de tratamento tomando labirin 24ngs de 12 em 12 hs e rivotril 0,5mg a noite. Mais os sintomas pioraram muito agora tenho crizes muito forte ja cai na rua , fui enternada varias vezes . Trabalho em uma escola do estado e o barulho me encomoda muito. Por muitas veses tive crises no trabalho tendo que ser socorrida pelos colegas, eu nao consigo caminhar sozinha e vomito muito ,e uma situação que causa grande constrangimento gostaria de saber se tenho direito de me aposentar as veses penso ate em pedir demição, ainda nao fiz isso devido ao plano de saude que uso muito. eu nao sei mais o que faser segundo o medico essa doença nao da direito em aposentar . tenho vontade de faser a cirurgia mais nao tenho condiçoes pois o meu plano de saude so vale dentro estado e aqui nao faz , pois moro em rondonia. Por favor me responda abraços …ja e tarde vou dormir .

  63. Raúl Figueiredo comenta:

    16 fevereiro, 2009 @ 7:07 AM

    Há 12 anos foi-me diagnosticado Sindrome
    de Meniere. Comecei por ter zumbidos no ouvido direito,
    seguindo-se náuseas, tonturas e vómitos. Os primeiros
    anos foram os mais conturbados, com episódios diários.
    Segundo o meu otorrino, a tendência é para ter menos
    crises e menos audição o que realmente tem acontecido.
    Já estive 4 anos sem qualquer crise, mas com zumbidos.
    Para mim o pior desta doença, é sofrer por antecipação.
    Nunca sabemos onde e quando vamos ter uma crise.
    Durante as crises tomo apenas Betaserc. Raúl Figueiredo

  64. Anônimo comenta:

    1 março, 2009 @ 7:48 PM

    Olá gostria de mais informações sobre essa sindrome…
    Meu namorado tem ,e gostaria de saber quais os reais sintomas e se isso pode influir na vida sexual de um homem…
    Obrigada

  65. Catarina Rodrigues comenta:

    3 março, 2009 @ 2:40 PM

    Boa tarde

    Tenho 20 anos, estou apavorada, pois tudo indica que tenha meniere. Segundo o medico, e o mais provavel visto ser genetico, e com maior facilidade de um pai para uma filha, que e o caso. Há duas semanas que acordei sem segurar a cabeça, com enjoos e a ver tudo a mexer sozinho… uma semana depois a crise foi pior, ia tudo cair, nao me conseguia segurar a nada, tive que ir de urgencia pois nao sabia o que fazer.
    Mandaram-me tomar betaserc e vastarel, da manha e a noite. Estou bem melhor, mas nao consigo trabalhar. O meu emprego e demasiado stressante para eu conseguir me concentrar em não ter uma crise. O médico aconselhou, alem da medicação a fazer acunpuntura. Alem de aliviar o stress, podia aliviar tambem os sintomas. De facto, e segundo varios utentes da senhora com quem vou fazer as sessoes, alivia imenso e compensa mentalmente.
    E quando sinto o inicio de uma crise daquelas, encosto e deixo-me ir na onda ;) ao menos nao fico em panico.
    Esperemos que inventem uma cura milagrosa para esta coisa que nem nos deixa viver em condiçoes.

    Cumprimentos e as melhoras de todos

  66. GERALDA AGUILAR comenta:

    4 março, 2009 @ 9:20 AM

    Já faz uns 7 meses venho sentindo tonturas.E há 1 mês senti muito forte. A médica disse que pode ser labirintite. E estou tomando medicamento Vertix por 30 dias. Acontece que quando esqueço de tomar no outro dia fico mal sentindo tonteira. Isso significa que tenho que fazer uso contínuo?

  67. Nuna comenta:

    4 março, 2009 @ 11:34 AM

    Olá Catarina!
    Gostei de ler o teu comentário,porque tal como já referi aqui para mim o segredo desta doença é deixar rolar! Não lhe devemos dar muita atenção pq pioramos mto qdo pensams q vams ter uma crise! A minha medica aconselhou-me a levar uma vida normal e é o que eu faço!Quando me sinto mal,enconto,deito,qualquer coisa!Não podemos desanimar e temos que acreditar que um dia isto vai passar:)

    Melhoras para ti:)

  68. Vitor comenta:

    6 março, 2009 @ 7:13 AM

    Bom dia,

    Quem tem sindrome de meniere pode andar de avião?
    Tem que ter algum cuidado especial?
    Estou a pensar andar, pois nunca o fiz.

    Cmpts,

  69. eponina rocha comenta:

    9 março, 2009 @ 12:23 AM

    tem 6meses de sinto tonteiras , zumbidos acompanhada de crises de nauseas fortissimas , que precisei ficar internada ,procurei milhares de medicos e falaram que eu estava com a sindrome de meniére, estou me sentindo pésssima ,pois começei a tomar um anti depresssivo de 75mgg e fico o dia inteiro no mundo da lua , meia voada…….nao sei mais o que fazer , preciso conversar com pesssoas que tem esse sindrome para me passar mais segurança!!!!!! conto com ajuda!!!!

  70. sergio M B comenta:

    13 março, 2009 @ 5:44 PM

    Tenho 48 anos e sofro ha anos do mal de Menieri .
    Hoje não mais sinto tonturas ou vertigens etc…
    Porém, tenho minha audição do ouvido direito diminuida em quase 40%.
    Pergunto:
    Vou ficar totalmente surdo?
    Meu ouvido esquerdo pode ser atingido também?
    Qual o tratamento?
    Pode me recomendar um bom médico para me tratar aqui no Rio de Janeiro?
    Obrigado

  71. Raúl Figueiredo comenta:

    17 março, 2009 @ 12:28 PM

    Como “convivo” com esta doença há 12 anos, posso dizer que no meu caso, os primeiros
    anos foram os mais complicados.
    No entanto, a audição no ouvido afectado, vai-se perdendo.
    Mas não posso deixar de referir uma palavra de esperança;
    Já tive muitas crises, mas continuo a executar minha vida profissional sem sobressaltos.
    Muitas vezes é uma questão de atitude.

    Raúl Figueiredo

  72. luiz sanchez gomes comenta:

    20 março, 2009 @ 8:41 AM

    bom dia a todos: há 15 dias tive uma violenta crise de tontura, tudo girava ( nunca tive nada antes) permaneci internado 6 dias ( fiz eletro-ressonancia, tomografia tudo normal) estou tomando Betaserc e rivotril. gostaria de saber quala diferença entre labirintite e sindrome de menieri.

    grato

  73. andreia comenta:

    26 março, 2009 @ 6:31 AM

    olá bom dia como muitos de vós tenho a doença de meniere no entanto depois de muito pesquiz

  74. andreia comenta:

    26 março, 2009 @ 6:37 AM

    Bom dia como muitosp de vos sofro do mesmo problema acontece que no meu caso nenhum médico sabia o que tinha e depois de muita pesquisa descobri o meu problema e fui novamente ao medico com o meu diagonostico :) que ele confirmou. estive gravida á seis anos atras e nao tive qualquer problema durane essa gravidez no entanto agora que comecei a tentar engravidar novamente estou um pouco preocupada porque de vez em quando tenho umas crises pequeninas mas tenho nao sei se hei-de tomar o betaserc .Só á pouco tempo comecei a tentar por isso nao sei se estou ou nao mas…. Alguem me pode aconselhar? Obrigada.

  75. Deborah Cardoso comenta:

    27 março, 2009 @ 4:22 PM

    Pessoal,
    Já escrevi anteriormente reclamando de todos os sintomas horríveis da Sindrome de Meniere, mas agora que estou melhor não poderia deixar de voltar a escrever. Sob orientação de minha médica neuro otorrino, Dra. Rita Mendes, estou fazendo um tratamento multidisciplicar (terapia, reabilitação do vestibular, tratamento com ortodentista, fisioterapia, acompanhamento da queda da audição…), e estou me sentindo muitooooooo melhor. Não tenho mais crises de tonturas, o zumbido reduziu de volume, e a queda da audição estacionou. Perdi sim boa parte da audição no ouvido direito, mas nada que prejudique minha vida pessoal, profissional, social…Estou escrevendo para dizer a todos que não percam a paciência, e que tenham esperança. Não desistam, continuem com seus tratamentos, cuidem da alimentação, reduzam ou eliminem o açucar, e façam as coisas que gostam, não se stressem com o problema, vivam cada dia com intensidade e sejam felizes. Se precisarem conversar sobre o assunto também fico à disposição, porque sei como é terrível sofrer deste mal.

  76. luis antonio costa comenta:

    30 março, 2009 @ 6:48 PM

    preciso de ajuda urgente
    minha mae esta com setenta anos
    teve a tres anos um resfriado muito forte, eo virus da cripe se alojou no ouvido, e começou um sumbido infernal
    , ela esta com depressao, ansiedade, depressiva
    por favor gostaria de ajuda, uma alma caridosa
    entre em em contato por favor comigo pelo meu e-mail
    descobri o nome da doença por acaso conversando com uma amiga de trabalho
    meu nome e luis
    eu sei que esta patologia não tem cura
    mas gostaria de um remedio que amenizase o sofrimento da minbha mae
    que ela voltasse ser aquela mulher alegre, disposta, para viajar
    hoje ela e triste, depressiva,
    muito obrigado

  77. luis antonio costa comenta:

    30 março, 2009 @ 6:51 PM

    goistaria de ajuda
    a minha mae esta com esta patologia
    como posso ajuda-lá

  78. STEPHANIE comenta:

    26 abril, 2009 @ 10:43 AM

    EU TENHO 17 ANOS E SOFRO COM ESSA SINDROME JA FAZ UNS DOIS ANOS DEPOIS DE UMA SINDROME DO PANICO Q TIVE.PARA MIM E MUITO DIFICIL CONVIVER COM ISSO POIS TENHO Q ESTUDAR,E ISSO MUITAS VZES ACABA PREJUDICANDO MEU RENDIMENTO ESCOLAR.EU Ñ SINTO NAUSEAS,EU SINTO A SENSAÇÃO DE DESEQUILIBRIO TODOS OS DIAS,FIKO COMO SE ESTIVESSE FLUTUANDO,COMO SE FOSSE CAINDO EM UM BURACO,Ñ CONSIGO ANDAR EM LINHA RETA.O MEU OTORRINO ME RECEITOU O LABIRIN MAIS Ñ FAZ EFEITO.O Q POSSO FAZER PARA MELHORAR DESSES SINTOMAS?

  79. Francisco comenta:

    7 maio, 2009 @ 4:44 AM

    tenho 44 anos e sofro de meniere a tres anos. durante tres anos que tomo betaserc, em 2006 tres injecoes de gentamicina em 2007 mais tres, em 18.12.2007 fiz uma neurektomie.( cortar o nervo que vai do ouvido ao cerbero) mas continuo com tonturas pois o medico dis que o nervo nao ficou completamente cortado. agora quer continuar com a gentamicina. gostaria de saber de devo continuar com a gentamicina pois as injecoes sao muito dolorosas

  80. Daniel Oliveira comenta:

    11 maio, 2009 @ 4:33 PM

    Após cerca de 3 anos do inicio do sindrome de meniere, finalmente parece que estabilizou. Não tenho ataques faz 4 meses. O zumbido continua mas já estou habituado, a audição do ouvido esquerdo está praticamente perdida.
    Deixei os medicamentos, voltei ao ginasio, estou a manter uma dieta saudável, sem sal, pouco ou nenhum açucar, evito stress. agora é continuar a viver, a ouvir menos de um lado claro…

  81. Deborah Cardoso comenta:

    11 maio, 2009 @ 4:40 PM

    Olá Daniel, estou na mesma situação que você….achei até engraçado quando li, porque a minha condição de saúde é identica a sua, a única diferença é que minha surdez e zumbido estão no ouvido direito. Na próxima semana farei um teste com aparelho de audição, vamos ver se funciona, e se volto a ouvir um pouco melhor com o ouvido direito. Mande notícias….não é sempre que conhecemos alguém com o mesmo problema….e, SAÚDE!!!!

  82. silvia comenta:

    12 maio, 2009 @ 8:40 AM

    Olá Deborah e Daniel,
    A minha situação é identica a de vcs. O meu zumbido e surdez são no ouvido direito. Parei com os medicamentos e embora a minha dieta não seja a mais indicada, capricho nos exercícios físicos que é o que me fez melhorar muito.
    Também estou pensando em aparelho auditivo, uma vez que a sensibilidade aos agudos foi embora e restou uma perda de 60% da audição. Deborah, dê notícias quando colocar o seu.
    Saúde a todos.

