31 - jan
  

Dor crônica – Dor neuropática

Categoria(s): Emergências, Neurologia geriátrica, Psicologia geriátrica




dor

 Dor crônica – Dor neuropática

Editorial

Como explica os casos de dores em membro amputado ou dormente? Acredita-se, que nestes casos o próprio sistema nervoso é capaz de gerar e perpetuar a dor, ou seja, um tipo de dor, chamada de neuropática.

A dor neuropática é freqüentemente intrigante e frustante, tanto para os pacientes como para os médicos. pois parece não apresentar uma causa definida, responde pouco aos tratamentos, pode durar indefinidamente, leva a incapacidade importante e até mesmo se exacerba com as variações climáticas e estados emocionais. Constituem exemplos de dor neuropática a neuropatia diabética, a nevralgia pós-herpética, a dor do membro fantasma, a nevralgia do trigêmio e a lombociatalgia.

São entendidos 4 mecanismos mais comuns para a dor neuropática:

1. Estimulação direta dos neurônios sensíveis à dor – Estes neurônios sensitivos primários são chamados de nociceptivos das fibras C. Eles disparam potenciais de ação em resposta ao estiramento mecânico ou à compressão e a substâncias mediadoras da reação inflamatória como as prostaglandinas (Exs. hérnia de disco, nevralgia do trigêmio). Tratamento – administração de substâncias que alivie a irritação mecânica ou química.

2. Disparo automático dos nervos lesados – A lesão das fibras nervosas por qualque agente pode causar disparo espontâneo tanto no local da lesão como em focos ectópicos ao londo do nervos lesado. (ex. neuropatia diabética). – Este tipo de dor é descrito como lancinantes, agudas ou em pontada. Adquire o caráter de dor contínua em queimação quando são afetadas várias fibras nervosas que disparam assincronicamente.

3. Desaferentação – Normalmente, as sensações seguem uma seqüencia de eventos desde o tecido periférico por intermédio de uma cadeia de neurômnios ao longo da medula espinal, do tronco encefálico e do cérebro. No caso da dor do membro fantasma, a perda de impulsos sensitivos de um membro pode acarretar disparos espontâneos nos neurônios de segunda e terceira ordens, o que resulta na dor.

4. Dor por mediação simpática – Todo tipo de estímulo doloroso pode desencadear atividade autonômica localizada com alterações circulatórias e da temperatura. Este processo pode continuar com fenômenos generalizados como vômitos, sudorese, desregulação circulatória como no infarto do miocárdio.

A dor neuropática geralmente piora a noite, característica que a distingue dos outros tipos de dor. Segue o território de distribuição dos nervos, dependendo de se for causada por neuropatia periférica (Ex. na diabética ou nos alcoolatras) – distribuição em luva e em bota, de radiculopatia (Ex. pós-herpética – distribuição em dermátomos) ou de mielopatia (nível da medula espinal, Ex lombalgia da hernia de disco).

A presença de dor desencadeada por um estímulo tátil discreto ou roçar em determina região do corpo (fenômeno conhecido como alodínia) sugere o diagnóstico de dor neuropática.

O tratamento é bastante frustante e, inúmeros tipos de medicamentos tem sido utilizados. Atualmente, a gabapentina tem sido a droga indicada pelos especialistas. Outros medicamentos são os antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina, desipramina) e a sua associação com a gabapentina dão melhores resultados.

Em alguns casos o uso tópico de creme de capsaicina (ingrediente picante da pimenta-malaqueta) promove a libração local de substância P do C-PMN e, se usada 3 a 4 vezes ao dia, pode suprimir a substância P e limitar a transmissão dolorosa.

Referência:

Teixeira MJ – Aspectos gerais do tratamento da dor. Revista Médica 3:104-109, 1998.

Laboratório de Neurociências da USP (Psicologia) [on line]

Tags: , , , , ,




Comentário integrado ao Facebook:


207 Comentários »

  1. ronaldo roudmar comenta:

    9 novembro, 2007 @ 3:54 PM

    Tenho uma dor neuropática pós-traumatica em nivel cervical. No meu caso há a incapacidade dos medicamentos disponíveis atualmente, em manter uma linha contínua de combate e controle da dor.
    Meu organismo normalmente cria tolerância aos medicamentos, o que, a médio e curto prazo, me obriga à uma troca de medicamento até o ciclo se repertir novamente. Meu tratamento começou com a associação de amitriptilina + codez – carbamazepina + tylex – gabapentina + levomepromazina e gabapentina + tramadol + prexige – fim do ciclo.
    início de novo ciclo amitriptilina + codez – carbamazepina + tylex – gabapentina + levomepromazina e gabapentina + tramadol + prexige – fim do ciclo.
    Como a neuropatia é diagnosticada como uma doença crônica, o ciclo deverá se repetir indefinidamente.
    Não bastasse a luta contra a doença há também o combate contra a depressão, desesperança e angústia pela impossibilidade de se trabalhar ou mesmo viver uma vida normal.

  2. Leandro Marx comenta:

    28 novembro, 2007 @ 3:03 PM

    Há três anos comecei a sentir uma queimação no pé direito que me impedia de usar sapato, pois parecia que meu pé estava dentro de um balde de água fervendo, esta dor foi tomando conta da minha perna direita até se alojar debaixo da costela, hoje meu lado direito é todo dormente e a queimação está me levando a loucura, tento em vão controlar a dor com oxcabazepina mais diazepan Mais tilex mais tramandol, tomei morfina por um ano para não me matar, pois a dor chegou a porta do insuportável. Graças a Deus consegui parar com a morfina, mas a dor está voltando novamente ao insuportável. Qualquer coisa que encosta na minha perna ou a simples mudança de temperatura me causa dores insuportáveis, E os médicos até hoje não fecharam meu diagnostico. Na ressonância magnética deu mielopatia compressiva na cervical e uma hérnia de disco lombar mas eles acham que esta não é a causa.

  3. Prof. Armando comenta:

    30 novembro, 2007 @ 12:39 PM

    Ronaldo e Leandro

    Esse tipo de dor é extremamente desconfortável e apenas rescentemente estamos começando a entender parte dos mecanismos que estas dores são gerados.
    Vamos continuar pesquisando sobre o assunto e se houver novidades colocaremos no site.
    Prof. Armando

  4. Lídia Costa comenta:

    24 dezembro, 2007 @ 3:54 PM

    Olá há quatro que tenho uma dor no meu lado esquerdo. Iniciou-se na mama agora apanha-me todo lado esquerdo desde cabeça, pescoço, peito e perna. Sinto-me completamente cansada não trabalho há 9 meses e desde então tem sido demais a busca de pelo menos um de alivio para dor, para no minimo poder fazer o necessário, não estar dependente dos outros como por exemplo: tomar banho, conduzir e sobretudo voltar ao meu trabalho.
    tem sido desesperante apenas tenho 23 anos e cheia de sonhos e ambições na vida, tenho um casamento marcado e as vezes penso que vida irei ter com o meu marido e os filhos que tipo de vida lhes vou dar? sou escuteira adoro a natureza e este ano ainda não fui a uma floresta ainda não vi o mar? esta dor impossibilita-me mesmo muito. e o meu Emprego, como gosto dele e faz-me tanta falta sentir-me util é tão bom mas é a unica coisa que não me sinto neste momento. Os medicos dizem que eu tenho uma dor neuropática crônica que me causa uma dor aguda pois é não uso roupa justa (eu gostava tanto), não uso soutien, não uso salto alto …. enfim tudo aquilo que eu adorava fazer não faço, tudo aquilo que gostava andar, não ando………… Já fiz imensos tratamentos comecei com anti-depressivos e anti-inflamatórios fizeram parte do meu dia-a dia durante bastante tempo, antes de depois de ser submetida a uma tiroidetectomia, pois poque os médicos achavam que depois de retirar a tiroide ia ficar melhor, mas não.
    A dor piorou e desde que fiquei assim sem poder fazer nada porque o que quer que faça a dor despotela de tal forma que até o ar não chega aos pulmões. Fiz então infiltrações com corticoides, injecçoes com anestesico local, botox entre gabapentina, medrol, amitripilina etc. procurei medicinas alternativas entao fiz acunpcutura só que o meu lado esquerdo não consegue com a roupa imaginem com agulhas espetadas o meu lado direito aceitava-as mas o meu lado esquerdo não. Elas não ficavam em pé e o meu corpo expulsava-as sem falar da sensação e da dor causada. Recentemente fui á belgica porque quando estamos nestas situações vai-se a tudo fui á procura de um tratamento e uma resposta estava cansada de ouvir “minha querida tens de aguentar” “vamos ver se com isto resulta” “sinceramente não sei o que tens” …. entre outros comentários. Mas os doutores lá chegaram tambem ao diagnostico de dor neuropatica cronica, mas não quiseram fazer tratamento porque cá em portugal já estava a ser tratada e até houve alguns tratamentos que me colocaram pior. Já fui a bastantes medicos até fui ao estrangeiro mas nada e sabem uma coisa que aborrece imenso é dizerem que esta dor é psicologica ou en tao ate insinuarem que é a fingir, mas o mais engraçado é que não são os doutores a dizerem isto são as pessoas que de nada compreendem ou nunca tiveram nada e dizem estas coisas. Dizem que quem tem esta dor pode surgir uma depressao mas acreditem quando nós precisamos mais de pessoas que a façam esquecer, não vêm com estas conversas estupidamente ignorantes. depois tambem a segurança social é um maximo, acho muito bem que controlem as pessoas mas por favor vejam quem esta realmente doente e que precisa desesperadamente de uma solução, não é chamarem uma pessoa constantemente a juntas medicas e a visitas dos fiscais em casa que nos ajudam, se pensam que sim estão muito enganados por favor sejam sensiveis e humanos…..
    bem chamo-me Lídia tenho 23 anos com compania chamada dor ha 4 anos o que quero melhor , não sei se calhar minimizar a dor nem que seja um puco o essencial para poder fazer a minha vida dentro dos possiveis e poder lutar pela felicidade de CORPO e alma. Beijinhos a todos e um bom Natal e um Bom Ano de 2008

  5. carmen comenta:

    6 janeiro, 2008 @ 12:21 PM

    E dificio as pessoas agretidarem nas minhas dor . No inicio isso me incomodava muito,mais agora não me importa tanto. Sinto muitas dores que não da para ver se tem alguem que não agretida minha neurologista indingou outro neuro e este quer fazer um biopsia de nervo, não sei se devo ,pois o eletroneuromiografia ja mostrou os dano. sera que devo fazer? Ser poderem me responda

  6. sandra nogueira comenta:

    25 janeiro, 2008 @ 9:51 PM

    Estou desesperada por causa de meu irmão, preciso de ajuda, pois ele tem diabete, e muita dor pelo corpo todo, não consegue mais caminhar somente com ajuda, ele sempre foi um homem saudavel, hoje tem 52 anos, ja foi consultar em Passo Fundo, somos de Palmeira das MIssões, mas os medicos fizeram varios exames e não acharam nada, mas ele tem dores insuportaveis que da pena de ver, hoje então ate eu chorei ao ver o estado que ele está, por favor nos de uma luz, nos indique algum especialista, pois não suportamos ver ele sofrer tanto de dor, se for possivel em Porto Alegre que fica mais perto daqui, pois em Passo Fundo ele ja esteve até internado no hospital, e não adiantou. Espero respostas. Desde ja agradeço.

  7. Prof. Armando Miguel comenta:

    26 janeiro, 2008 @ 9:39 AM

    Sandra,
    Seu irmão deve ser avaliado por médico neurologísta. Não devemos esquecer que a propria diabetes pode causar neuropatia periférica difusa com dores. Mas, é importante afastar outras causas.

  8. soraya meireles comenta:

    14 fevereiro, 2008 @ 8:46 AM

    Olá, sou paraplégica (nível T12) há 13 anos, sinto fortes dores nos membros inferiores. No início tomava carbamazepina depois passei para a gabapentina, sinto que esta não está respondendo da mesma forma. Já fui submetida a uma cirurgia nos nervos que causam a dor, só que como ja se passaram mais de 9 anos, eles se regeneram novamente, com isso minhas dores estão aumentando muito. Por que não vemos pesquisas para a dor neuropática , já estamos no século XXI, a medicina tem evoluído em tantas áreas, será que não economicamente viável o desenvolvimento de medicamentos para dor neuropática? se houver algum tratamento recente gostaria de saber?

    desde já agradeço

  9. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    14 fevereiro, 2008 @ 5:25 PM

    Soraya,
    Só recentemente estamos descobrindo os mecanismos que o nosso cérebro interpreta os sinais enviados pelos nervos, calor, frio, dor, fome, sede. No caso da dor neuropática, este entendimento está apenas no começo. Muito se tem que estudar e debater, para chegar a um entendimento. Estamos no caminho. Logo chegaremos lá. A ciência caminha muito lentamente, independente os recursos. Ora avança, ora retrocede. Ora a clonagem é uma maravilha, ora tem efeito relativo e preocupante. O esclarecimento e entendimento um dia chega. Espero, que muito breve para as dores neuropáticas.
    Uma das questões é como fazer o cérebro entender que aquela dor não representa uma lesão no órgão periférico, pois o orgão está normal, ou nem existe mais (dor do membro amputado).
    Soraya, quanto mais discutirmos e levantarmos os problemas mais cedo resolvermos este problema tão angustiante.

  10. Paulo Roberto Vianna comenta:

    20 fevereiro, 2008 @ 2:48 PM

    Prezado Prof. Dr. Armando Miguel Jr., eu apresento sintomas de dor crônica na coluna lombossacra (L5-S1, L4-L5) e parestesias MMII (queimação, pontadas), paraparesia espástica crural com claudicação intermitente neurogênica devido à lesão medular pré-ganglionar L5-S1 pós-operatória e emprego de implantes ortopédicos metálicos irregulares. A cirurgia de coluna lombossacra com hérnia de disco lombar (HDL) contida em L5-S1 foi realizada em dezembro de 2001, em Porto Alegre (RS) e desde então o quadro estabilzou com elementos sérios. Estou com depressão e cansado dos remédios constantes: gabapentina (1800 mg/dia) + nimodipina (90 mg/dia) + cloridrato de nortriptilina (100 mg/dia) + baclofeno (30 mg/dia) + Pantoprazol (40 mg/dia) + Beneroc (Complexo B). Já realizei diversos bloqueios anestésicos do plexo lombossacral, entretanto são meros paliativos. A incapacidade laborativa reduziu a renda familiar de modo significativo. Há uma assistência médica multiespeciadades: médico anestesista (clínico da dor), neurocirurgião e uma psiquiatra. Devo passar a vida realizando tratamento medicamentoso ou existe alguma alternativa? Obrigado.

  11. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    20 fevereiro, 2008 @ 5:38 PM

    Paulo,
    Você está sendo assistido com as técnicas modernas conhecidas. Estude com a equipe que o está assistindo, a possibilidade de utilizar acupuntura, como coadjuvante.
    Boa sorte.

  12. Ivan C. Sateles comenta:

    8 março, 2008 @ 6:08 PM

    Olá Prof. Dr. Armando Miguel Jr, minha mãe uma senhora de 73 anos há mais ou menos 6 meses começou a sentir algumas dores e formigamentos nas pernas isso foi aumentando gradativamente ao ponto de deixa-la acamada, passamos por inúmeros hospitais e médicos. Todos os exames que foram realizados entre eles (sangue, urina, tomografia computadorizada, endoscopia, ultra-som etc..) porém há uns 15 dias atrás havia realizado uma tomografia computadorizada e seu resultado foi que ela está com uma compressão de medula cervical, estamos com grande dificuldade em encontrar um médico possa nos esclarecer o que de fato é isso e porque é ocasionado??? se puder me orientar a respeito eu lhe agradeço muito.

    Obs: também está escrito nesse exame as seguintes palavras (Mielopatia Compressiva) ???

    Desde já agradeço e fico no aguardo de seu parecer.

  13. nanda comenta:

    11 março, 2008 @ 11:51 AM

    Olá! por acaso tive hoje consulta de neurologia…e vim pesquisar sobre aquilo que me foi diagnosticado depois de 7 meses de sofrimento e incertezas…dores neuropáticas. As minhas dores são do lado direito do corpo: coluna, perna e braço…às vezes adormecem, ou doem, ou tenho a sensação de que choques eléctricos passam no corpo. fiquei assustada agora com as pesquisas na net pq vi que pode ser crónica, progressiva ou incapacitante…é verdade?

    Nanda,
    O evolução clínica depende do tipo de lesão causadora.
    É fundamental o diagnóstico da etiologia da lesão. Muitas delas tem cura, sem seqüelas.
    Boa sorte.

  14. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    12 março, 2008 @ 4:10 PM

    Ivan,

    Montei uma página para explicar o que é compressão medular.
    Ela vai ao ar no dia 13 de março 2008. Veja se está claro.

  15. Magali Viana de Oliveira comenta:

    19 março, 2008 @ 6:53 PM

    Sou Portadora de Neuro estimulador com quadro de Dor crônica Neuropática em hemitórax.
    Recentemente coloquei o implante do eletrodo(Neuroestimulador), atua diretamente no nervo, inibindo muito o quadro da dor, estive internada muitas vezes para controle da dor e fazer uso da bomba PCA/Morfina, o quadro foi refratário ao tratamento medicamentoso.
    Após a cirúrgia do implante tive uma boa analgesia, mas infelizmente ainda faço uso de medicamentos mas deixou de ser refratário, hoje consigo controlar a dor em casa com uso de gabapentina, morfina e antidepressivos, fico muito sonolenta não me sinto bem sentada e nem em pé, sinto-me melhor deitada .
    Estou afastada da empresa há 1 anos e dois meses, sendo uma dor crônica que apesar do implante do eletrodo que devo usá-lo por 10 anos e assim por diante sem tempo determinado, devo trocar apenas a bateria quando necessário.
    A Dor Crônica Neuropática, trata-se de uma doença sem perspectiva de cura, pergunto ao senhor Dr. Armando Miguel Jr. existe a possibilidade de aposentadoria nesse caso ou devo ficar no auxilio doença por tempo indeterminado.
    Agradeço sua atenção
    Magali

    Resposta.
    Magali,
    Acredito que exista a possibilidade de aposentadoria, nestes casos em que toda terapia conhecida já foi utilizada, sem a recuperação completa. Converse com o seu médico e faça uma consulta ao INSS.
    Boa sorte.
    Prof. Armando

  16. Vanessa Damasceno comenta:

    25 março, 2008 @ 7:54 PM

    Minha sogra teve câncer do endométrio e retirou o útero em agosto de 2006. Agora está com linfonódolos cancerígenos e uma dor insuportável que o médico denominou de dor neuropática. Pergunto, o câncer pode ser uma causa pra ocorrência dessa dor? Posso considerar a retirada do útero como o caso de “membro fantasma” que desencadeie a dor neuropática?
    Grata pela atenção
    Vanessa

  17. Edmar Cristina comenta:

    20 abril, 2008 @ 10:57 PM

    Ha uns quatros anos começei sentir um forte dor nos pes que nao deixavam eu andar…essa dor so foi aumentado a ponto do corpo todo ficar paralizado…sentia muitas dores…..começei a andar como se tivesse tido um derrame…as dores eram muito forte..começei fazer um tratamento neurologico e passei a tomar neurontin de 400mg. agora essa dor esta voltado e eu tenho medo de começar tudo de novo.Por favor me oriente o q devo fazer

  18. Edmar Cristina comenta:

    20 abril, 2008 @ 11:01 PM

    Ha uns quatros anos começei sentir um forte dor nos pes que nao deixavam eu andar…essa dor so foi aumentado a ponto do corpo todo ficar paralizado…sentia muitas dores…..começei a andar como se tivesse tido um derrame…as dores eram muito forte..começei fazer um tratamento neurologico e passei a tomar neurontin de 400mg. agora essa dor esta voltado e eu tenho medo de começar tudo de novo.Por favor me oriente o q devo fazer e tb fiz uma exame no qual na epoca doeu muito o exame foi eletroneuromiografiaMMII. por favor aguardo uma resposta.Grata

  19. Ricardo Valentim Coelho comenta:

    23 abril, 2008 @ 10:55 PM

    Boa noite, Dr. Armando. Tenho um irmão de 50 anos que aproximadamente a uns 30 dias atrás, começou a sentir dormências pelas mãos, por baixo da barriga e nas pernas. Seu quadro foi se agravando e hoje ele se encontra internado no Hospital do Corpo de Bombeiros no Rio de Janeiro e praticamente nao consegue andar mais sozinho, pois está com seus membros inferiores totalmente debilitados. Os médicos ainda nao fizeram um diagnóstico preciso e estamos muito apreensivos, pois ainda nao começou um tratamento específico e a nossa preocupação é que o seu problema possa agravar-se. Foi feito uma tomografia computadorizada e um médico que não tem especialidade em neurologia, viu o resultado desse exame e comentou que poderia ser uma hérnia de disco na medula. Gostaria, por favor, que o renomado Dr. pudesse nos esclarecer sobre tal problema, pois tenho tentado pesquisar na internet, mas os termos são muito técnicos, o que me impossibita o entendimento. Agradeço antecipadamente.

  20. luis claudio mendes comenta:

    21 maio, 2008 @ 12:23 PM

    sofri um acidente de moto dia 31.01.2004,tive fratura esposta da fibula,perdi minha patela,perdi 10 cm do femur,fraturei a clavicula,fraturei a cabeca do femur e tive uma lesao do plexo braquial com avulsao total dos nervos(arrancamento dos nervos na medula)tenho dores neuropatica desde entao,fiz tratamento com gabapentina,carbamazepina,amitripitilina,clorpromazina,tilex,tramal,acupuntura,remedios caseiros etc. e as dores continuaram,me internei no hospital sarah de brasilia fiz dia 02.07.04 uma cirurgia de drezotomia para desligar em definitivo os nervos do meu braco,mas com 10 dias as dores voltaram,fizeram entao em mim 7 bloqueios do ganglio estrelado e a dor permaneceu,dia 06.12.06 fiz outra drezotomia desta vez fiquei com sequelas o lado esquerdo do meu corpo ficou meio adormecido,45 dias depois a dor retornou,hoje tou sem esperanca pois no sarah se esgotaram os tratamentos,continua com dores fortissimas,depressivo,gostaria de trocar informacoes com outras pessoas que passam o mesmo que eu,obrigado.

