04 - fev
  

Infecção urinária nos idosos

Categoria(s): Infectologia, Nefrogeriatria, Urologia geriátrica




Resenha

As doenças infecciosas constituem importante intercorrência clínica, motivo que internações e óbito na população geriátrica. Esta alta taxa de mortalidade, associada ao envelhecimento, se deve a inúmeros fatôres, destacando-se as alterações nos mecanismos de defesa (imunocompetência) contra os agentes patogênicos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (1995), as infecções, em geral, constituem
a maior causa de morte e destaca, ainda, a crescente resistência bacteriana, determina pelo uso indevido de antibióticos.

O trato urinário é o local de infecção mais comumente acometido na população geriátrica e a fonte mais freqüente de bacteriemia. Com o avançar da idade, a sua prevalência aumenta de forma significante tanto entre os homens como na mulheres.

Diagnóstico: Os profissionais da área da saúde devem ficar atento para os sinais e sintomas clínicos da infecção do trato urinário (ITU). Embora, os sintomas típicos como disúria (dor para urinar), polaciúria (urinar pouca quantidade muitas vezes) e urgência urinária, possam à ocorrer, manifestações atípicas são encontradas nos idosos fragilizados, como confusão mental, adinamia, prostação,à perda do apetite, febrícula, desconforto, fraqueza. O exame de úrina confirma a presença da bactéria (bacteriúria) e a cultura da urina define o agente causador. A complementação diagnóstica deve ser feita com exame ginecológico nas mulheres e prostático nos homens. O exame de ecografia abdominal deve sempre ser indicado, permitindo-se estudar a anatomia do sistema urinário.

Agente biológico: O agente bacteriano mais comum nas ITUs é a E. coli (90%). Outras bactérias representadas com maior freqüência nos idosos são: Proteus, Klebisiella, Enterobacter cloacal, Citrobacter fecundii, Providenciae stuantii e Pseudomonas aeruginosa. Entre os organismos gram-positivos, os estafilococos, enterococos e o estreptococo grupo B são os mais freqüentemente isolados.

Tratamento: Como norma geral, pacientes idosos com bacteriúria assintomática não devem ser tratados com antibióticos, pois existe o risco desnecessário de seleção de bactérias mais resistentes, da interação e reação alérgica às drogas, além dos custos do tratamento.

Cuidados gerais: Aumento de hidratação e deambulação dos enfermos é recomendável.
Essa regra não deve ser seguida em algumas situações, como nos casos de obstruções do trato urinário, quando houver necessidade de procedimento invasivo e em doenças com potencial de interferir com a resposta orgânica, como o diabete não compensado.

Nos homens, merece destaque o aumento prostático que dificulta o esvaziamento vesical, favorecendo a estase e a aderência bacteriana.
Na mulher, o enfraquecimento do assoalho pélvico, a redução da capacidade vesical, a secreção vaginal, a contaminação fecal e as alterações tróficas do epitélio pela queda dos níveis hormonais facilitam sobremaneira a ITU e devem receber atenção dos médicos. Destaque-se, ainda, que o uso prévio de antibióticos possa favorecer o aparecimento de infecções causadas por germes mais resistentes. A ITU mal curada tem alto risco de óbito.

Referência:

Infecção do Trato Urinário no Idoso – Projeto Diretrizes do Conselho Federal de Medicina [on line]

Tags: , ,




Comentário integrado ao Facebook:


24 Comentários »

  1. Beatriz Carvalho Vida da Silva comenta:

    4 fevereiro, 2007 @ 11:10 AM

    Devemos lembrar que os idosos ficam propensos a infecções urinárias e pulmonares por desidratação e desnutrição que afeta muito o seu sistema imunológico.

  2. patricia comenta:

    15 janeiro, 2008 @ 7:36 AM

    Gostaria de saber se além da ausência de hidratação, o idoso tende a uma infecção urinária pela higienização incorreta.
    Desde já agradeço a atenção dispensada.