  83. Deborah Cardoso comenta:

    12 maio, 2009 @ 8:49 AM

    Silvia e Daniel,
    Mandem seus e-mails para conversarmos….
    Silvia, vou ter que aprender a fazer exercícios com você, porque não faço nada….
    Abraço,
    Deborah

  84. Daniel Oliveira comenta:

    14 maio, 2009 @ 10:24 AM

    Olá Deborah e Silvia! Não sabia que um aparelho auditivo podia ajudar. Vou ver se falo com o meu médico. E sim Deborah recomendo exercício, inscreve-te num ginásio, acho que ajuda imenso. Ajuda na tensão arterial, baixar colesterol. Uma coisa que reparei foi que na minha fase pior da doença tinha o colesterol e triglicéridos elevadíssimos.
    o meu e-mail:
    danieloliveira@mail.pt

  85. Deborah Cardoso comenta:

    14 maio, 2009 @ 4:08 PM

    Olá Daniel e Silvia,
    Segue meu e-mail: deborah.correa@onda.com.br
    Quanto ao aparelho, de acordo com a orientação da minha médica e da fono pode ajudar bastante. Acho que não custa tentar…
    Abraço,

  86. Camila Souza comenta:

    18 maio, 2009 @ 7:46 AM

    Olá…foi diagnosticada a Síndrome em mim em 98,porém crises de zumbidos e entupidos leves no ouvido…porém à duas semanas sofro…choro com os zumbidos por não conseguir nem dormir…fico tremendo sempre de medo…tristeza…e tudo começou depois que meu ciclo menstrual ficou alterado tb….tb tenho dores nos ouvidos…mas…o médico disse que não tem infecção e nem inflamação….estou tomando Labirin 24 à 3 dias….A crise pode ter sifo desencadeada por um ciclo irregular????…comecei a sentir depois de tomar Diane 35 ( anticoncepcional)….e ter uma gripe…pelo amor de Deus me ajudem
    Grata

  87. luiz sanchez gomes comenta:

    18 maio, 2009 @ 10:29 AM

    CARA CAMILA SOUZA:

    ENTRE EM CONTATO lsanchezgomes@hotmail.com

  88. Eliane comenta:

    26 maio, 2009 @ 7:46 AM

    Bom dia doutor!!
    Minha sogra tem 72 anos.A cerca de 10 anos vem perdendo a audição gradativamente de um dos ouvidos. Semre teve alguns episódios de tontura e dor de cabeça . A um ano o quadro está se agravando bastante . Por conta disso, não pode mais sair sozinha e já caiu umas duas vezes. Por tudo que já li, creio que ela pode estar com Meniére.
    Qual é o exame específico que ela precisa fazer para descobrir se é Meniére?
    No caso dela ela já vem fazendo uso de medicamentos para controlar a tontura, mas , nenhum deles surte um efeito positivo, pois já toma diversos outros medicamentos , inclusive para depressão, e esses tendem a se potencializar deixando-a prostrada.
    No caso dela , se for confirmada Meniére, ela pode se submeter aos tratamentos de descompressão do saco endolinfático?Onde posso conseguir esse tratamento? Tem que ser um otorrino especializado? Obrigada.

  89. Celma comenta:

    31 maio, 2009 @ 7:34 PM

    Débora, Silvia e Daniel,

    Vejo que vcs se identificaram mas o problema que os aflige é o problema de todos nós. Também já passei por todas essas fases. Já fiz labirintectomia, já tentei o aparelho auditivo, já usei vários dos medicamentos citados nos depoimentos acima. Já perdi o ouvido esquerdo e agora preocupa-me a possibilidade de perda do direito… Espero que continuem a se comunicar através desse site pois as informações que vcs trazem podem ajudar a todos nós. Saúde e CORAGEM a todos…
    Celma

  90. Camila Souza comenta:

    17 junho, 2009 @ 9:05 AM

    Luís…mandei email no que deixou mas..o email volta…não sei pq…tentei adiciona-lo veremos se dá certo…grata

  91. Camila Souza comenta:

    17 junho, 2009 @ 9:13 AM

    Dr. Armando
    Dia 18 de Maio escrevi o que sentia…mas…dia 22/05 no meu médico que descobriu que meu ouvido estava cheio de muco,porém disse q o zumbido provavelmente seria do Meniére que atacou.Sendo assim…
    Tive uma gripe e problemas hormonais e dia 28 de Abril começou uns zumbidos horríveis…( somente zumbidos)…indo em um médico ele me falou q era da gripe e ia passar…mas..depois que lembrei do tal meniere fui no médico que diagnosticou que descobriu muito muco no meu ouvido e iniciou o tratamento com Córticóide ( Prelone),Antibiótico ( Cefalexina) e coisas para diminuir o muco (Acetilcísteina)…inalações..remédios etc…e disse que o zumbido era do Meniére que tinha atacado devido ao muco no ouvido….iniciei o tratamento e obtive uma melhora…porém…o zumbido nunca para e ele me falou de uma cirurgia para por uma válvula em meu ouvido
    O Meniére pode dar somente o zumbido e uma vontade de vomitar muito forte…ou se muco no ouvido tb faz isso?
    O que posso fazer?…já que antes fui até no Hospital Paulista de Otorrinolaringologia e falaram que não era nada…e meu ouvido já estava entupido de muco ,por isso gostaria de ter mais opiniões
    Hj estou tomando meio Prelone…um Acetilcísteina e um Bactrin F por dia ( devido ao muco)…porém o zumbido ( que é o que mais me encomoda não sara)
    Me ajude Dr.Por Favor

  92. Aurelia A.F.Guimaraes comenta:

    29 junho, 2009 @ 4:26 PM

    Há tres meses tive uma crise forte de tontura, tudo rodava, não podia deitar e nenhum dos lados e só conseguia ficar recostada, nem deitada ou sentada, não podia fechar os olhos que tudo ficava pior e ainda vinha a ânsia de vômito. Fui levada para o Hospital onde fiquei por doze dias internada. O diagnóstico SÍNDROME DE MENIÉRE. Ainda estou tomando betaserc 24mg, meclin15mg duas vezes ao dia. Fora o que tomei de corticóide no hospital. Queira DEUS que isto passe, pois está me levando a loucura. Tenho hipotiróidismo e tomo puran t4 desde 1998. Não consegui fazer a reabilitação labiríntica e está tudo mto difícil. Tomar banho é um terror, neste frio tenho q sentar no chão. Não sei o que fazer, pois o méico que está me acompanhando diz que vai demorar um bom tempo para que melhore. O pior é que a família acha que é manha, que não tenho nada e com isso vou ficando mais deprimida. Dá vontade de morrer…

  93. Lucineide m Melo comenta:

    29 junho, 2009 @ 4:55 PM

    Dr. gostaria de saber se o que sinto e meniere.Tive algumas crises seguidas de labirintite, assim
    fui diagnosticada pelos medicos. Depois como persistiu as crises de tontura , nauseas zumbibos, foi pedido exame de audiometria e foi verificado uma perda leve,.passaram alguns remedios e foi pedido para depois de algum tempo fazer o exame novamente. continuo com os mesmos sintomas, noto que minha audicao esta diminuindo…. o que fazer????????? Peco que me responda….Fui em goiania e o medico disse que suspeita de meniere e que aprecisaria fazer um exame que so teria em sao paulo chamado de eletrococleografia… preciso fazer esse exame?

  94. wagna comenta:

    5 agosto, 2009 @ 5:41 PM

    Há um ano e meio que sinto tonturas, já tomei antidrepessivos não sei mais o que fazer.

  95. Luciana Martins comenta:

    26 agosto, 2009 @ 11:40 AM

    Dr. Armando,

    Aos 18 anos descobri após um desmaio que tinha perda auditiva parcial unilateral.Foram feitos vários exames de tomografia, audiometria e não chegou a nenhum diagnóstico. A única possibilidade seria o acompanhamento através de exames anuais para avaliar a perda. Aos 24 anos ja havia perdido a audição total e começaram as crises de labirinto. Em 2007 após crises de zumbido, tonturas, vomitos, intolerância a barulho, dificuldade de me locomover por conta das vertigens o médico que me atendeu solicitou tomografia, Ressonância, audiometria, e outros exames e analisando com o histórico ele diagnósticou Sindrome de Meniere. As crises agora são mais constantes e não consegui descobrir ao certo o que me faz te-las. O tratamento se dá durante o periodo de crise e após um tempo…que diz ser manutenção. Porém, quando a crise volta pelo menos em minha cidade não temos ascesso rápido ao médico a não ser através de consulta particular. Isso sem contar de que não consigo nem mesmo fazer os exames de acompanhamento conforme o médico solicita pois o ascesso tb é difícil.
    Gostaria de participar de algum grupo que esteja sendo avaliado por médicos afim de entender melhor a doença ou poder proporcionar melhores condições de vida aos pacientes. Ou mesmo entender melhor a doença …maneiras de evitar as crises…..

  96. sonia maria santos neves comenta:

    5 setembro, 2009 @ 5:10 AM

    ola sonia e sou surda parcial .tenho problema sofre sindroma maniere porque as vezes sempre desmair m trabalho e tava nervar ,chorarmt e m pescoço fraca sem força ha 9 anos .nao tomo medicamento vastarel pork tenho medo e faz mt gorda mas corro ginastica para ficar melhor.gostava ir tramento para ficar bem.por favor ajudar-me e nao kero perder m trabalho por causa m filha tem 7 anos .o pai nao da alimento pensao

  97. Marcelo costa comenta:

    9 setembro, 2009 @ 9:49 AM

    Bom dia !!!
    Dr.Armando
    Meu nome é marcelo ,tenho 33 anos, e a 5anos 8 meses sofro com síndrome de meniér bi-lateral, diagnosticado com o exame Eletrococleografia , o otorrino que acompanha o meu caso ,me receitou varios remédios. Os remédios foram, Vertix , labirin , labiritin ,gincobiloba ,rivotril , betaserc16mg e etc, mas nenhum destes tem sortido o efeito desejado , ja faz algum tempo que estou tomando betaserc 24mg em 2 vezes ao dia em 12/12 hrs e Dramin 100mg nas crises.
    Mesmo com estes tratamento “não´´tem cessado as crise tonturas ,nauseas,vomitos e nem diminuido o zumbido e nem diminuido a perda de audição, estive internado por varias vezes , e tenho que tomar medicamentos entravenosa ( veia),buscopam com dramin e muito soro p/ cessar a crise de tão intença que é , ja não sei mais o que fazer , estou afastado do trabalho a 3anos e meio , não posso mais exercer mais minha função de Mecanico de Manutenção, o médico do trabalho ja me proibio , e não quer o meu retorno a empresa devido o quadro de tonturas, Ja o Médico perito do inss, quer que eu volte a trabalhar, Eu não me sinto apto p/ atrabalhar devido as crises constantes,( preciso de ajuda) ,preciso saber qual é o melhor tratamento p/sindrome de meniér, e se não tiver um tratamento adquado ainda ?,como posso lidar com esta angutia de não poder trabalhar? vocês sabem se portador de sindrome de menier tem direito a aposentadoria por envalides ? Gostaria muito que vcs dessem a devida atenção no meu caso , porque naõ sei mais o que fazer ,sou pai de familia e tenho duas filhas pequenas e preciso ter uma orientação correta p/ minha vida ou não sei o que sou capaz , não consigo mais trabalhar e nem aposentar o que vou fazer ?
    Obrigado pela atenção !!!! Me ajudem por favor !!!!
    Estou ancioso pela a resposta, fico aguardando , pensem com carinho !!! obrigado!!!

  98. Luciana Martins comenta:

    9 setembro, 2009 @ 11:59 AM

    Olá Marcelo!! Me sinto tão perdida quanto vc. Tomo os mesmos medicamentos porém, tenho perda auditiva unilateral e estou conseguindo controlar minhas crises com ajuda de um Otorrino e de uma Neurologista.
    Consultei um advogado e estou estudando meu caso….até mesmo pela dificuldade de atendimento médico adequado. Só estou recebendo tratamento durante o periodo de crises pela boa vontade destes dois profissionais que estão me atendendo até mesmo gratuitamente. Mas não sei mais como procurar ajuda. Vamos manter contato. A advogada ficou de apresentar-me maneiras de conseguir tratamento e direitos enquanto cidadã (trabalhistas). Quem sabe não possamos nos ajudar?

  99. adriano comenta:

    12 setembro, 2009 @ 5:24 PM

    ola DR Armando tenho 36 anos ea dois com Sindrome de Méniére gostaria de saber se realmente tem cura porque eu trabalho no porto de santos tenho que subir em altura e fazer esforço fisico perdi 70% da minha audição do lado direito do ouvido gostaria de saber se eu poderia me aposentar por essa doença. obrigado

  100. Regivaldo Rodrigues dos Santos comenta:

    14 setembro, 2009 @ 7:54 AM

    Olá, obrigado pelas orientações referentes as doenças do ouvido, tenho Sindrome Periferca Vestibular Irritativa,(medicamento em uso Betaserc 24 mg, ouve essa mudança para. Trental 400) minhas tonturas nauseas e vertigens tem aumentado mesmo com o uso do Betaserc, será que á dose diaraia é insuficiente? Foi constatado no exame auditivo perca auditiva de 6% bilateral, mas as vezes ao conversar com as pessoas não só não estou escutando e entendendo o que estar sendo conversado, eas pessoas ao meu redor ficam um pouco envergonhadas e me pedem pra falar mas baixo,mas não percebo que estou falando auto, será que minha perca auditiva aumentou? po favor gostaria muito de poder ter uma resposta. se parar os medicamentos ,inha situação fica ainda pior, o que devo fazer? muito obrigado.

  101. nairan pinheiro comenta:

    24 setembro, 2009 @ 8:39 AM

    Dr.

    Há dois meses, estou com problemas de dores no ouvido, tontura, sensação de inchaço no ouvido e uma insuportavel intolerancia a sons. Fui a uma médica, comecei a tomar cinarizina.

    pesquisando sobre o remédio, acabei neste site; que maravilha, aqui descobri tudo que pode ser e fiquei bem preocupada.

    Estou com um coração acelerado no ouvido, como estou trabalhando na AFRICA, estou bem medrosa. Esse batimento no ouvido é um sinal de perigo ou apenas mais um sintoma a cuidar?

    Vou fazer uma audiometria e uma otoscopia que a médica solicitou.
    Meu pai é diabético, a avó hipertensa e há labirintite na família paternal e maternal.