  21. carine G roza comenta:

    27 maio, 2008 @ 9:07 PM

    BOA NOITE!
    EM DEZEMBRO FIQUEI COM O PESCOÇO DURO
    ONDE FUI PROCURAR UM ORTOPEDISTA ELE DISSE:-
    QUE ERA HERNIA DE DISCO PASSOU REMÉDIO ALGINAQUE 500 E MANDOU FAZER FISIOTERAPIA FIZ TOTAL DE 35 E AS DORES NÃO MELHOROU E COMEÇOU AS DORES TODO LADO DIREITO ATÉ OS PÉS ENTÃO MANDOU EU TOMAR
    DESAGIL 3 INJEÇÕES E MIOSAN 1 A NOITE AS DORES NÃO PAROU A FISIOTERAPEUTA SUGERIU UMA RESSONANCIA MAIS ELE NÃO ACATOU, ENTÃO FUI PROCURAR OUTRO
    ORTOPEDISTA ESSE ME PASSOU TYLEX 500 E BROMAZEPAN 10G E PEDIU QUE EU PROCURASE UM NEUROGOGISTA OU NEUROCIRURGIÃO, ESTOU DESESPERADA POIS
    NÃO CONSIGO FAZER AS COISAS QUE GOSTO E QUE PRECISO,TRABALHO EM PÉ
    SOU ASSISTENTE DO BOBS E TRABALHO DES DOS 17 ANOS E GOSTO DO QUE FAÇO
    E PRECISO DO DINHEIRO, TIVE 2° CRISE EM 16/05/08 ONDE PEDI PARA MINHA PADROA PARA ENTRA DE AVISO PREVIO POIS NÃO CONSIGO FICAR EM PÉ E MUITO MENOS SENTADA O QUE DEVO FAZER TENHO 29 ANOS.
    NEM O CABELO DA MINHA FILHA CONSIGO PENTEAR AS POR CAUSA DA DOR E FRAQUEZA…
    LENDO ESSES COMENTARIO FIQUEI MAIS ALIVIADA EM TERMOS POIS A CARA DOS MEDICOS PARECE QUE A GENTE ESTA FINGINDO A DOR
    OBRIGADA!!!

  22. Walace Catabriga Silott comenta:

    29 maio, 2008 @ 7:50 PM

    Sou portadador de sidrome pós-pólio e radiculopatia compressiva grave no menbro inferior esquerdo foi descoberto à 10 meses,tenho atrofia muscular no mesmo cinto fortes dores de não consequir andar, gostaria de alguma imformação que pudesse me ajudar para que eu pare de sendir dor;URGENTE!

  23. LUIS LADEIA comenta:

    20 junho, 2008 @ 11:52 PM

    Boa noite, tenho uma sindrome do desfiladeiro toracico de origem ocupacional a 10 anos, fiz 3 cirurgias sendo 2 no lado direito do ombro onde antes tive 5 trombose venosa subclavia e 1 cirurgia no ombro esquerdo sem sucesso e hoje vivo um drama de dor neuropatica cronica chamada de distrofia simpatica reflexa. Agora em maio tentei uma simpatectomia bilateral que só agravou o quadro de dor, e não consegui sair da medicação e tambem já varias associações de medicação como nortriptilina, amitriptilna ,diazepam , tramal ,codeina , tilex , paracetamol enfim….agora estou com gabapentina+codeina+ nortriptilina+paracetamol+humectol-d mas dififcil suportar tanta medicação e sem contar o fator psicologico , a capacidade laboral tudo isso atormenta .enfim….gostaria muito de não sentir DOR voltar a ser ou mas perto possivél do era e poder sorrir um pouco para vida …..se alguem puder me ajudar ou trocar informação acerca dessas dores agradeço….OBRIGADO!!!

  24. adriana lima da conceição comenta:

    12 julho, 2008 @ 11:56 AM

    gostaria muito de tira uma duvida tenho 32anos e ja algum tempo tenho centido muitas dores, nas costas so que é so do meu lado direito gostaria de saber ce so com rx, descobre o problema e se o senhor pode me diser oque é porque é uma dor muito enjuada ela vem fica algus dias e de pois some e torna a voutar e tem piorado quando eu espirro, doi quando eu réspiro forte eu sinto dor e as vezes parece que tem um caroso , acho que tem não tenho sertesa gostaria muito de uma ajuda do dr ARMANDO MIGUEL ,ce for possivel porque eu gostei muito das resposta que tem dado as pessoas e é tão dificíl encontra especialistas, bom aqui são poucos que ce preocupa com o nosso problema esta cada dia pior tem médico que nem olha para o nosso rosto , é mas eu cei que tem muitos médicos, bom tambén assim como eu acredito que o senhor é um deles obrigado pela ajuda e pela atenção

  25. cristina fávaro rúdio comenta:

    13 julho, 2008 @ 5:20 PM

    fiz ressonaância magnética e descobri que sou portadora de mielopatia compressiva e tenho hérnia de disco na coluna cervical C5 e C6. Sinto muitas dores, principalmente à noite. Já tomei vários remédios que aliviam durante um período e depois as dores retornam novamente. meu braço direito ficou totalmente dormente e o pior de tudo que sou professora e não tenho conseguido trabalhar normalmente.

  26. LUIS LADEIA comenta:

    14 julho, 2008 @ 10:09 AM

    BOM DIA…! GOSTARIA DE SABE DO DR: ARMANDO MIGUEL JR SE HÁ NOVIDADES NO TRATAMENTO DE DORES NEUROPATICA CRONICA PÓS TRAUMATICA ( CIRURGIA DE DECOMPRESSÃO ,COM RETIRADA DA 1º COSTELA BILATERAL …..SINDROME DO DESFILADEIRO TORACICO ) DESDE JÁ AGRADEÇO ATENÇÃO . MEU E-MAIL PARA CONTATO CASO ALGUEM QUISER TROCAR DIALOGOS SOBRE DOR NEUROPATICA CRONICA , É luisladeia@itelefonica.com.br

  27. luis claudio figueira mendes comenta:

    16 julho, 2008 @ 2:08 PM

    Eu troquei meu e-mail,se quiserem entrar em contato comigo para trocarmos opnioes e tirar duvidas,obrigado.

  28. lilinha comenta:

    16 julho, 2008 @ 10:57 PM

    Fiz uma cirurgia de medula (4 e 5 vertebra) em fevereiro. Voltei os movimentos do braço direito , tenho força. o braço esquerdo que tinha sequela de polio (aos 7 meses de idade – tenho agora 59 anos) voltou so a mao – não o levanto. fico em pé mas não consigo andar sem me apoiar. tomo gabapentina, mas tenho que tomar remedio para dor (paraccetamol 750) direto. minha maos são formigadas (a sensação é que tenho areia) acho que estou demorando para andar. será que um dia volto a andar? tem dias que desanimo

  29. Cátia comenta:

    28 julho, 2008 @ 1:07 PM

    Há 7 anos sentia uma dor no quadril esquerdo,fiz varios exames,entre tumografia e ressonancia magnética com resultados normais. Fiz RX com resultado de osteoma osteóide.Fui medicada com analgésicos e antiflamatórios.Só que a dor cada dia foi piorando,até que comecei a perder o movimento do membro inferior esquerdo. Fui em outro ortopdista que pediu uma ressonancia com punção,apareceu na ressonancia lesão labral com condropatia.Fiz cirurgia há 1 ano no quadril esquerdo sendo colocado 3 guanchos de metal. Hoje me encontro com dor nos membros inferiores,dormencia e queimação,com piora a noite e ao frio,sendo diagnosticada com dor neuropática cronica. Estou sendo medicada com gabapentina e pamelor,tive reação a gabapentina,comecei a sentir tremores nos membros,fraquesa e muita sonolencia com queda de pressão ( 80X50mmhg). foi tracado a medicação gabapentina para carbamazepina,só que sinto medo de tomar esta medicação,por ser para crise convulsiva,tenho medo de ficar dependente,tenho sindrome do panico e faço uso de carbillitium e rivotril.
    Gostaria de saber de voltarei as minhas atividades normais,pois sou técnica de enfermagem,e trabalho na UTI neonatal,sinto muita saudade do meu trabalho. Hoje sei que não consigo fazer minhas atividades como antes,não consigo ficar de pé por muito tempo,minha pernas doem e ficam roxas e dormentes.Estou no beneficio há 1 ano.
    Atenciosamente´: Cátia

  30. VLADIMIR QUEIROZ comenta:

    12 agosto, 2008 @ 5:16 PM

    Ha um ano e oito meses tenho dor neuropática. Sei que foi devido minha lesão medular, sofri um assalto e uma das balas ficou alojada na T12, estou paraplegico. sinto esta dor de zero a dez ela é (09), na perna esquerda. sei tambem que estas dores são ocasionadas devido os movimentos involuntarios que não tenho e minha perna corresponte através de dor. sendo assim tenho uma dor neuropatica grônica, estou medicado em carbamazepina e amitriplitinina, que somente me faz dormi. ja viz de tudo, de hidro até eletro estimulo. o tens a mi dizer.

  31. luciana comenta:

    14 agosto, 2008 @ 11:50 PM

    Olá…sou fisioterapeuta há 14 anos…faço esforços repetitivos no meu trabalho e há 1 ano comecei a sentir dores no braço esquerdo,na regiao interna ,da axila até o cotovelo..no inicio eu achava que era apenas uma dor muscular devido aos esforços…mas a dor começou a ser constante,tinha alguns periodos de melhora ,depois piorava e eu não dei muita atençao,tomava antiinflamatorios e ia
    levando…mas chegou um momento que nao deu mais… e o fiquei afastada do trabalho ,passei num psiquiatra que me receitou Gabapentina e amiptripilina…estou no inicio do tratamento,senti melhora sim..mas se eu fizer algum esforço a dor volta…tem que fazer repouso..nao tem outro jeito…já está cronico o quadro….tem que ter muita paciencia com isso ,e é muito desagradavel ficar sentindo dor o tempo todo…alguem tem que descobrir um remedio milagroso que nos tire dessa situaçao..obrigada por lerem o meu desabafo!!

  32. Regina Maria Luetke comenta:

    18 agosto, 2008 @ 8:32 PM

    Apaixonada há quase dois anos por Rubens Dibernardi. Um amor além-físico! Ela, que sempre defendeu a Inclusão(desde os tempos da Integração), hoje, vê-se pondo literalmente em prática toda a teoria adquirida ao longo de sua vida. Encantada com o fato de conhecer alguém com tantos planos para o futuro, com objetivos traçados, com tanta disposição para alcançar suas metas, mesmo estando paraplégico e necessitar de cadeira de rodas, há quase 16 anos. Indignada em saber que nestes anos todos, o que a medicina convencional fez com ele, foi torná-lo dependente químico, sem livrá-lo da “terrível dor” que o acompanha após as várias cirurgias. Ninguém merece sofrer assim… Dia após dia… Desde então, ela vem buscando conhecimento para auxiliá-lo. Pensou em acupuntura, lama negra, auto-hemoterapia e até operação espiritual. Ele vem ansiando pelas novas descobertas sobre células-tronco e se poria à disposição científica. Os objetivos de ambos estão, hoje, interligados e voltados ao abrandamento desta “dor neuropática maldita”. Há de encontrarmos alguém da área médica – alopática ou não – que se interessará em restabelecer uma vida digna para um ex-fisiculturista e campeão sul-americano de supino, atleta antes e após o trauma.

    Nada, absolutamente nada acontece por acaso e, esta união não haveria de ser.

    Espero contatos ( regina_luetke@hotmail.com), mas contatos sérios e resolutos… Encarecidamente… Em nome do Amor Maior!

  33. DÉBORA RODRIGUES comenta:

    20 agosto, 2008 @ 5:40 AM

    OLÁ,
    RECENTEMENTE DESCOBRI QUE ESTOU COM SINDROME ROTULIANA DOLOROSA BILATERAL COM CONDROPATIA PATELAR ESQUERDA, NOS JOELHOS.
    GOSTARIA DE SABER MAIS A RESPEITO DESSA SINDROME. QUAIS OS TRATAMENTOS; SE É NECESSÁRIO CIRURGIAS OU NÃO, TENHO SENTIDO MUITAS DORES.
    OBRIGADO!

  34. maicon costa oliveira comenta:

    20 agosto, 2008 @ 10:02 AM

    além da morfina e derivados de nimesulida…pois sou alérgico oque o senhor indicarie para o tratamento de lesao de plexo braquial..com fortes dores crônicas…

  35. maria comenta:

    21 agosto, 2008 @ 11:32 AM

    Olá,Estou precisando de ajuda.
    Meu esposo tem 39 anos,e há mais ou menos 6 meses vem sentindo umas dores nas costas mas precisamente do lado esquerdo,ele já vez fisioterapia,tomou remédios fortissimos e pela última vez fez uma ultrasonografia o qual ñ apareceu nada.Estou super preocupada pois ne- nhum médico soube diagnosticar q dores são essas,ele já foi ao ortopedista e também nada,agora nesse instante ele foi ao clinico geral,ele está muito triste.O q pode ser?Me indique um especialista q eu possa levá-lo.Obrigada!

  36. Regicleide comenta:

    7 setembro, 2008 @ 12:24 PM

    Olá bom dia ! recentemente há três meses fiz uma cirurgia de cisto ovariano roto, as vezes recente ao pós operatorio senti uma dor no local da cirurgia, q incomodava mas logo passava. retornei ao trabalho em 45 dias e não sentia mais dores…a gora há uma semana sinto dores no local da cirurgia, qdo espirro e tosse tb. como se tivesse feio a cirurgia há muito pouco tempo. Fiz a revisão com 45 dias de cirurgia e tava tudo ok. Me aconselhe quem entende do assunto? o q devo fazer? é possivel ter infeccionado depois de tantos dias? aguardo resposta

  37. MARIA FÁTIMA CURSINO comenta:

    9 setembro, 2008 @ 2:04 PM

    Olá boa tarde! Tenho fortes dores na parte superior de braço direito. Além das dores, o que me incomoda bastante é o edema! Meu braço vive inchado e perdi a sensibidade da parte edemaciada. Procurei um Reumatologista e ele diagnosticou como Síndrome do Desfiladeir0o Torácico(SDT). Me receitou um medicamento controlado (GABAPENTINA 300 mg) e prescreveu uma dose de 2 cápsulas/dia. O remédio me deixa fora do ar e me faz dormir feito anjo! Sou professora e várias vezes não acordei pra ir trabalhar. As vezes acho que o medicamento não tá fazendo efeito. Estou fazendo Fisioterapia, mas tem dias em que parece que as sessões me deixam ainda com mais dores! Alguém aí tem esse problema, ou tem algum médico que pode me apontar uma luzinha no fim do túnel, chego a pensar que nunca mais vou me livar dessa dor! Aguardo resposta.

  38. RAMIRO comenta:

    15 setembro, 2008 @ 2:30 PM

    TENHO MUITAS DORES NO OMBRO, TIVE TENDINITE E BURSITE, HÁ UM ANO E DEPOIS DE FISIOTERAPIA QUE FIZ. AGORA ME APARECEU UMA LESÃO LABRAL E DÓI TAMBÉM. A TENDINITE E BURSITE SUMIRAM E APARECEU ESTA LESÃO LABRAL POSSO PENSAR ASSIM?

  39. OSVALDO BATISTA DOS SANTOS comenta:

    22 setembro, 2008 @ 9:38 PM

    Bao noite, gostaria que me orientassem referente a dores que sinto na coluna lombar….terríveis e choques/parestasias.

    Fui submetido a 11 anos a cirugia coluna cervical pra abertura da passagem da medula (hérnia discal), tinha um esmagamento da medula…

    E fikei bem até então… Há aproximadamente quase 01 ano venho tentando fazer novos exames através do SUS…Sistema ünico de Saúde e nada consegui.

    Atualmente não possuo convênio médico e nem condições econômicas -financeiras pra consultar um profissional neuro-cirurgião.

    Peço encarecidamente se tiver alguém que se interesse pelo meu caso, me escrevam através do e-mail.

    Agradeço desde já.

    Osvaldo

  40. CRISTIANO COSTA comenta:

    2 outubro, 2008 @ 8:19 PM

    Lidia eu sei que não estas mentindo pois carrego essa dor comigo a uns 2 anos, doi canelas,braços e juntas e uma dor insuportavel tipo inflamação de dente a pessoa vai no medico e eles dissem que a gente não tem nada eu vivo usando spray de diclofenaco de diatilamonio a dois anos,fora remedios, ja fiz tratamento com amitriptilina e nada adiantou ai uma medica no hospital moinhos de vento disse que eu estava simulando doença cidz76.5 e um absurdo levei todos os exames aí ela viu que não era simulação eu podia ate ter processado ela por calunia um abraço e melhoras nosso caso e de aposentadoria por invalidez pois desse jeito não tem como trabalhar,alem dessa dor eu sou portador de eplepsia, e hernia discal e brabo..

  41. Sebastião Pereira Tangerino Filho comenta:

    6 outubro, 2008 @ 12:11 PM

    Prezado Dr. Armando Miguel Jr
    Tenho 50 anos, sou portador da Doença de Charcot-Marie-Tooth desde 1998, sempre senti dores nos braços e pernas, porém até 27/01/2007 continuava trabalhando, mas, nessa data, fui acometido pela Síndrome de Guillain Barré, que piorou o processo desmielinizante da neuropatia sensitivo-motora que é a Doença de Charcot-Marie-Tooth. Ainda estou em tratamento, tenho muitas sequelas (muitas dores em braços e pernas, falta de sensibilidade nos pés, lapsos de memória, cãimbras, dificuldade em ficar muito tempo em pé ou caminhar por trechos longos, dentre aoutras) que, segundo meu médico neurologista, me impedem de retornar às minhas atividades laborativas. Recentemente, fiz cirurgias nos dois punhos (compressão dos nervos – túnel do carpo) para diminuir um pouco as dores e, apesar de todos os exames eletroneuromiográficos e relatórios psicológicos, psiquiátricos, neurológicos e fisioterapêuticos, estou tendo dificuldades em manter minha licença e consequente auxílio doença, para dar continuidade ao tratamento, perante à perícia do INSS. Fui orientado a entrar com processo judicial. Esse é o único caminho? Existe alguma informação a mais que eu possa obter sobre essas complicações neurológicas, para juntar ao possível processo judicial?
    Agradeço.
    Att.
    Sebastião.

  42. REGINA comenta:

    6 outubro, 2008 @ 8:13 PM

    Boa noite! Desde 95.,meses apos o meu ultimo parto,tenho sofrido dores constantes no corpo todo.Foi constatado em 2000 que tenho fibromiaugia,tomei varias medicações .Desde 2005 estou aprendendo a viver com as dores,mas agora descobri que sofro de charcot marie.Gostaria se o dr pudesse me dar algumas orientações,estou começando acompanhar este problema com meu medico,mas sabe como é,até mesmo convenio esta numa demora horrivel.e no dia 1 deste mes foi realizado um exame no meu filho mais velho,constando o mesmo problema,inclusive as maos dele estao ficando em formas de garras como as minhas,sem forças não sei o que fazer atéesperar a consulta que marquei para o final do mes.Obrigada

  43. Josiane comenta:

    7 outubro, 2008 @ 3:33 PM

    Olá….
    Tenho 31 anos e tive Linfoma de Hodking na região cervical e no mediastino, já fiz quimioterapia e radioterapia e depois de quase um ano comecei sentir dores muito fortes. Fiz uma cintilografia com gálio e a doença está controlada. O médico acha que as dores podem ser fibrose da radioterapia pois as dores são no local que a radio foi feita. Começei um tratamento para dor com os seguintes remédios: Celebra 200mg, Gabapentina 300mg e Nortripitilina 25mg, eu melhorei bastante, mas a dor ainda me incomoda à noite. Também estou da cintura para baixo com dormência, quase não consigo andar, será que pode ser reação de algum medicamento que estou tomando?
    Por favor me responda pois estou muito preocupada.
    Obrigada!

  44. MARIA A PARECIDA comenta:

    18 outubro, 2008 @ 4:54 PM

    Sou portadora de fibromiaugia a 2 ano hoje ja consigo controlar naõ tomo remdio
    todos os dias so quando estou com muita dor eu tento viver felis a cada dia o remedio
    chama si cloridrato de ciclobenzaprina so que tenho uma queimação nos pés somente´
    anoite quando deito e aumenta no calor eu naõ tive resposta sobre esta queimaçaõ
    gostaria de saber o que e isto
    sera que pode me ajudar obrigado 18-10-2008

  45. carine Roza comenta:

    20 outubro, 2008 @ 5:23 PM

    FIZ UM EXAME QUE ACUSOU LESÃO CRONICA ENVOLVENDO ESTRUTURAS PROXIMAIS
    S1 A DIREITA

  46. sandra maria lima silvino comenta:

    23 outubro, 2008 @ 4:18 PM

    Retirei um tumor na coluna cervical e fiquei com algumas cequelas
    Mãos dormente
    Não tenho tato
    Sinto dores nos braço
    Gostaria de saber se posso da entrada na aposentadoria pois estou com dificuldade para trabalhar
    Espero resposta
    SANDRA

  47. marcia aparecida comenta:

    24 outubro, 2008 @ 12:39 AM

    faz uns 6 meses que sinto uma dor lombar do lado esquerdo ja fui no ortopedista, no urologista,no ginegologista ja fiz varios exames e nem um medico achou nada e as dores continuam e eu tomando remedios para passar a dor que nao passa com nada nao sei mas o que faço estou ficando uma pessoa insuportavel por causa dessa dor tenho 46 anos por favor me ajude a desvendar esse misterio minha barriga esta inchada que parece que estou gravida de 7 meses ja fiz transvaginal mioma nao e estou agoniada me ajude por favor .marcia

  48. marcia aparecida comenta:

    24 outubro, 2008 @ 12:49 AM

    faz uns 6 meses que estou com uma dor lombar do lado esquerdo essa dor nao passa com nada ja fui no ortopedista,nourologista no ginecologista minha barriga esta inchada que parece que estou gravida de 7 meses fiz transvaginal mioma nao é, nao aguento mais sentir dor quando eu ando ai que eu nao consigo fazer nada minha perna doi estou agoniada pois nenhum medico encontra nada e a dor persiste remedio tomo quase um atras do outro me ajude por favor. marcia

  49. carina chiaretti xavier comenta:

    27 outubro, 2008 @ 9:49 AM

    oi,bom dia eu tenho uma inflamaçao interna na axila,ja tomei muitos antibioticos mas nao resolveu sinto dores e por fora da axila tem umas bolinhas que ficam doloridas o que eu devo fazer.

  50. Roberta Rocha comenta:

    29 outubro, 2008 @ 6:23 PM

    Olá, Tudo bem?