  3. mara vaz comenta:

    12 fevereiro, 2008 @ 4:07 PM

    minha mãe está na u t i com problema de infecçao na bexiga
    os dois rins ja estao comprometidos,no figado tem 40% comprometido esta usando 100% do aparelho respiratório, a infecçao o medico disse que ja é generalizada,
    começou a fazer hemodialise

    ela tem 69 anos trabalha ate hoje sempre trabalhou,ela tem chance de vida
    ainda tenho esperança

  4. cristine schunck comenta:

    22 abril, 2008 @ 6:54 PM

    tenho 40 anos e sofro de problemas como infecções urinárias e também pedra nos rins tenho estado muito doente com depressão e também esporão de calcaneo pois as dores são persistentes tomei atibiótico por 10 dias o ciprofloxacino de 500 mg e mesmo assim tenho dor no rim direito o que ja me levou a tomar morfina no hospital será que o meicamento foi o correto será que vou sofre ainda por muito tempo tenho vontade ate de morrer pois ninguem merece viver com dor dia e noite e infelizmente os médicos não tem obtido muito exito preciso encontrar a cura urgente pois tenho medo de parar na hemodiálise,por favor me orientem. Obrigada

  5. patricia tabosa comenta:

    2 maio, 2008 @ 12:07 AM

    eu gostaria de saber quais as causas mais comuns que idosos frequentemente tem a infeccão no trato urinario? qual são?

  6. deize carvalho comenta:

    7 setembro, 2008 @ 11:33 PM

    meu pai tem 70 anos ,tem leucemia cronica e esta internado com infecçao urinaria esta totalmente confuso,e com ematomas no corpo se não,pode introduzir antienflamatorio qual a medicação?

  7. Fernanda comenta:

    20 outubro, 2008 @ 10:27 PM

    Meu sogro sofreu duas convulsões e está no CTI. Os médicos disseram que ele estava desidratado, com infecção urniária e o nível de sódio alto. Gostaria de saber se, numa pessoa com 81 anos, pode ocorrer convulsão devido à infecção urinária. Obrigada

  8. regina comenta:

    30 novembro, 2008 @ 3:44 PM

    Meu pai tem Klesbisiella e qdo está em minha casa usa meu banheiro. Gostaria de saber sobre contaminação, pois alem de mim , minha filha tambem usa o mesmo banheiro.

  9. paula ramalho rios comenta:

    27 janeiro, 2009 @ 9:22 AM

    Gostei muito do texto que li sobre infecção urinária e gostaria de saber mais a respeito.
    Meu avô de oitenta e cinco anos está apresentando tais sintomas e estou acompanhando uma pouco o caso.
    Gostaria de saber mais detalhadamente a respeito do assunto.
    Grata pela atenção.
    Paula Ramalho Rios

  10. Ana Catarina comenta:

    10 abril, 2009 @ 8:56 PM

    minha avó tem 84 anos esta com infecção urinária com sangramento ela não anda, ela sente dor ao urinar como devemos tratar como seria a forma assintomática dessa doença? etamos medicando com quinoflox.

  11. maria aparecida comenta:

    21 fevereiro, 2010 @ 10:14 AM

    boa tarde, minha sogra tem 65 anos e esta com infeccao na urina e ja faz 20 dias que ela nao anda isso é devido a infeccao ? ela tomou medicação por 10 dias e até agora ela nao anda.

  12. Edimar Viana comenta:

    23 março, 2010 @ 8:36 AM

    Boa tarde !

    Meu pai tem 80 anos e já sofreu 5 AVC´s é seguelado dos membros D . Ele está com uma forte infecção urinária e desde então ( ontem ) está muito confuso e com fala arrastada , os movimentos se tornaram muito mais lentos e ele está muito fraco. Seguendo o médico que o atendeu , estes sintomas nos idosos ,com este tipo de infecção, saõ normais , porém requerem um cuidado especial. Gostaria de saber se tratada esta infecção o mesmo irá recuperar as forças e os movimentos voltarão como antes ?

    Obrigado.

  13. Talita comenta:

    20 fevereiro, 2011 @ 10:52 PM

    Gostaria de mais informações a respeito da ITU e tbm de tratamentos recomendados para idosos que tem infecção urinária frequentemente acompanhados de pressão e diabete alta!

    Muito obrigada!