    Aguardo,

  102. Anônimo comenta:

    29 setembro, 2009 @ 8:54 PM

    ola bom noite
    fiz um exame que deu como resultado sindrome vestibular periférica irritativa, pois estou sintido muita vertigem poderia me esclarecer o que significar isso, se tem cura.
    Marcia

  103. antonio carlos silveira comenta:

    2 outubro, 2009 @ 12:32 PM

    Olá boa tarde.
    Tive algumas crises de tuntura. algumas vezes com neuseas e vômitos, outras não.
    Quando da última crise de tontura, fui internado no hospital do coração , pois tenho uma miocardiopatia hipertrófica obstrutiva, diagnosticada à anos e que me trato com atenolol de 25mg.
    O hospital me me deu alta pedindo que eu procurasse um otorrino pois os meus sintomas pareciam mais problemas de laberinto.
    Tenho também pressão no ouvido direito e sensação de surdez, mas são sintomas que surgem e desaparecem. A perda auditiva se instalou, mas nada muito grave.
    Gostaria de saber se tenho a sindrome de meniere e como fazer para tratar e como evitar as crises.
    Aguardo retorno, obrigado.
    Antonio Carlos.

  104. Nelsi comenta:

    22 outubro, 2009 @ 1:54 PM

    Estou tomando Betaserc, 24 mg, duas vezes ao dia e também Labirin, 24 mg, duas vezes ao dia. O médico neurologista me aconselhou a tomar também Hydergine SRO 6mg ou Iskemil. Vi nas bulas da Internet que são muito fortes. O que você acha.? Aguardo sua resposta
    Obrigada, Nelsi

  105. Anônimo comenta:

    28 outubro, 2009 @ 11:04 AM

    depois de ler alguns comentarios fiquei sensibilizada mas esse caso tambem a vida de u parente meu

  106. catarina comenta:

    28 outubro, 2009 @ 11:04 AM

    depois de ler alguns comentarios fiquei sensibilizada mas esse caso tambem a vida de um parente meu

  107. Maria de Deus comenta:

    6 novembro, 2009 @ 8:17 PM

    Olá, Já á algumas semanas que me queixo com tonturas, nauseada e muito cansada;
    Fui ontem ao sasu e uma médica muito simpática e atenciosa diagnosticou-me sindrome vertiginoso. É uma sensação horrível, pois parece que nos tiram um tapete do chão…Receitou-me vastarel e beta – histina.

  108. Rachel Vasconcelos comenta:

    23 novembro, 2009 @ 7:45 AM

    Oi, Deborah, Daniel e Silvia.
    O que mais me incomoda é o zumbido no ouvido direito, sofri um stresse muito grande semana passada que me resultou em 2 horas e meia no Pronto Socorro tomando soro. Gostaria de Saber da Deborah de onde é a médica dela, Dra. Rita mendes? Obrigado.

  109. Amélia Lopes gonçalves comenta:

    30 novembro, 2009 @ 10:06 AM

    DESCOBRÍ A DOIS MESES QUE TENHO SÍNDROME DE MENIÉRE

  110. Amélia Lopes gonçalves comenta:

    30 novembro, 2009 @ 10:32 AM

    FIQUEI MAIS TRNQUILA DEPOIS QUE CONVERSEI COM MEU OTORRINO, GRAÇAS A D E U S O OUTRO É SADIO.

    SÓ QUE O TRATAMENTO VAI SER MAIS LENTO, PORQUE ALGUN COMPONENTE DO REMÉDIO,ATIVA A ASMA QUE TAMBEM TENHO,GOSTARIA DE SABER COM O MÉDICO SE EXISTE OUTRA MEDICAÇAO.

    MESMO ASSIM SOU MUITO FEL IZ , SEI QUE EXISTEM OUTRAS DOENÇAS PIORES QUE ESSA.
    E MUITA FORÇA A TODOS QUE ASSIM COMO EU ESTÃO S TRATANDO

    A M É L I A

  111. Amélia Lopes gonçalves comenta:

    30 novembro, 2009 @ 10:39 AM

    DESCOBRÍ A DOIS MESES QUE TENHO SÍNDROME DE MENIÉRE.

  112. Silvania lima comenta:

    4 dezembro, 2009 @ 11:32 AM

    04 de dezembro de 2009
    Convivo com zumbido no ouvido ha 5 anos, e é muito triste,as pessoas não entendem o que o que eu passo, são crises fortes,e tomei por muito tempo(cinarizina e depois Betaserc) não resolveu nada e aí fui em outro médico e fiz uma tomografia, foi constatado Doença de meniéri.Ele me indicou ( Dimenidrinato,amitripitilina,Ginko Biloba e Paroxetina) não sinto mais as crises e o zumbido,já a seis meses, só que tem um porém, estou engordando,e ele disse que é assim,então gostaria de saber se tem um outro jeito de resolver esse problema porque agora estou com depressão por estar 10 quilos acima do peso. Não sei o que fazer ,por favor queria que algum médico me ajudasse.Deus tem me fortalecido, e me dá forças para poder superar,Jesus na minha vida é tudo.
    **********Deus ajude todos assim como eu e muitos precisam***************JESUS AMA VOCÊS ***************************

  113. luiz comenta:

    4 dezembro, 2009 @ 11:50 AM

    Silvana entre em contato por favor

    Luiz

    lsanchezgomes@hotmail.com

  114. Izaura comenta:

    7 dezembro, 2009 @ 7:09 AM

    Silvana, procure o Dr. Osmar na clínica de Otorrino do Hospital Brasil em Santo André – SP

  115. Jo Barros comenta:

    8 dezembro, 2009 @ 4:33 PM

    oi descobri a dois meses q tenho sindrome de meniere… fiquei muito preocupada, pois passei por momentos de muitas mudanças em minha vida ,fiz uma cirurgia bariatrica em abril, minha mãe estava doente , e veio a falecer e setembro.Esses acontecimentos mexeram muito comigo e desencadeou várias crises!!!! tenho uma perda de audição no ouvido direito e muitos zumbidos, isso atrapalha minha vida ,fico muito irritada qdo começo a falar e o meu ouvido se tampa, tenho q aprender a conviver com isso,pois tenho dois filhos pequenos q precisam de mim!Lendo alguns comentários vi q tem muita gente q passa pelo mesmo problema q eu
    ou parecidos …. e SEI QUE NÃO ESTOU SOZINHA….ME MANDEM Email, vamos conversar…beijos

  116. luis ferreira comenta:

    21 dezembro, 2009 @ 7:20 AM

    Tenho neste momento sinais de que padeço do sindroma de Meniere. De acordo com o meu médico, estou tomando betahistina e por vezes tomo atarax. Sinto-me melhor no sentido de que as vertingens não são manidestamente incómodas, mas por vezes atacam com mais força, sobretudo no entido de que induzem algum stress de certo modo perturbante. Tenho 83 anos, sou um professor reformado e não sei se a idade é uma das componentes da doença. Gostaria de ler a sua opinião.

  117. Jose comenta:

    26 janeiro, 2010 @ 2:13 PM

    Olá,

    tenho apenas 02 dos sintomas relatados pelos colegas acima. Um deles é o zumbido e o outro um eco no ouvido direito que me incomoda muito. Eu ouço eco do que eu mesma falo e ouço eco do que as pessoas, principalmente das mulheres, falam.Parece pouco mas é enlouquecedor. É como se houvesse um rádio ligado dentro do meu ouvido direito. O eco confunde o entendimento das palavras e tenho que prestar muita atenção para não perder o sentido das frases. Quando estou em uma sala com várias pessoas é terrível. Ligar o rádio no carro, nem pensar. Para ouvir TV, deito sobre o ouvido afetado para tentar eliminar o maldito eco.

    Alguém já teve este tipo de incomodo? Livrou-se dele? Como?
    Muito obrigada.

  118. aurelia guimaraes comenta:

    26 janeiro, 2010 @ 4:55 PM

    Estou em crise grave desde dezembro de 2008. Tenho todos esses sintomas que você JOSE, sei o que está passando, mas tenho ainda uma cachieira dentro da cabeça(sensação) que tbém me enlouquece. Não sei como me livrar destes incomodos, só sei que não podemos nos descuidar para perder a audição. Esta é uma doença que aos paucos vai fazendo com que percamos a audição, temos que estar sempre em contato com o médico para que não aconteçã o pior. Meus sintomas tbém, cão o vomito, a dor de cabeça, tonteiras…é a treva…mas o jeito é cuidar…

  119. Jo Barros comenta:

    29 janeiro, 2010 @ 2:15 PM

    oi aurélia com certeza isto é a treva…… mesmo e temos que nos cuidar sim ,semana passada fiquei dois dias no hospital. por acusa de uma crise , fiquei bem , mas hj já começaram os zumbidos de novo, estou enlouquecendo… mas tento manter a calma,,, e vamos nos cuidar então …….

  120. Clenia Lucena comenta:

    7 fevereiro, 2010 @ 3:20 PM

    Boa tarde Dr. Armando.
    Descobri a um ano que tenho a doença de meniere , fui medicada mas nunca iniciei o tratamento e agora estou com crises mais fortes. Estou neste momento pesquisando melhor sobre a doença e gostaria de tirar algumas dúvidas contigo. Trabalho com telefone a 6 anos e no último ano durante quase o dia inteiro, e ao fim do dia os sintomas são quase que insuportaveis. Meu médico me fez entrar numa dieta de potássio, não posso utilizar banana, melancia, café, chá, refrigerante e água de coco e receitou a medicação Monotrean e Flurarizina 10 mg durante um mês para amenizar os sintomas, mas só agora vou iniciar o tratamento. Pelo seu conhecimento este tratamento está adequado?
    Obrigada pela atenção.

  121. Bruna simoes comenta:

    18 fevereiro, 2010 @ 8:03 AM

    Olá,sou Bruna tenho 20 anos,é tenho problemas cm zonzeiras,meus olhos ficam pesados e meus ouvidos as vezes ficam entupidos,nao consigo fika em pé direito nao tenho equilibrio,o que devo fazer cmo posso tratar,por favor me ajude!abraço!

  122. josé carlos comenta:

    4 março, 2010 @ 2:16 PM

    ola,preciso tirar algumas duvidas
    guando estou em um anbiente como no shoping na praça de alimentação por exemplo meu ouvido direito começa a ouvir o som com distoção me encomoda tanto que tenho que tapar com o dedo já tenho este problema a mais de 3 anos.
    Agora menu ouvido esquerdo esta com muito zumbido parece que guando estou resfriado a situaçào piora.
    Oque pode ser?
    Aguardo resposta por email
    OBS.me esqueci de uma informaçào que talvez possa ser importante ja fiz tomografia e não acusou nada e também tenho renite alérgica ,já fiz tratamento com 3 médicos e eles não sabem o que é.
    Sou do espirito santo o Sr.pode me indicar algum profissional aqui no meu estado?

  123. sergio palacio comenta:

    28 maio, 2010 @ 11:07 AM

    bom dia Drº (a) eu tenho meniere ha 07 anos faço tratamento e nao tenho nenhuma melhora estou afastado do meu trabalho pois sou motorista de onibus ja cheguei a sofre dois aciddente passei mal na rua as duas vezes quebrei a clavicula faço uso de medicamento com BETASERC de 24 mg e hidroclorotiazida e atenolol pois tenho harritimia cardia mas mesmo assim tenho crises com frequecia gostaria de uma opniao obrigado fk com…..DEUS……

  124. mario comenta:

    18 junho, 2010 @ 12:37 PM

    dr armando eu preciso de ajuda porgue eu guando ando sosinho eu tenho sensaçao de dismaio e eu entro en panico

  125. ana kezia da silva comenta:

    4 julho, 2010 @ 11:05 PM

    ultimamente tenho sentido muitas tomturas o medico suspeitou de sindrome de aminiere ; fiz o exame de labirintite nao deu nada , tenho 25 anos o medico disse que eu era muito nova para ter labirintite , fiz exame de hormonio ; hemograma completo e nao deu nada , ele me receitou o labirin eu melhorei mas ainda sinto vertigem principalmente pela manha , gostaria de saber se o remedio demora fazer efeito, quando eu estou andando sosinha as vezes penso que vou desmaiar ou me dar alguma crise me ajude o que é isso????

  126. Bedrnadete Lanes guedes comenta:

    7 julho, 2010 @ 11:17 AM

    Ola sou potadora da doença de meniere, descobri isso ha um ano mais ou menos, é horrivel sentir q vc ja nao escuta tao bem como antes,
    tenho 50 anos e nao tem sido facil pra mim conviver c esta doença, que nos coloca em casa por vertigens fortissimas, vomitos, barulhod horriveis no ouvido, zumbidos, e nao podemos mais como eu adoro musicas ouvilas como antes, minha vida naum tem sido facil, crises fotissimas durante varios dias seguidos. Até hoja desde q descobri nao parou mais.Agradeço pelo espaço a nós cedido para expressarmos
    o q esta doença nus atingi! Abraço carinhoso a todos .

  127. Eduardo comenta:

    15 julho, 2010 @ 11:13 AM

    oi
    Fui diagnosticado com sindrome de menieri a 3 anos atras por sentir tonturas bem fracas porém todos os dias, procurei outros medicos no caso otorrino, neurologistas, cardiologistas, endrocrinologista eles proprios não acreditam que eu possa ter essa sindrome fiz inumeros exames e não foi encontrado nda só na eletrococleografia que deu a sindrome.
    Porém nunca tive crises sao sempre as mesmas coisas, tonturas muito fracas e encomoda por ser todos os dias será q pode ser outra coisa?