    Tenho o diagnostico de lombociatalgia ha 2 anos. Comecei a fazer fisioterapia e com mobilizações neurais a queimação na parte posterior da coxa diminuíram. Atualmente tenho uma queimação muito forte no pé esquerdo, alteraçoes de sensibilidade (ex: sinto minha panturrilha queimar e a perna está na verdade gelada), não consigo caminhar longas distâncias de tenis. Queria saber se vc acha se isso é uma dor neuropática (já que segue o trajeto de um nervo), se tem haver com o ciático, ou outro nervo.

    Obrigada

  51. LUIZ FELIPE OITICICA comenta:

    30 outubro, 2008 @ 12:35 PM

    Minha esposa, Sheila, hoje com 60 anos, teve paralisia infantil (poliomielite) nas duas pernas, aos 4 anos de idade (1952). Necessita de bengala ou do apoio de alguém para andar. Nunca reclamou disso e é uma vencedora. Teve duas belas filhas de seu primeiro casamento e ajudou-me a educar meu próprio casal de filhos, de casamento anterior. Sobe escadas, embora com alguma dificuldade. A idade, é claro, trouxe-lhe mais problemas para andar. Gostaríamos de saber se há trabalhos ou pesquisas com células-tronco para a melhoria das condições de portadores deste tipo de seqüela. Gratos.

  52. Michele Pereira comenta:

    10 novembro, 2008 @ 10:03 AM

    Olá, sinto uma dor crônica do lado esquerdo do corpo. Já fazem + de 5 anos, ela começou no braço esquerdo, depois foi para o peito esquerdo e aos poucos fui sentindo em todo lado esquerdo do corpo, desde a cabeça até os pés. Sinto dormencia no lado esquero e falta de sensibilidade. Quando vou tomar um copo de água gelado, sinto o gelado da água do lado direito, mas não sinto do lado esquerdo. Já procurei médicos, neurologistras, fiz exames de tomagrafia e ressonância (não aparece nada de anormal). Não sei qual especialidade procurar e nem o que tenho. A dor está muito forte, tenho dificuldades para dormir e fazer outras atividades sem sentir a dor.
    Aguardo um retorno.

  53. C.Oliveira Souza comenta:

    28 novembro, 2008 @ 3:36 PM

    Tive cancer na coluna – T6. Cirurgia em outubro de 2006,com colocação de duas placas e 5parafusos.Apesar de todos os tratamentos :radioterapia, quimioterapia, medicações fortes como derivado de morfina, tilex, tramal etc etc, até hoje sinto dores fortes no local da cirurgia principalmente quando fico algum tempo em pé, sentada ou andando por período superior
    a trinta minutos.Atualmente tomo Lisador quando estou com dor.Aguardo orientação quanto
    a tratamento mais eficaz. Obrigada.
    28.ll.2008.

  54. lucia helena comenta:

    20 dezembro, 2008 @ 10:22 PM

    Ha cerca de tres anos e meio sofri um acidente dentro de um onibus, que causou uma distrifia simpatica reflexa no membro superior esquerdo , usei todos os tipos de medicamentos e terapias e bloqueio teste, percutanea nenhum deu resultado e fiquei de cama esse periodo até coloquei um neuroestimulador medular sete meses depois,. Não estou curada mas, amenizou a dor uns 60% e faço uso de medicamentos , em março deste ano tive que me enternar para fazer tratamento venoso pois os remédios não estavão dando rsultado, e a pouco tempo tive que tomar morfina ois a dor era insuportavel , agora descobri que a lesão passou apar o intistino , que me causa muitas colicas. gostaia de saber se há algum outro tratamento a fazer para que isso não evolua mais ainda. quando sofri o acidente estava com 34 anos agora estou com 38 anos. desde já obrigada.

  55. jacson fernandes comenta:

    27 dezembro, 2008 @ 11:49 AM

    Em Setembro de 2007 sofri um acidente de moto que cheguei a quase morrer quebrei varios ossos e ainda mais perdi o movomento do braço direito com uma lesao no plexo braquial meus nervos do braços foram arrancados e assim perdi a chance de fazer uma cirurgia que os liguem novamente ja que foram arrancados pela raiz tive varias sequelas uma tal de pseudomeningocele,estenose de traquea so coisas loucas mais o que me deixa mais grilado e essa tal de dor neuropatica nao movimento o braço direito mas tenho uma dor forte nele ja tomei varios medicamentos mesmo assim parece ser em vão nao causa nenhuma melhora alguem pode indicar algo bom ao ponto de me fazer esquecer essa dor insuportavel e invocado conforme passa os dias eles fica de uma posição no meu cerebro acordo no dia seguinte e ele estade um jeito acho incrivel mas ate agora naum me deu nenhuma dessas coisas como depressao vontade de se matar nada disso ou coisas parecidas ;D
    muito alegre por sinal
    conselho meu “viva nao deixe que uma coisa dessas Faça vc nao ter vontade de viver saia,dance,divirtasse!” ai num tenho mais o movimento do meu braço direito nao posso naum posso nem me masturba mais mesmo assim sou feliz da vida e essa dor num tomo mais medicamentos nenhum e as vezes ate esqueço dela num do chance pra ela quandu to querendo fica triste ou sozinho que ela começa e quantu mais triste fico ela aumenta.

  56. mariane comenta:

    21 janeiro, 2009 @ 12:51 PM

    começou com uma dorzinha nas costelas lado esquerdo abaixo do peito,depois tomou de conta de todo o lado esquerdo ,costas ,ombros, braço,o tronco tdo,apenas o lado esquerdo ,não é uma dor forte,mais incomoda,uma dor meia que cansada ,tem uns 4 meses,será o que?

  57. ELIZABETE DAMASCENO comenta:

    22 janeiro, 2009 @ 6:45 PM

    há um mes tive uma dor no joelho esquerdo ao descer uma escada, depoius disso ocorreu umas duas vezes novamente na decida da escada. fui ao ortopediasta e o mesmo me solicitou uma RN magnetica do joelho esquerdo. o resultado foi o seguinte;
    Derrame articular e cisto de Baker;
    Alterações degenerativas em corno posterior do menisco medial;
    Condropatia patelar;
    Edema na porção proximal da gordura de Hoffa que pode estar relacionada a hiperpressão lateral da patela.

    Quais os melhores tratamentos para este diagnostico.
    É Grave?

  58. solange comenta:

    25 janeiro, 2009 @ 3:39 PM

    Olá Dr.e amigos
    fiz uma cirurgia de cokuna em 4/12/08,foi colocado tres astes duas vertical e uma transversa e seis parafusos.Meu pós operatorio foi terrivel,doeres nas pernas os pés esquentavam,inchavam e as dores eram de enlouquecer.Mas hoje faz 51 dias de cirurgia,e me encontro ainda com muitas dores na perna esquerda ,e nos pés.Fiquei enternada a uma semana atrs fiquei seis dias
    fiz ELETRONEUROMIOGRAFIA, que cinstatou.UMA DESNERVAÇÃO DE MODERADA AGRAVE INTENSIDADE,NOS MSCULOS DE SEGMENTOS L5 E S1 (S2) BILATERAL, SENDOPIOR INTENSIDADE E COM SINAIS DE ATIVIDADE À DIREITA,ASSOCIADO A AUSÊNCIA DEPOTENCIAL DE AÇÃO SENSITIVO NO NERVO FIBULAR SUPERFICIAL DIREITO.tAIS ACHADOS SÃO COMPATIVEIS COM SEQUELA DE RADICULOPATIA LOMBOSSACRA BILATERALJÁ OPERADA,ASSOCIADO A LESÃO PARCIAL DO NERVO CIÁTICO DIREITO DE MODERADA A RAVE INTENSIDADE E SINAIS DE ATIVIDADE.Tomo OMEPRAZOL,GABAPENTINA 300MG,TIMASEN SR 100MG,AMITRIPITILINA,VERTIX
    POR FAVOR ESPERO RESPOSTA TEM ALGO QUE POSSA ME AJUDAR A TER MENAS DORES,E O QUE VEM A SER ESTA CONCLUSÃO E EXAME ELERONEUROMIOGRAFICO?
    DEUS ABENÇÕE

  59. solange comenta:

    25 janeiro, 2009 @ 3:42 PM

    PERDÃO AS DORES SÃO NA PERNA DIREITA E PÉ DIREITO COM MAIS TENSIDADE
    OBRIGADA.

  60. aparecida comenta:

    2 fevereiro, 2009 @ 9:57 AM

    tenho dor cronica no meu corpo inteiroernia de disco l4 l5 l6 c5 c6 e unico remedio que posso tomar é dolantina pois sou alergica tramal arcoxi dexacitaneurim metadon tylex coldein penicelina dimorf paracetamol profenid pois minhas dores são muito forte chego ficar na cadeira de rodaspor não conseguir me mouver não comsigo mais fazer meu serviço de casa para conseguir tomar uma dolantina cada 15 dias é uma luta descriminação dizem que sou viciada em drogas mais eu e deus sabemos como cinto dores diariamente tenho 50 anos fui pedir ajuda da vigilancia sanitaria me dicero que eu tinha que pagar uma consulta no hospital para poder tomar está injeçao pois é a unica que tira minha dor por 4 horas dr ARMANDO O QUE DEVO FAZER ESTOU FICANDO SEM VONTADE DE VIVER ME AJUDA PELO AMOR DE DEUS

  61. Monika comenta:

    2 fevereiro, 2009 @ 4:02 PM

    olá, tenho 41 anos, e passei por uma cirurgia há uma ano de mielopatia compressiva, C5-C6, fiz fisioterapias, hidroginástica, remédios, cortisona, porém ainda hoje, sem a ajuda da cortisona, não consigo andar muito e nem ficar em pé muito tempo, q a parte lombar começa a arder e a perna começa a falhar, tenho ainda problemas com o intestino, bixiga, libido e insônia. Me falaram para fazer aplicação de botox nas pernas, alguém já fez este tipo de terapia e qual o resultado, por se tratar de uma terapia tão cara, gostaria de ouvir algum comentários de alguém que já passou por isso? Grata
    Monika

  62. Cristina comenta:

    11 março, 2009 @ 1:31 PM

    Boa Tarde!
    RECENTEMENTE DESCOBRI QUE ESTOU COM SINDROME ROTULIANA DOLOROSA BILATERAL COM CONDROPATIA PATELAR ESQUERDA, NOS JOELHOS.
    GOSTARIA DE SABER MAIS A RESPEITO DESSA SINDROME. QUAIS OS TRATAMENTOS; SE É NECESSÁRIO CIRURGIAS OU NÃO, TENHO SENTIDO MUITAS DORES E SE TEM ALGUM TIPO DE MEDICAMENTO PARA DOR, OBRIGADA!

  63. Fernando comenta:

    17 março, 2009 @ 6:03 PM

    Olá,Prof. Dr. Armando Miguel Jr.,meu drama começou no ano de 2000, quando tive a 1ª crise na coluna, com fortes dores na coluna lombar, fui encaminhado para o pronto socorro, que logo fui examinado e não conseguirão sucesso no extermínio da dor. Internado em seguida, fui tratado com muita medicação e diagnósticado pelo ortopedista na época com contratura muscular, sendo indicado o tratamento com fisioterapia e medicação( tilex, miosan, etc..). tive melhora durante os anos que se passaram com pequenos episódios, sendo tratado com medicação. Em janeiro de 2005, comecei a sentir dormência na perna esquerda e muita dor na coluna lombar, fui para um hospital particular, e a médica me pediu para fazer uma tomografia que revelou uma pequena hérnia discal L5 S1. Procurei um neurocirurgião, que me indicou uma cirurgia com a colocação de prótese, mas não realizei na época, pois o meu plano só cobria 50% da prótese( valor da prótese=R$40 mil, na época). Orientado a procura outras opiniões para ver a real necessidade da cirurgia, fiz vários tratamentos(acunpultura, infiltração,tratamento psiquiátrico á base de amitriptilina e trileptal durante ± 6 meses, que me fazia durmir o dia inteiro, mas acordava voltava a dor, fisioterapia, hidroginástica, e muita medicação( arcoxia de 90 e 120 mg,tilex 30 mg,dexalgen,dexador,dexcitoneurin,diazepan 10 mg).Não tendo resultado esperado fui encaminhado para um médico especialista em ossos, que após fazer algumas infiltrações(4) sem sucesso me encaminhou para um neurocirurgião para uma avaliação. Indicado para cirurgia novamente, só que por outro ciurgião desta vez. Fiz a 1 ª cirurgia em junho de 2007( Laminectomia descompressiva- L5 S1), encaminhado para tratamento com medicação,fisioterapia e hidroginástica durante um ano tratei sem melhora. Novamente no cirurgião, com muita dor, o médico me indicou uma nova cirurgia, pois viu que havia necessidade de se fazer uma artrodese lombar transpedicular, assim foi feito em junho de 2008. Depois de 1 ano da 2ª cirurgia continuo com muita dor, não tendo melhora depois de 2 cirurgias com colocação de 4 parafusos. Meu médico me encaminhou para uma clínica da dor, que estou tratando com gabapentina de 300 mg a noite e que a médica disse que pode aumentar se não melhorar, mas esta medicação que já tomei antes, me dá tremura, muito cansaço, nervosismo, insonia, e o pior não consigo durmir, pois só tenho uma posição para durmir( no lado esquerdo da cirurgia). Pergunto depois disso tudo: Será que estou no caminho certo, dr. ? Um abraço. Fernando.

  64. debora soares comenta:

    29 março, 2009 @ 7:09 PM

    ola estou morando em londres …
    ja tem 1 ano e 4 meses …
    tenho 23 anos ..
    do nada ,meu pe comeco a doer deu um pequeno caroco nele ..
    e eu nao me cuidei ..continuei ir trabalhar ..
    eu traba;hava em um restaurante e andava muito …
    a dor so foi almentando …
    ate um ponto de eu nao conseguir andar mais ..
    fui ao hospital ,mas eles so me derao um remedio pra dor e mais nada ..
    estou ilegual aqui por isso nao posso fazer muito coisa
    dai fiquei 3 meses de cama sem poder andar meu pe incho muito e a dor espalho pro pe todo
    sofri de mais …perdi muitas trabalhos mas estou me esforcando no maximo ..
    hoje jah tem 4 meses que eu voltei a trabalhar mas meu pe ainda doe um pouco .,..
    ah esqueci de falar meus remedios forao mandados do brasil pra mim tomar ..
    e o ultimo foi o nucleo cmp .
    estou tao preocupada me ajudem por favor .se eu fico muito tempo em pe meu pe doe muito
    e eu nao quero voltar pro brasil pois ainda tenho muitas dividas pra serem pagas ..
    me aconsehem que remedios eu devo tomar ai eu pesso minha mae para mandar os remedios pra mim do brasil ..
    muito obrigada ..espero resposta em breve

  65. Crevanilde Pinho comenta:

    16 abril, 2009 @ 11:39 AM

    Dia 21/03/09 levei uma grande queda e tive deslocamento da rótula e luxação do joelho direito. Fui ao SUS e a médica receitou Nimesulida por 7 dias. Estou de muletas ainda, após 26 dias. Ontem, 15/04/09 sentí uma dor insuportável na panturrilha ( que ainda está muito dura ) e na hora não conseguí colocar o pé no chão e nem dar um passo. Resolví colocar bolsa de água quente na perna e dar uma massagem com cataflan. A médica do SUS na época da queda me orientou a colocar gelo, o que fiz até ontem. Sou diabética e tenho gonartrose nos dois joelhos. Neste momento, ao digitar este comentário estou sentindo esta dor aguda na panturrilha. O que eu devo fazer? O meu médico do SUS (não tenho convênio) está de férias. Sou atendida na Unidade do Idoso aqui em Curitiba pois tenho 59 anos. Me ajude, me dê um conselho para o alívio desta dor e a cura da minha perna. No momento p/o alívio da dor estou tomando desde ontem DORFLEX. Me ajude Dr. Armando pelo amor de Deus.
    Agradeço de coração pela atenção que me for dada.
    Crevanilde

  66. paulo oliveira comenta:

    18 abril, 2009 @ 12:29 PM

    E m 2007 sofri um traumatismo na cervical.Comecei a sentir muitas dores no pescoço e nos musculos atras do pescoço que estendem ate aos ombros,tipo queimadura insupurtavel. Gastei o que tinha e o que nao tiha em medicos,medicamentos,fisioterapia,bruxos,neurociurgioes,fiquei um ano sem trabalhar fiz tac duas ressonancias dezenas de radiografias e o sofrimento era horrivel ate que eu descobri uma solucao que me aliviou milagrosamente e que esteve sempre dentro de casa foi o gelo 25m de manha e 25 a noite ate queimava bastante ao fim de duas semanas a dor começou a acalmar. nao tomo nenhum medicamento.GRAÇAS A DEUS que tambem lhe rezei muito.

  67. Daisy comenta:

    29 abril, 2009 @ 7:26 PM

    Olá! Faz 7 anos que sofro de problemas de cancer… operei as duas pernas ja… e tomo morfina de quatro em quatro horas.
    A dor é insuportavel nem sei mais o que fazer, minha neta e minha filha fazem massagem e isso alivia.Se alguém souber de um chá q alivia as dores musculares eu agradeço…
    Tenho miosite ossificante… a clausificação do musculo.

  68. franncine comenta:

    12 maio, 2009 @ 7:20 PM

    oi vc saomuito bom

  69. paulo oliveira comenta:

    13 maio, 2009 @ 3:08 PM

    NA MAIOR PARTE DOS CASOS DAS PESSOAS COM DORES QUE NUNCA MAIS ACABAM NA
    MINHA OPINIAO A PESSOA ESTA SEMPRE A PENSAR NA DOR ,TENTE SE DISTRAIR ,RIA
    MUITO ANDE SEMPRE BEM DISPOSTO PEÇA A JESUS MESMO QUE NAO ACREDITE NELE
    REZE MUITO VOÇE NAO TEM NADA A PERDER.

  70. Greice comenta:

    30 maio, 2009 @ 9:49 AM

    Ao fazer uma operação no meu joelho esquerdo (menisco), descobriram lesao na cartilagem da tibia. 1 mês depois da operação o joelho direito começou a doer muito. Descobri que estou com o sindrome doloroso rotuliano. O que, na verdade, ocorre nos meus dois joelhos, pois os angulos dos 2 estão errados.
    O que eu devo fazer? Cirurgia? Só o tratamento com fisioterapia ajuda? E o que se faz na fisio para curar isso?

  71. marcelo comenta:

    16 junho, 2009 @ 1:53 PM

    tudo bem doutor?gostaria de lhe explicar minha situaçao.Eu ando sofrendo bastante nao sei o que faço eu tenho tremores pelo corpo inteiro dos pés a cabeça,minha visao esta um pouco tremula tambem e sinto um pouco de dores de vez em quando pelo corpo inteiro nao tem parte do corpo que nao de uma pontadinha de dor e sinto assim nos nervos sabe sou muito ancioso e percebi que se fico nervoso fica mais acelerado o tremor,a algum tempo atras fikei bem doente de repente me deu uma dor bem forte na junta da perna direita e pensei que nao fosse aguentar a dor pensei que ia morrer ali e meu pai pediu para que aguentasse até de manha e aguentei e no outro dia já amanheci mancando e me levaram no hospital e me receitaram somente uma injeçao pra dor e a noite senti febre de tremer embaixo dos cobertores e no outro dia já nem conseguia andar doia bastante na junta da perna direita e me levaram pra um hospital numa cidade vizinha e eu já nem conseguia andar e nem consegui sair direito do carro pois doia muito e fui internado no hospital so dormia de barriga pra cima nao me virava na cama pois na junta da perna direita doia muito pra se levantar da cama ou me virar era um sacrificio de tanta dor e fikei internado 22 dias no hospital sendo dezesseis sem conesguir andar depois que me recuperei no soro e consegui voltar a andar normal até hoje mais como citei no começo da minha historia estou com tremores que está ficando muito desagradável o que o senhor acha que devo fazer?que recomendaçoes me daria?O senhor tem em mente do que possa ser isso?

  72. rafael vitorelli comenta:

    24 junho, 2009 @ 12:39 PM

    ALGUEM PODE ME AJUDAR POR FAVOR .

    Estou com uma dor crônica no músculo das costas um pouco abaixo do trapézio do lado direito, essa dor foi adquirida na academia porem , eu ignorei achando que era moleza minha, ao passar dos messes ela foi aumentando até chegar um dia que essa dor ficava e ficava e nunca sumia,já tentei de tudo RPG,chiatsu, acumputura,muitos anti inflamatórios e injeção intramuscular de chelocaina no musuculo afetado, parei de andar de moto troquei o coxão e não adianta.

  73. rafael vitorelli comenta:

    24 junho, 2009 @ 12:41 PM

    ESSA DOR ESTA A MAIS OU MENOS 1 ANO E MEIO .. PASSAREI EM UM NEUROCIRURGIÃO MÊS QUE VEM

  74. rosiany comenta:

    25 junho, 2009 @ 1:38 AM

    sinto uma dor que vem das costas e toma conta do meu lado esquerdo sinto dor ate no maxilar no peito e do meu lado esquerdo em baixo do peito o que sera me ajude os medicos nao discobrem

  75. alexandre comenta:

    18 julho, 2009 @ 10:49 PM

    Tentei evitar um assalto e fui baleado na região da T12 , o projétil comprimiu minha medula. Já nos primeiros dias consegui movimentar o musculo da coxa esquerda. Faço fisioterapia,e tenho certeza que posso voltar a andar, porém sinto dores horríveis nas duas pernas, dor neuropática. tomo os remédios indicados pelo médico mas as dores não passam de jeito nenhum. por favor me ajude e me oriente

  76. Leandro Marx comenta:

    24 julho, 2009 @ 9:19 AM

    Eu sofro de dor neuropática do lado direito do corpo seis anos, a dor de queimação começa na sola do pé e vai até debaixo da costela, a sensação é de estar queimando no inferno sem que nem morfina alivia a dor, de seis meses para cá comecei A TOMAR UM MEDICAMENTO AMERICANO O CYMBALTA , ele foi desenvolvido para neuropatia diabética, mas como age no cérebro funciona bem em qualquer neuropatia, foi o único remédio que me deu um pouco de alivio o problema é o preço R$200,00 reais mensais, estou tentando ganhar o medicamento pelo SUS.

