13 - jan.
  

Doença de Paget

Categoria(s): Dicionário, Reumatologia geriátrica




Dicionário

Abstrat:
Paget’s disease is a chronic condition of bone characterized by disorder of the normal bone remodeling process. Normal bone has a balance of forces that act to lay down new bone and take up old bone. This relationship (referred to as “bone remodeling”) is essential for maintaining the normal calcium levels in our blood. In bone affected by Paget’s disease, the bone remodeling is disturbed and not synchronized. It is not known what causes Paget’s disease. Recently, certain genes have been associated with Paget’s disease, including the Sequestrosome 1 gene on chromosome 5, although a virus infection may be necessary to trigger point.
Paget’s disease commonly causes no symptoms and is often incidentally noted when X-ray tests are obtained for other reasons. The treatment of Paget’s disease is directed toward controlling the disease activity (medications called bisphosphonates or injectable calcitonin), and managing its complications. Bone pain can require anti-inflammatory drugs (NSAIDs) or pain-relieving medications. Bone deformity can require supports as surgical operations.

A Doença de Paget é uma doença crônica dos ossos (osteodistrofia deformante de Paget) que se apresenta com deformidades em áreas isoladas do esqueleto caracteriza por um excesso de formação de tecido ósseo. O tecido ósseo normal tem um equilíbrio de forças que atuam para estabelecer um novo osso e remover o osso velho. Nesse processo atuam dois tipos de células o osteoclástro que remove o “osso velho” e o osteoblasto que forma o “osso novo”, como se um pedreiro fosse retirando uma parede antiga e um outro pedreiro fosse fazendo uma nova parede no lugar. Na Doença de Paget a atividade osteoclástica está aumenta, levando a uma atividade compensatória secundária pelos osteoblastos. O resultado é a formação de osso que é maior em volume, irregular em estrutura e mecanicamente inferior, isto é, tem maior tendência para as deformidades e fraturas.

A doença de Paget geralmente não causa sintomas e muitas vezes é descoberta por acaso em um exame radiológico  obtidos por outras razões. O tratamento da doença de Paget é direcionado para controlar a atividade da doença (medicamentos chamados bisfosfonatos ou calcitonina injetável), e gerenciamento de suas complicações. Dor óssea pode exigir anti-inflamatórios não esteróides (AINE). As deformidades ósseas podem exigir tratamentos cirúrgicos.

ver mais

Tags: , ,




Comentário integrado ao Facebook:


111 Comments »

  1. Lucimar comenta:

    25 março, 2014 @ 9:03 PM

    gostaria de saber oque significa cisto perirradicular ao nivel de l2 e l3 á direita ?

  2. Gisléa Miranda comenta:

    30 maio, 2014 @ 8:57 PM

    Dr. A mais de um ano venho sofrendo com dores na coluna sempre com dificuldades de me erguer ou caminhar com distância longa mais rápidas, além de sentir dores. Fiz vários exames, RX, Tomografia e ressonância, fiz outra ressonância o Laudo foi:
    Corpo vertebrais de altura e intensidade de sinal preservadas, com osteófitos marginais.
    Pedículos íntegros.
    Artrose interapofisária de L3 à S1. Notadamente em L5-S1, onde se observa hipertrofia facetária e osteófitos projetados para o interior dos forames neurais.
    Desidratação e redução da altura dos discos intervertebrais de L3 a S1.
    Abaulamento discal difuso em L3-L4 que edenta o saco dural.
    Abaulamento discal difuso com componente focal posterior e paramediano direito em L4-L5 que comprime o saco dural.
    Abaulamento discal difuso em L5-S1 que comprime o saco dural e reduz a amplitude dos forames neurais.
    O conjunto dos achados descritas acima determina redução da amplitude do canal raquiano em L5-S1.
    Cone medular de aspecto anatômico.
    Impressão: Espondilodiscopatia degenerativa de L3 a S1, notadamente em L5-S1.
    Hérnia de disco em L4-L5
    Aí está o laudo gostaria de saber o que é.
    Desde de já agradeço pela atenção.

  3. Dgeraldo Silva Gomes comenta:

    17 julho, 2014 @ 2:26 PM

    Boa tarde !
    Dr. Fis uma ressonância magnética da coluna lombar.Na impressão diagnostica: Processo degenerativo e discreto abaulamento difuso posterior do disco L5S1.
    O que isso quer dizer?