  128. saletebohrer comenta:

    16 julho, 2010 @ 3:21 PM

    Gostei muito dos esclarecimentos de algumas pessoas , pricipalmente o seu Deborah Cardoso.
    Meniere apareceu em junho/2010 , fiquei 8 meses em crises. Foi muito dificil para descobrir, passei
    por varios medicos. Tomava Labirin 24mg, Rivotril 1mg, a noite para dormir pois me agitava muito.
    Varias vezes acordava durante a noite, que estava caindo da cama, ela girava rapido como seu estvesse
    numa roda Gigante, logo apos vinham as nauseas e vomitos. Algumas crises duravam 2hs girando,
    com muito suor nas mãos, e tremores acho que eram de panico. Hoje depois de 4 meses, sem vertigens elas
    voltaram, ainda continuo tomando Labirin. Não tomo mais o Rivotril, pois ele vicia e tentei me acostumar sem ele.
    Conselhos que posso dar: Fiz sessões de Acupuntura, notei que minhas crises passaram , fui para praia tomei banho de mar,
    e tomei sol. Dizem que o sol, ajuda na depressão. Participo de um grupo de oração, de uma Igreja Carismatica onde fizemos
    muitas orações tenho muita fé, e acredito em energias positivas. Elas geram bem estar, pensamentos positivos.
    No ano passado eu estava muito mal, muito negativa só pensava no pior que teria que conviver com estes sintomas que não conseguia administrar. Hoje lido com eles um pouco melhor, tento não pensar nos sintomas e quando eles veem chamo por Jesus, fica comigo. Pois me sinto muito sozinha, fico sozinha o dia inteiro e tenho que fazer os serviços domésticos.
    Espero ter ajudado alguém, pois quando estava em crise fortes no ano passado quando não sabia qual era a doença, nas horas mais dificeis não tinha nimguem ao meu lado. Hoje sou mais confiante, nos medicamentos sei que podemos ter dias, meses ou anos senão for sonhar muito sem crises. Meu Email: saletebohrer.@.gmail.com Abraços a todos tenham fé, acreditem que se tiver-mos pensamentos positivos poderemos conviver muito melhor , eu estou no caminho meu medico pediu exame de curva glicemica e insulina pois acreditem precisamos descobrir o que causa para tratar-mos corretamente essa doença.

  129. Wagner levorin comenta:

    22 julho, 2010 @ 4:24 PM

    Boa Tarde

    Existe algum caso de portador de meniere que tenha conseguido aposentar-se por invalildes, receber seguro por esta doença?
    Esta doença é ou não é incapacitante? Por favor oriente-me estou passando por este processo e devo fazer uma pericia em breve.
    Grato

    Wagner Levorin

  130. Luciana Martins comenta:

    24 julho, 2010 @ 12:35 AM

    Olá Wagner!
    Tenho esta doença e estou afastada pelo INSS há quase 1 ano…..tem uma comunidade no orkut (Portadores de Sindrome de Meniere) lá tem outras pessoas que tb conseguiram os benefícios e trocam informações.
    Espero ter ajudado

  131. José Luiz Pizzo comenta:

    30 julho, 2010 @ 3:56 PM

    Padeci quase dois anos com essa doença. Fui à 9 otorrinos e só o Dr. Fernando Ganança, assistente do Dr. Paulo Pontes acertou a medicação: períodos de crise – 4 Betasercs de 24 mg por dia e 10 mg de Sibelium. Manutenção : 2 Betasercs de 24 mg por dia + 10 mg de Sibelim

  132. Anônimo comenta:

    3 agosto, 2010 @ 10:19 AM

    Boa tarde a todos li com atenção as mensagens que deixaram,é reativamente igual à miha só com uma diferênça é que sinto dor no ouvido. Sofro da doença miniére à treze anos, estive um tempo sem ter crise quando ando mais stressada tenho uma recaída, já cheguei estar de cama por causa da doença mesmo assim tinha vertigens estas me apavoram vejo tudo ao contrario sinto a sensação de estar cair num pricípicio vendo tudo a roda. A

  133. maria Teresa David comenta:

    3 agosto, 2010 @ 10:43 AM

    Boa tarde a todos li com atenção as mensagens que deixaram,é reativamente igual à miha só com uma diferênça é que sinto dor no ouvido. Sofro da doença miniére à treze anos, estive um tempo sem ter crise quando ando mais stressada tenho uma recaída, já cheguei estar de cama por causa da doença mesmo assim tinha vertigens estas me apavoram vejo tudo ao contrario sinto a sensação de estar cair num pricípicio vendo tudo à roda. Após isto sinto nausias, e suores frios. Estou a tomar bertasec 24mg já estou com uma crise à cinco meses embora já esteja um pouco melhor. Acho que a medicina ainda não descobriu a solução para resolver a cura. Será a minha pegunta terá cura? o que me faz sentir incapacitada de trabalhar, ver TV. Por vezes ao estar no PC, e até de conviver com os amigos. Nem ás compras posso ir. Pois as luzes,e os sons fazem-me perturbação na cabeça.
    Devia de haver uma comparticipação especial para os medicamentos, e mais informação sobre a doença, obrigada por tudo.

  134. Alan Freitas comenta:

    25 agosto, 2010 @ 6:27 PM

    Boa tarde amigo!tenho uma duvida:tomo o vertizine d para um zumbido q tenho a 10 anos devido a uma bomba Fiz os exames d audiometria o medico falou q o ouvido estava otimo.ate hj nao tive resultado tomei o Vertizine 3 meses>>>o q faco??????obrigado.Deus abencoe

  135. Priscila comenta:

    7 setembro, 2010 @ 11:25 PM

    ótimas informações, esclarecedoras para os médicos como eu qdo necessitam informações de forma rápida e sucinta sobre determinada doença.

  136. JOÃO comenta:

    10 setembro, 2010 @ 11:44 AM

    CARÍSSIMOS,

    Esta doença é classifacada como uma das sem cura. Tudo que se receita tão somente são paliativos que amenizam nosso sofrimento mas não traz a CURA. Amados só DEUS pode dar jeito nesta doença e podemos alcançar a cura através do exercício da FÉ, porém deve-se comprender e aceitar que o nosso tempo é um tempo e o DEUS é outro tempo. Bate-se na porta da misericórdia diariamente e um dia ela abrir-se a. Lembramos a parábola do juiz eniquo, apenas para ilustração.
    Fiquem com DEUS.

    Amém.

  137. Regina comenta:

    8 outubro, 2010 @ 12:15 PM

    TENHO SÍNDROME DE MENIÈRE HA QUASE 20 ANOS.FIQUEI SURDA D E UM OUVIDO POR ISSO.O ZUMBIDO É CONSTANTE.JÁ FIZ VÁRIOS TRATAMENTOS.HA 10 ANOS FUI A UM PSIQUIATRA E ELE ME PRESCREVEU UM ANTI DEPRESSIVO PARA A SINDROME.DEPOIS DISSO FIQUEI QUASE 5 ANOS SEM TER NENHUMA CRISE, SO ZUMBIDO.À NOITE TOMO TAMBÉM UM RIVOTRIL 0,5.
    AGORA AS CRISES VOLTARAM MUITO ESPASSADAS,MAS VOLTARAM.
    TENHO MEDO DE DEIXAR DE TOMAR ESTE REMEDIO POIS ACHO QUE ELE FEZ A MELHORA.
    PORQUE VOLTARAM AS CRISES?SERÁ QUE DEVO PARAR ESTE REMÉDIO E TENTAR OUTRA COISA?
    A QUESTÃO DE DEIXAR DE COMER AÇUCAR E BEBER ÁLCOOL FAZ MUITA DIFERENÇA?
    DESDE JA, OBRIGADA.

  138. gleide comenta:

    15 outubro, 2010 @ 10:30 AM

    Oi
    Eu gostaria de saber qual a difrença entre a sindrome e a labirintite? exixte um exame confiavel que possa ser feito, qual o melhor profissional para tratar? tem cura/

  139. andre comenta:

    24 outubro, 2010 @ 7:12 PM

    Porque vocês gostam de falar dificil?meu tio está com essa doença vim pesquisar mas não entendi nada que falou nesse texto..tem palavra ai que nunca vi na minha vida..

  140. Edna comenta:

    9 novembro, 2010 @ 10:02 PM

    Sinto zumbidos nos ouvidos, há aproximadamente uns 10 anos.O esquerdo mais intenso, o direito, discreto.Porém, por volta de um mês, estou com uma crise violenta, exatamente no ouvido mais saudável, o direito. Depois de rodar por otorrinos e neuros incluindo-se uma ressonancia de cranio e nada constatado, como também a saúde da cóclea, a conclusão é de S.Mènieré. Ocorre que tudo que tenho lido até agora, não encontrei nenhuma narrativa sobre alguns sintomas que possuo, como exemplo, hipersensibilidade, son duplo e metálico ou robótico. Insuportável qualquer tipo de ruído, a ponto de ter que utilizar protetor auricular, e mesmo assim o pouco som que entra é extremamente desconfortável.Estrou sendo medicada com betaistina e prednisolona.É de fato esta síndrome?

  141. teresa Ferreira comenta:

    13 novembro, 2010 @ 11:39 AM

    Bom dia Doutor

    Foi-me diagnosticado a doença de meniere há 13 anos atrás. Na altura e porque eram diarias aconselhou-me a neutrlizar o sentido de equilibrio do lado esquerdo com um liquido penso que enxofre e, de facto as crises diminuiram. Uso a medicação diaria do Bataserc e Biloban e nas crises tomo o perimperin e o valium. Voltaram novamente no final destes anos e hoje com 50 anos tenho crises constantes, vertigens, tonturas seguidos de terriveis vomitos. Falta de qualidade de vida já me impossibilita de trabalhar. Gostaria que me dissesse se existe algum estudo e tratamento mais adequado para dissipar por completo estas crises já que preciso mesmo de trabalhar pois tenho 2 filhos.

    Muito Obrigada!

    Cumprimentos

    Teresa Ferreira

  142. Glaudem Mattos comenta:

    17 novembro, 2010 @ 2:37 PM

    Caros Colegas , e sofredores da doença de Meniere, comecei a sentir os sintomas a um ano atrás, perda de audição do ouvido
    direito, sensação de ouvido tapado ou cheio,zumbido, e vertigens, suor nas mãos e ansia de vômito. após consultar Otorrino, neurologista, cardiologista, fazer vários exames:audiometria, timpanografia, bera tronco cerebral, tomografia, foi constatado esta doença: mudei meus hábitos diminuido o consumo de: açúcar, chocolate, sal, cerveja, café e tabagismo e fazendo caminhada . hoje tomo labirin 24mg cada 12 hs, ainda tenho crises , porém são brandas e, chego a ficar 30 dias sem crise com isso tendo uma vida razoavel. abraço a todos e que fiquem bem

  143. Raúl Figueiredo comenta:

    18 novembro, 2010 @ 8:44 AM

    Bom dia,
    Tal como a Teresa Ferreira, fui premiado há 13 anos com esta doença.
    Felizmente, as piores crises foram nos primeiros 8 anos. Hoje, as crises são mais raras e ligeiras.
    Zumbidos sempre, audição a diminuír e as crises mais curtas
    É a evolução normal desta doença. Qualquer otorrino dá esta informação.
    Raúl Figueiredo

  144. Helio Jacques comenta:

    30 novembro, 2010 @ 6:02 PM

    Tambem tenho Meniere. Li em um site espanhol, que em estudo feito, na maioria dos acometidos pela doenca, verificou-se a presenca de gripe. Um refluxo digestivo poderia ter relacao com a doenca, provocando a pressao na regiao do ouvido interno? Sinto a sensacao de ouvido cheio, devido ao refluxo. No caso uma esofagite com H.Pilory.
    Helio.

  145. Edcleiton Stefan da Silva comenta:

    3 dezembro, 2010 @ 1:22 PM

    Ola.. tambem tenho a doença de meniere..ja ha 5 anos…ja perdi a audição do lado esquerdo,e as crises dão no lado direito.
    as crises são um zumbido alto..nao posso escutar nada nos tempos da crise, sinto todo mes a sensação de ser surdo…entro em desespero é a pior sensação do mundo… só queria saber se isso um dia vai ter cura? e se cada vez que da essas crises eu perco mais a audição?

    obrigado

  146. Edcleiton Stefan da Silva comenta:

    3 dezembro, 2010 @ 1:37 PM

    Ah outra coisa….trabalho com solda eletrica e mig….
    a radiação ela estimula mais a doença de meniere??

  147. Fátima comenta:

    8 dezembro, 2010 @ 5:35 PM

    Eu tenho a sindrome de menier a cerca de 10 anos, nunca me senti melhor ao contrário, minhas crises são muitas, com espaços muito curta entre elas. Preciso de uma atenção real de um bom otorrino. Já fiz reabilitação vestibular, tomo betaserc todas as noites e dramim quando tenho crises, ameniza e volta apos 3, 4 dias, isso é constante. Tenho odio dessa doença!
    Minha pergunta aos amigos que aqui estão e sofrem da mesma doença, voces conseguem trabalhar? Eu não consigo, estou há anos fora do mercado de trabalho, me sinto insegura. Essa doença é possivel de aposentadoria?. Estou vegetando por conta dessa doença.
    Agradeço a atenção dos que me responderem.
    Abraços,
    Fátima

  148. Glaudem Mattos comenta:

    9 dezembro, 2010 @ 8:51 AM

    Bom Dia FÁTIMA !
    Com referência a tua pergunta, é possível sim vc rquerer aposentadoria , desde que vc tenha laudo médico e apresentar exames junto ao INSS afim de realizar perícia. desejo boa sorte para vc e a todos nós que sofremos com esta doença.
    abraço.
    Glaudem

  149. Lourdes Rufino comenta:

    11 dezembro, 2010 @ 9:45 AM

    Descobri que sofro de Menierre há cinco anos, no início o otorrino achava que era só uma labirintite. Tinha crises horríveis, tontura, zumbido, náusea e vomitos. As crises eram constantes, chegava a ter duas por mes. E comecei a perder a audiçao nos dois ouvidos. Passei muito tempo tomando labirin, usei rivotril e fiz reabilitação vestibular. Hoje estou há mais de ano sem crises, não estou tomando nenhuma medicação, mas estou usando aparelho auditivo bilateral. Tem dias que a audiçao está péssima, mesmo com os aparelhos, fico super estressada e a coisa só piora. Gostei de ler os depoimentos aqui postados pois vi que existe situações pior que a minha.