  77. Roseni comenta:

    1 agosto, 2009 @ 10:16 PM

    Olá,estou afastada do trabalho desde,01/03/1999 tenho tunel du carpo,tendinite,tenossonovite,bursite hernia de disco.No dia,01/07/2009,fiz uma cirurgia de descompressão neuro vascular de Sindrome do desfiladeiro a direita,com ressecção do m.subclavio por via axilar direita.Sai do hospital tomando os seguintes medicamentos ,meloxim,alginac e lisador de 6/6 horas,mas como a dor era imensa tomava de 4 ou até de 2/2 horas.No dia 05/07/2009 recebi alta.Retornei ao medico no dia 8,já achei isso um absurdo,pq medico longe e senti muitas dores durante esses dias,mas fui.Expliquei pra ele as dores fortes,que tinha pegado 5 conduções para ve-lo.E ele me disse que retornasse ao meu ortopedista que ele saberia passar os remedios certos(achei um descasso e absurdo,mas como já tinha consulta com meu ortopedista).No dia 14 fui ao ortopedista reclamei das dores pois é intensa lá sai com as seguintes receitas…Codein 3 vezes ao dia…Gabapentina 1 vez ao dia,mas a dor intensa eu tomava 3 liguei e ele disse que podia fazer o que estava fazendo,Biprofenid 1 vez ao dia e Lisador se tivesse dor tinha e tenhu e esse tomava 4 a 5 por dia.Meu ortopedista já me deixou uma guia para que começasse a fisioterapia no dia…22/07/2009.Como eu disse,eu e estou com muitas dores não fui,Hj estou com um mes de operada,não voltarei mas ao medico que me operou achei um descaso,pois ele viu meu sofrimento nos 4 dias que no hospital estive.Tenho até que um bom convenio,estou perdida com dores fortes.Podem me responder se essa dor é normal.E pq doi tanto se estou medicada e até me medico mas do que me mandaram.ME AJUDEM,TIREM MINHA DUVIDA O CORTE É ENORME NA AXILA E DOI TMB.NÃO DEIXEM DE ME RESPONDER POR FAVOR,POIS ACHO ATÉ QUE ESSA DOR ESTA PIOR DO QUE ANTES DE OPERAR,OU DEVO ESTAR DESESPERADA,AGRADEÇO MUITO

  78. Roseni comenta:

    3 agosto, 2009 @ 8:31 PM

    E onde esta meu comentario,que não o vejo?

  79. nadir n jorge comenta:

    9 agosto, 2009 @ 5:38 PM

    HÁ DUAS SEMANAS VENHO SENTINDO FORTES DORES NO MEU BRAÇO ESQUERDO E JUNTO MUITA DORMENCIA DESDE CIMA DO OMBRO ATE O FINAL DOS DEDOS, GERALMENTE ISTO ACONTECE DE MADRUGADA. TENHO 41 ANOS , SOU DIARISTA HA UNS 7ANOS,, AINDA NAO FUI AO MEDICO,POIS ESTOU PESQUISANDO SOBRE ISTO, NAO TENHO MUITA CORAGEM EM O MEDICO DIZER QUE EU TENHO UMA DOENÇA GRAVE, NAO SOU MUITO DE IR AO MEDICO , TENTO RESOLVER MESMO COM REMEDIOS CASEIRO OU OS COMUNS QUE CONHECEMOS NA FARMACIA, SERA QUE VCS PODEM ME ORIENTAR SOBRE ISTO. DESDE JA OBRIGADO.

  80. Adriana Mota de Moraes comenta:

    19 agosto, 2009 @ 12:18 PM

    Fui submetida a uma cirurgia de síndrome do túnel de carpo dia 29/05/2009,sentia dores fortes na mão e dormença nos dedos,todos os exames acusaram este problema,hoje faz exatamente 2 meses e 20 dias que fiz a cirurgia,as dores aumentaram muito depois da cirurgia e ainda fiquei com o dedo do meio(o mediano) todo paralisado,fiz várias sessões de fisioterapia e as dores só aumentaram,voltei ao médico,ele me pediu outra eletroneuromiografia,fiz e acusou novamente a compressão do nervo mediano,mostrei ao médico o exame e ele me falou que no meu caso isto poderia acontecer,pois o meu caso era de moderado a grave,e ainda me disse que tem quase certeza que eu não voltarei a sentir mais o dedo paralisado,além de passar vários remédios,um deles o Neurontim,que por sinal é muito caro,um dos problemas a mais agora é a dor neuropatica.É normal um neurocirurgião ter feito a cirurgia e não ter conseguido discomprimir o nervo?Me responda por favor,urgente,pois não sei o que fazer e quem procurar.Obrigada.

  81. Regina Nunes comenta:

    24 agosto, 2009 @ 9:02 AM

    É de muita valia ter este espaço para as pessoas acometidas poderem pelo menos desabafar seu sofrimento que na maior parte das vezes é colocado em dúvida até pelos próprios familiares e édicos o que contribui para sentirem-se sós e deprimidos.

  82. geraldo comenta:

    3 setembro, 2009 @ 11:58 PM

    boa noite,meu poblema comesou em 1989,quando tive uma forte dor de cabeça,me levaram ao medico e fui medicado a dor forte pasou,mas ficou queimando do lado esquerdo,da cabeça,no inicio dava pra suporta,mas a dor foe almentado,minhas vista comesou a escurecer e dar tonteira e zumbido,a 7 anos atraz fui au nelrologita que me pediu,tumografia, isame de ouvido e outros que não me lembro,deram nomal,o medico me receitou amitritilina 75 mg,foe como jogar agua no fogo que alivio,des de então venho tomando este medicamento e controlando a dor,agora estou com 46 anos,e apareseu uma dor na minha perna direita que comessa nas verilhas.se ando 50 metros teno que parar e esperar a dor passar,será que tem avé cam a medicação que tomo?ou a doença esta se agravando,por favor me dé uma orientação,des de já agradeso.

  83. Andréa P. Souza Rocha comenta:

    18 setembro, 2009 @ 7:54 AM

    Olá, o meu noivo sofreu um acidente de moto faz trêz meses,que resultou em uma lesão de plexo braquial que foi confirmada após a eralização de uma eletroneuromiografia,ele fez também duas ressonancias,uma do cranio pois ele também sofreu uma pancada muito forte na cabeça mais graças a Deus o resultado deu normal, e fez tambem da coluna, que deu uma leve lesão na medula que afetou a coordenação motora dele que aos poucos vai melhorando,o médico pediu uma tercerira ressonancia mais específica pra saber se houve rompimento dos nervos, ou se apenas um estiramento, mais provalmente ele vai ter que subter-se a uma cirurgia com enxerto que é retirado da perna,o médico diz que a cirugia é uma tentaviva para uma pequena melhora.Ele perdeu todo o movimento do braço esquerdo,e como se não bastasse ainda tem essa dor neuropatica que ele diz que é horrivel,ele fala que é como se a mão dele tivesse dentro de uma água fervendo,me sinto impotente pois não posso ajuda-lo,ele faz compressa com gelo e diz que alivia um pouco,ele começou tomar um remedio por nome de garmazentina(não tenho certeza se o nome é mesmo esse) mas o efeito só durou uma semana,agora ele esta tomando lyrica,e no desespero acaba tomando os dois. O meu noivo se chama Allan Ewerton,tem 28 anos ama futebol tem uma certeza enorme que vai recuperar os movintos do seu braço e eu o admiro muito por isso,acreditamos muito no médico maior que é Deus!!! pois pra ele não existe o impossivel.Gostaria de trocar experiências com pessoas que tenham o mesmo problema de Allan,agradeço pela atenção…Bjos.

  84. Willian comenta:

    21 setembro, 2009 @ 10:47 AM

    é minha querida, realmente mesmo a dor é terrivel tbm sofri um acidente de moto a mais de 2 anos, perdi completamente o movimento do meu braço direito tive varias complicaçoes dezessete cirurgia ate mesmo essa enxertia mais a minha retiraram do meu torax os nervos intercostais e fizeram o enxerto passaram-se 1 ano e3 meses e não ganhei e nem tive nenhuma melhora não querendo desanimala mais o resultado é muito pequeno e quanto mais tempo passa pior as chances de recuperação a ciururgia tem que ser feita o quanto antes pq o membro começa a endurecer os movimentos e fica mais complicado.
    enquanto a dor tomei tbm, o nome gabapentina mais não tive melhora as dores são intensas, mas como o neurologista fala varia muito de corpo pra corpo boa sorte pla vc e seu noivo e muito força pra ele e tentar sempre deixar-lo com a auto-estima la em cima pq nao é facil, hj encaro perfeitamente mas mesmo assim ainda é muito dificil.
    mas tento aproveitar e isufruir bastante dos beneficios não que eu quiuzesse estar assim mais ja que estou não vou deixar de usa-los. como as isencoes de impostos do governo para os deficientes.

    bom dia e boa sorte!

  85. raimundo osorio de brito comenta:

    22 setembro, 2009 @ 10:18 PM

    doutor,a 2 anos fui atingido por uma bala perdida e fiquei paraplégico,na autura de L1,L2 sempre senti dores ,muitas dores em minha perna e nos ossos delas,tipo pontadas.durante esses 2 anos já tive algumas evolucoes como consigo urina normalmente e também mecho minhas pernas ,fasso bicicleta ergometrica e ate pesos,consigo esticalas e encolhelas ,mais quando tento ficar de pé não consigo,não tenho reflexo espasmos,já fui em vários médicos aqui em Manaus,todos dizem que vou andar mais não sabem quando,oque posso fazer para isso acontecer mesmo a algum tipo de cirurgia ou tratamento que posso fazer.obrigado

  86. Andréa P. Souza Rocha comenta:

    29 setembro, 2009 @ 7:49 AM

    Obrigada Willian agradeço pela força, gostaria de pedir as pessoas que sofrem do mesmo problema do meu noivo Allan que se correspondam comigo, o meu email é
    deasol_@hotmail.com, desde já agradeço. Andréa.

  87. Valentina comenta:

    2 outubro, 2009 @ 10:35 PM

    DrºDesde janeiro do ano2009 sentia pela manhã muita coceira nas duas mãos, com o passar do tempo começou pela manhã ficar dormente, perguntei para uma amiga médica ela me respondeu que é problema de coluna, e sempre sentido dormencia pela manhã quando levantava em setembro deste mesmo ano me deu uma dor muito forte no braço esquerdo e a mão dormente fui ao médico e ele disse que é neuropatia e mandou tomar o remédio gabapentina de 300 mg. Quero saber o que devo fazer para obter a cura, fico muito agradecida, pois quero vencer esta doença, que sinto tanta dor. Fico muito agradecida, Jesus abençoe o Senhor e sua família. Um abraço Valentina

  88. Valentina comenta:

    2 outubro, 2009 @ 10:48 PM

    Valentina diz que por favor dê a ela uma resposta. Obrigado!

  89. Wagner A. Azevedo comenta:

    17 outubro, 2009 @ 8:03 AM

    Tenho dor neuropatica cronica à 19 anos, devido a 1 tiro na coluna, ja tentei quase todos tipos de remedios: gabapentina, amtriptilina etc. sem sucesso. Tenho queimores nas pernas, em volta da cintura, dor tipo colicas e choques (espasmos musculares sem controle) nas pernas. Queria saber + sobre o Neuroestimulador medular.

  90. Lucy Tavares comenta:

    19 outubro, 2009 @ 9:15 PM

    Gostaria que vcs me auiliassem pois não aguento mais fazer exames e pular de médico em médico. A aproximadamente 7 meses comecei a sentir fortes dores no joelho, como foi depois de uma pancada, atribui ao fato. Fiz ressonância e acusou edema, condropatia patelar, afilamento da patela e cisto de Baker. No mesmo periodo como sentia fortes dores na coluna quando corria, fiz RX que apresentou osteófito na região toráica. Em seguida comecei a sentir dores no ombro esq. mesmo com fisioterapia, anti inflamatório não diminuiu, pelo contrário dói mais a cada dia. Apresentei tb hidradenite na axila direita e foram 7 cxs de cefalexia para resolver o problema. Percebi neste mês um caroço na região cervical lado esquerdo, fiz US e acusou linfodomegalia, e agora outro mais abaixo. Tenho tido dores de cabeça e na base da nuca. Cheguei a ouvir de um ortopedista que tem pessoas mais sensíveis a dor que outros. Tive a nítida impressão de que ele achou que eu estava mentindo. Não sei se tem haver mas tenho tido muita coceira na cabeça e axilas, já mudei de shampoo e desodorante e nada a coceira vai e volta. Por favor, não sei mais a que médico procurar. Me ajudem.

  91. carla comenta:

    20 outubro, 2009 @ 1:59 PM

    fiz tres cirurgia de (stc)mais continuo com as mesma dores,parestesia,sem força;muito choque,as dores atacam mais a noite;fiz outro eletroneuromiografia;o exame deu lesao desmielinizante moderada do nervo mediano direito no segmento do punho(stc);não sei mais o que fazer;meu medico passou a medicaçaõ lirica 75mg 12-12hr mais não me senti bem ;ele mandou eu cancelar;me ajude não sei mais o que fazer.

  92. Luiz comenta:

    4 novembro, 2009 @ 7:16 AM

    Olá para todos.
    Sinto dores do punho esquerdo que se estende, por vezes, até o cotovelo. Ainda com presença de dores pequenas no ombro. O dedão esquerdo também apresenta falta de sensibilidade contínua. Quando faço qualquer esforço físico intenso o braço afetado doe. O que me deixa mais tranquilo é que as dores não são intensas ou que afetam definitivamente as atividades laborais.
    Quando retornei da última viajem de carnaval, no último dia da viajem começei a sentir o punho formigar e doer. Quando cheguei na cidade de minha residência, procurei um ortopedista. O mesmo recomendou-me a procurar um neurologista.
    A neurologista afirmou que seria uma sindrome conhecida como ” síndrome do sábado à noite”. Onde, provavelmente, eu teria ingerido bebida alcoolica em certo excesso e dormido por cima do membro, causando lesão. Os sintomas diminuiram bastante comparado nas primeiras semanas do ocorrido, porém ainda sinto dores no braço esquerdo.
    Alguém possui algum comentário acerca disto?

    Atenciosamente,

    Luiz.

  93. SUSANA GONÇALVES comenta:

    13 novembro, 2009 @ 6:37 PM

    OLA EU SOU A SUSANA E TENHO 29 ANOS E SOFRO DE DOR NEUROPATICA O QUE DEVO FAZER?

  94. Andréa P. Souza Rocha comenta:

    16 novembro, 2009 @ 3:39 PM

    Dr. Me chamo Allan, já falei sobre o meu caso.Vou fazer uma cirurgia de plexo braquial, gostaria de saber se após a cirurgia a dor neuropática acaba,ou se pelo menos diminui,aguardo resposta. Desde já agradeço.

  95. Albérico dos Santos comenta:

    17 novembro, 2009 @ 7:43 AM

    Olá pessoal mim chamo Alberico 47 anos fiquei c/ paraplegia flacida devido uma cirurgia mal sussedida sendo ela feita em 03 / 2001 comecei àndar c/ apoio das moletas e deois para cadeira de rodas já fiz treze cirurgias nesse periodo de 09 anos; venho sofrewndo muito com as dores cronicas; e para dá um alivio faço uso de fortes dose de morfina do tipo LC, uso uma bomba infusora de morfina subcultania faço uso estimulador medular, uso de xilocaina venosa uma vez por semana no periodo de 01 hora; e as dores não passa; e faço uso de medi. Psiquitrico faço tratamento c/ uma equipe da dor e nada só sei que sofro muito, porque a dor para vida das pessoas;mas eu não paro porque Deus é Maior que tudo e eu nunca digo a Deus q eu tnho um grande problem e sim: digo ao problema q tenho um grande Deus.

    17 de Novembro de 2009 @ 09:50

  96. Marlon Pacheco Pedroza comenta:

    5 dezembro, 2009 @ 5:07 AM

    O indivíduo sofreu um acidente de moto. Sem consequencias
    graves. Apenas escoriações mãos e joelhos, dores no corpo.
    Só que na segunda noite após o acidente, teve cãibras fortíssimas
    nos dois braços, (dor de chorar). Por quê?

  97. Silvio Haussen comenta:

    7 dezembro, 2009 @ 4:57 PM

    Bopa Noite!
    Há um ano e meio (17/06/08), fiz uma cirurgia na Coluna L5 S1 (Artrodese), com implante de osso do quadril devido uma hernia de disco, porém na resonância maguinética também apresentou uma artrodese natural em uma das vertebras abaixo da L5 S1, o médico disse que era de nascença. Então na verdade tenho duas Artrodese, uma natural e uma com protese e parafusos, ainda sinto fortes dores na coluna, mas principalmente no quadril do lado esquerdo.
    Fico cansado e enfraquecido com estas dores, não posso ficar muito tempo na mesma posição.
    Tenho a necessidade de me deitar, sentar e ficar em pé com frequencia.;
    Tomo antidepressivos desde a cirurgia, não tenho saido de caso e tenho muito medo de não poder trabalhar.
    Gostaria que me orientace, referente a dor do quadril e constantes joques na parte de cima do pé com dores fortissimas.
    Obrigado

  98. LETYCIAH FREITAS comenta:

    16 dezembro, 2009 @ 9:20 PM

    BOA NOITE!
    MINHA MÃE FOI ATROPELADA POR UMA MOTO. MACHUCOU MUITO. FRATUROU A CLAVÍCULA E TRES COSTELAS PERTO DO PULMÃO.
    ELA SENTE MUITA DOR. POR FAVOR EXISTE ALGUM REMÉDIO PARA TIRAR A DOR . E FAZER QUE ELA DURMA.
    ELA QUEBROU A PERNA ESQUERDA E FEZ CIRURGIA E FRATUROU O JOELHO. ENTÃO PRATICAMENTE NÃO PODE ANDAR DURANTE 40 DIAS.
    ELA TA SOVRENDO DE DOR E SEM POSIÇÃO POIS FICARÁ POR 40 DIAS SEM DOBRAR AS PERNAS.
    POR FAVOR NOS AJUDE A AMENIZAR A DOR . QUALQUER DICA MAIS NATURAL POSSIVEL POIS ELA NÃO PODE PEGAR NENHUM RESFRIADO POR TER AS COSTELAS FRATURADAS PERTO DO PULMÃO.
    POR FAVOR RESPONDA ESTE E-MAIL ( ELA É PESSOA LUCIDA E NÃO TEM PROBLEMAS NEUROLOGICOS NEM OUTRO)
    AGRADEÇO PELA AJUDA.
    POR FAVOR RESPONDA O MAIS RAPIDO POSSIVEL.
    ATT

  99. Patricia comenta:

    25 dezembro, 2009 @ 5:16 PM

    Boa noite !!!!
    Dr. me ajuda por favor a um mes sinto grandes dores na perna que erradia da coluna tenho hernia de disco , ja tomei tylek, alginac, celebra, miosan, e nada melhora tomo tramol , varias injençoes e nada de melhora nada melhora essa dor pra conseguir dormir tomo rivotril em gotas se nao , não dormu nada minha perna esta doendo demais… O que faço ha e ainda faço fisioterapia e é a mesma coisa que nada estou desesperada me ajude por favor!!!!

  100. LUZILENE comenta:

    27 dezembro, 2009 @ 10:08 AM

    QUEBREI O BRAÇO COM UM TIRO, ESSE TIRO FRAGMENTOU AS CANALETA DO BRAÇO, MEDICO DISSE Q AFETOU NERVO, FIZ CIRURGIA E COLOCARAM PLATINAS, TIREI OS PONTO TA SARANDO, MAS ESSA PARTE DO DEDINHO E SEU VIZINHO DOI MUITO, COMO SE TIVESSE QUEIMADO, N AGUENTO NEM TOCAR NA PELE, DOI MUUUUUUUUITO, E DA UNAS CHOQUES, N TO NEM DORMINDO DIRETO ME AJUDEM, UM MEDICO ORTOPEDITA PODE ME AJUDAR A ENTEDNDER, A DIMINUIR ESTA DOR, O Q EU FAÇO? ME AJUDEMMMM

  101. joão evangelista da costa filho comenta:

    31 dezembro, 2009 @ 1:05 PM

    Ola, sou funcionário público do Pode Judiciário, há 17 anos, moro em Macapá. Faço movimentos repetitivos no computador todo este tempo e para minha surpresa agora no final de novembro de 2009, trabalhando sentir uma espécie de choque ao me curvar para digitar, tomei um susto e pensei ter pisado em fio elético, mas para minha surpresa era reação do corpo. Tomei um susto, fiz uma ressonância magnética tendo como resultado: ESPONDILODISCOUNCOARTROSE, DE FORMA SIGNIFICATIVA EM C4-C5, ONDE EXISTE COMPRESSÃO MEDULAR E EM C5-C6, ONDE IDENTIFICAMOS MODERADA ESTENOSE FORAMINAL. Até então minha vida não foi mais a mesma. O que faço? qual o melhor tratamento.

  102. Maria S. Ferreira comenta:

    11 janeiro, 2010 @ 5:04 PM

    Joao essa e pra voçe o ultimo da lista e todos os que comentaram sobre estas dores e so tenho a dizer a voçes que existe um medico que pode curar todos voçes. Seu nome e Jesus Cristo. Se nao quiserem se espor apenas assistam aos programas da Igreja Mundial do Poder de Deus com Apostolo Valdemiro Santiago e vejam as maravilhas que o senhor Jesus esta fazendo atraves dele. Depois quando todos estiverem curados, exceto os que nao crerem, vao a igreja para dar o testemunho de cura e agradecerem.Que Deus abençoe a todos em nome do Senhor Jesus Cristo. Amem!

  103. Márcia Gomes comenta:

    6 fevereiro, 2010 @ 8:04 PM

    Olá! Meu pai tem 57 anos e tem sofrido de dor neuropática na perna esquerda há alguns meses (pode ser devido ao diabetes, mais os médicos ainda não concluiram). Ele já não dorme a noite… Está emagrecendo, tem sofrido muito e estou cada vez mais preocupada com ele. Vendo os depoimentos de todos aqui, me senti triste pois há muitas pessoas com problemas semelhantes e sem solução. Ele agora está tomando gabapentina + nortriptilina + meloxicam sem resultados pois as dores continuam. Aumenta mais à noite e, claro, ele não dorme nem 10 minutos. Gostaria de saber se já há algum outro tipo de tratamento para aliviar as dores dele. Por favor, ajudem! Desde já agradeço!

  104. Ricardo Torrente comenta:

    7 fevereiro, 2010 @ 6:02 AM

    Gostaria de entrar em contato com: Lídia Costa . Ela fez seu comentário em 24 desembro de 2007.

    É possivel ?

    Obrigado

  105. Ricardo Torrente comenta:

    7 fevereiro, 2010 @ 6:03 AM

    Gostaria de entrar em contato com: Lídia Costa . Ela fez seu comentário em 24 dezembro de 2007.