  4. Gabriela gattai comenta:

    31 julho, 2014 @ 11:57 AM

    Ola, me chamo Gabriela gattai e tenho 35 anos 1,64 de altura e.peso 96kg , fiz um rx na coluna dorsal e lombar em ambas deu artrose tem tratamento ? Tem cura ? Meus ossos com o tempo irao se atrofiar? No exame de sangeu de fator reumatico nao deu nada o que tenho? Ficarei entrevada? Obrigada e aguardo sua resposta atc Gabriela gattai

  5. joao paludeto junior comenta:

    21 agosto, 2014 @ 4:59 PM

    fiz uma ressonância magnética na coluna lombar e na coluna cervical.
    coluna lombar resultado: espondiloartrose da coluna lombossacra, dicoartrose L1-L2 e L5-S1 com protrusões discais difusas que tocam na face ventral do saco tecal,pequeno abaulamento discal difuso L4-L5.
    coluna cervical: espondilodiscouncoartrose de C3-C4 a C6-C7,protrusões disco-osteofitários difusas de C3-C4 a C6-C7 quetocam no saco tecal,redução da amplitude dos forames neurais de C3-C4 a C6-C7.alem de artrose nos dois joelhos e calcificação ombro direito, tomo remédio sinto muita dor, rigidez matinal etc, pode me adiantar algum prognóstico fico no aguardo e agradeço muito de obtiver retorno através do Email.

  6. rosania comenta:

    23 agosto, 2014 @ 2:16 PM

    olá fiz uma Rm e deu o sequinte: saliência difusas dos discos intervertebradosde l4-l5 e l5-s1, com compressão do saco dural e reduzindo as porções inferiores dos forames neurais. conclusão: discopatia degenerativa associada a abaulamento difusos em l4-l5 el5-s1

  7. Levi Beatriz comenta:

    16 setembro, 2014 @ 10:12 PM

    Prezado Dr. Realizei uma ressonância da coluna cervical e apresentou, discreta instabilidade c3-c4 e c5-c6,
    Espondilouncoartropatia degenerativa de c2-c3 a c6-c7, associada a redução da amplitude dos forames neurais ósseos adjacentes.
    Complexos disco-osteofitarios posteriores difusos em c3-c4, c4-c5 e c5-c6, obliterando a gordura epidural anterior e comprimindo a face anterior do cordão medular adjacente.
    Preciso saber em palavras mais simples o que significa, estou preocupado !!! Tem como para a dor no pescoço com fisioterapias apenas? Estou a quase 4 meses sem recuperação .

  8. silvana de oliveira comenta:

    13 outubro, 2014 @ 3:40 PM

    Oi tenho muita dor no fêmur e nos joelhos estou tendo dificuldade para andar e dormir devido a dor fiz RM e o resultado Planos sagital e axial, sequencia spin-eco, ponderado em T1
    plano sagita, sequencia turbo spin-eco ponderado em T2
    plano axial, sequencia CISS.
    DESCRIÇÃO Estruturas ósseas integras.
    Tênue desidratação do disco intervertebral L4, L5.
    Não ha evidencia de protrusão discal significativa nos interespaços avaliados
    Cone medular ao nível de T12-L5 e de aspecto anatômico.
    Aspecto anatômico das articulação interapofisárias.
    partes moles paravertebrais sem evidencias de anormalidades. gostaria de saber se isso justifica minha dor.

  9. Jussara comenta:

    8 novembro, 2014 @ 11:44 AM

    Fiz uma Rn e deu Cone medular ao nivel D12-L1 o que quer dizer Dr.? Obrigada

  10. Cassia Aymoré comenta:

    15 dezembro, 2014 @ 3:00 PM

    Caro,
    Ao realizar um exame periódico da firma em que trabalho , recebi o seguinte laudo : Pequenos osteofitos nos corpos de L5-S1 , esclerose das superfícies opostas e acentuada redução do “espaço” discal neste nível . Acentuação da lordose fisiológica. Pedículos íntegros . Sinais de espondilolise em L5 com espondilolistese grau I/II sobre S1.
    Qual o tratamento mais indicado ? Cirurgia resolve ? Tenho 49 anos. Poderia orientar-me ?

  11. flavia comenta:

    9 março, 2015 @ 12:40 PM

    Meu avô tem 76 anos pesa85kg,e tem 1,76, fez raio-x da coluna lombar com o seguinte laudo:
    -osteófitos marginais anteriores e laterais aos corpos vertebrais lombares.
    -redução difusa dos espaços intervertebrais deL2-L3 a L4-L5,observando-se gás de permeio nos espaços de L2-L3,L3-L4e L4-L5.
    -esclerose e hipertrofia de inter a povos a dias deL2-L3 aL5-S1.
    -discreta retrolistese de L2 sobre L3.
    -redução difusa da densidade mineral óssea.
    -ateromatose médio-intimal calcificada aórtica.
    Gostaria Dr de saber o que significa tudo isso e se ha tratamento.
    De já agradeço.

Deixe seu comentário aqui !