  150. Rozi comenta:

    23 dezembro, 2010 @ 10:15 PM

    Olá. Há 5 meses o médico diagnosticou em meu marido a síndrome de meniére, pelos sintomas e pela audiometria que foi feita, constatou-se perda leve de audição . Mas os remédios indicados não estão resolvendo. Ele ainda continua com as crises quase diariamente. Isso é normal? Ele está tomando labirim, meclim e moduretic. Há algum medicamento eficaz nesse tratamento? Tipo tomou melhorou? E é necessário fazer aquele exame eletrococleografia para se ter mais certeza?

  151. sebastiana alves galisa da silva comenta:

    27 dezembro, 2010 @ 2:23 PM

    tenho sindreme de meniere e naõ tenho vertigem

  152. Beatriz comenta:

    29 janeiro, 2011 @ 11:25 PM

    Meu filho tem 26 anos e foi diagnosticada a sindrome de menière há 2 anos. Estou muito preocupada com a perda auditiva grave que foi diagnosticada recentemente. Como tratamento foi colocada uma válvula no ouvido e aplicação de cortisona. Algum de vcs já este tratamento? Houve sucesso?

  153. cleonice comenta:

    17 março, 2011 @ 8:58 PM

    OI pessoal..
    Eu li os depoimentos citados, tb tenho esta síndrome que está me deixando desesperada. Não sei mais para onde buscar ajuda, pois estou cansada de tanto tomar remédios, minha casa parece mais uma farmácia. Todas as medicações citadas já usei, no início foi ótimo, depois as crises voltaram mais intensas. Tenho 55 anos e desde dos 38 anos eu estou sofrendo. Já não confio mais em mim para sair sozinha, sinto-me muito fraca, sem ânimo, com muito medo e quando comento com minha família eles dizem que tudo é psicológico, é coisa imaginária, daí tudo piora pois não tenho apoio de ninguém. Eu achei muito interessante o que disse O Hélio Jacques a respeito da esofagite, pois eu tenho gastrite que me causa muito refluxo, e observei que quando estou muito atacada deste refluxo as tonteiras logo vem. È uma luz lá no finalzinho do túnel para mim. Deus abençoe a todos vcs. Um abraço a todos. Meu E mail e meu orkut é cleonicejst@oi.com.br.

  154. Toni Carlos comenta:

    21 março, 2011 @ 2:38 PM

    Olá, em novembro do ano passado meus ouvidos ficaram tampados e com zumbidos orriveis sem ouvir direito, passei una 10 dias depois sumiu, em Janeiro voltou novamente, fiz exames de audiometria duas vezes e deu perdas diferentes, fiz resonancia magnetica e não deu nada, passei dessa vez uns 30 dias com os ouvidos tampados sem dormir direito porcausa dos zombidos, quando está pra chover piora, tive escutando bem novamente no inicio desse mês e passei uns 10 dias bom, agora voltou novamente e os medicos não acreditam nisso. Vou fazer um exame chamado Eletrococleografia que o medico pediu. Não sinto tonturas, as vezes enchaquecas. O que pode ser ? Estou tomando Pantoprazol de 40mg a um ano, pode ter sido esse medicamento o causador? Que doença é detectada pelo Eletrococleografia ? Tem tratamento ?
    Tenho 31 Anos, não fumo e não bebo bebidas alcoolicas.

  155. OLINDA GONÇALVES comenta:

    19 abril, 2011 @ 12:24 PM

    OLA , GOSTARIA MUITO DE SABER ONDE ESTA A PAGINA 10 POIS NÃO ESTOU ENCONTRANDO.SOFRO DE SINDROME DE MENIERE A OITO ANOS E ESTOU TRATANDO COM BETASERC, LABIRIN E AS VEZES ELES TROCAM QUANDO ESTA MUITO FORTE PRA STUGERON 75MG, E TOMO TAMBEM RIVOTRIL DE 2MG, ELES ESTÃO FALANDO EM FAZER UMA CIRURGIA POIS ESTOU PERDENDO A AUDIÇÃO DOS DOIS OUVIDOS, E ESSES REMEDIOS ENGORDÃO MUITO POIS PESAVA 60 KG, AGORA ESTOU COM 84 KG, NUNCA PAREI DE TOMAR OS REMEDIOS POIS SE PARA VOLTO COM CRISES HORRIVEIS, OBRIGADA PELA ATENÇÃO!

  156. OLINDA GONÇALVES comenta:

    19 abril, 2011 @ 12:25 PM

    EU ESQUECI DE DIZER MINHA IDADE TENHO 46 ANOS OBRIGADA.

  157. Angela Fernandes comenta:

    16 maio, 2011 @ 10:20 AM

    Bom Dia!
    Li alguns dos depoimentos, tenho enquanto mãe uma angústia muito intensa, pois o quadro que percebo em minha filha é exatamente o de quem é portadodora dessa sindrome, já diagnosticada, fico desesperada com suas crises e sem ter como ajudá-la, tento confortá-la de que isso vai passar, porém ao mesmo tempo percebo certa raiva dela por mim como que se eu não acreditasse nela. Também segundo diagnótico médico possui bipolaridade o que agrava e as vezes a faz uma pessoa sem sentimentos, que lhe causa sofrimentos e também a mim e a filha. Preciso buscar ajuda, pois estou me definhando de tanto vê-la usando quantidades de remédios, parece ter uma farmácia em casa. No início dá resultado, depois as crises voltam mais até mais intensa. Tem 34 anos e a seis anos vem acentuando, depois de ter passado por um AVC. Não tenho como ajudá-la, viaja muito sozinha a trabalho, tenho medo de que tenha sintomas no memento de alto estrada. As vezes percebo-a muito fraca, sem ânimo, com medo e quando comenta não sei o que dizer, acabava dizendo, derrepente o que ela não quer ouvir, que deveria fazer acompanhamento com psicológico ou terapeuta. Não recomendo mais, por perceber que sente muita raiva quando ouve esse indicativo. Desde criança sempre teve histórias imagnárias, de forma que não tinha como dar suporte, e percebia que tudo piorava, pois enquanto mãe com três filhos pequenos e sozinha sem o suporte do pai do qual era divorciada pelo alcoolismo, não tinha condições nenhuma, até por ser leiga. Sei que esse apoio lhe fez muita falta no tempo certo. E junto tem a gastrite por tomar tantas medicações que lhe causa refluxo e muita tontura. É um pedido de socorro de uma mãe e avó que acredita que Deus vai mostrar de alguma forma um final feliz para essa situação. Um abraço e que Deus os abençoe!

  158. Paula comenta:

    3 julho, 2011 @ 1:44 AM

    Oi Boa Noite
    Li alguns depoimentos, pois estou pesquisando a respeito de um sintoma que sinto em meus ouvidos e nenhum otorrino na minha cidade me ajuda a resolver meu problema e não encontrou a resposta para o que eu tenho,
    meu sintomas são: forte pressão nos ouvidos, (uso descongestionantes e não resolve nada) e estalos no ouvido ao engolir saliva.
    poderia me dizer se tem algo relacionado a doença de meniere?
    muito obrigada
    Deus lhe abençõe

  159. Valmira Galvani comenta:

    18 julho, 2011 @ 3:35 PM

    Oi
    Li vários depoimentos e tudo tem a ver com o que a minha filha tem
    , ela tem 34 anos
    e ja fazen uns 9 anos que ela vem sofrendo com isso.
    Sim ja foi diagnosticado que é síndrome de meniere
    Ja fiz Varias pesquisas sobre a doença , ou sobre o problema
    O médico dela tem recomendado que ela faça a cirurgia . Mas estou encontrando dificuldades em encontrar um especialista que faça . Me indique alguem por favor
    que seja em Santa Catarina se possível
    Obrigada

  160. sandra comenta:

    19 julho, 2011 @ 8:12 PM

    DR. faz um ano que estou com a doença de meniere estou medicada e nada esta adiantando meu ouvido esquerdo já perdi 25%
    da audição o zumbido é tão forte que passo noites e noites sem dormir, os médicos não sabem mais o que fazer comigo
    minhas crises são tão forte que meu marido e minha mãe tem que me carregar um em cada lado e vou berrando até a
    farmácia que estou caindo. tomo dramin b6 ingetável melhora a tontura forte mas as vertigens ficam comigo o dia todo,
    será que um dia conseguirei viver melhor?

  161. Cidália Tique comenta:

    21 julho, 2011 @ 1:35 PM

    Exmo. Sr. Dr. Armando Miguel Jr

    Para esta patologia, doença de Ménière com crises vertiginosas geralmente intensas, com náuseas, vómitos, suores no rosto e nas mãos, palidez e palpitações, existe alguma cirurgia eficaz que cure este mal?
    Verifico que quando, por alguma razão fico nervosa tenho logo alguns sintomas como sentir os ouvidos entupidos e a cabeça zonza, o medicamento que tomo quando me sinto assim é o Betaserc comprimidos.
    Estas crises aparecem felizmente poucas vezes, mas eu também evito situações que podem provocar essa mesma crise, como fazer piruetas, andar de carro no lugar de pendura etc.
    Agradecia que me esclarece-se sobre este tema, Obrigado.

    Com os meus melhores cumprimentos

    Cidália Tique

  162. Adriana Silva comenta:

    8 agosto, 2011 @ 10:10 PM

    Boa noite à todos, estou há um ano fazendo tratamento para amenizar os sintomas desta doença de Meniere, tomo sertralina
    50 ,meclin e agora frontal (hoje voltei à médica porque as crises voltaram forte). Estou muito chateada por este mal ter me acometido, sou professora e amo meu trabalho (trabalho na Ed.Especial-TGD) e terei que ficar afastada por alguns dias pois não consigo, nos últimos 20 dias, ficar uma semana sem ter crise.A médica me disse que esta doença não tem cura.Não acredito, não pode ser.Penso que deva existir em algum lugar deste imenso planeta, alguem,algum estudo que, concretamente, nos dê uma resposta sobre às causas deste mal.Hoje estou muito triste e quero minha vida de volta.Desculpe pelo desabafo! Adriana/DF

  163. luiz comenta:

    10 agosto, 2011 @ 1:57 PM

    Bom dia Adriana, já passei por isso escreva por favor
    Luiz
    São Paulo
    lsanchezgomes@hotmail.com

  164. selma regina comenta:

    11 agosto, 2011 @ 7:16 PM

    ola eu me chamo selma depois de 3 anos que saiu o diaguinostico que era sindrome de minier e vppb as vezes tenho creses horriveis que eu nem da cama posso levanta e vomito muito. tem posiçao q melhora, comecei a fazer reablitaçao vestibular q e exercisio com acabeça faço uma ves por semana ,ha conselho todos q tem minier ha fazer pois nao fica boa mais melhora bastante ,se alguem souber de algum remedio bom me passe pois ja tomei varios tipo de remedio e nao deu certo so nao deixa entrar mais na crise .mais a tontura nao passa ,desculpe pelo o desabafo. selma [sao gonçalo]

  165. Adriana Silva comenta:

    13 agosto, 2011 @ 10:04 AM

    Bom dia Luiz, hoje estou bem melhor.Obrigada pela atenção.Em breve entrarei em contato por e-mail, o meu é adrianasilvao@hotmail.com. Obs: tenho tomado 3 litros de água por dia e a médica me disse que este hábito deverá ser seguido sempre. Adriana

  166. emival comenta:

    21 agosto, 2011 @ 5:37 PM

    Tenho 46 anos , sofri abismadamente com essa doença aos 30 anos , aos 32 estava completamente curado ficando somente a perda de 40 por cento da audiçao direita perdida. com a ajuda de Deus fui encaminhado a um bom médico que me ouvio e me receitou uma caixa somente de remedio e nunca mais tive crizes podendo praticar qualque esportes. maiores informaçoes da soluçao de meu problema entre em contato. premivaldemesquita @hotmail ,com ou 64 92361139. Deus abençoe a todos.

  167. Alexandre Enju comenta:

    15 novembro, 2011 @ 11:13 AM

    Tenho 41 anos e no dia 28 de outubro comecei a sentir uma presao no ouvido dir como se estivesse descendo a serra, no dia 02 de novembro tive uma crise de labirintite com muita nause e vomito , fui ao hospital e o neuro me encaminhou para o otorrino fui medicado com pentoxifilina e prednisona e dramim ate o momento, fiz audiometria com resultado com resultado de deixar de repetir palavras a 120 db com 60 db de mascaramento contralateral, bem enfim nao tenho vertigens, um pouco de desequilibrio muito pouco, bem gostaria e saber se eu vou ficar surdo mesmo ou tenho alguma esperança.

  168. gisele comenta:

    15 novembro, 2011 @ 10:03 PM

    BOa Noite!
    Qdo era pequena tive um problema no ouvido relacionado a dor. Hoje aos 26 anos , comecei a ter crises esporadicas de tonturas mas nunca dei atenção, até certo dia que quase desmaiei quando sai de casa. FIz tratamento com um médico que diagnosticou como otite e foi aplicado panotil juntamente com garamicina forte, por quase dois meses. Passado esse tempo após ter piorado das crises de tontura, encontrei uma otorrino a qual me diagnosticou com labirintite. Gostaria de saber se é normal mesmo realizando o tratamento com betaserc 24 um por dia e exit (piracetam e cinarizina ) a noite´ainda nao possuo grande melhora das dores e da tontura e nao consigo retirar o ultimo remedio, gostaria de saber se este erro médico pode ter causado lesoes no meu aparelho auditivo e quais os exames posso pedir a medica para verificar a saude do ouvido.
    Agradeço carecidamente a atencao.