    É possivel ?

    Obrigado

  106. ANA CRISTINA comenta:

    7 fevereiro, 2010 @ 10:54 AM

    MEU ESPOSO É DIABETICO, E TEVE UM AVC HÁ 8 ANOS, E SOFRE MUITO COM DOR OS MÉDICOS NEUROLOGISTA FALAM QUE É DOR NEUROPÁTICA, ELE SOFRE COM O LADO ESQUERDO DO CORPO E O LADO DIREITO DA FASE.
    FAZ USO DE GABAPENTINA, CARBAMAZEPINA E RIVOTRIL.
    MAIS MESMO ASSIM Ñ TEM MELHORAS PAREÇE ATÉ QUE AS DORES ESTÃO AUMENTANDO.
    TEM DIAS QUE Ñ QUER MAIS NEM IR A CONSULTA MAIS GRAÇAS A DEUS ESTA VIVENDO. OREM POR NÓIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  107. ANA CRISTINA comenta:

    7 fevereiro, 2010 @ 11:04 AM

    Leandro Marx comenta:
    24 julho, 2009 @ 9:19
    gostaria de entar em contato com esta pessoa acima.
    GRATO!! PODE PASSAR MEU EMAIL PRA ELA(E)

  108. Rosa Greghi comenta:

    8 fevereiro, 2010 @ 10:08 AM

    Gostaria de alguém me desse uma direção a seguir, pois já fazem 03 anos que tenho dormência por todo o corpo. Iniciou nos braços e correu pelo tronco, pernas e por ultimo a cabeça. Já coloquei uma prótese na coluna C5-C6 em setembro/09, mas parece que ainda tem um edema, mas ainda não tenho sinais de melhora. Semana passada fiz uma eletroneuromiografia dos 4 membros e não acusou nada.
    Será que alguém pode sugerir algo ???
    Obrigada

  109. Arlete comenta:

    10 fevereiro, 2010 @ 7:43 AM

    Há muito tempo sinto dores pubiana, não conseguia saber exatemente onde era a dor, mas o ginecologista
    afirmava que era no útero devido a pequino miomas, então após 6 anos retirei o útero, a partir dai desencadeou
    uma dor lascinante e com o passar do tempo os sintomas aumentaram para queimação e formigamento e não
    consigo mais andar normalmente, só dentro de casa. Analgésicos e anti-inflamatórios não resolveram, comecei com a Gabapentina, mas com o passar do tempo não está respondendo bem, vou tomar junto a Carbamezepina. Me sinto
    inválida, não consigo fazer quase nada. Já fiz todo tipo de exames:tomografia,ressonância, só aparece uma pequena compressão na coluna de origem nervosa, mas o Neuro disse que não é a causa.
    O Dr. Aramando tem alguma orientação para mim?

  110. SAM comenta:

    15 março, 2010 @ 8:49 PM

    MINHA ESPOSA SOFREU UM ACIDENTE DE ONIBUS HA 8 ANOS, TEVE LESAO CONDRAL NO JOELHO E, SEM MELHORAS, ASSOCIADA A DEPRESSÃO, FIBROMIALGIA, FASCITE PLANTAR. TEVE DIVERSOS ALTERACOES HORMONAIS E ADQUIRIU ENDOMETRIOSE. HOJE SO TEM O OVARIO E TROMPA DIREITA. A EMPRESA SOLICITOU QUE VOLTASSE A TRABALHAR E ELA LARGOU TUDO ACREDITANDO QUE SUA VIDA SERIA MELHOR; INFELIZMENTE A DEPRESSAO PIOROU, TEVE ATE PARALISIA FACIAL. A EMPRESA LHE MANDOU EMBORA, MAS ELA ESTAVA DOENTE COM ENDOMETRIOSE, LESAO CONDRAL , PROBLEMA NA PATELA DO JOELHO DIREITO, SINDROME DO PUNHO DO CARPO, DEPRESSÃO E HEMORRAGIA.
    O INSS NAO A ACEITOU DE VOLTA, PQ A MESMA ABANDONOU PARA RETORNAR SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS. DECORRENTE A ISSO, FAZENDO DIVERSOS TRATAMENTOS, MINHA ESPOSA PASSOU POR CIRURGIA 4 MESES APOS DE ENDOMETRIOSE, POIS NAQUELE MOMENTO CORRIA RISCO DE VIDA, DEVIDO A PROBLEMAS DE HEMORRAGIA E DEPOIS 8 MESES PASSOU POR CIRURGIA DE LESAO NO JOELHO. PERDEU SEUS MOVIMENTOS DA PERNA, ADQUIRIU PROBLEMAS NA COLUNA. APOS 1 ANO CORRENDO EM TODOS OS TIPOS DE MEDICOS, FOI DESCOBERTO A DISTROFIA SIMPATICA REFLEXA E HJ ESTA A ESPERA DE IMPLANTE DE NEUROESTIMULADOR.
    ELA TEM ATROFIA NO MID, QUEDAS FREQUENTES, CAIBRAS,CONTRAÇÕES, PARESTESIAS, FORA A DEPRESSAO.
    GOSTARIA DE SABER SE ELA TEM DIREITO A SE APOSENTAR POR INVALIDEZ, JA QUE ELA NAO FAZ NADA SEM AJUDA MINHA OU DE SUA MAE. NEM AO MENOS VESTIR UMA PEÇA INTIMA CONSEGUE, PEGAR UMA CONDUÇÃO, ANDA COM MULETAS E TODO SEU LADO DIREITO, ATE O FEMUR E O BRAÇO ESTAO COMPROMETIDOS.
    SERA QUE ELA NAO TEM ESSE DIREITO DE SE APOSENTAR, COM TANTOS PROBLEMAS E INCAPACIDADE ASSIM?
    GRATO.

  111. Maria das Graças comenta:

    20 março, 2010 @ 2:33 PM

    Dr. em dez/2009 minha irmã fez uma grande cirurgia na coluna lombar, com colocação de 2 hastes, 3 pares de pinos (parafusos) e enxerto. As dores na coluna que ela sentia, pois tinha algumas vértebras deslizadas, passaram. Mas, atualmente,
    ela sofre dores terríveis nas pernas e pés. Todos os remédios prescritos para ela tomar, não amenizam as dores.
    Teria algum tratamento, novo medicamento, ou algum exame para saber se houve lesão parcial ou total de algum
    nervo por ocasião da cirurgia? Por favor, aguardo uma orientação e sugestão.
    Obrigada, desde já, e um abraço.

  112. florinda comenta:

    21 março, 2010 @ 8:23 AM

    derivado a operaçaõ a anca direita para por protece foi me feito uma compreção no nervo a qual fiquei com a dita dor neuropatica as noites são terriveis estou a ser medicada mas comtinua tudo igual. gostava de saber se ha alguma planta medicinal que me aleviase a dor-

  113. Rosa Bande comenta:

    11 maio, 2010 @ 9:17 PM

    Sinto dores nas duas pernas há mais de 14 anos. Imagine o que é viver sentindo dores todos os dias, dores insuportáveis e sempre com os diagnósticos de “não há causa aparente, pode ser… pode ser…. ” e até hoje não houve um médico que tenha um diagnóstico preciso. Vivo com sonolência por causa de relaxantes muscalares e afins, enfim a vida não é fácil….. Entendo agora que pelo menos posso desabafar com outras pessoas em situações semelhantes, força a todos! Será que alguém pode me dizer se posso aposentar por esse motivo?

  114. Rosa Greghi comenta:

    12 maio, 2010 @ 4:44 PM

    Para Rosa Bande:
    Se você está em São Paulo, tente consulta com Dr.Wellingson Paiva no Hospital das Clínicas, ele trata de Dores, coluna,
    além de ser neurocirurgião. Tente o relaxante “trilax” ou outro similar com a mesma formula, não te dá sono.
    Boa sorte e melhoras.

  115. Rosa Greghi comenta:

    12 maio, 2010 @ 4:51 PM

    Para Rosa Bande:
    Tente consulta com o Dr.Wellingson Paiva no Hospital das clinicas em São Paulo, além de neurocirurgião, ele também trata de
    Dores. Tente usar o relaxante muscular “trilax” ou similar, não vai te dar sono.
    Aposentadoria só se você estiver muito tempo afastada pelo INSS e o perito indicar.
    Boa sorte, melhoras…

  116. Márcia comenta:

    14 junho, 2010 @ 11:33 PM

    oLA TENHO FORTES DORES NO MEU BRAÇO ESQUERDO HA MAIS DE 2 ANOS,CANSEI DE IR AO MÉDICO E NENHUM DELES DESCOBRIRAM A CAUSA,QUERO AJUDA E UMA RESPOSTA

  117. Conceição comenta:

    29 junho, 2010 @ 10:57 PM

    Doutor, tenho 27 anos, quando tinha 18 anos comecei sentir leve dores no meu joelho direito, com o tempo essas dores foram aumentando, hoje sinto fortes dores em parte de minha costela, na verilha, na coxa e no joelho todos do lado direito, sinto que estão inflamados, pois essas dores vêm juntamente com uma queimação.

    Apesar de saber que tenho que ir em um especialista, gostaria de saber mais ou nenos o seu diagnóstico sobre estes sintomas.

    Agradeço desde já!

  118. amarildo comenta:

    16 julho, 2010 @ 11:18 PM

    Há seis meses sinto dores no ânus, pênis, testículos e na coxa esquerda. Tive herpes Zoster justo quando começaram estas dores porem ainda não consegui livrar-me delas. Atualmente faço uso de antidepressivos(luvox), de vitaminas do complexo b(citoneurin 5000) e uma alimentação muito regrada. Ajude-me.

  119. JORGE LUIZ NIELS comenta:

    21 julho, 2010 @ 7:06 PM

    Ola! td bem.por favor ajude-me.fiz um eletroneuromiografia.a conclusão é(DESINERVAÇÃO CRONICA L5 E S1 BILATERAL,COM PIORA DO LADO ESQUERDO.)e agora estou com dor nas juntas nas pernas e muita fraquesa.e piorando.

    fiz uma TOMOGRAFIA: IMAGEM DE GÁS NO INTERIOR DO DISCO DE C6 – C7(FENOMENO DEGENERATIVO)
    ALTERAÇÕES DEGENERATIVAS DA COLUNA CERVICAL
    DISCOARTROSES NOS NIVEIS DE C3 – C4,C5 -C6 E C6-C7.

    REMEDIO QUE TOMO:CITONEURIN (5000) E GABAPENTINA 600MGR.
    GOSTARIA DE SABER SE EXISTE OUTROS REMEDIOS,QUE POSSA FAZER BEM,CHAS,OU ERVAS HOMEOPATICA.

    OBRIGADO POR FAVOR AJUDE-ME….FICO ADISPOÇISSÃO DE QUALQUER PESQUISADOR COMO (COBAIA) PARA DESCOBRIR REMEDIO P/CURA…

  120. renata comenta:

    8 agosto, 2010 @ 10:34 PM

    coloquei um pircing no umbigo faz um ano comecei com febre logo tive que tirar, depois fiquei com dores terriveis no abdomem bem em cima onde tava o pircing tive que tomar varias caixas de alginac e amoxilina e morfina. depois de vario exames apareceu na ecografia da parede abdominal uma bolinha fiz cirurgia, só que ainda continuei com muita dor, o médico disse que a bolinha era um abcesso. o cirurgião me mandou pro tratamento da dor,agora estou tomando oxcarbapezina,amitriptilina e baclofeno, mas mesmo assim se caminho ou dirijo sinto muita dor, remedio so fun ciona se eu fico deitada,doutor não tem outros recursos sem ser só os remédios1que euj devo fazer me ajude estou desesperada

  121. ALEXANDRE comenta:

    6 setembro, 2010 @ 5:43 AM

    alexandre comenta:
    18 julho, 2009 @ 10:49 PM

    Tentei evitar um assalto e fui baleado na região da T12 , o projétil comprimiu minha medula. Já nos primeiros dias consegui movimentar o musculo da coxa esquerda. Faço fisioterapia,e tenho certeza que posso voltar a andar, porém sinto dores horríveis nas duas pernas, dor neuropática. tomo os remédios indicados pelo médico mas as dores não passam de jeito nenhum. por favor me ajude e me oriente
    OLÁ DR :o comentário acima,foi feito por mim naquela data. Não sei se obtive resposta pois troquei o EMAIL por este acima . Continuo tendo as dores , porém elas estão melhores com o uso de LIRICA., porem é muito caro ; ALGUÉM PODE ME AJUDAR. ESCLAREÇO que mesmo com o remédio , as dores ainda são fortes, porém há momentos em que consigo me socializar muito melhor.COMO posso ter ajuda quanto aos remédios LIRICA que é muito caro e não é fornecido pelas autoridades no assunto?

  122. ALEXANDRE comenta:

    6 setembro, 2010 @ 6:04 AM

    como proceder ? por favor DR ; neste caso dificil de muita dor NEUROPÁTICA. dor semelhante a QUEIMAÇÃO , CHOQUE ELÉTRICO , SENSAÇÃO DE COMO SE ESTIVESSE QUEBRANDO OS NERVOS E MúSCULOS DAS PERNAS, SENDO EM MAIS iNTENSIDADE NA DIREITA. MUITO OBRIGADO . QUEM QUISER INTERAGIR SOBRE O ASSUNTO , ENTRE NO MEU EMAIL. VAMOS NOS AJUDAR. EMAIL: x-andi75@hotmail.com

  123. Wagner comenta:

    6 setembro, 2010 @ 8:34 PM

    Oi Alexandre. Meu caso é semelhante ao seu. Tbem foi atingido por 1 tiro na altura da t-11 e t-12, ja faz alguns anos mas as dores continuam. Gostaria de saber + sobre o Lyrica. Meu nome é Wagner sou de Goiania e meu email: gnebrazil@hotmail.com.

  124. ALEXANDRE comenta:

    8 setembro, 2010 @ 1:09 PM

    QUERIDO AMIGO WAGNER ,O LYRICA É UM REMÉDIO QUE ALIVIOU BASTANTE AS DORES, PORÉM AINDA SINTO MUITO. TOMO 600 MG POR DIA , METADE DMANHÃ E METADE A NOITE. O TRATAMENTO É A MÉDIO PRAZO, JUNTO COM O LYRICA É CONCILIADO O METADONA 10MG.VEM FUNCIONANDO BEM JUNTO COM A FISIOTERAPIA ; COMSULTE SEU MÉDICO E PERGUNTA SOBRE ESSA POSSIBILIDADE.BOA SORTE IRMÃO E PENSE EM JESUS , POIS É ELE QUE FAZ A OBRA EM NOSSAS VIDAS, UM GRANDE ABRAÇO.

  125. jurema comenta:

    19 setembro, 2010 @ 5:57 PM

    oi dr fiquei com dor neuropatica por causa de uma neurotomia bilateral mal sucedida então,fiquei com todo o rosto adormecido e com dores insuportaveis estou no hc de sp com bons medicos mas a dor é já porque lá tudo é demorado,preciso de melhorar urgente pois ja penso em tirar com minhas proprias mãos,inclusive ja tentei um vez,vc pode me ajudar?

  126. cassio freitas da silva comenta:

    19 setembro, 2010 @ 7:14 PM

    Fiz uma cirurgia de herniplastia inguinal dia 25/04/10, um mês depois comecei a sentir dor na cirurgia. Foi diagnosticado dor neuropatica. Fiz tratamento com Amitripitilina e pregabalina. O tratamento estava funcionando bem mas tive que interromper devido aos efeitos colaterais da pregabalina(náuseas, depressão, sonhos vividos…).Após dois meses fiz nova cirurgia, mas continuo sentido muita dor. Atualmente estou fazendo novo tratamento com Nortriptilina e gabapentina( começou anteontem) . O médico me disse se não resolver vou ter que fazer anestesico na veia e também um possivel implante de nuroestimulador em São Paulo.

  127. Rosa Greghi comenta:

    20 setembro, 2010 @ 10:41 AM

    Para Jurema..
    procure pelo Dr.Wellingson Paiva no HC, ele trata de dor neuropática, é um médico super bom !!! Boa sorte e melhoras…

  128. eliana zaneratti comenta:

    28 setembro, 2010 @ 12:11 PM

    Boa tarde, comecei a sentir dores na perna direita, limitando meus movimentos, fui ao ortopedista e ele pediu ressonância do quadril direito e o resultado foi o seguinte:pequeno derrame articular coxo-femural à direita e formação cística anexial à direita. Faço caminhadas na esteira e intercalo com pequenas corridas. Tenho 45 anos e ele sugeriu que eu parasse com atividades de impacto e me recomendou hidroginástica, que eu não gosto. Qual sua opinião??Será que não poderei mais correr na esteira???
    Desde já agradeço
    Eliana

  129. Flavía Simone Barbosa comenta:

    1 outubro, 2010 @ 1:59 PM

    Dr. Armando Miguel Junior; Boa Tarde!
    Minha mãe, uma senhora de 68 anos está com hénia de Disco na região S1, sente fortes dores na região da coxa, perna e nadegas. Está toda curvada e não consegue se locomover. Procuramos um ortopedisda e ele receitou Tylex+ codeina de 8 em 8 horas e a dor não passou, voltamos ao mesmo médico e ele retirou o Tylex e continuou com o Codeina, achamos estranho ele retirar o Tylex, mas ele disse que o Tylex deveria ter amenizado a dor porque era muito forte. Procuramos por livre vontade um Neurologista e ele receitou também AMITRIPTILINA a noite. Então ela está tomando Codeina de 8 em 8 horas + Amitriptilina a noite e esá fazendo fisioterapia mas não está aguentando de dor. Já foi feita uma tomografia
    Gostaria, se fosse possivel responder se esse tratamento está correto ou se existe outros medicamentos mais fortes que possam aliviar a dor, minha mãe está sofrendo muito e ela sempre foi muito ativa, sempre fez de tudo e hoje não está suportando ficar de cama, está se sentido incapacitada.
    Desde Já agradeço.

  130. JOSE LUCAS DE CAMARGO comenta:

    27 outubro, 2010 @ 12:57 PM

    BOA TARDE!!
    CARO DR ARMANDO!!
    TENHO LER DORT EM MEMBROS SUPERIORES,LOMBALGIA, E EM FEVEREIRO DE 2010,COMEÇOU UMA QUEIMAÇÃO NA SOLA DOS MEUS PÉS,ESTA ME TIRANDO O SONO,A HORA QUE VOU DEITAR A NOITE A QUEIMAÇÃO AUMENTA!!!QUE FAÇO?,JA TOMEI VÁRIOS
    REMÉDIOS PASSEI VÁRIAS POMADAS E NÃO RESOLVE,POIS JA FIZ TODOS OS EXAMES SOLICITADOS POR TODOS OS MEDICOS QUE PASSEI MAS NÃO TIVE SOLUÇÃO,SERIA POSSIVEL O DR ME ORIENTAR ALGO POIS E MUITO RUIM SENTIR DOR ATÉ NA HORA DE DESCANÇAR,RELAXAR,ME AJUDE? MUITO OBRIGADO

  131. giovani comenta:

    31 outubro, 2010 @ 10:09 PM

    Prezados amigos !

    Não sei se me enquadro nesta categória. Tenho uma dor no rosto já faz 20 anos e ninguém descobre o motivo. Vou dormir e acordo com ela! A dor é mais ou menos assim: é uma pressão (comprimindo) na arcada superior (como se estivesse pegando por dentro…no palato) e fica também formigando, um pouco, a macã do rosto. Ela não é uniforme. Varia de acordo com o meu estado emocional. Quando esta muito forte termina por vim a enxaqueca. Tomo analgésico todo os dias! Se alguém tiver uma luz me avise (giovani.barbosa@ibest.com.br – giovanilbjr@uol.com.br) serei muito grato!
    Muita paz para todos e um fraterno abraço!

  132. MACIANA ALVES DE LIMA comenta:

    9 novembro, 2010 @ 7:23 PM

    BOA NOITE Á 9 ANOS SOFRO COM DORES EM TODO O CORPO, DORES EM SUPORTAVEIS, NO ULTIMO DIA 27 FUI OA MÉDICO E ELE DIAGNOSTICOU FIBROMIUAGIA E ELE ME RECEITOU AMITRIPLINA MAS NÃO VEJO MELHORAS, MEU DEUS JÁ NÃO SEI MAIS O QUE FAZER, ANDO DE MAU HUMOR SÃO 24 HORAS DE DOR, O PIOR É QUE A MINHA PROFISÇÃO É DOMÉSTICA POSSO TODO O DIA EM PÉ MAIS O QUE FAZER EU PRECISO TRABALHAR, O PIOR É QUE NÃO DURMO A NOITE, PASSO NOITES E NOITES SEM DORMIR ESTOU SOFRENDO MUITO COM ISSO EU QUERIA SABER O QUE EU POSSO FAZER PARA OBTER MELHORAS QUÉM SOUBER M FALA POR FAVOR PRECISO DE AJUDA

  133. Rosa Greghi comenta:

    10 novembro, 2010 @ 1:30 PM

    Para Maciana Alves de Lima:
    Se você for de São Paulo, procure o Dr.Welingson Paiva no Hospital das Clinicas, ele é especialista em Dores…..
    Boa sorte.

  134. Maria Efigenia Toledo comenta:

    17 novembro, 2010 @ 6:35 PM

    Boa noite,meu nome e Efigenia e ja estou esgotada de tanto fazer exames e ir em especialistas aqui em Juiz de Fora,já fui em reumatologistas,neurologistas,ortopedistas,neurocirurgiao,angiologista,clinca da dor,hospital varias vezes no final de semana e algumas vezes em um clinico geral,ja fiz varios exames e da tudo normal,convivo com esta dor ja faz 14 anos,só que de uns 4 anos pra ca ela veio so piorando,ja tive varios dignosticos,e so no ano passado que fui em um neurologista e me deu o dignostico de dor neuropatica cronica com contratura muscular,ja tomei tantos medicaçoes que tive que parar pq tenho esofagite de refluxo notei que as medicaçoes estavam aumentando ainda mais as contraturas musculares,tive que pedir meu patrao pra me mandar embora do trabalho e ficar em casa pra ver se melhora,estou assim pior do que um idoso,tenho que ficar controlando tudo,nao posso ficar em uma posiçao mais do que 10 minutos que ja começa a doer,descobri a acupuntura que esta me ajudando muito,mas nao sei como vou fazer para voltar a trabalhar,pq e muito dificil desse jeito,nao recori ao inss pq tenho certeza que nao iria conseguir nada,acho uma injustiça a gente que vive assim e nao tem condiçoes de trabalhar e cumprir horario,ainda mais sem poder tomar remedios,pq meu estomago ja nao esta suportando tantas medicaçoes,ja tomei demais,engordei muito tb,auto estima muito baixa,infelizmente nosso pais não da nehuma estrutura pra gente quando precisamos e por causa de algums que ficam fraudando o inss,nós que precisamos pagamos por isso,ai não sabemos o que fazer,se alguem poder dar uma luz eu agradeço.obrigado.