    Talita

  14. Rosangela Araujo comenta:

    21 fevereiro, 2011 @ 4:35 PM

    Minha mãe encontra-se internada em um hospital na cidade de Londrina-PR, com quadro de IU grave e esta sendo ministrado Rocefin, ela tem 80 anos, fumante, fiquei preocupada ao ler este artigo. Não pode ser ministrado antibioticos em paciente com IU?? Qual seria então o tratamento correto??

  15. José Rangel comenta:

    12 maio, 2011 @ 3:12 PM

    Estou preocupado. Meu pai, de 75 anos, está com infecção urinária a alguns meses. Vem tratando com antibióticos diferentes prescritos sempre por médicos, mas a infecção vem voltando após aparentes melhoras. O que fazer para melhorar definitivamente? Outras perguntas, uma quadro de cansaço e moleza no corpo pode estar ligado a infecção e aos antibióticos? Além disso, existe risco de esta infecção evoluir para algo pior?!
    Desde já grato. Fiquem com Deus.

  16. Maira comenta:

    31 agosto, 2011 @ 8:07 PM

    Minha sogra tem 82 anos e esta com infecção urinária mas antes disso percebi que ela estava tendo “como se fosse uma isquemia cerebral ‘entortou a face e enrolou a lingua …qdo isso acontece quer dizer que pode ter acometido os rins visto que a pressão dela tbm oscilava de 110 para170mmhg, obrigada.

  17. lucimar comenta:

    18 outubro, 2011 @ 10:20 PM

    minha avó esta com 99 anos,ela esta com infeccao urinária e isto afeta seus movimentos,se apetite e com isso nao quer tomar seus medicamentos,sendo de coracao,pressao,diabete,gastrite,e outros,nao sabemos mais oque fazer,peco-lhes que me ajudem.obrigada.

  18. márcia comenta:

    19 outubro, 2011 @ 10:04 PM

    minha avó tem 97 anos e está com infecção urinária. foi receitado á ela a injeção de benzetacil . favor me responderem se é indicada para esta infecção urinária.Desde já agradeço .

  19. raquel comenta:

    2 dezembro, 2011 @ 12:41 PM

    oi, minha mãe se encontra enternada, pois em julho ela quebrou o femo e fez cirurgia mais a proteze infecçionou e voltou agora tem 20 dias que se enternou e se encontra com infecção na urina já tomou quatro antibioticos e nada , queria saber se ela teria q ir para o cti pois o quadro dela esta sendo muito dolorozo devido o femo que esta fora do lugar e devido essa infecção não pode fazer a cirurgia .ela não teria q ir para o cti ou uti não sei para analiza mais perto oi caso dela?, me respondea por favor me esclareça, obrigada.

  20. sara comenta:

    2 janeiro, 2012 @ 9:20 AM

    bom dia ! Minha tia tem 91 anos, usa fralda por ter dito um AVC . Depois , não andou mais , e perdeu o controle da urina e das fezes .
    Mas , a minha preocupação , que já fez vários exames para infecção urinária , já tomou bactrim e outros , ervas .
    Mas continua com a urina muito forte.
    O faço.
    Aguardo, sua resposta.

  21. Lucia cristina P. rik comenta:

    17 março, 2012 @ 9:50 AM

    É engraçado… as pessoas fazem inúmeras perguntas e não vejo uma só resposta!!! Para quê se utilizarar de um fórum com perguntas se ninguém se digna a vir aqui responder??? As respostas, se fossem dadas, serviriam como alívio para muita gente, pensem nisso!

  22. maria do carmo comenta:

    17 maio, 2012 @ 11:43 AM

    minha mae tem alzhamer esta com infiquiçao urina esta em tratamento mais tem cura ela desmaia quando tem muita dor ela vai no pronto socorro e vouta esta na faze final de alzhamer

  23. maria do carmo comenta:

    23 maio, 2012 @ 9:35 PM

    a minha mae parou de fazer coco e normal

  24. Celia Veronica comenta:

    13 março, 2014 @ 8:07 PM

    Boa noite! Minha Mãe de 84 anos esta internada à 7 dias tratando de uma infecção urinária e uma pneumonia causada por bronco aspiração. Ela começou a ser tratada com clavulim , Mas este não deu resposta positiva. Agora esta tomando maxcef . Na sua opinião ha a possibilidade de cura!??

Deixe seu comentário aqui !