  169. selma regina comenta:

    17 novembro, 2011 @ 6:03 PM

    ola, gostaria de conversa com pessoas q tem essa maldita miniere e q ja tiverao algum resultado com remedio q eu ainda nao tomei os remedios sao labirim,vertix,gincobiloba,sinarizina,hidrocotiazida,meclim,e outros q eu nao lembro.tem alguem q conheça um espesialista nesta doença

  170. gabriel comenta:

    17 novembro, 2011 @ 10:55 PM

    eu tenho sindorme de minierre a 17 anos achava que era labirintite estou surdo dos dois ouvidos uso aparelho tenho zumbido e um chiado e um barulho como uma turbina de avião ja fisso vários tratamentos e nenhum deu resultado , ja cansei de trocar de médicos e todos me dizem a mesma coisa, esta doença não vai te matar ma vc vai morrer com ela

  171. selma regina comenta:

    12 dezembro, 2011 @ 4:19 PM

    deixei meu depoimento e pedi ajuda mais esqueci de deixar meu horkut

  172. selma regina comenta:

    19 dezembro, 2011 @ 11:49 PM

    me achem no facebook

  173. Fernanda Della Rosa comenta:

    23 dezembro, 2011 @ 10:13 AM

    Selma.. minhas crises só melhoram com Dramin

  174. Marina comenta:

    4 janeiro, 2012 @ 2:47 PM

    Boa Tarde
    Tenho a Sindrome de Meniere, tenha crises de tonturas leves , mais já tive 3 crises de zumbido e não tive perda auditiva….
    Vi muitas perguntas á respeito desta sindrome, mas gostaria de ver as respostas tb//
    Grata
    Marina

  175. selma regina comenta:

    14 janeiro, 2012 @ 7:30 PM

    ola,vim fafar novamente desta doeça q se chama miniere q estar me deixando aponto de me cuida com psiquiatra,aponto de toma antes depresivo forte e por isso quero alerta cuide-se pois mesmo me cuidando perdi audiçao do ouvido direito,nao posso nem sair de casa porque nao posso ouvi barulho ando com ouvido tapado,se nao vou enloquece

  176. selma regina comenta:

    14 janeiro, 2012 @ 7:35 PM

    obrigado,fernanda ja tomei dramin btb,minhas crise sao muito forte esses remedios tudos sao fracos,acho q ja ficou cronica

  177. Vãnia comenta:

    28 janeiro, 2012 @ 10:06 AM

    Boa Tarde

    Estou desesperada, os médicos não conseguem diagnosticar o que tenho! Em Setembro do ano passado tive internada e o motivo que me apresentaram foi a epilepsia que piorou , hoje eu acho que nunca tive epilepsia pois as minhas crises são diferentes, sinto tonturas, vómitos e zumbidos. É horrível, tenho 19 anos e estou desesperada, isto para-me a vida completamente, as vezes nem consigo estudar e o pior é que nem os médicos conseguem ver o que tenho :( Por agora tomo o betaserc e dia 15 de Fevereiro vou fazer exames aos ouvidos, mas até lá vou tendo crises :(
    Não haverá outro medicamento que possa tomar para impedir a crise?

    Por favor preciso mesmo de ajuda!!!

  178. selma regina comenta:

    30 janeiro, 2012 @ 8:03 PM

    vania,querida vc tem tudo pela frente tem apenas 19 anos com certeza em nome de jesus vc vai fica boa,vc tem os mesmo sintomas q eu, o meu diagnostico foi otorrino quem deu de sindrome de miniere com o tratamento certo as crises melhora em meu caso ja ficou cronica tenho crises tmb horriveis eu tenho 45 anos tomo varios medicamentos

  179. selma regina comenta:

    30 janeiro, 2012 @ 8:14 PM

    vania,querida existe sim medicamentos para melhora essas crises,vc tem mesmo sintomas q eu proucure um otorrino foi um q me deu o diagnostico de sindrome de miniere,pra mim as coisas sao mais dificio porque tenho 45 anos, q deus te abeçoe

  180. Vânia comenta:

    30 janeiro, 2012 @ 9:39 PM

    Selma, espero mesmo melhorar, ás vezes dou por mim a chorar… pois para mim é muito difícil aceitar estas crises, eu sei que há pessoa que têm problemas piores, mas estas crises param-me a vida por completo e para mim é muito frustrante :( Peço todos os dias a Deus para melhorar! Mas Selma esta doença não tem cura pois não’?

  181. Claudia Simoes comenta:

    1 fevereiro, 2012 @ 7:09 PM

    Essa doenca ou sindrome é mesmo ridicula – um pe no saco ate para nos mulheres que nao temos saco. tem um ano que ela me assombra. No inicio apenas leves vertigens e a sensacao de que o ouvido estava entupido> Depois veio o zumbidinho infeliz. O motorzinho de geladeira sempre no ouvido direito> Agora tenho as crises de tonteira ate vomitar que nem uma condenada e ir parar na emergencia. Esta semana uma medica abencoada tirou o Betaserc, Labirin, Rivotril e dramim tradicional e substituiu pelo vertizin com dramim caps – pelo menos estou em pe e mantenho a comida dentro da barriga. Eca que conversa horrivel. Estou escrevendo porque a medica fez uma consideracao interessante – eu nao vejo nada interessante em nada na doenca. Eu retirei a tireoide faz alguns anos. A debilidade fisica pos cirurgia é visivel. Instala-se um hipotireoidismo que corrigimos com medicacao – o meu é Puran T4. O cabelo vem caindo, as articulacoes doem quando me exercito e etc. Isto pode gerar a sindrome de Meniere, que acaba nao sendo causa mas consequencia de outras coisas que nao vao bem> Alguem ai em cima perguntou se poderia fazer exercicios. Pode e deve. O exercicio melhora a questao hormonal geral. A hidro por exemplo tem quase zero risco para nós que estamos constantemente tontinhos – se cair nao vai machucar. De resto é nunca atravessar a rua correndo principalmente naquelas malditas maos duplas que temos que olhar rapido de um lado para outro – ai ja viu ne?? Roda tudo!!! Boa sorte para nos todos e vamos torcer para estes caras que estudam medicina se dedicarem mais um pouquinho e quem sabe encontram um remedio mais acertado para evitar o tumulto em vez de so contornar quando ja nao estamos nos sentindo gente. A mocinha ai em cima, a Vania coitada foi diagnosticada com epilepsia. Outro dia um gastro queria tirar a minha visicula. PQP!!! Agora quando eu passo mal ja chego avisando que tenho MENIERE!! Acho que deveriamos fazer um cartaozinho para pendurar no pescoco. Juro que tenho medo de desmaiar e alguem me arrancar alguma coisa ou abrir minha cabeca em uma emergencia> ja vi cada coisa!!! Boa sorte pra nos!! Que Deus nos abencoe e proteja!!

  182. selma regina comenta:

    5 fevereiro, 2012 @ 9:30 PM

    vania,se for diagnosticado em vc sindrome de miniere tem tratamento.e vc vai com certeza fica cem essa crises,eu deixei o tempo passa muito porque minha vida parou tmb,nao se entegue lute quando de vantade de chora ler na biblia o salmo 23 espero q vc me deixe um recado q esta bem.

  183. Vânia comenta:

    6 fevereiro, 2012 @ 11:23 AM

    Selma obrigada por todo esse carinho e apoio! Dia 15 de Fevereiro vou fazer exames e depois irei ao médico e espero que me seja diagnosticado!!!! Depois deixarei aqui um recado com as novidades , por enquanto não tenho tido crises ( mas também só passaram duas semanas desde as últimas). Obrigada pelas suas palavras deram-me força para lutar contra este meu problema… beijinhos

  184. luiz comenta:

    21 fevereiro, 2012 @ 5:04 PM

    só mesmo quem sofre com esses problemas pode compreender a angústia que isso dá, eu eu tenho 45 anos, tenho tonturas desde de criança, é preciso ter garras, remédios? até hoje não achei o certo, minha região é muito fraca de medicos nesta especialidade, eu sofro muito com isso, ja consultei com medicos que entende menos que eu desse problema, é terrível vc sentir que tem algo ruim, e que não funciona dentro da sua cabeça, e simplesmente o que se ouve é, isso não tem cura, isso todo mundo tem, isso tem um monte de causa, em fim, esse país precisa investir mais em pesquisas, em vez de carnaval e futebol. Gostaria de ter alguma resposta. Quando estou dirigindo as vezes não tenho nada, de repente vai dando um mal estar, que as vezes passa e as vezes fico dias em crise sensaçao de peso na nuca, se virar o pescoço rapido fica mais ruim, parece que as vistas ficam fracas, não conseguindo focalizar direito, sinto cala frios, as mãos soam frio e arrepios pelo corpo. Ja teve casos que passei mal até parar por causa dos vomitos e ficar varias horas em repouso de olhos fechados até tudo passar e aos poucos ir recuperando, gostaria de ser ouvido, o meu caso me deixa muito deprimido. Obrigado.

  185. Vânia comenta:

    21 fevereiro, 2012 @ 9:15 PM

    Luiz tem de ter muito força, eu sei bem o que isso é ! Também estou a espera que descubram qual é o meu problema, vou ao medico em Março mostrar uns exames e só espero que ele veja o que tenho e me de a medicação certa… Luiz não desista e procure um médico que o possa ajudar. Muita força.

  186. valter comenta:

    15 março, 2012 @ 8:15 PM

    Boa noite pessoal. Eu tenho esta “miserável” doença de Meniere. O uso de medicamento (Betaserc) não estava resolvendo muito. Depois de muito pesquisar, descobri um médico otorrinolaringologista aqui em S.Paulo, Capital, que associa o uso de medicamentos com acupuntura e tem dado resultados positivos. Fiquei mais de 18 meses sem crise e com uma vida normal, praticando esportes e viajando. Estava tão bem que abusei demasiadamente nas corridas e exercícios físicos e entrei em estafa o que desencadeou uma crise, mas voltei o tratamento com medicamento e acupuntura e já estou melhorando. Recomendo a todos este tramento, pois está “salvando” a minha vida. Válter.

  187. Filipa Silva comenta:

    17 março, 2012 @ 3:30 PM

    https://www.facebook.com/?ref=tn_tnmn#!/groups/368395996525721/ – Grupo de ajuda

  188. Claudia Simoes comenta:

    24 março, 2012 @ 8:16 AM

    OI Luiz e outros colegas e parceiros que sofrem com a doenca de Meniere. É estranho como os medicos conhecem pouco a respeito> Meu irmao é medico e diz que labirintite é tudo igual: quando achar o remedio certo vai parar de rodar tudo. O estranho da Meniere é que nao parece doenca de ouvido. eu nao sinto nada e quando olho para algum lugar que nao seja liso, percebo que está tudo se movendo> mas ai eu ja estou tonta. Uma coisa que vem dando resultado: radicalizei no corte do acucar, do sal e de todo carboidrato ( macarrao, pao e todos os seus amigos de farinha branca). Passei a usar cereal matinal integral com leite ( nesfit), iogurte diet, frutas ( muita banana), e almocar peixe grelhado sem sal ( o peixe é a unica proteina que da para consumir sem sal na boa), com pure de cenoura, ou de abobora ou misto de legumes. De vez em quando um arroz integral e a noite sopa. E nunca passar de 3 horas sem comer uma fruta> Alem disto beber bastante agua. O Betaserc ( ou labirin) continuam 3 vezes ao dia mas tem um mes que nao tenho crises. Luiz, o mal estar é porque vc ja esta tonto e nao percebeu. A gente vai se acostumando e nao nota quando a tonteira chega. So percebe quando os sintomas da vertigem ja estao mais fortes. Valter, legal esta opcao com acupuntura. Vou ver se acho alguem aqui. Estou com o homeopata para dar apoio. Isto tambem parece ter causado bom efeito. Mas a tal Meniere se apresenta como parceira por longo tempo e vamos todos aprendendo a conviver com ela. Vamos trocando ideias, solucoes pois realmente só nos sabemos exatamente o que ela é. Bom fim de semana a todos!!

  189. selma regina comenta:

    24 março, 2012 @ 9:21 PM

    vania,querida como vc esta

  190. Vânia comenta:

    24 março, 2012 @ 9:40 PM

    Selma obrigada pela sua preocupação! De vez em quando ainda tenho algumas crises, mas fiz os exames a duas semanas e agora estou a espera de ir a médica para mostrar os resultados dos exames! Selma foi os piores exames que já fiz na minha vida!!! Provocaram-me a crise 4 vezes, foi horrível, sai de lá a chorar! No momento soube que estou a perder a audição do ouvido direito mas o resto dos resultados só vou saber mesmo na consulta… Quero mesmo descobrir o que tenho e a cura também, viver assim é impensável! E você querida Selma como tem passado? Beijinhos*

  191. Toni Carlos comenta:

    26 março, 2012 @ 7:51 AM

    Olá Pessoal. Eu também tenho feito o corte do açúcar e tenho visto uma melhora. Minha alimentação tem sido da seguinte forma: Comer ( solido ) de 3 em 3 e horas, e Beber ( liquido ) sempre 1 hora antes ou depois do solido e Dormir somente duas horas após o solido e uma Hora após o líquido. Tenho procurado fazer exercícios físicos. Ainda não estou tomando medicamentos e espero conseguir viver sem precisar tomar.
    Vamos usar esse espaço para ajudarmos uns aos outros como disse Claudia, somente nós mesmos sabemos o que é ela. Efésios 2:8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus.
    Que Deus nos abençoe e nos dê a Paz. Abraços.

  192. Vânia comenta:

    26 março, 2012 @ 2:34 PM

    Que exames fizeram para saber se tinham o síndrome de Meniere?