  135. cinthia comenta:

    18 novembro, 2010 @ 9:03 AM

    BOM DIA ME CHAMO CINTIA E SOU DE SERGIPE, MEU NAMORADO ELE TEM PRESSAO ALTA TOMA VASOPRIL “100MG”ULTIMAMENTE ELE TEM SENTIDO TONTURAS, UNS INCOMODOS NO PEITO DE DORMENCIA NO BRAÇO, NA PERNA ESQUERDA, E SENTE DORES DE CABEÇA TODOS OS DIAS ENTAO SEMPRE TA TOMANDO REMÉDIOS”ANALGESICOS” E ESTOU PREOCUPADA PQ ELE NAO QUER IR AO MÉDICO..SE FOSSE POSSIVEL QUERIA UMA EXPLICAÇÃO PARA QUE EU POSSAR SABER O QUE ESTA ACONTECENDO.MUITO OBRIGADA ESPERO RESPOSTA O MAIS RAPIDO POSSIVEL OBRIGADA

  136. Rosa Greghi comenta:

    19 novembro, 2010 @ 9:11 AM

    Cinthia:
    Peça para seu namorado ir ao Neurologista, a dormência é sintoma de várias doenças..

  137. maria da gloria comenta:

    6 dezembro, 2010 @ 1:55 PM

    pela terceira vez troquei a protese de joelho em 3 anos ainda sinto dores , no exame sequela do fibular longo.

  138. luis claudio comenta:

    8 dezembro, 2010 @ 7:53 AM

    Boa tarde .Meu nome é Luis Claudio Mendes,tenho 47 anos,vou tentar resumir o meu caso. No dia 31.01.2004 sofri um acidente de moto,eu tive fratura exposta da fibula e peronio,fratura no joelho (ele nao articula mais),perdi cerca de 10 cm do meu femur (tenho uma pseudo-artrose),isso na perna esquerda,tive fratura dupla da clavicula esquerda,fraturei a cabeca do femur da perna direita,mas o pior para mim foi a lesão do plexo braquial,que a partir do acidente passei a ter as dores neuropáticas,dores essas terriveis (queimação,choques,pontadas e sensação de aperto),me internei em um hospital em Belem,o neuro-cirurgiao que me atendeu me receitou,clorpromazina,gabapentina,carbamazepina,amitriptilina,tilex e tramal,mas os resultados foram pouco satisfatorio,consegui me internar no hospital Sarah de Brasilia,lá fazendo exames constataram que tive avulsão total dos nervos,então decidiram fazer u
    ma Drezotomia no dia 02.08.2004,mas com 8 dias
    as dores retornaram,fiz entao 7 bloqueios do ganglio estrelado,mas sem resultado,como ja tava internado a 4 meses me deram alta e retornei para casa e continuei com as dores,me internei outra vez no dia 15.07.2005,fiz tratamento com medicamentos ja citados mas sem resultados,retornei para casa,só me restava conviver com as dores,veio a depressão,insonia(tomo dormonid 15 mg),as vezes nao tinha mais vontade de viver,pois alem das dores,tambem nao podia andar por causa das sequelas das fraturas. Voltei a me internar no dia 25.11.2006,e no dia 06.12.2006,os neuro-cirurgiões do Sarah decidiram fazer outra Drezotomia,dessa vez passei uns 45 dias sem dor,mas como da primeira vez ela retornaram,ficaram as pontadas(a que mais incomoda),choques e apertos,(a frequencia das dores pose-se medir em minutos) mas dessa vez fiquei com sequelas, meu lado esquerdo do corpo ficou meio adormecido,parestesia na perna esquerda,tem partes que nao sinto nada ,pelo risco desse tipo de cirurgia a equipe de neuro-cirurgiões

    descartou novas cirurgias,e agendaram para mim um novo tratamento,a estimulação eletro-magnetica cortical,mas ja fazem 3 anos e ainda nao decidiram sobre o tratamento, sofro todo esse tempo,ja fiz e fizeram o possivel para me ajudar,a equipe do Sarah é maravilhosa,mas as dores tão atigindo outras partes do corpo,há um ano começou a doer na escápula esquerda,não sei se são por causa da atrofia ou se são dores neuropáticas,só que são fortíssimas.Conversando com a equipe de neuro-cirurgiões do Sarah, eles acham que um implante de eletrodos não me ajudaria,sairia muito caro e eles não têm certeza dos resultados.

    No dia 06/08/10 me internei no Sarah para outra avaliação,e ficou decidido que chegou o limite do meu tratamento,eles foram sinceros em dizer-me que não sabem qual tratamento executarem para acabar com minhas dores e me deram alta em definitivo.

    Procurei então o HC-SP,lá fui emcaminhado para o IPQ-HC-SP,para a equipe do Centro de Estudo das Dores,chefiada pelo Prof.Dr.Manoel Jacobsen,sob o comando do Dr.Erich Fonoff,fiz um mapeamento cerebral e decidiram implantar um neuro-estimulador ou eletrôdos,no dia 02/09/10,no lado direito do cerebro,usei externamente o gerador por 14 dias,sem nenhum resultado,então dia 16/09/10,fizeram a cirurgia para retirada dos eletrôdos.Houve nova reunião com a equipe do Centro da Dor,e decidiram fazer uma nova Drezotomia,eu contestei pois fiquei com sequelas do 2° Drez e no Sarah descartaram o 3° Drez,mas me garantiram que nada aconteceria,o “Papa da dor” o Dr.Manoel Jacobsen,seria o cirurgião a executar a cirurgia,marcaram a cirurgia para o dia 28/09/10,na sala de anestesia pedi para falar com o Dr.Manoel Jacoben,mas quem me atendeu foi o Dr.Erich Fonoff,e falei de novo sobre meu medo das sequelas no lado esquerdo do meu corpo,me tranquilizaram mais uma vez.Fui operado e quando acordei para minha surpresa/tristeza,tava com parestesia na perna direita,algo nunca comentado por nenhum medico que poderia ocorrer,e o pior,as dores estavam lá,do mesmo jeito que entrei na sala de cirurgia,disseram que a parestesia seria por pouco tempo,mas até hoje está na mesma,as dores idem,tou com o colar cervical,retorno em janeiro para fazer exames e retirar o colar,bem essa é minha história,parestesia nas 2 pernas,dores neuropáticas crônicas,dores escápulares,e pode-se imaginar no que se acarreta tudo isso.

  139. Meirivam Costa comenta:

    26 dezembro, 2010 @ 9:55 PM

    OLÁ PESSOAL! USAREI ESSA LETRA PORQUE É MELHOR PARA LER. OLHA, MINHA MÃE ESTÁ COM NEUROPATIA DIABÉTICA E OS REMÉDIOS QUE ESTOU PROCURANDO SÃO: POMADA DE CAPSAICINA, FEITO DE UMA SUBSTÂNCIA PRESENTE NAS PIMENTAS ( INDICADA PELO NEUROLOGISTA ) E RECENTEMENTE CHEGOU AO BRASIL ( DO JAPÃO – descoberto em 1959! ) UM REMÉDIO CHAMADO BENFOTIAMINE ( OBTIDO DE UMA SUBSTÂNCIA CHAMADA BENTIAMINA ) E ESTÁ SENDO PESQUISADO TAMBÉM O ÁCIDO TIÓCTICO. GOSTARIA DE SABER COMO FAÇO PARA COMPRAR ESSA CAPSAICINA A QUAL É DISTRIBUÍDA PELA Apsen do Brasil Indústria Química e Farmacêutica. Isso é só o que sei. Se souberem de mais alguma coisa, entrem em contato comigo. Obrigada.

  140. Meirivam Costa comenta:

    26 dezembro, 2010 @ 9:59 PM

    Pessoal, o meu e-mail é mctenente@gmail.com Meirivam Costa.

  141. Edna Dias da Silva Oliveira comenta:

    30 dezembro, 2010 @ 10:47 AM

    Bom dia,meu nome é Edna,tenho 48 anos e há pouco mais de quinze dias(16/12/10) fiz uma cirurgia de descompressão medular com artrodese cervical e HDC por via anterior.O neurocirurgião que me operou,foi o Dr Lucas Vasconcellos,por sinal um ótimo médico.Só retornarei em consulta com ele no dia 14/01/11,mas me sinto muito incomodada com dores que venho sentindo,e gostaria de um parecer de profissionais desse blog.Ele retirou 03 hérnias que estavam comprimindo minha medula espinhal e o procedimento foi por via anterior,com um corte de mais ou menos,5 cm,no pescoço,do lado direito.Tenho me recuperado bem,mas de uns dias para cá,venho sentindo dores intensas no ombro esquerdo,como se fosse queimação,ardência,e às vezes,fisgadas…São dores muito fortes,que não passam com qualquer analgésico!Gostaria de saber,se essas dores estão relacionadas à cirurgia,ou se trata de um outro problema…Como devo proceder? Estou fazendo fisioterapia domiciliar,mas são exercícios leves,apenas para dar uma maior mobilidade ao pescoço,e não chegam a me incomodar…O que realmente tem me deixado preocupada,são essas dores no ombro…Gostaria,se possível,de um parecer à respeito.Desde já,agradeço,e aguardo resposta,senão pelo blog,mas pelo meu e-mail acima.Grata….

  142. lucimara de oliveira santos moreira comenta:

    18 fevereiro, 2011 @ 10:35 AM

    eu sofro de uma dor terrivel na coluna eu ja operei o nervo ciatico faz tres anos que eu faço uso de uma bomba de morfina,eu entrei com o advogado para receber auxilio doença e a aposentadoria eu nao consegui por ter parado de pagar o inss agora eu vou entrar com aposentadoria social sera que eu vou consegui eu sofro muito com a minha dor eu tenho 40 anos eu tenho um casal de filho

  143. juremabrandão comenta:

    20 fevereiro, 2011 @ 12:54 PM

    oi dr vc não me respondeu to com dor neuropatica facial bilateral,cusada por uma neurotomia mal sucedida fiquei internada 2 vezes no hc de sp fizeram varios bloqueios, to tomando muitos remedios inclusive morfina agora vão tentar a toxina botolinica, ja propuseram cirurgias mas são todas com muitas sequelas mas as dores estao insuportaveis vou muito ao pronto socorro,vc pode me ajudar me responda dessa vez obrigado

  144. helena comenta:

    1 março, 2011 @ 12:39 PM

    sou camareira de hotel a 5 anos,tenho 48 anos e ha 18 contribuo com a previdencia ,a 1ano estou de licença medica e recebendo o auxilio doença ,tive uma fratura no cotovelo esquerdo ,faço fisioterapia a11meses,nos relatorios medicos dizem assim ,paciente com sequela de fratura da cabeça do radio+distrofia simpatica reflexa associada ,meupunho esta rigido ,meu serviço e braçal ,pois e o mesmo que faxineira ,so muda o nome da profiçao ,gostaria de saber de posso pedir a aposentadoria por invalidez .grata helena

  145. jose comenta:

    10 março, 2011 @ 5:26 PM

    minha amiga levou uma facada e agora esta com dificuldades de mexer o braço ela esta com desnervaçao cronica tem reculperaçao

  146. jose comenta:

    11 março, 2011 @ 5:26 PM

    minha amiga levou uma facada e agora esta com dificuldades de mexer o braço ela esta com desnervaçao cronica isso tem reculperaçao

  147. Vanessa PAvioti comenta:

    15 março, 2011 @ 10:53 PM

    Li algumas expressões e desesperança de ficar livre das dores. Tenho lombalgia crônica há trêz anos, tomei tudo quanto tipo de remédio, fiz acupuntura por dois anos , alungamento faço constantemente e fiz muitas fisioterapias, e nada, ajuda mas não tira a dor. recentemente uma amiga que tem o mesmo problema que eu Consultou com um Neurologista e Anestesiologista e fez uma “Radiofrequência” tecnologia nova no mercado, ainda não sei explicar direiro mas vou no próximo dia 30 consultar. ela tomou anestesia e fez como um “bloqueio! nos nervos que ativam suas dores, acreditem ELA NÃO TEM MAIS DORES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!voltou a vida normal achei uma clínica em Valinhos chama-se NEUROCLíNICA (http://www.neuroclinica.med.br/a_clinica.html) tentem se informar melhor, entre no site e leiam sobre a “RadiofrequÊncia” espero que esta nota lhes dê uma esperança, pois eu estou confiante!!!! Tudo de bom p todos NÓS.
    Vanessa

  148. Sirlene Vedovatto Pitol comenta:

    10 abril, 2011 @ 1:29 AM

    Tenho 50 anos, aos 45 fizeram uma cirurgia de hérnia sem nescessidade. hoje após 07 cirurgias na coluna, tenho 16 parafusos, duas hastes. dois espaçadores , da S1 a T11 são só ferros, agora acima disso 08 eletrodos, e no abdomem um gerador com chip e por fora um controle remoto. tenho a síndrome genética de ehlers Danlos, aracnoidite adesiva, pseudoartrose, parestesia na perna direita e nos joelhos, radiculopatia crônica e agora dores neuropáticas, no qual foi implantado um Neuroestimulador Medular, faço uso de metadona. Tramadol, diclofenaco, zolpidem, cymbalta, espero agora poder diminuir as medicações, faz apenas 15 dias do Implante, mas sinto melhoras significativas, as dores passaram, sinto apenas uns choquesinhos nas pernas, parecem massagens, já estou diminuindo os remédios e está voltando a força nas pernas. Peço que se informem com seus Neurocirurgiões, ou Neurologistas sobre a possível indicação de um NEUROESTIMULADOR. Qualque dúvidas podem perguntar por aqui mesmo, ou Email. SIRLENE

  149. helena comenta:

    18 abril, 2011 @ 12:55 PM

    gostaria de uma resposta pela minha perginta ,por favor

  150. ana lopes comenta:

    19 abril, 2011 @ 10:02 AM

    Olá. Bom dia. tenho a dizer que sofro da perna esquerda há quase oonze anos e nao sei mais o que fazer. já procurei variosmedicos fiz diversos tratamentos sem nenhumresultado. sinto dores, formingueiro, perna pesada e regidez na panturulhla .
    Gostaria que o sr. doutor me desse algumas dicas para o meu caso. Agradeço muito.

  151. elaine comenta:

    22 abril, 2011 @ 12:25 AM

    OLÁ, DESEJO SABER COMO TRATAR MIOSITE CAUSADA POR SYNVASTATINA. SENHORA DE 72 ANOS, DIABETES HÁ 2 ANOS, CONTROLADA POR GALVUS. HIPOTIROIDISMO 30 ANOS (PURAN), HIPERTENSÃO (ANTES TENADREM AGORA ARADOIS + ALDACTONE), COLESTEROL 210 TRATADO COM VIVACOR, BAIXADO O INDICE CONTINUOU TOMANDO A MEDICAÇÃO POR INDICAÇÃO MEDICA POR MAIS 2 ANOS. HÁ DOIS MESES VEM SOFRENDO MUITO C DORES LANCINANTES NOS MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES Q PIORAM A NOITE. JÁ TOMOU, NISULID, CELEBRA, VOLTAREM, LISADOR AGORA, ALIVIUM E ACUPUNTURA. TEVE INFECÇÃO URINÁRIA TRATADA C MACRODANTINA P E. COLI.

  152. Marco Antonio R. Nunes comenta:

    1 maio, 2011 @ 10:44 AM

    Há cerca de um ano e meio , venho sofrendo dores intensas em razão de “Herpes Zoster”. Após algum tempo, por conta da nevralgia pós herpética me foi receitado “Lyrica” 75mg (pregabalina) de 12 em doze horas e meio comprimido de “Amytril” 25mg (cloridrato de amitritilina). Durante algum tempo as dores desapareceram e pensei mesmo que estava curado. As dores voltaram recentemente. Procurei um Neuro, em SP, que me receitou “Trileptal” 300mg, de 8 em 8 horas. As dores até que diminuiram a princípio, mas as reações adversas, (insônia e dores nos rins) parecem ser piores que a nevralgia pós herpética. Devo suspender a medicação e buscar outra mais indicada ? Agradeço a atenção e sugestões de quem tenha passado por isso.

  153. yara comenta:

    1 maio, 2011 @ 5:55 PM

    olá, o meu problema e que sinto choques muito fortes no dente quando vou comer, conversar,sorrir,beijar, escovar os dentes, enfim, já fiz canal e os choques não pararam,o medico me disse que pode ser dor neuropática,e me passou um medicamento(tegretol) mas ele me faz muito mal.gostaria de saber se existe algum outro tipo de tratamento; por favor preciso de ajuda já faz 1 ano que sofro com isso.

  154. LUCIA comenta:

    7 maio, 2011 @ 8:57 PM

    PARA VOCÊ QUE TEM ESSE CHOQUE NOS DENTES E NA BOCA . EU ME TRATO COM UM NEUROCIRURGIÃO DR. EDUARDO BARRETO EM UMA DE MINHAS CONSULTAS CONHECI UM SENHOR COM ESTE MESMO PROBLEMA . APÓS A CONSULTA ELE ME RELATOU QUE O MEDICO DISSE QUE TERIA CURA , MAS NÃO SEI QUAL FOI O PROCEDIMENTO. ENTRE EM CONTATO COM ESSE DR. O TELEFONE É 21-3359-0044 O CONSULTORIO FICA EM MADUREIRA.

  155. LUCIA comenta:

    10 maio, 2011 @ 4:07 AM

    YAEA PROCURE O DR. BARETO EM MADUREIRA RIO . EU JA VI UMA PESSOA COM ESTE MESMO PROBLEMA E TEVE JEITO. 21 3359-0044
    OU ENTRE NO SITE SETEMDOR.COM.BR

  156. Efigenia comenta:

    13 maio, 2011 @ 8:41 PM

    olá,estou dor a mais ou menos 14 anos,só que de uns 5 anos pra ca ela só piorou,cheguei ao ponto de ficar 2 anos sem dormir direito,tomando ansioliticos em doses grandes,mais lyrica,relaxante muscular,remedio de refluxo e muita fisioterapia e nd faz melhorar,quando ja estava no ponto de desespero descobri a acupuntura,mas so me ajuda a levar a vida,pq nao vivo sem dor,pedi meu patrao pra me mandar embora,estou com ajuda de meus irmaos,pq esta muito dificil trabalhar,nao aguento ficar em uma posiçao so mais do que 20 minutos,sinto insonia,choques,fisgadas,falta de equilibrio,dor lombar ate os pes,deficit de atençao,sensaçao de pe inchado,fadiga,queimaçao na sola do pé e gostaria de saber se uma pessoa que sente isso tudo tem condiçoes de trabalhar?vivo uma vida privada de muitas coisas e acabamos ficando uma pessoa chata,pq tudo que somos convidadas nao podemos ir,nd esta bom,pq com dor tudo fica horrivel,como vou provar para os medicos da pericia que tenho o problema,pq meus exames nao tem nd,somente com exame clinico,e muito dificil,enfim nao sei o que sera de mim.

  157. andersow silva comenta:

    22 maio, 2011 @ 5:40 AM

    oi agora ja passa das 05:00 da manha e nao concegui dormi ainda por conta dessa dor .eu ja nao sei mais oq faser ha tres anos atras eu sofri um assidente de moto e tive 1ma fratura de msd perdi o meu braço direito , agora sofro dias e noites c/ essa dor ja tomei morfina fis varias infiltrassoes no musculo mas esses e outros medicamentos somente tornaram essa dor (suportaveu ) tenho muito medo de permanecer assim ja que sofro de varias formas
    interligadas . sinto 1ma dor inssuportaveu no braço direito que eu nem tenho ,se estende pelo ombro durante o dia mas o pior vem a noite que eu nao consigo dormir realmente e 1ma coisa deprimente como se nao bastasse isto as pesspoas achao q estou fingindo estar sentindo essa dor e nao sao tolerante comigo . eu moro c/ minha irma e as vses ela acredita em mim mas so pq ela ve a dor chegando e percebe no meu rosto o sofrimento eu so qro desabafar ja q to vendo que e envao tentar contela parece q ate os medicos nao sao parios p/ ela desejo forssa p/ todos e espero novidades …..

  158. VANDA comenta:

    22 junho, 2011 @ 6:17 PM

    BOA TARDE!
    TENHO 2 HERNIAS DE DISCO E O MÉDICO ME RECEITOU TRATAMENTO POR 2 MESES COM GABAPENTINA.
    ESTOU PRATICAMENTE O DIA INTEIRO NA CAMA…QUANDO LEVANTO É SÓ PARA IR AO BANHEIRO E BEM RAPIDINHO…PARA TOMAR BANHO É UM SUFOCO!!!
    ALÉM DO REMÉDIO SER CARO…PIOREI!!!
    O QUE FAÇO?????????
    ME AJUDEMMMMMMMMMMMM

  159. MARIA LUCIA comenta:

    25 junho, 2011 @ 10:10 AM

    Bom dia!Por favor,preciso de ajuda.Meu marido extraiu um “neurilemoma”da medula,há 4 anos

    Como sequela,sente uma dor lancinante,no pé direito.Gostaria de saber se existe algum tratamento

    paralelo ao convencional,que são os medicamentos:Tegretol e Amitriptilina.

    A dor acentua-se à noite e em dias mais frios,às vezes toma até Amplictil.

    Poderia,nos indicar,por favor,alguma forma de amenizar essa dor,com algum tramento adicional?