  193. Maria Divina Godoy da Rocha comenta:

    27 março, 2012 @ 7:36 PM

    Prezados colegas fiquei surpresa ao saber a definição de meniere, sofro muito com essa doença , mudei muito minha vida por causa dela, vejo que realmente tudo que dizem é o que sinto , até a dor de cabeça antes da crise , zumbido , sinto também agulhada na cabeça antes da crise, aprendi que estes sintomas indicam que terei crise, faço uso de Labirin, rivotril, porém passei a não poder tomar mais dramim, este me dá mais tontura e sim plasil.Sómente quem tem essa doença pode avaliar como é dificil realizar as coisas mais simples e as vezes até divertimento se torna um pesadelo, te tiver som alto ou muitas pessoas falando ao mesmo tempo.

  194. Tânia Leite comenta:

    29 março, 2012 @ 6:06 PM

    O meu pai tem 64 anos e sofre do sindrome de meniere, ultamamente ele sente se incapaz de muita coisa.
    Ele é diabetico e com isto tudo toma varios medicamentos, é perigoso ele continuar a querer conduzir.
    Ultimamente tem andado bastante em baixo.

  195. Claudia Simoes comenta:

    30 março, 2012 @ 9:26 PM

    OI Maria Divina, realmente som alto e muitas pessoas falando ao mesmo tempo nos confunde muito. Concentrar-se de forma tensa em algo tb. O cansaco é um grande inimigo. temos que aprender a equilibrar mais as preocupacoes e conseguir relaxar um pouco. O zumbino no ouvido dificilmente para. Tambem sinto as agulhadas na cabeca. Pensei que eram do Betaserc. Vamos perguntar aos nossos medicos?? O Betaserc da uma forcada na circulacao do sangue no cerebro. Pode ser ele ja que estamos com doses altas ( tomo 3 comprimidos de 24mg/dia).
    Tania – eu tenho 50 anos e ja parei de dirigir. Converse com seu pai com tranquilidade. Esta doenca nao mata, mas um acidente de carro pode tirar a vida dele e de outras pessoas> Ele precisa avaliar bem se precisa mesmo dirigir. Levo duas horas de onibus ate o trabalho – TODOS OS DIAS. Mas nao arrisco a vida de ninguem. Se passar mal no onibus vou vomitar em um bocado de gente. Eh ruim mas é melhor do que bater o carro.
    Importante é sair das fases de crise> o zumbido, as vertigens mais leves vamos nos acostumando. A crise é que complica tudo.
    abs aos amigos e bom fim de semana!!

  196. jose aparecido comenta:

    7 abril, 2012 @ 5:30 PM

    TENHO a sindrome meniere o que devo fazer para me curar ou não tem cura?

  197. Glaudem Mattos comenta:

    9 abril, 2012 @ 9:55 AM

    Olá! José Aparecido, segundo os Médicos com quem consultei, ainda não há cura para Síndrome de Meniere.mas não vamos morrer por causa dela,desde 2009 ela me acompanha, no início eram crises severas, hoje tenho sómente 5% de audição do ouvido direito, o esquerdo funciona bem, fiz um tratamento assim: redução açúcar, sal, cerveja, pratico regularmente caminhadas de 40 minutosevito o estress e olha só, as crises estão espaçadas, fico até 3 mêses sem crises, quando acontecem estão mais brandas e sem enjoos. tbem tomo capsulas de ginko biloba , mas, consulte sempre seu Médico quanto a tomar estas capsulas.outra coisa, esta doença pode ter várias causas, desde problemas na Cervical, stress, irrigação sanguinea no labirinto.
    desde já estimo sua melhora e dos demais colegas com esta doença . Que Deus nos Ajude.

  198. Vânia comenta:

    11 abril, 2012 @ 11:16 AM

    Olá a todos, hoje finalmente descobriram o que tenho e infelizmente foi me detetado síndrome de meniere no ouvido direito! O pior é que acho que afinal nunca tive epilepsia e o síndrome sempre esteve encoberto. Amanhã irei ao hospital para fazer um exame só para ter mais uma confirmação. Algum de vocês fez o exame para confirmarem se era mesmo síndrome de meniere? Por favor me respondam. Obrigada beijinhos para todos.

  199. Toni Carlos comenta:

    11 abril, 2012 @ 11:39 AM

    Olá Vânia.

    O Exame que fiz pra ter certeza foi a Eletrococleografia, mas os médicos afirmavam por eu ter zumbido e uma perda flutuante, ou seja, que oscila, um tempo estou sem escutar direito, outro tempo estou bom e assim por diante.
    Melhoras e que Deus Abençoe.

    Toni Carlos.

  200. claudia simoes comenta:

    11 abril, 2012 @ 8:53 PM

    OI Vania, nao sei se é a ressonancia dos canais auditivos que vc vai fazer. Eu fiz e nao deu nada. Fiz varios outros exames tb.Parece que a sindrome tem um quadro geral de sintomas ( nauseas, vertigem forte, crises em que vc fica realmente paralisada – eu chego a usar cadeira de rodas nas crises) mas elas cedem com o tratamento.Ainda estou trabalhando e levando uma vida normal. Tem que seguir a dieta para ajudar a crise a se manter longe – nada de sal, nada de acucar e nada de cafeina ( chocolae, cafe, etc) evite as massas tambem. Muita disciplina. Os exercicios sao recomendados pelos medicos mas é impossivel praticar exercicios na fase das crises. Tem dia como hoje que eu percebo que nao estou 100%. O cansaco é grande, é um esforco enorme me concentrar em tudo que eu tenho que fazer no meu dia de trabalho. Mas quanto maior a minha boa vontade, maior a forca para suportar. Tem que tentar se distrair, fazer coisas que gosta. Vc é jovem e seu corpo vai se adaptando aos poucos. Nunca olhe para coisas em movimento ou piscando para nao facilitar. Vamos aprendendo o que nos faz mal. tenha paciencia, resiliencia. Bj

  201. Vânia comenta:

    12 abril, 2012 @ 9:24 AM

    Olá Toni, acho que também fiz hoje esse exame, colocaram-me uma coisa no ouvido muito incomodativo. Até hoje todos os exames que tenho feito aos ouvidos têm sido os piores da minha vida!
    Hoje como foi diagnosticado a 100% o síndrome de Meniere no ouvido direito o médico deu as soluções existentes. Sei que há doenças piores, mas para mim parece que caiu que nem uma bomba (embora já conhecesse a doença, porém não esperava que fosse tão “má”). Vou ter que levar com insulina no ouvido direito para reduzir as crises e só começa a ter efeitos após 2 anos e como eu sou muito sensível vai ter que ser com anestesia! Se a insulina não resultar vão ter que me destruir o ouvido para ficar sem crises , através de um antibiótico, caso não de vai ter de ser através de uma operação. Quando o médico me disse isto tudo comecei a chorar, é horrível! Vou perder a audição do ouvido direito, vou ter 25 anos e só vou ouvir do ouvido esquerdo? Medicina por favor evolui!

    A melhoras para todos , beijinhos*

  202. vânia comenta:

    16 abril, 2012 @ 9:05 PM

    Olá Claudia o meu exame foi para ter a confirmação total se era síndrome de meniere ou não e o exame confirmou a 100% que tinha meniere no ouvido direito. Eu também levo a minha vida normal, mas quando tenho crises não me consigo levantar da cama é horrível! Nunca pensei vir a passar por isto. Por vezes entro em desespero, é difícil para mim aceitar o que tenho (agora estou a aceitar melhor), ás vezes choro em silêncio , não quero dar mais preocupações a minha mãe…
    Escrever aqui é um alívio, sei que me entendem, sei que não vou dar preocupações a ninguém e sei que não vão estar a pensar que me estou a fazer de coitadinha e a exagerar na doença.
    Obrigada por me lerem…
    Que tipo de exercícios faz?
    Beijinhos*

  203. MARIA BEATRIZ MORBINI comenta:

    19 abril, 2012 @ 9:31 PM

    Gostaria muito de ouvir alguem dizer sid. de meniere tem cura, não aguento mais já fazem mais de 15 anos ke foi diagnosticada, antes era de tempos em tempos , hoje é; 30 ou mais dias com , 1 senana boa; parece ke sou outra pessoa, isso vem atrapalhando muito meu trabalho, ois não tenho uma constancia no dia a dia. JÁ NÃO SOU MAIS CRIANÇA TENHO 57 ANOS , VEJA A QUANTO TEMPO ISSO ACONTECE COMIGO. Não tem remedio ke adiante, tenho com isso muita depressão , mas aguento por enquanto,ja atrapalha muito a minha vida, pois nem programar uma viagem posso, pois não sei como vou estar, até ja cai na rua e fui socorrida por pessoas ke chamarao a SAMU.Por fAVOR MANDE PRO MEU EMAIL ALGUM CAMINHO KE PELO MENOS POSSA DISTANCIAR UMA CRISE DA OUTRA,a coisa ja não tá ficando muito facil de aguentar. Obrigado pela atenção, por favor entra em contato comigo, qualquer ajuda é bem vinda. OBRIGADO

  204. Vânia comenta:

    21 abril, 2012 @ 8:54 PM

    Maria o que o meu médico me disse foi que se a cortizona que ele me vai injectar no ouvido não fizer resultado vamos passar para d destruição do ouvido ( parte interior claro). E isso significa que vou deixar de ter crises porque o ouvido fica destruído e já não “funciona”, mas deixa de ouvir desse ouvido, mas ele também me explicou que não vai fazer diferença destruir ou não porque mais tarde ou mais cedo vou deixar de ouvir :S (só do direito, só tenho menire no direito) O meu e-mail é vaniatorres@live.com.pt, se quiser manda-me um e mail e podemos falar melhor. Espero ter-lhe ajudado. Beijinhos e muito força!

  205. MARIA BEATRIZ MORBINI comenta:

    22 abril, 2012 @ 12:48 AM

    Gostaria de receber uma resposta para o meu pedido, recebi alguma resposta em ingle e não consegui traduzir se foi de vce peso ke me mandem novamente. agradecida

  206. Vânia comenta:

    22 abril, 2012 @ 10:18 AM

    Maria não recebeu a minha resposta? eu mandei-lhe para aqui não lhe mandei para o e-mail porque não consigo ver o seu e-mail… ha e respondi-lhe em português… beijinhos e as melhoras

  207. selma regina comenta:

    24 abril, 2012 @ 7:05 PM

    vania;estou contente por ter ja o diagnostico da miniere,agora vai ter o tratamento certo infizmente nao tem cura mais tem medicamento q controla as crises,agora vou falar de mim nao estou nada bem….bjs ha vou no seu email o meu face e selma regina sou loira

  208. vânia comenta:

    27 abril, 2012 @ 2:45 PM

    Selma adicione-me para irmos falando pelo mail :)

  209. Marcio comenta:

    1 maio, 2012 @ 2:51 PM

    Pessoal, tenho os simtomas descritos a exatamente 12 anos , sofro muito com as crises , em alguns momentos retorna o zumbido com mais força anunciando que estou perto de mais uma crise de vomito, desorientação etc……alguem tem informações ou conhecimento de tratamento mais eficaz, quem sabe cirurgia, busco uma solução definitiva e não encontro nada que me ajude, no momento estou tomando labirin 24 g antes de dormir, rivotril ja foi usado entre outros dando a sensação que estaria no caminho da cura, mas bastou outra crise forte para perceber que nada mudou………..gostaria de encontrar tratamento para este mau e quem sabe um dia não ter mais zumbido nem medo de sofrer com as crises.

  210. vânia comenta:

    2 maio, 2012 @ 6:45 PM

    Marcio você já consultou um médico , já foi diagnosticado mesmo síndrome de meniere?

    Adicione : http://www.facebook.com/groups/368395996525721/396530863712234/?comment_id=406021879429799&notif_t=group_activity
    Um grupo onde falamos de soluções e de tratamentos e onde nos ajudamos .

  211. selma regina comenta:

    3 maio, 2012 @ 11:10 PM

    vania,querida nao consegui entra no seu e-mail,o meu selma-fieladeus@rotmail,com,espero q vc estege com

  212. selma regina comenta:

    3 maio, 2012 @ 11:10 PM

    vania,querida nao consegui entra no seu e-mail,o meu selma-fieladeus@rotmail,com,espero q vc estege com

  213. selma regina comenta:

    3 maio, 2012 @ 11:23 PM

    com saude,e cem crise foi isso q eu quis escreve mais saiu 2 vezes a mesmas palavras

  214. Vinicius comenta:

    5 maio, 2012 @ 6:36 PM

    Boa tarde!
    Gostaria de saber se é possivel pedir aposentadoria por ter Doençao de Meniére pois não consigo trabalhar por ter fortes crises e não parar em emprego nenhum por ter que ficar dias com tonturas fortes e não poder ir ao trabalho, se alguem puder me responder agradeço desde já, mail vcosta56@yahoo.com.br.

  215. Vinicius comenta:

    8 maio, 2012 @ 9:31 AM

    Bom dia!
    Estou esperando uma resposta de alguem que possa me ajudar sobre alguma forma de aposentadoria para quem tem doença de meniere desdde já agradeço a todos.

  216. Vânia comenta:

    9 maio, 2012 @ 11:46 AM

    Vinicius não sei se pode pedir aposentadoria :s , mas o seu médico não lhe deu nenhumas soluções , nenhum tipo de tratamento para ver se melhora? As melhoras.

  217. Vinicius comenta:

    14 maio, 2012 @ 10:28 AM

    Bom dia Vânia!
    Estou fazendo tratamento mas minhas crises são constantes e me atrapalham muito em meu serviço pois sou motorista e uso de muita atenção e cabeça, vc não sabe como me ajudar nisso em uma aposentadoria ou algo assim, desde já agradeço pela atenção.(vcosta56@yahoo.com.br)

  218. Vânia comenta:

    14 maio, 2012 @ 5:05 PM

    Boa Noite Vinicius

    Em Portugal existe reforma por invalidez, tem de ir ao seu médico e fazer um monte de exames. No Brasil não sei como é o processo.