    Aguardo,com muita ansiedade e confiança,obrigada

  160. Rosa Greghi comenta:

    27 junho, 2011 @ 2:09 PM

    Para Vanda e Maria Lucia…
    se vocês são de São Paulo, poderiam procurar o Dr.Wellingson Paiva do Hospital das Clínicas, ele é neurocirurgião e especialista em Dores. Trato com ele já a 02 anos e recomendo pois ele é muito bom.
    melhoras a todos…

  161. Carlos Alberto Viana Maciel comenta:

    28 junho, 2011 @ 7:28 PM

    Caso raro de Dor crônica intratável de neurite em cutâneo abdominal, causado por compressão nervosa “Entrapment”, durante cirurgia videolaparoscópica de Herniorrafia inguinal e femoral no Real Hospital Português em Recife.
    Eletroneuromiografia indica compressão T11.
    Paciente foi submetido a uma segunda cirurgia videolaparoscópica para retirada dos clipes cirúrgicos para descompressão nervosa sem sucesso.
    Medicações prescritas para o paciente: Profenid, Luftal, Novalgina, Buscopam Composto, Neurotin (gabapentina), Alginac, Infiltração no local de Triacil – Triancinolona, 3 Ampolas de Dexa-Citoneurin, Tylex. E a queixa do paciente continua, há um aumento da intensidade da dor quando o local é pressionado.
    Desde outubro/2009 que toma diariamente Cloritrato de amitriptilina 25mg e na crise tem a dose aumentada para 12/12hs.
    A partir de junho/2011 foi acrescentado tratamento com “Lyrica” (Pregabalina) 75mg 12/12hs,
    Faz Acupuntura quando não esta em crise.
    ESTÁ SE COLOCANDO COMO VOLUNTÁRIO PARA TESTAR NOVAS DROGAS, NOVOS TRATAMENTOS, NOVAS TERAPIA.
    carlosavmaciel@hotmail.com

  162. rosana pereira ferreiora comenta:

    2 julho, 2011 @ 9:23 PM

    ola meu nome rosana eu operei duas vesescoluna cervical a primeira aprotese soutou e agora tenho uma placa e4 parafusos para completar na 2 cirurgia eu nao sabia que tinha uma protucao discal na lombar e acabei saindo da cirurgia sem senti a perna direita fiquei 3 meses so sentia queimassao os mdicos nao sabian esplica eu fiquei louca de dor remedio varios nao resouviam agora fiz o exame de eletro neuromiografia e descobriram que trmho uma lesao c ronica emvouvendo estruturas proximaiis pregla dulares a l5 e s1 a direita eradicolopatia l5 s1 compressiva nao tenho uma vida normau me simto em capas o meu amprego nao me aceita o nps tanbem nao eu nao tenho dinheiro para compra os remdios eu dei entrada pela justisa federal mais os mdicos me deran auta para completar em baixo da protese que eu tenho deu uma ernia tocando amedula osea nao sei se auguen pode me ajudda aminha carteira esta assinada etenho 1 ano 2 meses que eu estou nessa luta eu estou epranda uma resposta da juiza bianca estamargo para saber o que ela vai faser comigo os peritos a quen ela designou a faser a perici nao deram emportancia nenhuma firam reclamamdo de guamto eles ganhavam chacotmdo na minha cara com se dis deicha ela escutar porque ela deve pensa que ganhamos muinto

  163. SIRLENE comenta:

    15 agosto, 2011 @ 12:47 AM

    Olá, boa noite, meu nome é Sirlene, tenho 50 anos, desde dez/2005 venho sofrendo com cirurgias na coluna lombo-sacra, o que deveria ser uma cirurgia Minimamente Invasiva, estou biônica. tenho a Síndrome de Ehlers- Danlos ( falta de colágeno), Pseudoartrose(ossos não colam) Aracnoidite Adesiva tipo lll ( devido as múltiplas cirurgias na coluna), foram 07, são desesseis parafusos na coluna, de S1 a T11, duas hastes metálicas, dois espassadores, Parestesia na coxa esquerda com desnervação. Todas estas dores e medicações que vocês relatam eu já tomei. Engordei 25 kg. com amitriptilina, mas o Dr. trocou para Cymbalta, um antidepressivo novo e emagreci novamente. Em março de 2011 o Dr. Ericson Sfreddo, de Porto Alegre, fez o implante de um NEUROESTIMULADOR MEDULAR, colocou 08 eletrodos na medula. Este aparelho engana o cérebro e impede que receba a informação de dor enviada pelos nervos. A única coisa que sinto são pequenos choquezinhos nas pernas e região lombar. Tenho um controle remoto que posso mudar o programa, aumentar ou diminuir a intensidade desses sinais. Minha qualidade de vida melhorou muito, parei com as medicações pesadas, faço tres horas de Academia diária, duas de esteira e uma de musculação, cuido do meu neto e da minha casa. Creio de alguns de vocês também possam encontrar a solução de suas dores nesse Mágico Aparelho. Convessem com seus médicos. qualquer dúvida estarei as ordens. Abraços.

  164. SIRLENE ( BIÔNICA) comenta:

    15 agosto, 2011 @ 1:06 AM

    Olá, boa noite, meu nome é Sirlene, tenho 50 anos, desde dez/2005 venho sofrendo com cirurgias na coluna lombo-sacra, o que deveria ser uma cirurgia Minimamente Invasiva, me deixou biônica. Tenho a Síndrome de Ehlers- Danlos ( falta de colágeno), Pseudoartrose(ossos não colam) Aracnoidite Adesiva tipo lll ( devido as múltiplas cirurgias na coluna), foram 07, são desesseis parafusos na coluna, de S1 a T11, duas hastes metálicas, dois espassadores, Parestesia na coxa esquerda com desnervação. Dores Neuropáticas.Todas estas dores que vocês sentem eu também senti e medicações que vocês relatam eu já tomei. Engordei 25 kg. com amitriptilina, mas o Dr. trocou para Cymbalta, um antidepressivo novo e emagreci novamente. Em março de 2011 o Dr. Ericson Sfreddo, Neurocirugião especialista em Implantes de Porto Alegre, fez o implante de um NEUROESTIMULADOR MEDULAR, colocou 08 eletrodos na medula. Este aparelho engana o cérebro e impede que receba a informação de dor enviada pelos nervos. A única coisa que sinto são pequenos choquezinhos nas pernas e região lombar. Tenho um controle remoto que posso mudar o programa, aumentar ou diminuir a intensidade desses sinais. Minha qualidade de vida melhorou muito, parei com as medicações pesadas, faço tres horas de Academia diária, duas de esteira e uma de musculação, cuido do meu neto e da minha casa. Creio de alguns de vocês também possam encontrar a solução de suas dores nesse Mágico Aparelho. Convessem com seus médicos. qualquer dúvida estarei as ordens. Abraços.

  165. a comenta:

    15 agosto, 2011 @ 1:27 PM

    a

  166. Maria comenta:

    31 agosto, 2011 @ 10:38 PM

    Ola , a 1 mes fiz uma artrodese da cervical , ate entaun foi tudo bem ate que começou uma dor no ombro esquerdo , uma dor com queimaçao horrivel tomei tudo quanto e remedio e agora tomo o gabapentina e melhora mais depois de algumas horas a dor volta , antes o que meu medico fale o q eu tenho , peço que o senhor me adiante o que eu tenho ,a proposito essa dor e de matar !

    mande a resposta pro meu email , Obrigado !

  167. RAPHAEL BAPTISTA comenta:

    14 setembro, 2011 @ 1:00 PM

    Tenho dor crônica no maxilar há mais de 40 anos ;atualmente estou fazendo
    aplicação , há 15 dias, de BOTOX, com bons resultados.Este tratamento foi
    prescrito por neurologista.

    Raphael Baptista

  168. antonio andrade comenta:

    29 setembro, 2011 @ 3:20 AM

    A cerca de 07 anos, sofro de neuralgia ou neuvralgia do trigemio. Uma ds piores dores do ser humano. Meu neurocirurgiao, vem tentando resolver o caso com medicamentos como gabapentina, lyrica etc, já tentou me operar alguns anos atras, mas não sei se foi para meu proprio bem, o anestesista não conseguio me intubar. Vinha resolvendo a dor ultimamente com a lyrica, mais infelismente a dor virou crônica, foi sugerido a aplicação do LAZER por odontólogo especialista, mais foi feito qutro aplicação, e até agora parece que aumentou a dor. o que devo fazer continuar com o LAZER, ou tentar cirurgia novamentge aqui em João Pessoa com o meu médico Dr. Ussânio Mororó ou partir para outro centro como a sua Clinica do Dr. Eduardo Barreto no Rio de Janeiro.
    Agradeço penhoradamente alguma resposta.
    João Pessoa, 29 de Setembro de 2011.
    Antônio Andrade

  169. Andreia Regina Bovo Pesseghini comenta:

    1 outubro, 2011 @ 1:49 PM

    Boa tarde, em Dez/2011 realizei uma artrodese lombar (L4, L5 e S1), devido uma espondilolistese e hérnia de disco, após dois meses passei a senti dores mais fortes do que antes da cirurgia, tanto na coluna como na perna esquerda, sendo percebido pelo médico através de Tomo que uma das vértebras continuava deslizando, em JUL/ 2011 reoperei, onde foi constatado que os dois últimos parafusos haviam se soltados, porém desde que operei sinto fortes dores no mesmo local, e minha perna esquerda voltou a formigar, e se não bastasse comecei a perder a força na minha perna esquerda, sendo que não consigo andar normalmente, pois minha perna perde a força e venho a sofrer quedas frequentes, realizei uma eletroneuromiografia, onde consta sinais de desnervação nos músculos quadríceps femural, extensor curto dos dedos e tibial anterior à esquerda, compatível com radicuopatia de L4 e L5 à esquerda, porém meu médico diz para eu ter paciência, que em alguns casos isso acontece, e que aos poucos meus músculos irão reagir, porém a cada dia que passo só pioro, não consigo andar normalmente e sinto muitas dores, vivo a base de tramal, por favor me de uma segunda opinião, me ajude, muito obrigada.

  170. Nete comenta:

    2 outubro, 2011 @ 8:15 PM

    Boa noite, observei que a maioria das perguntas nao tem resposta, espero obter exito. Ha aproximadamente tres semanas adquiri a tal falada, HERPES ZOSTER, estou entrando na quarta semana e a minha dermatologista, acha que estou com NPH porqua a regiao esta muito sensivel ao toque e sinto muita dor. Estou a base de medicamentos tipo carbamazepina + tylex E OUTROS. Acabei de ser demitida, que exames POSSO fazer para comprovar perante o inss a NPH??????Atenciosamente, Nete

  171. jose valdair de lima oliveira comenta:

    5 outubro, 2011 @ 10:40 PM

    Olá Alguem quer trocar experiência, pois tive um acidente de moto 29 de janeiro de 2009, fraturei a tibia direita tive um encurtamento de 3,6 cm, perdi praticamente a panturrilha, porem sinto muita queimação, como a pern estivesse em agua quente, não tomo remedio, normalmente essa dor desaparece ao deitar, deperminado hora do dia aparece. Alguem conhece algum remedio que ja usou e funcionou?

    Agradeço Todos.

    Pessoal Abandonam as Motos.
    MS adverte Moto mata Mais que Carro.

    valdair

  172. carlos alberto comenta:

    3 novembro, 2011 @ 9:04 AM

    Sou portador de “Dor crônica Intratável neuropática em cutâneo Abdominal esquerdo” com sequela de uma meralgia parestésica na coxa esquerda do mesmo lado.
    Tudo em consequencia de cirurgia de hérnias femoral e inguinal por videolaparoscopia, pois tive aprisionamento de ramificação nervosa a nível T11, por clipes cirúrgicos.
    Fiz uma segunda cirurgia para retirada dos clipes e não resolveu, pois o nervo cutâneo foi pinçado.
    Tomei Profenid, Luftal, Novalgina, Buscopam Composto, Neurotin (gabapentina), Alginac, Infiltração no local de Triacil – Triancinolona, 3 Ampolas de Dexa-Citoneurin, Tylex, Amitriptilina.
    Hoje tomo: Cymbalta, Lyrica, Tegretol CR e nas crises Amplictil. Qualquer esforço agrava a dor crônica.
    Faço acupuntura e terapia com Psicóloga, isso há quase três anos.
    Consultei vários especialistas e as notícias que recebo não são nada animadoras… estou aprendendo a conviver com a dor.
    Gostaria de saber se tem algum experimento para a meu caso de dor… sou VOLUNTÁRO para qualquer nova droga, experiência ou qualquer coisa que valha uma definição para minha vida e cure a dor tanto minha e de outras futuras pessoas.
    Carlos Alberto
    (81) 92018005 – 30112061

  173. Marta comenta:

    20 novembro, 2011 @ 6:17 PM

    Olá, meu pai tem uma dor fortissima no pé, passa noites e noites sem dormir, ja foi a vários médicos inclusive a especialistas, ja fez tomografia e nunca dá nada, ja tomou GABAPENTINA , resolveu nos primeiros dias mas logo depois as dores voltaram, ja não sabemos o que fazer, quem pode ajudar? obrigada, abraços.

  174. helena comenta:

    28 novembro, 2011 @ 1:24 PM

    Ola,eu queria saber seu eu posso associar a medicação dolantina com o tramal?
    E qual a sua reação?
    obrigada

  175. Eliza comenta:

    8 dezembro, 2011 @ 3:11 AM

    Olá, tenho 29 anos, faço 30 daqui há 2 meses. Operei a coluna lombar já 3 vezes, vértebras L4-L5, hérnia de disco estrangulada. A primeira vez q operei, tinha 16 anos, fiz cirurgia à laser, e tive uma vida normal durante 12 anos depois da cirurgia. Qdo foi ano passado em março, a hérnia voltou, e o mesmo neurocirurgião q me operou, fez laminectomia, q é um novo método através de agulha q afasta as vértebras p a hérnia ir dissolvendo. O tratamento q o médico passou, foi hidroterapia e rpg. Só q desde então, as dores só pioraram, o neuro q me operou começou a falar q eram dores psicológicas. Minhas mãos incham, meus pés ficam dormente, minha coluna queima e braços e pernas tbm, é insuportável. Antes de fazer a Laminectomia, tomei vários remédios, tais como Tilex, Torsilax, Mioflex, Miosan, dentre outros, depois q operei, ele começou a passar Tramadol. Sem o Tramadol,minhas dores amenizam, mas ñ vão embora por completo. Parei de ir no neuro e passei a procurar outros médicos, fui à 2 ortopedistas, fui até à reumatoligista, fiz váaaarios exames e nd de descobrirem a causa das dores. Até q esse ano as dores só vieram a piorar, até q chegou a um ponto q ñ conseguia andar, eu ficava toda travada e contorcida, choravaaa rios de lágrimas, até q comecei voltar a ir p ps hospitais a tomar tramadol na veia, até q um dia fiquei internada durante 3 dias, um dos médicos da equipe do neuro q me operou estava lá e fez a ressonância magnética, conclusão, a hérnia estava enormeee, completamente estrangulada, toda p fora! Contei ao médico q o meu neuro havia falado q as dores eram da minha cabeça, e ele falou q iria dar um puxão de orelha nela, q se eu ñ operasse, minha vida ia acabar, pq ia perder tds os movimentos das pernas e dos braços e ia ficar só em cima de uma cama. Disse q eu tinha q colocar um espaçador e 4 parafusos. O neuro q me operou, sabendo do acontecimento, logo ligou p minha mãe, p eu ir no consultório dele, e realmente se convenceu q tinha q ter dado ouvido às minhas reclamações. Só q fui a outro neurocirurgião p uma terceira opinião, e ele disse a mesma coisa, além de dizer, q teve uma paciente q operou c ele, e ela quase morreu na mesa de operação, pq a pressão dela subiu, sem contar q ela o está processando, pois o parafuso foi mal colocado. Ele é maluco em dizer isso p mim e ainda achar q eu ia operar c ele!! Enfim, resolvi operar c o mesmo neuro q me operou das 2 vezes, ele é considerado um dos melhores neuros do Brasil, foi até no Jô Soares em setembro, prefiro em ñ dizer nomes. Enfim, fui operada, c ele e c outro, os 2 me disseram q em 3 meses eu ia ter uma vida completamente normal e nunca mais ia sentir dores! Hoje está completando 8 meses q operei, q coloquei espaçador e 4 parafusos, faço hidroterapia, fisioterapia e caminhadas, no início o neuro da equipe q me diagnosticou, tirou o Tramadol e colocou o Paco, passou tbm Diazepam, dentre outros q o meu organismo só rejeitou. Conclusão, meu organismo já tá viciado no Tramadol, passei a tomar 2 de uma vez só, pq parou de fazer efeito, fui p psiquiatra, ela passou os mesmos remédios q os neuros passaram, voltei ao neuro q me operou 2 vezes, pq o outro da equipe dele, já tava falando droga, querendo tirar o corpo fora. Tds os remédios q tomei me fizeram mal, tanto antidepressivos quanto p dores. Tenho crises de ansiedade horríveis, meu sistema nervoso tá cada vez pior, tenho tonteiras, tremores, minha vista lateja sem parar, meu corpo ficou dependente de remédios, principalmente do Tramadol, as dores continuam cada vez 1000 vezes piores, só depois dessa última operação,já fui parar no hospital mais de 4 vezes, minha vida tá completamente acabada, há quase 2 anos q minha faculdade tá trancada, faltando um ano p eu me formar, o curso de inglês q era td p mim e q só tirava 10, 9, agora, tiro nota baixa, ñ posso trabalhar, ñ posso ir num shopping, resumindo ñ posso mais ter uma vida normal, ás vezes sinto vontade de só dormir e desistir de tudo, pq ñ tenho mais vida. Mudei minha vida de vários aspectos, comprei cadeira ergonômica, daquelas caras, p ver se melhorava, p eu ñ sentir mais dores enquanto sentava, tive q mudar de desktop p notebook, mas tbm ñ adiantou, ñ posso ficar muito tempo sentada nem em pé q quase desmaio de tanta dor, só tenho tido gastos, minha vó tá agora arcando c tudo e a renda dela tá baixando. Pra completar a pressão da minha família, achando q ñ faço nada p me esforçar, uns dizem q até paraplégico trabalham, outros falam q é psicológica, ñ tenho apoio nem mais da minha mãe, q teve AVC e me culpa por eu ter sido a causa, sem contar q ela se afastou de mim, pq diz q eu e minha vó só levamos problemas p ela, pois moro c a minha vó de 87 anos e a pobrezinha sofre, chora e até emagreceu de tanto ver o meu sofrimento e ñ pode nem mais compartilhar isso c a minha mãe, pq ela ñ quer mais se envolver nos meus problemas, qdo veio aqui em casa depois q teve o AVC, foi p me cobrar as dívidas q fiz no cartão dela, pois comprei lingeries p vender, e comprei no cartão dela, pois ñ tenho cartão e nem meios. Sem contar, q uma das vezes q fui p o hospital, o marido dela me levou de carro, e ela e minha tia saíram do carro e qdo eu fui sair, eu estava bem atrás do banco dele, qdo coloquei a perna p fora, ele arrancou c o carro e quase me arrebenta toda, senão fosse minha tia lá,gritar e me segurar, e mesmo assim ele ñ parou, eu acho q nem estava aqui agora, e p completar a minha tia falou p minha mãe q ele é louco e minha mãe ainda o defendeu dizendo q ele estava nervoso, enfim, ela só o defende e eu q me dane c a minha saúde, pq ele ñ me suporta, e só o olhar dele já me culpa de acho de até eu existir. Para finalizar, o meu médico tirou o Tramadol de novo e colocou Dorflex e Tilenol, só q os 2 ñ fazem nem cosquinha em mim, então voltei a tomar Paco, pq o Tramadol estava quase me matando, mas ñ tá adiantando muito, minhas mãos continuam a inchar e sinto dores sem parar, q quase tds os dias choro sem parar. O neuro agora quer tentar fazer uma infiltração na coluna, p descompressão dos nervos, mas disse q ñ sabe se vai adiantar muito. Oq vcs acham? Eu estava pensando em passar a ver no Hospital Sarah aqui no Rio, pois dizem q é ótimo, mas ando tão desanimada de tudo q nem sei mais, ñ tenho mais forças p nada. Alguém pode me ajudar, pois vai fazer 2 anos q tô nessa luta e ñ aguento mais. Obrigada.

  176. Claudemir comenta:

    9 dezembro, 2011 @ 9:08 AM

    Bom dia, tive uma compressão na cervical C3 C4 C5, começei a sentir em setembro de 2005, em maio de 2006 foi feita a descompressão e colocado uma prótese na região cervical, mas as dores continuam e muito, as dores são da cintura pra baixo, meu intestino não funciona mais como era, vou ao banheiro a cada 7 e até 10 dias, é um sofrimento que a cada dia que passa mais dificil de aguentar, fiz fisioterapia, acupuntura, terapia com piscina aquecida, tomei Gabapentina, codeina, paracetamol, norttriptilina, amitril, e outros que não me lenbro agora, ou seja só não tomei morfina porque os médicos não autorizam pois eu já pedi. As dores são queimadas, queima o dia inteiro, tenho que tomar remédios para dormir, minha vida virou um sofrimento enorme não acho mais graça em nada, e não sei mais o que fazer. Se alguém souber como aliviar essas dores por favor me ajudem.

  177. arnoldino branco cordeiro comenta:

    20 dezembro, 2011 @ 7:37 PM

    ola tudo bem? bem começo assim do lado direito do pulmao.começor a dar umas dormençia.depois começo a queimar e depois a doer mais tipo assim.quando eu me mecho nao doi e ja tem oito messes isso o que tenho que faser.

  178. arnoldino branco cordeiro comenta:

    20 dezembro, 2011 @ 7:39 PM

    e sinto umas tonturas

  179. TANIA MARA comenta:

    11 janeiro, 2012 @ 4:19 PM

    Devido a graves complicações de hérnia de disco L5-S1 e após vários ttos conservadores e sem obter resultado positivo fiz duas cirurgias de coluna lombar: a 1ª em Jan 11 Artrodese col.lombar, coloquei 06 parafusos, enxerto ósseo e descompressão do nervo da coluna. As dores não melhoraram e não obtive melhoras com uso de diversos medicamentos, nova ionternação para tto endovenoso e nada e em Abr 11 tive que fazer nova cirurgia para retirada de fibrose do forame neural. As dores nunca regrediram , faço acupuntura e uso rotineiro de morfina para aliviar um pouco as dores.Mas estas não cessam por inteiro.Tenho serias limitações(não consigo ficar muito tempo em pé e nem sentada, e não consigo andar por muito tempo nem mesmo dentro de casa, não consigo fazer tarefas diárias e nem mesmo as mais simples ). Ainda adquiri uma Fibromialgia que está me tirando do sério. Sou funcionaria federal ,afastada há mais de 01 ano, estou com 46 anos e 2vou fazer 25 anos de servi~ço, será que tenho direito a aposentadoria por invalidez?

  180. jose paulo comenta:

    21 fevereiro, 2012 @ 2:32 PM

    estou a mais ou menos seis meses com neurite pos traumatica me atacando os mes pes chega a inchar sem falar nas dores que sao insuportaveis.a medica passou amtriptilina com gaba pentina nao fes efeito agora passou amitriptilina com gabamarzepina poxa so muda o nome pois a indicaçao e a mesma e tem mais: inibe o libido e o orgasmo sem falar na cara de pau que temos que fazer para a esposa que com certeza vai canssar de tanto esperar aludem por favor

  181. raquel comenta:

    23 fevereiro, 2012 @ 8:47 AM

    Minha mae tem dores cronicas da cintura para baixo, toma morfina de 3em 3 horas, ja passamos por muitos medicos e ninguem consegue aliviar as dores,esta dificil de assistir a tanto sofrimento.
    Em curitiba, fui a dois lugares para tratamento, os medicos trocam de remedio e depois desistem, sao 15 anos assim
    Tem alguma sugestao, para me ajudar?
    Eles dizem que os musculos tem nos, e esta muito dificil de mexer, eu nunca ouvi dizer.

  182. Jarky comenta:

    2 março, 2012 @ 1:17 AM

    Preciso de ajuda e orientação, a uma ano operei da lombra de l3 a s1 ecoloquei 6 parafusos a 5 meses sinto muita dor que não passa só alivia com as medicaçãoes por questões de hora. Estou desesperada pois não aguento mais tanta dor > Não tenho condições de trabalhar, não tenho vida social e estou quase em processo de separação. Meu medico já não sabe mais o que fazer. Se alguem souber por favor se pronunciem.

  183. Sergio comenta:

    16 março, 2012 @ 2:39 PM

    Tive lesão de plexo braquial (C5, C6, C7 PARCIAL) devido a acidente. Sinto dores 24 horas por dia em forma de queimor e compressão no ante braço e mão. Ja tomei lyrica, gabapentina, codex, amitril, rivotril entre outros sem muito resultado. . Dexametasona tambem deu resultado mas é corticoide e nao pode ser usado por muito tempo.Atualmente tomo metadona e tem dado bom alivio mas nao elimina a dor…é um remedio muito forte, com efeitos colaterais e pode causar dependencia, por isso vou tentar o bloqueio do ganglio estrelado p ver se reduz ou elimina a dor sem depender de remedio. Rivotril ajuda a dormir, e só, mas ja é alguma coisa. É muito desanimador sentir dor o tempo todo sem ter perspectiva de melhora mas a gente nao pode perder a fé e a esperança que um dia melhore. Quando a cabeça ta legal a dor parece que diminui. Otimismo é um santo remedio. Fiquem com Deus. Espero ter ajudado.

  184. raquel comenta:

    16 março, 2012 @ 3:07 PM

    Conversando com muitas pessoas que sofrem dessas dores, e minha mae, que esta ha 15 anos sofrendo , descobri muitas pessoas que melhoraram muito e muito , com o pilates e a ginastica holistica, pessoas que tomavam morfina injetaval e que em menos de 3 meses estao sem muiras dores e sem bengalas.
    Foi um ortopedista que pediu que a minha mae tentasse.
    Pois acho que se nao eliminar a dor, vai baixar a qtidade de medicamento e fazer o efeito necessario.
    Mnha mae toma metadona, morfina dimorf, chora o dia inteiro.
    Vou tentar, e depois passo a vcs o resultado.
    Sem brincadeira eu ja passei por 15 medicos nesses 3 anos, e nada.

  185. Claudecyr comenta:

    20 abril, 2012 @ 8:08 PM

    Dr armando, por favor, preciso de sua opiniao em relacao a minha dor. A 5 anos, venho sentindo uma dor na coluna dorsal , no tipo queimacao e ardencia. Fiz TC e RM os quais acusaram estenose foraminal t8 a t11 , ollp, discopatias . Fiz cirurgia para descompressao foraminal a 2 meses, foram implantados 14 parafusos. porem a dor em queimacao nao passou. Minha dor e’ somente em ardencia e queimacao e somente nesta regiao. Nao sinto formigueiros nem dormencia e nem choques eletricos. Quando me deito, a dor chega a zero. So queima e arde na posicao sentado e de pe’. Nao me incomoda usar roupas. A queimacao e’ profunda. Na RM tambem acusou discopatias e ossificacao do ligamento long. Posterior bem no local da dor. Dr armando, isso que eu sinto a 5 anos, e’ dor neuropatica? Melhora um pouco com gabap e tramal. Sera que com o tempo, esses nervos que ficaram comprimidos, se regeneram? Abraco e parabens pelo blog. Tenho 46 anos.

  186. Dr. Armando Miguel Jr comenta:

    21 abril, 2012 @ 10:04 AM

    Claudecyr,
    A dor pode ser de compressão nervosa e quanto o nervo foi lesado e quanto pode recuperar pode ser entendido com o exame de eletroneuromiografia. Consulte um médico neurologista a respeito.

  187. Isa comenta:

    4 maio, 2012 @ 5:05 PM

    Boa noite dr.
    Há 4 anos que venho sentindo uma dor junto da omoplata direita, fiz rx e a minha coluna na zona cervical não está muito “direita”, entretanto fiz fisioterapia e tinha um “nó” no tendão junto da omoplata. Acabadas as sessões de fisioterapia as coisas melhoraram. Passado pouco tempo as dores voltaram e o “nó” continuava lá. Era uma tendinite. Mas desde que me disseram que o tinha até desaparecer (com muitas massagens) passaram 3 anos. A verdade é que agora, passados 4 anos do primeiro diagnóstico dói-me o braço direito, ombro, por vezes até a cintura (mais junto da coluna), tem dias que a coxa e os gémeos. Estou desesperado pois não sei o que fazer. Ando a ser medicada com diazepan e paroxetina pelo neurologista, não sei se tem relação. Que faço?

  188. Alessandro Soares comenta:

    8 maio, 2012 @ 6:06 PM

    Me chamo Alessandro tenho29 anos e sofri um acidente de moto no dia 25 de dezembro de 2011,tive fratura exposta no joelho e perdi quase toda a patela e uma lesao no plexo braquial que me causou a perda do movimento do braço direito e muitas dores neuropaticas.Fiz cirurgia do plexo após 4 meses do acidente mas continuo sentindo dores horriveis e sem movimentos.Tenho fé em Deus q um dia eu volte a vida normal ,sempre gostei de musculaçao e esportes.E faço um apelo a todos q larguem as motos e quem deseja comprar uma q pense bastante nas consequencias,muitas vidas e familias sendo destruidas por conta de moto.Quero manter contato e trocar experiencias c pessoas q tiveram tb essa lesao no plexo braquial,meu msn é: alessandro_revolution@hotmail.com fiquem todos com Deus e que continuemos a luta

  189. maria helena andrade comenta:

    29 maio, 2012 @ 10:23 AM

    Bom Dia Dr.
    Me chamo Maria Helena sou portadora de Radiculopatia cronica C5-C6 bilateral e L4-L5 e L-5-S-1 bilateral,e ainda sindrome do tunel do carpo bilateral de grau moderado a direita e leve a esquerda conf. .minha eletroneuromiografia de 11/01/2012 tomo gabapentina 300mg +Tramadol 50mg a 4 meses e melhora e pequena ,não tenho amparo do inss pois minha pericia foi negada so restando recursso judicial,entao procuro tratamento alternativo para minha doença,e de preferncia pelo SUS,moro em São João Batista SC,por favor Dr. se conhecer algum tratamento altenativo lhe agradeço.
    Atenciosamente,
    Maria Helena.

  190. mary comenta:

    29 maio, 2012 @ 10:08 PM

    boa noite .
    minha mae tem diabete,tem uma dor no pe,uma ferroada ,e ta injado o pe, do pé sobe ador ate a quadril do lado direito,me de uma opiniao,ou indique um remedio,ou dr .muito obrigado.

    balsas maranhao

  191. Nathalia Rezende comenta:

    4 junho, 2012 @ 5:19 PM

    Ola pessoal sou Nathalia sou do Parana.. Pessoal eu tenho dor neuropatica cronica tenho 23 anos em dezembro de 2010 descobri um tumor mbenigno no pulmao com 10 centimetros ja. Sofri muito porque ele era um tumor que nasceu em 3 vertebras da coluna e veiu para o pulmao. E u nao tive como fazer particular entao tive que espera pelo SUS fiquei acamada ate conseguir tira em março de 2011 com 17 centimetros os medicos disseram aminha mae que eu iria ficar com sequelas graves por mexer muito na coluna na cirurgia mas DEUS nao deixou a unica sequela que eu fiquei foi com muita Dor e passando o tempo e fui persebendo que nao passava, alias so piorava ai fui diagnosticada com a DOR NEUROPATICA to tentando v iver a cada dia e muito dificil viver com dor eu tomo AMITRIPTILINA,DONAREM,LIRICA,METADONA usei 8 meses morfina, tomei tambem GABAPENTINA,CODEINA,TRAMAL,CODEINA enfim tomei de tudo e ainda tenho muita dor nao trabalho, nem tenho mais uma vida social normal a familia se afastou a maioria dos amigos tambem a minha sorte e que tenho um marido e uma mae incriveis que me ajudam em tudo gente eu fiz uma comunidade convido a todos que sofrem entrar e COMO VIVER COM DOR NEUROPATICA, meu email e NathaliaRezende23@hotmail.com peço a vcs que entren em meu e-mail pra trocarmos experiencias beijos fiquem com DEUS.

  192. valmira cavalcante comenta:

    5 junho, 2012 @ 10:25 AM

    meu irmao esta paraplegico devido a tiro por arma de fogo a dois meses , e ele sente muita quimação nas pernas e sente os pes formigarem muito ,queria saber se isso pode ser bom pra ele , ou se ele vai ficar sempre sentindo essas dores , do quadril pra quase perto do joelho ele ja sente alguma coisa , tipo quando puxamos o cabelo da perna dele , gostaria que mim esclrarecesse essas duvidas ele ta sofrendo muito , ele tem 23 anos , obg: espero que possa mim ajudar .

  193. monyck comenta:

    11 junho, 2012 @ 9:02 AM

    LIDIA costa, sei que vc mandou o seu comentario faz tempo mas caso vc encontreo meu recado me procure… monyck.leite@craz.com.br pois tenho 26 anos e o mesmo problema que vc…dor neuropatica,tb nao uso sutia…a mesma historia…ja sou casada ha 4 anos e provavelmente nao terei fihos…nao consigo ficar sem os remedios,prioncipalmente a morfina…vamos trocar figurinha…abracos…mais nao apertado pq doi..rsr

  194. Lupercino comenta:

    12 junho, 2012 @ 8:16 PM

    OLA fiz uma cirurgia da coluna servical a 2 anos mas ate hoje sinto muita dor no pescoço e nos onbrus plincipalmente do lado esquerdo que foi retirado as ernias e colocado a placa e os parafuzos, nos meus ixames de resonancia magnetica aparece que depois da artrodese agora esta com espondilose ; para dormir e ruim viro na cama a noite toda ;pegar peso tipo carregar sacolas de supermercado com volumis basicos emtre 10 quilos por uma distancia de nem 700 metros do mercado mais perto da minha casa sinto furmigamento nos dois braços e dor nos onbros isto e costante .sendo que faço uso costante de medicamentos para dor sao dois tipos fora o neurotin que e muito forte mas continua as dores chatas que esta me estressando ja nao sei mas o que faser .A esqueci de dizer que tambem ja fiz varias infiltraçoes nataçao e fiselterapia parece que no meu caso foi inutio nao deu serto . se alguem quizer comentar ou me dar uma sujestao sera muito bem vinda .fiquem com DEUS .

  195. Adilson comenta:

    17 junho, 2012 @ 5:25 PM

    Ola sofro de dores na minha perna direita desde meus 12 anos de idade,hoje estou com 25 anos,não consigo mas praticar esportes não consigo mas correr e tão pouco ficar muito tempo em pé e andando,estava trabalhando de segurança e acabei deixando o serviço por causa que não me aguentava de dor na perna,essas dores sempre ficão nunca melhorão,ja tomei remedios ja fui no medico,e ja não sei mas o que faço porque nem mesmo trabalhar eu consigo por causas dessas dores…

  196. Dimitrios comenta:

    18 junho, 2012 @ 1:09 PM

    Estou com dores, nas tbias, a dor não é no osso, mais na pele, sinto dor ao togue e frieza, há um mês. Sou diabético. Porem antes de ir ao médico preciso saber do que se trata, para melhor procurar um especialista.
    Obrigado.

  197. cristina comenta:

    26 julho, 2012 @ 5:10 PM

    Faz um ano que tive dengue depois de 4 meses do caso de dengue, apareceu uma dor lombar muito forte fiz varios exames inclusive tumogarfia dos rins mas não era nada com os rins depois com os meses foi desencadeando queimação nos pés, nas mãos, e na boca, dor nos olhos , formigamento no corpo, câimbras, fraqueza na musculatura e dor muito forte na face, novamente esse desconforto de passar por vários médicos, vários exames de sangue foram feitos, inclusive de enzima, ressonância do cérebro e todos os resultados normal, ate questionei a neurologista sobre esclerose múltipla mas graças a DEUS foi descartado, só que essas sensações e essas dores não passam é horrível, tenho lido muitos relatos sobre fibromialgia mas como ter certeza se é, porque fibromialgia não aparece em nenhum exame e li também sobre problemas nos nervos periféricos que pode provocar essas sensações mas se fosse problemas com esses nervos apareceria na ressonância? Por favor se puder me responder ficarei grata, abraços

  198. ALESSANDRA comenta:

    12 agosto, 2012 @ 2:57 PM

    Tenho pinicação e queimação no corpo todo, dá impressão que é no sangue.. sofro demais poiis a pele tem de respirar onde uso mto pouca roupa…nossa é terrivel queimae coça dilacerdamente pareece um espinho nocorpo..fui diagnosticada pelo neuro como disestesias e parestasias..alguem sofrio desse tipo de sintoma como eu?? me escreva por Amor de Deus! meu emai é: alessandra_rborges@hotmail.com

  199. Ricardo comenta:

    20 agosto, 2012 @ 2:52 PM

    Boa tarde
    A 9 anos sofri um acidente e fiquei paraplegico, desde então sinto muita dor, queimação e formigamento no corpo e nas pernas, por varios anos tomei diversos medicamentos entre eles gabapentina e amitripitilina, mas nunca fizerão efeito, atualmente não estou tamando nenhum remédio, mas sinto que as dores e queimção ardencia e formigamento estão aumentando, a sensação de desesperança e depreção estão aumentando, que conselhos podem me dar, ha algum remédio novo?

  200. silvio fco b lima comenta:

    5 setembro, 2012 @ 9:47 PM

    Dor nos testiculos cronica?
    a 06 messes estou sentindo fortes dores nos testiculos , que sao como pontadas , queimação e a noite fica insurportavel , 1º consultei com um urologista que me pediu utrasom da bolsa escrotal , utrassom com dopller dos cordoes espermaticos e teste de toque da prosta , todos esses exames normais ele concluiu que era orquialgia cronica e me receitou antinflamatorios , so q sem sucesso a dor contiuou, ai fui ao endocrinologista pois tenho diabetes a 06 anos e minaha idade é 41 anos, o endocrinolosta me receitou acio-alfa lipolico suspeitado que seria neuropatia , então procurei um neurologista que me pediu exame de neuromiografia e doppler venoso dos menbros inferiores ao quais deram normais , mesmo assim ele me receitou complexo b e amitripilna 23mg e gababetina 300 , e dor continua e nao consigo dormir , alguem teria algunha dica o se ja passou por este mesmo problema

  201. gerusa fernandes comenta:

    11 outubro, 2012 @ 4:16 PM

    olá gostaria de informaço~es sobre os direitos de quem possue neuropatia fibular motora axonal, e saber também o que é realmente esta doença ,no meu caso expecífico, esse tipo de neuropatia,

    fui diagnosticada com ela e desde então mim sinto perdida, pois leio muito a respeito e cada vez que leio mim assusto mais,não se dou continuidade a minha vida aos meus progetos, pois a dor é insurpotável. E dentre as minhas leituras, vi em um artigo que diz que o portador de neuropatia do tipo axonal é considerado um deficiente , então quero saber se é mesmo. E quais são os meus direitos , no caso de transporte público, concursos públicos, escola, cursos, se devo mim encaixar no quisito “deficiente” quando perguntam se possue alguma deficiência física, pois estou sem saber como responder a tais perguntas. muito grata ficarei pelas respostas, desde já agradeço.

  202. cátia rodrigues comenta:

    10 novembro, 2012 @ 4:44 PM

    olá gostaria de saber a medicina já descobriu algum tratamento para a paraparesia espástica familiar, além de fisioterapias, aplicações de botox ajudam? cirurgias? minha mãe esta com esta doença faz muitos anos que ela já anda devagar e caia fácil spo que agora ela está perdendo o equilibrio e quando cai não consegue levantar, e sente dores anda arrastando as pernas e os médicos que fomos não conhecem a doença e quando conhecem é muito pouco. Por favor me ajude!sou muita grata se puder me ajudar, por ser uma doença rara encontro dificuldades em encontrar informações!

  203. Lindolfo comenta:

    7 março, 2013 @ 3:40 PM

    Eu sentia muitas dores neuropaticas, e comecei por conta propria a tomar o acido tiòcitico, e obtive mais de 70% de melhoras nas dores, pesquisem..

  204. Ricardo Bagli D´Andrea comenta:

    23 março, 2013 @ 10:00 AM

    Olha, hérnia de disco em L-4 e L-5, fortes dores que irradiaram dois anos e 5 meses consecutivamente sem ao menos ficar um dia sem dor, depois de 1 anos, desiste de remédio via oral, mais uns dois meses, foi a vez de desistir de medicamentos endovenoso, conviver com dor se tornou normal.
    As pessoas da família sempre viam e todos falavam: ” Nossa você é tão novo, como assim, ainda está com dor ? ” …em fim, já estava até evitando parecer que tinha dor, até algumas reportagens de escola de atores pesquisei, foi bom, pois aprendi algumas técnicas de representar, ou melhor mentir.
    Então, como já estava dizendo, fiz de tudo, fisio, hidro, osteopatia, acupuntura, umas 25 sessões, pilates piorou, fiz pouco, em fim, desisti. Comecei a escutar com dois anos com fortes dores que o único jeito era cirurgia, ficava assustado, pois um médico já até me adiantou que poderia comprar carro com desconto, pois como seria um aposentado precoce, o governo tem uns incentivos fiscais pra ajudar essa galera que sofre com esses tipos de dores….achei mui legal…saí de lá muito feliz……querendo comprar um calibre 12, isso sim…..
    Foi quando me falaram do MAKENZZIE, uma técnica fisioterápica que vem do nome de quem descobriu, e descrente do que viria ser o resultado, dessa vez, nem fui fazer, e muito menos pesquisar sobre esse método. Nessa época, depois de 2 anos e pouco, já tinha conseguido ter o hábito de saber como me comportar frente a família, interpretar e mentir quando as pessoas me perguntavam se havia sarado…..
    ……..mudava de assunto e resumindo, pra um meio entendedor um semblante basta.
    Quando um dia resolvi pesquisar e fui fazer uma sessão de MAKENZZIE, na segunda sessão DEUSA QUE SE CHAMAVA SOLANGE, POIS A CHAMO DE DEUSA, POIS PEDIA MUITO A DEUS, E ELE COLOCOU UMA DEUSA EM MEU CAMINHO.
    Resumindo para vocês que tem dores como eu tive, na quinta semana, uma vez por semana, não irradiava mais minha dor e estava sem dores…..eu não acreditava…cheguei a chorar uns dias sozinho em casa de alegria, voltei a sonhar, estudar, ter prazer, até me emociono quando lembro …
    Essa é minha estória.
    Ricardo A. Bagli D´Andrea facebook RicardoBagliDandrea

  205. hebe macedo comenta:

    27 março, 2013 @ 11:35 PM

    Prezado Dr.
    Ha tres anos que venho com os pes doido, ja fui a tantos medicos que perdi a conta, finalmente encontri um medico que disse estar com neuroma de Morton, tinha que operar. certo operei e fiquei com o pe dormente o pe direito. O ESQUERDO EU SINTO DORMENTE e as vezes queima e arde. Por favor me de uma sugestao.
    Agradeço
    hebe macedo

  206. edna santos de moura comenta:

    24 outubro, 2013 @ 3:48 AM

    Ola! Por favor preciso de ajuda… quando estava gravida de 7 meses meu pai faleceu e fiquei muito abalada emocionalmente e apartir disso comecei a sentir dores na planta dos pes, quando completei 8 meses de gestaçao minha filha amada de 6 anos tambem faleceu, ai meu mundo desabou e aquelas dores na palnta dos pes se intessificaram…. send o: dores fortissimas no peito do pe, dedao e dorso do pe extremamente doloridos, inchados, queimaçao, uma dor insuportavel a ponto de nao dormir…. apos o nascimento da minha filha, as dores nos pes pioraram hoje ja nao ando, procurei diversos medicos todos dizem que nao sabem o que eu tenho que e psicologico, fiz ressonancia magnetica e tudo normal, mostrou apenas uma leve inflamaçao no tendao devido ao forçar da marcha… exames de sangue para reumatismo, artrite, artrose, gota, deu tudo negativo. nao estou tomando nenhum medicamento, e tudo que eu tomo parece que piora….
    Sintomas hoje sao:
    -dores fortes e constante, nao para nunca nos pes, sendo mais intensa no peito do pe, dedao, segundo e terceiro dedo, dorso do pe, arco do pe.
    -queimaçao, inchado, dormencia, pontadas, agulhadas.
    -espasmos involuntarios dos dedos dos pes.
    -dormencia na panturrilha, coxa, inchada, e quando fico de pe ou sentada tambem apresenta ateraçao de cor ficando vermelho escuro/roxo.
    -leve dormencia nas maos.
    -alteraçao da cor dos pes, quando sentada ou em pe, ficando vermelho escuro, tipo roxo.
    -nao consigo esticar as pernas, sinto como se o nervo tivesse curto, alem das fisgadas que sinto.
    -nao estou mais andando.
    -sinto o nervo puxando os dedos.
    -nao durmo ja faz mais de 3 meses.
    -meu pe ja esta ficando deformado.
    Alguem por favor pode me ajudar, pois os medicos da minha cidade, nao sabem o que eu tenho….. ja nao aguento mais…

  207. edna santos de moura comenta:

    24 outubro, 2013 @ 3:54 AM

    Meu e-mai ednasantosdmoura@gmail.com
    Lembrando que eu tenho estas dores nos dois pes e o mais problematico e o pe direito, ele doi muito mais…
    E que a noite as dores pioram, beirando ao insuportavel….

Deixe seu comentário aqui !