    Você tem meniere nos 2 ouvidos?

  219. vinicius comenta:

    21 maio, 2012 @ 11:05 AM

    Bom Dia Vânia
    Já fiz todos os exames existentes, e já foi constatado pelo medico que tenho Meniere em um ouvido no outro è muito pouco mas em um é bastante e minhas crises são muito fortes e demoradas por isso queria saber sobre aposentadoria obrigado.(vcosta56@yahoo.com.br)

  220. Vânia comenta:

    21 maio, 2012 @ 8:11 PM

    Olá Vinicius.

    Se as suas crises são tão fortes porque é que o médico não lhe faz a operação para não ter mais crises? Assim tinha uma qualidade de vida melhor.

    As melhoras.

  221. vinicius comenta:

    22 maio, 2012 @ 10:05 AM

    ´Bom dia Vânia
    Meu médico até comentou isso comigo mas ele disse que operação iria me deixar sem ouvir completamente surdo ai não adianta arrumar uma coisa e estragar outra não acha?

  222. Vânia comenta:

    22 maio, 2012 @ 8:06 PM

    Boa Noite Vinicius

    Eu acho que se lhe der mais qualidade de vida e preferível… Tenho um vizinho meu que tinha o quadro clínico parecido ao seu… Não conseguia trabalhar, tinha muitas crises e fortes e hoje tem uma vida normal e sem crises porque foi operado. Não ouve do ouvido direito, mas ouve do esquerdo, embora tenha um aparelho (porque também estava a perder audição do esquerdo). Mas em compensação tem uma boa qualidade de vida, não tem crises e consegue trabalhar. Eu vou querer recorrer a operação também prefiro ficar surda do ouvido direito do que viver com estas crises.

    As melhoras :)

  223. selma regina comenta:

    29 maio, 2012 @ 6:16 PM

    oi vania,querida me de noticias.nao nos falamos mais gostaria de falar com outras pessoas tmb q tem a mesma doença

  224. Vânia comenta:

    29 maio, 2012 @ 8:37 PM

    Selma, comigo por enquanto está tudo bem, amanhã irei ao médico depois darei notícias. Eu mandei-lhe um email não recebeu nada? Manda email para mim: vaniatorres@live.com.pt

  225. selma regina comenta:

    8 julho, 2012 @ 1:19 PM

    vania te add no msn me acc bjs

  226. Ivone comenta:

    19 agosto, 2012 @ 11:42 AM

    Ola pessoal bom dia,eu tambem sou portadora dessa Sindrome de Menier desde 2008 eu lutei e gastei muito até descobri o que tinha mas graças a Deus apos ter descoberto eu passei a mim cuidar melhor e hoje eu ja estou a 6 meses sem crise faço acompanhamento com otorrinaringologista,neurologista e minha ginecologista mim passou alguns medicamnetos para TPM e vitaminas que tem mim ajudado bastante e tenho feito exercios fisicos pois isso tem mim ajudado bastante e preucuro mim manter tranquila o maximo que posso,pois o extrsse ,ansiedade faz com que as crises piore e venha com mais frequência.Quanto a minha vida eu trabalho normal,hoje eu estou trabalhando em uma sonda de prefuração de petroleo como tecnica de enfermagem do trabalho e isso tem mim feito muito bem,temos que lutar contra a doênça e não deixar que ela lute conta a gente.E essa a mensagem que deixo para aqueles que infelismente adiquerio essa sindrome.Pela vida temos que lutar até o ultimo minuto. OBRIGADO A TODOS

  227. marcia xeres comenta:

    6 setembro, 2012 @ 12:57 PM

    Marcia Xeres · Rio de Janeiro
    dr.armando, boa noite!
    tenho 53 aos e desde 2010 tive uma otite q perfuraram os meus tímpanos.desde então venho fazendo tratamento com rivotril.Fiquei surda unilateral do ouvido direito com tiinino , no meu entender, tive uma isquemia na cóclea com, sequelas, secreção na células da mastoide com presença de cocha borbulhosa , secressão dentro da cóclea, desequílibrio tonteira e sindrome de miniére .E ainda estou com síndrome de panico .nesse tempo todo venho tentando me superar com labirm e fluxetina , mas o barulho da crianças estou ficando mais atordoada.já não aguento tenar superar meus limites.tenho direito a aposentadoria por invalides .Preciso de orientação pois estou atordoada e com 15dias de licença . Agradeço desde já a orientação de vcs .e-mail mxeres@ig.com.br
    Responder · Curtir · Seguir publicação · há 18

  228. Néia comenta:

    12 outubro, 2012 @ 6:13 PM

    Ola Pessoal!!!
    Sou mais uma a descobrir que tenho a Sindrome de Meniere. Tenho 42 anos, e ja faz 2 anos que tenho um zombido no ouvido direito e com perda de audição, agora começou as tonturas não posso abaixar a cabeça que td roda, e me da enjoo é horrível!Não posso entrar em lugares fechados com muitas pessoas falando ao mesmo tempo e som muito auto,que fico tontinha. Adoro musica e ja faz um tempo que não escuto mais radio, não sei nem que musica esta nas paradas…rsrsrsrs Bom minha m´dica pediu para tomar o Betaserc 24mg e um calmante…sei lá, seja o que Deus quiser!!!! Só quero tirar esse zumbido infernal… bjs Boa sorte a todos!!!

  229. Vanderli Bena comenta:

    16 outubro, 2012 @ 11:41 PM

    Dr. Armando,
    Há 10 meses sofri um acidente, tive traumatismo craniano, quebrei a bacia e 3 lugares e perfuração de pulmão por uma costela quebrada, que na verdade eram cinco costelas quebradas. Fiquei em UTI por 28 dias, apos um mes e meio saindo de uma visita médica ao entrar no carro meu ouvido começou a zumbir, o interessante é que nessa visita medica ele me perguntou se estava com zumbido disse não graças a Deus, mas ao sair do prédio iniciou o zumbido. Até agora estou tentando descobrir o porque e tentando tratamento com o otorrino e não tem surtido efeito. Poderia ajudar me?

    Obrigado, Ana

  230. marta romero comenta:

    5 novembro, 2012 @ 1:21 PM

    oi dro,tudo começou uma segunda com o meu ouvido tampado e um apito ,fiquei quase louca fui procurar logo um otorrino que disgnosticou que estava com sinusite passou amoxilina 875 clavurinato aways para o naiz depois de uma ressonancia ,mais apito continuava ai fui para um otorino que me passou homeopatica para labitinto com 15 dias nao melhorei e o apito continuava ai fui para outro que me receitou equitam 120 e benerva continuei tomando de agosto a 28 de outubro melhorou um pouco mais ainda estava com barulho no ouvido agora esou com uma medica que me reeitor vertizine d e lexotam para dormir porque o barulho no ouvido subiu para cabeça estava quase louca e estou tomando esse medicamento e equitam pela hora do almoço estou tomando esse medicamento dia 29 de outubro e verifiquei que o barulho diminuiu ela me passou varios exercicios 3 vezes por semana e vou voltar semana que vem nela ,espero que melhore logo …….estou nesse sofrimento a 4 meses.

  231. nilton costa comenta:

    25 novembro, 2012 @ 7:19 PM

    tenho 59 anos tenho todos os sintomas que já foram citados por outros colegas. tomo labirin de 8 mg duas vezes ao dia e paroxetina de 20. só tomo meclin quando vem as crises. se são muito severas tomo junto, dramin. mas o melhor remédio de todos, eu acredito ser: não se entregar. entre uma crise e outra continuo a realizar. meu trabalho . quando estou com tontura, que não seja muito severa ainda assim eu saio a fazer uma caminhada, mesmo que as pessoas que me vejam, achem que estou bêbedo. outras vezes , mesmo quase não conseguindo para em pé, tento dar uns pulos. resista! não se sinta um inválido! assim a doença está deixando de me assustar. associado aos medicamentos; acho que tudo isso é um grande remédio. espero ter ajudado. um abço!

  232. IRENE comenta:

    6 janeiro, 2013 @ 8:33 PM

    MINHA IRMA SOFRE DESSE PROBLEMA ; NAO E FACIL MAS TEM FE QUE UM DIA ELA PODE SE CURAR

  233. cleide comenta:

    25 janeiro, 2013 @ 2:35 PM

    Olá, recebi esse diagnostico hpa algumas décadas e sofri muuuiiito.. precisei parar de trabalhar, não conseguia mais sair de casa….mas consegui equilibrar usando antidepressivo, hj levo vida normal…Boa sorte a Todos

  234. Ricardo comenta:

    24 fevereiro, 2013 @ 12:14 PM

    Olá, tenho a Doença de Meniére há dois anos que descobri, tomo Betaserc 24mg, hoje estou com 37 anos, gostaria de saber qual os alimentos que podemos consumir? Estou comento quase tudo integral e alimentos sem açucar, mas quase tudo tem sódio. As vezes sinto minha cabeça esquentar e fico muito vermelho, não estou tendo crise por causa do Betaserc mas sinto que o zumbido aumentou um pouco e dores de cabeça também ….Boa Sorte e aguardo o tipo de alimentação..

  235. celso constantino comenta:

    24 fevereiro, 2013 @ 9:51 PM

    Boa noite, galera, tbm fui diagnosticado por esta doença de meniere, estou tomando betadine ( dicloridrato de betaistina 24mg ) , ainda ñ tive nenhuma crise muito forte, mais estou me preparando , o dr me disse que ñ tem cura , só tratamento, é muito dificil, tenho orado muito há DEUS por minha cura, e agora mais do que nunca vou pedir por cada um de vcs.
    EU CREIO EM MILAGRES E NA MISERICIORDIA DE JESUS NAS NOSSAS VIDAS.
    MAIS , enquanto a cura ñ chega vamos nos cuidar da melhor maneira, ei que é dificil ( estou sentindo na pele ) , mais vamos conseguir. fiquem todos com DEUS.

  236. selma regina comenta:

    1 abril, 2013 @ 11:05 PM

    boa noite,eu sou selma tenho essa miniere a 7 anos ja tomei eu acho todos os remedio que tem para essa doença. as crises era muito forte a ponto de para no psiquiatra foi com os remedos que ele passou q as crise estao demorando mais tempo a dar,gostaria de falar com pessoas q tem o mesmo q eu principalmente se ouver algum medico q possa nos orienta no q devemos fazer teve um medico que falou pra mim q eu nao vo morre dela,mais vo morre com ela obrigado……..meu facebook selmaregina-fieladeus@hotmail.com

  237. ivone pinheiro amaral comenta:

    19 abril, 2013 @ 8:41 PM

    È posíivel termos qualidade de vida mesmo sofren de doença de menie.
    Sair completamente da crise desde quando comecei a fazer pilates 2x por semana.
    Gostaria de divulgar essa benção com todas as pessoas que sofrem com essa doença, quem tiver interessado em saber mais detalhes entre em contato comigo através do meu endereço eletrônico

    s do meu meio entre e

    doença

  238. Roberto Ribeiro comenta:

    27 maio, 2013 @ 8:45 PM

    Gostaria de compartilhar um pouco de sucesso diante de tantas desesperanças.
    Tenho 59 anos e já passei por 10 otorrinos, alguns médicos normais, outros rotulados como doutores professores etc…
    A verdade é que tratando-se da doença de Meniere, zumbidos, sensações de tamponamentos no ouvido e em alguns casos vertigens associadas a nauseas, eles não sabem como tratar disso e tampouco sabem a causa exata desses problemas e ficam enrolando os pacientes com desculpas esfarrapadas.
    No meu caso depois de ouvir que sou meniérico, que estou desenvolvendo a doença, e que isso não tem cura, decidi não acreditar nessa história e parti para um processo mais racional.
    Usei as informações encontradas na web e busquei a última ajuda médica para meus sintomas (Pressão no ouvido interno, sensação de que estou descendo a serra, perda auditiva nos graves e nos agudos e leves tonturas esporádicas e que podem até ser o desenvolvimento dessa doença, mas que também pode ser interrompida ou controlada.
    Os medicamentos Betaserc 24 mg 2 vezes ao dia + 1 mg de Rivotril tem me ajudado bastante no problema.
    Além disso, busquei a acupuntura para complementar o tratamento mas o mais importante de tudo foi a minha conversa com Deus.
    Aprendi que, quanto menos eu me preocupo com o zumbido, menor ele fica.
    Quanto menos eu pensei na possibilidade de conviver com as crises, menos crises eu tive.
    Minha recomendação seria, procurem se acalmar ao máximo, durmam mais, reduzam ao máximo doces em geral, não tomem bebidas que contenham alcool, evitem estimulantes como guaraná e chocolates.
    Em seis meses saí do desespero total para quase nenhum sintoma.
    Zumbido está próximo de zero e sem crises.

  239. selma regina comenta:

    18 agosto, 2013 @ 11:16 PM

    oi roberto,eu sou selma regina tem 8 anos q sofro com essa miniere tenho crises horrivel ja estou ate com psiquiatra tono remedio fortissimo ja fiz de todo, gostaria de saber direito oque te melhorou o meu face e selma-fieladeus@hotmail.com moro em saõ gonçalo brasil

  240. Maria comenta:

    4 dezembro, 2013 @ 2:13 PM

    olá sou Maria sou militar fui diagnosticada o síndrome, quero saber s corro algum risco de ser afastada do trabalho por ter essa doença… já estou a fazer a medicação já n tenho muitas vertigens e enjoos mais o zumbido não para 1 minuto se quer é 24h/24h…

  241. selma regina comenta:

    23 abril, 2014 @ 9:34 PM

    ola amigos,eu queria saber se teve alguém q fico boa da minie pq eu continuo muito mal infelizmente já tomei acho q todos medicamento de tontura porfavo mi manda email

Deixe seu comentário aqui !